Quem Me Segurou Foi Deus.



“Quando já se ia aproximando da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, tomada de alegria, começou a louvar a Deus em altas vozes, por todas as maravilhas que tinha visto. E dizia: “Bendito o rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória no mais alto dos céus!”. Nesse momento, alguns fariseus interpelaram a Jesus no meio da multidão: “Mestre, repreende os teus discípulos”. 40.Ele respondeu: “Digo-vos: se estes se calarem, clamarão as pedras!”. Aproximando-se ainda mais, Jesus contemplou Jerusalém e chorou sobre ela, dizendo: “Oh! Se também tu, ao menos neste dia que te é dado, conhecesses o que te pode trazer a paz!… Mas não, isso está oculto aos teus olhos.”
São Lucas, 19, 37-42 – Bíblia Católica Online





Quem me Segurou foi Deus


Nelsinho Corrêa

Quem me segurou foi Deus com seu amor de Pai
Quem me segurou foi Deus
Quem cuidou de mim foi Deus
Com seu amor de Pai
Quem me amparou foi Deus

Eu quis ser fiel, e o pecado como fel
amargurou meu coração
Daí eu quis fugir, da vida desistir
Deus não deixou
E me segurou…
Quem me segurou foi Deus com seu amor de Pai
Quem me segurou foi Deus
Quem me compreendeu foi Deus quando eu chorei demais
Quando se perde alguém parece
que se perde a paz

Ele também chorou quando Lázaro morreu
E se compadeceu, chora comigo a minha dor
Mas ressuscita a alegria e o amor



Versão: Padre Marcelo Rossi




Versão: Nelsinho Correia



Deus consola nossas lágrimas.


Diácono Nelsinho Correia –

Comunidade Canção Nova.





Repouso_no_Espírito_2
Aspirais_aos_Dons_Espirituais Vem_Espirito


Com Deus não se Brinca, parte II.


Pesando na balança do Entendimento



Não, esse não é mais um daqueles textos que relata frases de personalidades que “satirizaram” a Deus e logo após vieram a sofrer arduamente e/ou falecer depois das suas declarações polêmicas. Não, esse não é mais um daqueles textos que descreve o incrível caso que aconteceu aqui na RMC (Região Metropolitana de Campinas-SP) da menina que faleceu num acidente no qual o porta-malas do carro ficou inteiro com uma caixa de ovos intacta. Não, esse não é mais um daqueles textos que tem o intuito de aterrorizar as pessoas para que sigam a risca os mandamentos de Deus e para que jamais ousem a questionar o seu poder e autoridade.



Esse texto tem apenas um objetivo muito simples: refletir sobre os possíveis equívocos e más interpretações que são assimiladas em larga escala pelas pessoas que, em algum momento, mesmo sem querer, distorcem o real sentido de alguns trechos bíblicos baseadas em alguns versículos, vale lembrar que a Bíblia é muito mais complexa e que em muitos casos uma leitura meramente superficial não nos traz o real compreendimento da Palavra que nos é dita e desmistificar esse lance de que há assuntos intocáveis e que “com Deus não se brinca”.

Há muito tempo circula pela internet uma série de montagens com SUPOSTAS frases de personalidades que “desafiaram Deus” e logo vieram a sofrer com as consequências. Geralmente, no final dessas mensagens é utilizado um versículo bíblico do livro da Gálatas que é este aqui:

“Não vos enganeis: de Deus não se zomba. 
O que o homem semeia, isso mesmo colherá.”(Gal 6,7)

No primeiro momento ao isolarmos esse versículo do texto original podemos compreender que não se pode em hipótese alguma fazer “gracinhas” com a Palavra do Senhor, pois quem o fizer irá pagar com a própria boca. Porém, ao ler o Capítulo inteiro é fácil perceber que essa interpretação é errônea.

Na época em que Paulo escreveu essa carta aos Gálatas ele tinha o objetivo de transmitir uma mensagem de resistência aos cristãos que viviam numa sociedade judaica de valores falidos. Para aqueles judeus apenas os circuncisos obteriam a Salvação, entretanto, Paulo pregava que a verdadeira Salvação seria alcançada com a mudança de postura interior dos homens. Ele criticava fervorosamente a sociedade judaica por sua hipocrisia e falta de compromisso com aquilo que pregava, e, assim entendia que os judeus “zombavam” de Deus ao ter esse tipo de comportamento. 
O “zombar” de Paulo tem a função de alertar os cristãos para que não caiam na armadilha de tentar enganar à Deus e acabar enganando a si próprios ao não honrar a cruz que Jesus havia carregado por eles mesmos. Ou seja, não tem nada relacionado com se referir a Deus ou a sua Palavra com sarcasmo, tem a ver com hipocrisia.
Talvez, em algum outro lugar da Bíblia haja algo que se refira ao modo como se deve dirigir a Deus, mas nesse trecho ficou claro para mim que essa interpretação popular está errada!
Por isso, antes de sairmos disseminando qualquer tipo de mensagem pela internet é interessante fazermos uma breve pesquisa do conteúdo que estamos oferecendo aos nossos amigos para evitarmos esse tipo de constrangimento. É sempre bom lembrar que em slide de Power Point pode se escrever qualquer coisa, mas cabe a nós ter o bom senso de acreditar, ou não.



Nota Presentepravoce: Considerei o texto acima bastante sóbrio e nos ajuda a afastar o fantasma do medo, afinal de contas temer a Deus não significa ter “MEDO” de Deus.   Devemos sim amar a Deus e quem ama não tem medo daquele que ama.



“18. No amor não há temor. Antes, o perfeito amor lança fora o temor, porque o temor envolve castigo, e quem teme não é perfeito no amor.”  (I São João, 4,18) – Bíblia Católica Online




Basfêmia Presépio criança
O_pai_das_misericordias_CN

Dinâmica: Sal da Terra




〈 SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO 〉




colher-de-sal-sem-sabor


Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens.” (S. Mateus 5, 13″





Objetivo: Promover reflexão sobre o comportamento do cristão como “sal da terra”.

Material: 03 copos transparentes com água, 02 saquinhos com sal, 01 colher de chá, 01 colher de sopa de sal.




Metodologia: Explique que o sal representa o cristão e o copo com água está representando o mundo.

– Solicite atenção dos participantes para o que você vai realizar.



– Arrume os 03 copos com água sobre uma mesa.
– Coloque:
01 saquinho de sal dentro de 01 copo – não retire a embalagem(situação 01);
01 saquinho de sal ao lado de outro copo( situação 02);
01 colher de sal no último copo e misture( situação 03).
– Pergunte: Qual situação melhor representa a conduta do cristão no mundo?
– Aguarde as respostas. É comum haver votação para as três situações, com maioria para a situação 01. Mas, como você já deve ter percebido, a situação correta é a representada na situação 03.
– Questione:
Para as situações 01 e 02: Como o cristão pode estar influenciado o meio, como sal da terra, se estar isolado do mundo?
Para a situação 03: Está correto o crente está misturado com o mundo? Nós somos deste mundo?
– Após os questionamentos, leia:

“Vois sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens”. (S. Mt 5,13)

“Bom é o sal; mas se o sal degenerar, com que se adubará?” (S. Lc 14,34)

“E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós deste mundo, eu não sou deste mundo”. (S. Jo 8,23)

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há”.(I Jo 2,1)

Espera-se que, após os questionamentos e a leitura das citações bíblicas, os alunos tenham compreendido que a situação 03 representa a conduta do cristão como sal da terra.



1 – Dinâmicas Equivalente com Sonrisal:


Dinâmica do Sonrisal

“A Fé sem obras é Morta.”

Se misturar na comunidade



experiencia_dinamica_copo_agua_pecado_purificacao Tres_garrafas_2
Pecado_involuntario Sal_da_terra Pipoca_sem_sal



Dinâmica do copo com água suja.




〈 A CURA TOTAL DO PECADO 〉





EXPERIÊNCIA QUÍMICA – MÁGICA

DEMONSTRAÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO PESSOAL



Material:

Água, (CLORO) água sanitária e iodo (Vende nas drogarias).

Desenvolvimento:

Mostre o copo com água (meio copo) e fale que ali somos nós quando Deus nos criou , livre do pecado , puros..

– Misture o iodo com a água e diga:

– Ai um dia nos afastamos de Deus e ficamos cheios de pecado (a água ficará escura).

– Pegue um pouco de água sanitária e derrame sobre o recipiente com iodo ( que estará escuro) e depois de derramar o liquido voltará a ficar transparente como água !

(É MÁGICO) e diga que um dia a gente conhece alguém que nos leva para conhecer a Jesus e somos transformados e renovados por Deus e voltamos a ser como ele nos criou!

Moral:

Mostrar que Deus nos dá uma nova vida ( 2 Corintios 5,17 )

OUTRA OPÇÃO:

Coloque três copos em cima da mesa.

Copo 1 = [VOCÊ] = Meio copo de água PURA;

Copo 2: = [PECADO] = Meio copo de água com iodo “Farmácia”

Copo 3: = [CRISTO] = Meio copo de água sanitária comum “CLORO”

1ª CONDIÇÃO – O ser humano criado por Deus era puro, limpo como este como de água, mostre o copo com água limpa e fale sobre isso.

2ª CONDIÇÃO – O homem foi contaminado pelo pecado, pelo mal que contaminou sua pureza, mostre o copo com o PECADO e derrame um poco sobre o primeiro copo que também ficará sujo.

3ª CONDIÇÃO – Derrame o conteúdo do terceiro copo [CRISTO] e a água ficará limpa novamente, mostre que Jesus Cristo nos purifica com seu sangue e nos torna puros novamente. (Salmo 50)

4ª CONDIÇÃO – Derrame um pouco do 2º copo dentro do terceiro e demonstre que o pecado jamais pode vencer Jesus Cristo, pois Ele jamais cometeu pecado algum e permanece sempre fiel e puro.

5ª CONDIÇÃO – Por fim derrame o conteúdo do 3º copo sobre o [PECADO] e demostre o triunfo total de Cristo sobre todo o [PECADO] para sempre.

“Com efeito, todos pecaram e todos estão privados da glória de Deus,” (Romanos 3,23)

(Romanos 6,23). “Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

Obs. fale mais sobre o tema se desejar.


[DEMOSTRAÇÃO ]



Tres_garrafas_2
Pecado_involuntario Nao_cai_no_pecado





A DINÂMICA DO SONRISAL.

4 Aplicações: Blindagem Espiritual

+ positiva   e ou   –  negativa

Entrega Total e Sal da terra




Proteção e Provação.



Estes são os dois lados de uma mesma moeda.  –  (*)


“Qualquer arma forjada contra ti, ver-se-á destinada ao insucesso, e na justiça ganharás causa de qualquer língua que quiser acusar-te. Tal é o apanágio dos servos do Senhor, tal é o triunfo que lhes reservo, diz o Senhor.” (Isaías 54,17)

(*) – O outro Lado da Moeda



A Gravura acima representa a proteção Divina conforme Isaías 54,17, Rom. 8,28, Salmo 90 ou ainda conforme muitos outros textos Bíblicos, porém como esta proteção é invisível aos olhos humanos há quem afirme que tudo que acontece em nossas vidas é decorrente do acaso, sorte ou azar e não reconhecemos a intervenção de Deus por nós todos os dias.


Temos um post anterior sobre a “Proteção Divina” editado em 11/2008 que praticamente apresenta uma outra gravura com uma situação semelhante a esta.   A postagem original desta Gravura é em inglês, mas o site original não inclui conteúdo e sim apenas a imagem como expressão de um ensino visual.    Ao chegar a autoria traduzi também os comentários referentes à postagem da gravura e me surpreendi quando pessoas não entenderam a representação do desenho e a explicação do autor foi que está imagem representa a “Proteção Divina” que nos livra de todo mal, porém na gravura aparece também uma flecha branca que se destaca atingindo de raspão o “protegido”.

O Autor destaca esta flecha como uma “provação” vinda do próprio protetor e é neste ponto que se encontra a discórdia e a polêmica, pois existe quem defenda que Deus apenas nos protege de todo e qualquer mal, no entanto na vida prática todos nós sabemos que de vez em quando tropeçamos em alguma pedra no caminho, de vez em quando nos arranhamos num espinho qualquer e etc.   Não recebemos uma proteção completa, pois nem sempre nos mantemos debaixo de sua sombra ou melhor dizendo, “Nos limites de seu foco de luz” e assim fora destes limites não estaremos protegidos totalmente.

Outro fato bem lembrado pelo autor é que mesmo sendo Jesus o filho mais amado por Deus acabou sofrendo perseguições, calúnias, foi preso e mesmo inocente foi condenado a morte.

Apanhou, foi machucado, cuspido, maltratado e carregou uma enorme cruz que simbolizava todo nosso pecado.

Acabou morrendo por amor a mim e a você para nos libertar desta condenação do pecado e da morte, por isso, muitos defendem que  não existe mais cruzes a serem carregadas para o Calvário.   Quem está nesta caminhada a mais tempo bem sabe que as cruzes ainda estão aí para serem carregadas todos os dias, existe sim muita dor neste mundo, muito pecado e principalmente muito trabalho a ser executado.    Aqueles que defendem a teologia da “PROSPERIDADE” dizem que não existe mais dor e que o cristão agora vive um céu permanente na terra e portanto não existe mais cruz para ser carregada e graças a essa ideia enchem suas Igrejas de pessoas dopadas pelo ópio da falsa evangelização do diabo.

Certa vez este mesmo inimigo de Deus pediu lhe uma permissão para peneirar São Pedro (S. Lucas 22,31) e Jesus intercedeu ao Pai por ele não permitindo que isso ocorresse como ocorreu com Jó, assim podemos perceber que muitas dificuldades são evitadas pela simples intervenção de Jesus, pois se assim não fosse estaríamos literalmente na boca dos lobos, mas se nós como ovelhas desprotegidas ainda permanecemos vivas no meio dos lobos deste mundo ai está a sua “RESPOSTA”. (*)


“É mesmo Jesus quem nos livra de todo Mal”


Leão e Menina


Vou incluir aqui um power point com gravuras do mesmo autor do primeiro post “PROTEÇÃO DIVINA”, mas que mostra o mesmo personagem recusando carregar a sua cruz, na verdade já é uma estorinha antiga que muitos já conhecem, mas é uma ilustração que facilita a compreensão do texto que mostra o porque cada um deve carregar a sua própria cruz.

(*) – Como Ovelhas no meio de lobos.


Charge Original em :

http://lifeinchristministry.org/



São Miguel Arcanjo Oração_ao_espirito_santo Tende_Misericordia_Senhor
Confie_na_oração O_barco_de_Jesus_na_tempestade_crise O Alpinista
Revesti-vos da Armadura de Deus Batalha Pegadas_na_areia_MFP

POWER POINT – CARREGANDO A CRUZ



Deus Nunca Erra.


Tudo que DEUS faz é Perfeito!

MEDITAÇÃO EM POWER POINT

Consertar_o_mundo

“Deus nunca-erra”

1. Deus Nunca Erra Tudo o que Deus faz é perfeito

2. Há muito, muito tempo, num reino distante, havia um rei que não acreditava na bondade de DEUS.

3. Havia, porém, um súdito que em todas as situações lhe dizia: Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito

4. Ele não erra! Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O súdito conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão.

5. Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse: Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo.

6. O servo apenas respondeu: Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom; é que mesmo perder um dedo é para o seu bem.

7. O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra! Indignado com a resposta, o rei mandou prender o súdito.

8. Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos.

9. Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses.

10. Ao voltar para o palácio, mandou soltar o súdito e recebeu -o muito afetuosamente.

11. Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens, justamente por não ter um dedo! Mas tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso?

12. Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum. Por isso, lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito.

13. Ele nunca erra! Muitas vezes nos queixamos da vida e das coisas aparentemente ruins que nos acontecem, esquecendo-nos que nada é por acaso e que tudo tem um propósito. Todas as manhãs, ofereça seu dia à Presença Divina que habita o seu coração.

14. Peça-Lhe para inspirar os seus pensamentos, guiar os seus atos, apaziguar os seus sentimentos. E nada tema, pois DEUS NUNCA ERRA!!!

15. Lembre-se: Deus nunca Erra, foi Ele que fez com que esta mensagem chegasse até você hoje…. Sabe porque? Eu não sei, mas Ele sabe, pois Ele nunca erra…….

16.  Realmente Deus nunca erra . O seu caminho é perfeito e a sua palavra sem impureza. Ele é o caminho de todos que nele confiam, como diz em (2º Samuel  22, 31.)


FOI DEUS
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 Miguél Arcanjo


Devoção ao Sagrado Coração de Jesus.



A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é muito antiga; os Padres da Igreja já falavam dela; tudo brota daquele Coração “manso e humilde” que por nós foi transpassado pela lança do soldado Longuinho, na Cruz do Calvário. Dele saiu sangue e água, símbolos do batismo e da Eucaristia, e também da Igreja, Esposa de Cristo, que nasce do lado aberto do novo Adão, como Eva nasceu do lado aberto do primeiro.



Sagrado_coracao_de_Jesus_ (1)


Após uma fase de eclipse, esta devoção ganhou novo impulso após as visões de Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), difundidas por seu confessor São Claude de la Colombière (1673-1675). Era uma época difícil, onde havia uma heresia chamada Jansenismo, de Jansen, que pregava um cristianismo triste, onde poucos se salvavam, onde se disseminava um medo de receber Jesus eucarístico, etc.

Para eliminar essa tristeza Jesus mostrou seu Coração humano e misericordioso a Santa Margarida, como tábua de salvação para todos os pecadores que nele confiassem.

Santa Margarida Maria Alacoque foi uma  freira que nunca transpôs os muros do seu convento das visitandinas de Paray-le-Monial da Ordem da Visitação de Santa Maria, instituição religiosa fundada por São Francisco   de Sales (1567-1622) e Santa Joana de Chantal (1572-1641), morrendo antes de completar 45 anos, em 17 de outubro de 1690, sendo  canonizada em 1920, pelo papa Bento XV. Recolhida, em profunda oração, pela porta do tabernáculo saiu uma espécie de vapor que foi se transformando na figura de homem que se encaminhou até ela e ali na sua presença abriu a túnica que lhe cobria o peito,  lhe mostrando o coração  em chamas inextinguível e lhe disse:



“Eis aqui o coração que tanto amou os homens e pelos quais e tão mal correspondido pelo menos tu, filha minha, chora pelos que me ofendem, geme pelos que não querem orar, imola-te pelos que renegam e blasfemam contra o meu santo nome. Prometo-te na grandeza do meu amor que abençoarei os lares que neles me hospedem, que os que comungarem durante nove primeiras sextas-feiras seguidas, não morrerão sem receber os sacramentos da penitência e da Eucaristia.”



Depois de 150 anos de enormes dificuldades impostas especialmente pelos jansenistas e o terror da Revolução Francesa, em 1856, Pio IX instituiu a festa litúrgica do Sagrado Coração de Jesus, propondo, segundo a recomendação dos santos, a consagração do mundo ao Coração de Jesus. Duzentos anos depois que Santa Margarida pediu ao Rei Luís XIV a consagração da França ao Coração de Jesus, o grande presidente do Equador, Gabriel Garcia Moreno, consagrou seu país em 1873, ao Coração de Jesus.

Vários Papas incentivarem esta devoção através de encíclicas.

Atualmente a festa do Sagrado Coração de Jesus é na 2ª sexta-feira após a festa de Corpus Cristi.  Leão XIII na “Annum Sacrum” (1899), deixou-nos a Oração para consagração ao Sagrado Coração. Pio XI na “Miserentissimus Redemptor” (1928); Pio XII na “Haurietis aquas” (1956); João Paulo II na “Redemptor Hominis” (1979) e Bento XVI em carta ao Pe. Kolvenbach Geral da Companhia de Jesus, falaram da importância dessa devoção. Em 1872, Pio IX concedeu indulgências especiais aos que portassem o escapulário com a imagem do Sagrado Coração.

Depois, em 11 de junho de 1899, o Papa Leão XIII consagrou todo o gênero humano ao Sagrado Coração de Jesus, afirmando ser esse o maior ato de todo o seu pontificado. Dessa forma, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus difundiu-se por todo o mundo e foi recomendada por muitos Papas da Igreja. Muitos Santos, como São Francisco de Assis, Santo Inácio de Loyola, Santa Tereza D’Avila e outros, dedicaram terna devoção, admiração e adoração ao Sagrado Coração de Jesus. Hoje, o movimento do Apostolado da Oração ao Sagrado Coração de Jesus zela por essa devoção e a propaga pelo mundo todo.

As promessas que trazem grandes benefícios espirituais para a vida daqueles que têm essa devoção são:

1ª Promessa: “Eu darei aos devotos de meu Coração todas as graças necessárias a seu estado”.

2ª Promessa: “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias ”.

3ª Promessa: “Eu os consolarei em todas as suas aflições”.

4ª Promessa: “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte”.

5ª Promessa: “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos”.

6ª Promessa: “Os pecadores encontrarão em meu Coração fonte inesgotável de misericórdias”.

7ª Promessa: “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção”.

8ª Promessa: “As almas fervorosas subirão em pouco tempo a uma alta perfeição”.

9ª Promessa: “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de meu Sagrado Coração”.

10ª Promessa: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”.

11ª Promessa: “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no meu Coração”. 2

12ª Promessa: “A todos os que comunguem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna”.

Oração de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus Santa Margarida Maria Alacoque compôs uma belíssima oração de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus que se chama “Pequena Consagração”.

Reze-a com um santinho nas mãos, ou diante de uma imagem do Sagrado Coração de Jesus. Você certamente receberá muitas graças.

“Pequena Consagração”

“Eu, (diga seu nome), entrego e consagro ao Sagrado Coração de Jesus minha pessoa e minha vida, minhas ações, dores e sofrimentos, e quero me servir de todas as partes de meu ser apenas para honrá-Lo, amá-Lo e glorificá-Lo.Amém!”

Oração de consagração ao Sagrado Coração de Jesus

Divino Salvador que, perseguido pelos inimigos e ferido no Coração, pela tibieza de seus amigos, vos queixastes a Santa Margarida: Tenho procurado consoladores e não os tenho encontrado.

Aqui estou Senhor para vos consolar. Quero adorar vossa Majestade escondida, quero reparar as ofensas minhas e as dos outros.  Quero amar o vosso amor desprezado e abandonado.

Consagro-me inteiramente ao vosso Coração. Sede Vós somente o meu Rei. Ajudai-me Senhor, a difundir nas almas o reino do vosso Coração.

Acendei a chama do vosso amor no coração dos vossos sacerdotes, para que se tornem apóstolos infatigáveis e portadores das bênçãos do vosso divino Coração.

Fazei que compreendam finalmente, a honra e a obrigação que tem de Vos amar, para que unidos entre si com os laços de vossa caridade, glorifiquem todos, o vosso Divino Coração, que é para nós, fonte de vida e salvação.

Divino Coração de JESUS, reinai em meu coração.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso!



Jesus_wallpapers Jesus é Misericordioso Salva_me_Senhor

Maria_mae_do_meu_Senhor jesus_rei_senhor Tende_Misericordia_Senhor


.


.


Deus Perdoa todo o Pecado.



70 x 7


Presépio criança


“Pois eu lhe digo, não somente sete

vezes ao dia e sim setenta vezes sete”

(São Mateus 18, 22)


DEUS JAMAIS NOS ABANDONA, A PORTA PARA A SALVAÇÃO SEMPRE ESTARÁ ABERTA.


adultera-p03[2]

“Os escribas e fariseus trouxeram à sua presença uma mulher surpreendida em adultério e, fazendo-a ficar de pé no meio de todos, disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério.” (João 8.3-4)


Na presença do homem somos humilhados, mas na Presença de Deus o humilde é exaltado. Ninguém neste mundo é perfeito, todos nós estamos sujeitos a pecar e desagradar a Deus, porém o Senhor Jesus não abandona aqueles que se arrependem com sinceridade. O homem pode te acusar, te humilhar e te desanimar, mas Deus te levanta e te encoraja a prosseguir. Se Deus é contigo quem poderá te humilhar ou te acusar? O Espírito Santo está aqui para limpar o nosso consciente e nos fazer novos diante de Deus. Não importa qual seja o seu pecado ou erro, por mais que seja considerado um absurdo para com a vontade de Deus. Deus não quer saber se você cometeu pecado grande ou pequeno e sim se o seu interior é sincero e não deseja mais viver no pecado. Os escribas são aqueles religiosos que em tudo vê pecado e ao invés de ajudar aqueles que estão caídos no pecado como no caso da mulher adúltera, querem ultrajar, humilhar, criticar. Foi exatamente isso que os escribas e fariseus fizeram com o Senhor Jesus, mesmo Ele sendo justo, fiel e reto diante  de Deus. Jesus é o Cordeiro Santo que nos livra da vida carnal.


“Vai e não tornes a pecar…” (S. João 8, 11)


Pecado_nome


Os escribas estavam preocupados com o físico e não com o espiritual da mulher que havia pecado. Queriam condenar tanto a ela por conta de seu delito quanto ao próprio Jesus, caso Ele venha falhar em suas palavras. Porém, cegos por essa falsidade acabaram se decepcionando ao perceber que Cristo amou a mulher mesmo com tantos espinhos (pecados) em sua vida. Deus não aprova o pecado, mas ama aqueles que mesmo sendo pecadores se lançam aos teus pés clamando por socorro, perdão e misericórdia. O homem pode tentar te apedrejar com palavras, atitudes ou reações que fazem de tudo para ferir a sua alma e até a sua fé, mas contigo está Aquele que nunca nos abandona. Os espinhos da mulher adúltera era o seu pecado em que caiu. Nenhum espinho é capaz de impedir com que o Senhor Jesus mova a sua mão para limpar e moldar para uma nova vida. Podemos ser os piores pecadores deste mundo, mas se obedecemos a voz de Deus: Vai e não pequeis mais. Então, é certo que iremos viver no centro da vontade do Espírito Santo e assim Deus terá o prazer de morar dentro de nossa casa espiritual.


“Nada, nem o pecado poderá nos afastar do amor de Deus” (Romanos 8)


jesusfeet[1]


A mulher adúltera caiu no pecado simplesmente porque deixou de zelar pela sua vida espiritual e o seu coração corrupto a enganou levando a sua queda. Se ela tivesse armado o seu íntimo contra a carnalidade nunca teria coragem de pecar contra Deus tão nitidamente. O pecado não tem autoridade nenhuma sobre aqueles que vivem com a armadura de Deus, o escudo da fé, a Espada da Palavra de Deus. Na Presença de Jesus Cristo podemos estar cheios de pecado, mas sendo sinceros em nosso íntimo e desejando mudar por completo as nossas atitudes, Ele nos recebe com toda força. Agora, se dentro de nós existir simplesmente uma mera vergonha e não um verdadeiro arrependimento é certo que Deus não vai nos levantar. O Espírito Santo conhece o coração de cada pessoa e sabe exatamente o que ela necessita. O homem pode fazer de tudo para te destruir por conta do pecado em que caiu, todavia se há uma sinceridade dentro de ti na Presença de Deus nada vai te atingir. Na presença do Pai somos bem cuidados e guardados, já o homem insiste em apontar o dedo para nós e nos levar a ruína total.


“Aquele que não tem Pecado, atire a primeira pedra”…


Apedrejamento


Na época de Moisés toda mulher que fosse surpreendida em adultério era apedrejada. Leia isso em (São João 8, 5). Mas Jesus nos amou tanto que quebrou a lei imposta pelo homem para salvar a alma daquela mulher. Jesus ultrapassa seus próprios limites para resgatar as ovelhas perdidas, isto é, no Reino de Deus há espaço para todos os que mesmo sendo podres se rendem a fé viva no caminho da Verdade. O véu que separa aquela mulher de Deus era a lei imposta pelo homem na época, mas Cristo Jesus rompeu essa barreira através de seu grandioso e inexplicável amor. Hoje temos acesso a Presença de Deus e o próprio Jesus nos revela a vontade do Espírito. Não importa quem sejamos! Se somos leigos, pregadores, lideres de movimento e Pastoral, Ministros, Diáconos, Padres, Bispos ou Papa. Para Deus o que importa é a nossa humildade. O que não pode é acharmos que só porque estamos na Presença de Deus e sendo alguém na igreja podemos fazer qualquer coisa que o Senhor Jesus nos aceitará. Negativo! Quem assim o faz está cego em sua vida espiritual. É preciso renunciar a nossa vontade para que Deus seja glorificado e venhamos a ser salvos.


“Jesus, O Cordeiro de Deus Morreu para perdoar nossos pecados”


pokaz_obrazek


Portanto, somente os fortes na fé e firmes na Rocha são capazes de vencer a própria vontade e mesmo que erre em algum momento não se acovarda para o peso do pecado e sim se rende a Deus com mais força e temor. Somente aqueles que vivem unidos em Cristo são capazes de perseverar até o fim pela sua salvação. Ninguém pode te condenar! Nem Deus te condena! O único que tentar de condenar é o diabo, porém se o perdão de Jesus alcança o seu interior nada pode te atingir. Levante a sua cabeça, passado é passado! Lute para agradar a Deus com todas as suas forças sem atender as cicatrizes de suas falhas. Assim como no dia de pentecostes, o Espírito Santo desce sobre a sua vida para te encher do fogo do sacrifício e do poder do perdão. Ninguém é capaz de te condenar! E se existe alguém que te condene, não valorize as suas palavras nem atitudes, olhe para o que Deus prometeu sobre a sua vida e nada mais. Viva pelo que Deus pensa sobre você e não pelo que o homem pensa sobre a sua pessoa porque ele mesmo é repleto de pecados e é certo que está vivendo cegamente em seu interior. Não seja cego também!


AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO


 

LUTAR CONTRA O PECADO É SER DE DEUS



Vigiai e Orai Incessantemente

Italo Villar

FOI DEUS

Lutando contra todo Pecado.

MEDITAÇÃO SOBRE A CEGUEIRA ESPIRITUAL

A LUTA CONTRA O PECADO

DEUS JAMAIS NOS ABANDONA, A PORTA PARA A SALVAÇÃO SEMPRE ESTARÁ ABERTA.

Pecado_involuntario

A condição humana nos leva a lutar pela própria vida a todo custo e com todas as forças. Quando passamos por momentos de perigo iminente uma dose de adrenalina é injetada na corrente sanguínea que nos dá um poder extraordinário para nos ajudar a escapar e evitar que o pior nos aconteça. Na verdade, isto acontece naturalmente e não requer muito da aprovação de nossa vontade consciente.   Um dos piores efeitos da depressão é a inibição destes efeitos na proteção de nossa própria vida, é quase como que “Jogar a toalha” uma entrega total e incondicional ao risco e ao perigo que nos cerca.

São Tiago nos diz que devemos 

Resistir ao maligno e ele fugirá para longe de nós,” 

(São Tiago 4, 7)

Pedimos também em oração quando rezamos o “Pai Nosso” que Deus nos livre de todas as tentações, mas na prática o que mais acontece mesmo conosco é exatamente o contrário, pois não se resiste ao maligno como se deveria e se aproxima das tentações perigosamente e assim acabamos cometendo o pecado tão “indesejado”.

Cometemos o pecado que não queremos…

Devemos resistir ao maligno com todas as nossas forças de nosso corpo e jamais se entregar, precisamos fugir do pecado e manter uma distância bem segura das tentações, pois reconhecemos que a nossa carne é fraca e tendenciosa.

A Vigilância na oração é de extrema importância, pois não sabemos onde e nem quando o inimigo virá tentar nos arrebatar, por isso jamais podemos entregar os pontos ao pecado a ponto de esvaziar completamente a graça de Deus que habita em nosso ser e se perder completamente nas trevas sem capacidade de discernir o ultimo toque da Salvação.

O vídeo a seguir nos mostra um pouco do que pode acontecer com aquele que anda por caminhos desconhecidos e obscuros, mostra também que mesmo quando estamos perdidos nas trevas totalmente cegos, mesmo assim Deus nos ama com seu eterno AMOR e nos envia o seu anjo que assume a nossa luta e com todas as suas forças nos liberta das cadeias que nos prendem e nos arrasta para longe da morte.

 VEJA O VÍDEO ATÉ O FINAL OU NÃO ENTENDERÁ O QUE ACONTECEU NA CENA.

http://img846.imageshack.us/img846/4522/resistirwallpapers.jpg

VEJA O VÍDEO ABAIXO:



AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO



LUTAR CONTRA O PECADO É SER DE DEUS



Eu Quero Ser de Deus

Celina Borges

Compositor: Jorge Mongó

Tom: D
(intro) D9  D7+/9  Em7  G9

D9          D7+/9
Uma vida de graça e vitória
Em7                     G9
É o que Deus tem pra te dar
D9              D7+/9
A condição pra você recebê-la
Em7               G9
É a busca da Santidade (2x)

D            A/C#
Lutar contra todo pecado
Em               G9
Que te separa de Deus
D          A/C#
Romper com todas cadeias
Em          G9       G/A
Ser livre e ter a mente de Deus

D9
Eu quero ser de Deus
D7+/9                          Em7
Eu quero ser de Deus
      G9     G/A        D9
Eu quero viver esse amor.

Em           F#m   G            G/A
Uma vida de graça Deus quer te dar
Em           F#m              G                G/A
A condição pra se receber é a busca pela santidade

Vigiai e Orai Incessantemente

Italo Villar

Vinde e vede
Miguél Arcanjo

Quem vai pagar o Pato?


.

(Tudo tem seu preço, mas as vezes acabamos pagando muito caro por algo sem o minimo valor.  Mas por que isso acontece?)


Havia dois irmãos que visitavam seus avós no sítio, nas férias.

– Felipe, o menino, ganhou um estilingue para brincar no mato.

Praticava sempre, mas nunca conseguia acertar o alvo.



Certa tarde viu o pato de estimação da vovó…

Em um impulso atirou e acabou acertando o pato na cabeça e o matou. Ele ficou chocado e triste!



Entrou em pânico e escondeu o pato morto no meio do mato!

Beatriz, a sua irmã viu tudo mas não disse nada aos avós.



Após o almoço no dia seguinte, a avó disse: “Beatriz, vamos lavar a louça”

Mas ela disse: ” Vovó, o Filipe me disse que queria ajudar na cozinha”. E olhando para ele sussurrou: “Lembra do pato?” Então o Felipe lavou os pratos.



Mais tarde o vovô perguntou se as crianças queriam pescar e a vovó disse: “Desculpe, mas eu preciso que a Beatriz me ajude a fazer o jantar.”

Beatriz apenas sorriu e disse, “Está bem, mas o Filipe me disse que queria ajudar hoje”, e sussurrou novamente para ele, “Lembra do pato?”

Então a Beatriz foi pescar e Filipe ficou para ajudar.


Após vários dias o Filipe sempre ficava fazendo o trabalho da Beatriz até que ele, finalmente não aguentando mais, confessou para a avó que tinha matado o pato.


Neto e Avó


A vovó o abraçou e disse: “Querido, eu sei… eu estava na janela e vi tudo, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixar a Beatriz fazer você de escravo!”



Qualquer que seja o seu passado, ou o que você tenha feito… (mentir, enganar, seus maus hábitos, ódio, raiva, amargura, etc )…. seja o que for… você precisa saber que Deus estava na janela e viu tudo como aconteceu.

Ele conhece toda a sua vida … Ele quer que você saiba que Ele te ama e que você já está perdoado.Ele está apenas querendo saber quanto tempo você vai deixar o diabo fazer de você um escravo.



Deus só está esperando você pedir perdão, Ele não só perdoa, mas Ele se esquece.

É pela graça e misericórdia de Deus que somos salvos. Vá em frente e faça a diferença na vida de alguém hoje.


Compartilhe esta mensagem com um amigo e lembre-se sempre: Deus está na janela e sabe de tudo!



“A vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus

não irá protegê-lo.”


.

(Um Desafio Para Mim e para Você)


SER FIEL ACIMA DE TUDO

Presentepravoce – Sizenando


Complemento

Meditando as consequências do pecado




EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais



Um Gesto de Amor.


Um Gesto de amor não têm preço!



De que interessa o que temos

quando não damos o que somos?

A Jesus não importa o dinheiro,

apenas que se seja verdadeiro e inteiro!

Quando a riqueza da aparência

não coincide com a essência,

a riqueza material

é vazio anódino e banal…

Passa o tempo a contar

o menos que pode dar…

E só dá para se ver

quão grande é seu “poder”.

Ricos para Deus são os sábios,

que não são escravos do que têm…

São os que sabem 

que o caminho de santidade

se faz com a verdade

de ser o que se é

e viver alicerçado na fé.

Para Deus importante é ser,

agir de coração e crer…

que um gesto de amor

não tem preço, só tem valor.




Fonte: Blog Amor de Deus


A FRASE VIROU MODA, ESPERAMOS QUE AS PESSOAS APRENDAM A LIÇÃO NA PRATICA.



      Atualizado em 25/12/2012




Vale a Pena Pregar a Palavra de Deus.


Veja Por que:



“VIVER A PALAVRA DE DEUS”


Testemunho de Roberto Tannus

Pregador de Goiãnia-Go

Era o ano de 1979 e fazia um ano que participava da Renovação Carismática Católica. Tinha sido convidado para pregar em um Seminário de Vida no Espírito Santo na Penitenciária Estadual. O tema: “Viver a Palavra de Deus”. Preparei-me o melhor que pude com jejum e oração. Além de estar principiando na pregação ainda tinha o desafio de falar a um grupo de detentos, que se reuniam para receber a Palavra de Deus.

Ao adentrarmos no presídio, logo após termos sido revistados, nos dirigimos à sala de reuniões aonde aconteceria o Seminário. Para surpresa nossa, no mesmo local estavam já reunidos um grupo de estudo composto de alguns carcereiros. Um deles nos falou: “Os detentos estão agora reunidos na quadra de esportes. Se quiserem, um dos guardas poderá acompanhá-los até lá e pedir que eles parem um pouco o futebol para ouvirem vocês”. Quando chegamos ao local as intercessoras disseram: “Vai você, Roberto, e pega a bola deles, senão não param para nos ouvir”. Pensei comigo mesmo: (Que fria…!) Para a minha sorte a bola foi mal chutada indo parar bem nos meus pés e só tive o trabalho para me abaixar e colocar a pelota debaixo do braço. Com a outra mão eu carregava a Bíblia. Falei em voz forte, esperando que o guarda ficasse perto de mim, mas ele se afastou, deixando-me falando sozinho no meio da turma, que reclamava e resmungava. Por mais que eu tentasse me fazer ser ouvido, dizendo que estava lá para pregar a Palavra de Deus, meus argumentos não eram suficientes para acalmar os ânimos exaltados ““.

Foi aí que veio do meio deles um homem de pele escura, alto, forte, que levantou a mão (que parecia ser maior que meu rosto!) e veio em minha direção dizendo: “Silencio! Silencio! Eu tenho algo a dizer”. Como ele viesse em minha direção sem mudar de rumo e sem abaixar a mão, fiquei ali firme!!! Sim!!! ou quase!!! Ele arrancou a Bíblia de minha mão e bradou em alta voz (agora todos o escutavam em silêncio): “Vocês estão vendo este Livro? Fechado ele é um livro qualquer. Mas, aberto, é a boca de Deus que fala!” Enfim, minhas pernas pararam de tremer. Ele continuou: “Vocês sabem que eu fui um dos piores bandidos que atormentou o Estado do Mato Grosso e Goiás. Fiz muita maldade. Mas, um dia, um grupo de católicos duma tal da “carismática” entraram em minha cela impuseram as mãos sobre mim e rezaram pedindo o Espírito Santo e me deram uma Bíblia de presente. Como aconteceu também com Saulo de Tarso, que depois de conhecer a Jesus passou a ser chamado Paulo, a partir daquele dia escamas caíram dos meus olhos. Eu era cego. Mas descobri que aos pés de Jesus eu sou um homem livre. Foi preciso eu vir aqui para a prisão para conhecer Jesus. O Espírito Santo abriu os meus olhos e curou toda a minha cegueira quando eu lia este Livro Sagrado”.

A partir daquele momento passei a amar mais ainda a Palavra de Deus. Sei que já contei várias vezes esse testemunho, porém, é uma história que não dá para mudar. Testemunho é testemunho e pronto!

Nunca mais vi aquele grande homem negro, nem tive mais notícias dele “ em alguns encontros nossos da Renovação Carismática de Goiânia ele chegou a dar seu testemunho, isso ainda nos anos de 1979 e 1980; mas, depois disso, ninguém mais soube do seu paradeiro. Sumiu sem deixar notícias. Entretanto, as palavras dele marcaram toda a minha vida e ficaram para sempre gravadas no meu coração: a Bíblia é a boca de Deus que fala!”

Roberto Tannus



Leia você também

A Bíblia é uma Mensagem

de Deus pra você.


Semeando a cultura de Pentecostes



Deus é Pai.


https://i2.wp.com/www.colegiosantacandida.com.br/rp-byoriza-deus-e-pai.gif


Por que razão Jesus nos ensinou a orar chamando a Deus de Pai?


Você já chegou a pensar sobre isto?

Quem já se tornou pai sabe da fragilidade do filho recém nascido. Totalmente dependente, o bebê precisa de todo carinho e atenção porque não consegue sobreviver sem os cuidados de seus pais.

Este é um dos maiores privilégios que temos. Jesus nos ensina a chamar Deus como Ele mesmo o chamava, Pai Santo, Pai querido, Pai Amado… E muito mais do que isso usa o nome carinhoso que uma criança chama seu Pai, “Abba” que quer dizer “dad em inglés” e paizinho, papaizinho ou Papai em Português.

Quando Jesus nos ensina a chamar Deus de Pai é com essa finalidade: de sermos totalmente dependentes Dele, fazendo a sua vontade – que é boa, perfeita e agradável.

Um Pai sempre quer o melhor para os seus filhos. Assim é Deus. Por mais que não entendamos o porquê de todas os acontecimentos e provações, devemos nos submeter à sua vontade soberana. Ele sabe o que é melhor para nós.

Que privilégio que temos de ter o Soberano Deus, criador de todas as coisas, como nosso Pai. É nesta intimidade que O conhecemos muito melhor.

Isso só foi possível, graças a Jesus Cristo que nos ligou ao Pai.   Este é o sentido e o principal significado da palavra Religião, que é a religação do Homem a Deus, ou seja, aquela separação que aconteceu lá no paraíso quando o homem pecou e se escondeu do Pai já não existe mais.

Agora, pois, graças ao sacrifício de Jesus e ao seu sangue derramado na cruz foi derrubado o muro de separação e apagada a dívida do pecado que era a morte, este é o significado do véu que se rasgou no templo de Jerusalém no exato instante em que Jesus entregou seu Espírito ao Pai.    Um novo caminho foi aberto para os homens e hoje todos nós podemos adentrar no Santo dos Santos e “orar” falar diretamente com o Pai sem intermediários, o que não era possível até aquele instante da história, isto não significa que não possamos interceder por nossos irmãos ou contar com a intercessão dos Santos por nós e sim apenas que temos o direito e o privilégio de nós mesmos podermos entrar em sua presença e falar com Ele “Face a Face” como Moisés falava no antigo testamento.

Percebeu agora? Para chamarmos a Deus de nosso Pai, foi necessário que Seu verdadeiro Filho morresse para nos conceder este direito!

Os que Ele distinguiu de antemão, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que este seja o primogênito entre uma multidão de irmãos. (Romanos 8,29)
Não há maior privilégio, não há maior conforto, não há maior incentivo do que nos dirigirmos ao nosso Criador chamando-lhe de Pai. Aliás, usando a mesma palavra que as crianças de seu tempo usavam para chamar seus pais: abba.

Continue chamando a Deus como a sua mãe lhe ensinou da primeira vez ou como a catequista ensina para as crianças que se preparam para a primeira comunhão.
Este é o: PAPAI DO CÉU!


bRAÇOS DO pAI




UM PROJETO DE DEUS


Jesus Jesus

Uma Experiência com deus e com DEUS!


O Deus vivo e verdadeiro passa em nossos caminhos como uma brisa suave e amena, para possibilitar-nos experiências marcadas pelo amor, pela alegria e pela paz. Só O perceberemos se formos capazes de valorizar o sorriso de uma criança, a beleza de uma flor à beira do caminho ou a onda do mar que se desmancha na areia da praia.

Dom Murilo S.R. Krieger, scj







A Experiência de Elias

O Grande Profeta do Antigo Testamento.



A Bíblia, nos capítulos dezoito e dezenove do Primeiro Livro dos Reis, nos apresenta uma extraordinária experiência de Deus, tendo como protagonista o profeta Elias. O fato ali narrado ocorreu cerca de nove séculos antes da era cristã.

Elias não se conformava com o comportamento do povo escolhido, que havia abandonado o culto ao Deus verdadeiro para seguir as idéias dos profetas dos povos vizinhos, adoradores do deus Baal. Tendo percebido que, sem algum gesto dramático, não conseguiria levar seu próprio povo à conversão, propôs um desafio aos profetas de Baal: eles escolheriam um novilho, o preparariam para o sacrifício e o colocariam sobre a lenha, mas sem pôr fogo. Ele, por sua vez, faria o mesmo. Em seguida, cada um invocaria o nome de sua divindade: ela é que deveria acender o fogo, para que a oferta fosse queimada. Conforme a resposta obtida, saberiam do lado de quem estava o Deus verdadeiro.

Aceito o desafio, os seguidores de Baal dispuseram tudo de acordo com o que fora combinado e iniciaram as súplicas. Multiplicaram as orações e nada conseguiram. Vendo-os e escutando-os, Elias fez um comentário irônico: “Gritai mais alto, pois sendo deus, Baal pode estar ocupado. Quem sabe ausentou-se ou está de viagem; ou talvez esteja dormindo e seja preciso acordá-lo”. Os profetas de Baal passaram das súplicas aos gritos; em seguida, se autoferiram até o sangue escorrer. Nada conseguiram.


Elias contra os profetas de baal.



Ao chegar sua vez, Elias mandou que derramassem água tanto sobre a lenha como sobre a oferenda que preparara. Pediu, então, que Deus se manifestasse: “Ouve-me, Senhor, ouve-me, para que este povo reconheça que tu, Senhor, és Deus, e que és tu que convertes os seus corações”. A resposta foi imediata: veio fogo sobre o altar, consumindo a oferta, a lenha e as próprias pedras do altar. Tirando proveito de seu sucesso e querendo exterminar o mal pela raiz, Elias mandou que fossem degolados todos os profetas de Baal. Depois disso, foi ameaçado de morte e perseguido. Para piorar a situação, teve o desgosto de ver que, mesmo depois disso tudo, seu povo não se converteu ao Deus verdadeiro. Desanimado e com vontade de morrer, foi socorrido por um anjo e partiu em direção ao Monte Horeb. Ali fez a experiência de Deus a que me referi no início.

Sabendo que o Senhor passaria em seu caminho, o profeta o esperou, de pé. Viu então, sucessivamente, o desenrolar de vários fenômenos grandiosos. Ficou atento, pois Deus poderia se manifestar através deles. Mas Deus não estava nem no furacão violento, nem no terremoto, nem no fogo. Finalmente, ouviu-se o murmúrio de uma brisa suave. O Senhor estava nela.

Também hoje, em nossa vida, Deus se manifesta muitas vezes e de maneiras diferentes. Por vezes serve-se de acontecimentos extraordinários, como são os desequilíbrios da natureza, as grandes decepções, uma doença grave ou a morte de uma pessoa que nos é querida. Normalmente, porém, manifesta-se em nossa vida por meio de brisas suaves – isto é, de acontecimentos tão simples que não valorizamos; tão rotineiros que nem percebemos; tão frequentes que nem lhes damos valor. Contudo, cada passagem sua é especial, irrepetível e única.




O episódio envolvendo Elias nos ensina que é o Senhor que escolhe a maneira de se manifestar a nós. Mesmo assim, muitos preferem ir atrás de experiências exóticas ou envolvidas pelo misticismo superficial, já que elas não exigem qualquer mudança de vida. São preferidas as experiências que mais agradam aos sentidos e as que acalmam a consciência com pensamentos vagos e que, por isso mesmo, não geram nenhum compromisso ou responsabilidade. Sem perceber, imitam-se, hoje, os antigos pagãos, que costumavam criar deuses à sua própria imagem e semelhança – isto é, com as limitações e os defeitos humanos.

Enquanto isso, o Deus vivo e verdadeiro passa em nossos caminhos como uma brisa suave e amena, para possibilitar-nos experiências marcadas pelo amor, pela alegria e pela paz. Só O perceberemos se formos capazes de valorizar o sorriso de uma criança, a beleza de uma flor à beira do caminho ou a onda do mar que se desmancha na areia da praia.

Dom Murilo S.R. Krieger, scj

Arcebispo de São Salvador da Bahia – BA

CNBB


Seminário de Vida no Espirito

Seminário de Vida no Espirito

Deus é Amor.




O Vento …

Um agricultor tinha um cata-vento no seu celeiro com a inscrição: “Deus é amor.”

Quando os amigos indagavam a razão, o fazendeiro dizia:

“Isto é para me lembrar que não obstante a direção do vento, Deus é amor.”

Quando o “vento sul“, quente, com as suas suaves brisas agradáveis trazem chuvas de bênçãos, Deus é amor.

Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto”

(Tiago 1:17).”

Quando o “vento norte“, frio, da provação e dificuldade, sopra sobre nós, Deus é amor.

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus”

(Romanos 8:28).

Quando o “vento ocidental” sopra fortemente sobre nós com a intenção de nos castigar, Deus é amor.

“O Senhor corrige o que ama”

(Hebreus 12:6).

Quando o “vento oriental” ameaça varrer tudo aquilo que tens, Deus é amor.

“O meu Deus, segundo as Suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória“

(Filipenses 4:19).

Talvez estejas desanimado e deprimido.

Nesse caso, lembra-te que Deus ainda cuida de ti.

O que estás a experimentar foi enviado ou foi permitido por Ele para o teu bem.

Sim, não importa a direção do vento.

Deus é amor!

E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem.   Deus é amor; E quem permanece no amor, permanece em Deus, e Deus nele.

I João 4: 16


I João 4: 16

DEUS É AMOR

A DIREÇÃO DOS VENTOS.

Link→

Mensagem em PPS


Seminário de Vida no Espirito
Seminário de Vida no Espirito

Nada Acontece por Acaso!


Toalha de Crochet

Uma mensagem de Fé e Amor. 



Um Pastor Recem formado foi designado para reabrir uma igreja no bairro do Brooklyn em NY. Chegara no início de Outubro, entusiasmado com a oportunidade. Quando viu a igreja, observou que havia muitos estragos e um grande trabalho a ser feito. Sem se deixar abater, estabeleceu como meta deixar tudo pronto para o primeiro serviço: o culto de Natal.

Trabalhou sem descanso, consertando o telhado… refazendo o piso… pintando as paredes… e, muito antes do Natal, em 18 de Dezembro, tudo estava pronto!

Mas… No dia seguinte, 19 de Dezembro, desabou uma terrível tempestade que durou por dois dias.

No dia 21, o pastor foi até à igreja. O seu coração doeu… viu que o telhado tinha partido e que uma grande área do revestimento de gesso decorado, da parede do santuário, logo atrás do altar, havia caído.

O pastor, enquanto limpava o chão, pensava em como resolver a situação. No caminho de volta para casa, pensava em adiar o culto de Natal, observava as vitrines enfeitadas para a época, quando notou um bazar beneficente e parou por instantes.

Uma linda toalha de mesa, de crochet, de cor marfim, com um crucifixo delicadamente bordado no centro chamou-lhe a atenção. Era do tamanho exato para cobrir o estrago atrás do altar.

Comprou a toalha e voltou para a igreja. 

Começou a nevar. Apressou os seus passos e quando chegava à porta da igreja uma senhora já idosa vinha correndo em direção contrária tentando apanhar o onibus, o que não conseguiu.

O pastor convidou-a para entrar, abrigando-se do frio, para esperar pelo próximo onibus que viria 45 minutos depois.

Ela sentou-se num banco e nem prestava atenção no que ele fazia. O pastor já providenciava a instalação da toalha de mesa no lugar que estava o buraco na parede.

Ao terminar afastou-se e pôde admirar o quanto a toalha era linda e servia perfeitamente para esconder o estrago. Então, ele notou que a senhora se encaminhava em sua direção. O seu rosto estava lívido e perguntou:

Pastor, onde encontrou essa toalha de mesa?

Ele então lhe contou a história.

A mulher pediu-lhe que examinasse o canto direito inferior para encontrar as iniciais EBG, bordadas.

Conferindo o que a mulher pediu e, intrigado, confirmou.

A mulher disse: – Essas são as minhas iniciais.

Ela havia feito essa toalha de mesa há 35 anos, na Áustria.

Contou que, antes da guerra, ela e o seu marido estavam “bem de vida”. Quando os nazistas invadiram o seu país, combinaram de fugir; ela iria antes e o seu marido a seguiria uma semana depois.

Ela foi capturada, encerrada numa prisão e nunca mais viu o seu marido e a sua casa.

O pastor ofereceu-lhe a toalha de volta, mas, ela recusou, dizendo que estava num lugar muito apropriado. Insistindo, ofereceu-se para levá-la até sua casa; era o mínimo que poderia fazer.

Ela morava em Staten Island e tinha passado o dia no Brooklin para um serviço de limpeza e faxina. 

No dia de Natal a igreja estava quase cheia.

Fora um lindo trabalho.

No final, o pastor cumprimentou os fiéis, um a um, à porta e muitos diziam que retornariam.

Um homem idoso, que o pastor o reconheceu pela vizinhança, permaneceu sentado, atónito.

O pastor aproximou-se e, antes que dissesse alguma palavra, o velho perguntou:

– Onde o senhor conseguiu esta toalha de mesa que está na parede?

Ela é idêntica a uma que minha mulher fez, muitos anos atrás, quando vivíamos na Áustria, antes da guerra.

Como poderiam existir duas toalhas tão parecidas? Imediatamente, o pastor entendeu o que tinha acontecido e disse:

– Venha comigo… eu vou levá-lo a um lugar que o senhor vai gostar muito.

No caminho o idoso contou a mesma história da mulher.

Ele, antes de poder fugir, também havia sido preso e nunca mais pôde ver a sua mulher ou a sua casa, durante 35 anos.

Ao chegar à mesma casa onde deixara a mulher, três dias antes, ajudou o velho a subir os três lances de escadas e bateu à porta.

Creio que não há necessidade de se contar o resto da história.

Ele pode assistir o melhor encontro de natal de toda a sua vida ! 

Quem disse que Deus não age de maneira misteriosa?

NADA ACONTECE POR ACASO!

Tudo é graça de Deus !


CHÁCARA JEUS CURA

A pérola de valor incomparável.



Não temos como avaliar coisas e fatos se não conhecermos um exemplo prático por isso gostaria de lhes contar a História que se segue que é um fato verídico ocorrido anos atrás na Índia e serve como um perfeito exemplo para que possamos entender o que Jesus quis dizer quando contou esta parábola a seus discípulos.


“O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas.  Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra.”

(São Mateus, 13,45-46)



Não lanceis aos cães as coisas santas, não atireis aos porcos as vossas pérolas, para que não as calquem com os seus pés, e, voltando-se contra vós, vos despedacem.

(São Mateus 7,6)


Pérola:

Para os Orientais: Era o que tinha de mais precioso.


“Era muito caro aos antigos o simbolismo da pérola, pois ela é algo de misterioso: muito bela, mas escondida no mar, dentro de uma ostra. Os antigos eram levados a crer que tal realidade resultava de um portento,… portento que ocorre quando um raio de sol consegue penetrar na água do oceano e a torna fecunda. A pérola assim seria o fruto do casamento do fogo com a água; aí estaria a explicação do seu valor.”

Transpondo este simbolismo para a esfera cristã, verificamos que tem muitos significados. Antes do mais, diremos que Cristo é a pérola preciosa por excelência, pois tem origem na união de Deus Filho todo-poderoso com a frágil natureza humana, união na qual ele é o Esposo e ela a esposa. O Reino dos céus – que tem início no coração de cada cristão – prolonga o portento, apresentando dois aspectos:”


Há muitos anos, um americano chamado David Morse, vivia e trabalhava na Índia, onde fez grandes amizades, sobretudo com Rambhau, um mergulhador que retirava pérolas no mar.



Muitas foram às vezes em que Morse passou o final do dia na casinha de Rambhau, lendo a Bíblia para ele e explicando-lhe a essência das palavras de Jesus: o amor de Deus e a salvação.

Rambhau gostava de ouvir a Palavra de Deus. Mas, sempre que Morse lhe perguntava sobre aceitar Jesus como Salvador, ele balançava a cabeça negativamente dizendo: “Não consigo aceitar a maneira cristã de chegar ao Céu. Para mim ela é fácil demais! Se eu ganhasse o direito de entrar no Céu dessa forma, me sentiria um pobretão, um mendigo que entrou por causa da compaixão de alguém. Talvez seja orgulho da minha parte, mas quero fazer por merecer o meu lugar no Céu. Quero conquistá-lo com esforço próprio, e é o que vou fazer.”

Nada que Morse dizia fazia Rambhau mudar a sua decisão.

Os anos se passaram, e uma noite Rambhau bateu à porta de Morse.

– Seja bem-vindo, meu amigo – saudou-o Morse.

– Não. – respondeu o mergulhador. – Quero que você venha à minha casa um pouquinho. Preciso lhe mostrar algo. Por favor, aceite este convite.”

– Com certeza irei. – disse Morse.

Chegando à casinha, Rambhau afirmou:

– Daqui a uma semana começarei a trabalhar para conquistar o meu lugar no Céu. Estou mudando para Nova Déli, e irei engatinhando.



– Isso é loucura! – exclamou Morse. – São 1.600 quilômetros! Você vai machucar os joelhos e, se conseguir chegar lá, já estará com o sangue contaminado!

– Mas eu preciso ir para Nova Déli – reafirmou Rambhau. – E os imortais me recompensarão por este ato! O sofrimento será tranqüilo, porque com ele adquirirei o direito de ir para o Céu!

– Rambhau, meu amigo, não faça isso. Como posso deixá-lo partir assim sabendo que Jesus Cristo já sofreu e morreu justamente para você ter o direito de ir para o Céu?

Mas o indiano permaneceu firme na sua decisão.

– Você é o meu melhor amigo na Terra, e quem me ajudou todos estes anos, na doença e nas horas de necessidade. Houve ocasiões em que você foi o meu único amigo. Mas nem por isso vai conseguir me dissuadir de conquistar o êxtase eterno. Eu tenho que ir para Nova Déli!

Morse estava sentado numa cadeira que Rambhau fizera para ele logo após sua chegada à Índia. Era a mesma cadeira onde sentara-se tantas vezes lendo a Bíblia para o amigo.

Saindo da sala por um instante, Rambhau retornou com um cofre nas mãos.

– Há anos eu tenho este cofre, – ele disse. – Só guardo uma coisa dentro dele e vou lhe contar algo. Eu tive um filho…

Um filho! – mas Rambhau, você nunca tocou nesse assunto!

– É porque não podia. – disse o mergulhador com os olhos cheios de lágrimas. – Mas como vou partir em breve e não sei se voltarei, preciso lhe contar o que aconteceu.

– O meu filho também era mergulhador, o melhor no litoral indiano. Era rápido, tinha olhos de águia, braços fortes e o melhor fôlego dentre todos os mergulhadores. Ele me trazia muita alegria!

– Como você sabe, – continuou Rambhau, a maioria das pérolas tem algum defeitinho ou mancha que só um perito consegue detectar. O meu filho sempre sonhou encontrar a pérola perfeita, a melhor de todas, e um dia a encontrou! Mas ficou muito tempo debaixo d’água e logo que veio à tona morreu. Ele deu a vida por aquela pérola.

Abaixando a cabeça e com o corpo tremendo por um momento, o velho mergulhador ficou então em silêncio.

– Guardei esta pérola todos estes anos. Como agora vou partir e talvez não volte mais, quero dá-la a você, o meu melhor amigo.



Girando o segredo do pequeno cofre, retirou um embrulho muito bem feito. Abrindo-o e retirando o algodão delicadamente, revelou uma pérola gigantesca que colocou na mão de Morse.

Morse observou a pérola por um momento, e até perdeu a fala, de tão admirado que ficou. Depois exclamou:

– Rambhau! Que pérola!

– Esta pérola, amigo, é perfeita. – Respondeu o indiano tranquilamente.

Foi quando Morse teve uma revelação: Aquele seria o momento perfeito que ele tanto pedira a Deus, para ajudar Rambhau a entender o sacrifício de Jesus.

– Rambhau – ele disse. – É uma pérola maravilhosa, deslumbrante! Quero comprá-la. Eu lhe dou dez mil dólares por ela.

– O quê? Não estou entendendo! Declarou Rambhau.

– Então eu lhe dou quinze mil dólares por ela. Se valer mais, vou trabalhar até conseguir adquiri-la.

Rambhau aprumou-se na cadeira.

– O valor desta pérola é incomparável. Ninguém neste mundo tem dinheiro suficiente para pagar o que esta pérola vale para mim. No mercado ela seria vendida por mais de um milhão de dólares. Não vou vendê-la para você. Eu quero lhe dar esta pérola.

– Não, Rambhau, não posso aceitar esse presente. Por mais que queira essa pérola, não posso aceitá-la assim. Talvez seja orgulho, mas é fácil demais. Preciso fazer por merecê-la, trabalhar para conquistá-la por esforço próprio.

O velho mergulhador estava abismado.

– Você não entendeu nada, amigo. Não está vendo que esta pérola custou a vida de meu filho? Eu jamais a venderei! Ela vale o sangue do meu filho. Não posso vendê-la, mas posso dá-la. Simplesmente a aceite como um sinal do meu amor por você.

Morse, contendo as lágrimas e sem conseguir dizer nada por um momento, segurou a mão do velho.

– Rambhau, – disse ele baixinho. – Não está vendo que o que eu estou lhe dizendo é exatamente o que você tem dito a Deus este tempo todo?

O mergulhador olhou demoradamente para Morse, como se estivesse tentando decifrar o que ele afirmara. E aos poucos começou a entender.

– Deus está lhe oferecendo a salvação de graça. Ela é de um valor incomparável. Ninguém jamais poderia comprá-la. Milhões de dólares são insignificantes. Não existe pessoa na Terra que poderia fazer por merecê-la. Se alguém fosse trabalhar para adquiri-la, teria que trabalhar por milhões de anos, e mesmo assim não seria suficiente. Ninguém merece a salvação. Custou o sangue do único filho de Deus. É o único caminho para o Céu. Nem fazendo centenas de peregrinações, e esperando um milhão de anos, você conseguiria obtê-la. Só precisa aceitá-la como um sinal do amor de Deus por você, que é um pecador.

– Rambhau, é claro que eu humildemente aceito esta pérola, pedindo a Deus que eu seja digno desse amor que você tem por mim. Mas por que você também não aceita, humildemente, o maravilhoso presente que Deus quer lhe dar, o Céu, que Lhe custou a vida do Seu filho?

As lágrimas começaram a rolar pelo rosto do velho. A nuvem que encobria o seu entendimento começou a se desvanecer.



– Agora entendo. Eu não podia acreditar que a salvação fosse de graça, mas agora entendo. Algumas coisas são valiosas demais para serem compradas ou para alguém ser digno delas. Eu aceito a salvação que Jesus me oferece, amigo!

Fonte em Inglés: angelfire.com

Figuras: Revista Sementinha Kid’s, revistas com estorias contadas para crianças, visite o Blog, click no Link

A bondade divina é riquíssima, como é revelado em tudo quanto Ele fez por nós por intermédio de Jesus Cristo.

A salvação não é uma recompensa pelo bem que fizemos, portanto nenhum de nós pode obter qualquer mérito por isto.

Foi o próprio Deus quem fez de nós o que somos e nos deu uma vida nova da parte de Cristo Jesus; e muitos séculos atrás, Ele planejou que gastássemos essa vida auxiliando aos outros.

“Para mostrar aos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus, porque pela graça sois salvos mediante a fé; e isto não vem de voz é dom de Deus” (Ef. 2:7-9).

A Salvação que temos em Jesus é a coisa mais preciosa que podemos ter em nossas vidas, mesmo assim não é necessário pagar pedágio para chegar ao céu.




Familia_tesouro Grandes_valores A_Bíblia_eh_um_tesouro_100_2619


O Amor de Deus – SVE I.



Versão Original: Ide e evangelizai os Batizados


JOSE H. PRADO FLORES


José Prado Flores

José H. Prado Flores



O manual de SVE I mais utilizado nos primeiros tempos da RCC.


Objetivo do tema: Crer e experimentar o amor pessoal e incondicional de Deus, que é nosso Pai.


A – Deus o Ama pessoalmente porque é seu Pai.

(Isaías 43,1)
E agora, eis o que diz o Senhor, aquele que te criou, Jacó, e te formou, Israel: Nada temas, pois eu te resgato, eu te chamo pelo nome, és meu.

(Jeremias 31,3)
De longe me aparecia o Senhor: amo-te com eterno amor, e por isso a ti estendi o meu favor.

Deus ama todos os homens, mas também ama a cada um de maneira pessoal, como cada um necessita ser amado.   Se você fosse o único habitante de todo o universo, Deus não poderia amá-lo mais do que o ama, porque já o ama com todo amor de um Deus todo poderoso.

Deus não nos ama pelo que nós fazemos, mas pelo que Ele é:

(Salmos 102,13)
Como um pai tem piedade de seus filhos,
assim o Senhor tem compaixão dos que o temem.

B- Deus o Ama incondicionalmente porque é Amor.

(I São João 4,8)

Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.

(Isaías 49,15)
Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca.Deus não impõe nenhuma condição para amá-lo. Ele o ama exatamente como você é neste exato momento.

– Não importa o que tenha sido ou seja no presente: Pecados vícios, ou defeitos.   deus o ama incondicionalmente, porque seu amor não muda. Mesmo todo fracasso, problema e até pecado em sua vida são agora uma oportunidade para que você experimente o amor de Deus, porque Ele é sempre fiél.

– Deus que é todo poderoso e que faz tudo o que quer com sua força e onipotência, há algo que não pode fazer: deixar de amar-te.

– Da vareta que mostra a direção dos ventos, um homem tirou o galinho e colocou a seguinte plaquinha: “Deus é Amor”.   Querendo dizer que não importava de onde soprassem os ventos, se havia tempestade ou calmaria, Deus sempre nos amava.   Não importam as dificuldades ou mudanças, Deus sempre nos ama.

(Isaías 54,10)
Mesmo que as montanhas oscilassem e as colinas se abalassem, jamais meu amor te abandonará e jamais meu pacto de paz vacilará, diz o Senhor que se compadeceu de ti.

Você não necessita aparentar outra coisa do que verdadeiramente é para que Deus o ame.  Ama-o como você é.  E mais foi Ele quem o fez assim.

Deus o ama com suas qualidades e defeitos.  Ele não o ama por suas qualidades, mas com suas qualidades.   Deus não deixa de o amar pelos seus defeitos.  Ama-o com eles.  Deus não ama o que você faz, mas o ama, a você.   Aceita-o e aceita-o com amor.

Deus o ama com seus pecados e esforços, seja você rico ou pobre.  Você não precisa de colocar máscaras diante Dele.   Ele o ama porque você é seu filho, e não por qualquer outro motivo.   Não o ama porque você é bom, mas porque Ele é Bom.

– Mat. 6,26. Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas? – 28 – E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam.29 – Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles.[…]quanto mais a nós que somos seus filhos, ainda que sejamos pecadores.   E tem mais, ele ama de modo especial os pecadores.  O pecador é o mais amado de Deus, porque onde excede o pecado super excede seu amor misericordioso (Romanos 5,20).  Quem é mais pecador é que mais pode experimentar perdão, gozo e esperança, porque é o mais necessitado.

C – Deus quer o Melhor para você porque você é seu filho.

Deus certamente o ama como você é, mas não quer deixar assim.  Ele quer algo muito melhor para você.

Exatamente porque o ama, Ele quer o melhor para você.  Ele tem um plano que fez com toda a sabedoria e amor para você.

(Efésios 3,20)[Leia mais…]
Àquele que, pela virtude que opera em nós, pode fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou entendemos,[…]

Seu plano supera de muito tudo que você imagina ou pode pensar para seu próprio bem.

(I Coríntios 2,9)[Leia mais…]

É como está escrito: Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou (Is 64,4), tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam.

(Isaías 55,9)

Mas tanto quanto o céu domina a terra, tanto é superior à vossa a minha conduta e meus pensamentos ultrapassam os vossos.

– Desde o princípio nos criou a sua imagem e semelhança, plenos de seu amor e co-criadores com Ele, capazes de ser seus representantes neste mundo.

– Criou-nos em harmonia perfeita.

– com Ele: uma relação pessoal e perfeita;

– com os outros: relação de justiça, verdade e serviço;

– Com nós mesmos: com segurança, paz e domínio próprio;

– Com toda criação: sendo livres e não escravos das coisas deste mundo.

– Encheu-nos de felicidade com sua alegria, paz e união.

D – Deus tomou a Iniciativa de Amá-lo.

Deus o ama e a unica coisa que lhe pede é que creia em seu amor, que creia nele, confie no plano Dele mais do que no seu próprio.

A primeira coisa que Deus nos pede não é que o amemos, mas que nos deixemos amar por Ele.   Manifeste-lhe apenas que você quer experimentar o amor Dele por você.

Não se trata de que nós intentemos chegar a Ele.  É Ele que quer chegar até nós.  Não se trata de que nós o alcancemos, a Ele, mas que nos deixemos alcançar por Ele.  Antes que começássemos a buscá-lo, Ele já estava nos buscando, Ele tomou a iniciativa.

Um dia, Saulo de Tarso decidiu perseguir a Jesus e se pôs a caminho de Damasco para prender os Cristãos.   Todavia era Jesus quem o estava perseguindo, até que o alcançou e o derrubou do cavalo.   Nesse momento Saulo foi preso, preso pelo amor de Jesus.  Deus seduziu-o, e ele simplesmente se deixou seduzir.

(Jeremias 20,7)
Seduzistes-me, Senhor; e eu me deixei seduzir! Dominastes-me e obtivestes o triunfo. Sou objeto de contínua irrisão, e todos zombam de mim.

Escrevendo aos Gálatas lhes diz:

(Gálatas 4,9)
Agora, porém, conhecendo a Deus, ou melhor, sendo conhecidos por Deus, como é que tornais aos rudimentos fracos e miseráveis, querendo de novo escravizar-vos a eles?

É que não foram os Gálatas que amaram a Deus.  Primeiro Deus os amou a ele.

O amor não consiste em que amemos a Deus Mas em que Ele nos tenha amado, porque Deus nos amou primeiro. Não fomos nós que o escolhemos.  Foi Ele quem nos escolheu primeiro.   Nós não fazemos nenhum favor a Deus em amá-lo.   É ele quem nos favorece a nós com seu amor, que é eterno.

(São João 15,16)

Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. Eu assim vos constituí, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vos conceda.

Às vezes buscamos a Deus e queremos amá-lo, porém ninguém pode amá-lo, se antes não tiver experimentado seu amor.   Temos que fazer uma parada, deter-nos e deixarmo-nos alcançar por Ele, por seu Amor.

CONCLUSÃO:

Deus Ama a todos os homens porque somos seus filhos e obras de suas mãos.

Ama Bons e maus, homens e mulheres, católicos e protestantes, ateus ou perseguidores da Igreja, Sacerdotes, Líderes sindicais, donas de cabaré ou prostitutas.   Ele nos ama a todos, porque todos somos seus filhos.

Deus não nos ama pelo que fazemos mas pelo que somos, seus filhos. Deus não nos ama porque somos bons, mas porque o Bom é Ele.   Não nos ama porque nós o amamos, mas porque Ele é Amor.


(I Coríntios 8,3)

Mas, se alguém ama a Deus, esse é conhecido por ele.


.ide_evangelizai


Seminário de Vida no Espirito
Amor de Deus DEUS_EH_AMOR_GALINHO Chamados_Comunicar

José H. Prado Flores

José H. Prado Flores


Amor de Deus – SVE I – Video.


Todos querem ser Amados


Nem sempre estamos prontos para Amar.

Ninguém vive sem Amor, o homem é um ser composto por duas partes distintas que devem se unir em prol da preservação do futuro da espécie, se assim não acontecer não existirão descendentes e consequentemente a espécie desaparecerá.


O Amor é Lindo e Maravilhoso.

O Amor é Lindo e Maravilhoso.


O Amor é muito mais do que apenas sexo em prol da procriação, é o momento em que alguém encontra um sentido para sua existência neste mundo.

Hoje esta palavra está tão banalizada que não identificamos mais a diferença entre Amor e sexo.

Poderíamos classificar o Amor em três formas diferentes.

Eros: É a atração sexual propriamente dita que leva um homem a se aproximar de uma mulher em busca de um entendimento que satisfaça suas necessidades biológicas e afetivas.

Filos: É o que une Pais e Filhos, que diferencia do Amor Eros, mas que forma uma ligação muito forte de carinho e afetividade. Na verdade é uma troca entre duas pessoas, ama-se por ser amado e amo porque me amam.

Ágape: Este seria o Amor perfeito, que Ama sem pedir nada em troca, mesmo quando não exista outras intenções sexuais ou ligações de Filiação, Paternidade ou Amizade.

É Capaz de unir as pessoas em laços eternos independentemente de sexo ou outras motivações.

Este é o Amor que jamais se acabará e que, portanto caracteriza o imenso Amor de Deus por nós.

Por isso precisamos conhecer e experimentar este Amor Perfeito do Pai.

Até que possamos afirmar com certeza!

Que Deus me ama!


mensagemwill11

Pregador : William F. Alves

Comunidade AEternum Dei


AMOR DE DEUS PARTE I



AMOR DE DEUS PARTE II



AMOR DE DEUS PARTE III




AMOR DE DEUS PARTE IV



Texto de: William F. Alves

Fonte: AEternum Dei

http://www.aeternumdei.com.br/blog3/?p=651

Um das características em Jesus e que muito me chama a atenção em sua época era a atenção aos sinais do Pai, toda atenção nos detalhes dos acontecimentos, ao ponto de valorizar cada momento, transformando-os em graças, trazendo um ensinamento novo para os tempos, quando a humanidade trazia grandes preocupações por falta de perceber que em cada situação e momento existe uma sabedoria e que nada deve ser desprezado, com o objetivo de remeter tudo para a eternidade…..

Este ensinamento continua em nossos dias, percebo em minha vida e no caminhar que em todas as vezes que procuro viver uma intimidade com Deus Pai pela via da oração, das partilhas mais simples e abertas com o Senhor, sinto profundamente à Sua voz em meu interior revelando os sentidos de cada coisa, me ajudando a perceber o caminho a seguir, ainda que me seja revelado as minhas fraquezas, Ele me ajuda a ir transformando e realizando todo um esforço de muito trabalho de converter as consequências do pecado em graça, porque Nele só se encontra o bem, Ele é todo bem….

Com isso compreendi bem a liturgia de hoje, a prioridade de Jesus em partilhar em primeiro lugar e logo pela manhã a palavra de Deus com o povo, à força da pregação, à força de Sua intimidade com o Pai, as prioridades logo no primeiro horário da manhã, remetia Jesus diretamente ao diálogo com Pedro a lançar as redes novamente ao mar para a “pesca milagrosa”, o Senhor não indicava a sugestão na dúvida, da parte de Jesus havia uma certeza, porque tudo o que o Pai colocava em seu coração, havia prática, existia por parte de Jesus o crer, portanto seria milagre na certa….

Que ensinamento maravilhoso é este do evangelho de um Deus que é comunidade e desde sempre decidiu em realizar tudo com a nossa participação e o mais rico, Ele não mudou de idéia, decidiu pela eternidade participar o homem dos Seus milagres, uma vez que as graças é somente para beneficiar o próprio homem, afinal Deus não precisa de milagres para sí, somente o faz por amor, somente amor…..

Jesus pede a Pedro para lançar as rede do outro lado do mar, ou seja, Pedro deve se aventurar a voltar ao mar e aprender outros movimentos com a rede, é como uma pessoa que só sabe escrever com a mão direita e agora deve exercitar a mão esquerda, que tarefa difícil para quem não tem habilidades, mas a maior habilidade sobre a fraqueza deste homem é a graça de Deus, mais um ensinamento eterno, o homem jamais viverá sem a graça, sem Deus nada podemos fazer….

O grande resultado de tudo isso nos remeterá sempre a alegria de Deus Pai em ver a sua criação feliz, sabendo que acima de qualquer dificuldade e limitação, temos um Deus próximo, que caminha lado a lado, que nunca abandona o homem e a mulher….

Grande estratégia de amor, na criação Ele se faz presente,  é o Pai nos criando, Ele continua a sua caminhada de amor lado a lado conosco, enviou o Seu Filho único, Deus que se faz imagem, presença real e visível ao nossos olhos, Deus Pai se deixa enxergar por nós e hoje Ele continua presente, não o vemos, porque Ele já sabe que aprendemos com Ele mesmo a graça da criação e a Sua imagem em Jesus, só precisamos ser conduzidos por Seu Espírito que novas faz todas as coisas, a decisão, a determinação pela fé de cada um de nós, feliz aquele que crê sem ter visto…

https://presentepravoce.wordpress.com/2009/02/15/seminario-de-vida-no-espirito-sve-i/


sve1
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito
Deus te ama