Alerta a respeito do jogo virtual Pokémon Go.


pokemon-go-danger[1]


Não queremos fazer nenhum alarde e nem condenar nenhum tipo de aplicativo para celular, mas este tipo de jogo não é simplesmente um jogo pré-programado onde cada personagem ocupa o seu lugar fixo em um jogo que pode ser desligado e encerrado a qualquer tempo pelo jogador e que esse protagonista “Jogador” comandava a ação a qualquer tempo escolhendo o lugar onde irá executar o seu jogo.

No caso do Pokémon Go ele é que escolherá o local que a ação deve ocorrer e permanecerá sempre ligado jamais dando um descano ao protagonista “Jogador”.

Os jogos que entrarão em uso após esta enorme porta aberta virão com o intuito não de se tornar uma peça manipulada por um jogador externo e sim conseguirá manipular o seu protagonista fazendo com que ele sim se movimente e saia de seu lugar e vá arriscar a sua vida em uma jornada desconhecida, isto porque não se sabe onde os tais monstrinhos poderão surgir.  Com o tempo este tipo de jogo pode ser usado para atrair vítimas para se cometer  crimes “Pô que exagero!  Será mesmo?”, em breve teremos notícias que comprovarão isto, por enquanto queremos apenas fazer um alerta, pois neste caso o protagonista é que passou a ser a peça manipulável do jogo.

Cuidado com o que isto pode evoluir utilizando também os princípios de RPG que misturam a realidade virtual com a realidade REAL, veja que muitas pessoas são incapazes de separar e discernir estas duas coisas, um exemplo mais recente foi o ataque de um fã ao seu ídolo “Ana Hickmann” que acabou culminando na morte do invasor além de levar à acusação de crime aquele que se defendeu da agressão.

Cuidado! nunca é demais, espero mesmo que este tipo de brincadeira seja pelo menos estudada mais e entre em debate para julgar os seus verdadeiros efeitos nocivos ao mundo REAL antes de entrar em rede mundial.

Creio que muito em breve teremos alguma resposta, pois o mau ocasionado aos jogadores mais afoitos está sendo facilmente perceptíveis e muitos contra testemunhos já estão surgindo em diversos lugares.

Tire as suas próprias conclusões vendo o vídeo no Youtube do Jornalista

Michelson Borges sobre o jogo Pokémon Go



ADEUS PRIVACIDADE

SERÁ QUE É VERDADE ?




JÁ EXISTEM MUITOS OUTROS ALERTAS NO YOUTUBE E É CLARO AINDA HÃO DE SEREM POSTADOS MUITOS OUTROS COM UMA FUNDAMENTAÇÃO DE MAIOR CREDIBILIDADE!



Dinâmica – Enfrentando e Vencendo os desafios com Fé.


DINÂMICA SOBRE FÉ.

Objetivo: Despertar no catequizando confiança em Deus para enfrentar e superar os problemas de sua vida.

Mostrar que a nossa fé é a força para a caminhada cristã e só por ela venceremos os obstáculos que dificultam a nossa missão.

VENCENDO OBSTÁCULOS

OBSTACULOS_DIA_A_DIA

1. Material:

Bola pequena não muito leve, De seis a Doze garrafas PET de refrigerante ou água descartáveis, transparentes e com tampa; tinta guache (diversas cores) e etiquetas adesivas.

Primeiramente, vamos encher as garrafas com água. Para dar um colorido a cada uma das garrafas é só misturar um pouco de guache na água. Escreva nas etiquetas de seis a doze obstáculos que dificultem a missão de evangelizar e que nos afastam de Deus, como por exemplo: egoísmo, inveja, etc.

Faz parte da dinâmica colher as sugestões do grupo e escreva as sugestões acolhidas dos participantes do grupo e cole nas garrafas coloridas .

Bola_fe

Na bola você irá afixar uma etiqueta com a palavra FÉ.

Começa o jogo, todos deverão mirar os obstáculos e jogar a bola para tentar derrubá-los.

Imite um jogo de boliche, ou coloque em uma só fileira, Faça uma competição ou apenas revese as jogadas entre as pessoas do grupo para ser mais rápido. 

Ganha quem conseguir derrubar todos os obstáculos. Termine fazendo uma reflexão, mostrando que aqueles que creem em Deus são capazes de superar todos os obstáculos e realizar grandes obras em Seu nome.


Presentepravoce

Presentepravoce


FOI DEUS
O_equilibrista_e_a_Fé Dom_Fé_Milagres



Vale a Pena Pregar a Palavra de Deus.


Veja Por que:



“VIVER A PALAVRA DE DEUS”


Testemunho de Roberto Tannus

Pregador de Goiãnia-Go

Era o ano de 1979 e fazia um ano que participava da Renovação Carismática Católica. Tinha sido convidado para pregar em um Seminário de Vida no Espírito Santo na Penitenciária Estadual. O tema: “Viver a Palavra de Deus”. Preparei-me o melhor que pude com jejum e oração. Além de estar principiando na pregação ainda tinha o desafio de falar a um grupo de detentos, que se reuniam para receber a Palavra de Deus.

Ao adentrarmos no presídio, logo após termos sido revistados, nos dirigimos à sala de reuniões aonde aconteceria o Seminário. Para surpresa nossa, no mesmo local estavam já reunidos um grupo de estudo composto de alguns carcereiros. Um deles nos falou: “Os detentos estão agora reunidos na quadra de esportes. Se quiserem, um dos guardas poderá acompanhá-los até lá e pedir que eles parem um pouco o futebol para ouvirem vocês”. Quando chegamos ao local as intercessoras disseram: “Vai você, Roberto, e pega a bola deles, senão não param para nos ouvir”. Pensei comigo mesmo: (Que fria…!) Para a minha sorte a bola foi mal chutada indo parar bem nos meus pés e só tive o trabalho para me abaixar e colocar a pelota debaixo do braço. Com a outra mão eu carregava a Bíblia. Falei em voz forte, esperando que o guarda ficasse perto de mim, mas ele se afastou, deixando-me falando sozinho no meio da turma, que reclamava e resmungava. Por mais que eu tentasse me fazer ser ouvido, dizendo que estava lá para pregar a Palavra de Deus, meus argumentos não eram suficientes para acalmar os ânimos exaltados ““.

Foi aí que veio do meio deles um homem de pele escura, alto, forte, que levantou a mão (que parecia ser maior que meu rosto!) e veio em minha direção dizendo: “Silencio! Silencio! Eu tenho algo a dizer”. Como ele viesse em minha direção sem mudar de rumo e sem abaixar a mão, fiquei ali firme!!! Sim!!! ou quase!!! Ele arrancou a Bíblia de minha mão e bradou em alta voz (agora todos o escutavam em silêncio): “Vocês estão vendo este Livro? Fechado ele é um livro qualquer. Mas, aberto, é a boca de Deus que fala!” Enfim, minhas pernas pararam de tremer. Ele continuou: “Vocês sabem que eu fui um dos piores bandidos que atormentou o Estado do Mato Grosso e Goiás. Fiz muita maldade. Mas, um dia, um grupo de católicos duma tal da “carismática” entraram em minha cela impuseram as mãos sobre mim e rezaram pedindo o Espírito Santo e me deram uma Bíblia de presente. Como aconteceu também com Saulo de Tarso, que depois de conhecer a Jesus passou a ser chamado Paulo, a partir daquele dia escamas caíram dos meus olhos. Eu era cego. Mas descobri que aos pés de Jesus eu sou um homem livre. Foi preciso eu vir aqui para a prisão para conhecer Jesus. O Espírito Santo abriu os meus olhos e curou toda a minha cegueira quando eu lia este Livro Sagrado”.

A partir daquele momento passei a amar mais ainda a Palavra de Deus. Sei que já contei várias vezes esse testemunho, porém, é uma história que não dá para mudar. Testemunho é testemunho e pronto!

Nunca mais vi aquele grande homem negro, nem tive mais notícias dele “ em alguns encontros nossos da Renovação Carismática de Goiânia ele chegou a dar seu testemunho, isso ainda nos anos de 1979 e 1980; mas, depois disso, ninguém mais soube do seu paradeiro. Sumiu sem deixar notícias. Entretanto, as palavras dele marcaram toda a minha vida e ficaram para sempre gravadas no meu coração: a Bíblia é a boca de Deus que fala!”

Roberto Tannus



Leia você também

A Bíblia é uma Mensagem

de Deus pra você.


Semeando a cultura de Pentecostes



O outro lado da moeda.



Quem olha apenas na cara da moeda jamais saberá o seu real valor!

Quanto vale esta Moeda?

Click na imagem acima e descubra!

Você saberia me dizer o valor desta Moeda?

Nem chutando?

E se eu dissesse que Vale $ 5.000!

$ 5.000 o que?

Tem Cara de 1, parece com um, mas pode ser qualquer outro valor!

Por que?

Porque, Você não a conhece!

Conhecimento ! Falta nos conhecimento !

Ou será que falta uma simples observação ?

Olhando deste ângulo, e estando o outro lado Propositadamente escondido, jamais será possível Saber a Verdade que está do outro lado Desconhecido.

Quem joga falsamente uma moeda para cima reivindicando sorte, mas mantendo uma moeda de duas caras, jamais conhecerá a sorte verdadeira.

Para conhecermos realmente alguma coisa precisamos olha-lá por todos os ângulos, pesá-la, medí-la, analizá-la por dentro e por fora, procurar todas as suas variações e possibilidades.

Em se tratando de opinião, para formar uma opinião própria, primeiro precisaríamos conhecer a coisa a se opinar, depois formar ama opinião prévia, depois conhecer outras opiniões diferentes, para que enfim, concretizemos uma opinião definitiva. Se analisarmos um objeto somente por um ângulo corremos o risco de errarmos o valor da moeda acima.

Neste caso que você foi impossibilitado de ver o que se precisa ver, você certamente errará o palpite, e mesmo que acerte, será um ato de pura sorte e não de um verdadeiro conhecimento.

Chute uma opinião e depois click na imagem abaixo.



Isto não é apenas um teste ou uma brincadeira, é algo que experimentamos todos os dias em nossa vida quando nos deparamos com o desconhecido.

Creio que você já sabia de tudo que eu disse, mas convém sempre lembrar antes de defender uma ideia baseada no conhecimento parcial de alguma coisa, seja sobre um objeto material ou seja sobre uma ideia virtual.

Sizenando



Semeando a cultura de Pentecostes


Experiência_macacos

Autor desconhecido


Qual o Verdadeiro

Valor do Anel . PPS