Quem Me Segurou Foi Deus.



“Quando já se ia aproximando da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, tomada de alegria, começou a louvar a Deus em altas vozes, por todas as maravilhas que tinha visto. E dizia: “Bendito o rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória no mais alto dos céus!”. Nesse momento, alguns fariseus interpelaram a Jesus no meio da multidão: “Mestre, repreende os teus discípulos”. 40.Ele respondeu: “Digo-vos: se estes se calarem, clamarão as pedras!”. Aproximando-se ainda mais, Jesus contemplou Jerusalém e chorou sobre ela, dizendo: “Oh! Se também tu, ao menos neste dia que te é dado, conhecesses o que te pode trazer a paz!… Mas não, isso está oculto aos teus olhos.”
São Lucas, 19, 37-42 – Bíblia Católica Online





Quem me Segurou foi Deus


Nelsinho Corrêa

Quem me segurou foi Deus com seu amor de Pai
Quem me segurou foi Deus
Quem cuidou de mim foi Deus
Com seu amor de Pai
Quem me amparou foi Deus

Eu quis ser fiel, e o pecado como fel
amargurou meu coração
Daí eu quis fugir, da vida desistir
Deus não deixou
E me segurou…
Quem me segurou foi Deus com seu amor de Pai
Quem me segurou foi Deus
Quem me compreendeu foi Deus quando eu chorei demais
Quando se perde alguém parece
que se perde a paz

Ele também chorou quando Lázaro morreu
E se compadeceu, chora comigo a minha dor
Mas ressuscita a alegria e o amor



Versão: Padre Marcelo Rossi




Versão: Nelsinho Correia



Deus consola nossas lágrimas.


Diácono Nelsinho Correia –

Comunidade Canção Nova.





Repouso_no_Espírito_2
Aspirais_aos_Dons_Espirituais Vem_Espirito


Magnificat – O Cântico de Maria!



Cântico de entrada para o tempo do advento:

Veja a Letra, Cifra e Musica:

Um Cântico que utiliza a letra Bíblica do Cântico entoado por Nossa Senhora ao receber o Anúncio da vinda do Messias o Filho de Deus nosso Salvador e Senhor.



magni[1]



Cântico De Maria (Magnificat)

Padre Marcelo Rossi

Manifestou o poder do seu braço.
Desconcertou os corações assoberbados.
Derrubou do trono os poderosos.
Exaltou os humildes.

Minha alma glorifica o Senhor.
Meu espírito exulta de alegria.
Em Deus, meu Salvador. (4X)
Meu espírito exulta.

Saciou os indigentes de bens.
Despediu os ricos de mãos vazias.
Acolheu a Israel, lembrado de sua misericórdia.
Conforme prometera a nossos pais.
Em favor da posteridade de Abraão.

Manifestou o poder do seu braço.
Desconcertou os corações assoberbados.
Derrubou do trono os poderosos.
Exaltou os humildes.

Minha alma glorifica o Senhor.
Meu espírito exulta de alegria.
Em Deus, meu Salvador. (4X)
Meu espírito exulta.

Saciou os indigentes de bens.
Despediu os ricos de mãos vazias.
Acolheu a Israel, lembrado de sua misericórdia.
Conforme prometera a nossos pais.
Em favor da posteridade de Abraão.


Nome da Musica

Cifra

Vídeo

Cântico de Maria!!! – (Magnificat)

Cifra_Violao Cifra_Violao


Cantico de Maria

Magnificat

http://www.cifraclub.com.br/padre-marcelo-rossi/cantico-de-maria/


Posições para violão no Cifra Club

https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/11/cifra-club-lk.jpg?w=313&h=117



 

II Versão – Magnificat Lc 1,46 – 55 – CD Salmos para celebrar Shalom


 

Como ser um “servo”

e Ministro da Música ?



Natal

Fé nos Reveses da Vida.



Palestra preparada para ser utilizada em encontro de Casais:

“A Fé nos Reveses da Vida”




Objetivo do Tema:

Mostrar o que é a  no seu verdadeiro sentido, o supões a Fé e como o homem de fé enfrenta os problemas difíceis da vida.   Definir fé e testemunhá-la como dom Gratuito de DEUS; adesão pessoal na medida em que nossa abertura permite a ação de Deus em nossa existência.   Fé no Cristo como Salvador e Redentor do Gênero Humano.   Testemunhar como, pela fé, foram vencidos os problemas da vida, ou como pelas provações da vida, foi redescoberta a nossa Fé.


Fundamentação Bíblica:

Mateus 8, 5-13; 8, 23-27; 9, 27-31; 14, 22-36; 17, 19-21; 21, 18-22; Marcos 5, 32-34; 9, 23-24; 11, 20-22; Lucas 17, 5-6; João 1, 13-22; 2, 9-10; Romanos 1, 17; Hebreus 11, 1-39; 1 João 4, 1-5;  E Outros


Conceito:

Substantivo Feminino; Crença em algo que não está ou não pode ser comprovado. Qualidade do devoto religioso; Crença na existência e no poder de Deus; Sentimento de que algo é verdadeiro ou vai acontecer. Crédito, confiança.

(do Latim fides, fidelidade e do Grego pistia[1] ) é a firme opinião de que algo é verdade, sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação, pela absoluta confiança que depositamos nesta idéia ou fonte de transmissão.

A acompanha absoluta abstinência à dúvida pelo antagonismo inerente à natureza destes fenômenos psicológicos e lógica conceitual. Ou seja, é impossível duvidar e ter fé ao mesmo tempo. A expressão se relaciona semanticamente com os verbos crer,

Segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica (CCIC), a fé “é a virtude teologal pela qual cremos em Deus e em tudo o que Ele nos revelou e que a Igreja nos propõe para acreditarmos, porque Ele é a própria Verdade. Pela fé, o homem entrega-se a Deus livremente. Por isso, o crente procura conhecer e fazer a vontade de Deus, porque «a fé opera pela caridade»” (Gálatas 5:6).

Definição de Fé: Segundo a carta aos Hebreus,

“A Fé é o fundamento da esperança; É uma certeza a respeito daquilo que não se vê.“

A FÉ é a certeza que vamos receber as coisas que esperamos e a prova que existem coisas que não podemos ver. ( Hb 11,1 ) É pela FÉ que entendemos que o universo foi criado pela palavra de Deus e que aquilo que pode ser visto foi feito daquilo que não se vê. ( Hb 11,3 )

Sem FÉ ninguém pode agradar a Deus porque quem vai a Ele precisa crer que Ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor. ( Hb 11,6 )

Ou seja, é acreditar com o coração. Muito mais do que uma simples crença racional.

± A Fé é o alimento da alma e sustento para nossa vida.

A FÉ de Abraão

– “O Pai de todos os crentes” a epistola aos Hebreus, no grande elogio à FÉ dos antepassados, insiste particularmente na FÉ de Abraão:

“Foi pela FÉ que Abraão, respondendo o chamado obedeceu e partiu para uma terra que deveria receber como herança, e partiu sem saber para onde ia.” (Hb 11,8 )

Pela FÉ viveu como estrangeiro e como peregrino na Terra Prometida.

Pela FÉ Sara recebeu a graça de conceber o filho da promessa.

Pela FÉ, finalmente, Abraão ofereceu seu filho único em sacrifício. (145)

A Bíblia narra para nós vários exemplos e testemunhos de Fé.

A começar pelo livro do Gênesis que nos convida a crer na criação do universo pela Palavra e pela vontade de Deus, passando pela Fé de Moisés ao ponto de abrir o Mar Vermelho, pela vida de Abraão, pelas experiências de Bartimeu, da mulher hemorrágica, do centurião, do cego de Jericó e culminando com as promessas do livro do Apocalipse.

Em todas as passagens bíblicas vemos que Deus agiu diretamente na vida do homem através da Fé de cada um.   As curas, os milagres e prodígios realizados por Deus e posteriormente pelo seu Filho Jesus, que Ele tudo pode e realiza todas as coisas, eram sempre condicionados ao querer individual do ser humano – em crer ou não que aquela história poderia ter um final diferente.

Sendo assim, a Fé é uma adesão, uma opção pessoal incondicional do homem a Deus.

Para vivermos uma fé verdadeira, precisamos crer incondicionalmente na manifestação de Deus em nossa vida.




Os Reveses da Vida:

            Os Discípulos eram fracos: – Vacilavam na Fé, Dormiam, não oravam, agiam por impulso, eram egoístas, eram medrosos, eram covardes e ficaram em silêncio ao verem Jesus sendo preso, não curavam os enfermos como Jesus, não expulsavam os espíritos maus e etc.

O que nós queremos relembrar e mostrar aqui é uma verdade bem aceita pela Igreja:

Os Discípulos de Jesus assim como cada um de nós, também não eram Santos e Perfeitos, eram sim fracos e pecadores, não conseguiam realizar as obras que Jesus realizava, foram varias as vezes que Jesus censurou a incredulidade e a fraqueza daqueles que o seguiam, não com o objetivo de desanimá-los ou afastá-los de si, mas sim com o objetivo de acordá-los para uma nova realidade que passariam a enfrentar logo após a sua partida, já que sozinhos no mundo iriam passar por tribulações e tempestades e como Ele havia acalmado e vencido as tempestades agora era chegada a hora de colocarem à prova a fé recebida de Jesus.

Qual O Tamanho de sua Fé?

Jesus respondeu-lhes: Por causa de vossa falta de fé. Em verdade vos digo: se tiverdes fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta-te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível. (São Mateus 17,20)

Você é um Homens de Pouca Fé?

E Jesus perguntou: Por que este medo, gente de pouca fé? Então, levantando-se, deu ordens aos ventos e ao mar, e fez-se uma grande calmaria. (São Mateus 8, 26)

No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e lhe disse: Homem de pouca fé, por que duvidaste? (São Mateus 14, 31)

Vá em paz, a tua Fé te Salvou:

A mulher hemorrágica “Se eu somente tocar na sua vestimenta ficarei curada…”

Jesus virou-se, viu-a e disse-lhe: Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou. E a mulher ficou curada instantaneamente. (São Mateus 9,22)

Um Leproso entre 10 retorna para agradecer Jesus por sua cura.

E acrescentou: Levanta-te e vai, tua fé te salvou. (São Lucas 17,19)

A Fé nos liberta dos Pecados e Cura todo Mal:

2. Eis que lhe apresentaram um paralítico estendido numa padiola. Jesus, vendo a fé daquela gente, disse ao paralítico: “Meu filho, coragem! Teus pecados te são perdoados.”

6.  Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra o poder de perdoar os pecados: Levanta-te – disse ele ao paralítico -, toma a tua maca e volta para tua casa.” 7. Levantou-se aquele homem e foi para sua casa.

A Fé age também à distância: (Mateus 8, 5:13)

10. Ouvindo isto, cheio de admiração, disse Jesus aos presentes: Em verdade vos digo: não encontrei semelhante fé em ninguém de Israel. …13. Depois, dirigindo-se ao centurião, disse: Vai, seja-te feito conforme a tua fé. Na mesma hora o servo ficou curado.

O Cego de Jericó: (Marcos 10, 46-52)

51. Jesus, tomando a palavra, perguntou-lhe: “Que queres que te faça? Rabôni, respondeu-lhe o cego, que eu veja! 52. Jesus disse-lhe: Vai, a tua fé te salvou.” No mesmo instante, ele recuperou a vista e foi seguindo Jesus pelo caminho.

A Fé como Luz para nossos Passos:

A Cura da cegueira física em contraposição à falta de visão daqueles que não aceitam a verdade, O pior cego é aquele que não quer ver:

(João 9, 40). Alguns dos fariseus, que estavam com ele, ouviram-no e perguntaram-lhe: Também nós somos, acaso, cegos?…

A Dúvida de Tomé: Quem tem Dúvida não tem Fé.

Pedro Duvidou e por isso afundou no Mar: No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e lhe disse: Homem de pouca fé, por que duvidaste?

(São Mateus 14, 22 – 36)

O Apostolo Pedro ao ver JESUS caminhar sobre as águas pediu que JESUS o fizesse caminhar também.  Pedro ao sentir a forte ventania começou a afundar. Então JESUS disse:

“Como é pequena a sua FÉ! Por que você duvidou?”

Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé. (São João 20,27)

A Fé vem de Ouvir a Palavra de Deus: (Romanos 10, 13-18)

13. porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,5). 14. Porém, como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue? …17. Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo.

A Fé é um Dom de Deus:

Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus. 9. Não provém das obras, para que ninguém se glorie.  (Efésios 2, 8-9)
Exemplos da Fé verdadeira:

  1. Anunciação do Anjo a Maria.

Faça-se em mim segundo a Vossa Palavra ± Lucas 1, 26-38

Estórias ilustrativas de atitudes de fé.


O Equilibrista !


Banner’s com temas de Fé no Facebook


Ter Fé é aceitar as verdades do evangelho e aderir incondicionalmente a Jesus sem perguntar, duvidar ou pedir prova de qualquer coisa da mesma forma que Bartimeu concordou em seguir a ordem de Jesus e foi ao poço de Siloé se lavar.

“BEM AVENTURADOS AQUELES QUE NÃO VIRAM E CRERAM…”

29. Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. Felizes aqueles que crêem sem ter visto!

É como está escrito: Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou (Is 64,4), tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam. (I Coríntios 2,9)

Agora é a nossa vez de testemunhar a nossa Fé no mundo de hoje.

            E para nós, pela nossa experiência do dia-a-dia, o que nós entendemos por Fé e em quais momentos de nossa vida temos nos permitido viver uma Fé verdadeira no Cristo que somos chamados a anunciar a partir deste final de semana?

            Como na época de colégio e faculdade, em que precisávamos passar pelas provas para sermos aprovados, assim acontece também em nossa vida.

            Não que Deus queira nos ver sofrendo para ver até onde acreditamos n’Ele, como muitos dizem por aí, mas para que saibamos experimentar cada momento de nossa vida e aprender com cada um deles, sejam esses momentos bons ou ruins.

            Quantos de nós que estamos aqui hoje neste encontro com Cristo “ECC” neste final de semana já passamos por provações, por dificuldades, por aperto financeiro, por uma crise familiar, pela perda de uma pessoa querida e quantos de nós conseguiu se fortalecer depois disso?

Quantos de nós conseguimos aprender com a dor e no momento mais difícil em que tudo parecia não ser mais favorável, se colocou diante de Deus e ao invés da murmuração ou desespero, agradeceu a Deus não pelo sofrimento, mas pela lição aprendida?

A verdadeira Fé só será EVIDÊNCIADA diante das tempestades Vencidas.  (Marcos 4, 23-27)

SEU TESTEMUNHO PESSOAL É IMPRECINDÍVEL

Ex. Testemunho de Edileusa Moreira

O mundo nos ensina que aquele que agradece diante da experiência da dificuldade é louco – Deus nos ensina que aquele que aprende com a dor e agradece a lição dada é sábio.

Lembrar das experiências de Zaqueu, do servo do centurião, da cura da sogra de Pedro, da ressurreição de Lázaro…

A sabedoria de Deus consiste em estar sempre ao nosso lado.

Deus quer que a gente lute com todas as forças até alcançar a VITÓRIA!!!


38bceab0255f8744[1]

Baixe o texto em Documento – Wold.Doc

04 – Fé nos Reveses da Vida.doc

8836df04d428903f901fe9a769c1c97a_kak-redaktirovat-pdf-dokument-411-414-c[1]

Click e Baixe o Texto em arquivo PDF

04 – Fé nos Reveses da Vida.pdf

04 – Fé nos Reveses da Vida (2)


Musica para  Meditação:

Noites Traiçoeiras.

Pe. Marcelo Rossi


O SENTIDO DA VIDA É RESTAURADO


Fé_na_estrada




Encontro de Casais com Cristo_ECC


Parabens Prá Jesus.


PADRE MARCELO ROSSI

&

XUXA

Cantam Juntos no Natal 2009

PARABENS PRA JESUS

FELIZ NATAL

.


PARABENS PRA JESUS


.


PARABENS PRA JESUS


Então é Natal

PADRE MARCELO ROSSI


Então é Natal


NATAL MÁGICO



OUTROS TEMAS RELACIONADOS


Concerto_de_natal_3
Natal

Noites Traiçoeiras.


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2009/11/2535481gg.jpg?w=400


Noites Traiçoeiras

Padre Marcelo Rossi

Composição: Carlos Papae


Deus está aqui neste momento
Sua presença é real em meu viver
Entregue sua vida e seus problemas
Fale com Deus, ele vai ajudar você.

Ôôôô
Deus te trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos

Ôôôô
É ele o autor da fé
Do princípio ao fim
De todos os seus tormentos

(refrão)
E ainda se vier, noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até
Fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo (bis)

Seja qual for o seu problema
Fale com Deus, ele vai ajudar você
Após a dor vem a alegria
Pois Deus é amor e não te deixará sofrer

Ôôôô
Deus te trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos
É ele o autor da fé
Do princípio ao fim
De todos os seus tormentos

(refrão)
E ainda se vier, noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até
Fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo


Padre Marcelo Rossi


“NOTES TRAIÇOEIRAS”


GEICE BRITO – 1ª VERSÃO GRAVADA EM CD EM 2006


“DEUS ESTÁ AQUI NESTE MOMENTO”


Cifra Noites Traiçoeiras de Padre Marcelo





QUEM COMO DEUS ?


São Miguel Arcanjo
Quem Como Deus
Aparição de São Miguel Arcanjo

.

Monte Gargano Italia.

Nos fins do século V, quando na cadeira de São Pedro regia a Igreja o Papa São Gelásio, um pastor que apascentava uma manada de vacas no alto do Monte Gargano, na Itália, província da Apúlia, querendo obrigar um novilho a sair de uma caverna onde se refugiara, desferiu lá dentro uma flecha, a qual retrocedeu com a mesma velocidade, vindo ferir quem a lançara.

Este fato causou admiração nos que presenciaram este acontecimento e a notícia foi longe e chegou também aos ouvidos do Bispo de Siponto, cidade que ficava no sopé da montanha.

Julgou ele tratar-se de algum misterioso sinal da parte de DEUS e ordenou um jejum de três dias em toda a diocese, pedindo ao SENHOR se dignasse revelar-lhe do que se tratava. DEUS escutou as orações do Prelado e, passados três dias, apareceu-lhe o Arcanjo São Miguel declarando-lhe que o SENHOR queria que a ele. Anjo tutelar da Igreja, e aos outros Anjos, se edificasse naquela caverna, onde se manifestou o prodígio, uma igreja em sua honra, para reavivar a fé e a devoção dos fiéis no seu amor e proteção, como Anjo custódio da Igreja Católica.

Tendo o Bispo comunicado ao povo a visão que tivera e o que lhe fora pedido, foi ele próprio, com muita gente, observar o local. Encontraram uma caverna espaçosa em forma de templo, cavada na rocha, com uma fenda natural na abóbada, de onde jorrava a luz que a iluminava. Nada mais era preciso que pôr um altar-mor para celebrar os Divinos Mistérios. Levantado o altar, o Bispo consagrou-o. Todos os povos vizinhos acudiram para a cerimónia cheios de alegria e a festa durou vários dias.

Nunca mais até hoje se deixou de celebrar ali a Santa Missa, como também os outros ofícios litúrgicos,e DEUS consagra este lugar através dos séculos, com graças e milagres de toda a espécie, em favor dos que lá acorrem, doentes de corpo e alma, mostrando quanto Lhe é grata a devoção em honra do glorioso arcanjo São Miguel que defendeu, quando da revolta de lúcifer, a fidelidade ao DEUS Uno e Trino, soltando este grito: AMIGOS, QUEM É COMO DEUS?

O Santuário do glorioso Arcanjo na gruta do Monte Gargano, é considerado um dos mais célebres e devotos de todo o Mundo. A Igreja, para atestar este fato histórico, marcou para o Calendário Litúrgico Universal a Festa Comemorativa desta aparição, no dia 8 de maio. Esta festa foi obrigatória para toda a Igreja até à nova reforma litúrgica do Concílio Vaticano II.

Atualmente, só é obrigatória na diocese de origem e em alguns calendários particulares.
O Monte Gargano onde está este santuário, fica perto do convento de Nossa Senhora da Graça, onde viveu e morreu o célebre estigmatizado Padre Pio de Pietrelcina, falecido em odor de santidade e já canonizado.

.


Monte Gargano


.


Padre Roberto Letieri


.


Padre Marcelo Rossi


FRANCISCO E CLARA
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg Miguél Arcanjo

.

Aparição de S Miguel no Monte GarganoNos os fins do século V, quando na cadeira de São Pedro regia a Igreja o Papa São Gelásio, um pastor que apascentava uma manada de vacas no alto do Monte Gargano, na Itália, província da Apúlia, querendo obrigar um novilho a sair de uma caverna onde se refugiara, desferiu lá dentro uma flecha, a qual retrocedeu com a mesma velocidade, vindo ferir quem a lançara.
Este fato causou admiração nos que presenciaram este acontecimento e a notícia foi longe e chegou também aos ouvidos do Bispo de Siponto, cidade que ficava no sopé da montanha.
Julgou ele tratar-se de algum misterioso sinal da parte de DEUS e ordenou um jejum de três dias em toda a diocese, pedindo ao SENHOR se dignasse revelar-lhe do que se tratava. DEUS escutou as orações do Prelado e, passados três dias, apareceu-lhe o Arcanjo São Miguel declarando-lhe que o SENHOR queria que a ele. Anjo tutelar da Igreja, e aos outros Anjos, se edificasse naquela caverna, onde se manifestou o prodígio, uma igreja em sua honra, para reavivar a fé e a devoção dos fiéis no seu amor e proteção, como Anjo custódio da Igreja Católica.
Tendo o Bispo comunicado ao povo a visão que tivera e o que lhe fora pedido, foi ele próprio, com muita gente, observar o local. Encontraram uma caverna espaçosa em forma de templo, cavada na rocha, com uma fenda natural na abóbada, de onde jorrava a luz que a iluminava. Nada mais era preciso que pôr um altar-mor para celebrar os Divinos Mistérios. Levantado o altar, o Bispo consagrou-o. Todos os povos vizinhos acudiram para a cerimónia cheios de alegria e a festa durou vários dias.
Nunca mais até hoje se deixou de celebrar ali a Santa Missa, como também os outros ofícios litúrgicos,e DEUS consagra este lugar através dos séculos, com graças e milagres de toda a espécie, em favor dos que lá acorrem, doentes de corpo e alma, mostrando quanto Lhe é grata a devoção em honra do glorioso arcanjo São Miguel que defendeu, quando da revolta de lúcifer, a fidelidade ao DEUS Uno e Trino, soltando este grito: AMIGOS, QUEM É COMO DEUS?
O Santuário do glorioso Arcanjo na gruta do Monte Gargano, é considerado um dos mais célebres e devotos de todo o Mundo. A Igreja, para atestar este fato histórico, marcou para o Calendário Litúrgico Universal a Festa Comemorativa desta aparição, no dia 8 de maio. Esta festa foi obrigatória para toda a Igreja até à nova reforma litúrgica do Concílio Vaticano II.
Atualmente, só é obrigatória na diocese de origem e em alguns calendários particulares.
O Monte Gargano onde está este santuário, fica perto do convento de Nossa Senhora da Graça, onde viveu e morreu o célebre estigmatizado Padre Pio de Pietrelcina, falecido em odor de santidade e já canonizado.

Tem Anjos Voando neste Lugar !

Se alguém não acreditar é só dar uma olhadinha nas fotos abaixo:

WALLPAPERS

Minhas Fotos

Brasília
Brasília
Brasília
Brasília

header-logo.v1[1]

Outras Fotos

Brasília
Brasília
Brasília
Brasília

header-logo.v1[1]

Logotipo do Flickr. Se clicar nele, você vai para a página inicial

Outras Fotos

Brasília
Brasília
Brasília
Brasília

Logotipo do Flickr. Se clicar nele, você vai para a página inicial

Outras Fotos

Brasília
Brasília
Brasília
Brasília

Logotipo do Flickr. Se clicar nele, você vai para a página inicial