No colo de Jesus.



A história que se segue é verídica.

Fatos que acontecem conosco quando menos se espera, mas quando mais precisamos da proteção de alguém que nos ama de todo coração.


No Colo de Jesus



No Colo de Jesus

Colo de Jesus-3  .ppt



Um casal de ateus tinha uma filha e jamais havia dito sequer uma palavra sobre Deus para a criança.

Uma noite, quando a menina contava com seus 5 anos de idade, em meio a uma briga,

O pai atirou na mãe, na frente da criança, e depois se matou.

A menina assistiu a tudo.   Após a tragédia, ela foi mandada para um orfanato.

A senhora que tomava conta do orfanato era cristã, muito devota, e se encarregou de “apresentar” Deus para a criança.

No primeiro dia da catequese a senhora, informando à professora que a menina nunca ouvira falar sobre Jesus Cristo, pediu-lhe que tivesse paciência com ela.

A catequista, então, mostrando uma foto de Jesus ás crianças, questionou:

– Alguém sabe me dizer Quem é este homem?

E a menina levantou a mãozinha e disse:

-Eu conheço,

-É o homem que estava me segurando no colo no dia que meus pais morreram.




bRAÇOS DO pAI


Esta é a história de uma criança de cinco anos que reconheceu Jesus sem mesmo nunca ter ouvido falar o seu nome ou saber quem Ele era.

Muitas pessoas podem até duvidar desta história, outros podem justificar um engano cometido pela criança que não saberia distinguir uma pessoa de outra após ter visto uma cena tão horrível.

Fato é que ela reconheceu uma imagem representativa de Jesus que também na verdade não era a imagem real de Jesus, mas o que interessa não é a aparência física de Jesus, mas o fato de Ele estar protegendo a criança e a consolando quando ela ficou passível de ser traumatizada para sempre por esta tragédia em sua família.

Por este fato tão simples poderíamos analisar aquela resposta de Jesus a Felipe, um de seus Discípulos que lhe pediu para que Ele lhes  mostrasse o Pai.

A resposta de Jesus foi incisiva, porque por várias vezes já lhes dissera que Ele era um com o Pai e sendo que eles o conheciam e estando continuamente com Ele, deveriam automaticamente perceber que a visão ou o conhecimento do Pai seria idêntico a Jesus que ali estava presente com eles.

Jesus reflete a Imagem de Deus e nos pede que sejamos o seu reflexo neste mundo, confirmando a vontade do Pai que já no paraíso havia nos criado segundo a sua Imagem e semelhança, mas que no entanto não estávamos cumprindo esta prerrogativa básica.

Ser a Imagem e semelhança de Deus Pai, Filho e Espírito Santo é o nosso objetivo e quando olharmos em um espelho deveríamos reconhecer ali a imagem daquele que nos criou, assim como a menininha reconheceu aquele que a acolheu como Jesus o Filho de Deus, porque acima de tudo, apesar de uma imagem externa que identifique nossa identidade federativa, existe uma imagem interna que nos identificaria muito mais como verdadeiros filhos e filhas de Deus que é a nossa identidade celestial.

Foi neste ponto de vista que Jesus falou com Felipe sobre a aparência Divina e é neste mesmo ponto de vista que Jesus se refere mais tarde aos pobres e pequeninos que deveriam ter sido acolhidos por aqueles que se dizem ser seus seguidores, mas que muitas vezes agem como aqueles que não acolheram o homem que foi acolhido pelo Samaritano que não era um herdeiro da promessa Divina, mas no entanto estava demonstrando que tinha no seu coração muito mais amor que um representante dos filhos de Abraão que haviam deixado o homem ferido morrendo à beira do Caminho.

Qual deve ser a nossa atitude frente a esta situação?

Em Primeiro Lugar, precisamos conhecer Jesus ! 

Isto implica em conhecer sua personalidade e sua maneira de agir frente a diversas situações que Ele enfrentou na sua vida.

Mas o objetivo de tudo isso, não é apenas guardar conhecimento como guardamos fotografias numa gaveta, mas é aprendermos fazer aquilo que Jesus faria se estivesse em nosso lugar nas diversas situações que enfrentamos na vida, e sabendo disso realizarmos exatamente como Ele.

Este realmente é o objetivo de Jesus, estar em todos os lugares e em todas as situações podendo salvar as criancinhas, os famintos, os feridos, os aleijados, os machucados e todos os pecadores que se perdem por falta de quem lhes mostre uma verdade com amor, porque Ele teria certeza que cada um de nós estaria fazendo exatamente como Ele faria e assim estaríamos realmente acolhendo todas estas pessoas que necessitam de acolhimento onde quer que estejam.

E cada uma delas poderia olhar então para uma fotografia nossa e dizer, este realmente é um FILHO DE DEUS.


O que você vê no reflexo do espelho

Responda esta Pergunta Sinceramente:


quem-sou-euVEJO EU MESMO,  OU quem-sou-euVEJO ALGO MAIS ?


10 Respostas

  1. […] Faça a Experiência.… em No colo de Jesus. […]

    Curtir

  2. […] “Por isso Clamamos Abba Pai” […]

    Curtir

  3. […] “Por isso Clamamos Abba Pai” […]

    Curtir

  4. muito enteresate

    Curtir

  5. Well i have read this article and this article contain good amount of information in this article and i have learn alot.

    Curtir

  6. nos somos um estrumento de Jesus .

    Curtir

  7. Sabemos que somos a imagem e semelhança de Deus. Como seria tão bom se ao olharmos no espelho vissemos realmente Jesus.

    Curtir

  8. amei isto que jesus enterceda por todos nós

    Curtir

  9. […] irmão em Jesus, Sizenando Oliveira, por escrever essa história em seu venerável blog. A postagem ‘No colo de Jesus’ é muito comovente e quer hoje nos mostrar que, apesar de não vermos, em todas as ocasiões […]

    Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: