O Poder da Cruz de Cristo.



Por ocasião da festa da Exaltação da Santa Cruz de Cristo.



O Império Romano, depois do imperador Diocleciano, foi conduzido com grandes contendas e divisões, à medida que imperadores e vice-imperadores do Ocidente e do Oriente lutavam pelo poder.   Entre eles estava Flavius ​​Valerius Constantinus, conhecido também como Constantino, o Grande, que foi nomeado César ou vice-imperador do Ocidente pelo sucessor de Diocleciano, Galério.    Constantino estava no controle da Grã-Bretanha e da Gália, enquanto seu cunhado Maxêncio, levantou-se e travou uma guerra contra Galério e fez incursões bem-sucedidas na Itália e em Roma.

Quando Galério morreu (311 dC), Constantino trouxe suas campanhas de guerra para a Itália e, conseqüentemente, venceu batalhas em Turim e Verona e avançou ainda mais para Roma, que estava militarmente sob o comando de Maxêncio.   Maxêncio, sob forte desafio, saiu para combater Constantino, mas foi derrotado na ponte de Milvian.    A batalha da ponte de Milvian foi produtiva de uma sucessão de vitórias que, por volta de 324 dC, Constantino passou a ser o mestre de todo o Império Romano.

Esta vitória de Constantino sobre Maxêncio na Ponte de Milvian foi rodeada com inúmeros detalhes históricos intrigantes, relacionados à CRUZ.   Uma história do que aconteceu foi registrada por Eusébio de Cesaréia, um estudioso das escrituras e historiador que escreveu a primeira biografia detalhada de Constantino logo após sua morte.    Obviamente, ele conhecia Constantino muito bem e mencionou que recebeu a história diretamente do imperador.    Constantino era um imperador pagão e um devoto do deus do sol; Sol Invictus, o sol não conquistado. No entanto, antes da batalha da Ponte da Milvânia, ele e seu exército viram uma CRUZ de luz no céu acima do sol com palavras em grego que geralmente são traduzidas para o latim como ” In hoc signo vinces ” (‘Neste sinal se conquista’).   Naquela noite, Constantino teve um sonho em que Cristo lhe disse para usar o sinal da cruz contra seus inimigos.   Ele ficou tão impressionado que tinha o símbolo cristão marcado nos escudos de seus soldados e, quando a batalha da Ponte da Milvânia lhe deu uma vitória esmagadora, ele a atribuiu ao sinal da CRUZ que lhe foi revelada.



 

Alguns anos após a vitória na Ponte de Milvian, a mãe de Constantino, que se converteu ao cristianismo e que mais tarde se tornou Santa Helena, foi a Jerusalém em busca da cruz na qual Jesus Cristo foi crucificado. Escavações extensas foram feitas no local do enterro do Senhor até que três “cruzes” foram recuperadas. Havia confusão sobre qual era a Cruz de Cristo, pois havia dois ladrões crucificados em ambos os lados de Cristo no Calvário. Para determinar qual das três era a Cruz de Cristo, pedia-se a uma pessoa doente que tocasse nas três cruzes em intervalos diferentes e se a pessoa se recuperasse instantaneamente com o toque em uma delas, essa seria a CRUZ verdadeira.   Essa cruz em particular também efetuou muitos outros milagres e foi assim confirmada, aclamada e exaltada como a Cruz de Cristo. No local da descoberta, uma igreja foi erguida e foi dedicada como uma basílica com o nome de Igreja do Santo Sepulcro em 14 de setembro de 335. Esta é a razão remota por trás da festa de hoje.



A Primeira Leitura de hoje (Números 21, 4b-9) forneceu um pano de fundo para a Cruz. Disseram-nos que quando o povo de Israel ficou impaciente no deserto e blasfemou contra Deus e Moisés, Deus enviou serpentes ardentes entre o povo que os morderam e muitos morreram. Diante desse flagelo, o povo veio a Moisés pedir perdão e Deus pediu a Moisés que fizesse uma serpente ardente e a colocasse em um estandarte, e qualquer um que olhasse para ele depois de ser mordido não morreria.

Qualquer pessoa atenta gostaria de saber por que Deus escolheu punir o povo por meio de picadas de cobra e também decidiu salvá-las por meio da imagem de uma serpente de fogo presa no alto de um poste. Na história bíblica, a primeira menção real de uma serpente foi no Jardim do Éden (Gênesis 3, 1 e seguintes) e foram as insinuações da serpente que fizeram Adão e Eva pecarem contra Deus, o que também aconteceu pela árvore no meio. do jardim. Aquela árvore estava alta como o estandarte de Moisés.

Significativamente, Deus permitiu que as serpentes as mordessem, lembrando-as da fonte original do fracasso humano; a serpente junto à árvore no meio do jardim. No momento em que ele queria salvá-los, ele usava a imagem de uma serpente que, ao contrário das outras, não mordia e estava presa em um poste ao contrário das outras que estavam pelo chão abaixo do poste.   Agora a vida consistia em olhar para cima e para o alto na serpente presa no poste.  É como dizer às pessoas “nisso reside a sua salvação”. Assim como foi dito a Constantino “neste sinal você conquistará”!



A expressão completa do poder da cruz pode ser encontrada na cruz de Cristo. Agora há um contraste entre a árvore do Éden e a cruz do Calvário. Pela árvore do Éden, falhamos e perdemos nossa amizade com Deus, mas pela árvore (cruz) do Calvário fomos levantados e recuperamos nossa amizade com Deus. Pela árvore do Éden fomos condenados, mas pela árvore (cruz) do Calvário fomos salvos. Assim como ninguém que fora mordido pelas serpentes poderiam se recuperar sem olhar para a serpente ardente no alto do poste, ninguém pode ser salvo sem a Cruz do Calvário.

Nosso Senhor na Leitura do Evangelho deste dia da festa da Santa Cruz (João 3, 13-17) disse a Nicodemos que, assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim DEVE ser levantado o Filho do homem e quem n’Ele crer não deve perecer, mas terá a vida eterna. A serpente foi levantada em um estandarte e nosso Senhor foi levantado na cruz.   A cruz é, portanto, um sinal e símbolo da salvação. Na cruz há vida eterna para quem quer que acredite.

O ensaio de nossa compreensão do fenômeno da cruz será muito apropriado aqui. Para a maioria das pessoas, a cruz é simplesmente um fardo, mas isso não é verdade. Um olhar atento a uma cruz revela que é um sinal adicional (+). Portanto, há ganhos na cruz e não perdas (-) menos.   Além disso, a cruz pode servir como uma escada para nos ajudar a escalar obstáculos quando a colocamos contra qualquer obstáculo. Mais ainda, a cruz também pode ser uma chave ou uma espada quando a colocamos na posição horizontal.

A cruz também é um instrumento de exaltação. Com sua posição de pé, ele nos aponta para o céu; isso nos aponta para uma altura maior. É sobre esse fundamento que São Paulo, na Segunda Leitura (Filipenses 2, 6-11), estabeleceu que nosso Senhor Jesus Cristo, além de ter igualdade com Deus, se humilhou para pegar a Cruz por nossa causa, sendo humilde até morte. Com base nisso, Deus o levantou (o exaltou) e lhe deu um nome que está acima de qualquer outro nome. A cruz, sem dúvida, fornece as estruturas para sermos elevados ou exaltados. Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu que, quando fosse levantado, atrairia todos para si mesmo (João 12,32). É bom notar que, sendo levantado, ele está levando todas as pessoas a uma posição exaltada.

Hoje não há mensagem maior do que a mensagem da cruz. São Paulo observaria que a mensagem da cruz é LOUCURA para os que estão perecendo, mas para nós que estamos sendo salvos é o poder de Deus (1 Cor. 1, 18). Portanto, para aqueles que estão sendo salvos, isso nos diz que pode haver lágrimas à noite, mas a alegria vem pela manhã (Salmo 30, 5). Diz-nos para não nos preocuparmos que nosso Senhor tenha vencido o mundo (João 16,33) e nos diz para não permitir que nossos corações sejam perturbados. Que devemos confiar em Deus (João 14, 1).

Ao celebrarmos a exaltação da cruz, lembremo-nos de que nossa própria exaltação está na mesma cruz de Jesus Cristo. Portanto, devemos estar prontos para carregar e defender nossa cruz onde quer que nos encontremos, porque seremos exaltados pelas mãos atenciosas de Deus e pelo coração amoroso.


Feliz comemoração

Pe. Bonnie

(fatherbonny@hotmail.com)


.


Jesus é Rei e Senhor
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

 



Os bêbados e a canoa.



A Embriaguez deixa a pessoa fora de si e a confunde sobre a realidade, não seria apenas uma questão de PECADO ou não PECADO e sim de um facilitador ao PECADO, mas o pior de tudo não é que provoca a morte daquele que se embriaga, mas coloca em risco a vida dos inocentes que estão próximos ou que possam cruzar o caminho desta pessoa, por isso esta estorinha nos mostra claramente a situação ridícula que os ébrios enfrentam cotidianamente, mas que podem se livrar delas quando reconhecem seu erro e o entregam nas mãos de JESUS.

Estoria: Conteúdo do Livro “Ide e evangelizai os Batizados – Prado Flores” como exemplo da cegueira espiritual que o Pecado causa no homem.



2_bebados_na_canoa


Dois compadres muito amigos e companheiros de noitada, certa vez, foram a um bar, como de costume. O bar ficava do outro lado da margem do rio. Como o rio era largo, foram de canoa.

No bar, os dois tomaram todas e encheram a cara. Já tarde da noite, resolveram voltar para casa.

Foram para a beira do rio, entraram na canoa e um disse ao outro: “Você dorme um pouco e eu fico remando; depois a gente troca e você rema o restante”.

E assim fizeram: Um remava um pouco, depois trocava com outro e remaram a canoa a noite toda até ficarem exaustos e acabaram dormindo os dois.

Quando o dia amanheceu e já havia passado um pouco o efeito da cachaça, eles perceberam que estavam no mesmo lugar, começaram então a discutir entre eles acusando um ao outro de não ter remado o barco na sua vez, mas ambos se defendiam dizendo que haviam remado até se cansar.

Então por que motivo não conseguiram atingir o objetivo que era o outro lado do rio?

Quando resolveram retomar a empreitada da travessia perceberam que o barco não se movia mesmo com os dois amigos remando o barco ao mesmo tempo.

Foram ver o motivo: A canoa estava amarrada na beira do cais, haviam se esquecido de desamarrar a canoa!


É por isso que se diz:

” Se for dirigir, não beba e se for beber não dirija.”

… o mesmo vale para quem vai remar a canoa na travessia do rio.


Reflexão:


O Pecado é como uma corda que nos amarra e nos impede de ser verdadeiramente livres, quem vive no pecado é como se estivesse embriagado, pensa que é livre e não percebe que é escravo do pecado, pensa que faz a sua vontade quando quer, mas na verdade faz a vontade do pecado quando não quer. O pecado é como as trevas que nos cegam e nos impedem de ver o caminho a seguir com clareza, por isso é imprescindível desamarrar a corda do pecado antes de começar a remar o seu barco rumo a Deus. 

Quem vive no pecado faz exatamente como os bêbados:


“Cuidado para que vossos corações não fiquem pesados por causa dos excessos, da embriaguez e das preocupações da vida. E assim o Dia do Senhor vos pegará de surpresa” (S. Lucas 21,34).

Não sejais imprudentes, mas procurai compreender qual seja a vontade de Deus. Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito. Recitai entre vós salmos, hinos e cânticos espirituais. Cantai e celebrai de todo o coração os louvores do Senhor. (Efésios 5, 17-19)



Pecado_maça_Serpente_Rom_3_23 Presépio criança



Devoção ao Sagrado Coração de Jesus.



A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é muito antiga; os Padres da Igreja já falavam dela; tudo brota daquele Coração “manso e humilde” que por nós foi transpassado pela lança do soldado Longuinho, na Cruz do Calvário. Dele saiu sangue e água, símbolos do batismo e da Eucaristia, e também da Igreja, Esposa de Cristo, que nasce do lado aberto do novo Adão, como Eva nasceu do lado aberto do primeiro.



Sagrado_coracao_de_Jesus_ (1)


Após uma fase de eclipse, esta devoção ganhou novo impulso após as visões de Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), difundidas por seu confessor São Claude de la Colombière (1673-1675). Era uma época difícil, onde havia uma heresia chamada Jansenismo, de Jansen, que pregava um cristianismo triste, onde poucos se salvavam, onde se disseminava um medo de receber Jesus eucarístico, etc.

Para eliminar essa tristeza Jesus mostrou seu Coração humano e misericordioso a Santa Margarida, como tábua de salvação para todos os pecadores que nele confiassem.

Santa Margarida Maria Alacoque foi uma  freira que nunca transpôs os muros do seu convento das visitandinas de Paray-le-Monial da Ordem da Visitação de Santa Maria, instituição religiosa fundada por São Francisco   de Sales (1567-1622) e Santa Joana de Chantal (1572-1641), morrendo antes de completar 45 anos, em 17 de outubro de 1690, sendo  canonizada em 1920, pelo papa Bento XV. Recolhida, em profunda oração, pela porta do tabernáculo saiu uma espécie de vapor que foi se transformando na figura de homem que se encaminhou até ela e ali na sua presença abriu a túnica que lhe cobria o peito,  lhe mostrando o coração  em chamas inextinguível e lhe disse:



“Eis aqui o coração que tanto amou os homens e pelos quais e tão mal correspondido pelo menos tu, filha minha, chora pelos que me ofendem, geme pelos que não querem orar, imola-te pelos que renegam e blasfemam contra o meu santo nome. Prometo-te na grandeza do meu amor que abençoarei os lares que neles me hospedem, que os que comungarem durante nove primeiras sextas-feiras seguidas, não morrerão sem receber os sacramentos da penitência e da Eucaristia.”



Depois de 150 anos de enormes dificuldades impostas especialmente pelos jansenistas e o terror da Revolução Francesa, em 1856, Pio IX instituiu a festa litúrgica do Sagrado Coração de Jesus, propondo, segundo a recomendação dos santos, a consagração do mundo ao Coração de Jesus. Duzentos anos depois que Santa Margarida pediu ao Rei Luís XIV a consagração da França ao Coração de Jesus, o grande presidente do Equador, Gabriel Garcia Moreno, consagrou seu país em 1873, ao Coração de Jesus.

Vários Papas incentivarem esta devoção através de encíclicas.

Atualmente a festa do Sagrado Coração de Jesus é na 2ª sexta-feira após a festa de Corpus Cristi.  Leão XIII na “Annum Sacrum” (1899), deixou-nos a Oração para consagração ao Sagrado Coração. Pio XI na “Miserentissimus Redemptor” (1928); Pio XII na “Haurietis aquas” (1956); João Paulo II na “Redemptor Hominis” (1979) e Bento XVI em carta ao Pe. Kolvenbach Geral da Companhia de Jesus, falaram da importância dessa devoção. Em 1872, Pio IX concedeu indulgências especiais aos que portassem o escapulário com a imagem do Sagrado Coração.

Depois, em 11 de junho de 1899, o Papa Leão XIII consagrou todo o gênero humano ao Sagrado Coração de Jesus, afirmando ser esse o maior ato de todo o seu pontificado. Dessa forma, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus difundiu-se por todo o mundo e foi recomendada por muitos Papas da Igreja. Muitos Santos, como São Francisco de Assis, Santo Inácio de Loyola, Santa Tereza D’Avila e outros, dedicaram terna devoção, admiração e adoração ao Sagrado Coração de Jesus. Hoje, o movimento do Apostolado da Oração ao Sagrado Coração de Jesus zela por essa devoção e a propaga pelo mundo todo.

As promessas que trazem grandes benefícios espirituais para a vida daqueles que têm essa devoção são:

1ª Promessa: “Eu darei aos devotos de meu Coração todas as graças necessárias a seu estado”.

2ª Promessa: “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias ”.

3ª Promessa: “Eu os consolarei em todas as suas aflições”.

4ª Promessa: “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte”.

5ª Promessa: “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos”.

6ª Promessa: “Os pecadores encontrarão em meu Coração fonte inesgotável de misericórdias”.

7ª Promessa: “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção”.

8ª Promessa: “As almas fervorosas subirão em pouco tempo a uma alta perfeição”.

9ª Promessa: “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de meu Sagrado Coração”.

10ª Promessa: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”.

11ª Promessa: “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no meu Coração”. 2

12ª Promessa: “A todos os que comunguem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna”.

Oração de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus Santa Margarida Maria Alacoque compôs uma belíssima oração de Consagração ao Sagrado Coração de Jesus que se chama “Pequena Consagração”.

Reze-a com um santinho nas mãos, ou diante de uma imagem do Sagrado Coração de Jesus. Você certamente receberá muitas graças.

“Pequena Consagração”

“Eu, (diga seu nome), entrego e consagro ao Sagrado Coração de Jesus minha pessoa e minha vida, minhas ações, dores e sofrimentos, e quero me servir de todas as partes de meu ser apenas para honrá-Lo, amá-Lo e glorificá-Lo.Amém!”

Oração de consagração ao Sagrado Coração de Jesus

Divino Salvador que, perseguido pelos inimigos e ferido no Coração, pela tibieza de seus amigos, vos queixastes a Santa Margarida: Tenho procurado consoladores e não os tenho encontrado.

Aqui estou Senhor para vos consolar. Quero adorar vossa Majestade escondida, quero reparar as ofensas minhas e as dos outros.  Quero amar o vosso amor desprezado e abandonado.

Consagro-me inteiramente ao vosso Coração. Sede Vós somente o meu Rei. Ajudai-me Senhor, a difundir nas almas o reino do vosso Coração.

Acendei a chama do vosso amor no coração dos vossos sacerdotes, para que se tornem apóstolos infatigáveis e portadores das bênçãos do vosso divino Coração.

Fazei que compreendam finalmente, a honra e a obrigação que tem de Vos amar, para que unidos entre si com os laços de vossa caridade, glorifiquem todos, o vosso Divino Coração, que é para nós, fonte de vida e salvação.

Divino Coração de JESUS, reinai em meu coração.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso!



Jesus_wallpapers Jesus é Misericordioso Salva_me_Senhor

Maria_mae_do_meu_Senhor jesus_rei_senhor Tende_Misericordia_Senhor


.


.


Precisamos renovar nossas famílias!

A Família é ação prioritária da pastoral da Igreja Católica.

Dom Geraldo Majella Agnelo comenta evangelho do Bom Pastor

Por Alexandre Ribeiro

SALVADOR, segunda-feira, 14 de abril de 2008 (ZENIT.org).- No contexto da passagem evangélica do Bom Pastor, lida na liturgia desse domingo, um cardeal brasileiro explica que um dos pontos «prioritários» da ação pastoral da Igreja é a família.

O cardeal Geraldo Majella Agnelo explica primeiramente, em artigo enviado a Zenit esta segunda-feira, que o termo «pastoral» vem justamente do «exercício do ministério realizado pela Igreja para cumprir o mandato de Cristo: “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho, fazei meus discípulos em todos os povos”».

«Jesus é a realização do ideal do pastor perfeito a que são chamados os ministros ordenados para servir o povo de Deus», afirma o arcebispo de Salvador.

Nesse contexto, de acordo com o cardeal Majella Agnelo, a família «está entre os campos considerados prioritários, no processo de renovação da Igreja na América Latina».

Tendo como pano de fundo as indicações da Conferência de Aparecida, o arcebispo enfatiza que as famílias precisam ser renovadas.

«Precisamos renovar as nossas famílias para que continuem sendo o que nunca poderiam deixar de ser: escola de comunhão, Igreja doméstica», afirma.

«Temos grande responsabilidade de presença cristã no seio da família, anunciando a todos os seus membros o amor de Deus.»

Dom Geraldo Agnelo chama os pais a assumirem «a educação dos seus filhos na fé», primando por uma educação «com pedagogia inspiradora no Senhor».

«Que os filhos escutem e obedeçam» e «sejam evangelizadores dos amigos e amigas», enfatiza.

Nessa tarefa pastoral junto das famílias, o arcebispo reafirma a importância de permanecer «com o Mestre».

«Permaneçamos com ele e, a partir deste estar com ele, sejamos e façamos acontecer em nossa arquidiocese um tempo novo no amor e na comunhão, como convém a discípulos missionários de Jesus», destaca o cardeal Agnelo.

ZP08041403 – 14-04-2008
Permalink: http://www.zenit.org/article-18124?l=portuguese

© Innovative Media, Inc.




Vou lhe contar um Segredo !

Todo mundo tem algum Segredo para contar, ou para esconder.

Encontrei um depoimento de um homem que passou por grandes dificuldades em sua vida, mas hoje ele se tornou uma pessoa que consegue retirar outros da situação em que ele se encontrava, sua capacidade de se doar a pessoas desconhecidas que vivem em situação constrangedoras e retirá-las daquela situação é um fato que impreciona muita gente, que acabam lhe indagando:

Qual seria o Seu Segredo ?

A história começa com essa frase:

Eu estava no fundo do Poço…

Sabe de onde saiu esta frase tão comum em nossos dias e o que ela significa ?

Certamente sabes muito bem o que ela significa, e quem já não teve o seu dia de incerteza e derrota, quem já não teve um dia na vida em que preferiu não estar aqui  para não ter que enfrentar o dia de amanhã ?

Quem ?

Mas se você está lendo agora este texto é porque você superou esta fase ou ainda está buscando a sua resposta.

Tomaram então Jeremias e, por meio de cordas, o fizeram descer no poço de Melquias, o príncipe real, a qual se encontrava no pátio do cárcere. Não havia água no poço; havia, porém, lodo, onde Jeremias se atolou.

(Jeremias 38,6)

Este é o texto que gerou a expresão que ouvimos quando nos encontramos sem saída e atolados no lodo que não nos permite nem sequer um movimento, ficando apenas a contagem regressiva para o fim de tudo, mas como vemos na sequencia da leitura, este não foi o fim de Jeremias, uma vez que ele acabou sendo salvo por um servo que viu quando o colocaram no poço e foi buscar ajuda.   É daí também que sai a outra expressão que se diz: “sempre existe uma luz no fim do túnel,” porque quando se está atolado no lodo imóvel no fundo do poço, ainda podemos observar a luz que entra pela borda  e esperar que a qualquer momento caia uma corda para nos salvar, sendo assim a esperança desta salvação será sempre a ultima que se apagará.


Assim surgiu esta frase abaixo:

NÃO DESISTA NUNCA !


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/02/chacara-jesus-cura-1.jpg

https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/02/chacara-jesus-cura-1.jpg


Há uma frase biblica que diz:

“Aquele que pensa estar de pé, cuide-se para que não caia…” (I Coríntios 10,12)

Portanto a nossa situação neste mundo é muito mutável e realmente precisamos estar preparados para enfrentar tempestades todos os dias já que elas nos pegam de surpresa, veja o caso do avião que caiu esta semana, quem poderia imaginar que uma tempestadezinha o derrubaria de seu voo soberano e altamente controlado tecnologicamente, os discípulos de Jesus também enfrentaram a mesma tempestade e pelo menos conseguiram se manter  flutuando e no mesmo lugar até chegar o socorro do mestre, em um outro dia normal Jesus adormeceu na barca, então desabou de repente uma grande tempestade e as ondas quase cobriam o barco enquanto Jesus permanecia dormindo tranquilamente, sem solução e com medo de morrerem acordaram Jesus aos gritos, Salva-nos Senhor ou então morreremos.

Jesus se levantou, deu aquela tradicional esprequiçadinha olhou para os doze  e disse “Homens de Pouca Fé!“, depois olhou para a tempestade e mandou que se acalmasse e voltou a dormir.

Este texto é interessante pelo fato de que, ao dormir Jesus, o mundo desaba sobre nós e não conseguimos solucionar nossos proprios problemas, segundo a sensura de Jesus, deveríamos ser capazes de vencer esta pequena barreira, mas como seria isto ?

Qual seria mesmo este Segredo de Jesus ?

No versículo anterior ao que Jesus caminhava sobre as águas, diz que Ele se dirigiu ao monte para orar ao Pai e logo a seguir caminhou sobre o mar, salvou Pedro de um afogamento e acalmou uma tempestade, isto é o que podemos dizer de um homem totalmente preparado para a batalha.

Além de vencer os seus próprios problemas ainda acabava solucionando os problemas dos outros, tanto é que o acordaram de seu sono para os socorrer na tempestade.

Saiba pelo menos deste pequeno segredo, já que você se sente incapaz de vencer a sua tempestade pessoal, lembre-se no ultimo instante, que Jesus é aquele que segura a sua mão quando você grita por socorro, este video abaixo comprova a situação que este homem estava e como ele se salvou dela.

Jamais desista antes de estender sua mão para Jesus !

.

[YOUTUBE=http://www.youtube.com/watch?v=1TaJI-4ClS0]

.

https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/02/chacara-jesus-cura-1.jpg

Salvação – SVE I – Video.



Salva_me_Senhor



Uma Crise sem proporções, nunca jamais vista antes, se abate sobre a Humanidade…

É este tipo de notícia que nossos ouvidos ouvem nos noticiários ultimamente.

Mas esta Crise é antiga e já afligia nossos antepassados a muitos anos.

O Mundo não consegue resolver seus próprios problemas, oriundos da falta de Amor e da fuga da Fé em Deus, simplesmente os esconde debaixo do tapete.Todos conhecem os culpados pela Crise de hoje, muitos previram estes acontecimentos, outros já conheciam suas causas e efeitos a muito tempo, porém ninguém quis mexer nos problemas ou mudar as coisas no momento que ainda poderiam evitar o pior.

Assim também acontece com nossas vidas em particular, quando experimentamos momentos difíceis, geralmente já era previsível, porque sabíamos que tínhamos cometido algum erro, mas mesmo assim não consertamos o erro e deixamos chegar até as últimas consequências.


Como diz a Bíblia


“Porque Todos pecaram e estão privados da Graça de Deus…”

Diz Também que:


O Pecado nos Condena à Morte.


Em Gênesis está escrito que o Fruto da árvore da Ciência Do Bem e do Mal Nos Traria a Morte Certa.  E a única coisa certa nesta Vida É que, um dia Morreremos. Mas um acontecimento mudou estes fatos Alterando o nosso Futuro Jesus foi enviado ao mundo Ele veio para nos perdoar e pagar A nossa dívida impagável.  Nós que andávamos sem esperança E sem expectativa de Vida.  Vimos um homem inocente Carregando uma Cruz, Nesta Cruz pesava todos os nossos pecados, Nossas dores, males e enfermidades.  Este homem carregou sim, o nosso peso E morreu a nossa Morte, Nos entregando sua própria Vida em nossas mãos. Já não existe mais dor, nem tristeza, Nem luto ou pranto…


 Porque passou aquela condição…

De Condenação e Pecado.
Porque Jesus nos Salvou,
Jesus é o nosso único Salvador e Senhor.

Sizenando

Palestra sobre Jesus Salvador


 Pregador : Laércio Oliveira

comunidade Canção Nova


Laércio Oliveira - Canção Nova

Laércio Oliveira – Canção Nova


Seminário de Vida no Espírito

2 . Jesus Salvador – Parte I



S.V.E . I

Jesus Salvador

Parte II


2 . Jesus Salvador – Parte 2



Seminário de Vida no Espirito - 2.Jesus Salvador - Parte IV

Seminário de

Vida no Espírito

Jesus Salvador – Parte III.


2 . Jesus Salvador – Parte 3



2 . Jesus Salvador – Parte 4



Jesus é Rei e Senhor
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

OUTROS TEMAS SEMELHANTES


A Imagem da Cruz Quem_nos_salvara Kairós_pr3
Jesus_o_Mesmo Eu_escolho_Deus_todo_dia Alvo_Jesus

NATAL …


Sag_Familia_Natal


Dia 25 de Dezembro comemoramos o Natal, que a princípio era apenas o aniversário de uma criança, um menino que na verdade não era como os outros meninos, se assim fosse não existiria esta comemoração de Natal porque não teríamos nada o que comemorar nesta data.

Muita festa e muita alegria, dia de reunir a família que estava distante e de dar alguma lembrança de amizade, mas nem sempre foi assim e nem são todos que podem ou conseguem comemorar este dia.

No passado, quando o povo de Deus era dominado por seus inimigos, viviam sem esperança e não eram mais capazes de sorrir, não existia motivo para se fazer uma festa, muito menos para expressar um simples sorriso.


Jesus Jesus

Deus viu a tristeza de seu povo e fez uma promessa:



Eis que a Virgem conceberá E dará à luz um filho,

Que se chamará Emanuel, “Deus Conosco”.

(São Mateus 1,23)


Este povo, que jazia nas trevas, viu resplandecer uma grande luze surgiu uma aurora para os que jaziam na região sombria da morte

(Is 9,1). (São Mateus 4,16)



Isto foi sinônimo de alegria e de esperança para quem já havia se esquecido de como era um sorriso, mas muitos anos se passaram e outros inimigos assumiram o poder e a dominação na região e esta luz não brilhou para muitos daqueles que ouviram a promessa, outros começaram a duvidar de que realmente algum dia nasceria um Salvador para eles, outros colocaram empecilho dizendo que: como poderia uma Virgem conceber um filho ? Ou o profeta havia se enganado ou pregara uma imensa mentira para o povo.

Apesar de todas as dificuldades e opressões do inimigo, muitos guardaram esta palavra e se alegravam ao lembrar que Deus Libertaria o seu povo de toda opressão e opróbrio, Simeão um Sacerdote de Israel recebeu uma mensagem de Deus dizendo: que ele não morreria antes de ver o Salvador.

Simeão já era velho e muito doente, quando Maria e José fizeram seu compromisso de matrimônio. Maria que foi instruída por Ana sua mãe, orava e esperava o cumprimento da promessa Divina enquanto que a grande maioria do povo já nem mais se lembrava das palavras do profeta Isaias.



“O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria.”

(São Lucas 1,27)



O Anjo do Senhor veio trazer a melhor notícia que já se ouviu neste mundo, uma notícia que alegrou toda aquela geração, alegrou todos os mártires Cristãos que foram capazes de doar suas vidas por amor a Jesus, nos alegra até ao dia de hoje e continuará alegrando toda esta Terra para sempre. Porque afinal nasceu o nosso Salvador, aquele que nos liberta de todo mal e de nossos inimigos, principalmente o inimigo que ataca o nosso coração por dentro e nos corroem pouco a pouco até arrancar o que temos de mais precioso em nós, a semelhança Divina e a vida eterna. Este é o inimigo que Jesus venceu na cruz, demonstrando que não haverá mais morte, nem dor e nem pranto para todos aqueles que permanecerem até o fim e receberem a plenitude das promessas do Pai.

Esta Notícia, ainda ecoa por toda parte e pode ser considerada a melhor de todas já anunciada um dia, por isso continuamos divulgando o nascimento de Jesus menino e comemorando com muita alegria tudo o que Ele realizou em nosso meio, enquanto esperamos para breve o seu retorno definitivo como Rei e Senhor de todas as coisas, finalizando o Kairós com o cumprimento da plenitude de suas promessas à Igreja.

Nos esquecemos deste sentido do Natal e recebemos o mestre como Maria e José foram recebidos em Jerusalém naquele dia 24 de Dezembro, apenas como um desconhecido ou simplesmente um visitante inesperado e inconveniente que veio para interferir em nossas festas e atrapalhar nossos planos de tranqüilidade e comodismo.


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/03/jesus_simeao.jpg


Jesus não veio para nos perturbar ou incomodar, mas veio trazer aquele presente do Pai reservado a milhares de anos para um filho muito amado e querido, um filho que se afastou e se perdeu nas trevas deste mundo, mas que nem por isso foi condenado pelo Pai e que agora quer demonstrar o seu perdão e toda sua alegria em receber este filho de braços abertos com um grande sorriso e com um enorme presente nas mãos. É verdade, neste dia quem ganha o maior presente não é Jesus, e sim você é o maior agraciado por Deus com a vinda do Salvador a este mundo, porque é a você e a mim que Ele oferece seu melhor Presente, afinal de contas foi por amor a nós que Jesus veio a este mundo e foi por amor a mim e a você que Ele se sujeitou a morte de Cruz para enfim nos trazer o seu melhor Presente, a vida Eterna e o Espírito Santo de Deus para habitar em nossos corações.

Você pode até tentar escolher neste mundo, grandes e valiosos presentes para oferecer a alguém que você ama de todo coração, e nesta época é muito difícil escolher algo, já que as opções são tantas e a cada grito de Marketing a dúvida aumenta ainda mais, porque queremos tudo e não nos satisfazemos com nada que o mundo possa nos oferecer, é justamente nas grandes festas e nos momentos de maior alegria aparente que encontramos as pessoas mais tristes e deprimidas por não encontrar a satisfação que procuravam. No mundo, nas maiores e melhores festas humanas, na multidão de ofertas natalinas, na variedade de cores que piscam em contraste com as estrelas reluzentes no céu não conseguimos encontrar a paz e a alegria que uma mãe encontra na fisionomia de seu bebe recém nascido que lhe olha pela primeira vez selando um laço de amor eterno e indestrutível.

Este recém nascido é Jesus que veio selar conosco um laço de amor e vida, basta olharmos para Ele com um coração simples e humilde como um coração de Mãe, e deixarmos que Ele realmente nos revele a plenitude de sua graça.

Um homem por pior que esteja o seu coração sempre deseja o melhor para o seu próprio filho e sempre lhe concede os melhores presentes, jamais daria algo a seu filho para matá-lo, assim muito mais nosso Pai celestial nos deu seu próprio filho e seu Próprio Espírito para estar eternamente conosco nos guiando nos caminhos da vida plena e felicidade perfeita que o mundo não pode nos oferecer simplesmente porque não possui e ninguém pode dar aquilo que não tem.

Mas hoje é tempo de alegria, apesar das más notícias que a TV despeja em nossas casas todos os dias, porque o mundo pode até nublar nossa esperança e nos entristecer com a falta de amor e a guerra, com suas tragédias e desumanidade, mas jamais poderá nos tirar o Amor que Deus nos concede através do sacrifício de seu Filho Jesus naquela Cruz e os benefícios que isto trouxe a este mundo de agora, que se concretizarão em um novo mundo e uma nova terra totalmente restaurados, como nos revelou o Pai de Amor através de São João no ultimo capítulo da Sagrada Escritura “A Bíblia”, que é a verdadeira palavra de Deus revelada para nós.

Alegrai-vos, mas uma vez eu digo Alegrai-vos, como São Paulo nos dizia, alegrai-vos sempre e sem cessar porque o Salvador está entre vós, cantai e recitai cânticos e hinos espirituais, cantai e salmodiai a Deus que derrama sobre vós toda sorte de dons e presentes espirituais, louvai e glorificai ao Santo que veio até nós trazendo o que melhor existe nos céus, sua própria presença no meio de seu povo, sim, tocai instrumentos musicais que melodiam os ares com sons harmoniosos que alegram os corações e despertam o espírito humano para um louvor perfeito e agradável a Deus, jamais deixai de louvar ao nosso Pai com alegria e singeleza de Coração, porque O Pai se alegra com nossa alegria e é com um grande sorriso nos lábios que Ele sempre deseja nos encontrar, por isso tudo que Ele fez ou faz é para que sejamos eternamente alegres e felizes.

O Natal se tornou um dia que deveria ser o mais feliz de todos, mas para que isto realmente seja real, depende totalmente da disposição de nosso coração, estar aberto ou não para o que vem do alto “de Deus”, porque como eu disse antes, o mundo não nos pode dar aquilo que não tem, a melhor notícia de todos os tempos foi a nós anunciada por um anjo descido do Céu.



O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio

uma boa nova que será alegria para todo o povo:

hoje vos nasceu na Cidade de Davi Um Salvador,

que é o Cristo Senhor.

(São Lucas 2,12)


Presepio

Presépio de Natal


Lindos Cartões e Mensagens para o Natal no Site RCC Brasil Click no Cartão.


cartooes-rcc-natal

CARTÕES DE NATAL RCC BRASIL


Semeando a cultura de Pentecostes


Qual o Melhor presente de Natal
Natal Natal