Benefícios de uma Missa de Cura e Libertação.



Toda Santa Missa pode ser chamada de Missa de Cura & Libertação, sempre foi assim e sempre será, pois Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condená-lo e sim para Salvar e resgatar as pessoas feridas e necessitadas de libertação.


(São João 3,17) – (São Lucas, 19,10)



missa_de_cura_e_libertacao


Até pouco tempo atrás não era comum ouvir este termo “MISSA DE CURA & LIBERTAÇÃO” ou esta especificação para uma simples Santa Missa que participamos todos os Domingos, porém nesses últimos anos tem ficado cada vez mais comum encontrarmos convites e cartazes que anunciam o dia e hora que será celebrada uma Santa Missa especial direcionada ao objetivo de curar e libertar as pessoas apesar de ser VERDADE o fato de que toda Santa Missa teria sempre esse mesmo objetivo.


Missa por Cura e Libertação – 19/02



Missa de cura por libertação missa

Como dissemos anteriormente, Jesus tinha como parte de sua missão neste mundo libertar as pessoas da opressão do inimigo de Deus e em muitas passagens bíblicas fica demonstrado claramente que foi assim que Ele agiu quando curou diversos enfermos, perdoou pecados imperdoáveis e expulsou o demônio de diversos oprimidos pelo mal.   Faz parte da missão de seus Discípulos e de nós que também cremos em suas palavras “expulsar os demônios em nome de Jesus, falar novas línguas, manusear serpentes e, se imporem as mãos nos enfermos eles ficarão curados.” (São Marcos 16,17-18), logo não seria nenhuma novidade falar e celebrar uma Santa Missa que teria por objetivo Curar os enfermos e Libertar os oprimidos pelo mal que nos leva ao pecado e à morte.


Toda ação provoca uma reação:


Não é comum em nossos dias encontrarmos pessoas que possuam o Dom de curar os enfermos também não é fácil exercer o ministério de orar  por Libertação tanto que para isso Jesus escolheu e preparou seus Discípulos durante três anos e meio.

Quando Jesus curava e libertava as pessoas também não era comum, aliás era muito mais estranho do que hoje, pois hoje sabemos que “TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ NO NOME DE JESUS”  (São Marcos 9,23São João 11,25-26), pois assim Jesus nos garantiu com sua palavra.

Naquele tempo muitos enfermos, doentes do corpo e da alma iam atrás de Jesus por toda parte buscando solução para seus problemas, foi de onde surgiu a conhecida frase “Quem não vem a Jesus por AMOR virá pela dor!”, afinal é a maior verdade que quase 100% daquela multidão que seguia Jesus não o seguiam pelo amor que tinham a Deus e sim pela necessidade do seu próprio corpo físico, seja por dor física ou peso na consciência.

Quando alguém recebia curas milagrosas também não era difícil encontrar incrédulos mesmo que tal cura tenha ocorrido em publico com diversas testemunhas (São João 9), mesmo quando os olhos enxergavam e presenciavam os milagres de Cura Divina, mesmo assim preferiam duvidar que realmente teriam acontecido buscando justificativas alternativas para explicarem o inexplicável, por isso Jesus lhes disse que “Os Piores cegos são aqueles que preferem não ver fechando seus olhos para a verdade” (São João 9).

A vontade de Deus e seu AMOR por nós não alteraram apesar de tantos anos terem se passado e como Jesus curava e Libertava as pessoas em nome de Deus Ele espera que nós façamos o mesmo ao seguir sua vontade e seus planos nos dias de hoje.

Assim também sabemos que toda ação neste sentido de fazer esta vontade de Deus causará a mesma reação nas pessoas neste tempo de hoje.

Haverão aqueles que não acreditam, duvidam e até combateriam as ações de Cura e Libertação seja particularmente, nas praças e ruas da cidade, em um encontro CARISMÁTICO e ou em uma Santa Missa de Cura & Libertação, porém o inverso também se faz real e as pessoas vão em massa ao encontro dos momentos e lugares onde Deus age curando e libertando as pessoas e é por isso que as Missa de Cura e Libertação permanecem sempre lotadas, porque não existe ninguém nesta terra que não necessite do grande Amor de Deus e de sua graça em suas vidas.


fachada_banner_missa_de_cura1


“Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar

o que estava perdido.”   (São Lucas 19,10)


Duvidas, perguntas & Respostas!


Devido ao fato de ser novidade para muitos estas palavras podem ocorrer muitas dúvidas principalmente quando participarmos de uma Santa Missa de Cura e Libertação e sermos testemunhas oculares dos milagres que Deus opera também nos dias de hoje, isto porque a reação das pessoas podem ser diversas e estranhas aos nossos olhos, porém para cada pergunta existe uma resposta e não tenham medo de buscar a verdade em Deus para que Ele possa agir cada vez melhor em sua vida e resgatar tantos enfermos neste mundo que ainda não experimentaram o grande amor de Deus.


Uma resposta:


Por que pessoas se sentem mal, sentem dores estranhas e até vomitam quando participam de Missas de Cura e Libertação ?


A resposta correta para esta pergunta pode ser longa, pois teria que observar diversos aspectos da vida íntima, presente e passada da pessoa em questão, sendo assim precisaria de um acompanhamento particular em cada caso auxiliado por pessoas conhecedoras do assunto, porém sabemos que o Ministério de Cura & Libertação tanto dentro da RCC como fora dela ainda esta em plena formação e nem sempre encontramos pessoas totalmente aptas para acompanhar esses casos em todos os lugares.

Com o surgimento das Missas de Cura & Libertação abertas ao público Católico, principalmente para pessoas que nunca tiveram acesso à graça de Deus anteriormente causa efeitos novos que exigem a formação de pessoas para atuarem nestas Missas assim como Jesus tinha seus Discípulos que o auxiliavam em suas pregações acolhendo as pessoas que se sentiam mal levando-as até a presença de Jesus que as curava integralmente.


Sintomas:


Podem ser diversos os sintomas que ocorrem em pessoas com problemas sejam eles simples dores de cabeça comuns, peso na consciência provenientes de pecados não confessados e ou opressão do inimigo em seu grau de maior ou menor gravidade.

Cabe a esta equipe preparada discernir em cada caso e dar prosseguimento à cura em cada um deles, porém o que mais ocorre são pessoas esconderem seus sintomas e não os manifestar naquele momento ou então as pessoas que estão à sua volta perceberem naquele momento e não participarem da solução daquele caso e assim surgem dúvidas que merecem a nossa atenção.

É comum acontecer em momentos de cura a exteriorização e manifestação do problema que está sendo curado ou seja, se alguém tem uma dor de cabeça crônica aquela dor se manifesta e desaparece para que fique demonstrado que aquela dor não existirá mais, por outro lado se o problema é espiritual e não físico pode ocorrer sintomas de expulsão física  “expulsão para fora do corpo de algo que está lhe prejudicando” mesmo que este algo não seja físico, assim é comum ter ânsia de vômito, pois o vômito é uma reação automática de expulsão de seu corpo de alguma coisa que lhe faz mal e em casos mais graves não só ocorre ânsia de vômito como o mesmo pode ser real e até apresentar coisas físicas que jamais foram ingeridas pela pessoa, isto explica que a pessoa está se libertando de algo que lhe faz mal e prejudica ou seja aquela coisa que é física ou não agora não está mais dentro de você e não pode mais lhe atingir ou fazer qualquer mal.

Neste caso podemos dizer que aquele que expele de dentro de si algo que lhe faz mal, agora está livre da causa  de seu mal e neste caso as pessoas precisam e devem ter acompanhamento para que permaneçam libertas daquele mal e não venham a reingerir o seu próprio vômito assim como São Pedro nos relembrou certa vez.

“Melhor fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, depois de tê-lo conhecido, tornarem atrás, abandonando a lei santa que lhes foi ensinada. 22. Aconteceu-lhes o que diz com razão o provérbio: O cão voltou ao seu vômito (Pr 26,11); e: A porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.” (2 Pedro 2,21-22).


Se você tem alguma dúvida diferente desta, deixe aqui nos comentários abaixo e procuraremos dar uma resposta.



https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg?w=130&h=120
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 Miguél Arcanjo

 


Anúncios

2 Respostas

  1. Eu tenho uma duvida, exatamente no termo missa por cura e libertação, toda missa tem JESUS eucarístico, e é ele quem cura e liberta, não seria essas missas, uma forma de estar arrecadando mais, como os nossos irmãos evangélicos, não seria um meio de promoção pessoal, não seria um meio de dividir a igreja pois as pessoas só correm atrás dos padres que fazem estas missas, não estamos vendendo uma fé descompromissada com o evangelho, é certo as pessoas irem de comunidade em comunidade só buscando as coisas do senhor e não o senhor das coisas, e vão atrás dos milagres e deixam até os compromissos de suas comunidades.
    Acho que precisamos abrir uma conversa aberta sobre isso, sem contar os grupos de oração, que cada vez mais estão se esvaziando, aqui deixo claro, que não só por causa das missas, mas também por essa causa. DEUS abençoe.

    Curtir

    • Olá Roberto
      Paz de Cristo
      Como está escrito no texto, gostaria de destacar novamente “TODA MISSA É MISSA DE CURA E LIBERTAÇÃO”, pois está em seu contexto a oração de libertação onde diz “Sou pecador, Cristo tende piedade de mim”, temos também uma parte onde o Sacerdote ora por toda a comunidade e especificamente pelos doentes, porém quando estamos em uma missa comum, todas essas partes são muito resumidas e sem tempo de resposta dos participantes, pois toda Missa ela engloba uma série de objetivos em comum e no caso das Missas de Cura e Libertação elas dedicam uma maior parte de seu tempo e especificamente é dirigida aos enfermos.
      Como dissemos, toda Missa continuará sendo de cura e libertação, isto porque é uma ordem expressa de Jesus que seus Discípulos deveriam orar e curar os enfermos antes de continuar a pregação, ou seja, a cura e a libertação vem antes da alimentação, mais especificamente, Quando se recolhe uma ovelha machucada e doente, primeiro devemos limpar e curar as suas feridas e só depois de consolada devemos alimentá-la.
      Sendo assim, quando se realiza uma Missa de Cura e Libertação, não se está fazendo nada do que apenas cumprir o que o próprio Jesus mandou e neste caso apenas com um objetivo mais direcionado, pois a Missa teria como objetivo atrair as pessoas mais necessitadas e machucadas pelo pecado já que estas pessoas geralmente não iriam em uma missa comum e teriam uma oportunidade de se aproximar de Jesus através desta cura.
      Todos nós sabemos que Jesus curou muitos enfermos e que muitas pessoas o seguiam apenas porque poderiam receber dele a cura que o mundo não podia lhes dar, o próprio Jesus bem sabia deste fato, porém jamais negou sequer um dos pedidos que lhe faziam e jamais expulsou as multidões que o seguiam, mesmo quando passavam fome, fato este então que faz parte de nosso ministério atender estas multidões como Jesus fazia e assim como Jesus também não devemos negar auxílio aos pecadores, machucados e perdidos, pois a palavra de Jesus salva, cura e liberta e assim não seria nada de diferente ou errado realizar estas Missas.
      O que você pode reclamar seria do anuncio, o marketing e a oferta exagerada, porém quando realizamos algo em que Deus se manifesta verdadeiramente não seria preciso o Marketing e nem a propaganda, pois as Igrejas estariam mesmo sempre lotadas e caso um Sacerdote não faça a vontade de Deus e nem sequer obedeça a ordem direta de Jesus não possibilitando momentos de cura e libertação em suas celebrações ele também não poderá reclamar se suas ovelhas feridas e machucadas começarem a procurar por outros pastores que as atenda e cure e neste caso em particular se nós não cuidamos de nosso rebanho e os deixarmos sofrendo com suas feridas abertas, certamente outras igrejas que lhes ofereçam apenas um analgésico já será o suficiente para irem ao seu encontro e se afastarem da verdadeira Igreja, isto porque não estaríamos cuidando de nossas ovelhas como deveríamos e pelo que eu saiba também e em todas as missas de cura e libertação que participei jamais teve o objetivo de arrecadação, pode ser até que se arrecade mais, porque quem está feliz, satisfeito, curado e liberto estará sempre com o coração mais aberto e generoso e neste caso quem não satisfaz as necessidades de suas ovelhas logicamente terá uma Igreja mais vazia e com menor arrecadação, não porque era esse o objetivo e sim porque é uma conseqüência natural.
      Com relação às pessoas buscarem a Jesus pelos seus Dons e não por quem Ele É, não seria novidade, pois sempre foi assim mesmo o que nos resta é saber aproveitar a oportunidade e não simplesmente dar a cura sem evangelizar, porque quando usamos uma isca para pescar um peixe o objetivo não é alimentar os peixes e sim fisgá-los, mas se não estivermos alcançando este objetivo ai sim estaremos com problemas, mas não porque curamos as pessoas e sim porque não conseguimos conquistá-las para Cristo.

      Paz de Cristo
      Sizenando

      Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: