Ninguém Jamais viu a Deus!


Recebi um comentário dia 24/06/2011 at 00:33, que afirmava exatamente o título deste Post, que nada mais seria que um versículo Bíblico se não fossem as observações que se seguiram:



Cit […] – João, o apóstolo a quem Jesus especialmente amava, confirmou o fato de que os apóstolos não viam a Deus quando contemplavam a Jesus. Sob inspiração, João disse: “Nenhum homem jamais viu a Deus.” (João 1:18).[…]

Veja que a citação não inclui a segunda parte do versículo que diz :


“O Filho único, que está no seio do Pai, foi quem o REVELOU.


Revelou quem ?

Revelou o que ?


Revelou a Deus é claro!… cujo nome foi citado na primeira parte do versículo.  Na verdade este é o assunto do qual se trata todo o evangelho de São João. A Revelação de Deus através de seu Filho unigênito que foi enviado por Deus sendo gerado no seio da Virgem Maria e nasceu entre nós, tudo isto conforme predito pelos Profetas.



“E acrescentou: “Não podes ver a minha face, porque homem algum pode ver-me e continuar vivo. […] ”                                      (Êxodo 33:20)

Resposta:



A Palavra de Deus é a verdade e não se contradiz, por isso o comentarista teria toda razão em fazer tal afirmação se o ponto final das Sagradas escrituras fosse na primeira parte do versículo 18, mas pelo que vemos, este ponto não é o final e sim apenas aquele que divide toda a história da humanidade em duas partes, que seria, antes e depois da Revelação de Jesus Cristo ao homem.

No entanto existe uma ordem cronológica nos dados apresentados e um dado antigo não pode se sobrepor ao mais recente.

O Comentarista citou dois versículos um do antigo testamento e o outro da abertura do novo testamento, exatamente o ponto em que São João confirma seu ponto de vista fazendo a abertura uma nova revelação que se seguiria.

Veja que João afirma o que realmente era no passado.  Até aquele ponto da historia, mas como todos nós sabemos o acontecimento ao qual João iria se referir é exatamente o cumprimento de uma promessa Divina de se revelar por inteiro ao Homem que criara.

O Nascimento de Jesus é o cumprimento de uma promessa, se você acredita que Jesus é o filho de Deus e que Ele próprio é Deus, como você pode negar que Deus se revelou ao homem?

Se o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus e Deus se fez à imagem e semelhança humana na pessoa de Jesus “Em carne humana”, porque julgamos que sua aparência não seja a aparência Divina ?

Não dizemos que o filho é a cara do Pai?
E neste caso quem seria o Pai de Jesus ?

Podemos até dizer que Deus não mostrou a sua face “ou sua aparência física” a Moisés, mas o que dizer da aparência física de Jesus que é Deus em pessoa humana ?

E o que dizer também quando Jesus se transfigurou na presença de seus discípulos ?

Seria sua aparência transfigurada uma mera aparência humana carnal ?

E depois que Jesus morreu e ressuscitou, Ele não era mais um ser humano comum, pois podia aparecer e desaparecer em salas fechadas, ou em cidades distantes e ao mesmo tempo estar em outro lugar, depois também este mesmo Jesus de aparência humana se elevou ao céu e voltou para o lugar de onde teria vindo, isto, usando as suas próprias palavras, sem dizer que neste momento ele não se transformou em fumaça ou em um raio de luz, mas subiu para o céu assim como estava em sua aparência física de forma humana, por que então negar que a sua aparência seria realmente esta ou afirmar que seria uma outra que jamais vimos?


Vejamos o que o próprio Jesus diz a este respeito:


Todas as coisas me foram dadas por meu Pai; ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho quiser revelá-lo.          (São Mateus 11,27)


O Que significa conhecer a Deus, ou o que significa a frase proferida pelos Apóstolos naquela ocasião?

(São João 14,8)

Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta.

Por que queremos ver o Pai ?
Por que o homem quer ver a Deus ?
Por que o homem julga a aparência externa de Deus ?
Por acaso é uma duvida a respeito de sua existência ?

A resposta de Jesus a Felipe foi simples e direta:

9 – Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai… 10 – Não credes que estou no Pai, e que o Pai está em mim?

Neste ponto do evangelho, já não podemos mais afirmar que Deus não se revelou ao homem e sim exatamente ao contrário, porque já não existe mais mistério na aparência Divina, pois foi o Próprio Deus através de Jesus que nos revelou esta verdade…

As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é que realiza as suas próprias obras. 11. Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa destas obras.

Sendo assim morre a afirmação anterior pois na cronologia da história este segundo fato vem após o primeiro e se antes Deus não havia se revelado, hoje já podemos contemplá-lo face a face, pois Ele se faz vivo e presente no meio de nós e ainda mais, o próprio Deus veio habitar em cada coração através de seu Espírito Santo, que nos revela ainda mais do que podemos imaginar.

A verdade é que, hoje todos nós podemos conhecer a Deus, pois Ele se revelou a nós através de Jesus.

(São João 15) – 15. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor. Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai.

Eu lhe respondo à sua afirmação anterior com as palavras de Jesus a Felipe… e que aliás são palavras escritas no mesmo evangelho de São João um pouco mais a frente, veja que o motivo de que João abriu o seu evangelho com esta afirmação foi exatamente para fecha-lo com esta outra afirmação…

Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai ?…


Como pois dizes, ninguém viu o Pai ?


Por que afinal você acha que Jesus veio a este mundo ?

Foi para acabar de vez com esta duvida que pairava nos corações e para termos a certeza de que realmente existe um Deus que é Real e visível para nós, veja que é exatamente isto que comemoramos em Corpus Christi, a presença REAL DE JESUS na EUCARISTIA uma vez que foi sua própria afirmação que permaneceria para sempre no meio de nós e que seu corpo e seu sangue era o pão que veio do Céu para o nosso alimento espiritual.

Afinal de contas, Jesus está ou não está presente na Eucaristia?

Esta duvida está no coração de muitas pessoas e mesmo que Jesus declare e mostre a sua verdade ainda existirão pessoas como os Discípulos de Emaus ou até mesmo como o próprio São Tomé que queria enfiar o dedo no lado aberto de Jesus para acreditar que Ele realmente estaria vivo e não morto.



Não são poucos os milagres Eucarísticos que aconteceram em vários locais do mundo, mas mesmo estando disponível e exposto para que as pessoas coloquem o dedo e vejam com os próprios olhos, de nada adianta ainda existirão pessoas que duvidarão desta verdade, espero pelo menos que aqueles que duvidam, antes de afirmarem as suas duvidas, que possam pelo menos colocar o dedo na ferida de Jesus assim como São Tomé, que aliás falou da boca pra fora, pois não teve a coragem de enfiar o dedo no lado aberto de Jesus, acreditou apenas com a visualização de sua pessoa e em sua palavra, mas Jesus declara que muito mais bem aventurados seremos nós que acreditamos em suas palavras sem termos visto ou ouvido assim como viram e ouviram os Apóstolos que o seguiram.

Que Deus vos abençoe

Sizenando / presentepravoce


Conhecendo_jesus_pessoalmente

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: