Santa Missa Diária – OnLine – SantaCarona.





SANTA MISSA DIÁRIA ONLINE


O Santa Carona está disponibilizando em sua página do YOUTUBE  para todos os Católicos nestes tempos de Pandemia do Coronavírus a possibilidade de acompanhar diariamente a Santa Missa através de seu canal.

 VENHA PARTICIPAR CONOSCO

Todos os dias a partir das 19:00 hs iniciando com o Santo Terço e as 19:30 hs a Santa Missa.

Aproveite para ver outras postagens com entrevistas exclusivas com personagens conhecidos no meio Católico como músicos, pregadores, Sacerdotes e outras curiosidades.

Apoie nos se inscrevendo no canal, estamos em campanha para atingir o mais rápido possível os 100.000 inscritos.


NOSSO LINK NO YOUTUBE

https://www.youtube.com/user/santacarona


VEJA OUTROS TEMAS EM NOSSO BLOG




 


O Milagre do pouco – 5 pães e 2 peixes.




Entre os milagres que Jesus realizou, existe um que pode nos ajudar a refletir sobre o nosso presente, como também sobre o nosso possível futuro.

O Evangelho de Jesus Cristo segundo João (6,1-15) narra a multiplicação dos pães e dos peixes, realizado por Jesus de Nazaré, para alimentar uma grande multidão, composta de cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças.

Na verdade, o próprio Jesus não tinha nada no seu bornal para compartilhar com aquelas pessoas. No entanto, havia ali um menino com cinco pães de cevada e dois peixes, e que colocou o que tinha à disposição do Mestre, para que pudesse multiplicar em grande quantidade, tanto que, depois de terem comido, recolheram doze cestos dos pedaços que sobraram.

O autor do milagre é, sem dúvida, Jesus, mas se aquele menino não estivesse ali com o pouco que tinha colocado à disposição de todos, aquela multidão que tinha seguido o Messias não teria saciado a sua fome.

No contexto em que vivemos atualmente, repleto de lutas, correria e desespero, renúncias e sofrimentos, caracterizado por uma realidade politico-sócio-econômica-cultural dramática, o gesto desse menino, que põe à disposição o seu “quase nada” para os outros é, sem dúvida, uma referência para toda a comunidade humana, seja ela cristã ou não.

Naquele contexto histórico de limitação concreta, aquele menino, sem pensar ou refletir muito sobre a condição transcendental do homem, sobre as tendências e condições sexuais de cada um ou sobre a possibilidade de ganhar algo em troca, coloca tudo o que tem à disposição para todos os que ali estavam famintos.

Parece que ele havia compreendido que o que deveria determinar a sua ação era, de fato, a necessidade humana ali manifestada. A vida humana ameaçada, nesse caso, pela fome.

Aqui e agora, nós também, sem muitas considerações de merecimentos ou outras quaisquer condições, somos chamados como comunidade internacional, nacional e local, mas também enquanto indivíduos, a imitar o comportamento daquele menino com os seus cinco pãezinhos e dois peixinhos. Aliás, a empatia demonstrada pelo menino é cada vez mais urgente, como é urgente mais humanidade.

O nosso Brasil, no atual contexto, se quiser encontrar alguma possibilidade ou oportunidade de renovação, precisa colocar de lado os próprios egoísmos descobrindo, com coragem, como abrir-se à possibilidade de uma existência baseada na confiança recíproca, na centralidade da pessoa, na honestidade nas atividades das Instituições, como também no desenvolvimento e busca pelo trabalho justo e digno, colocando alguma coisa de cada um, ainda que pouco, para os outros. Altruísmo, sim!

As questões econômicas, à luz das recentes descobertas de corrupção na política e dos políticos, que estamos presenciando e sofrendo ultimamente, nos induzem a pensar que um país unido pela superação do descrédito nas instituições, pela ética e honestidade para vencer a corrupção passa, necessariamente, por uma nova postura baseada não nos interesses dos grandes grupos financeiros que exploram para ganhar e lucrar cada vez mais. Não esperemos isso deles! O menino dos cinco pães e dos dois peixes nos ensina a lição de que isso deixa de ser utopia quando começa por mim e comigo.

Se não houver disposição para um salto de qualidade de postura e comportamento humanos, de colocar o pouco de cada um à disposição do bem comum, em todos os setores da vida social, nenhuma eleição possibilitará a melhora e o desenvolvimento das condições sociais, indiferentemente dos candidatos que teremos na disputa eleitoral.

A crise econômica acompanhada e alimentada por uma crise cultural e de valores, nos coloca seriamente diante de um limite: a única saída está na constatação de que já não é possível considerar a coisa pública, de modo geral, como até agora tem sido feito e pensado. O país não suporta mais!

Para mudar essa “marcha” para a superação e o avanço, além do esforço das instituições e movimentos, leigos e/ou religiosos é necessária, antes de tudo, uma renovação/reforma política real – não a mera substituição dos nomes nas siglas dos partidos – chamada a formar as futuras gerações para administrar e gerir o bem comum como opção para uma verdadeira busca do bem de todos e de cada um.

Para que isso ocorra, ouso dizer, todos os sujeitos políticos, não apenas os homens da política, antigos e recentes, tem um único caminho para oferecer algo novo: colocar à disposição o que possuem, apresentar a sua boa vontade para com o todo, sem esconder ou roubar para si, como fez o menino do Evangelho, ainda que sejam cinco pães e dois peixes.


Frei Alfredo Francisco de Souza, SIA – Missionário Inaciano


 



WALLPAPERS




Frases e Ensinamentos de Francisco de Assis.



Os mais Conhecidos e Melhores Ensinamentos e Frases de Francisco de Assis.




Os 12 ensinamentos de São Francisco de Assis


São Francisco de Assis ensinou muito. Falou sobre fé, humildade, amor ao próximo, compaixão. Conheça alguns de seus  ensinamentos mais divulgados, um verdadeiro legado para a humanidade.

Quem foi São Francisco de Assis

Batizado com o nome de Francisco Bernardone e nascido na Itália em 1182, Francisco de Assis foi canonizado pela Igreja Católica em 16 de julho de 1228 devido ao seu estilo de vida, baseado nos ensinamentos da Bíblia: viver humildemente.

Além de ser conhecido pela vida de pobreza e humildade, São Francisco de Assis também é muito conhecido como padroeiro dos animais.

As maiores bençãos de São Francisco de Assis foram os ensinamentos deixados para nós, para que sejamos cada vez mais pessoas melhores para com o próximo e desta forma estar cada vez mais perto dos ensinamentos de Deus.


Francisco de Assis

“Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado… Resignação para aceitar o que não pode ser mudado… E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Onde há amor e sabedoria, não tem temor e nem ignorância.”



Francisco de Assis

“Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras.”


Francisco de Assis

“O que temer? Nada. A quem temer? Ninguém. Por que? Porque aqueles que se unem a Deus obtém três grandes privilégios: onipotência sem poder; embriaguez, sem vinho e vida sem morte.”



Francisco de Assis

“Não te envergonhes se, às vezes, animais estejam mais próximos de ti do que pessoas. Eles também são teus irmãos.”


Francisco de Assis

“Devemos aceitar com serenidade as coisas que não podemos modificar, ter coragem para modificar as que podemos e sabedoria para perceber a diferença.”



Francisco de Assis

“Pregue o Evangelho em todo tempo. Se necessário, use palavras.”
― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem. Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda. Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida.”



Francisco de Assis

Enche-se de felicidade aquele que vê, sem inveja, a felicidade dos outros.”
― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Um ser humano vale o que ele é aos olhos de Deus e nada mais.”



Francisco de Assis

“Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível.”


Francisco de Assis

“O homem deveria tremer, o mundo deveria vibrar, o Céu inteiro deveria comover-se profundamente quando o Filho de Deus aparece sobre o altar nas mãos do sacerdote.”



Francisco de Assis

“Já foi o tempo em que acreditei em palavras.”


Francisco de Assis

“Todos os seres são iguais, pela sua origem, seus direitos naturais e divinos e seu objetivo final.”



Francisco de Assis

“Irmãos comecemos, pois até agora pouco ou nada fizemos.”


Francisco de Assis

“Para pregar a Paz, primeiro você deve ter a Paz dentro de você. Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.”


Francisco de Assis

“Tome cuidado com a sua vida, talvez ela seja o único evangelho que as pessoas leiam.”


Francisco de Assis

“Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro e, ninguém é totalmente destituído de valores que não possa ensinar algo ao seu irmão.”

― Francisco de Assis



Francisco de Assis

“Porque os anjos têm asas como as aves. Porque os homens têm pêlos como os bichos. E todos nós temos alma como Deus!”


Francisco de Assis

“Não vos esforceis pelas honras do mundo, mas honrai o SENHOR.”


Francisco de Assis

“A cortesia é irmã da caridade, que apaga o ódio e fomenta o amor.”


Francisco de Assis

“Meu Deus é meu tudo.”

>― Francisco de Assis



Francisco de Assis

“É, pois uma grande vergonha para nós outros servos de Deus, terem os santos praticados tais obras, e nós querermos receber honra e glória somente por contar e pregar os que eles fizeram.”

>― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Irmão lobo, você prejudica a muitos nestas paragens e faz um grande mal. Todas estas pessoas o acusam e o amaldiçoam. Mas, irmão lobo, eu gostaria de fazer a paz entre você e essas pessoas.”

>― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“O que era amargo tornou-se doce.”

>― Francisco de Assis



Francisco de Assis

“Que a paz de Deus esteja com você.”

>― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Quem a tudo renuncia, tudo receberá.”

>― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Irmão Antônio, tu tens muito estudo. Mas jamais te esqueças da oração…”

― Francisco de Assis



Francisco de Assis

“Aprendamos com as pedras…”

― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“O céu é que sustenta a Terra.”

>― Francisco de Assis


Francisco de Assis

“… doravante não direi mais pai Bernardone, mas Pai nosso que estás no céu…”

>― Francisco de Assis



Francisco de Assis

“Se algo rouba a paz no meu coração é porque ocupou o lugar de Deus.”

Francisco de Assis


Francisco de Assis

“O bem que espero é tão grande que todo sofrimento é prazer para mim.”

Francisco de Assis


Francisco de Assis

“Choro as dores e humilhações do meu Senhor. O que mais me faz chorar é que os homens, por quem Ele sofreu tanto, vivem esquecidos d’Ele.”

Francisco de Assis


Francisco de Assis

Quando digo Ave Maria, os céus sorriem os anjos se rejubilam, o mundo se alegra, treme o inferno e fogem os demônios. Vos sois ó Maria, a filha do Altíssimo Pai Celestial, a Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo e a esposa do Divino Espírito Santo.

Francisco de Assis


Francisco de Assis

(…) O Amor não é amado! Como é que os homens podem amar uns aos outros se não amam o Amor?

Francisco de Assis


Francisco de Assis

Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo

Francisco de Assis


Francisco de Assis

“”

Francisco de Assis


Francisco de Assis

“”

Francisco de Assis




Quando Deus Manda, até o diabo obedece.



O mundo evoluiu tecnologicamente tão rápido e de tal maneira que nos possibilitou novas maneiras de se conectar com outras pessoas até mesmo do outro lado do planeta. Antes para que um evangelizador pudesse alcançar um novo discípulo ou uma nova conversão ele precisaria de um navio e viajar muitos Kilômetros até chegar em um território inexplorado, hoje podemos alcançar todo o planeta sem sair do lugar e sem nem mesmo precisar falar todas as línguas e dialetos do mundo, já que qualquer texto ou diálogo pode ser traduzido instantaneamente pelos aplicativos eletrônicos disponíveis na NET.

Podemos dizer que estas invenções modernas nos trazem muitas vantagens, mas no entanto elas nos trazem também diversas desvantagens que precisam ser analisadas e evitadas, uma delas é a possibilidade de falar, ensinar, testemunhar, mas na hora de ter que estender a mão para auxiliar alguém, se torna impossível pela distância que nos separa e assim nosso testemunho fica prejudicado, no entanto, Nosso Deus que é poderoso e cheio de Misericórdia consegue realizar verdadeiros milagres para que seu amor seja cada vez mais conhecido e divulgado, até mesmo quando o inimigo tenta sabotar de todas as formas esta evangelização, a estorinha que se segue é um exemplo de que O Amor de Deus supera todo o Mal.





Uma senhora Idosa pobre telefonou para um programa religioso de TV pedindo ajuda. O pastor eletrônico sugeriu que orasse bastante pois seus desejos seriam atendidos pelo Todo-Poderoso.

O capeta, que se divertia assistindo ao show e tinha acabado de fazer um curso de “MARKETING DO MAL(*) online, resolveu colocar em prática seu aprendizado pegando uma carona na ocasião e aproveitando para fazer propaganda de si mesmo visando a possível aquisição de mais uma consciência televisiva.

Levantou o endereço da mulher e convocou seus assessores. Ordenou-lhes que comprassem uma cesta básica bem farta e a levassem imediatamente para a pobre coitada da senhora, com a seguinte orientação:

— Quando ela perguntar quem mandou a cesta, digam que foi o DIABO, número 666! Assim ele iria divulgar o seu nome e ganhar a fama de bonzinho.

Ao chegarem no barraco, a mulher os recebeu inocentemente com enorme alegria e foi logo guardando os alimentos.

Os paus mandados do “demo”, conforme a orientação recebida, perguntaram:

— A senhora não quer saber quem lhe enviou estes mantimentos?

A mulher, na sua simplicidade e sabedoria de fé convicta, respondeu:

— Não, meu filho, não é preciso.

Quando Deus manda, até o diabo obedece! (*2)


Moral da história:


Os homens podem falhar, pecar e não amar o próximo como Jesus nos ensinou, dando contra testemunho na sua missão de evangelizar;

O diabo pode tentar aproveitar das situações ruins para ganhar pontos a seu favor;

Mas a verdade será sempre a mesma.

DEUS nunca falha e até mesmo usa as situações mais difíceis para demonstrar o seu amor atendendo nossas orações por caminhos milagrosos que jamais poderíamos imaginar.”


(*2)”Por isso, Deus o exaltou soberanamente e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos. E toda língua confesse, para a glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é Senhor.”      Filipenses, 2,9-11 




Você está em dúvida sobre qual é sua vocação?




Outro dia, meu filho de 5 anos me disse: “Mãe, quando eu crescer vou ser veterinário de zoológico, vou casar e ter 5 filhos”. Na hora dei risada e lhe respondi: “Filho, falta muito tempo ainda, você pode mudar de ideia”. Mas, ele foi categórico em afirmar seus planos já pré-estabelecidos.


Jaqueline Moreira
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator



Isto é Vocação ?



Fiquei pensando quantas dúvidas existem acerca da vocação! Quantas vezes nós, já adultos e formados, não temos certeza sobre qual caminho seguir ou se as escolhas que fizemos foram certas.

Por isso, gostaria de lhe propor a ir muito além de uma simples reflexão – caso ou compro uma bicicleta.

Proponho perguntar a Deus: “Quais são os teus planos para mim? O que tu sonhastes para mim?”.

Nesta pergunta, ou antes dela, cabe uma reflexão se alguma vez você perguntou a Deus qual é sua vocação, pois esse é o chamado mais profundo e íntimo que Ele designou para você antes mesmo de nascer.

Sim, Deus te projetou para algo que somente você pode realizar e a vocação é algo a ser decifrado, uma trilha a percorrer, um caminho que só é descoberto quando damos passos nessa direção.

Como uma mata fechada que espera o explorador, nesta exploração é possível perceber coisas jamais vistas, novidades e tesouros impensados, que só quando enveredar por essas matas vai ser capaz de descobrir.

Este é um mistério que somente você pode descobrir! Seu chamado de ser e agir é único e irrepetível.

Talvez você se questione nesse momento: “Que loucura isso, já estou vivido, já escolhi meu estado de vida (matrimônio, sacerdócio ou celibato) e profissão. O que mais preciso descobrir?”.

Alguns acham que o chamado a uma vocação é algo restrito aos padres e religiosos, mas isso é um engano porque cada homem foi criado por Deus a uma vocação específica. A um chamado à liberdade. A vocação cristã diz respeito a todo batizado que quer viver autenticamente e na radicalidade do seu batismo – como leigo, leigo consagrado, sacerdote ou celibatário.

A pergunta deve ser: “Como posso te amar mais, Senhor?”.

Eu, Jaqueline como leiga, esposa e mãe de 3 filhos, assim como os discípulos, perguntei a Jesus: “Onde vives?”. E a resposta foi a mesma que os discípulos receberam: “Vinde e vede!”.  (cf. Jo 1,38-39)

Senti-me impelida a dar a minha vida. Como toda decisão feita na juventude, ela precisou ser regada com uma dose de fé, cuidada e zelada. Como uma plantinha que cresce, precisou mudar de vaso e, muitas vezes, ser adubada.



Hoje vivo como leiga que deu sua vida e sua família pelo Reino, pela Igreja. E isso é possível porque já estava inscrito em minha vida, porque Deus pensou isso para mim e me capacitou a dizer “Sim!”. E, me capacita até hoje.

Deus não nos pede nada que não podemos suportar e, como São João Paulo II disse: “Deus não nos tira nada. Ele nos dá tudo”.

Encontrar a vocação é descobrir para que viemos ao mundo, para que Deus nos criou.  Se descobrirmos isso, descobriremos o sentido do nosso existir e o caminho da nossa mais plena realização.

Vivemos muito tempo frustrados e insatisfeitos, sem sentido para a vida, mas vivemos assim porque ainda não descobrimos nosso chamado mais profundo, onde de fato nos realizaremos plenamente.

Mas, a realização plena, a autorrealização se dá quando descobrimos que existe algo que Deus pensou para nós, uma missão pessoal, um chamado íntimo que Ele fez e pensou para cada um, individualmente. Somente nos realizamos quando o caminho que trilhamos coincide com o projeto de Deus e, aí, podemos nos comprometer com Ele, dando nosso melhor, alcançando a plenitude, um maior grau de santidade.

Como descobrir a vocação?

Na verdade, desde pequenos deveríamos ser estimulados a refletir sobre isso. Deveria fazer parte do desenvolvimento humano desde a infância aspirar a nossa vocação, e isso deveria ser amadurecido gradativamente para que, chegando a juventude, o momento das escolhas, pudéssemos nos questionar com maturidade.

Tendo plena consciência dos limites e fraquezas, também dos dons e capacitações, seria muito mais fácil dizer sim a algo radical, a uma vocação, a um chamado porque seríamos capazes de assumi-lo com responsabilidade e determinação.

A partir do momento que a pessoa faz o discernimento de sua vocação na fase adulta, ela pode definir seu estado de vida, que deve ser coerente com a própria vocação. Assumindo a vocação e o estado de vida, então, ela pode trilhar o caminho que Deus pensou para ela.

Mas, não é esse o caminho natural, não somos educados e nem educamos nossos filhos para se questionarem sobre tem um chamado, uma vocação. Na verdade, educamos para que eles decidam-se por algo que gostem, que lhes dê dinheiro e conforto.

Só que a descoberta da vocação, muitas vezes, não traz conforto. Ela desinstala, exige renúncia e cruz. Afinal, foi assim que Jesus nos ensinou: “Quem quiser me seguir, tome sua cruz e siga-me” (Mt. 16,24).

Exige, muitas vezes, que andemos na contramão dos planos predeterminados para nós; exige que os renunciemos, para que possamos descobrir e ouvir a voz de Deus que nos chama.

Vocação profissional um caminho de santidade

Mesmo dentro da profissão que você tem certeza que é sua vocação, você pode santificar e transformar a maneira de exercê-la, sendo santo no mundo.

Um grande exemplo dessa santidade através da profissão é São José Moscati, médico, que sentiu que seu chamado à medicina ia muito além de um atendimento às pessoas, mas era seu dever amar cada doente e dar a vida por eles.

Mas, isso só é possível descobrir, como disse acima, perguntando para Jesus e, a partir daí, fazer o discernimento vocacional junto com um diretor espiritual, um padre ou leigo amadurecido na fé, que possa lhe ajudar e direcionar.

Isso exige que você tenha fé e intimidade com Deus para escutá-lo. Exige muito mais decisão de seguir aquilo que o Senhor te aponta.

Talvez a pergunta que te inquiete nesse momento seja esta: “Mas, onde e como devo procurar a minha vocação?”. O primeiro passo é a oração e a intimidade com Deus: “Fala, Senhor, que teu Servo escuta”, como nos fala a palavra em 1 Samuel 3,10.

E depois, percebendo os movimentos e carismas que há na Igreja, inspirados pelo Espírito Santo, que são um socorro ao povo de Deus.

Existem inúmeras vocações na Igreja, manifestações, maneiras de dar-se mais a Deus e ao seu povo. Existe um lugar com o qual o teu coração se sentirá unido e perceberá que aquele povo é o teu povo, que aquele carisma, que a missão daquela comunidade te inspira te toca também.

Existe um carisma, movimento ou pastoral que vive daquela maneira que você sempre aspirou e desejou viver. Podemos dizer, de maneira bem simples, que existe um lugar na Igreja que combina com você.

Para a descoberta da vocação é necessário duas vozes: uma que Chama: “Samuel, Samuel” e outra que responde: “Fala, Senhor, que teu servo escuta”.

Deus te chama, Ele tem te chamado a seguir uma vocação! Não tenha medo de escutá-lo, não adie sua felicidade plena, não tenha medo de dizer “sim”, de responder aos apelos do Senhor.



Jaqueline Moreira
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator


Quer Saber Mais sobre Vocação?

Click aqui.





Olha o que Deus fez comigo!

Oração da Humildade de Madre Teresa de Caucutá.



A Santa da Humildade e da doação de si mesma.


“CORAGEM!!! Quando Deus não desiste de você e insiste em dizer que és o escolhido d’Ele, que precisas de coragem para colocar teus dons a serviço da igreja, escolhendo apenas Ele como OPÇÃO DE VIDA, e tendo MARIA SANTÍSSIMA como exemplo de mulher/mãe, nossa mãe, que além disso soube ser missionária nos pequenos gestos! SOBRE SER AMADA, GRATIDÃO.”





Senhor, quando eu tiver fome,
dai-me alguém que necessite de comida.
Quando tiver sede,
dai-me alguém que precise de água.
Quando sentir frio,
dai-me alguém que necessite de calor.
Quando tiver um aborrecimento,
dai-me alguém que necessite de consolo.
Quando minha cruz parecer pesada,
deixe-me compartilhar a cruz do outro.
Quando me achar pobre,
ponde a meu lado alguém necessitado.
Quanto não tiver tempo,
dai-me alguém que precise
de alguns dos meus minutos.
Quando sofrer humilhação,
dai-me ocasião para elogiar alguém.
Quando estiver desanimada,
dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.
Quando sentir a necessidade
da compreensão dos outros,
dai-me alguém que necessite da minha.
Quando sentir necessidade de que cuidem de mim,
dai-me alguém que eu tenha de atender.
Quando pensar em mim mesma,
voltai minha atenção para outra pessoa.
Tornai-nos dignos, Senhor,
de servir nossos irmãos
que vivem e morrem pobres e com fome,
no mundo de hoje.
Dai-lhes, através das nossas mãos,
o pão de cada dia e dai-lhes,
graças ao nosso amor compassivo,
a paz e a alegria.



(Santa Madre Teresa de Calcutá)






Santa Madre Teresa de Calcutá nos ensinou tanto sobre simplicidade, doação e santidade através dos seu exemplo. Viveu de forma tão simples, se doando tão completamente aos mais pobres dos pobres que suas frases a descrevem com perfeição…. “Buscar a face de Deus em tudo, em todos, o tempo todo, e a mão dele em tudo o que acontece; é isso o que significa ser contemplativo no coração do mundo. Ver e adorar a presença de Jesus, especialmente na aparência humilde do pão e no angustiante disfarce de pobre.” E nos mostrou o caminho: “Nós temos que transformar o nosso amor a Deus em ação viva. Qual é o meu pensamento? Eu vejo Jesus em cada ser humano.” “O que você está fazendo, eu não posso fazer; o que eu estou fazendo, você não pode fazer. Mas juntos nós estamos fazendo uma coisa bonita para Deus, e esta é a grandeza do amor de Deus por nós: a oportunidade de ser santos pelas obras de amor que fazemos, porque a santidade não é um luxo de poucos. É um dever muito simples para você e para mim. Você, na sua posição e no seu trabalho; eu e os outros, cada um de nós, no trabalho, na vida em que demos a nossa palavra de honra para Deus. Nós temos que transformar o nosso amor a Deus em ação viva.”

Santa Madre Teresa de Calcutá, rogai por nós!



BAIXE O SLIDE PARA USUFRUIR DAS ANIMAÇÕES E O SOM





Creia_no_Senhor_Jesus_e_seras_Salvo_Tu_e_Tua_Casa_3 padre-leo-lk

2 Frases de: 1

Madre Teresa de Calcutá . PPT


Frases de: 2

Madre Teresa de Calcutá . PPT


Natal

POEMA DA PAZ

Santa Madre Teresa



(Madre Teresa de Calcutá)


IMAGENS ACERVO PINTEREST

Veja_mais_no_facebook_presentepravoce


 

Não Desprezes a Graça do Perdão.



Três Cruzes – Três Opções

Duas estórias de PERDÃO semelhantes com resultados diferentes assim como os dois ladrões ao lado de Jesus na Cruz.


Qual seria a sua opção?

Será que eu também preciso de perdão?



1 – O Jovem condenado à Forca!

Na época do Velho oeste Americano, Dois Jovens se desentenderam por um motivo fútil e começaram uma discussão que se agravou tornando-se uma luta, ao levar um soco um dos jovens caiu em cima de uma pedra e veio a óbito ali mesmo com varias testemunhas.

O jovem então foi preso e condenado à forca pelo crime de homicídio. Os moradores que testemunharam o fato ocorrido e conheciam aquele jovem condenado acharam que a pena fora muito grave pelo crime cometido, já que ele não teve a intenção de matar o amigo e sim foi uma consequência das circunstâncias da queda.

O povo então fez uma petição que foi encaminhada ao Governador que tinha o poder de “DAR UMA CARTA DE PERDÃO”, suspendendo a pena daquele jovem apesar do crime cometido e deram vários motivos pelo qual o jovem merecia o perdão e anulação da sentença.

O governador comovido com aquelas ponderações, então, considerou perdoá-lo, mas antes quis conhecê-lo pessoalmente.

Foi até aquela cidade e dirigiu-se à prisão, e antes de falar com o jovem disfarçou-se de pastor e pediu ao carcereiro para falar com o garoto.    Colocou a carta de perdão dentro de uma Bíblia, e ao encontrar com o prisioneiro, disse: “Eu vim aqui para vê-lo e tenho algo muito importante para você”.

Porém, a reação do rapaz deixou todos impressionados. Ele começou a esbravejar gritando que não queria saber de nada, que não queria ouvir nenhum sermão, e ameaçou cuspir e atirar objetos na direção do suposto sacerdote caso este não fosse embora.

Depois de muito insistir sem êxito conversar com o infrator no intuito de lhe entregar a carta de perdão teve que ir embora para a sua própria segurança, sem lhe entregar a carta.

Ao sair, o carcereiro foi até o rapaz, e indignado disse:

“Você é muito Burro mesmo e um grande tolo! ”

Estranhando a postura do carcereiro, o prisioneiro perguntou por que lhe dizia aquilo.

Só porque distratei aquele pregador?

Então ele falou: “Aquele homem, na verdade, não era um pastor. Era o governador disfarçado, e dentro daquela bíblia estava a sua carta de perdão. Mas você, orgulhoso, não quis ouvi-lo. E agora, não tem mais SALVAÇÃO para você, irá ser enforcado amanhã mesmo”.



No dia seguinte, como era de costume, permitiram que o jovem condenado dissesse suas últimas palavras aos presentes.

Aquele jovem, então, disse: “Daqui a alguns instantes, eu serei enforcado. Mas, engana-se quem pensa que a minha morte será por causa do crime que eu cometi. Na verdade, devido ao meu orgulho, eu vou morrer por causa do perdão que eu recusei”.

Conclusão: Por orgulho e insensatez o Jovem perdeu o seu perdão, não porque o Governador não o tivesse perdoado, mas porque não foi capaz de aceitá-lo, isto também é o que acontece conosco quando resistimos ao amor do Pai e fechamos nosso coração para receber o seu Amor e seu perdão.



2 – Um pai rico visita seu filho pródigo moribundo em um sótão e o perdoa antes de morrer:

O Sr. William Dawson estava pregando em Londres, uma noite no final de seu sermão, ele disse assim:

“Não há ninguém em toda esta cidade “Londres” que Cristo não possa salvar ainda hoje.”

De manhã, uma jovem o procurou e disse: “Sr. Dawson, em seu sermão de ontem a noite, o Sr. disse que ‘em Londres não havia nenhum homem que Cristo não pudesse salvar.’

– Certo!  Correto, eu disse sim e é verdade.

Tem um jovem em meu bairro que diz que não pode ser salvo e que não quer mais me ouvir falar sobre isso. O Senhor poderia ir vê-lo? Tenho certeza de que pode fazer mais por ele do que eu fiz até agora. “ O Sr. Dawson prontamente aceitou o convite e foi com a jovem para o “East End”, um bairro pobre de Londres.

– Subiu uma daquelas ruas estreitas de lá e, no topo de uma escada precária, encontrou um sótão, no qual um homem estava esticado sobre a palha. Ele se inclinou sobre ele e disse: “Amigo”. “Amigo!” Acorde!

Respondeu o jovem, voltando-se para ele: “você deve estar me confundindo com outra pessoa. Eu não tenho nenhum amigo!”. “Ah! sim!”, respondeu o Cristão, “você está enganado. ‘Cristo é seu amigo sim, Ele ama até mesmo o pior dos pecadores.” O homem achou isso bom demais. “sabe porque”, disse ele, “toda a minha família me rejeitou; todos os meus amigos me abandonaram e ninguém se importa comigo”.   O Sr. Dawson falou com ele gentilmente e citou promessa após promessa do Senhor Deus – disse-lhe o que Cristo havia sofrido para lhe dar a vida eterna.

A princípio, seus esforços foram infrutíferos, mas finalmente a luz do evangelho começou a penetrar naquele coração, e o primeiro sinal foi que seu coração se dirigiu àqueles que o haviam ferido. E, meus amigos? como será? Esta é uma das primeiras indicações da aceitação de Cristo pelo pecador. Disse ainda: “Eu poderia morrer em paz agora mesmo se meu pai me perdoasse”. “Bem”, respondeu o homem de Deus, “irei ver seu pai e pedir perdão por você a ele”.

“Não, não”, foi a triste resposta do jovem, “você não pode se aproximar dele. Meu pai me deserdou; tirou meu nome dos registros da família; proibiu a menção de meu nome em sua casa por qualquer um da família ou dos empregados em sua presença, e não adianta nada ir lá falar com ele. “



No entanto, o Sr. Dawson obteve o endereço de seu pai e saiu dali para o outro lado da cidade, subiu os degraus de uma linda vila e tocou a campainha de um palacete.   Um criado muito chique atendeu à porta e o conduziu à sala de estar. Havia tudo naquela casa para conforto e luxo que o dinheiro poderia comprar. Ele não pôde deixar de contrastar a cena da pobreza naquele sótão com a cena da elegância luxuriante em todos os lugares ao seu redor. Um comerciante orgulhoso e de aparência arrogante entrou na sala e, quando se adiantou para cumprimenta-lo, o Sr. Dawson, disse assim: “Acredito que o Senhor tenha um filho chamado Joseph?” e o comerciante jogou a mão para trás e ficou parado. “Se você veio aqui falar deste renegado… – Não quero ouvir nada. – eu quero que você vá embora. Eu não tenho nenhum filho com esse nome. Eu o deserdei.

Se ele lhe falou alguma coisa, ele está apenas te enganando.”  – “Bem”, respondeu o Sr. Dawson, a princípio ele nem queria me ouvir e depois me pediu para não vir até aqui falar qualquer coisa sobre ele, porém… “ele ainda é seu filho agora, mas em breve não será mais, isso não deve demorar muito.”

O pai ficou parado por um minuto olhando para aquele homem, e então perguntou: “Joseph está doente?” “Sim”, foi a resposta, “ele está na hora da morte. Eu só vim pedir perdão por ele, para que ele possa morrer em paz. Eu não peço nenhum favor; quando ele morrer, nós cuidaremos de tudo. “

O pai colocou as mãos no rosto e grandes lágrimas rolaram pelo rosto, enquanto ele dizia: “Você pode me levar até ele?” Em pouco tempo, ele estava naquela rua estreita onde seu filho estava morrendo e, enquanto subia as escadas imundas, dificilmente parecia possível que o seu garoto estivesse em um lugar assim. Quando ele entrou no sótão, mal conseguiu reconhecer o filho, e quando se inclinou sobre ele, o garoto abriu os olhos e disse: “Ó pai, você pode … – você me perdoa?” e o pai respondeu: “Ó Joseph, eu o teria perdoado já há muito tempo, se você quisesse que eu assim o fizesse”.

Aquele homem altivo deitou a cabeça de seu menino em seu peito e o filho lhe contou o que Cristo havia feito por ele; como Ele perdoou seus pecados, trouxe paz à sua alma; como aquele Filho de Deus o havia encontrado naquele pobre sótão e fez tudo por ele.  O pai queria que o servo o levasse para casa.  – “Não, pai”, disse o menino, “tenho pouco tempo de vida e prefiro morrer aqui neste lugar”.   Ele ficou mais algumas horas ali e passou daquele sótão no “East End” para as colinas eternas do Senhor.



Conclusão: Aquele jovem pecador que fora altivo e orgulhoso no passado a ponto de perder toda sua dignidade, amigos e o amor e carinho de sua família, agora derrotado pelo pecado se julgava indigno de receber o perdão de alguém, nem mesmo do Senhor Deus, mas teve a oportunidade de acolher uma voz que lhe afirmou, que Deus o amava e lhe perdoava e assim ele aceitou o perdão de Deus e teve a oportunidade de se reconciliar com sua família e morrer em paz.



3 – Um Jovem inocente morre na cruz.

Falamos no início de três cruzes e três opções, ouvimos a seguir a história de dois jovens que estavam condenados à morte em virtude dos pecados que cometeram em vida e assim podemos comparar a mesma situação que aconteceu no Calvário quando dois ladrões condenados à morte se encontraram com Jesus que também compartilhava a mesma condenação, mas que porém não havia cometido nenhum crime e nenhum pecado.

Esta situação intrigou aqueles dois condenados, pois apesar de ser inocente e estar todo machucado, Jesus parecia não se incomodar com o fim que lhe esperava.

Um dos condenados percebeu a grandeza daquele homem e descobriu que ele sim era mesmo o Rei que tinha o poder para perdoar os pecados e transgressões e logo foi capaz de admitir seu erro e sua culpa ao mesmo tempo que pediu sua MISERICÓRDIA, já o outro permaneceu na sua arrogância e viu ali ao seu lado apenas um homem incapaz de vencer a morte que o aguardava.

Diferentemente daqueles dois ladrões, Jesus foi crucificado não por seus crimes, mas sim pelos crimes de seus perseguidores e inimigos, Jesus escolheu a Cruz não para condenar os outros e sim para morrer em favor dos outros, Jesus não foi pregado na Cruz como todos viram e testemunharam e sim subiu ali e ficou de braços abertos por sua própria vontade, pois todos nós sabemos que evitar a cruz dos homens seria a coisa mais fácil a se fazer por quem tinha todo o poder do universo a seu favor, tanto que Ele mesmo se referiu a isso quando disse a Pilatos que seu imenso exército de anjos poderia intervir e libertá-lo se assim fosse a sua vontade.

O nosso Rei e Senhor assumiu a nossa condenação para que assim todo homem fosse perdoado de seus pecados destruindo a distância entre Pai e filho e reaproximando nossos corações, assim podemos dizer que, Jesus perdoou todos os nossos pecados e nos deu a oportunidade de estarmos livres para uma nova vida, mas é claro, que somente aqueles que abrirem seus corações e aceitarem este “PERDÃO” poderá recebê-lo, o que nos leva a se lembrar das duas atitudes dos jovens condenados nas duas histórias anteriores.

Um, por ignorância e orgulho, não aceitou a carta que lhe concedia o “PERDÃO”.

O outro mesmo tendo o mesmo pecado, já não lhe afetava mais e agora sendo humilde estava disposto a tudo apenas para receber o “PERDÃO” de seu pai.

No fim, Jesus também morreu naquela cruz, porém não porque não obteve perdão de algo que não fez, mas para que todos pudessem ser perdoados de seus crimes e pecados.

Essas foram umas de suas últimas palavras:”


“Pai, perdoa-lhes;
Porque não sabem o que fazem”
São Lucas, 23,34



OUTRAS INDICAÇÕES SEMELHANTES


Jesus é Rei e Senhor
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

WALLPAPERS SOBRE O TEMA




Ainda há tempo para despertardes do sono.



AINDA NÃO É O FIM,


MAS JÁ CHEGOU A HORA

DE DESPERTARDES DO SONO!


“Isso é tanto é mais importante porque sabeis em que tempo vivemos. Já é hora de despertardes do sono. A salvação está agora mais perto do que quando abraçamos a fé.* A noite vai adiantada, e o dia vem chegando. Despojemo-nos das obras das trevas e vistamo-nos das armas da luz.”

Romanos, 13,11-12 – Bíblia Católica Online
Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/romanos/13/



Quem aceitará esta verdade ?


Respondeu-lhes Jesus:

“Cuidai que ninguém vos seduza.*”

Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu o Cristo. E seduzirão a muitos. Ouvireis falar de guerras e de rumores de guerra. Atenção: que isso não vos perturbe, porque é preciso que isso aconteça. Mas ainda não será o fim. Irá levantar-se nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. Tudo isso será apenas o início das dores. Então, sereis entregues aos tormentos, sereis mortos e sereis por minha causa, sereis objeto de ódio para todas as nações. Muitos sucumbirão, serão traídos mutuamente e mutuamente se odiarão. Irão levantar-se muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. E, ante o progresso crescente da iniquidade, a caridade de muitos esfriará. Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo. Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim.

São Mateus, 24 4 – 14 – Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-mateus/24/

Acrescentou ainda esta comparação: Olhai para a figueira e para as demais árvores. Quando elas lançam os brotos, vós julgais que está perto o verão. Assim também, quando virdes que vão sucedendo estas coisas, sabereis que está perto o Reino de Deus. Em verdade vos declaro: não passará esta geração sem que tudo isto se cumpra. Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão”. (S. Lucas 21 28-33)



Acordar:

É apenas uma palavra, uma palavra muito comum que todos conhecem, sabem o seu significado e sentido. (lit; dic.)

O ser humano diferentemente de muitos animais tem a capacidade de pensar e tomar decisões por si mesmo não sendo apenas uma máquina programada que executa a vontade de seu programador, por isso é capaz de definir a direção a seguir e o futuro que irá experimentar.

O ser humano tem aspirações, desejos e é impulsionado por uma força interior que ele muitas vezes desconhece, muitos explicam a espiritualidade humana de diversas formas e criam diversas teorias que nos afastam da verdade, porém aqueles que acreditam em Deus creem que esta força interior que nos impulsiona é mesmo aquele sopro de vida que Deus soprou no homem em (Gen. 2) logo após a criação ou ainda aquela “VIDA” que o exercito de ossos secos na visão de Ezequiel (37,9) adquiriu com o poder do Espírito Santo vindo do céu.

Todo homem sonha e tem a esperança de um dia viver em num mundo melhor sem dor, doença, guerras, males, ódio e etc. (Is. 11,9) como é mostrado ao Profeta que viu o Apocalipse:

(21) “Vi, então, um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra desapareceram e o mar já não existia.” (Apocalipse, 21-1), e continua a narração dizendo no verso (4) que “Enxugará toda lágrima de nossos olhos e já não haverá morte, nem luto, nem grito, nem dor, porque passou a primeira condição”.”, assim é explicado as nossas aspirações mais profundas e a realização de nossos sonhos serão concretizados um dia.

Enquanto não alcançamos este objetivo final estamos presos e condicionados a esta situação de nosso tempo atual e toda noite quando dormimos temos uma experiência de vivenciar os “SONHOS” como se fossem uma realidade.

Algumas vezes temos pesadelos e o que mais queremos neste momento é despertar, mas não conseguimos, outras vezes experimentamos sonhos maravilhosos que preferiríamos permanecer dormindo, no entanto alguém nos desperta dizendo “Acorde você esta só sonhando”, Levante…  já está na hora do trabalho, está atrasado para ir a escola e etc. Por um instante experimentamos a situação intermediária e percebemos a diferença entre “Sonho e Realidade,” mesmo que optemos por permanecer naquele sonho, sabemos que não é REAL e que precisamos mesmo é abrir bem os olhos para ver a realidade, “DESPERTAR DO SONO”.  É isto que a palavra nos diz:

“Já é hora de despertardes do sono…” Para aqueles que vivem sem perceber a realidade que nos cerca e até mesmo para aqueles que já conhecem as profecias e vivem o evangelho ainda inebriados pelo sono.



Os “SINAIS DOS TEMPOS” estão agora bem mais visíveis do que antes estiveram:  Vejam, quem diria na sua mais perfeita lucidez que um dia o mundo iria “PARAR” dar uma pausa em tudo que gira em torno do dinheiro e das coisas materiais que somos obrigados a viver no dia a dia.  E olha que até mesmo o mais poderoso dos poderosos foi obrigado a se curvar perante o tão pequeno e invisível “CORONAVÍRUS” Decretando a paralisação total de todo comércio e movimento nas grandes Metrópoles insaciáveis de agitação e aglomeração.

Nunca aconteceu tal coisa e até mesmo será um fato histórico no futuro assim como naquele filme ou o sonho narrado na música de Raul Seixas: “O dia em que a TERRA PAROU”. Ele mesmo se identificava como um “Maluco Beleza”, mas bem que ele viu em seu sonho maluco estes dias que vivemos hoje como uma realidade jamais preanunciada, apenas com uma pouca diferença, foi um pouco amenizada pelo amor de Deus, se bem que para alguns em particular foi muito pior.

Veja musica com detalhes em outro post.

Eu só posso dizer que este fato histórico que hoje vivemos não pode passar desapercebido e que possamos ver o SINAL que já é hora de acordarmos e entendermos que é Deus quem está nos dando uma “SACUDIDA”, mesmo que a culpa ainda seja dos homens e a irresponsabilidade seja toda nossa, precisamos saber que “O Tempo da Graça”, “O Kairos” não é permanente e que os últimos grãos de areia já estão caindo na ampulheta, isto é o que nos confirmam as profecias que se cumpriram nestes últimos dias.

Todos aqueles que estudam e conhecem a palavra de Deus sabem  que a noite já vai adiantada (*1) e que o noivo já esta para abrir a porta e receber sua noiva para o casamento. (*2)  Cabe a nós, assim como as 10 virgens noivas, percebermos que ainda estamos TODOS agarrados ao sono, dormindo, inebriados e apagados.

É chegado o momento do “DESPERTAR” e acender a nossas lâmpadas nos preparando para o que virá a seguir.

(*1) – Romanos, 13,11-12

(*2) – São Mateus, 25, 1-13

“13. Vigiai, pois, porque não sabeis nem o dia nem a hora.””


As profecias Mayas se cumpriram para seu povo no passado, porém não se concretizaram em 2012 segundo as previsões dos estudiosos.

Veja o texto em outro Post




Sem fé é impossível ver a Deus!



“Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, pois para se achegar a ele é necessário que se creia primeiro que ele existe e que recompensa os que o procuram.”
Hebreus, 11,6 – Bíblia Católica Online






O QUE É FÉ ?


Muito se fala sobre a fé, ter fé, ter pouca ou muita fé e não ter fé nenhuma, mas como se trata de algo que não se pode ver, pegar, medir ou escutar ela se torna algo muito virtual e no fundo até mesmo os mais crentes vacilam quando precisam dar uma verdadeira prova de fé.   O nosso melhor exemplo é a atitude de São Tomé que disse pela primeira vez a famosa frase “Só acredito vendo.” quando lhe disseram que Jesus estava vivo.

O autor do livro de Hebreus nos diz exatamente o contrário:

Fé é acreditar sem ter visto, “É uma certeza a respeito do que não se vê.*” Hebreus, 11,1pois se você viu deixou de ser fé e tornou-se apenas um testemunho. Jesus também nos diz que Bem aventurados são aqueles que acreditam sem ter visto aquilo que os Apóstolos nos testemunharam.

S. João 20,29.



A Bíblia nos ensina que a fé é fundamental para a vida do cristão. A fé tem muito poder e pode fazer muita diferença na sua vida.

Siga esses passos e veja como a fé pode fazer muito mais sentido para você.

A salvação vem pela fé

1. O que significa ter fé? 

–  Hebreus 11,1

Fé é acreditar em alguma coisa, mesmo quando não podemos ver, ouvir ou segurar. Quando você tem certeza sobre aquilo em que você acredita, você então pode afirmar que tem fé.

2. Por que precisamos de fé?

–   Hebreus 11,6

Se você quer agradar a Deus, você precisa crer que Ele existe! A fé é a base para um bom relacionamento com Deus.

3. Há muitas pessoas com crenças diferentes no mundo.

Será que qualquer tipo de fé é válida?

Qual é a fé que salva?

São João 14,6 e Romanos 10,9

Só há um caminho para Deus: JESUS “Eu sou o CAMINHO, a verdade e a vida.” Ninguém vem ao Pai senão por MIM.

Somente a fé em Jesus como seu salvador, que ressuscitou dos mortos, salva. Isso significa reconhecer que você tem pecado e merece o castigo. (Rom 3,23) Você não consegue se reconciliar com Deus sozinho. Você precisa de um SALVADOR e SENHOR. Se você crê que Jesus morreu na cruz em seu lugar, para pagar o castigo de seus pecados, e ressuscitou para lhe dar a salvação, você será salvo.

O poder da fé

4. De onde vem a fé que salva?
–  Efésios 2,8-9 e Romanos 10,17

A fé é um dom que Deus nos dá. Ela vem quando você ouve a palavra de Deus. Por isso, é importante ler a Bíblia e ir à igreja, onde você ouvirá mais de Cristo e se encherá do Espírito Santo.

5. Como a fé em Jesus afeta sua vida?

S. João 5,4, – Efésios 6,16, – Gálatas 2,20,    S. Lucas 17,6 e S. João 3,36

A Bíblia mostra que a fé:

  • Vence o mundo
  • Ajuda a lutar contra os ataques do diabo
  • Muda a forma como você vive
  • Faz milagres acontecerem
  • É a garantia da vida eterna



6. Como sua fé pode aumentar?

S. Marcos 9,21-24

Nessa história, um homem veio a Jesus para que ele curasse seu filho, que estava endemoninhado. Jesus perguntou se o homem cria e ele admitiu que estava com dificuldades em crer. Por isso, ele pediu ajuda a Jesus para que aumentasse a sua fé e vencer a incredulidade.

Se você sente que tem falta de fé, você também pode pedir fé a Jesus. O próprio ato de pedir ajuda a Jesus é ter fé que ele tem poder para lhe ajudar! Jesus curou o filho do homem que lhe pediu ajuda e também pode lhe ajudar a ter mais fé.

A fé sem obras é morta

– o que isso significa? 

– S. Tiago 2,17

Não basta ter fé, é necessário demonstrar que se tem uma fé viva e eficaz, capaz de suportar as adversidades e frutificar em meio ao joio do mundo sem esmorecer.

A fé verdadeira produz fruto, e fruto de boa qualidade, por isso se diz que é pelo fruto que se conhece a árvore, portanto, aquele que afirma acreditar em Deus e vive no pecado, fazendo o mal ao próximo ao invés de ajudá-lo nas suas dificuldades estará testemunhando a falsidade de sua fé.

Também não podemos julgar um livro apenas pela capa, pois alguém pode aparentemente fazer o bem a alguém quando a sua intenção é mesmo o inverso, sendo assim, não se pode julgar a qualidade de uma árvore apenas por um fruto e sim por todos e pela sua qualidade permanente.

A fé tem muito poder quando é firmada em Cristo. Através da fé, você recebe a salvação e a vida eterna e sua vida é transformada, para ser um verdadeiro homem criado segundo a imagem de Deus e ser seu filho e herdeiro juntamente com  Jesus.



Hoje vivemos tempos difíceis, tempos em que passamos por provações todos os dias, provações de fé nos mais diversos níveis em que muitas das vezes nos vemos encurralados na famosa decisão “Entre a cruz e a espada”, isto porque para conseguirmos algo de bom nesta terra material precisamos desrespeitar a nossa fé espiritual.   É bem verdade que esta proposta nunca vem assim tão claramente explicita, se bem que muitos já perderam a vida por optar radicalmente pela fé e bem sabemos que um dia ainda poderemos passar por esta provação e ter que escolher entre ficar com Jesus ou permanecer vivos.

Falar que acreditamos em Deus e temos uma FÉ firme e forte, mas que esta FÉ não é capaz nem mesmo de doar um copo d’água a um irmão sedento quanto mais seria capaz de perder a vida em defesa desta mesma FÉ ou pelo nome de Jesus.

Por isso é necessário que cada um de nós, aos que não acreditam que conheçam a verdade para poder aceitá-la em beneficio de sua Salvação e para aqueles que já acreditam em Jesus que cuidem para não se afastar de Deus e perder a fé.


Porque sem fé é impossível agradar a Deus e sem Fé é impossível chegar ao nosso destino que é a Salvação.







BAIXE O SLIDE PARA MELHOR VISUALIZAR OS EFEITOS E O SOM




Anúncios

Dois Remos, Fé e Ação!



FÉ  &  AÇÃO


“Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”

(S. Tiago 2,26).



A Fé & Ação CRER & AGIR


2.  Assim também a FÉ : se não tiver OBRAS é morta em si mesma. Mas alguém dirá: Tu tens FÉ, e eu tenho OBRAS. Mostra-me a tua FÉ sem AS OBRAS e eu te mostrarei a minha FÉ pelas minhas OBRAS. Crês que há um só Deus? Também os demônios crêem e tremem.”

São Tiago: 2,17.


Um viajante ia caminhando às margens de um grande lago. Seu destino era a outra margem. Suspirou profundamente enquanto tentava fixar os olhos no horizonte.

A voz de um homem coberto de idade, um barqueiro, quebrou o silêncio, oferecendo-se para transportá-lo.

O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho.

Logo seus olhos perceberam o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, o viajante pôde observar que se tratava de duas palavras, num deles estava entalhada a palavra ACREDITAR e no outro AGIR.

Não podendo conter a curiosidade, o viajante perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos. O barqueiro respondeu pegando o remo chamado ACREDITAR e remou com toda força. O barco, então, começou a dar voltas sem sair do lugar em que estava. Em seguida, pegou o remo AGIR e remou com todo vigor. Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.

Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, remou com eles simultaneamente e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago chegando ao seu destino. Na outra margem, o barqueiro disse ao viajante:

– Esse porto se chama autoconfiança. Simultaneamente, é preciso ACREDITAR e também AGIR para que possamos alcançá-lo!


Fonte Livro: “Jovem, Levata-te”


14. Curiosidade: Saiba porque as vezes mesmo remando corretamente não conseguimos Sair do lugar …

Link na foto abaixo:






BAIXE O ARQUIVO NO SLIDESHARE PARA VER O TEXTO COMPLETO E OS EFEITOS.




Aprendendo a Voar como a Águia e com o Senhor.



A proteção do Senhor



“10. Em terra deserta o encontrou, entre bramidos de regiões desoladas, e o cercou de cuidados e o acalentou, e o guardou como a menina dos olhos! 11. Tal qual águia vigilante sobre o ninho, voando sobre os filhotes, ele estendeu as asas e o tomou e o transportou sobre sua plumagem. 12. Só o Senhor foi o seu guia; nenhum outro deus estava com ele.”
Deuteronômio, 32,10-12 – Bíblia Católica Online

Muitas vezes me pergunto por que os autores usaram metáforas para enfatizar certas coisas na Bíblia. O verso acima é um deles. Eu sei que a águia é conhecida como o “rei dos céus” e simboliza perspicácia, coragem e força, mas o instinto maternal protetor desta ave não era ouvido. Isso me fez aprofundar e estudar sobre esse pássaro.

As águias fazem seu ninho quando se aproximam da época de reprodução. Eles geralmente escolhem falésias ou áreas abertas nas montanhas altas para fazer seu ninho, que é chamado de “eyrie”. Um ninho de águia é construído de paus entrelaçados. O interior é forrado com grama, talos de milho e outros materiais. A tigela cheia de materiais macios, incluindo musgo e penas felpudas de adultos, servirá como uma almofada fofa para a aguiazinha (a águia bebê) quando ela chegar. Após o nascimento da águia, a mãe alimenta o filhote e cuida muito bem dele. Por volta de 10 a 12 semanas, quando a águia percebe que a águia está pronta para voar, a mãe começa a remover a camada confortável de seu ninho. Então a aguiazinha começa a se sentir um pouco irritada, mas ainda não tenta voar. Como a águia é mais inteligente, ela começa a sacudir o ninho, o que força a águia a cair do ninho e, como a eyrie está em um penhasco, a águia cai. Quando a aguia percebe que está caindo, começa a bater as asas e a voar. Então, ele pega seu primeiro voo ou algo chamado “fledge”. Enquanto isso, a mãe águia não está sentada, observa e, quando sente que a águia está cansada, ela voa e abre as asas, pega-as e carrega-as sobre as asas. É assim que ela treina seus filhotes para voar. Foi assim que o Senhor protegeu o povo de Israel. Essa comparação de uma águia cuidando de seus filhotes é a melhor maneira pela qual o autor deste livro pode metaforizar o amor e o cuidado de Deus.

A proteção do Senhor pode ser estudada em dois:

1. Proteção Espiritual

Judas 24 e 25 diz: “Ora, àquele que é capaz de impedir você de cair e apresentá-lo sem falhas diante da presença de Sua glória com grande alegria, Para o único Deus sábio, nosso Salvador, seja glória e majestade, domínio e poder , agora e sempre. Amém”. (KJV)

O Senhor é capaz de nos levar através das tempestades da vida. O Espírito Santo é capaz de nos levar à eternidade. Ele nos guiará com toda a verdade nesta casa de nossa peregrinação. Às vezes, quando a águia sacode o ninho para deixar a águia sair do ninho, também teremos coisas que nos abalarão um pouco. Podemos até começar a pensar se o Senhor realmente se importa. Na vida de Jacobs, enquanto ele estava em Padanaram, ele começou a pensar em voltar para sua terra apenas quando descobriu que havia uma mudança na atitude de Labão em relação a ele, como vemos em Gênesis 31: 2. Houve um voto que Jacó fez ao Senhor que ele esqueceu e o Senhor teve que mudar a atitude de Labão para que Jacó se lembrasse disso. Era a única maneira de moldar Jacó e torná-lo Israel. O que quer que venha em nossa vida, está nos dando um passo em direção à eternidade.

2. Proteção Física

O Salmo 91:11 diz: Pois ele dará a seus anjos a responsabilidade de guardar em todos os teus caminhos.

O Senhor nos protege de todos os perigos e danos e nos mantém seguros em seu sentido literal. Não é porque temos algo superior a alguém perto de nós; é apenas por causa de Sua graça. Nunca pense quando estamos protegidos de algo pelo qual seu irmão pereceu, é apenas porque vocês tinham um chamado diferente e Deus queria coisas separadas de você e não é porque você era importante e a outra pessoa não. Deus nunca é parcial. Ele sempre se importa. Ele nunca vai nos deixar em paz.

Meus queridos irmãos e irmãs, assim como uma águia ensina seus filhotes a voar, o Senhor Todo-Poderoso também nos instrui a voar quando nos deparamos com problemas. Se estamos no precipício e perdemos o controle e caímos, não se preocupe, ele nos levará e nos carregará nas asas dele. Deus nunca nos deixará cair. É para nos tornar mais fortes por seu trabalho e nos levar à eternidade sem cair.


repassando o ensinamento


Como as águias criam os seus filhotes – Um grande exemplo para todos nós


Luiza FletcherLuiza Fletcher   1 de agosto de 2018



As águias são aves muito admiradas, demonstram sabedoria e majestade a todos nós. Mas seu exemplo vai muito além.

A forma como criam seus filhotes pode nos dar um grande exemplo de como devemos educar nossos próprios filhos. Tudo começa na maneira como as fêmeas da espécie escolhem os seus companheiros.

Elas fazem uma espécie de ritual. Escolhem um pedaço de pau, sobem com ele na boca a uma altitude de cerca de três mil metros e depois o solta de sua boca, analisando como cada macho agirá para pegar o pau antes que caia na terra. Ela repete o mesmo processo em diferentes altitudes, até chegar aos cento e cinquenta metros do solo. Sabem que os machos que estiverem realmente preparados conseguirão, mesmo em pouco tempo, resgatar o pedaço de pau.

O objetivo desse ritual é descobrir como o macho vai se comportar quando for pai. Se ele conseguir pegar os pedaços de pau, provavelmente conseguirá pegar seus filhotes sem problemas quando eles caírem do ninho, porque isso certamente acontecerá.

O pai responsável sabe que seus filhotes são frágeis e que precisarão de toda a sua ajuda, portanto certifica-se de estar sempre presente para proteger sua família.

As águias macho que desistem do desafio, mostram pouco compromisso, e acabam sendo deixadas de lado, porque as águias fêmeas não querem se comprometer com um parceiro que vê a si mesmo como incapaz.

Depois de escolhido o parceiro, ambos sobem para o topo de um penhasco e constroem seu ninho de maneira muito segura e confortável. Depois de pôr os ovos e chocar os filhotes, ambos os mantém protegidos e os trazem comida e água, até que estejam fortes o suficiente para sair.

Quando percebem que está na hora de os filhotes saírem do ninho, o pai começa a derrubar tudo aquilo que mantinha o ambiente confortável para os filhotes, deixando apenas uma estrutura desconfortável, feita de galhos.

Os filhotes, quando deparam com a mudança, ficam sem saber que aconteceu, afinal seus pais costumavam ser muito protetores e cuidadosos, traziam-lhes alimentos e os protegiam do sol e da chuva, e agora não mais o fazem.

A mãe águia, então, voa para algum lugar, pega um peixe e volta, senta-se cerca cinco metros do ninho, para que os filhotes possam ver e começa a comê-lo. Os filhotes, com fome, começam a gritar de dentro do ninho, sem entender porque os pais não dividem o alimento com eles, além de já não os proteger no ninho e tirarem o seu conforto.

Percebendo que se quiserem se alimentar deverão sair do ninho, os filhotes começam a fazer movimentos que nunca fizeram antes, tomam iniciativa e começam a se desenvolver e se arrastar para fora do ninho, coisa que nunca aprenderiam a fazer se os pais continuassem a prover tudo.

Nesses novos movimentos, os filhotes caem muitas vezes, e como o ninho está em um penhasco muito alto para afastar predadores, os pais precisam se encarregar de pegá-los, para que não se machuquem ou morram. Por isso é tão importante o treinamento que fazem com o pau.

Todas as vezes que os filhotes caem, os pais os resgatam e levam para cima, para que recomecem o processo.

E então, depois de algum tempo, eles começam a trabalhar com suas asas, o que possibilita o aprendizado de como voar.  

Quando já estão voando, os pais levam-nos a lugares em que podem encontrar peixes para se alimentar.

As mães e pais águia sabem qual o momento certo de ensinar aos filhotes a como se comportarem para garantirem sua sobrevivência, porque entendem que se vivessem dependentes por muito tempo, não iriam durar.

Essa história pode nos inspirar na criação de nossos filhos. Muitas vezes, os deixamos confortáveis no ninho por tempo demais, quando já deveriam estar aprendendo a dar os seus próprios passos. Por mais difícil que seja, devemos ensinar nossos filhos a voar por conta própria, e permitir que se dediquem a essa missão, ou então estaremos comprometendo o seu potencial de desenvolvimento na vida.

Reflita sobre o ensinamento das águias e aplique-os em sua vida.


Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito



 

Acampamento Maanaim em Anápolis-Go.



MAANAIM 2020

Anápolis – Go


Inscrições abertas



“Oi”

ATENÇÃO GALERA!!!

DECLARAMOS OFICIALMENTE ABERTO!

📢    – M A A N A I M – 2020  –  ⛺️

Venha para o Acampamento Maanaim 2020
Toda a equipe convida você para viver 06 dias de uma experiência incrível e única na sua vida, de estar mais próximo de Deus, da natureza e dos irmãos.

Você que já fez O ENCONTRO e souber de alguém que queira fazer este encontro, entre em contato conosco.

Informações: (62)991360512 – Elismar e no IG: @acampamentomaanaimanapolis

Mais detalhes  e atualizações:

Acompanhe a nossa pagina no Facebook.


FACEBOOK


https://www.facebook.com/profile.php?id=100012122531083


Nossa história remete-se ao primeiro Acampamento que aconteceu na cidade de Brasília, em nível Latino Americano, de 11 a 15 setembro de 1991, como parte do projeto de Evangelização 2000, sob Direção e Coordenação de Maria Elizabeth Neves Ramos (Rio de Janeiro) e de Martin Valverde (México e Costa Rica), com apoio da Comunidade Arca da Aliança de Franca-SP, tendo como Dirigente Espiritual Frei Donário Falconeri.

A finalidade desse referido Acampamento foi à formação de lideranças para atuar e divulgar em toda a América Latina esse “novo modo de evangelizar” direcionado principalmente aos jovens.

Hoje também abrange a todos que tem um espírito jovem e a vontade de fazer uma nova experiência com Deus.

Hoje o Acampamento Maanaim é realizado em diversas dioceses pelo país e principalmente pelas comunidades fechadas direcionadas a jovens, nós no entanto realizamos este acampamento direcionado à toda Diocese e faixas de idade a partir de 18 anos, sendo que você pode estar integrado à um grupo de oração da RCC, um grupo de Jovens diocesano, qualquer outro grupo ou movimento e até nem mesmo estar participando de nenhum grupo, movimento ou nem ser um participante assíduo da Santa Missa.



O Encontro é aberto para todos, pois é um convite especial de Jesus a quem queira ter uma experiência nova e mais próxima de Deus e com Deus.

Este evento é basicamente um acampamento, como já diz o nome, um encontro com a natureza e com Deus, porém abrange muitas dinâmicas, partilhas, troca de experiências, oração, descontração e etc. não podemos dar muitos spoiler’s  porque pedimos aos participantes que mantenham sigilo referentes às dinâmicas do evento, mas que nem por isso deixem de testemunhar a sua experiência com Deus e que contagiem as outras pessoas que convivem ao seu redor.

Seis dias é pouco tempo para uma experiência maravilhosa que é o Acampamento Maanaim. Por meio da Comunhão com a Natureza, partilha em comunidade e oração, você é convidado a descobrir o amor de Deus. Ao longo do acampamento, atividades como palestras, músicas, caminhadas e desafios são realizados com muita alegria e despojamento. Venha experimentar uma vida diferente, conhecer algo novo em profundo conhecimento de si, dos outros e principalmente de Deus. O desafio começa agora!


https://youtu.be/QuMT2NHkq2I



Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito


Frases de Padre Léo.



Frases pronunciadas Por Padre Léo que se eternizaram.




FRASES DE PADRE LÉO


Mensagens de Padre Leo




O-papagaio_marrom_padre_leo

O PAPAGAIO MARROM

Pe. Léo


“Quem precisa de muitas coisas por fora é porque está vazio por dentro…”



O Único Lugar do universo que Deus colocou a mão foi no Ventre, “Tu me Teceste no seio Materno…” (Salmo 138,13).

Sabe qual o autógrafo do inimigo para dizer para Deus que ele também coloca a mão no ventre das mulheres?

É o Aborto …

Pe. Leo Scj



“AMAR É ENSINAR O OUTRO A CAMINHAR”




“OS VERDADEIROS AMIGOS DA ORAÇÃO”


Padre_Bambu

AS 7 VERDADES DO BAMBU.

Pe. Léo


+ de 100 Fotomensagens para compartilhar no Facebook

Pe. Léo




O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios

O Segredo para vencer grandes desafios.

Pe. Léo




Jesus_disfarçado

O Cristo Disfarçado. 

Pe. Léo







Buscai_Lk

Buscai as coisas do Alto.

Pe. Léo



Semeando a cultura de Pentecostes


Jesus_disfarçado Orações_espírito_Santo
Creia_no_Senhor_Jesus_e_seras_Salvo_Tu_e_Tua_Casa_3 Fabio de melo Feliz Natal 2 Felipe_Aquino_10_pontos_negativos_educacao_filhos

O Poder da Cruz de Cristo.



Por ocasião da festa da Exaltação da Santa Cruz de Cristo.



O Império Romano, depois do imperador Diocleciano, foi conduzido com grandes contendas e divisões, à medida que imperadores e vice-imperadores do Ocidente e do Oriente lutavam pelo poder.   Entre eles estava Flavius ​​Valerius Constantinus, conhecido também como Constantino, o Grande, que foi nomeado César ou vice-imperador do Ocidente pelo sucessor de Diocleciano, Galério.    Constantino estava no controle da Grã-Bretanha e da Gália, enquanto seu cunhado Maxêncio, levantou-se e travou uma guerra contra Galério e fez incursões bem-sucedidas na Itália e em Roma.

Quando Galério morreu (311 dC), Constantino trouxe suas campanhas de guerra para a Itália e, conseqüentemente, venceu batalhas em Turim e Verona e avançou ainda mais para Roma, que estava militarmente sob o comando de Maxêncio.   Maxêncio, sob forte desafio, saiu para combater Constantino, mas foi derrotado na ponte de Milvian.    A batalha da ponte de Milvian foi produtiva de uma sucessão de vitórias que, por volta de 324 dC, Constantino passou a ser o mestre de todo o Império Romano.

Esta vitória de Constantino sobre Maxêncio na Ponte de Milvian foi rodeada com inúmeros detalhes históricos intrigantes, relacionados à CRUZ.   Uma história do que aconteceu foi registrada por Eusébio de Cesaréia, um estudioso das escrituras e historiador que escreveu a primeira biografia detalhada de Constantino logo após sua morte.    Obviamente, ele conhecia Constantino muito bem e mencionou que recebeu a história diretamente do imperador.    Constantino era um imperador pagão e um devoto do deus do sol; Sol Invictus, o sol não conquistado. No entanto, antes da batalha da Ponte da Milvânia, ele e seu exército viram uma CRUZ de luz no céu acima do sol com palavras em grego que geralmente são traduzidas para o latim como ” In hoc signo vinces ” (‘Neste sinal se conquista’).   Naquela noite, Constantino teve um sonho em que Cristo lhe disse para usar o sinal da cruz contra seus inimigos.   Ele ficou tão impressionado que tinha o símbolo cristão marcado nos escudos de seus soldados e, quando a batalha da Ponte da Milvânia lhe deu uma vitória esmagadora, ele a atribuiu ao sinal da CRUZ que lhe foi revelada.



 

Alguns anos após a vitória na Ponte de Milvian, a mãe de Constantino, que se converteu ao cristianismo e que mais tarde se tornou Santa Helena, foi a Jerusalém em busca da cruz na qual Jesus Cristo foi crucificado. Escavações extensas foram feitas no local do enterro do Senhor até que três “cruzes” foram recuperadas. Havia confusão sobre qual era a Cruz de Cristo, pois havia dois ladrões crucificados em ambos os lados de Cristo no Calvário. Para determinar qual das três era a Cruz de Cristo, pedia-se a uma pessoa doente que tocasse nas três cruzes em intervalos diferentes e se a pessoa se recuperasse instantaneamente com o toque em uma delas, essa seria a CRUZ verdadeira.   Essa cruz em particular também efetuou muitos outros milagres e foi assim confirmada, aclamada e exaltada como a Cruz de Cristo. No local da descoberta, uma igreja foi erguida e foi dedicada como uma basílica com o nome de Igreja do Santo Sepulcro em 14 de setembro de 335. Esta é a razão remota por trás da festa de hoje.



A Primeira Leitura de hoje (Números 21, 4b-9) forneceu um pano de fundo para a Cruz. Disseram-nos que quando o povo de Israel ficou impaciente no deserto e blasfemou contra Deus e Moisés, Deus enviou serpentes ardentes entre o povo que os morderam e muitos morreram. Diante desse flagelo, o povo veio a Moisés pedir perdão e Deus pediu a Moisés que fizesse uma serpente ardente e a colocasse em um estandarte, e qualquer um que olhasse para ele depois de ser mordido não morreria.

Qualquer pessoa atenta gostaria de saber por que Deus escolheu punir o povo por meio de picadas de cobra e também decidiu salvá-las por meio da imagem de uma serpente de fogo presa no alto de um poste. Na história bíblica, a primeira menção real de uma serpente foi no Jardim do Éden (Gênesis 3, 1 e seguintes) e foram as insinuações da serpente que fizeram Adão e Eva pecarem contra Deus, o que também aconteceu pela árvore no meio. do jardim. Aquela árvore estava alta como o estandarte de Moisés.

Significativamente, Deus permitiu que as serpentes as mordessem, lembrando-as da fonte original do fracasso humano; a serpente junto à árvore no meio do jardim. No momento em que ele queria salvá-los, ele usava a imagem de uma serpente que, ao contrário das outras, não mordia e estava presa em um poste ao contrário das outras que estavam pelo chão abaixo do poste.   Agora a vida consistia em olhar para cima e para o alto na serpente presa no poste.  É como dizer às pessoas “nisso reside a sua salvação”. Assim como foi dito a Constantino “neste sinal você conquistará”!



A expressão completa do poder da cruz pode ser encontrada na cruz de Cristo. Agora há um contraste entre a árvore do Éden e a cruz do Calvário. Pela árvore do Éden, falhamos e perdemos nossa amizade com Deus, mas pela árvore (cruz) do Calvário fomos levantados e recuperamos nossa amizade com Deus. Pela árvore do Éden fomos condenados, mas pela árvore (cruz) do Calvário fomos salvos. Assim como ninguém que fora mordido pelas serpentes poderiam se recuperar sem olhar para a serpente ardente no alto do poste, ninguém pode ser salvo sem a Cruz do Calvário.

Nosso Senhor na Leitura do Evangelho deste dia da festa da Santa Cruz (João 3, 13-17) disse a Nicodemos que, assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim DEVE ser levantado o Filho do homem e quem n’Ele crer não deve perecer, mas terá a vida eterna. A serpente foi levantada em um estandarte e nosso Senhor foi levantado na cruz.   A cruz é, portanto, um sinal e símbolo da salvação. Na cruz há vida eterna para quem quer que acredite.

O ensaio de nossa compreensão do fenômeno da cruz será muito apropriado aqui. Para a maioria das pessoas, a cruz é simplesmente um fardo, mas isso não é verdade. Um olhar atento a uma cruz revela que é um sinal adicional (+). Portanto, há ganhos na cruz e não perdas (-) menos.   Além disso, a cruz pode servir como uma escada para nos ajudar a escalar obstáculos quando a colocamos contra qualquer obstáculo. Mais ainda, a cruz também pode ser uma chave ou uma espada quando a colocamos na posição horizontal.

A cruz também é um instrumento de exaltação. Com sua posição de pé, ele nos aponta para o céu; isso nos aponta para uma altura maior. É sobre esse fundamento que São Paulo, na Segunda Leitura (Filipenses 2, 6-11), estabeleceu que nosso Senhor Jesus Cristo, além de ter igualdade com Deus, se humilhou para pegar a Cruz por nossa causa, sendo humilde até morte. Com base nisso, Deus o levantou (o exaltou) e lhe deu um nome que está acima de qualquer outro nome. A cruz, sem dúvida, fornece as estruturas para sermos elevados ou exaltados. Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu que, quando fosse levantado, atrairia todos para si mesmo (João 12,32). É bom notar que, sendo levantado, ele está levando todas as pessoas a uma posição exaltada.

Hoje não há mensagem maior do que a mensagem da cruz. São Paulo observaria que a mensagem da cruz é LOUCURA para os que estão perecendo, mas para nós que estamos sendo salvos é o poder de Deus (1 Cor. 1, 18). Portanto, para aqueles que estão sendo salvos, isso nos diz que pode haver lágrimas à noite, mas a alegria vem pela manhã (Salmo 30, 5). Diz-nos para não nos preocuparmos que nosso Senhor tenha vencido o mundo (João 16,33) e nos diz para não permitir que nossos corações sejam perturbados. Que devemos confiar em Deus (João 14, 1).

Ao celebrarmos a exaltação da cruz, lembremo-nos de que nossa própria exaltação está na mesma cruz de Jesus Cristo. Portanto, devemos estar prontos para carregar e defender nossa cruz onde quer que nos encontremos, porque seremos exaltados pelas mãos atenciosas de Deus e pelo coração amoroso.


Feliz comemoração

Pe. Bonnie

(fatherbonny@hotmail.com)


.


Jesus é Rei e Senhor
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

 



Oração Para Deixar o Alcoolismo.



oracao para deixar a bebida

Oração Para Deixar de Beber!


Aprenda uma oração para deixar de beber e se liber-te do vício da bebida com a ajuda de Deus e com a sua fé.

Os males que a bebida causam são inúmeros! Não somente para a saúde, mas no relacionamento com as pessoas mais também, em especial nossos próprios familiares!

E esses males são potencializados quando perdemos o controle do ato de beber, ou seja, sem que possamos admitir nos tornamos alcoólatras!

E nesses casos não adianta tapar o sol com a peneira, é necessário buscar ajuda, tanto profissional como do astral, através das simpatias!

Busque aquela coragem do fundo da sua alma, procure atendimento médico ou mesmo de grupos especializados como o “AA” (alcoólicos anônimos) e faça a poderosa oração para deixar de beber!

Essa oração é válida tanto para o caso da intenção de pararmos de beber ou qualquer outra pessoa. Não é algo específico, o que serviria para um, serve para todos nesse caso.


Conteúdo da oração [Mostrar]



Oração para parar de beber


“Jesus, pela devoção às vossas Santas Chagas, dai cura e libertação a estas pessoas.

Jesus, na devoção das Santas Chagas, pelo vosso precioso Sangue derramado na Cruz Redentora, restaurai a vida daqueles que estão aprisionados pelo vício do alcoolismo.

[pense no nome da pessoa que queira livre do alcoolismo]

Jesus pelas vossas Santas Chagas, libertai estes de quem lembramos os nomes e todos que sofrem aprisionados no vício do alcoolismo.

Jesus pelas vossas Santas Chagas, pelos méritos da vossa Paixão, tire o trauma e os registros negativos que ficaram nestas pessoas, quer tenha sido por herança genética, ou má formação familiar.

Senhor Jesus pelas vossas Santas Chagas, pelo vosso precioso Sangue, liberte-os do alcoolismo; santifica-os no Teu amor; regenera-os na Tua misericórdia.

Jesus pelas vossas Santas Chagas, dai-lhes o Espírito Santo, de tal forma que se sintam motivados, fortalecidos na vontade e capazes de vencer a tentação do álcool.

Não permita Senhor, que estes Teus filhos e filhas sejam derrotados e humilhados pela bebida, mas que sejam recolocados na vida.

Pedimos também Senhor, a libertação dos traumas dos familiares por uma história marcada de profunda dor.

Jesus, pelas vossas Santas Chagas, restaurai a vida e a família dos alcoolistas.

Jesus, pelas vossas Santas Chagas, restaurai a vida e a família dos alcoolistas.

Jesus, pelas vossas Santas Chagas, restaurai a vida e a família dos alcoolistas.”



Por que devo fazer essa oração para parar de beber?


Porque obviamente a força de vontade é o elemento fundamental para que possamos abandonar esse terrível vício (ou outra pessoa), mas não é o único motivo que pode estar atuando para que esse mau hábito não tenha um fim.

Muitas vezes temos essa força de vontade, sambemos de todos os problemas decorrentes do uso contínuo de bebidas alcoólicas, até ficamos alguns dias sem beber uma gota, mas basta a primeira ocasião para darmos aquele vexame, e ai não entendemos o por quê! O que aconteceu para nos deixarmos levar e beber se não queríamos?

Não é raro esse tipo de situação ocorrer motivada por alguma situação imaterial, ou seja, decorrente do plano emocional ou espiritual.

E como já falamos aqui em outras oportunidades, só se pode combater o mau, o vício e o Pecado com muita renuncia pessoal e, nesses casos, nada melhor do que uma boa oração para ajudar a colocar tudo no seu devido lugar e restaurar a ordem perdida.

Essa oração realmente funciona?

Sim! É a oração mais poderosa que conhecemos para que alguém deixe de beber! É uma oração muito especial e que se for feita com total devoção, de coração aberto, com a alma inundada de amor, fará tudo dar certo.

Muitos já foram beneficiados por intermédio dessa oração, e você vai ficar ai de braços cruzados ou vai fazer algo pela sua felicidade ou a de um ente querido?

Lembre-se que a fé remove montanhas! E se essa frase é uma verdade milenar, por que não poderá lhe ajudar numa causa tão mais simples?

Se for o caso, comece ainda hoje essa oração e espante de vez essa moléstia do seu ser ou da sua família.

A Palavra de Deus nos ensina que sem fé é impossível agradar a Deus e com a fé até mesmo o impossível podemos conquistar, mas a palavra de Deus também nos alerta que a fé sem ação é morta, neste caso em particular, é preciso muita oração para vencer este inimigo, porém também será necessário atitudes práticas como por exemplo, procurar a ajuda de uma clinica ou casa de recuperação especializada, porque na prática todos nós sabemos que sozinho é muito mais difícil vencer o mal, no entanto com amor e a ajuda de alguns bons Samaritanos se consegue uma vitória bem mais acentuada e permanente.

Procure um grupo (AA) de autoajuda ou se for algo mais grave procure ainda uma clinica de internação para desintoxicação e apoio médico, sempre existe um perto de você.

Que Deus te abençoe.


Garça_sapo_3






O Milagre da Mula, Santo Antônio.



O MILAGRE  DA  MULA


Santo Antônio pregava sobre o Santíssimo Sacramento em Toulouse, sul da França, ano 1227.

– No meio da pregação um senhor se levantou e o desafiou, dizendo que a presença de Cristo na Hóstia Consagrada era uma mentira.

Santo Antônio lhe respondeu:

– Que problema há, no corpo de Cristo estar velado pelas aparências do pão e do vinho, conforme suas próprias palavras.

E o senhor incrédulo fez um desafio:

– Se Cristo está presente nesta Hóstia, sua presença deveria ser sentida por todas as criaturas viventes. Então pegarei minha mula e na próxima missa estaremos aqui, se a mula conseguir ver Cristo na Hóstia, acreditarei no senhor e na sua fé.

Santo Antônio resolveu concordar com o desafio.  Passou-se três dias e uma multidão se aglomerou na praça, muitos pela missa e outros tantos para conferir o resultado do desafio do homem infiel. Enquanto Santo Antônio caminhava com o Santíssimo Sacramento e todos os católicos se colocavam de joelhos rezando. O senhor infiel chega conduzindo sua mula, a qual maliciosamente foi privada de alimento durante os últimos dias. Faminto, o animal estava tão violento que nem o próprio dono conseguia controlar. Contudo, ao se aproximar do Santíssimo, a mula se acalmou, e diante de todos ali presentes, milagrosamente a mula se ajoelhou perante a Hóstia Consagrada ostentada por Santo Antônio. O Milagre gerou gritos e admiração por todos, os católicos entoaram cânticos emocionados. Muitos hereges que ali estavam por curiosidade se converteram ao catolicismo, assim como o senhor dono da mula que reconheceu imediatamente a presença de Cristo e também se ajoelhou.




Outras indicações Semelhantes.







Um conselho de S. Francisco de Assis.



MORRER NÃO É O FIM




Texto mais abrangente:

Não percas de vista o final da vida. Não esqueças o teu propósito e destino como criatura de Deus. O que tu és à vista Dele é o que tu és, e nada mais.

Não permitas que as preocupações e ansiedades do mundo ou as pressões do ofício varram a vida divina dentro de ti ou calem a voz do Espírito de Deus que guia a tua grande missão de conduzir a humanidade à completude.

Se abrires o coração a Deus e gravares o Seu plano profundamente no coração, Deus abrir-se-á a ti.

Lembra-te de que quando deixares esta terra não poderás levar contigo nada que recebeste – sinais efémeros de honra, paramentos do poder -, mas apenas o que soubeste dar: um coração pleno enriquecido por trabalho honesto, amor, sacrifício e coragem.



“Quem ler e entender o Evangelho em Espírito e Verdade, encontrará nele Deus e o céu, os Anjos e o próprio paraíso, tudo a nos esperar, aguardando que façamos a nossa parte, para recebermos o prêmio da felicidade.” S. Francisco


Oração_abre_as_portas_para_a_presença_de_Deus
Oração_não_eh_uma_Varinha_magica_Papa_Francisco



A águia e a serpente.



A águia e a serpente



O embate entre serpentes e Águias é muito comum, pois as serpentes são um dos petiscos favoritos das águias, já que a principal defesa de uma serpente seria completamente inútil contra suas garras afiadas e por outro lado, as serpentes não possuem uma boa visão à longa distância, pelo contrário este inimigo em particular possui uma das melhores visões á longa distância entre os animais e que pode perceber o minimo movimento a quilômetros de distância e assim ela consegue chegar de surpresa em alta velocidade caindo literalmente do céu.  Porém, as defesas da serpente não podem ser totalmente desprezadas, por isso o grande e poderoso pássaro precisa de muita habilidade e esperteza para vencer esta disputa pela vida.

Hoje estaremos exatamente comentando e meditando esta atitude que pode nos deixar muitos ensinamentos, veja o depoimento a seguir:




Hermes C. Fernandes

Hoje assisti in loco e ao vivo” a um duelo entre uma águia e uma serpente. Fui levar minha esposa ao trabalho, e na volta, enquanto aguardava o sinal abrir, eu, minha filha Revelyn e meu sobrinho Pedrinho assistimos à cena inusitada. A águia veio descendo velozmente com as garras projetadas para frente, e quando pousou sobre a serpente, foi recebida com um bote. A luta continuou depois que o sinal abriu e não sabemos o resultado. Presumo que a águia tenha vencido, como geralmente acontece. É muito difícil para uma cobra, mesmo peçonhenta, resistir ao poder das garras daquela ave.

Águias e serpentes são abundantes aqui na Flórida. Recentemente, nosso quintal recebeu a visita de uma cobra. Mas desde que flagrei uma águia pousada no mesmo lado onde avistamos o tal réptil, nunca mais a cobra deu o ar de sua graça. Provavelmente, virou comida de águia.

Assistir àquele embate me fez passar o dia refletindo.

A cobra é um réptil rasteiro de sangue frio, enquanto a águia é uma ave de sangue quente que voa em alturas inatingíveis para qualquer outro animal. Enquanto a cobra troca de pele, a águia troca sua penagem. O poder da águia está na envergadura de suas asas e na força de seu bico e suas garras. Já o poder da serpente está em seu veneno.

– Enquanto o povo de Deus é desafiado a ser como uma águia, renovando constantemente sua força (*) em Deus, os ímpios são comparados à prole da serpente. As Escrituras cristãs estão repletas de imagens que sugerem esta comparação.

A águia é símbolo de renovação, de confiança, de destreza, de majestade. Mas a serpente é símbolo de traição, de astúcia, de malignidade.

A serpente é traiçoeira e mantém-se sempre escondida. Seu bote sempre acontece sem aviso prévio, com exceção da cascavel com seu chocalho. Já a águia avisa que está chegando desde que avista a presa, dando-lhe chance de escapar. O som que emite, juntamente com a envergadura de suas asas, não a deixam passar despercebida.

Os hipócritas e traidores são verdadeiras serpentes que trocam sua pele de acordo com a conveniência. Esperam a hora certa de dar o bote. São calculistas e frios. Ainda que pareçam agir pela emoção do momento, suas atitudes são planejadas e têm como objetivo derrubar quem está em seu caminho. Trocam seu discurso como a serpente troca de pele.

Os visionários são como águia, capazes de vislumbrar o futuro. Mesmo quando pegos de surpresa pelo bote da serpente, não recoam, mas mantém os olhos fitos no alvo. Renovar as penas não é como trocar de pele. O discurso continua o mesmo. Antes de ser leal aos que o cercam, é fiel à visão que Deus lhe deu. E justamente daí vem sua lealdade para com aqueles que nele confiam. Ser fiel a Deus e leal aos amigos acaba resultando numa consciência tranquila e forças renovadas.


17 de setembro de 2017



A águia não luta com uma serpente no chão.

Ela a agarra e a transfere para um outro campo de batalha: o céu. Depois de levá-la para o alto, a solta em direção ao chão.

Uma cobra não tem nenhuma resistência, nenhum poder, nenhum equilíbrio no ar. Ali revela-se inútil, fraca e vulnerável.

No chão, é mortal, sábia e poderosa.

Como uma águia, não limite-se a lutar no reino físico do inimigo.

Leve a luta para o seu domínio, que é o céu:  A ORAÇÃO!

O diabo aqui na Terra é forte, astuto, enganador, envolvente, e muitas vezes mortal. Mas no céu, assim como esta serpente revela-se inútil, fraco e vulnerável.

Busque as coisas do alto!!!   Reze mais.   A cabeça da serpente já foi pisada. Tomemos posse da graça de Deus. As decisões que mudam as coisas aqui na terra são tomadas lá no Céu.



NOSSAS MENSAGENS NO PINTEREST




OUTRAS INDICAÇÕES SEMELHANTES




POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.






Não Temas!



NO MEIO DA TEMPESTADE


tempestade-no-mar[1]


NADA TEMAS


“Entretanto, já a boa distância da margem, a barca era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. Pela quarta vigília da noite, Jesus veio a eles, caminhando sobre o mar.* Quando os discípulos o perceberam caminhando sobre as águas, ficaram com medo: “É um fantasma!” – disseram eles –, soltando gritos de terror. Mas Jesus logo lhes disse: “Tranquilizai-vos, sou eu. Não tenhais medo!”. Pedro tomou a palavra e falou: “Senhor, se és tu, manda-me ir sobre as águas até junto de ti!”. Ele disse-lhe: “Vem!”. Pedro saiu da barca e caminhava sobre as águas ao encontro de Jesus. Mas, redobrando a violência do vento, TEVE MEDO e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!”. No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e lhe disse: “Homem de pouca fé, por que duvidaste?”. Apenas tinham subido para a barca, o vento cessou. Então, aqueles que estavam na barca prostraram-se diante dele e disseram: “Tu és verdadeiramente o Filho de Deus.”      São Mateus, 14,24a33 – Bíblia Católica Online

Esta passagem Já é bem conhecida por todos nós, mas gostaríamos de evidenciar o motivo pelo qual São Pedro não foi feliz em completar a sua missão de chegar até Jesus, Jesus mesmo o reprova por sua falta de Fé, mas o texto nos evidencia o fato de que ele “TEVE MEDO“, mas teve medo de que?

Teve medo do mar, das ondas e do vento…  Bem sabemos que Pedro era um pescador profissional e sair ao mar era uma coisa que fazia todas as noites, bem sabemos que deve ter enfrentado diversas tempestades sozinho e sempre voltou inteiro para casa, se era o fato de correr o risco de estar caminhando no mar, mesmo que se fosse preciso nadar para voltar ao barco, isto não seria nada difícil de se realizar, no entanto, o que está em cheque não eram as habilidades humanas de Pedro e nem sua capacidade de lidar com situações semelhantes e sim a sua coragem de abdicar de toda sua capacidade e habilidades humanas se jogando inteiramente nas mãos de Jesus, foi neste ponto que Pedro TEVE MEDO, exatamente o ponto onde o seu lado Espiritual desafia seu lado físico a ponto de fazer aquilo que era impossível fisicamente e caminhar por cima de todas as dificuldades como se elas não existissem, assim como Jesus fazia.  Foi neste ponto que a Fé de Pedro vacilou e sua força espiritual cedeu ao poder da força das tribulações matérias que o cercavam o que acaba acontecendo com qualquer um de nós, é exatamente isto que JESUS quis mostrar, pois “Quando tudo nos falhou, foi mesmo a mão de Cristo que nos Resgatou.”



NÃO TEMAS


Foram essas as palavras de Jesus Cristo a Jairo no momento em que ele recebeu a trágica notícia da morte de sua filha. O Senhor sabia que aquela hora era decisiva e que a insegurança ou a dúvida poderiam abrir as portas para que o espírito de medo possuísse a alma daquele homem.

Jesus foi claro: “Não temas. A menina não morreu, mas dorme” (Mc 5.39).    Sabemos que são muitas as vozes que querem ser ouvidas, por isso temos que provar os espíritos para sabermos de onde eles procedem.

O medo é o principal inimigo da por isso temos que aprender um princípio importante de vida vitoriosa. Depois de ouvir o que diz a situação, ouça o que Deus tem a dizer a respeito do assunto. Nada termina até que Ele diga que acabou. O que vai definir a vitória ou o fracasso é o que você vai dizer segundo a sua fé. Em quem, de fato, você acredita: na circunstância ou em Deus?

Diante do que você está vivendo e do que Deus lhe prometeu, qual é a sua confissão. “Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos” (Rm 10.8).

Sabendo que a fé vem pelo ouvir, a quem você tem ouvido? Com quem você tem concordado? Com a situação, o diabo, o mundo, os incrédulos ou com Deus? Faça da sua confissão de fé uma oportunidade para Deus operar milagres em sua vida.


Crê somente!



OUTRAS INDICAÇÕES SEMELHANTES