O Espírito Santo cura nossas feridas.



O Espírito Santo cicatriza nossas feridas e restaura as nossas forças.

“Vinde a mim, todos vós que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis do repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve.”  (Mt 11, 28-30)



Curando as Feridas e removendo as Cicatrizes do Coração.


Quando falamos em feridas, dor, sofrimentos e lágrimas, temos uma resistência humana natural em não aceitar-las como algo bom, porque na verdade não o são, porém são intemperes que estarão em nossa trajetória de vida nesse mundo, mesmo não sendo necessários podemos utilizar destes percalços para o nosso bem usando de muita aceitação e superação porque querendo ou não estarão presentes em nosso caminho, não é mesmo? Mas o próprio Jesus nos disse: “No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.” (Jo 16, 33)

Desde a minha mais tenra infância eu compreendia as minhas feridas como resultado de machucados físicos ocorridos em brincadeiras com os primos, colegas de escola ou nas aulas de Educação Física. E como sempre, contava com o carinho e o zelo de minha “enfermeira particular”: a mamãe! Todas as vezes, ela vinha com o remedinho “Merthiolate“, que causava uma certa dor e ardência ao ser aplicado, mas, em contrapartida, seu consolo era acrescido de um beijinho doce dizendo “passa logo tá”. Logo depois, é claro, vinha a velha advertência, comum entre todas as mães, que gostam de nos lembrar que deveríamos ouvi-las mais: “Eu não te avisei?” Pois é! E era sempre verdade!

Ao descrever por essas linhas essa singela reflexão de vida, vi como Deus nos ama em perfeição, pelo fato de criar anjos que, com a mesma doçura, fossem capazes de agir. Ao cria-las, o Senhor fez a versão feminina do Ágape (amor incondicional) e as lançou na Terra como o nome de mãe. E ainda, não satisfeito, nos entregou a Sua mãe, na cruz, para complementar essa carga amorosa e protetora por toda a nossa vida.

Pois bem! O amor de Deus é tão perfeito, que Ele age, no presente, conosco, com as nossas feridas causadas pelo amadurecimento natural, pelos nossos pecados ou pelos tropeços da caminhada, da mesma maneira. O terceiro versículo do salmo 147 nos confirma isso dizendo que “Ele sara os quebrantados de coração, e lhes ata as suas feridas”. Diante de nossas quedas, a misericórdia de Deus nos acolhe e, fazendo de nós, mais que pacientes, mas sim, filhos amados, somos tratados e curados, não só no corpo, mas também na alma, na mente e no coração. Por muitas vezes, o remedinho que Jesus aplicou sobre as minhas machucaduras chegou até mim através da necessidade de uma boa confissão, de uma direção espiritual abençoada, um Seminário de Vida no Espírito Santo, uma oração de um servo ungido, já que o Senhor é especialista em nos chamar cada vez mais para perto Dele, para um relacionamento intimo com Ele, e através dos Seus filhos. E esse remédio, assim como o da minha mãe, também dói muito as vezes, pois mexe em nosso ego, no nosso orgulho, nos naqueles sentimentos que somos apegados… como dói, mas depois vem o alívio e a cura!

Contudo, em meio as minhas inúmeras feridas transformadas em cicatrizes, dores não só físicas que eu senti, mas por grandes turbulências espirituais e emocionais que passei. Porém, aprendi muito com cada uma delas; em  cada cicatriz trago um aprendizado, uma lição especial. A cada gota derramada, Jesus, ao tratar o ferimento, ia me ensinando, em contrapartida, que eu não deveria carregar comigo, o fardo da mágoa ou rancor por quem me feriu; assim, Ele me mostrou o que é perdão. E quando já não mais sangrava o coração, mas insistiam em mim as lembranças da dor, Ele sussurrava, carinhosamente, em meu interior, revelando-me que aquela dose de tratamento deveria ser acrescida de uma profunda abertura do meu ser, para que eu recebesse uma efusão do Seu Santo Espírito.

Fossem feridas causadas pelo meu próprio pecado ou pelo amor que eu não recebi, de quem esperei em demasia, também o Senhor estava ali, como minha mãe, na minha infância, de mãos estendidas, a me olhar e dizer: “Eu não te avisei, filha?” Por isso, costumo dizer que, em cada sorriso que esboço em minha face, carrego uma cicatriz de uma ferida curada por Deus.

Só depois de me abrir para que o “Médico dos médicos” (Jesus) pudesse executar o cuidado completo em minhas machucaduras, é que pude aprender a me reconhecer como filha(o) amada(o) de Deus e, mais ainda, forte o bastante, para poder amar os outros, como, assim, Ele o quer.

E eu te digo, amado(a) irmão(ã), que isso só foi e sempre será possível com a força do Espírito Santo. Só Ele nos leva a percorrer esse caminho de cura, na certeza de que já somos vitoriosos.

Se você, deseja fazer essa experiência? Quer deixar-se curar por Deus? Então, eu te convido para fazer esta experiência com o Senhor Jesus e deixar-se ser conduzido por seu Espírito Santo como Ele disse a Nicodemos.

“Necessário vos é nascer de novo.” (S. João 3,20)

Somente renascidos na graça do Espírito Santo, seremos novos homens e novas mulheres, curados e libertos pelo poder de Deus. Transformando nossas feridas em cicatrizes de fé e misericórdia, na intercessão de Nossa Senhora da Primavera, o Espírito Santo nos cumulará de muitas e muitas bênçãos.

Danielle Santos
Comunidade Renascidos em Pentecostes

RENASCIDOS EM PENTECOSTES   ·  SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016

FOI DEUS

POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.



Dinâmica – Armadura de Deus.




〈 A ARMADURA DE DEUS 〉





TEXTO BIBLICO EFÉSIOS 6.10 A 17 




ALFINETES DE SATANÁS – ARMADURA DE DEUS


“…Fortalecei-vos no Senhor … tomando … o escudo da fé”

(Efésios 6:10, 16).

Textos adicionais:

(Efésios 6,10-17); (Hebreus 13,5); (Romanos 12,12, 21).

Material Necessário:

Bíblia de capa dura
6 balões infláveis ou mais
3 alfinetes com cabeça colorida e almofada de alfinetes – Barbante


Modo de Preparar


Encha os balões, amarre o barbante de um lado a outro da sala ou entre duas cadeiras e pendure nele os balões inflados (outra opção é pedir a voluntários para segurá-los durante a demonstração).

Espete os alfinetes na almofada.

Mensagem: (Leia Efésios 6:10-17 e fale sobre a armadura cristã.)

Os balões representam a vida dos jovens cristãos. Alguns estão equipados com a armadura de Deus e alguns não. Iremos falar especialmente a respeito da armadura da fé (verso 16).


Modo de execução:

Satanás tem muitos alfinetes inflamados (mostre a almofada com os alfinetes).

Este é um alfinete que ele sempre usa.

Você pode entregar os balões para as pessoas e convidar uma de cada vez para efetuar a dinâmica em destaque.


Primeiro Balão: Desânimo

“Você não pode viver a vida cristã”, ele diz. Quando uma pessoa insiste nesse pensamento, está se esquecendo de (Hebreus 13,5): “Não te deixarei, nem te desampararei.” Ela se esquece de usar a armadura da fé (mostre o alfinete e, em seguida, ESPETE o primeiro balão).


Segundo Balão: Desânimo

(Utilize o mesmo alfinete. Mostre-o para o grupo e use a mesma tática.) Mas este cristão, embora desanimado, lembrou-se de (Hebreus 13,5).

Ele usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas coloque a Bíblia entre ele e o balão, como uma armadura.)


bulling_desanimo_tristeza


Terceiro Balão: Palavras rudes

(Pegue outro alfinete.) Embora alguém fale palavras rudes para essa pessoa, ela se lembra de “vencer o mal com o bem” (Romanos 12,21). Ela usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas use a Bíblia como escudo).


Quarto Balão: Palavras Rudes

(O mesmo alfinete). Essa pessoa não ora e não lê a Bíblia com freqüência, portanto, está sem a armadura (fure o balão com o alfinete). Quando ouve palavras rudes, fica irado e retribui no mesmo nível. Os alfinetes de Satanás encontram outra vítima.


Quinto Balão: Segundo lugar

Algumas vezes, na escola, na igreja ou em alguma outra atividade, alguém é escolhido em vez de você. Você fica em segundo lugar, porém, acredita que poderia fazer melhor do que a pessoa que foi escolhida (escolha outro alfinete). Satanás tem um alfinete para você nesse momento, mas se você estiver usando a armadura da fé (Romanos 12,12), o alfinete não poderá feri-lo (repita a mesma ação usando a Bíblia como escudo).


Sexto Balão:  Segundo Lugar 

(O mesmo alfinete.) Talvez outra pessoa seja escolhida para cantar, quando você sabe cantar melhor, mas o alfinete de Satanás não pode feri-lo (faça o movimento de furar o balão, mas atinja a “armadura”, a Bíblia), pois você está forte no Senhor, vestido com a “armadura de Deus” e permanece firme “contra as ciladas (enganos) de Satanás” (Efésios 6,10-11).


Outros balões:

Você pode acrescentar outros balões e outras setas inflamadas que poderiam nos atingir e repetir a sequencia da dinâmica.


REFLEXÃO:


A Bíblia é a nossa única proteção contra os ataques de Satanás.

É a maneira que Deus nos mostra como devemos nos proteger dos perigos, tristezas, brigas, desobediências, inveja e muitas outras tentações. Quando a tentação nos assalta, devemos sempre buscar na Palavra de Deus os conselhos Divinos. Confiando no poder de Jesus e na promessa que Ele fez de sempre estar ao nosso lado e nos fortalecer, estaremos usando a “armadura da fé” e seremos vitoriosos.

Quantos gostariam de estar “vestidos” com a armadura da fé?



plaquinha_jesus_te_ama exemplo_plaquinha_de_mao placa+Jesus+te+ama+na+estrada[1]

Variação de dinâmica semelhante:


plaquinha_pecado_maldade





“Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno.”  

(Efésios 6,16)

Distribua vários balões entre os participantes.

Peça para que encham os seus balões e segurem.

Distribua também para outros participantes previamente escolhidos algumas plaquinhas com palavras escritas identificando alguns dos dardos inflamadas do maligno mais comuns, como:


[DESÂNIMO]   [PECADO]   [ÓDIO]   [DERROTA]

[MENTIRA]   [FALSIDADE]   [DESPREZO]   [RANCOR]

[FOFOCA]   [MALDADE]   [ E OUTRAS ]


Juntamente com as plaquinhas entregue também palitos de dente para que tentem estourar os balões de seus companheiros mas não avise os participantes que eles farão isso.

Apresente os escolhidos com as plaquinhas na mão na frente de todos, leia as plaquinhas e fale sobre o perigo que elas representam para nossa vida Cristã e alerte as pessoas que devem estar preparadas para enfrentar as investidas do demônio, porém não deixe transparecer que tentarão atacar os balões, deixe os participantes distraídos com seus balões na mão.

Depois de apresentar os perigos que enfrentamos e os cuidados que se deve tomar para nossa proteção mande que as plaquinhas caminhem no meio das pessoas, mas dê um tempinho para se misturarem bem e passarem por trás dos participantes distraídos, enquanto isso você pode continuar falando alguma coisa ou cantar um cântico que se refira ao tema, dentro de um ou dois minutos comece a atacar os balões discretamente, um … “espere o suspense que chame a atenção dos demais” e depois estoure outro … e depois vários ao mesmo tempo.

Lembrando que não seria necessário eliminar todos os balões para que sobre pelo menos três balões sem estourar.

Não se esqueça que tudo isso deve ser combinado com os atacantes antes da ação propriamente dita, você pode convocar outras duas ou três pessoas sem comunicar nem com o primeiro grupo [DISTRAÍDOS] e nem com o segundo grupo [ATACANTES], para que essas pessoas protejam seus balões a qualquer custo para que sirvam de exemplo e deem testemunho no final de como conseguiram manter seus balões seguros.

Fale sobre as ferramentas disponíveis em Efésios 6 aproveitando o impulso da dinâmica.




Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


O Senhor é a minha força e meu escudo protetor.


Às vezes parece que nos esquecemos de que somos de propriedade exclusiva do Senhor, que a Ele pertencemos e que, portanto, Ele cuida de nós, nos ajuda e nos protege.


wallpaper-cristao-Deus-é-meu-escudo-madeira_1366x768


Este é o resultado dos maus momentos que estamos enfrentando e nos esquecemos de tudo que Deus pode realizar em nossas vidas, com isso minimizamos a capacidade do poder de Deus e damos mais valor para os problemas que estamos enfrentando do que a essa capacidade de Deus para resolvê-los.

O rei e salmista Davi conhecia muito bem esse papel em que Deus se revelava claramente. Por assim dizer Davi escreveu em vários de seus salmos que Deus era seu escudo protetor:

O Senhor é o meu rochedo, minha fortaleza e meu libertador. Meu Deus é a minha rocha, onde encontro o meu refúgio, meu escudo, força de minha salvação e minha cidadela.” (Salmo 17,3)

“O meu escudo é Deus, que salva o coração reto e sincero” (Salmo 07,11).

Os caminhos de Deus são perfeitos, a palavra do Senhor é pura. Ele é o escudo de todos os que nele se refugiam. “(Salmo 17,31).

O Senhor é a minha força e o meu escudo! Por isso meu coração exulta e o louvo com meu cântico. “(Salmo 27,7).

Davi O grande guerreiro de Deus, que enfrentou Golias com apenas uma funda e uma pedrinha nas mãos reconhece o fato de que Deus era o seu escudo que lhe deu a garantia de proteção contra o inimigo e de que tudo ficaria bem. Basta colocar a fé em Deus, a verdadeira confiança que temos em sua proteção e Ele nos ajudará nestes tempos difíceis onde cremos que temos pouca chance sair vitoriosos, mas a confiança em Deus faz com que aquilo que parece improvável se torne possível, pois só Deus pode dar as respostas perfeitas para as situações difíceis.

Hoje eu pergunto: Quem é o seu escudo, em quem colocou a sua confiança? Não se deixe intimidar pelas circunstâncias difíceis que estão ao seu redor. Em vez disso confie plenamente no poder de Deus, confie em sua capacidade de resolver todos os problemas que nos parecem impossíveis de resolver e, em seguida, comece a sentir os resultados melhores do que sua mente poderia imaginar.

Quando aceitamos Deus como nosso verdadeiro escudo, não importa os ataques que virão contra nós, pois seu poder é infinito e faz o maior ataque do maior inimigo se tornar insuficiente, pois Ele é especialista e o melhor estrategista das maiores batalhas e nunca perdeu uma só dentre todas que pelejou.

Você tem Deus como seu verdadeiro escudo contra todo mal ?


Deus_refugio_torre_forte


Revesti-vos da Armadura de Deus Armadura-criança-efesios-6
Como_Orar


Dinâmica – Enfrentando e Vencendo os desafios com Fé.


DINÂMICA SOBRE FÉ.

Objetivo: Despertar no catequizando confiança em Deus para enfrentar e superar os problemas de sua vida.

Mostrar que a nossa fé é a força para a caminhada cristã e só por ela venceremos os obstáculos que dificultam a nossa missão.

VENCENDO OBSTÁCULOS

OBSTACULOS_DIA_A_DIA

1. Material:

Bola pequena não muito leve, De seis a Doze garrafas PET de refrigerante ou água descartáveis, transparentes e com tampa; tinta guache (diversas cores) e etiquetas adesivas.

Primeiramente, vamos encher as garrafas com água. Para dar um colorido a cada uma das garrafas é só misturar um pouco de guache na água. Escreva nas etiquetas de seis a doze obstáculos que dificultem a missão de evangelizar e que nos afastam de Deus, como por exemplo: egoísmo, inveja, etc.

Faz parte da dinâmica colher as sugestões do grupo e escreva as sugestões acolhidas dos participantes do grupo e cole nas garrafas coloridas .

Bola_fe

Na bola você irá afixar uma etiqueta com a palavra FÉ.

Começa o jogo, todos deverão mirar os obstáculos e jogar a bola para tentar derrubá-los.

Imite um jogo de boliche, ou coloque em uma só fileira, Faça uma competição ou apenas revese as jogadas entre as pessoas do grupo para ser mais rápido. 

Ganha quem conseguir derrubar todos os obstáculos. Termine fazendo uma reflexão, mostrando que aqueles que creem em Deus são capazes de superar todos os obstáculos e realizar grandes obras em Seu nome.


Presentepravoce

Presentepravoce


FOI DEUS
O_equilibrista_e_a_Fé Dom_Fé_Milagres



Viver para o Senhor Jesus!



“É nas dificuldades e nas tribulações que enfrentamos diariamente na vida que entendemos a verdadeira necessidade de realmente VIVER para O SENHOR”



Um acidente aéreo que ficou na história!


December 1972, Chile --- Sixteen survivors of a Uruguayan Fairchild F-227 plane crash survived for 70 days in the Andes, less than 160 km away from Santiago. The plane had been chartered by the rugby team of the Old Christian Catholic school of Montevideo and was carrying players as well as supporters on their way to a game against a Santiago team. --- Image by © Group of Survivors/CorbisSexta feira – 13/10/1972, um avião da Força Aérea Uruguaia estava levando uma equipe de rúgbi da faculdade para jogar uma partida no Chile. Enquanto voava sobre as montanhas dos Andes o piloto relatou sua localização para os controladores de tráfego aéreo e foi liberado para começar sua decida para o pouso no Chile. Devido à cobertura de nuvens, ventos contrários e erros de cálculo o procedimento foi iniciado muito cedo. Como resultado, o avião caiu em um pico sem nome perto Argentina. Doze pessoas morreram no acidente. Os sobreviventes tiveram de suportar a fome, com medo nas montanhas, e as temperaturas de 30 graus abaixo de zero-durante a noite. A maioria dos sobreviventes perderam a esperança quando eles ouviram pelo rádio que as buscas haviam cessado. Eventualmente, dois dos sobreviventes decidiram cruzar as enormes montanhas para chegar ao Chile. Em 22 de dezembro de 1972, depois de terem ficado isolados por 72 dias, o mundo descobriu que ainda restavam 16 sobreviventes que venceram a morte nas montanhas dos Andes. Aquelas poucas pessoas sobreviveram em circunstâncias aparentemente impossíveis para o homem. (fonte: Wikipedia)


tempestade-no-mar[1]


Enquanto você lê este texto eu sei que há algumas pessoas que estão enfrentando tribulações que parecem ser circunstâncias impossíveis de ter solução, sei disso, pois eu mesmo enfrento problemas desta natureza agora. Você pode estar enfrentando uma situação que parece não existir mais esperança de solução. Você olha para as suas circunstâncias atuais e sente que não há nenhuma rota de fuga, nenhuma luz no fim do túnel. Quando você examina suas opções você não sabe como você poderá sobreviver a tudo isso.

Gostaria de trazer-lhe algum incentivo hoje, um alívio constatando algumas verdades. Quando olhamos para a Palavra de Deus vemos que há esperança quando as coisas parecem estar totalmente sem esperança. As coisas podem parecer impossíveis para você, porém para Deus tudo é possível! Quando somos impotentes devemos lembrar que servimos aquele que é todo-poderoso. Mesmo quando não sabemos o que o futuro nos reserva, mas nós sabemos que Ele tem o futuro nas mãos!

Selecionamos um texto onde o Profeta Elias encontrou-se em uma situação difícil. Neste ponto de sua vida, teria sido fácil para ele ficar desanimado. Ele pode ter sido tentado a sentir pena de si mesmo. Quando ele olhou para suas circunstâncias Tenho certeza que ele ponderou o que Deus estava fazendo. Mas o homem de Deus foi fiel em meio à grande dificuldade. E Deus foi fiel para sustentá-lo e protegê-lo.

Se você está no meio de uma grande tempestade… Se você está hoje andando através de um profundo vale escuro…. Eu quero que você veja através da história de Elias apenas como você poderia ainda sobreviver. Vamos examinar estes versos e veja “Como sobreviver nestas circunstâncias”.

O primeiro passo para “Sobreviver na tribulação” é a “Viver para o Senhor”.


jesus-tempestade-07[1]


1 – Viver para o Senhor


Esta é a maneira de sobreviver em qualquer circunstância adversa, mas poderia ser também esta a própria causa de suas atuais dificuldades.

Este foi o caso do Profeta Elias:

Acab foi o sétimo rei de Israel. Sua esposa era Jezabel e ela tinha uma má influência sobre o Rei. Elias era um profeta de Deus nesta mesma época. O Senhor enviou-o a confrontar o Rei. Por causa da maldade de Acab o Senhor iria causar uma grande seca na Terra. Essa seca iria durar 3 anos e meio. O julgamento de Deus afetaria toda a nação. Havia muitas pessoas justas neste tempo (Elias sendo um deles) Mas o justo não seria imune ao impacto desta seca. Nem todas as questões de Elias que foram gravados nestes versos foram infligidas por Acab. Elias não estava sofrendo por causa de seu do pecado em sua vida. A razão que Elias se encontrava nesta situação é porque o Senhor concebeu dessa maneira, mas ele e a viúva de Sarepta foram preservados com o mínimo necessário durante todo este tempo.

Você e eu vivemos em um mundo corrompido pelo pecado e se desviando cada vez mais dos planos de Deus, é realmente uma geração decaída e corrupta. Mesmo que nós sejamos filhos amados de Deus e fieis à sua vontade não estaremos isentos de problemas e aflições. Nesta vida, sofremos as conseqüências devastadoras do pecado do homem, aquecimento global, guerras, enchentes, mudança de clima, crises, poluição, epidemias e tsunamis, tudo isso acaba por atingir tanto os maus como os bons.

Quando vivemos para o Senhor … Quando estamos totalmente entregues à vontade do Senhor… Poderemos enfrentar dificuldade também como um resultado direto de nossa obediência.

Saeed Abedini é um cristão convertido do islamismo que atualmente esta preso no Irã por pregar o evangelho de Cristo. Ele foi condenado a oito anos de prisão, supostamente sob a acusação de atentar contra a segurança nacional através de reuniões religiosas privadas em lares cristãos no Irã. (fonte Wikipedia) Este homem convertido ao cristianismo saindo do islamismo tem dedicado sua vida a promover o Evangelho. Ele não está na prisão por estupro, homicídio ou por traição. Ele está na prisão por ser cristão e assim como ele outros também sofrem o mesmo destino em outros países e ainda muitos são mortos em países na África apenas pelo fato de se declararem Cristãos. (*)Cristofobia

Há algumas pessoas que conheço que se encontram atualmente afastadas de seus Ministérios. Não porque fizeram algo errado, mas porque se recusaram a comprometer a Palavra de Deus! com alguma coisa incorreta e fora da vontade do Pai, desta mesma forma foram muitos os Santos que sofreram perseguições até mesmo de seus companheiros dentro da Igreja.

Alguns de vocês são 100% dedicados, foram comprados pelo sangue do cordeiro para serem autênticos servos de Cristo. Você é fiel no estudo da palavra, ora constantemente, faz caridade, dá testemunho de vida, adora a Deus e o serve. Você é obediente e está no centro da vontade de Deus. Mas você está também enfrentando grandes dificuldades na vida “comum” como descrevemos aqui. Você tem contas que você não consegue pagar. Você recebeu um diagnóstico terminal do médico. Alguns de seus filhos se rebelaram, outros filhos se viciaram em drogas. Seus filhos podem estar na cadeia ou enfrentam processos de prisão. Seus filhos podem ser consumidos pelo alcoolismo. Seus filhos podem estar envolvidos no homossexualismo. Você vive com uma pressão constante sobre a sua situação. Há algumas pessoas cristãs fiéis que leem agora este texto que passam por muitas dificuldades em seus matrimônios que estão falhando ou já ruíram completamente. Alguns de vocês tiveram que enterrar bebês e ou cônjuges. Alguns de vocês estão no meio de uma grande tempestade e você se encontra implorando a misericórdia de Deus… Por quê?

Talvez você tenha chegado ao ponto de culpar a Deus por causa de sua situação atual. Infelizmente, existem alguns que têm ido tão longe como a se rebelar e dar as costas ao Senhor. Caro amigo, a única esperança que você tem para “sobreviver nestas circunstâncias” é viver 100% para o Senhor.

Nós não estamos prometendo que, se vivemos para Ele não iremos enfrentar problemas, uma vez que a cruz é o nosso melhor instrumento de Salvação. Nós não temos nenhuma garantia de que, se vivemos para o Senhor, Ele irá remover o nosso problema. De fato, há prova bíblica que muitas vezes sofremos por causa da nossa posição para com o Senhor. Mas você pode ter certeza que se você viver para Ele, Ele te protegerá… Mesmo no vale das sombras da morte!! Você pode ser tentado a se virar contra o Senhor… Não!!! Não importa o que você esteja enfrentando, se você deseja sobreviver e ser vitorioso sobre estas circunstâncias … Deve viver para o Senhor!!!


– A segunda coisa que você deve fazer para “Sobreviver a estas circunstâncias” é:


cansado-de-ouvir-porcaria[1]


2 – Escutar o Senhor 


2. Em seguida, a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: 3. Vai-te daqui; retira-te para as bandas do oriente e vai esconder-te na torrente de Carit, que está defronte do Jordão.


Quando você viver para o Senhor, Ele vai falar com você! Ele vai levar você através do vale que você está dentro. O Senhor falou a Elias, e disse-lhe para onde ir e o que fazer. Quando você está enfrentando um momento de grande dificuldade que pode não ser fácil de ouvir o Senhor. Quando Ele fala, você pode até não gostar do que Ele disser!

  1. Ele pode dizer-lhe para ir a algum lugar que você não quer ir:

Deus disse a Elias para “ir e se esconder pelo ribeiro de Carit”. A palavra “Carit” significa “para cortar, cortar”.

– Carit era um lugar escondido. Por natureza, era um lugar de difícil acesso e solitário.

Nas circunstâncias difíceis da vida podemos encontrar-nos sozinhos. Mas tem sido bem dito que “quando Jesus é tudo que você tem, Ele é tudo que você precisa“!

– Todos nós temos sonhos e desejos nesta vida. Há certos lugares que queremos ir e as coisas que queremos fazer. Mas às vezes nossos planos são muito diferentes do plano de Deus.

Como Elias encontrou-se sozinho se acampando por neste riacho murmurante, ele estava em um lugar onde o Senhor poderia ensinar-lhe alguma coisa. Elias aprendeu sobre confiar em Deus. Ele aprendeu que, na pior das circunstâncias Deus ainda estava presente. E quando os recursos eram poucos, ele aprendeu que o Senhor proveria! Se você vai ser fiel e obediente você vai aprender essas mesmas verdades!

Houve uma ocasião na vida dos discípulos que Jesus disse-lhes para entrar no barco e navegar para o outro lado do lago sem Ele e que mais tarde depois de orar ao Pai seguiria ao encontro deles. Assim eles fizeram e acabaram no meio de uma grande tempestade. Jesus até pode nos enviar para o meio de uma tempestade ou para o meio de uma matilha de lobos famintos. Mas lembre-se sempre de que Ele pode andar em cima dos mares tempestuosos, Ele pode saciar a fome e segar os cães que estão à espreita afastando-os das ovelhas indefesas. Ele nunca vai deixar ou abandonar você, e quando Ele escolhe, Ele pode falar a paz esteja convosco e ainda acalmar a tempestade em sua vida. Lembre-se também que, quando Ele envia você dentro de uma tempestade, deve existir uma razão para isso!! Mesmo que nós não possamos compreendê-lo no momento, ele tem um plano para nossas vidas!!

– Não só vemos que o Senhor nos diz para ir para onde não queremos ir…. Nós também vemos que:

  1. Ele pode dizer-lhe para ficar num lugar que você não quer permanecer.

Talvez não tenha sido uma grande luta para Elias ir para o rio Carit, para começar. Mas ele pode ter atingido um ponto em que ele estava pronto para passar para outra coisa. Ele está sozinho, ele não tem posses e foi sobrevivendo com as necessidades básicas. Alguns de vocês têm lutado batalhas por um tempo muito longo. Algumas de suas lutas tem sido sobreviver no meio de circunstâncias difíceis por muitos meses ou mesmo anos. Você está exausto e cansado… Você está frustrado e desanimado… Você está pronto para receber algum alívio e você quer que seus problemas terminem.

São Paulo estava em uma situação similar. Ele foi para o Senhor 3 vezes e pediu a Ele que removesse um “espinho na carne”.  Deus disse a Paulo em – (2 Coríntios 12, 9) … A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.

– Hoje o Senhor pode estar dizendo para você ficar em algum lugar que você não quer ficar. Você pode reivindicar essa mesma promessa… Deus está lhe dizendo que Sua graça é suficiente para você!!! Você ainda está onde você está porque Ele ainda está trabalhando em você! Ele ainda está ensinando, formando e purificando você! Você pode não gostar, mas Ele pode ter planos para deixar você por nesse riacho um pouco mais. Se você deseja sobreviver nestas circunstâncias você deve estar disposto a ouvir, mesmo quando você não gosta do que Ele esteja falando!


– Vemos também através da história de Elias que, a fim de sobreviver nas tribulações, devemos:


Jesus_crucificado_visao_pe_da_cruz



3. Olhar para o Senhor



– v4 Beberás da torrente, e ordenei aos corvos que te alimentem.


Deus foi fiel em sua promessa. Ele sustentou seu profeta. Todos os dias os Corvos lhe traziam pão e carne e bebeu a água do riacho. Estou certo de que Elias se cansou de pão, carne e água. Eu não ficaria surpreso se ele desejasse uma mudança de cenário. Mas Elias resistiu à tentação de tomar o assunto em suas próprias mãos. Ele não saiu para caçar. Ele não procurou outro riacho. Ele não olhou para outra morada. Se ele tivesse ido a qualquer outro lugar, ele teria morrido de fome. Deus havia ordenado provisões para Elias, mas Ele lhes havia ordenado a ser entregue naquele lugar e não noutro.

Há alguns de vocês que estão bem no centro da vontade de Deus e você está enfrentando circunstâncias difíceis. Mas há alguns de vocês que estão enfrentando circunstâncias desastrosas e a razão é porque você tomou o assunto em suas próprias mãos e você não está onde Deus quer que você estivesse. Se você não está onde Ele quer que você esteja… Você não pode contar com a Sua proteção ou Suas provisões! Se você estiver indo para sobreviver e vencer as dificuldades… você deve olhar para o Senhor e só Ele !!! — Junto com escuta e olhando para o Senhor, devemos também:


Jesus-ajudando-um-menino[1]


4 – Apoiar-se no Senhor 

– v5 – Elias partiu, pois, segundo a palavra do Senhor, e estabeleceu-se junto à torrente de Carit,


Sobreviver com os problemas na dificuldade exigirá muita fé. O Senhor disse a Elias para onde ir e o que fazer e foi exatamente o que ele fez.  

– Essa seca devastou a terra. A água secou. Não houve chuva ou orvalho. Toda a grama morreu. Da mesma forma as plantas e culturas murcharam. Sem dúvida, muitos dos animais morreram de fome. A única esperança que Elias tinha era a de confiar no Senhor.

Meu amigo, não importa o que você está enfrentando, a sua única esperança para sobreviver aos seus problemas é “apoiar-se no Senhor” !!! Como Elias, você pode estar sozinho nesta tempestade. Sua família, não pode ajudar, seus amigos não podem ajudar, o Padre, o pastor ou os irmãos da igreja não podem ajudar. Olhe para a única pessoa que pode ajudá-lo! Renda-se ao Senhor inteiramente, quem sabe por que você está lá! (Ele te colocou ali por um motivo !!) Confie somente n’Ele que irá prover para você o necessário, enquanto você permanecer lá! Confie somente naquele que irá protegê-lo enquanto você está aí!

Confie n’Ele quando as dúvidas sombrias lhe atacarem, Confie n’Ele quando a tua força diminuir, Confie nEle quando simplesmente só lhe restar esta opção, parece ser esta a coisa mais difícil de todas.

Confie nEle, Ele é sempre fiel, Confie nEle, pois sua vontade é o melhor para você, Confie nEle, pois o coração de Jesus é o único lugar de descanso.

Essa seca durou 3 anos e meio em Israel. Deus não deu a Elias uma agenda detalhada do que iria ocorrer. Deus simplesmente disse a Elias para obedecer e foi isso que ele fez. Deus não vai nos contar todo o futuro que esta reservado. Ele não nos dá um cronograma de eventos antes do tempo. Mas Ele nos dá uma direção e se nós estamos indo para sobreviver nas dificuldades, devemos apoiar-se totalmente n’Ele !!


Jesus_ensinando_sinagoga_1800x1200


Há uma verdade final sobre a sobrevivência nas tribulações que eu gostaria de considerar. Nos versos 6-7, vemos que devemos:


  1. Aprender do Senhor

    – v6 E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã, como também pão e carne à tarde; e ele bebia do ribeiro. 7 E aconteceu que depois de um tempo, o ribeiro secou, ​​porque não tinha havido chuva na terra.


Ao longo do tempo a seca piorou, o ribeiro secou. A fonte de vida sustentável ​​de água para Elias tinha ido embora. Mas Elias não se mexeu até que a Palavra do Senhor veio para dizer-lhe o que fazer. Lembre-se disso, Deus não ficou surpreso quando o riacho secou. Era tudo parte de Seu plano. Mesmo antes de o ribeiro secar Deus sabia o próximo passo a ser dado por Elias. E quando as circunstâncias parecem estar sem esperança, ele não foi SURPREENDIDO … Ele tem um plano !!

Você pode não saber o futuro, mas Deus sabe o próximo capítulo na sua história! Alguém disse com razão que “a vontade de Deus nunca irá levá-lo onde a graça de Deus não pode mantê-lo”. Não importa o quão ruim as coisas poçam ficar … se você é um filho de Deus, Ele estará sempre lá com você! E Ele nos deu uma grande promessa em – (Romanos 8,28).  “E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

– Essa é uma promessa que nós podemos nos agarrar sempre nela !!

Até este ponto Elias tem sido fiel. Mas há uma mudança em suas circunstâncias aqui no versículo 7. O riacho seca! Se Elias tinha sido um mau cristão Eu acho que é assim que ele teria respondido.

Você até pode ouvi-lo murmurar:?!?!

“Senhor, eu tenho sido fiel a Ti a minha vida toda… como você pôde deixar isso acontecer comigo? Eu fiquei neste riacho murmurante porque você me mandou vir para cá e eu comi carne com mal cheiro entregues a mim por essas aves desagradáveis! Dia após dia eu tenho sofrido frio e calor e comido este pão seco e bebido dessa água impura!! Agora o que aconteceu?!?! Como vou sobreviver?!?! Por que você fez isso comigo Senhor?!?! Onde está o benefício em servi-lo?!?!

Eu desisto, vou cair fora dessa vida !! ..

Eu só vou cuidar de mim mesmo a partir de agora !! “

Isso não vos soa muito familiar? Soa familiar para mim e para alguns de vocês, porque essa era a nossa resposta às nossas dificuldades. E, em vez de aprender com o Senhor, você está agora sofrendo as conseqüências de sua rebelião! Mas Elias não respondeu dessa maneira. A razão é que ele tinha aprendido com o Senhor. Ele tinha visto que Deus foi fiel lhe protegendo e fornecendo o necessário. E embora ele não estivesse comendo bife à milanesa com batata frita e bebendo champagne em taças de cristal, Deus havia sofrido junto com ele até agora e Elias confiava nele para conduzir e prover no futuro.

O que Elias não sabia era que Deus estava o preparando para algo especial. Houve uma grande missão no horizonte para este homem fiel de Deus. Num futuro próximo, Deus voltaria a enviar Elias para confrontar Acab. Há em Mt. Carmel houve um grande confronto. Elias orou e Deus enviou fogo do céu. No final, Elias matou 45 dos profetas de Baal. E, finalmente, por causa da ousadia e fidelidade a Deus, Elias recebeu a glória!

Deus pode ter colocado você em uma situação muito difícil. Você pode ter estado em um vale tenebroso por um longo tempo … … Muito tempo! Você pode ter tido que ir onde você não queria. Você pode ter tido que ficar muito mais tempo do que você queria ficar onde não queria. Você pode ter tido que suportar coisas que você nunca quis suportar. E depois de tudo isso, parece que o seu riacho murmurante está secando de vez. Você não sabe se você pode dar mais um passo. Você não sabe como é que vai passar mais um dia. Sua situação parece sem esperança e você se sente impotente. Você está implorando a Deus: “Como posso sobreviver nestas minhas circunstâncias atuais” ???

A resposta é clara – viver para o Senhor, escutar o Senhor, olhar para o Senhor, Confiar no Senhor e aprender com o Senhor! Quando é o momento certo você vai ver que vale a pena obedecer. E você vai ver que você realmente PODE SOBREVIVER e vencer as TRIBULAÇÕES DO VIVER.

http://www.sermoncentral.com/sermons/how-to-survive-your-circumstances-kevin-l-jones-sermon-on-trials-and-difficulties-196291.asp


http://www.youtube.com/watch?v=iWLRKQyzbQQ


Salva_me_Senhor
Consertar_o_mundo Tende_Misericordia_Senhor

Lembre-se meu Filho.



Frases de efeito sobre a grandeza das atitudes e dos melhores valores materiais e espirituais, nem tudo que parece grande e poderoso é o que tem maior valor. Quando observamos as coisas pela óptica Divina compreendemos melhor os ensinamentos de Jesus e entendemos porque nossa melhor opção e sempre seguir as palavras do Mestre em qualquer ocasião e momento de nossas vidas.




> ou <   MAIOR ou  menor

É só uma questão de referência, o melhor VALOR dependerá da situação e do local onde você se encontra e onde pretende estar. 



Grandes_valores


2. O maior e melhor amigo: Deus

3. Os melhores Companheiros: Os pais

4. A melhor casa: O Meu Lar

5. A maior felicidade: A boa consciência

6. O mais belo dia: HOJE

7. O melhor tempo: AGORA – O Kairós

8. A melhor regra para vencer: A disciplina

9. O melhor negócio: O Trabalho

10. A melhor aquisição: O estudo

11. A coleção mais rica: As Boas Ações

12. A estrada mais fácil para ser feliz:  O caminho … RETO

13. A maior alegria: O Dever Cumprido

14. A maior força: O Bem

15. A melhor Atitude: A cortesia

16. O maior heroísmo: A coragem de ser BOM

17. A maior falta: A Mentira

18. A pior pobreza: A preguiça A pior pobreza: A preguiça

19. O pior fracasso: O desânimo

20. O maior inimigo: O mal

21. O maior dos esportes: A prática do bem

1. Para se Lembrar – Musica: Noites Traiçoeiras Autor: Desconhecido

22. A Logística do céu não funciona como a expectativa dos homens, mas segundo a dispensação da graça de DEUS. Portanto, quem quiser ser o primeiro deve buscar o ultimo lugar e quem quiser ser servido deve ser o servo de todos (S. Mateus 20,28)



Seminário de Vida no Espirito bRAÇOS DO pAI

Seminário de Vida no Espirito seminario[1]



Uma Experiência com deus e com DEUS!


manzana[1]

Experimente você Mesmo!


Feridas curadas.



Quando falamos em feridas, dor, sofrimentos e lágrimas, temos a resistência humana em não admiti-los como coisas boas ou intemperes necessários que estarão em nossa trajetória nesse mundo, não é mesmo? Mas o próprio Jesus nos disse:

“No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.”
(S. João 16, 33)


Tudo que DEUS faz é Perfeito!


MEDITAÇÃO EM POWER POINT


ostra-9[1]

Feridas curadas


1. “Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas”… As pérolas são feridas curadas. Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

2. Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada NÁCAR. Quando um grão de areia a penetra, as células do NÁCAR começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

3. Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada…

4. Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém?

5. Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias já foram rejeitadas, ou mal interpretadas? Você já sofreu os duros golpes do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença? 6. 7. Cubra suas mágoas com várias camadas de amor. Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento. A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas, alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

8. Assim, na prática, o que vemos são muitas “Ostras Vazias”, não porque não tenham sido feridas, mas, porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor. Um sorriso, um olhar, um gesto, na maioria das vezes, fala mais que mil palavras..


9. Presentepravoce.wordpress.com.brquinta-feira, 27 de agosto de 2015 2:15:49 Link’s para outras Mensagens



FOI DEUS
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120

POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.





O Espírito Santo cicatriza nossas feridas e restaura as nossas forças.

“Vinde a mim, todos vós que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis do repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve.”  (Mt 11, 28-30)



Curando as Feridas e removendo as Cicatrizes do Coração.


Quando falamos em feridas, dor, sofrimentos e lágrimas, temos uma resistência humana natural em não aceitar-las como algo bom, porque na verdade não o são, porém são intemperes que estarão em nossa trajetória de vida nesse mundo, mesmo não sendo necessários podemos utilizar destes percalços para o nosso bem usando de muita aceitação e superação porque querendo ou não estarão presentes em nosso caminho, não é mesmo? Mas o próprio Jesus nos disse: “No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.” (Jo 16, 33)

Desde a minha mais tenra infância eu compreendia as minhas feridas como resultado de machucados físicos ocorridos em brincadeiras com os primos, colegas de escola ou nas aulas de Educação Física. E como sempre, contava com o carinho e o zelo de minha “enfermeira particular”: a mamãe! Todas as vezes, ela vinha com o remedinho “Merthiolate“, que causava uma certa dor e ardência ao ser aplicado, mas, em contrapartida, seu consolo era acrescido de um beijinho doce dizendo “passa logo tá”. Logo depois, é claro, vinha a velha advertência, comum entre todas as mães, que gostam de nos lembrar que deveríamos ouvi-las mais: “Eu não te avisei?” Pois é! E era sempre verdade!

Ao descrever por essas linhas essa singela reflexão de vida, vi como Deus nos ama em perfeição, pelo fato de criar anjos que, com a mesma doçura, fossem capazes de agir. Ao cria-las, o Senhor fez a versão feminina do Ágape (amor incondicional) e as lançou na Terra como o nome de mãe. E ainda, não satisfeito, nos entregou a Sua mãe, na cruz, para complementar essa carga amorosa e protetora por toda a nossa vida.

Pois bem! O amor de Deus é tão perfeito, que Ele age, no presente, conosco, com as nossas feridas causadas pelo amadurecimento natural, pelos nossos pecados ou pelos tropeços da caminhada, da mesma maneira. O terceiro versículo do salmo 147 nos confirma isso dizendo que “Ele sara os quebrantados de coração, e lhes ata as suas feridas”. Diante de nossas quedas, a misericórdia de Deus nos acolhe e, fazendo de nós, mais que pacientes, mas sim, filhos amados, somos tratados e curados, não só no corpo, mas também na alma, na mente e no coração. Por muitas vezes, o remedinho que Jesus aplicou sobre as minhas machucaduras chegou até mim através da necessidade de uma boa confissão, de uma direção espiritual abençoada, um Seminário de Vida no Espírito Santo, uma oração de um servo ungido, já que o Senhor é especialista em nos chamar cada vez mais para perto Dele, para um relacionamento intimo com Ele, e através dos Seus filhos. E esse remédio, assim como o da minha mãe, também dói muito as vezes, pois mexe em nosso ego, no nosso orgulho, nos naqueles sentimentos que somos apegados… como dói, mas depois vem o alívio e a cura!

Contudo, em meio as minhas inúmeras feridas transformadas em cicatrizes, dores não só físicas que eu senti, mas por grandes turbulências espirituais e emocionais que passei. Porém, aprendi muito com cada uma delas; em  cada cicatriz trago um aprendizado, uma lição especial. A cada gota derramada, Jesus, ao tratar o ferimento, ia me ensinando, em contrapartida, que eu não deveria carregar comigo, o fardo da mágoa ou rancor por quem me feriu; assim, Ele me mostrou o que é perdão. E quando já não mais sangrava o coração, mas insistiam em mim as lembranças da dor, Ele sussurrava, carinhosamente, em meu interior, revelando-me que aquela dose de tratamento deveria ser acrescida de uma profunda abertura do meu ser, para que eu recebesse uma efusão do Seu Santo Espírito.

Fossem feridas causadas pelo meu próprio pecado ou pelo amor que eu não recebi, de quem esperei em demasia, também o Senhor estava ali, como minha mãe, na minha infância, de mãos estendidas, a me olhar e dizer: “Eu não te avisei, filha?” Por isso, costumo dizer que, em cada sorriso que esboço em minha face, carrego uma cicatriz de uma ferida curada por Deus.

Só depois de me abrir para que o “Médico dos médicos” (Jesus) pudesse executar o cuidado completo em minhas machucaduras, é que pude aprender a me reconhecer como filha(o) amada(o) de Deus e, mais ainda, forte o bastante, para poder amar os outros, como, assim, Ele o quer.

E eu te digo, amado(a) irmão(ã), que isso só foi e sempre será possível com a força do Espírito Santo. Só Ele nos leva a percorrer esse caminho de cura, na certeza de que já somos vitoriosos.

Se você, deseja fazer essa experiência? Quer deixar-se curar por Deus? Então, eu te convido para fazer esta experiência com o Senhor Jesus e deixar-se ser conduzido por seu Espírito Santo como Ele disse a Nicodemos.

“Necessário vos é nascer de novo.” (S. João 3,20)

Somente renascidos na graça do Espírito Santo, seremos novos homens e novas mulheres, curados e libertos pelo poder de Deus. Transformando nossas feridas em cicatrizes de fé e misericórdia, na intercessão de Nossa Senhora da Primavera, o Espírito Santo nos cumulará de muitas e muitas bênçãos.

Danielle Santos
Comunidade Renascidos em Pentecostes

RENASCIDOS EM PENTECOSTES   ·  SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016

FOI DEUS
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120

POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.



O Espírito Santo cicatriza nossas feridas e restaura as nossas forças

O Segredo de vencer grandes desafios.


Menino surdo e com fome ganha o grande concurso do Rei.



Menino_surdo

Esta era a manchete de todos os jornais, revistas, blog’s da internet, falatório das rádios e reprises das notícias na Tv o dia todo.

“Qual o segredo que teria levado um garoto tão franzino a vencer o grande desafio do Rei?”.



O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios


Resumo básico do texto de Padre Léo:

Um certo Rei que não tinha o que fazer na sua festa de aniversário, mandou enfiar um poste de 25 m de altura na praça principal da cidade e colocou uma cesta com um cheque de 850 mil dólares, e muita comida, e um vale compra para um ano em um supermercado para toda uma família, depois mandou passar uma resina especial naquele poste comumente chamado de “Pau de sebo”.

Quem conseguisse subir naquele pau de sebo ganharia aquele cheque e todos aqueles prêmios.

A festa de aniversário durou uma semana e o “Pau de sebo” ficou como sendo a atração principal da festa, vieram muitos convidados, muitos outros reis de outras regiões, suas esposas e familiares e muitos componentes da corte.

Compareceu também toda a imprensa escrita, falada e televisada. As mais importantes emissoras de TV e rádio, jornais, revistas e blog’s da internet vieram para documentar o grande evento.    Com a grande repercussão da divulgação da festa, o grau de dificuldade e a enorme quantia oferecida como prêmio principal, compareceram muitos populares e atletas de renome internacional para competirem no desafio.    Os menos cotados começaram primeiro e na sua grande maioria não conseguiram ultrapassar os primeiros 5 metros de altura, alguns conseguiram chegar até os dez metros que equivalia a menos da metade do percurso, porém estava lá presente o também o presidente da ANTA, associação nacional dos treinadores dos alpinísticos, um atleta de grande experiência internacional e já havia ganhado muitos desafios e medalhas olímpicas, por isso todos já o consideravam “O VENCEDOR” e assim já tinham comprado camisetas, faixas, cartazes e um grande coro de torcida que fortalecia o grande atleta.

Ele já era um atleta experiente, antes mesmo do embate já havia dado entrevista na TV contando seus truques que o tornariam “O VENCEDOR”, ofereceu também doar seu prêmio aos mais necessitados, pois ele mesmo não necessitava daquele prêmio e etc.   Com suas vestes apropriadas e seu jeito de alpinista experiente abraçou o poste com todo vigor e foi subindo lentamente aquele “Pau de sebo”.   Facilmente ultrapassou os cinco primeiros metros e com os aplausos da multidão se sentia fortalecido e entusiasmado com a narração ao vivo das TV’s e rádios locais ele galgava metro após metro até o 14º quando fez uma pequena pausa.    A Multidão então fez um breve silêncio enquanto aguardava a próxima braçada e a duvida pairava no ar, quando reiniciou a subida deu uma pequena escorregada, mas com os aplausos e o coro gritando “sobe, sobe, sobe…” ele voltou à luta e subiu mais uns três metros quando deslizou novamente até o início, para demonstrar que não desistia fácil e para não menosprezar o apoio da torcida deu uma respirada e tentou novamente, mas não conseguiu nem passar sua primeira marca e desistiu.

Ao descer resolveu reivindicar ao Rei que facilitasse a tarefa reduzindo a altura do poste em 10 metros e com muitas desculpas justificava a sua derrota e a de todos os outros, propôs sair da disputa se a altura do “Pau de sebo” fosse diminuída e etc.  etc.

Enquanto ele ainda fazia sua campanha chegou um jovem franzino, com cara de fome e ficou analisando o obstáculo.   Com o olhar fixo no alvo que era muita comida ele começou a subir o poste surpreendendo a multidão, pois subia com uma certa facilidade, mas ao chegar à marca de seu antecessor parecia um pouco cansado e começou a vacilar enquanto a multidão passou a desmotivar o garoto gritando em alta voz em coro “Desiste… desiste… Não vai conseguir…. desiste… e assim continuaram a gritar”.  O garoto olhou para cima, visualizou o seu prêmio e com um esforço extra humano subiu o restante do percurso como uma lagartixa grudado no poste sem escorregar nem um metro e ganhou o prêmio que logo pegou e levou para sua casa compartilhando com sua família.

A Mídia e as autoridades presentes inconformadas com a ausência do ganhador foram até a casa do garoto para entrevistar o pequeno menino franzino, porém “O GRANDE VENCEDOR” do desafio do Rei.   Todos queriam conhecer o garoto e saber seus segredos que o levaram a ganhar o grande prêmio.

Ao chegar em sua casa foram recebidos pelo pai do garoto que se assemelhava ao menino na sua desproporcional falta de força física que contrariava as expectativas e a capacidade de competir no grande desafio hora vencido na presença de todos.

O pai logo confessou que o menino tinha dois grandes segredos:

– O primeiro era a fome que o motivou a conquistar toda aquela comida.

– O segundo é que ele era surdo e não podia ouvir a voz de toda aquela multidão que gritava bem alto desmotivando o atleta no seu empenho.

Padre Léo Conclui:

Precisamos ter muita fome de Deus para que possamos seguir e vencer os nossos grandes desafios.

Precisamos ser surdos para a voz do mundo quando nos desmotiva ou quando desvia a nossa atenção do alvo principal nos direcionando ao pecado e para longe da presença de Deus que é na verdade o nosso maior, melhor, grande e maravilhoso prêmio.

Historia contada por padre Léo em diversas palestras, consta no tema “Vacina contra o desânimo” gravado ao vivo na Canção Nova dia 26/09/2004 e disponível em código CD 25.02469 DVD 26.02469 – Divulgada também no Youtube.

“Sem FÉ é impossível agradar a Deus”.




O_equilibrista_e_a_Fé O_desafio_do_Rei

Eu sou a Videira Verdadeira.


Vos sois os Ramos


Eu_sou_a_Videira_Verdadeira


Jesus se identifica aos apóstolos de várias maneiras. Como para os humanos nem sempre é fácil entender as coisas sobrenaturais, usa de parábolas, comparações e alegorias. Depois de se apresentar como o Caminho, Verdade e Vida, de revelar-se como Bom Pastor das ovelhas e porta do redil, se compara à videira da qual fazem parte os ramos e os frutos. Tal comparação é uma consolação para os que nele creem e o amam de verdade, pois ele os inclui na sua própria identidade. “Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo se não permanecer na videira, assim também vós não podeis dar fruto se não permanecerdes em mim” (Jo 15, 4).

São Paulo compara o corpo de Cristo à Igreja (cf I Cor. 12, 12-14). Ela, na verdade, é o corpo místico do Senhor. Somente pertence a ela, quem pertence a Cristo.

A comparação da videira já havia sido utilizada pelos profetas Isaías, Jeremias e Ezequiel referindo-se ao povo de Israel. Porém, o povo de Israel na história se revelou infiel e não produziu os frutos esperados. Eis a razão pela qual o Senhor se apresenta como a Verdadeira Videira. Quem está nele, unido a ele que é o tronco, este necessariamente produz frutos de caridade, de bondade, de justiça, de fraternidade, de humildade, de serviço ao próximo, sobretudo aos sofredores. Inúmeros são os frutos que resultam de uma verdadeira e íntima união com Cristo. A produção de frutos que são as boas obras oriundas do mandamento novo, Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo. 13,34), são indispensáveis para se pertencer a Cristo Jesus, de tal forma que em não produzindo-as, o Pai, que é o agricultor, corta os ramos e os separa definitivamente do tronco. Porém, também o ramo que produz fruto deve ser, de vez em quando, limpo, podado. São os sofrimentos, os problemas que cada um que se decide a ser inteiramente de Cristo tem que enfrentar. Não duvidemos: não há Cristo sem cruz, não há cristianismo sem sacrifícios. O livro dos Atos dos Apóstolos, bem como a história da Igreja, estão cheios de exemplos de provações, tribulações, martírios físicos ou morais que acompanham a todos os que estão legitimamente são inseridos como ramos no tronco da videira que é Cristo.

Lembremo-nos ainda que toda árvore é constituída de tronco, ramos, frutos, mas também de raízes e de seiva. As raízes podem ser comparadas à parte da Igreja que vive no escondimento dos mosteiros ou no silêncio das terras longínquas da missão. Também podem se assemelhar à parte silenciosa em nós mesmos que devemos renunciar a qualquer honraria humana para viver nossa fé e praticar as boas obras. Não foi Jesus que afirmou: “que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita”? (cf. Mt 6, 1-4). Na árvore de Cristo não cabem exibições, como na Igreja não se pode suportar o carreirismo e a sede de poder. Certamente os ciúmes são definitivamente artimanhas do inimigo que deseja ver secos os ramos da videira do Senhor.

A seiva, contudo é a vida da árvore. Sem ela os ramos secam e acabam por desaparecer. Permanecer unido a Cristo significa receber de sua seiva continuamente. A seiva é o Espírito Santo, é a força do ressuscitado, é a vida da Igreja e de cada pessoa. Assim como a seiva é praticamente invisível, a maneira de recebê-la em continuidade é a oração que também é algo imaterial e intangível. Quem perdeu a capacidade de rezar, começou a secar e pode se tornar lenha para a fogueira. Sem mim, nada podeis fazer! (Jo.15, 5) afirma Jesus. Contudo, se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes e vos será dado (Jo.15,7). Ó, como isso é consolador! Na união com Cristo está a solução para todas as situações, ainda que pareçam humanamente impossíveis. O segredo está em permanecer vivamente enxertados em Cristo, dele recebendo a benfazeja seiva, para produzir abundantes frutos para a glória do Pai.

Por Dom Gil Antônio Moreira – Arcebispo de Juiz de Fora (MG)


Perseverança


Fruto_Espírito SVE-I
Antiga_Aliança_02 Sete_dons
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

911 – Resolva qualquer problema a qualquer hora.


Ligações de emergência e a qualquer hora


Seja lá qual for a sua necessidade, Deus estará sempre de braços e ouvidos abertos para te atender.



13. Quando eu cerrar os céus, e não houver mais chuva, quando ordenar aos gafanhotos que devorem a terra, ou quando enviar a peste contra meu povo, 14. se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra. 15. Doravante meus olhos estarão abertos e meus ouvidos atentos às preces feitas neste lugar,     

(II Crônicas, 7, 13 a 16)



Agenda_bíblica


LIGUE AGORA MESMO !


Esses telefones de emergência podem ser discados diretamente. Nenhum operador de assistência faz-se necessário Todas as linhas do céu estão abertas 24 horas por dia!

Basta clicar nos links abaixo:


Quando estiver triste,

ligue João 14

Quando pessoas faltarem com você,

ligue Salmos 27

Se você quer ser frutífero,

ligue João 15 – A Videira Verdadeira

Quando você estiver nervoso,

ligue Salmo 50

Quando você estiver preocupado,

ligue Mateus 6:19-34

Quando você estiver em perigo,

ligue Salmo 90

Quando Deus parecer distante,

ligue Salmo 138

Quando sua fé divina precisar ser ativada,

ligue Hebreus 11 – Um teste de Fé.

Quando você está solitário e com medo,

ligue Salmos 22

Quando você for áspero e crítico,

ligue 1 Corintios 13

Para saber o segredo da felicidade de Paulo,

ligue Colosenses 3:12-17

Para ideia de Cristianismo,

ligue 2 Corintios 5:15-19

Quando você sentir-se triste e sozinho,

ligue Romanos 8:31-39 – Noites Traiçoeiras

Quando você quiser paz e descanso,

ligue Mateus 11:25-30

Quando o mundo parecer maior que Deus,

ligue Salmos 89

Quando você quiser a garantia de Cristo,

ligue Romanos 8:1-30

Quando você deixar a casa para trabalhar ou viajar,

ligue Salmo 120

Quando suas orações forem estreitas ou egoístas,

ligue Salmo 66

Para uma excelente oportunidade ou invenção,

ligue Isaias 55

Quando você quer coragem para fazer uma tarefa, um dever,

ligue Josué 1

Como ficar junto com companheiro,

ligue Romanos 12

Quando você pensa em investimentos / retornos,

ligue Marcos 10

Se seu livrinho de bolso está cheio,

ligue Salmos 37

Se você perdeu a confiança nas pessoas,

ligue 1 Corintios 13

Se as pessoas parecem indelicadas,

ligue João 15

Se você está desencorajado com o trabalho,

ligue Salmos 125

Se você acha que o mundo e você estão crescendo pouco,

ligue Salmos 18



Semeando a cultura de Pentecostes


Biblia_catolica_on_line Oração_abre_as_portas_para_a_presença_de_Deus


A Armadura de Deus.


Orar no Espírito


EF-6-Armadura-espada-fogo


Como estudamos na Carta de São Paulo aos Efésios e especificamente no capítulo 6,10-18, somos guiados e instruídos por alguns conselhos espirituais para que possamos resistir aos ataques do inimigo que procura destruir as almas eternas de todos os homens e mulheres. São Paulo, nesta passagem clara e sucinta das Sagradas Escrituras, que chegou até nós através dos tempos, apresenta um ensinamento claro e eficaz ao qual devemos aderir. Lembrando-nos de que devemos, em primeiro lugar, buscar nossa força no Senhor e em seu poder (EF 6,10), São Paulo passa a relacionar as peças da armadura que um soldado romano usava para defender-se e também para atacar o inimigo, e os usa simbolicamente para nos ensinar como devemos usar a armadura espiritual que Deus nos deu para nos defender e derrotar o inimigo.

São Paulo então conclui com uma exortação à oração: “Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos”. Através do derramamento do Espírito Santo em Pentecostes e da promessa de que “A promessa é para vós, para os vossos filhos e para todos os que ouvirem de longe o apelo do Senhor, nosso Deus” (Atos 2,39), podemos fortalecer-nos no Espírito Santo e usar os dons que Ele deu à Igreja, especialmente o dom da oração em línguas, como um meio para combater os ataques de Satanás e seus demônios, dos principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso” (Ef 6,12).

A oração é uma arma poderosa em nosso arsenal espiritual, mantendo-nos firmemente enraizados na única fonte de poder disponível para nós, ou seja, Jesus Cristo, o Filho do Deus Vivo, nosso Salvador e Redentor; Aquele que derrotou Satanás e todos os seus domínios. Assim, São Paulo nos exorta a usar orações e petições de todo tipo.

Comecemos com este dom surpreendente de oração que flui para nós através da ação do Espírito Santo — o dom da oração no Espírito. Nele, ignoramos nossa própria inteligência e conhecimento, entrando em uma profunda união com o coração e a mente de Deus. Nesta forma de oração, estamos literalmente tocando na perfeição da oração que fortalece e edifica a alma daquele que está rezando. “Aquele que fala em línguas edifica-se a si mesmo”. (1 Cor 14,4)

Todos nós, às vezes, sentimos dificuldade em orar. Nossa linguagem e intelecto humanos falham em expressar o gemido de nossas almas, especialmente em tempos de grande provação, dor, sofrimento ou ataques espirituais. O inimigo, procura confundir a alma para semear sementes de dúvida e até de desespero. Rapidamente ficamos sem palavras em nosso próprio idioma, mas ao usar o carisma de línguas, a alma abandona-se ao coração de Deus e o próprio Senhor forma os gemidos que saem de nossa boca como se fosse uma linguagem oculta expressando Sua oração mais perfeita nas situações que enfrentamos.

São Paulo nos exorta a “rezar constantemente”, a perseverar na oração. Mais uma vez, em nossa condição humana, desistimos facilmente de orar, muitas vezes orando no Espírito por apenas alguns minutos ou até menos, alguns poucos segundos.
Muitos de nós só usamos este carisma quando estamos em uma reunião de oração pública, raramente usando-o, se usamos, em nossa oração pessoal ou ao longo do dia. Deus nos deu esse dom, não apenas para nossa edificação pessoal, mas também como um meio de intercessão.


Armadura_do_Cristão_Efe_6 efesios-6_armadura[1] Revesti-vos_da_armadura_de_Deus

Deus, que conhece cada necessidade, nos convida a participar na obra da salvação. Perante as necessidades esmagadoras do mundo, seríamos esmagados pela enormidade da batalha que está ocorrendo à nossa volta.

No entanto, usando este dom de línguas, nossa oração no Espírito transcende o natural e une-se ao Deus Todo-Poderoso e Seu desejo pelo mundo.

Portanto, cultivemos novamente este dom de línguas, rezando no Espírito durante o dia, mantendo-nos sempre em união com o Espírito Santo e Sua obra de construir o corpo de Cristo, a Igreja.

Cada vez mais, até mesmo dentro da Renovação Carismática Católica, o uso dos carismas tem diminuído em algumas áreas ao ponto de não ouvir-se mais a manifestação do dom de línguas. Seria uma tragédia se, mais uma vez, permitíssemos que estes dons morressem na vida da Igreja. Eles nunca serão totalmente extintos, mas o Espírito Santo tem sido derramado sobre nós nesta grande renovação que tem se espalhado no mundo e que nos foi dada por Deus, especificamente para estes tempos graves e perigosos em que vivemos.

Não devemos considerá-los sem seriedade ou colocá-los de lado, como se fossem supérfluos, em nossos relacionamentos com Deus. Até São Timóteo foi chamado a “reavivar a chama do Dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos” (2 Tim 1, 6). Nós também devemos reavivar a chama do dom de Deus, em um zelo e desejo ardente para que os dons de Deus sejam renovados em nós a fim de podermos cumprir os planos de Deus para nós e para Sua Igreja nesta era.
Alguns considerariam o dom de línguas como o menor entre os dons, mas São Paulo deseja que todos falemos em línguas (1Cor 14,5).

Ele afirma: “Graças a Deus que possuo o dom de línguas superior a todos vós” (1 Cor 14,18).

Se permitimos que este dom tenha diminuído em nossa vida de oração pessoal, arrependamo-nos e manifestemos este dom diariamente, usando-o como uma arma poderosa contra as táticas do inimigo.

Para aqueles que nunca usaram este dom ou sentem que Deus não lhes deus este dom, você poderia perguntar: “Como receber este dom da oração?” Basta pedir, conforme Cristo nos instruiu em Lucas 11,10-13.

Coloque seu coração nos dons espirituais, como Paulo nos instrui em 1 Cor 14,1. Lembre-se que, para a manifestação deste carisma, devemos fazer a parte natural e Deus faz o sobrenatural. Para orar no Espírito, temos que abrir nossas bocas e formar sons usando nossas cordas vocais.

O Espírito Santo formará então estes sons em línguas desconhecidas e conhecidas, formando uma oração perfeita à medida que colocamos nossa total confiança em Deus.

Um exemplo de Deus usando o natural sobrenaturalmente pode ser visto quando Pedro caminha sobre as águas. Jesus convida Pedro a ir até Ele sobre as águas. Pedro fisicamente sai da barca e caminha naturalmente. Cristo faz o sobrenatural, mantendo Pedro na superfície. Somente quando Pedro desvia seu olhar de Cristo é que ele começa a afundar.

Da mesma forma, nós também devemos manter nossos olhos em Jesus, formando os sons e permitindo que o Espírito Santo faça o sobrenatural.

São Paulo fala que devemos rezar usando orações e petições de todo o tipo. Concentramo-nos inicialmente no carisma de orar no Espírito. Isto não nega, absolutamente, as muitas outras formas de oração que Deus nos deu para lutar contra a ação do inimigo. A oração formal usada com atenção nós dá palavras em uma linguagem compreensível para nos ajudar a concentrar nossos pensamentos enquanto oramos.

A oração mais perfeita é o Pai Nosso, que nos dado pelo próprio Cristo Jesus em resposta a um pedido do Apóstolo: “Senhor, ensina-nos a rezar”.

O Pai Nosso inclui uma oração de libertação e proteção contra o inimigo. Satanás despreza essa oração, portanto, use-a com freqüência, pronunciando cada palavra e frase com atenção.

Naturalmente, dentro do Rosário, o Pai-Nosso precede cada dezena e Maria, que é a inimiga de Satanás, (Gen 3,15), consistentemente tem exortado seus filhos a usar o Rosário como uma arma poderosa nessa guerra espiritual. Em minha própria vida, nos momentos de grande tensão e crise, tenho me voltado para Maria, rezando o Rosário a fim de trazer paz e confiança para minha alma.

Até mesmo o ato físico, de passar conta por conta no terço, restaura a calma em nosso corpo, alma e espírito.

A Eucaristia é a fonte e o ápice da vida Cristã; a mais alta forma de oração que nos auxilia diariamente a nos mantermos fiéis e assim poder enfrentar cada ataque em nossas vidas. Jesus está verdadeiramente conosco no Corpo, Sangue, alma e Divindade. A Eucaristia é verdadeiramente um vislumbre do céu aqui na terra (Ecclesia de Eucharistia, 19). A Missa e comunhão diárias são a própria fonte de nosso pão de cada dia, o corpo de Cristo. Podemos diariamente nos aproximar de Jesus, presente no Tabernáculo ou exposto no Santíssimo Sacramento, usando a oração no Espírito para nos unir a Cristo.

Existem muitas outras orações que podemos usar nesta batalha espiritual aproveitando a riqueza da nossa herança católica: A oração para São Miguel, Lembrai-vos (Memorate), Via Sacra, Ladainhas especialmente ao Sagrado Coração de Jesus.
Deus, em seu amor por nós, equipou-nos para esta hora e lugar. Nós, assim como aqueles que vieram antes de nós, devemos continuar a lutar esta guerra pelas almas da humanidade até que Cristo retorne em glória.

Perseveremos até o final, como São Paulo fez e nos deu o exemplo: “Tornai-vos os meus imitadores, como eu o sou de Cristo”. (1 Cor 11,1)

 Fonte: RCC Ibicaraí


Revesti-vos da Armadura de Deus
O Alpinista Como_Orar

Deus atende a oração até mesmo daquele que não acredita.

É inacreditável, mas minha mãe tirou o prêmio máximo de 1 milhão de dolares na raspadinha “Sweet Million” de NY um dia após eu ter orado a Deus entre as máquinas do cassino…

Leia mais…

Após sua oração ter sido atendida, o jovem ateu aderiu incondicionalmente à fé Católica, isto porque segundo ele mesmo as possibilidades de ter sido atendido um dia após ter feito a oração era de “uma” contra “dez milhões”, o que evidentemente mostra uma milagrosa intervenção Divina no acontecimento tão incomum.  Sua mãe admite que recebeu dois grandes milagres de uma só vez, sendo que o principal deles foi a conversão de seu filho.

Este Testemunho público ocorrido agora no final do més de maio de 2011 está correndo o mundo e a novidade foi apresentada pela Fox News em rede nacional nos Estados Unidos da América.

Fox News: Atheist's Lottery Prayer Answered

Um filho não-religioso orou ironicamente a Deus pedindo que sua mãe ganhasse na loteria e ficou atordoado depois de testemunhar esse “milagre”.

Sal Bentivegna, 28 anos, viu Gloria, sua mãe de 61 anos de idade perder muito dinheiro em um cassino durante uma viagem da família para Atlantic City. Sarcasticamente, disse que a mãe deveria “pedir para seu Deus lhe dar um milhão de dólares”.

Como uma boa católica, ela recusou. Então, o filho deu um passo à frente e orou em meio às máquinas do cassino: “Deus, não sei se você é real ou não, mas se você estiver aí, por favor, faça minha mãe ganhar um milhão de dólares”. E acrescentou: ”Se Jesus deseja que eu acredite nele, é isso o que ele vai fazer.”

Milagrosamente, a senhora Bentivegna ganhou no dia seguinte o primeiro prêmio do Sweet Million, na Loteria de Nova York. Ela receberá US$ 50.000 anuais pelos próximos 20 anos. Um grande alívio para essa mãe solteira que vivia com uma pequena pensão após se aposentar por problemas médicos.

Depois de voltar de Atlantic City, Gloria Bentivegna foi a um evento de caridade de uma igreja em Long Island, NY,  onde comprou um bilhete de “raspadinha” chamada Sweet Million. A intervenção aparentemente divina fez com que Sal Bentivegna cumprisse a promessa e se tornasse cristão.

Ele explica: ‘Vejam só, ela recebeu o dinheiro no dia seguinte. Eu sentei e pensei sobre isso e percebi que as chances disso acontecer eram astronômicas. Não posso negar que Jesus teve alguma participação. Sem trocadilhos, foi um presente de Deus”. A senhora Bentivegna, emocionada com o prêmio e a conversão do filho comemora: “Deus fez dois milagres, verdadeiros milagres”.  Ela lembra ainda que no domingo de Páscoa foi até sua igreja, onde rezou de joelhos por seu filho. ”Orei e pedi a Jesus que ajudasse meu filho a acreditar de novo no Senhor. Eu pedia: Deixe que ele veja um milagre acontecer em sua vida”.

Fonte: Agência Pavanews


Video gravado de uma entrevista na Fox News ao vivo.



Seria lícito ao Cristão fazer tal pedido a Deus ?

Jesus mesmo nos responde esta pergunta de duas maneiras:

A primeira:

Quando Jesus foi levado ao deserto para ser tentado pelo demônio, uma de suas tentações foi exatamente a oferta de todas as riquezas existentes no mundo para que Jesus prostrado o adorasse, sendo que a resposta de Jesus foi simplesmente esta:

Jesus Vence todas as tentações

“Nem só de pão vive o homem, mas sim de toda palavra que procede da boca de Deus”, esta resposta demonstra que não é o dinheiro ou as riquezas que satisfazem a sede ou a fome do homem, não serão as riquezas que satisfarão a necessidade de felicidade que o coração humano busca nesta terra, mas sim é a propria presença de Deus que completa o vazio do coração humano.  Mais tarde Jesus também dirá que o melhor presente que o homem pode receber de Deus é o seu proprio Espírito dentro de seu coração, somente aquele que já teve esta experiência íntima com Deus pode testemunhar como e porque o homem se sente completamente realizado ao estar plenamente cheio do Espírito Santo.

A Segunda:


“Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo.” (São Mateus 6,33)

Neste texto Jesus compara as coisas mais belas da natureza com as coisas mais belas que o homem pode adquirir com suas riquezas e deixa bem claro que nada pode superar as belezas ou grandezas que Deus sempre nos dá gratuitamente sem que seja necessário comprar ou pagar por alguma delas.

Mesmo assim é muito comum nós homens sempre procurarmos a maneira mais fácil de resolver os nossos problemas sem imaginar que muitas vezes a possível solução de um problema poderia acarretar um outro problema ainda maior, ser rico e milionário não significa a isenção de problemas em sua vida, todos nós sabemos que cada posição social tem os seus problemas distintos, sendo que não seria a quantidade de riquezas que alguém possue que o tornaria mais ou menos realizado em sua vida pessoal, sendo que a infelicidade também existe na vida dos mais abastados e a felicidade é mais comum na vida de pessoas que praticamente não possuem muita coisa nesta terra.

Sei que talvés este pedido feito por este jovem “Atéu” é muito mais comum do que parece, sei que cada um de nós já deve ter feito este pedido de forma mais ou menos semelhante a ele e até mesmo com muito mais fé, mas o que teria levado Deus a ter atendido esta oração e não ter atendido a minha oração ?

Como se diz: Os planos de Deus para as nossas vidas são bem superiores ao que imaginamos, Deus jamais nos daria algo que causasse a nossa perdição ou jamais nos daria algo que nos faria perder a fé, neste caso em particular, o jovem se converteu e esperamos que assim continue mesmo que venha a perder toda sua fortuna novamente, pois a nossa Fé em Deus não pode ser somente quando estamos na fartura, mas principalmente quando estivermos passando por dificuldades ou então não seria verdadeiramente Fé.


Semeando a cultura de Pentecostes



Existem Fariseus ainda Hoje ?

Eu queria saber  se ainda existem pessoas como Nicodemos ?!

Ou …

Quem São os Fariseus de Hoje ?

Respondendo à pergunta de uma Leitora feita em um comentário:

Na Pagina

karolinne, em:

Comment-2333 – 2010/06/22 at 10:30 am

.

.

Em primeiro lugar gostaria de relembrar que Nicodemos não era uma pessoa má, ele julgava estar fazendo o bem e defendendo a sua Fé.

Podemos dizer que não apenas Nicodemos como os Judeus em geral foram bem sucedidos em seu propósito de anular os efeitos da presença de Jesus para com seu povo, tanto é que hoje em dia só existem em Jerusalém apenas 2.000 cristãos Judeus, sendo que este numero já havia atingido números bem mais expressivos num passado bem recente, isto significa que os Judeus “no caso em nome (de que) Nicodemos fez o que fez” continuam trabalhando eficientemente e retirando Jesus do coração e da mente das pessoas, principalmente se elas forem de nascimento Judeu legítimo.

Podemos dizer assim:

Nicodemos foi falar com Jesus durante a noite porque conhecia a verdade e reconheceu que Jesus falava em nome do Pai, a Palavra de Deus se refere que ele estava em trevas “preferiu as trevas à luz (Jo, 3, 17)”, ou seja, ele estava longe de Deus apesar de ser um Príncipe, Mestre e Judeu exemplar fazendo tudo de acordo com a lei de seus antepassados.

A comparação com “SAULO” nos leva a entender que ele tinha o mesmo objetivo de Nicodemos, que era defender sua Fé (Judaísmo) e seu Deus de um Cristianismo que se alastrava por Israel ameaçando destruir centenas de anos uma tradição sólida e Perfeita.

Como Nicodemos, Saulo também era um Judeu da alta classe e acreditava em seu pré-julgamento que o Cristianismo era uma ameaça à sua Fé e sua religião, tanto é que estava disposto a perseguir e matar aqueles que se declarassem Seguidores de Jesus Cristo.

A conversão de Saulo se dá exatamente quando ele estava a caminho de sua primeira missão para prender e debelar um forte foco do Cristianismo na cidade de Damasco, a simbologia da enorme luz vista por Saulo antes de cair por terra significa que ele não estava nas “trevas” (não era um filho do demônio e não vivia no pecado) e sim estava cego com o excesso de luz, excesso de zelo pela sua causa e Religião meramente humana julgando que estaria fazendo a vontade de Deus e defendendo a verdade Divina.

Portanto existem duas maneiras de estar cego e não ver a verdade:

Estar em trevas onde não se vê nada.

Exemplo – Nicodemos

Estar no excesso de luz também onde não se vê nada.

Exemplo – Saulo

Como nós Cristãos poderíamos distinguir estas duas situações ?

Como saberemos se o Jovem Rico estava cego no excesso de luz ou cego nas trevas ?

Gravuras do evangelho o novo testamento 244 Cristo e o Jovem Rico

Fato é que em ambos os casos ele perde a salvação se não abrir os olhos para ver a verdade e a vontade de Deus deixando de seguir a vontade humana que facilmente se confunde quando se faz o bem e não o mal.

O que eu digo é que existe uma maneira de ser bom e fiel e não ser salvo no dia final, este é o perfeito exemplo do filho mais velho irmão do filho pródigo.

Este rapaz era perfeito, amava seu Pai, trabalhava dia e noite para o servir, não esbanjava o seu dinheiro e não vivia no pecado. No entanto, não tinha amor em seu coração, cultivava o ódio por seu irmão e isto é uma característica de que não estaria sendo semelhante a seu Pai, implicando assim  em não ser reconhecido como um verdadeiro filho deste Deus de AMOR, porque não seria como “Ele É” e não refletiria a sua imagem e sim a sua própria imagem de homem bom e perfeito, mas isto não significa que no último dia tomaria a decisão correta de abandonar tudo que lhe pertence e se agarraria unicamente em Jesus entrando para a vida eterna na presença do Pai e de todos aqueles pelos quais Ele morreu, o exemplo disso foi a decisão de Nicodemos e do jovem Rico que se afastaram de Jesus mesmo sendo pessoas exemplares na sua bondade e religiosidade humana.

A opção do Filho mais velho de não entrar na casa de seu Pai, (que poderíamos dizer ser também a sua própria casa, a salvação adquirida por direito de herança de seu Pai), é como se ele estivesse negando a entrar no Reino de Deus e na vida eterna pela qual tanto lutou na sua vida inteira só porque seu irmão que fora um pecador estava lá dentro, já que havia sido totalmente perdoado e readmitido (como filho e herdeiro da Salvação) por seu Pai de amor.

Fariseu no passado era aquele que vivia a sua religião ao pé da letra, fazia tudo de bom para ser visto e elogiado pelos demais, mas no seu íntimo não amava a Deus e o desprezava em suas orações pessoais, não seguia os conselhos de Deus e sim apenas os conselhos dos homens, se preocupava mais em fazer o que estava escrito em um pedaço de papel ou nas tábuas da lei escrita em pedra do que fazer a vontade de Deus que não estaria visivelmente escrita em lugar nenhum.

Fariseu hoje ainda é aquele que vai a Igreja todo dia, cumpre todos os preceitos, paga seu dízimo corretamente, estuda a palavra, mas faz tudo isso apenas para aparecer em público como um homem bom, justo e digno, quando no seu particular e consigo mesmo entre ele e Deus é como se Deus não existisse.

O Fariseu e o homem de Coração contrito

Sim, a resposta para a sua pergunta é exatamente esta, “SIM”:

Existem sim muitas pessoas como Nicodemos, existem muitos Fariseus hoje, existem muitos jovens ricos, existem muitos Saulos que perseguem a Fé ao invés de vive-la em suas vidas, o que falta nos dias de hoje são as Marias Madalenas, as Samaritanas, os Bons Samaritanos, as mulheres hemorroisas, os Zaqueus, os Jairos, os Lázaros, as Martas, os Bartimeus, os leprosos e acima de tudo os Paulos, nem me refiro aos outros onze apóstolos porque nós hoje estamos muito mais na condição de São Paulo já que este “Homem Santo” nunca foi discípulo de Jesus e não o conheceu pessoalmente assim como nenhum de nós o conheceu ou teria sido seu discípulo pessoal como os outros onze Apóstolos o foram e, no entanto ele se tornou o maior pregador do Cristianismo fora dos muros de Israel, pode até ser creditado a Ele, se é que existe hoje Cristianismo nesta terra, devemos ao seu bom trabalho que apesar de ter sido um dos mais exemplares Judeus, abandonou a sua luz maravilhosa e salvação garantida como seguidor da lei escrita na pedra para seguir Jesus que é a verdadeira LUZ dos homens até se tornando um Espelho quase perfeito que refletia a face de Jesus.

Eu não poderia lhe apontar os Fariseus de hoje e nem os Nicodemos, mas certamente você os reconhecerá, eu não poderia arrancar o Joio no meio do Trigo, mas devo obedecer a voz de Jesus que manda deixá-los crescer juntos até que venha a colheita final, eu não poderia apontar o cisco no olho de um irmão antes de retirar a trave do meu próprio olho e por isso eu prefiro dizer que muitas vezes todos nós nos comportamos como verdadeiros Fariseus quando não seguimos a vontade de Deus achando que seria bem melhor seguir apenas o que as leis humanas nos estabelecem como correto quando na verdade Deus nos pede uma adesão de 100% para realizar a sua vontade plena neste mundo.

Realmente é muito difícil ser um Cristão de verdade e por isso muitas vezes nos acomodamos e ficamos apenas com o nosso Farisaísmo que é muito mais fácil de ir levando, afinal todos os outros também são Fariseus como nós e não irão exigir de mim que eu seja um Cristão de verdade, exigirão sim que eu seja um perfeito Fariseu como todos os outros.

É neste ponto que relembramos de novo do primeiro ponto de nossa questão anterior.

Nicodemos vai falar com Jesus pessoalmente, porque reconhece que realmente Ele é o Messias e Filho de Deus, na verdade ele buscava um meio termo entre a sua situação de bom Fariseu e o Cristianismo autêntico pregado por Jesus para satisfazer a sua consciência, mas antes mesmo que ele dissesse alguma coisa Jesus já foi logo falando:

“Em verdade em verdade te digo, quem não nascer de novo, não poderá entrar no Reino de Deus …”  se referindo claramente que muitas coisas que Nicodemos sabia, praticava e ensinava não estavam de acordo com a vontade de Deus e que ele deveria renunciar a tudo aquilo e assumir os novos ensinamentos de Jesus que seriam totalmente incompatíveis com o que ele estava acostumado a fazer em sua vida.

Enfim, a proposta de Jesus para os homens de hoje ainda é a mesma porque Jesus não se referia apenas ao Nicodemos daquela época e sim a todos nós Nicodemos de hoje …

Temos que nascer de novo, porque só se poderá entender e realizar a vontade de Deus para o mundo aquele que estiver cheio do ESPÍRITO SANTO DE DEUS e não cheio das propostas e preconceitos humanos para o mundo.

Esta é a diferença entre Nicodemos que continuou a ser o mesmo Nicodemos de sempre “um homem Rico e Bom” e Saulo que morreu para seu homem velho na estrada de Damasco e renasceu como Paulo o grande Apóstolo do Cristianismo.

(Isaías 62,2) e (Isaías 65,15)

(Apocalipse 2,17)

Quem tiver ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor darei o maná escondido e lhe entregarei uma pedra branca, na qual está escrito um nome novo que ninguém conhece, senão aquele que o receber.

(Apocalipse 3, 12)

Farei do vencedor uma coluna no templo de meu Deus, de onde jamais sairá, e escreverei sobre ele o nome de meu Deus, e o nome da cidade de meu Deus, a nova Jerusalém, que desce dos céus enviada por meu Deus, assim como o meu nome novo.

AMEM.

Obrigado pela pergunta, é sempre bom revisar o que Jesus fala em nossos corações.

Paz de Cristo.

Jesus te ama

Sizenando / presentepravoce


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/jesus-te-ama.jpg
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/aguia.jpg


Perseverar na Fé.

 


Objetivo do Tema:

Como em toda comunidade encontramos dificuldades, problemas de relacionamento, devemos lutar pela nossa perseverança e também a de nossos Irmãos.



1 – Perseverar significa conservar-se firme e constante, persistir, prosseguir, continuar, perdurar, subsistir. No mundo de hoje, onde tudo é feito com muita rapidez, ninguém quer gastar tempo com nada. Contudo, as coisas mais preciosas que podemos fazer ou alcançar levam tempo para ser conquistadas.

Existe uma enorme diferença entre um pedaço de gelo e um diamante. O gelo é  aparentemente bem sólido, mas é formado rapidamente e não subsiste por muito tempo em temperatura acima de oºc, Mas muitos anos são gastos para se formar um diamante, os contrabandistas até já misturaram diamantes junto com cubos de gelo para contrabandear as pedras para fora do país, porque juntos quase não se vê a diferença, mas basta esperar um pouquinho que os diamantes aparecerão enquanto o gelo se derrete e se esvai.


A Brasa e o Fogo

Mensagem em PPS

Comunidade



A Brasa se Apaga fora do braseiro.


Uma brasa Separada das outras na fogueira.



Um membro de um determinado grupo ao qual participava regularmente, sem nenhum aviso ou causa aparente afastou-se.  Após algumas semanas, o líder do grupo decidiu visitá-lo.    Era uma noite muito fria. O líder encontrou o homem em casa sozinho, sentado diante de uma quentinha e brilhante lareira.  Supondo a razão para a visita, o homem deu-lhe boas-vindas, conduziu-lhe a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto esperando a bronca. O líder se fez confortável, mas não disse nada. No silêncio sério, contemplou a dança das chamas em torno da lenha ardente.    Após alguns minutos, o líder examinou as brasas, cuidadosamente apanhou uma brasa ardente e deixou-a de lado.   Então voltou a sentar-se e permaneceu silencioso e imóvel.    O anfitrião prestou atenção em tudo, fascinado e quieto.

Então diminuiu a chama da solitária brasa, houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou de vez. Logo estava frio e morto.    Nenhuma palavra tinha sido dita desde o cumprimento inicial. O líder antes de se preparar para sair, recolheu a brasa fria e inoperante e colocou-a de volta no meio do fogo. Imediatamente começou a incandescer uma vez mais com a luz e o calor dos carvões ardentes em torno dela. Quando o líder alcançou a porta para partir, seu anfitrião disse: “Obrigado tanto por sua visita quanto pelo sermão. Eu estarei voltando ao grupo amanhã mesmo.”(*)

(*) – texto com power point adicionado em outra postagem


Firmeza:


A necessidade de permanecer em uma comunidade  continua, ou corremos o risco de nos apagar como esta brasa. este apagamento representa a morte espiritual, não a morte física.   Se dentro da comunidade temos muitos problemas a superar, imagine estes mesmos problemas sem o suporte de uma comunidade.

Perseverar é manter-se firme e inabalável, como a casa que foi construída sobre a rocha, pode vir os ventos e as enchentes, mas ela continuará sempre firme e intocável.


3 – Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto.

(São João 15,1)

1 – Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; 2 – e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto. 3 – Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado. 4 – Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. 5 – Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6 – Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á. 7 – Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.


4 – Os atletas correm no ginásio em busca de uma coroa corruptível.

(I Coríntios 9,25) –

24. Nas corridas de um estádio, todos correm, mas bem sabeis que um só recebe o prêmio. Correi, pois, de tal maneira que o consigais. 25. Todos os atletas se impõem a si muitas privações; e o fazem para alcançar uma coroa corruptível. Nós o fazemos por uma coroa incorruptível. 26. Assim, eu corro, mas não sem rumo certo. Dou golpes, mas não no ar. 27. Ao contrário, castigo o meu corpo e o mantenho em servidão, de medo de vir eu mesmo a ser excluído depois de eu ter pregado aos outros.



corra[1]
Gabrielle Andersen-Scheiss Corrida de deficientes físicos


Exemplo da corredora de maratona que correu até o fim, mesmo sendo a última a chegar, ela só parou depois que passou pela linha de chegada.


 Suíça – Gabrielle Andersen-Scheiss – Olimpiadas 1984


 OUTRO EXEMPLO SEMELHANTE

OLIMPÍADAS de BARCELONA em 1992.


Derek Redmond Uma história de superação, perseverança e Amor.


 


Isto é perseverar até o fim, correr para ganhar o prêmio principal seria muito bom, mas como diz Jesus o nosso prêmio é para todo aquele que chegar até o fim, não importa se chegarmos em primeiro ou em último lugar, existe até uma parábola que nos exemplifica isto, dizendo que o salário pago aos trabalhadores da vinha que trabalharam o dia inteiro e o daqueles que trabalharam apenas cindo minutinhos será o mesmo, a maior prova disso é o Bom Ladrão que morre na cruz ao lado de Jesus, ele que jamais havia trabalhado nesta vinha e que nem iria trabalhar mais, porque já estava em execução a sua condenação a morte por seus pecados, mas mesmo assim Jesus lhe garantiu que estaria com Ele no paraíso naquele mesmo dia .


 




5 – A tribulação gera a Perseverança.

3. Não só isso, mas nos gloriamos até das tribulações. Pois sabemos que a tribulação produz a paciência, 4. a paciência prova a fidelidade e a fidelidade, comprovada, produz a esperança. 5. E a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”  (Romanos, 5: 3-5)


Você e eu somos desafiados pelo Pai a confiarmos na sua Palavra, pois, Ele nos alertou que teríamos aflições, mas nos animou dizendo “tenham bom ânimo”. Precisamos nos alegrar nas tribulações, pois essa é uma das maneiras que o Senhor utiliza para moldar o nosso coração e o nosso caráter.

As tribulações da vida têm um objetivo final: criar a esperança em nós, para vermos com nossos olhos aquilo que o Senhor preparou para aqueles que nele esperam. A esperança não traz confusão … mas traz a certeza da vitória.


Mas é preciso que a perseverança gere uma obra de perfeição, para que vos torneis perfeitos e íntegros, sem falta ou deficiência alguma” (Tiago 1,2-4).


Desafio de fe
Padre_Bambu O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios Eu_sou_a_Videira_Verdadeira


Power point sobre a perseverança e participação em um grupo.



O CERCO DE JERICÓ.




Derrubar as muralhas de Jericó era o desafio dos filhos de Israel, como vencer este desafio sem armas, catapultas, canhões ou explosivos plásticos?

Como mover as muralhas e as montanhas de problemas que enfrentamos todos os dias?

EXPERIMENTE:

O Poder da Oração.



Torna-se cada vez mais comum as comunidades adoradoras fazerem o Cerco de Jericó. De que se trata?

Esta prática nasceu na Polônia. Consiste na oração incessante de Rosários, durante sete dias e seis noites, diante do Santíssimo Sacramento exposto.

De onde veio a inspiração paro o “Cerco de Jericó”?



No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o Jordão com todo o povo e tomasse posse da Terra Prometida.

A cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um Anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante seis dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, deram sete voltas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram…      (cf. Js 6).



O Santo Padre João Paulo II devia ir à Polônia a 8 de maio de 1979, para o 91º aniversário do martírio de Santo Estanislau, bispo de Cracóvia.

Seria a primeira vez que o Papa visitava o seu país, sob o regime comunista; era uma visita importantíssima e muito difícil. Aqui começaria a ruína do comunismo ateu e a queda do muro de Berlim.

Em fins de novembro de 1978, sete semanas depois do Conclave que o havia eleito Papa, Nossa Senhora do Santo Rosário teria dado uma ordem precisa a uma alma privilegiada da Polônia: “Para a preparação da primeira peregrinação do Papa à sua Pátria, deve-se organizar na primeira semana de maio de 1979, em Jasna Gora (Santuário Mariano), um Congresso do Rosário: sete dias e seis noites de Rosários consecutivos diante do Santíssimo Sacramento exposto.”

No dia da Imaculada Conceição (8 de dezembro de 1978), Anatol Kazczuck, daí em diante promotor desses Cercos, apresentou a ordem da Rainha do Céu a Monsenhor Kraszewski, bispo auxiliar da Comissão Mariana do Episcopado. Ele respondeu: “É bom rezar diante do Santíssimo Sacramento exposto; é bom rezar o Terço pelo Papa; é bom rezarem Jasna Gora. Podeis fazê-lo.” Anatol apresentou também a mensagem de Nossa Senhora a Monsenhor Stefano Barata, bispo de Czestochowa e Presidente da Comissão Mariana do Episcopado. Ele alegrou-se com o projeto, mas aconselhou-os a não darem o nome de “Congresso”, para maior facilidade na sua organização. Então, deu-se o nome de “Cerco de Jericó” a esta iniciativa.

O padre-diretor de Jasna Gora aprovou o projeto, mas não queria que se realizasse em maio por causa dos preparativos para a visita do Santo Padre. Dizia ele: “Seria melhor em abril.” “Mas a Rainha do Céu deu ordens para se organizarem esses Rosários permanentes na primeira semana de maio”, respondeu o Sr. Anatol. O padre aceitou, recomendando-lhe que fossem evitadas perturbações.

A Santíssima Virgem sabia bem que o Cerco de Jericó em maio não iria perturbar a visita do Papa, porque ele não viria. E, logo a seguir, as autoridades recusaram o visto de entrada no país ao Santo Padre, como tinham feito a Paulo VI em 1966. Consternação geral em toda a Polônia! O Papa não poderia visitar a sua Pátria.


Adoração Ao Santíssimo Sacramento

Foi, então, com redobrado fervor que se organizou o “assalto” de Rosários. E, no dia 7 de maio, ao mesmo tempo que terminava o Cerco, caíram “as muralhas de Jericó”. Um comunicado oficial anunciava que o Santo Padre visitaria a Polônia de 2 a 10 de junho. Sabe-se como o povo polonês viveu esses nove dias com o Papa, o “seu” Santo Padre, numa alegria indescritível! No dia de 10 de junho, João Paulo II terminava a sua peregrinação, consagrando, com todo Episcopado polonês, a nação polaca ao Coração Doloroso e Imaculado de Maria, diante de um milhão e quinhentos mil fiéis reunidos em Blonic Kraskoskic. Foi a apoteose!

Depois dessa estrondosa vitória, a Santíssima Virgem ordenou que se organizassem Cercos de Jericó todas as vezes que o Papa João Paulo II saísse em viagem apostólica. “O Rosário tem um poder de exorcismo”, dizem os nossos amigos da Polônia, “ele torna o demônio impotente.” Por ocasião do atentado contra o Papa, em 13 de maio de 1981, os poloneses lançaram de novo um formidável “assalto” de Rosários e obtiveram o seu inesperado restabelecimento. Mais uma vez, as muralhas de ódio de Satanás se abatiam diante do poder da Ave-Maria.

Em várias partes do mundo estão sendo realizados agora Cercos de Jericó. A 2 de fevereiro de 1986, aquela mesma alma privilegiada recebia outra mensagem da Rainha Vitoriosa do Santíssimo Rosário: “Ide ao Canadá, aos Estados Unidos, à Inglaterra e à Alemanha para salvar o que ainda pode ser salvo.” Nossa Senhora pede que se organizem os Rosários permanentes e os Cercos de Jericó, se queremos ter certeza da vitória.


http://www.cleofas.com.br/




Quando o sofrimento bater à sua porta !

 


Sofremos demais por aquilo que é de menos…

Padre Fábio de Melo




Sofrer é como experimentar as inadequações da vida. Elas estão por toda parte. São geradas pelas nossas escolhas, mas também pelos condicionamentos dos quais somos vítimas.

Sofrimento é destino inevitável, porque é fruto do processo que nos torna humanos. O grande desafio é saber identificar o sofrimento que vale a pena ser sofrido.

Perdemos boa parte da vida com sofrimentos desnecessários, resultados de nossos desajustes, precariedades e falta de sabedoria. São os sofrimentos que nascem de nossa acomodação, quando, por força do hábito, nos acostumamos com o que temos de pior em nós mesmos.

Perdemos a oportunidade de saborear a vida só porque não aprendemos a ciência de administrar os problemas que nos afetam. Invertemos a ordem e a importância das coisas. Sofremos demais por aquilo que é de menos. E sofremos de menos por aquilo que seria realmente importante sofrer um pouco mais.

Sofrer é o mesmo que purificar. Só conhecemos verdadeiramente a essência das coisas à medida que as purificamos. O mesmo acontece na nossa vida. Nossos valores mais essenciais só serão conhecidos por nós mesmos se os submetermos ao processo da purificação.

Talvez, assim, descubramos um jeito de reconhecer as realidades que são essenciais em nossa vida. É só desvendarmos e elencarmos os maiores sofrimentos que já enfrentamos e quais foram os frutos que deles nasceram. Nossos maiores sofrimentos, os mais agudos. Por isso se transformam em valores.

O sofrimento parece conferir um selo de qualidade à vida, porque tem o dom de revesti-la de sacralidade, de retirá-la do comum e elevá-la à condição de sacrifício.

Sacrifício e sofrimento são faces de uma mesma realidade. O sofrimento pode ser também reconhecido como sacrifício, e sacrificar é ato de retirar do lugar comum, tornar sagrado, fazer santo. Essa é a mística cristã a respeito do sofrimento humano. Não há nada nesta vida, por mais trágico que possa nos parecer, que não esteja prenhe de motivos e ensinamentos que nos tornarão melhores. Tudo depende da lente que usamos para enxergar o que nos acontece. Tudo depende do que deixaremos demorar em nós.

Padre Fábio de Melo

“Direção espiritual” na TV Canção Nova.
11/11/2008 – 10h00

http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/buscolunista.php?int1=6

Leia outros textos do mesmo autor.



Livro – Pe. Fabio de Mello

‘Quando o sofrimento

bater à sua porta’


Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


Não existe estranhos, apenas amigos!


Cassie, de oito anos, com sua carinha de elfo e um largo sorriso, emana afeição.

Sua mãe suspira: “Ela é incapaz de perceber quem é estranho. Eu tento ensinar-lhe o que é uma pessoa estranha, mas o máximo que ela aprendeu é ir até alguém e perguntar:

‘Você é um estranho’? Aí ela diz: ‘Agora somos amigos’ ”.

Cassie tem uma rara desordem chamada síndrome de Williams: ela tem uma diferença de 25 genes no sétimo cromossomo, o que a predispõe ao desejo de se conectar.


A Vida é só Alegria

A Vida é só Alegria


Mas também a ter doença cardiovascular, desembaraço verbal, um leve retardamento mental – e extrema empatia.

Pessoas consideradas “diferentes” podem ensinar muito a nós, “normais”. Elas nos dão um tocante lampejo quanto ao nosso potencial humano para transcender os instintos competitivos.

Há alguns anos, durante as olimpíadas para as crianças excepcionais em Seatle, nos EUA, havia nove crianças para a prova de 100 metros rasos, todas consideradas excepcionais física ou mentalmente. Essas nove crianças se posicionaram na linha de partida e, ao som do disparo, largaram com o ímpeto de vencer a corrida. Porém, logo no início, um menino caiu e machucou o joelho. Ele então se sentou na pista e começou a chorar. Quando as demais crianças ouviram seu choro, elas reduziram sua velocidade.

Todas pararam, deram meia-volta, e voltaram até o menino. Uma menininha com síndrome de Down se curvou e o beijou, dizendo: “Isso vai melhorar seu joelho”.

O garoto então se levantou; ele e as demais crianças, de braços dados, caminharam e cruzaram juntos a linha de chegada, felizes da vida. Nesse momento, todos os presentes no estádio se levantaram e aplaudiram, assobiaram e ovacionaram as crianças por um longo tempo. E as pessoas que lá estavam até hoje contam essa história, porque elas sabem – como as crianças Williams sabem e, afinal, como todos nós sabemos – que existe mais na vida que ganhar sozinho.

logo_revista1Revista Época 487, 15 de setembro de 2007.

Susan Andrews – Pscologa


Compreender um ao outro e formar alianças é nosso maior desafio evolutivo

cc.jpg


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/

HISTÓRIA DAS AGUIAS


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg?w=130&h=120 https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/

Jesus é a nossa unica Esperança.


Por ora subsistem a fé,

a ESPERANÇA e a caridade

As três. Porém, a maior delas é a caridade.

(I Coríntios 13,13)


jesus-me-da-a-mao_114


Um certo ditado popular diz que a ESPERANÇA  é a ultima que morre, isto porque até o ultimo suspiro de vida ainda existiria a chance de se salvar, mas São Paulo nos diz que o Amor ou a “Caridade” jamais morrerá, sendo assim, a Esperança seria passível de morte enquanto que o AMOR é eterno, por isso é o maior Dom de Deus.

Hoje não falaremos deste Amor perfeito e eterno de Deus, tentaremos conhecer um pouco mais esta ESPERANÇA, “humana”, frágil as vezes mas um dom de Deus que salva nossas vidas nas horas mais difíceis.

Após a morte não existirá mais Esperança, uma vez que já teremos alcançado o objeto de nossa espera. Se o vemos e o tocamos, como podemos ainda esperar ?  Se a criança nasceu, a mãe já não o espera mais !

Logo a esperança não morreu, mas simplesmente se consumou e chegou ao seu objetivo final que seria termos alcançado a plenitude do Reino de Deus, mas se pelo contrário não foi este o objetivo alcançado, não há mais como voltar atrás porque o caminho chegou ao fim.

Enquanto estivermos vivos neste mundo e compartilhando os seus bens e males, necessitaremos de uma Esperança viva e forte, para nos ajudar a vencer todas as tribulações que virão e que na verdade já fazem parte de nosso dia a dia.

Por que eu disse, uma Esperança viva e forte ?

A Esperança pode morrer ou se apagar, quantas são as pessoas que dizem já ter perdido a Esperança ?  Como seria isto possível se ela sobreviveria até  o ultimo suspiro ?  Lembre-se que São Pedro nem esperou o  seu ultimo suspiro para estender seu braço a Jesus e pedir-lhe socorro quando afundava no mar da Galiléia.

O Filho pródigo ao ver seu dinheiro te sua herança totalmente acabada, sua saúde corroída, sua fé destruída, sua beleza destroçada, seu mundo desmoronado e sua vida por um fio, levantou-se com o alento da única força que ainda lhe restava, a Esperança de chegar na casa de seu Pai ainda vivo, mesmo que nada fosse ou tivesse, ele sabia que lá na  casa de seu Pai até mesmo um zé ninguém seria acolhido com muito mais amor e carinho do que ele estava sendo tratado lá com os porcos onde se encontrava.

Para sua maior surpresa, a sua Esperança acabou lhe devolvendo tudo que havia sido perdido e toda a alegria da salvação de uma vida completamente recuperada.


filho-podigo_acolhido


Na Bíblia, os livros que mais falam de Esperança é o Livro das Lamentações e o Livro de Jó, que são comparáveis na situação de calamidade que ambos viviam.

No Livro das Lamentações ouvimos o povo de Israel se lamentando pela situação calamitosa de penúria e falta de Deus em um povo que já tinha sido grande, mas que no momento estavam sendo escravizados por um povo pagão que lhes oprimia até os ossos e sugava todo alento de vida.

Já a situação de Jó era pessoal e comparável a um Homem fiel e sem pecado algum que foi alvo de ataque do inimigo perdendo tudo que possuía de valor material ou afetivo, até mesmo a saúde do corpo lhe foi tirada, só lhe restou a vida e os falsos amigos que o acusavam e julgavam como um grande pecador por estar passando por aquela situação calamitosa.  Jó não tinha mais nada em que se apegar e tinha tudo para abandonar aquele que lhe deu a vida e ainda a preservava, mas acima de todas as dores ele perseverou na sua fé e na Esperança de vencer o mal que lhe cercava, ele manteria suas orações em Deus até o ultimo instante de sua vida, mesmo se assim fosse o desejo do Senhor tirar-lhe a vida por completo.

Bem sabemos que Jó não venceu suas Tribulações, mas as superou, as ultrapassou saindo vitorioso daquele quadro irrecuperável e diz a Bíblia que ficou muito mais rico em bens materiais, saúde e afetividade, se tornando até mesmo o nosso maior exemplo de superação das Tribulações que se tem notícia até hoje.

Para quem o conheceu em seu estado de penúria chegaram até a afirmar que ele tinha ressuscitado.  Ou seja, adquirido uma nova vida.

Tribulações: Esta é uma palavra nova, mas que hoje em dia é bem mais conhecida na prática que por seu próprio nome.


Veja o que São Paulo nos Diz:

Praticamente é um resumo da situação de Jó.

[…]-Sede alegres na Esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração.[…]

.(Romanos 12,12)


Muitos a chamam de CRISE, dificuldades financeiras, perseguições sem motivo, enfermidades e problemas de saúde, falta de emprego, existem muitos nomes para aquilo que Jó superou em todas as suas categorias e o nome para todas estas coisas é Tribulação.

Tribulações que serão inevitáveis antes que venha o dia do fim, o próprio Jesus nos fala destas tribulações em:

Lucas cap 24, 4 a 13

4.Respondeu-lhes Jesus: Cuidai que ninguém vos seduza. 5.Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu o Cristo. E seduzirão a muitos. 6.Ouvireis falar de guerras e de rumores de guerra. Atenção: que isso não vos perturbe, porque é preciso que isso aconteça. Mas ainda não será o fim. 7.Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. 8.Tudo isto será apenas o início das dores. 9.Então sereis entregues aos tormentos, matar-vos-ão e sereis por minha causa objeto de ódio para todas as nações. 10.Muitos sucumbirão, trair-se-ão mutuamente e mutuamente se odiarão. 11.Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. 12.E, ante o progresso crescente da iniqüidade, a caridade de muitos esfriará. 13.Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo.

O nosso objetivo é a nossa Salvação, logo nada neste mundo poderia se opor a este nosso objetivo, nem os problemas e nem as tribulações.

Obama-Mania

Hoje se fala de uma grande Crise mundial e a moda é eleger um redentor, um salvador do mundo para resolver o problema da nossa Crise pessoal, de falta de fé e esperança no Deus do impossível que tudo pode.

Muitos já elegeram um homem comum como salvador e transferiram para ele toda a esperança que tinham, dizendo: ele é realmente capaz, ele vai resolver todos os nossos problemas de crise, e assim se livram das responsabilidades, preocupações e das consequências de um futuro incerto.


discurso_pose_obama_15

Insignificância de um Homem no meio da Multidão.


Dois milhões de pessoas estiveram na posse deste homem tão poderoso, parecem formiguinhas que se aglomeram em torno de um alimento caído no chão, parecem poeira levadas ao vento sem realmente saber o futuro que lhes espera.

(Jeremias 17,5)

Eis o que diz o Senhor: Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor!

(Salmos 83,13)

Ó Senhor dos exércitos, feliz o homem que em vós confia.

(Salmos 19,8)

Uns põem sua força nos carros, outros nos cavalos. Nós, porém, a temos em nome do Senhor, nosso Deus.

Este é o objetivo a que queríamos chegar, não devemos confiar em homens de carne e sangue, muito menos entregar-lhes a nossa Esperança num futuro melhor, porque o nosso único Salvador é Jesus, Ele é o único capaz de nos livrar destas aflições e desta Crise que tanto aflige hoje nossos lares, lembremos que todos estes problemas foram causados por estes mesmos homens que estão no poder temporal e principalmente causado pelo abuso do poder, do orgulho pessoal e da ganância de se manter no poder ou tirar dele o melhor proveito para sua vida futura e que os outros fiquem com a conta do prejuízo.

Nenhum deles se preocupa com o futuro do ecossistema deste planeta muito menos com a qualidade de vida que a população terá no dia de amanhã quando esgotarem as riquezas que Deus nos deixou neste planeta.

Sendo assim não merecem a nossa confiança, muito menos a nossa esperança que devemos depositar somente em Jesus que é o nossa única Esperança.

Muitos seguiam Jesus, mas poucos participaram efetivamente de sua morte na Cruz, ao vê-lo carregando o madeiro pelas ruas já sabiam do seu destino mortal, poucos foram aqueles que subiram o calvário no máximo ficaram observando ao longe o fim daquele que seria a Esperança de salvação do povo de Israel e ao vê-lo dar seu último suspiro foram embora para suas casas e voltaram para suas vidas sem esperança conformando-se com aquela situação de pecado e escravidão:


jesus-tres-cruzes


Ao pôr do sol, juntamente com as trevas que enchiam toda a terra sepultava-se a única luz que brilhava neste mundo, rolou-se ainda uma enorme pedra para ocultar o brilho já sem vida e apagado, conservando-o definitivamente longe de nossos olhares, já sem o brilho da Esperança perdida.


jesus-tres-cruzes


Para nossa surpresa e confirmando as profecias preditas por Jesus, o tumulo não o conteve e a morte fôra o ultimo inimigo a ser vencido, logo já não existe mais derrota e a vitória nos foi entregue até a consumação dos séculos.


Carta de Paulo aos Romanos  Cap. 8,31 a 39

31.Que diremos depois disso? Se Deus é por nós, quem será contra nós? 32.Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas que por todos nós o entregou, como não nos dará também com ele todas as coisas? 33.Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. 34.Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor, que ressuscitou, que está à mão direita de Deus, é quem intercede por nós! 35.Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada? 36.Realmente, está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia inteiro; somos tratados como gado destinado ao matadouro (Sl 43,23). 37.Mas, em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou. 38.Pois estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades, 39.nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor.


Ensino proposto para Pirenópolis 27/1/2009

Sizenando


O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120

O Burro que caiu no poço !



Dizem que o burro é o animal mais burro de todos, porém esta afirmação nem sempre foi verdade !

A história do Burro.


O Burro Dentro do Poço


Um dia, o burro de um agricultor caiu em um poço seco. O animal chorava e urrava bem alto durante horas, enquanto que o seu dono buscava uma maneira para retirá-lo do buraco.

Por último, o agricultor vendo que o burro já estava velho e o poço estava seco e precisava ser enterrado para não provocar outro acidente como este com um cavalo mais valioso, decidiu por enterrar o poço com o burro dentro ainda vivo, já que o burro não valeria o esforço para resgatá-lo do buraco, pelo menos assim o bicho pararia de urrar.

Ele convocou todos os seus vizinhos para vir ajudar enterrar o poço. Cada um levou sua pá e começaram a encher o buraco de terra. O burro percebeu o que estava acontecendo e disparou a urrar e pular dentro do poço. A terra caia em cima do burro e ele a sacudia e pulava, de forma que o poço foi se enchendo e o burro foi subindo, para surpresa de todos, depois de algumas pás de terra o burro se calou e pensaram que o mesmo aceitara o seu destino insólito e decidira morrer em silêncio.

O agricultor finalmente olhou para o fundo do poço e foi surpreendido com o que viu… Com cada pá de terra jogada, o burro estava fazendo algo incrível: Ele sacudia a terra e dava um passo para cima da Terra. Em breve todos se viram surpresos quando o burro chegou à boca do poço, subiu acima do aro e saiu trotando satisfeito….

A vida vai atirar terra em cima de você, todos os tipos de dificuldades… O truque para não se deixar enterrar é se movendo, no genérico “se virando como puder” e usar das dificuldades para dar um passo para cima. Cada um dos nossos problemas deve ser um passo para cima. Não podemos deixar que os mais difíceis obstáculos nos impeçam de subir e se livrar das dificuldades…

Use a terra que jogam em você para alcançar a vitória e a liberdade!



Burro-en-el-pozo-e1326943109538[1] Burro_poço_saindo

SACUDINDO A POEIRA

MENSAGEM – PPT


O Bicho pode até ser um burro, mas tem muita gente que demonstra menos inteligência se deixando vencer pelo mau e as dificuldades da vida, burrice mesmo é cometer um ato de desespero sem buscar primeiro a solução naquele que é capaz de nos salvar de todos os problemas da vida.


FOI DEUS CHÁCARA JEUS CURA
Aqueles_que_Confiam O Alpinista O_equilibrista_e_a_Fé



SACUDINDO A POEIRA

MENSAGEM – PPT