O Marketing do Mal !


 



O Princípio de todo pecado humano reside em uma jogada de marketing“(*), pronunciada pelo inimigo de Deus sobre a famosa “fruta” que continha um veneno mortal.



(*) – Marketing – “Arte da Propaganda, que nem sempre diz a verdade, mas disfarça uma mentira como se fosse verdade a fim de vender um produto que nem sempre é o que tudo promete e nada diz a respeito das contra indicações ou efeitos secundários”


Disse a serpente o famoso “Slogan”; “Quando dela comerdes, sereis como deuses“.   Desejar ser igual a Deus foi o grande pecado cometido pelo homem e a mulher, sendo que, nosso Pai Criador havia nos dado tudo, até mesmo fomos criados segundo sua imagem e semelhança incluindo de brinde, uma vida eterna.  Hoje somos convocados a ser Perfeitos “Santos” como nosso Pai é Santo e sermos um só coração, uma só alma e um só Espírito, assim como Jesus é um com o Pai, que sejamos todos uma unidade plena e perfeita no seu Espírito Santo de Amor.

(S. João 17)



Ser como o Pai é, mas não ser Ele !

Ser como Jesus é, mas não ser Ele !

Ser Santo, porém não ser Deus.

Se o homem queria ser Deus,

Porque foge da Santidade ?



O homem nunca foi proibido ou impedido de ser perfeito “Santo” como seu Pai Criador sempre foi, recebeu todos os dons e qualidades do Pai para auxiliá-lo rumo a este objetivo, Jesus veio ao mundo para provar que é possível alcançar a Santidade na forma humana , isto ficou bem claro quando ele saiu do túmulo mostrando que poderemos morrer para o mundo mas estaremos eternamente vivos  junto de Deus.

Muitas vezes os homens preferem copiar uns aos outros, seguindo os seus próprios caminhos que certamente os levarão à morte eterna.   No fundo, aquela voz “do inimigo” que ainda ecoa dentro de nossos corações nos prometendo uma inverdade e entregando  somente “Desilusões” continua sendo a responsável por nos desviarmos do caminho certo.

Copiar o que é bom é louvável, seguir os caminhos de Jesus certamente nos levará ao prêmio máximo prometido por Deus, mas seguir os caminhos humanos inspirados por este inimigo camuflado e mentiroso, só  poderemos encontrar o caos anunciado nas manchetes de Tv todos os dias, que refletem o mal causado pelo próprio egoísmo humano pensando somente em si mesmo “HOJE” e desprezando o futuro onde nossos filhos herdarão um planeta arrasado, uma sociedade destruída e destituída dos verdadeiros valores humanos que Deus nos concedeu no princípio.

Foi pensando nisto que Padre Françoá observando uma sociedade mais “Desenvolvida” do que a nossa, nos questiona a respeito daquilo que todos queremos e almejamos.

Realmente valeria a pena nos despojarmos de nossos valores Cristãos e nos tornarmos mais “Desenvolvidos” ?

ABERTURA PARA

O PRÓXIMO POST.

LEIA A SEQUENCIA

Link na Foto

desenvolvidos

Pe. Françoá Costa

Desenvolvidos y desarrollados…?


Marketing do mal – É a propaganda que se realiza no mundo de hoje com o objetivo de continuar afastando o homem de Deus levando-o a se perder no Pecado compartilhando o alimento dos porcos até não conseguir mais retornar para a casa do Pai. “O Filho Pródigo”

dubaiworld1

Dubai – Desenvolvimento máximo –  Uma maravilha do mundo moderno, exemplo de Futurismo concretizando-se “hoje”, é realmente um paraíso criado pelas mãos humanas, porém, está reservado somente para quem tem milhões de dólares em suas contas bancárias.

Nem sempre tudo que imaginamos e colocamos no papel sai perfeitamente como foi planejado, a sociedade perfeita no futuro, planejada pelos futuristas de hoje requer o trabalho de milhares de pessoas que não terão nem vez e nem voz quando tudo estiver pronto.   Resta saber para onde irão os trabalhadores que construirão os sonhos da nova sociedade do futuro?

Tende_Misericordia_Senhor



O Sacramento do Batismo.



Batismo


Tema preparado para apresentação em curso de Pais e Padrinhos na preparação para a recepção do Sacramento do Batismo.


papafrancisco_batiza_criancas




PALESTRA – SACRAMENTO DO BATISMO (TEOLOGIA) – (Angela)

– Apresentação de slides – Com imagens

Slide 01 – Aconteceu naqueles dias, que Jesus veio de Nazaré da Galiléia e foi batizado por João no rio Jordão, e logo ao subir da água Ele viu os céus rasgando e o Espírito, como uma pomba, descer até Ele e uma voz veio dos céus: Tu és o meu Filho amado, em Ti me comprazo. (Mc 1,9-11)

Slide 02 – Antes de Jesus, já havia no antigo Egito e na Babilônia, banhos sagrados com a finalidade de purificar a pessoa mergulhada na água. João Batista realizava essa mesma prática, mas seu objetivo era a conversão para o perdão dos pecados. Jesus se faz batizar por João no Jordão, não porque precisava de conversão ou purificação, mas para mostrar que, a partir dali, estava sendo inaugurado um novo Batismo (o da graça) e uma nova religião (a do Espírito). E, ainda, para que Deus pudesse manifestar publicamente aos homens o seu Filho amado.

Slide 03 – O batismo (mergulho) é um gesto litúrgico realizado com água e contém em sua realidade simbólica dois momentos: a imersão (a adesão a Jesus, à missão) e a emersão (a vida nova em Jesus).

Esse mergulho nos exorta à purificação, à conversão e a um novo nascimento (o da água e do espírito).

Nele recebemos as Virtudes que vêm de Deus e nele têm seu objeto imediato:

São a Fé, a Esperança e a Caridade.

Recebemo-las com a graça do Batismo, e, em maior abundância, com a da Confirmação.

Slide 04 – Nosso batismo foi instituído por Jesus. Ele ordenou aos seus discípulos : Vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar tudo quanto Vos ordenei. E eis que Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. (Mt 28,19-20).

Slide 05 – O Evangelho mostra Jesus sendo batizado junto com o povo. Isso mostra que Ele veio para se solidarizar com a humanidade. É assim que realizará seu projeto de vida. Cabe a cada um de nós, batizados, aderirmos a essa missão: estar à disposição da comunidade, ajudar aos nossos irmãos a defender os seus direitos e a denunciar toda e qualquer injustiça contra o projeto de vida de Deus

Slide 06 – O Batismo impõe responsabilidades

1 – Para com Deus – fé, aliança, culto e oração;

2 – Para com a Igreja – fidelidade, respeito e colaboração,

3 – Para com o próximo – caridade, justiça e serviço.

Slide 07 – Assim como o Batismo é a fonte de responsabilidades e deveres, é também:

Graça, porque é dado até aos culpados

Dom, porque é conferido àqueles que nada trazem;

Unção, porque é sagrado e régio;

Iluminação, porque é luz resplandecente;

Veste, porque cobre nossa vergonha;

Banho, porque lava;

Selo, porque nos guarda e é sinal do Senhorio de Deus.

Slide 08 – O Batismo é um Sacramento que nos reconduz à comunhão com o Deus Pai que nos proclama Seus filhos muito amados aos nos tornar membros de Seu filho Jesus. Isso nos faz ser Igreja (assim como Jesus o é), pois nos infunde a fé, a esperança e a caridade.

Slide 09 – É um nascer de novo, da água e do Espírito (Jo 3,1-8). É a porta de entrada na Igreja. A partir do Batismo somos inseridos numa comunidade eclesial. Somos Corpo de Cristo, que é cabeça da Igreja. Temos a mesma missão de Jesus Cristo – enviados para falar em nome Dele, ser sal, luz e fermento. Evangelizar levando a Boa Nova a toda a criatura.

Slide 10 – Batizar quer dizer mergulhar. Todos os homens e mulheres estão mergulhados no acontecimento de salvação, todos estão mergulhados em Jesus Cristo – Ele veio para dar vida ao mundo. Veio salvar e não condenar.

Slide 11 – Imagens dos símbolos do batismo.

Sinal da Cruz – Água – Pai nosso – Creio – Veste branca – Vela – Óleo – Palavra de Deus

Slide 12 e 13 – Sinal da Cruz: Sinal do cristão – penetra no mistério do amor, família: Pai, Filho, Espírito Santo.

Água: dom de Deus. Fonte de vida e purificação. Simboliza a vida nova, do nascimento da água e do Espírito. Morte e vida, morte do homem/mulher velho (egoísta) e vida do homem/mulher novo (vida no amor).

Óleo: simboliza agilidade e força. Antigamente quando um lutador ia para a arena era besuntado de óleo. Atribuía-se ao óleo a propriedade de enrijecer e adestrar os músculos para o combate, ou ao menos tornar o lutador escorregadio e difícil de ser pego. Esta primeira unção feita no peito do batizando significa que o cristão deverá lutar na vida para conservar a fé.

Vela: a vela é o Círio Pascal, símbolo do Cristo ressuscitado, que vence as trevas do pecado, do egoísmo, do ódio, da maldade e de todo o mal. A chama da vela nos lembra que Cristo é a luz do mundo, e nós como cristãos (de Cristo) devemos iluminar o mundo também. A cera que se consome, lembra que Jesus consumiu sua vida na cruz por nosso amor, assim como também a vida do cristão deverá estar a serviço da comunidade.

Veste branca: simboliza se revestir de homem novo. Simboliza a pureza da fé e da vida. Simboliza a graça: a vida divina é a comunhão permanente com Deus.

Palavra de Deus (Bíblia): O próprio Cristo nos falando. Ele vem junto com a Palavra. Ele o Verbo dando orientações para a nossa vida. Ensinando a observar tudo que ordenou.

Creio: profissão de fé – condensado tudo o que o cristão deve crer. (convidar á oração).

Pai nosso: Oração dos filhos ensinada por Jesus, deve estar presente em todos os momentos da vida do cristão.

Slide 14 – Onde ficamos nós, pais e padrinhos, em tudo isso?

Slide 15 – A Educação pela fé: A conseqüência, para os pais que pedem o batismo para seus filhos, é o compromisso, já assumido na celebração do casamento, de educá-los na fé, dentro da comunidade eclesial. Pelo Batismo as crianças se tornam parte da Igreja. E naquele dia seus pais disseram que iam ajudá-las a crescer na fé, observando os Mandamentos e vivendo na comunidade dos seguidores de Jesus.

Slide 16 – A colaboração dos padrinhos: No cumprimento deste compromisso de educar seus filhos na fé, os pais são ajudados pelos padrinhos. Depois dos pais, padrinho e madrinha representam a Igreja, nossa Mãe, “que, pela pregação e pelo batismo, gera, para uma vida nova e imortal, os filhos concebidos do Espírito Santo e nascidos de Deus” (LG 64). Representam a Comunidade que, ao enriquecer-se com a entrada de um novo membro, vê sua responsabilidade também acrescida.

Os padrinhos, assim como os pais, são responsáveis pela formação religiosa de seus afilhados. Devem acompanhá-los em sua caminhada na Igreja e garantir-lhes uma vida cristã, dando-lhes o exemplo e o testemunho de fé.


Seminário de Vida no Espirito

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120


Os Sacramentos de Iniciação Cristã Batismo – Crisma e Eucaristia


O Batismo de Jesus (Post).

O Batismo de Jesus (PPTx)


.