PALESTRA: “ FÉ NOS REVESES DA VIDA”

Página 1 de 6

PALESTRA: “ FÉ NOS REVESES DA VIDA”


 

Sábado: 21h10min Tempo: 50 minutos


1 – Apresentação do Casal

2 – EVA: Boa Noite e apresentação do Tema

3 – MARCOS: Definição de Fé:

Fé é acreditar no que não se vê. A fé é um dom de Deus que é dado a todos. Devemos pedir a Deus sempre o dom da fé. A fé em Deus é o único meio de obter a paz e a segurança. Cristo é o objeto principal da nossa fé. Quando se aceita Cristo como o fundamento de nossa existência, se aceita também o que Cristo nos ensina. Fé não é coincidência. Nós não aceitamos o que Cristo ensina, porque coincide com o que pensamos, mas aceitamos o seu ensinamento porque é Cristo que nos ensina.

Hebreus (cap. 11, v. 1-3):

“A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê. Foi ela que fez a glória dos nossos antepassados. Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do invisível”.

EVA:

É nos momentos duros que mostramos a nossa fé. É nestes momentos que mostramos se nos apoiamos em nós mesmos ou em Cristo. Os sofrimentos são a prova de nossa fé. Mas lembremo-nos de que Deus nunca permite sofrimentos acima de nossas forças. Cristo não veio para tirar os sofrimentos, mas para mostrarmos como devemos enfrentá-los. Ele mesmo muito sofreu, mas sempre voltado para o Pai. O sofrimento mostra nossa limitação, quebra nossa autossuficiência, nosso egoísmo e orgulho. Há momentos em nossa vida que parece que tudo desmoronou, mas é justamente nesses momentos que estamos a crescer: Desmoronam nossos castelos para dar lugar ao edifício de Deus.

MARCOS:

Testemunho de Marcos sobre o afastamento da Igreja devido “a Morte do Pai” e o retorno após conhecer EVA e a mãe (católica fervorosa) e a perpetuação deste retorno com o Nascimento de sua filha e o ECC.

EVA:

Testemunho de Eva sobre o exemplo da família fortalecida na fé. Nasci e cresci numa Usina de Açúcar em PE, povoado simples, com pessoas e famílias humildes. Que por diversas vezes passávamos por dificuldades devido à falência da Usina, única fonte de renda da maioria dos trabalhadores e pais de família daquela região. Porém, minha mãe e meu pai sempre diziam que o alimento espiritual é que não poderia faltar para família. E que devíamos sempre rezar e pedir a Deus que resolvesse nossos problemas. E Desde criança minha mãe me ensinou sobre os ensinamentos da igreja católica e que Cristo seria o meu melhor e maior amigo. Que eu confiasse no Senhor que ele sempre iria me ajudar. Minha mãe era tão fervorosa na fé que batizou seus quatro filhos com os nomes de: Adão, Abraão, Aarão e Eva e ainda ganhou um genro com o nome de Marcos.

c

“Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis”.

Marcos (cap. 11 v. 24-25):

“Por isso vos digo: tudo o que pedirdes na oração, crede que o tendes recebido, e ser-vos-á dado. E quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também nosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vossos pecados”.

Devemos perdoar para sermos perdoados e termos um coração puro para amar. Dessa forma fortaleceremos ainda mais a nossa fé.

 

MARCOS:

Há 7 anos atrás éramos casais iguais à vocês… A fé já havia fortalecido a vida do casal e nós precisávamos continuar construindo e servindo ao Senhor, vivenciando a igreja e sendo exemplo para nossas filhas. Principalmente porque a vida sempre nos prega surpresas… Surpresas positivas e negativas.

Marcos: História Positiva: História do Rádio!

Eva: História Negativa: História de Mamãe!

No início deste ano, após um Natal maravilhoso em família, que pela primeira vez conseguimos reunir toda família, através de um exame realizado por conta de uma rouquidão da minha mãe, recebemos o diagnóstico que ela estava com um derrame pleural e deveria se submeter a uma cirurgia de urgência, na qual foi detectado que ela também estava com o câncer.

MARCOS: Repercussão da notícia e como contar para mamãe.

EVA: Nesse momento pela primeira vez em 40 anos de idade me abalei emocionalmente e tive a fé enfraquecida. Resolvi então me confessar com o Padre, e aos prantos perguntava-lhe o por quê daquilo estar acontecendo comigo, achava que Deus tinha me abandonado, pois eu não aceitava que aquilo estivesse acontecendo com a pessoa que mais amo. Já me sentia uma derrotada, sem forças para nada. E o padre calmamente me disse: “Filha, acalma teu coração, vamos rezar e pedir a Deus que seja feita a sua vontade”. E ele me perguntou: você tem fé? Se tens fé, então confia no Senhor e o mais ele o fará”.

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: