UBUNTU.


Umuntu ngumuntu nagabantu

 “Uma pessoa é uma pessoa por causa das outras pessoas”

(Ditado sul africano da tribo Ubuntu)


UNIDADE E IGUALDADE.


A jornalista e filósofa Lia Diskin, no Festival Mundial da Paz em Florianópolis SC (2006), nos presenteou com um caso de uma tribo na África chamada Ubuntu. Ela contou que um antropólogo estava estudando os usos e costumes da tribo e, quando terminou seu trabalho, teve que esperar pelo transporte que o levaria até o aeroporto de volta pra casa. Sobrava muito tempo, mas ele não queria catequizar os membros da tribo; então, propôs uma brincadeira pras crianças, que achou ser inofensiva.

Comprou uma porção de doces e guloseimas na cidade, botou tudo num cesto bem bonito com laço de fita e tudo e colocou debaixo de uma árvore. Aí ele chamou as crianças e combinou que quando ele dissesse “já!”, elas deveriam sair correndo até o cesto, e a que chegasse primeiro ganharia todos os doces que estavam lá dentro.

As crianças se posicionaram na linha demarcatória que ele desenhou no chão e esperaram pelo sinal combinado. Quando ele disse “Já!”, instantaneamente todas as crianças se deram as mãos e saíram correndo em direção à árvore com o cesto. Chegando lá, começaram a distribuir os doces entre si e a comerem felizes.

O antropólogo foi ao encontro delas e perguntou porque elas tinham ido todas juntas se uma só poderia ficar com tudo que havia no cesto e, assim, ganhar muito mais doces. Elas simplesmente responderam: “Ubuntu, tio. Como uma de nós poderia ficar feliz se todas as outras estivessem tristes?”

Ele ficou de cara! Meses e meses trabalhando nisso, estudando a tribo, e ainda não havia compreendido, de verdade, a essência daquele povo. Ou jamais teria proposto uma competição, certo?



GAROTA AFRICANA.


Ubuntu significa:

“Sou quem sou, por quem somos todos nós”.

Ubuntu é uma antiga palavra Africana, cujo significado é:
“Humanidade para todos”.

Ubuntu também quer dizer

“Eu sou o que sou devido ao que todos nós somos”.

Atente para o detalhe: porque SOMOS, não pelo que temos…



UBUNTU PRA VOCÊ TAMBÉM !


Uma corrida semelhante a esta feita em uma olimpíada para criaças exepcionais deu um resultado semelhante, o que deixa as pessoas normais bastante intrigadas sem saber porque nós abandonamos a felicidade que deveria ser normal e preferimos a infelicidade gerada pelo egoísmo social.

Seria esta sindrome apenas falta de conhecimento, treinamento ou apenas deveríamos deixar as coisas ser como deveriam ser sem a interferência de treinamentos opostos ?

Veja o Post Abaixo:

Não existe estranhos, apenas amigos!





Anúncios

Perseverar na Fé.


Objetivo do Tema:

Como em toda comunidade encontramos dificuldades, problemas de relacionamento, devemos lutar pela nossa perseverança e também a de nossos Irmãos.



1 – Perseverar significa conservar-se firme e constante, persistir, prosseguir, continuar, perdurar, subsistir. No mundo de hoje, onde tudo é feito com muita rapidez, ninguém quer gastar tempo com nada. Contudo, as coisas mais preciosas que podemos fazer ou alcançar levam tempo para ser conquistadas.

Existe uma enorme diferença entre um pedaço de gelo e um diamante. O gelo é  aparentemente bem sólido, mas é formado rapidamente e não subsiste por muito tempo em temperatura acima de oºc, Mas muitos anos são gastos para se formar um diamante, os contrabandistas até já misturaram diamantes junto com cubos de gelo para contrabandear as pedras para fora do país, porque juntos quase não se vê a diferença, mas basta esperar um pouquinho que os diamantes aparecerão enquanto o gelo se derrete e se esvai.


A Brasa e o Fogo

Mensagem em PPS

Comunidade


A Brasa se Apaga fora do braseiro.

Uma brasa Separada das outras na fogueira.

Um membro de um determinado grupo ao qual participava regularmente, sem nenhum aviso ou causa aparente afastou-se.  Após algumas semanas, o líder do grupo decidiu visitá-lo.    Era uma noite muito fria. O líder encontrou o homem em casa sozinho, sentado diante de uma quentinha e brilhante lareira.  Supondo a razão para a visita, o homem deu-lhe boas-vindas, conduziu-lhe a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto esperando a bronca. O líder se fez confortável, mas não disse nada. No silêncio sério, contemplou a dança das chamas em torno da lenha ardente.    Após alguns minutos, o líder examinou as brasas, cuidadosamente apanhou uma brasa ardente e deixou-a de lado.   Então voltou a sentar-se e permaneceu silencioso e imóvel.    O anfitrião prestou atenção em tudo, fascinado e quieto.

Então diminuiu a chama da solitária brasa, houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou de vez. Logo estava frio e morto.    Nenhuma palavra tinha sido dita desde o cumprimento inicial. O líder antes de se preparar para sair, recolheu a brasa fria e inoperante e colocou-a de volta no meio do fogo. Imediatamente começou a incandescer uma vez mais com a luz e o calor dos carvões ardentes em torno dela. Quando o líder alcançou a porta para partir, seu anfitrião disse: “Obrigado tanto por sua visita quanto pelo sermão. Eu estarei voltando ao grupo amanhã mesmo.”

Firmeza:

A necessidade de permanecer em uma comunidade  continua, ou corremos o risco de nos apagar como esta brasa. este apagamento representa a morte espiritual, não a morte física.   Se dentro da comunidade temos muitos problemas a superar, imagine estes mesmos problemas sem o suporte de uma comunidade.

Perseverar é manter-se firme e inabalável, como a casa que foi construída sobre a rocha, pode vir os ventos e as enchentes, mas ela continuará sempre firme e intocável.


3 – Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto.

(São João 15,1)

1 – Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; 2 – e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto. 3 – Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado. 4 – Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. 5 – Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6 – Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á. 7 – Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.


4 – Os atletas correm no ginásio em busca de uma coroa corruptível.

(I Coríntios 9,25)

24. Nas corridas de um estádio, todos correm, mas bem sabeis que um só recebe o prêmio. Correi, pois, de tal maneira que o consigais. 25. Todos os atletas se impõem a si muitas privações; e o fazem para alcançar uma coroa corruptível. Nós o fazemos por uma coroa incorruptível. 26. Assim, eu corro, mas não sem rumo certo. Dou golpes, mas não no ar. 27. Ao contrário, castigo o meu corpo e o mantenho em servidão, de medo de vir eu mesmo a ser excluído depois de eu ter pregado aos outros.


corra[1]
Gabrielle Andersen-Scheiss Corrida de deficientes físicos

Exemplo da corredora de maratona que correu até o fim, mesmo sendo a última a chegar, ela só parou depois que passou pela linha de chegada.


 Suíça – Gabrielle Andersen-Scheiss – Olimpiadas 1984


 OUTRO EXEMPLO SEMELHANTE

OLIMPÍADAS de BARCELONA em 1992.


Derek Redmond Uma história de superação, perseverança e Amor.


 


Isto é perseverar até o fim, correr para ganhar o prêmio principal seria muito bom, mas como diz Jesus o nosso prêmio é para todo aquele que chegar até o fim, não importa se chegarmos em primeiro ou em último lugar, existe até uma parábola que nos exemplifica isto, dizendo que o salário pago aos trabalhadores da vinha que trabalharam o dia inteiro e o daqueles que trabalharam apenas cindo minutinhos será o mesmo, a maior prova disso é o Bom Ladrão que morre na cruz ao lado de Jesus, ele que jamais havia trabalhado nesta vinha e que nem iria trabalhar mais, porque já estava em execução a sua condenação a morte por seus pecados, mas mesmo assim Jesus lhe garantiu que estaria com Ele no paraíso naquele mesmo dia . 2020p



5 – A tribulação gera a Perseverança.

3. Não só isso, mas nos gloriamos até das tribulações. Pois sabemos que a tribulação produz a paciência, 4. a paciência prova a fidelidade e a fidelidade, comprovada, produz a esperança. 5. E a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”  (Romanos, 5: 3-5)

Você e eu somos desafiados pelo Pai a confiarmos na sua Palavra, pois, Ele nos alertou que teríamos aflições, mas nos animou dizendo “tenham bom ânimo”. Precisamos nos alegrar nas tribulações, pois essa é uma das maneiras que o Senhor utiliza para moldar o nosso coração e o nosso caráter.

As tribulações da vida têm um objetivo final: criar a esperança em nós, para vermos com nossos olhos aquilo que o Senhor preparou para aqueles que nele esperam. A esperança não traz confusão … mas traz a certeza da vitória.


Mas é preciso que a perseverança gere uma obra de perfeição, para que vos torneis perfeitos e íntegros, sem falta ou deficiência alguma” (Tiago 1,2-4).


Desafio de fe
Padre_Bambu O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios Eu_sou_a_Videira_Verdadeira


Arquivado em: 5584, A Respeito do Bispo da Diocese de Anápolis., A


Power point sobre a perseverança e participação em um grupo.



Não existe estranhos, apenas amigos!


Cassie, de oito anos, com sua carinha de elfo e um largo sorriso, emana afeição.

Sua mãe suspira: “Ela é incapaz de perceber quem é estranho. Eu tento ensinar-lhe o que é uma pessoa estranha, mas o máximo que ela aprendeu é ir até alguém e perguntar:

‘Você é um estranho’? Aí ela diz: ‘Agora somos amigos’ ”.

Cassie tem uma rara desordem chamada síndrome de Williams: ela tem uma diferença de 25 genes no sétimo cromossomo, o que a predispõe ao desejo de se conectar.


A Vida é só Alegria

A Vida é só Alegria


Mas também a ter doença cardiovascular, desembaraço verbal, um leve retardamento mental – e extrema empatia.

Pessoas consideradas “diferentes” podem ensinar muito a nós, “normais”. Elas nos dão um tocante lampejo quanto ao nosso potencial humano para transcender os instintos competitivos.

Há alguns anos, durante as olimpíadas para as crianças excepcionais em Seatle, nos EUA, havia nove crianças para a prova de 100 metros rasos, todas consideradas excepcionais física ou mentalmente. Essas nove crianças se posicionaram na linha de partida e, ao som do disparo, largaram com o ímpeto de vencer a corrida. Porém, logo no início, um menino caiu e machucou o joelho. Ele então se sentou na pista e começou a chorar. Quando as demais crianças ouviram seu choro, elas reduziram sua velocidade.

Todas pararam, deram meia-volta, e voltaram até o menino. Uma menininha com síndrome de Down se curvou e o beijou, dizendo: “Isso vai melhorar seu joelho”.

O garoto então se levantou; ele e as demais crianças, de braços dados, caminharam e cruzaram juntos a linha de chegada, felizes da vida. Nesse momento, todos os presentes no estádio se levantaram e aplaudiram, assobiaram e ovacionaram as crianças por um longo tempo. E as pessoas que lá estavam até hoje contam essa história, porque elas sabem – como as crianças Williams sabem e, afinal, como todos nós sabemos – que existe mais na vida que ganhar sozinho.

logo_revista1Revista Época 487, 15 de setembro de 2007.

Susan Andrews – Pscologa


Compreender um ao outro e formar alianças é nosso maior desafio evolutivo

cc.jpg


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/

HISTÓRIA DAS AGUIAS


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg?w=130&h=120 https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/