Mãos de Fogo te Pedimos Senhor.


Mãos_de_fogo_te_pedimos_Senhor


De onde vem a expressão “Mãos de Fogo” ?

São João Batista já falava que o Cristo batizaria com FOGO. 


“Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.”

(S. Mateus 3,11)


Se DEUS é FOGO, JESUS é FOGO e SUA PALAVRA é FOGO o seu BATISMO também pode ser FOGO, a expressão FOGO é uma forma figurada de representar DEUS ou até mesmo o JUÍZO de DEUS, o que é de DEUS e o que vem de DEUS, Representa também o poder de Deus e a manifestação do Espírito Santo de Deus no coração do Homem.

Lemos em Atos 2 que no Dia de Pentecostes veio um vento impetuoso e apareceu uma chama que se repartiu e repousou sobre cada um deles e depois disso se manifestaram os Dons do Espírito Santo em todos aqueles que receberam a chama.


Pentecostes Maria 2


A manifestação visível e mais perceptível naquele momento foi o Dom de línguas, porém os demais Dons também estavam presentes, pois a partir daquele começaram a se manifestar através dos Apóstolos, sendo que antes daquele momento ainda não haviam se manifestado a não ser na missão dos 72 discípulos.

Observamos também que os dois Discípulos de Emaús sentiram o coração ardendo, queimando como se fosse um fogo dentro deles, porém este calor que reconhecemos como o poder do Espírito Santo se manifestando em nós naquele momento era mais como um aviso, uma amostra do que aconteceria no futuro, uma mão que estava a bater na porta do coração pedindo passagem para entrar.


A_revelasao_de_jesus_aos_discipulos_de_emaus


É muito comum ouvirmos testemunhos, duvidas e perguntas sobre este queimor nas mãos, no peito, no coração e também na cabeça principalmente nos momentos de oração de maior fervor onde temos a oportunidade de nos aproximarmos mais de Deus através do despojamento Espiritual que alcançamos através do louvor.

Este queimor é a mesma coisa que sentimos quando em um dia congelante de frio nos aproximamos de uma fogueira quentinha, veja que a comparação é de que Deus é essa fonte de luz e calor enquanto o mal e o mundo são as forças que nos afastam deste calor nos dando a impressão de frio e vazio, mas quando conseguimos vencer as barreiras do medo e do pecado e nos aproximamos desta fonte de calor e assim fica sensível e perceptível esta presença de Deus bem próximos de nós.


Pessoas_esquentando_redor_fogo


O queimor e o calor é a sensação da presença deste fogo que é Deus, porém da mesma forma que os dois Discípulos de Emaús sentiram apenas o coração queimar e não chegaram a realmente receber ali a plenitude do Espírito Santo como o receberam no dia de Pentecostes, fica claro que, o calor e o queimor seriam a indicação que estamos no caminho certo e de que estamos muito próximos deste fogo que é Deus, porém pode significar que ainda falta um pequeno passo para que você se entregue completamente ao Espírito e seja realmente banhado, batizado com este espírito e que receba esta chama para habitar permanentemente em seu coração.

Para tanto é mesmo necessário continuar se aproximando desta fonte de calor que é o Espírito Santo até se queimar como a sarça que ardia no deserto na presença de Moisés.

S. João Batista mandou que seus Discípulos seguissem a Jesus que Ele lhes daria este fogo e Jesus Depois disse a todos que O Pai celestial daria o Espírito Santo à todos aqueles que o pedissem, é por este motivo então que podemos dizer que estaríamos perdendo nosso tempo se não pedíssemos o Espírito Santo para nós, estaríamos no caminho errado se não encontrássemos a sarça ardendo no deserto, estaríamos no lugar errado se do céu não descesse uma chama sobre nós em nosso momento mais íntimo de oração, por isso é de se estranhar quando não avistamos esta chama na Igreja ou no grupo que participamos, é de se estranhar quando as pessoas sentem medo de receber este calor e fogem dele se acomodando em sua frieza espiritual como disse Jesus em S. João 3,19 “Os homens amaram mais as trevas do que a luz, …” . Portanto, o nosso caminho tem que ser o inverso, não se afastar da luz e sim nos aproximarmos dela como disse Jesus: “21 – Mas aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus.”


Padre Zezinho

Mãos de fogo


Quem se prostra na presença de meu Deus
Beberá na sua fonte e transbordará
no Espírito!
Quem se prostra na presença de meu Deus
Se consumirá … no Espírito Santo!
Mãos de fogo te pedimos
Mãos de fogo te pedimos … 2x
Fogo do céu
Fogo do céu … 2x
Manda fogo meu Senhor
Manda fogo meu Senhor
Fogo do céu
Fogo do céu
E me inunda com teu Espírito



Versão com Padre Marcelo Rossi




Nova_aliança_lk
Oração_ao_espirito_santo
O Selo do Espirito santo
Sete_dons Presentepravoce_bolo_oito_anos_10000000 Aspirais_aos_Dons_Espirituais

Armadura_do_Cristão_Efe_6

Oração_portas_abertas_para_a_presença_de_Deus

Muitas pessoas estão procurando aqui respostas sobre alguns sintomas que normalmente ocorrem nos momentos de oração e louvor intensos, tais como, arrepios, queimor nas mãos e no peito, mãos e pernas trêmulas, língua presa, Dom de Línguas e outros.   Procuramos dar algumas respostas simples a estes sintomas em outro Post:  click aqui ==>


Extase_cume_da_oracao


A Casa em Chamas.



A história de um homem temente a Deus que sobreviveu a um desastre de avião no mar e chegou a uma ilha onde ficou algum tempo se apegando à vida local crendo que jamais voltaria à civilização até que sua casa pegou fogo e algo inesperado e não programado aconteceu.

Leia o texto, baixe o slaid para ver os efeitos.



A casa em chamas



1. – 2. Um certo homem saiu em uma viagem de avião.  Era um homem temente a Deus, e sabia que Deus o Protegeria de todo o mal.

3. Porém, durante a viagem, quando sobrevoavam o oceano, um dos motores do avião falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado na água.

4. Todos os passageiros morreram, mas este homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservou em cima da água.

5. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha desabitada.

6. Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte.

7. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas.

8. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele.

9. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava PROTEÇÃO e abrigo.

10. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

11. Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca.

12. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada.

13. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos: “Deus! Como é que o Senhor pode deixar isto acontecer comigo ? 

14. O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar todinha.

15“Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?” 

16. Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:  “Vamos rapaz?”

17. Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro  todo fardado e dizendo:

18. – “Vamos rapaz, nós viemos te buscar.”
– “Mas como é possível?
– Como vocês souberam que eu estava aqui?” – 

19. “Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro.  O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante.”

20. Os dois entraram no barco e assim o homem se SALVOU  embarcando no navio que o levaria em segurança de volta para o seu verdadeiro LAR e para aqueles que o amavam.

21. Lembrem-se: “Buscai o Senhor, já que ele se deixa encontrar; invocai-o, já que está perto. Renuncie o malvado a seu comportamento, e o pecador a seus projetos; volte ao Senhor, que dele terá piedade, e a nosso Deus que perdoa generosamente. Pois meus pensamentos não são os vossos, e vosso modo de agir não é o meu, diz o Senhor; mas tanto quanto o céu domina a terra, tanto é superior à vossa a minha conduta e meus pensamentos ultrapassam os vossos.” (Isaías 55, 8 a 10)

22. Se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você a Graça Divina.


23   (Salmo 120)

1. Cântico das peregrinações. Para os montes levanto os olhos: de onde me virá socorro? 2. O meu socorro virá do Senhor, criador do céu e da terra. 3. Ele não permitirá que teus pés resvalem; não dormirá aquele que te guarda. 4. Não, não há de dormir, nem adormecer o guarda de Israel. 5. O Senhor é teu guarda, o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado. 6. De dia, o sol não te fará mal; nem a lua durante a noite. 7. O Senhor te resguardará de todo o mal; ele velará sobre tua alma. 8. O Senhor guardará os teus passos, agora e para todo o sempre.


30 de julho de 2016 9:32:34

Link’s para outras Mensagens

Fé_nos_reveses_da_Vida Armadura_do_Cristão_Efe_6 Oração_abre_as_portas_para_a_presença_de_Deus
Fe_demais_atrapalha O Alpinista Extase_cume_da_oracao

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



Dia dos avós.




Dia dos avós – 26 de julho


Dia-dos-avós-desenho[1]


26 de julho, comemora-se o Dia dos Avôs e Avós. E esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

A data da festa de São Joaquim sofreu várias alterações ao longo dos tempos. Inicialmente era celebrada no dia 20 de março, associada à de São José, tendo sido depois transferida para o dia 16 de agosto, para associar-lhe ao triunfo da filha na celebração da Assunção, no dia precedente.

Em 1879, o papa Leão XIII, cujo nome de batismo era Gioacchino (versão italiana de Joaquim), estendeu sua festa a toda Igreja. Finalmente, o Papa Paulo VI associou num único dia, 26 de julho, a celebração dos pais de Maria Santíssima.


fonte: www.amiguinhosdedeus.com





SÃO JOAQUIM E SANT’ANA


 postal-santos-joaquim-e-ana_tia-Adelita[1]

Os avós queridos de Jesus

Eles se chamavam Joaquim e Ana. Ana, ou “Hannâ” em hebraico, que significa “graça”. Ela pertencia à família do sacerdote Aarão.Joaquim, “Yônâkhîr”, em hebraico significa “Deus prepara”, ele pertencia à família real de Davi.

Tem um livro que não está na Bíblia, muito antigo e dizem que foi São Tiago quem escreveu, com essa linda história:

Os dois moravam em Jerusalém, ao lado da piscina de Betesda, onde hoje se ergue a Basílica de Santana. São Joaquim e Santa Ana não tinham filhos e já eram idosos. Mesmo assim, Joaquim não desistia de pedir um filho para Deus, pois sabia que Ele pode tudo. Um dia, retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência por essa intenção. Ali, um anjo do Senhor lhe apareceu, dizendo que Deus havia ouvido suas preces. Algum tempo depois, Ana ficou grávida. Nasceu uma menina a quem chamaram Maria, “Miriam” em hebraico, que significa “Senhora da Luz”. E quem é essa menina? Nada mais, nada menos que… Tharááám: a Mãe de Jesus!

Olha que lindo o que o Papa Francisco falou sobre os avós no Angelus, aqui no Brasil na Jornada da juventude…


blog.cancaonova.com/amigosdoceu



santana-lk dia-idoso-1024x1024[1]


MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO AOS AVÓS E IDOSOS



Mães nunca Morrem.


Velha Rabugenta

Mensagem em Power Point


Testemunho de Oração Conjugal.



MARIDO E MULHER  QUE REZAM JUNTOS.



Imagem078



 ORAÇÃO CONJUGAL

A origem da vida sempre está em Deus. Cada pessoa que vem a esse mundo mais cedo ou mais tarde conhecem a morte, eu e você iremos morrer. Tudo isso para descobrirmos que Deus é o autor da vida.

No relacionamento conjugal, não podemos dispensar Deus. Se há morte rondando sua casa, convide o autor da vida para entrar no seu relacionamento conjugal hoje.

Sou casada há dez meses e não teve um dia se quer que eu e o meu esposo não tenhamos orado juntos, desde o tempo de preparação para o namoro, mesmo que por um breve tempo, seja nas situações simples àquelas mais complicadas; nossa história é muito marcada pela presença de Deus nas coisas mais simples. Não consigo imaginar nossa vida longe do plano de Deus. Ele é o nosso TUDO a Ele servimos, para Ele vivemos.

Pe. João Mohana escreve em seu livro Casar para Crescer:

“O casal que não ora, não tem Deus consigo, por mais que suponha. Se não cria oportunidade para Deus entrar, quem entra é o demônio. Oração conjugal, é o teste da presença de Deus num casal, da intimidade desse casal com Deus da vida e do amor”.

O_casal_que_não_reza

Nas Sagradas Escrituras podemos encontrar muitos casais que nos inspiram: casais fascinantes. Também encontramos casais egoístas, desajustados, interesseiros, desobedientes. Procure observar onde você e o seu cônjuge se encaixa.

Vamos então entrar na casa de Sara, filha de Raquel e Edna.

Sara já havia casado sete vezes e na noite de núpcias o seu marido morria, um após o outro. Que tristeza para o coração de Sara, uma jovem bonita e temente a Deus. (Tob. 1, Ss).

Tobias, filho de Tobit é enviado a Ecbátana á casa de Sara. Sua missão era receber um pagamento de uma dívida, o devedor, além de israelita é seu parente bem intencionado, o pai de Sara.

Ao encontrar Sara sua prima, Tobias se torna o oitavo deslumbrado. De hóspede, Tobias passa a ser esposo casando-se com Ela.

E aqui está o mais essencial na vida a dois:

O oração conjugal do casal:

Sara participa do mérito, já que soube se abrir numa atitude sensata e corajosa. Era preciso que a morte que rondava a vida de Sara fosse banida pelo autor da vida!

Já no leito conjugal, Tobias a convida, tratando-a por “irmã”, uma linda expressão, para que ela se levante e juntos roguem a Deus para que lhes conceda misericórdia e salvação. (Tob. 7, 4-5).

O final da história já era de se esperar…

Se no seu matrimônio você dispensou Deus, sem dúvida alguma sua união está sob pena de comprometer o destino da vida, está entregue às forças do mal, a porta foi aberta. Só em Deus nasce o amor, mesmo que os amantes ignorem isso.

A expressão com que Tobias trata Sara nas Sagradas Escrituras revela o seu coração. Embora fossem primos, essa expressão “irmã”, na boca de Tobias manifesta a força dos valores espirituais no coração dele.

,Marido e mulher que tem consigo o Senhor tem a luz dentro de si, a força de Deus está na intimidade de cada um, é um ser humano que sabe olhar para o outro ser humano.

O que é provável acontecer com um casal que não busca Deus é ver tão somente as enfermidades da alma, os desajustes começam a partir disso, oferecem ao outro somente o que é ruim.

Se você crer que a força de Deus está em seu cônjuge, porque não convidá-lo, para trilhar juntos o caminho do céu? Seu cônjuge é o seu companheiro de céu e a oração é o combustível que colocará você em movimento.

Pergunto: Há morte rondando o seu casamento? Porque não deixa entrar o autor da vida? Porque manter o coração fechado enquanto o Deus da vida dseja entrar?

Se duas vidas se juntam para crescer impulsionados pelo amor, não há o que temer: “no amor não há temor”.

Um abraço fraterno,

Maria Rosângela – Comunidade Canção Nova. 

https://jarles.wordpress.com/



orac3a7c3a3o-casal[1]


Oração_conjugal Frases_e_mensagens_para_lembrancinhas_de_encontro_de_casais Familia_projeto_de_Deus
Perdoar-para-ser-perdoado[1] Discussion Between Guy And Girl Over Gray Background Extase_cume_da_oracao

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



Oração conjugal.



MARIDO E MULHER DEVEM REZAR JUNTOS.



orac3a7c3a3o-casal[1]


“Em verdade, eu vos digo, se dois entre vós, sobre a terra se unirem para pedir alguma coisa a meu Pai, Ele os atenderá. Porque onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles”.

(S. Mt 18,19-20)




Oração_conjugal



 1. a oração conjugal é uma condição para o crescimento da espiritualidade do casal.

· A oração feita em comum marido e mulher, gera frutos de comunhão com Deus e um com o outro:

· Através da oração conjugal, nos revelamos um ao outro na presença de Deus:

· Diante de Deus, nossas máscaras tendem a cair, não há como sermos falsos diante de Deus;

· Um dos grandes desafios da oração conjugal é justamente esse medo de revelar sua alma. sua fé, sua vivência interior diante de Deus, pois a oração revela aquilo que somos e manifesta Deus em nossas vidas;

· O casal deve lutar para proporcionar esse momento precioso e necessário para sua vida conjugal;

· Seus efeitos são extraordinários, pois na oração falamos com Deus daquilo que sentimos que estamos vivendo, e de sua parte Deus nos comunica sua vontade e sua direção para nossas vidas.

· A oração é um diálogo, por isso ela tem dois momentos inseparáveis, primeiro, falamos com Deus, depois, escutamos Deus;

· Muitos casais nos dizem que rezam antes de dormir, alguns até utilizam aquela tradicional: “Com Deus me deito, com Deus me levanto, com a virgem Maria e o divino Espírito Santo”;

· Alguns ainda, rezam o Pai Nosso, um Creio, Ave-Maria, outros até rezam o terço;

· Todas essas orações são boas, mas ainda não é a oração conjugal que Deus deseja que vivamos, essa é uma oração mais profunda, ou seja, uma experiência dos dois com Deus;

· Por isso, não pode ser uma oração rápida, formal, recitada, mas uma oração vocal que brote do coração:

· Que expresse o que estamos sentindo e vivendo naquele momento como casal e como família



2. Como fazer a oração conjugal?

· Falamos com Deus

· Em um primeiro momento, é falar em voz alta diante de Deus e do outro aquilo que está em meu coração, enquanto o outro ouve, partilha comigo de minha oração, intercede por mim em seu coração, enquanto me revelo diante de Deus.

· Depois é a vez de o outro expressar seus sentimentos, seu coração diante de Deus.

· É importante expressar sem medo, sem restrições aquilo que está no coração, pois é o íntimo do nosso coração que interessa para Deus.

· Quando nos revelamos a Deus diante do outro, permitimos que no outro conheça melhor meu interior, minha vida com Deus.

b) Deus fala conosco:

· Depois desse primeiro momento diante de Deus, que pode ser feito da forma que cada casal achar melhor, usando também um salmo, uma passagem bíblica, etc;

· Depois de esgotado o que gostaríamos de dizer para Deus, é hora de ouvirmos Deus;

· É momento de silenciar nossos corações, de deixar Deus falar em mim;

· Muitos podem até nos dizer, “mas eu não consigo escutar Deus”;

· Deus nos fala de diversas formas: Como escutar Deus?

· No silêncio do coração com palavras interiores;

· Com sentimentos interiores que expressam o sentimento de Deus para nós;

· Através de uma citação bíblica que o Espírito nos inspira;

· E também através dos fatos de nossas vidas;

· Na oração conjugal, o Espírito Santo de Deus irá utilizar-se de todos esses recursos e outros mais para levar-nos a meditar e descobrir a direção que Deus está dando para nossas vidas.

c) Partilha da escuta e direcionamento familiar

· Após esse momento, o casal faz um momento de partilha, onde fala daquilo que sentiu, ou está sentindo em seu coração, aquilo que Deus está mostrando para nossas vidas;

· Após a partilha dos dois, o casal avalia qual a direção que Deus está dando para aquele tempo em sua vida conjugal e familiar;

· A oração conjugal dessa forma tem força para nos impulsionar por toda uma semana, por isso temos proposto que seja feita dessa forma ao menos uma vez por semana;

· Nos outros dias, a oração familiar estará dando manutenção a esse momento forte que vivemos como casal;

· O fruto da oração conjugal é a harmonia de sentimentos, a harmonia na vida sexual, a harmonia no diálogo, o reflorescimento do amor e dos frutos do amor, como a paciência, mansidão, delicadeza…

· Pois quando nos expomos à presença de Deus como casal, somos banhados pelo amor purificador e restaurador de Deus em nossas vidas.

Nossa Senhora das famílias rogai por nos!


Walp_Sagrada_familia Estatuto_destruição_da_Familia Familia_cristã
Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia Familia_Oracao

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 36.775 outros seguidores