O Sorriso de Deus.


O_Sorriso_de_Deus


Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus.

Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente.

Um certo dia encheu sua mochila com pastéis e refrigerante e saiu para brincar no parque.

Quando ele andou umas três quadras, encontrou um velhinho sentado em um banco da praça olhando os pássaros.

O menino sentou-se junto a ele, abriu sua mochila e ia tomar um gole de refrigerante, quando olhou o velhinho e viu que ele estava com fome, então  lhe ofereceu um pastel.

O velhinho muito agradecido aceitou e sorriu ao menino. Seu sorriso era tão incrível que o menino quis ver de novo; então ele ofereceu-lhe seu refrigerante.

Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino. O menino estava tão feliz!

Ficaram sentados ali sorrindo, comendo pastéis e bebendo guaraná pelo resto da tarde sem falarem nada um ao outro.

Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar para sua casa, mas antes de sair ele se voltou e deu um grande abraço no velhinho.

Aí, o velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido.

Quando o menino entrou em casa, sua mãe surpresa perguntou ao ver a felicidade estampada em sua face:

– O que você fez hoje que te deixou tão feliz assim?

– Ele respondeu: – Passei a tarde com Deus. Você sabia, que Ele tem o mais lindo sorriso  que eu jamais vi?

Enquanto isso, o velhinho chegou em sua casa com o mais radiante sorriso na face e seu filho lhe  perguntou:

– Por onde você esteve que está tão feliz?

E o velhinho respondeu:

–  Comi pastéis e tomei guaraná no parque, com Deus.

– Você sabe que Ele é bem mais jovem do que eu pensava?


Garoto_Idoso_no_Banco


A face de Deus está em todas as pessoas e coisas que são vistas com os olhos do amor e do coração!

Que Deus abençoe você que está lendo esta ilustração e ilumine o seu coração para que você possa oferecer a muitas pessoas o sorriso de Deus, que talvez esteja guardado dentro de você enquanto muitos têm fome e sede d’Ele. Por isso quero oferecer a você, meu melhor sorriso!!!


 


Um  Encontro Com  Deus . PPT

Um Encontro  Com  Deus . Post


Menino_Cruz


Esta simples estorinha nos lembra as palavras que Jesus disse a seus discípulos a respeito da verdadeira Caridade:


37.Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? 38.Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? 39.Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar? 40.Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes. 41.Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.

(São Mateus 25, 37)


Na comparação do texto acima, Jesus nos mostra que todas as vezes que ajudamos alguém, seja ele quem for ou seja lá qual for a sua dificuldade, seria como se estivéssemos ajudando a Ele mesmo.

O ser humano aprende desde criança que para receber alguma coisa sempre tem que dar algo em troca, o bebe recém nascido quando sente fome, sede ou qualquer mal estar começa a chorar para chamar a atenção de sua mãe e não se cala até ser atendido, logo ele vai aprendendo que se não chorar também não recebe a sua mamadeira e o seu pedido se torna uma oferta de incômodo, ou seja, ele oferece um incômodo à sua Mãe para ser atendido em suas necessidades.

Pouco a pouco este aprendizado vai sendo substituído por outros que acabam sendo praticamente o mesmo “A Lei da troca ou dar para receber” é assim que se forma um ser capitalista desde seu nascimento.

Jesus não era Capitalista e nem Comunista, seus ensinamentos contrariam tanto um sistema como o outro, porque Jesus tudo doava sem exigir nada em troca, logo não vendia, não trocava e nem fazia favor a ninguém.

Jesus também não era Comunista porque não tinha nada em comum com ninguém, abdicou-se do céu, de seu trono, preferindo nada possuir e tudo que Ele usava era apenas emprestado por seus amigos e irmãos que o seguiam.  Jesus tudo dava e entregava e só comia e usava aquilo que recebia das pessoas que o amavam, bem sabemos que no auge de sua fama não faltavam pessoas que queriam hospedar Jesus em sua casa, tornou-se clássico o episódio de Zaqueu, porque  ele sendo um pecador conhecido, preferiu ver Jesus de longe sem se aproximar muito, mas ao reconhece-lo lá em cima da árvore, Jesus mesmo se ofereceu para ficar em sua casa, no que ele respondeu prontamente que sim.

Quanta hora em hospedar o Mestre, aquele que cura e liberta, aquele que multiplica os pães e os peixes, aquele que perdoa os pecados e não apedreja os condenados…

Mas quem gostaria de hospedar aqueles que seguiam Jesus, quem gostaria de hospedar os famintos e oprimidos, os pecadores e condenados, os doentes e perseguidos.   É claro que para estes não havia pouso disponível, não havia teto e nem onde reclinar a cabeça, da mesma forma que Jesus recém nascido não encontrou lençóis limpos à sua espera e nem almofadas douradas para que pudesse repousar a sua Realeza.

Jesus não buscava a honra e a Glória dos homens para si mesmo, afinal Ele havia abdicado momentaneamente de coisas muito superiores a estas no Reino eterno de onde Ele veio e para onde voltaria levando todos aqueles que seguissem seu exemplo neste mundo.

Jesus buscava sim o bem de todos aqueles que viviam oprimidos pelo mal, pelas enfermidades, pelo pecado, pela perseguição e principalmente pelos seus preconceitos humanos e valores invertidos.

Esta foi a sua melhor proposta de um pedido de prova de amor, basta me acolher no pobre e necessitado, acolhendo a minha forma mais humilde e não a minha realeza e fama de um Deus que tudo pode.

A verdade é que Deus se faz realmente presente em cada uma destas situações descritas por Jesus e mesmo que não seja esta a proposta de “dar para receber algo em troca”, Deus sempre acaba nos beneficiando com graças infinitamente superiores às que almejamos para nossas vidas e fica claro também que tudo que recebemos de Deus é um grande presente, tão grande que  não cabe inteiro dentro de nosso coração, por isso precisa ser compartilhado com aqueles que estão à nossa volta precisando de uma migalhinha deste imenso amor de Deus.

Esta responsabilidade é nossa, porque foi a nós que Ele confiou o seu mais precioso presente, a sua graça que jamais acaba, a sua fonte transbordante que jamais secará, foi a nós que Ele concedeu as Primícias de seu Espírito Santo.


 O Amor é o Dom Supremo

E Eu passo a mostrar-vos agora

Um caminho sobremodo excelente.

(I Coríntios 12)


É uma lição muito simples, mas bem difícil de aprender, pois requer atitude prática e não aprendizado teórico APENAS, a resposta da Criança e do velhinho na primeira estorinha acima nos mostra uma verdade bem concreta e fácil de perceber, Deus realmente se faz presente no irmão que  doa tanto quanto também naquele que recebe, isto é uma reciprocidade, quem doa acaba percebendo que recebeu bem mais do que doou.


Na barraquinha da RCC que realizamos neste final de semana (12/09/09), eu e minha esposa ficamos responsáveis pelo churrasquinho acompanhando uma outra pessoa que havia sido voluntária para o serviço, que está recebendo sua Graduação na ”Chácara Jesus Cura” agora dia (20/09/09).    Ele era Católico quando criança, se tornou evangélico e depois envolveu-se com drogas afastando-se de tudo e até mesmo perdendo emprego, família entre outras coisas mais importantes.

Mas já está totalmente entusiasmado e disposto a ajudar em todas os trabalhos da RCC, já fez dois encontros fechado, testemunhou em outros dois, fez o curso de fé Católica e se ofereceu para ajudar na nossa festa.   Ele trabalhou muito, bem mais do que eu, chegou mais cedo e saiu mais tarde, foi e voltou a pé e eu pude ver em sua face a alegria de ter-se doado a um trabalho que salvará muitas outras pessoas das drogas como ele mesmo foi salvo, toda dedicação seria “comparavelmente” pouca em troca da nova vida que ele recebeu de Jesus e todo seu trabalho e cansaço lhe rendeu muito mais alegria do que qualquer coisa que este mundo poderia lhe dar.

Vendo sua alegria e seu sorriso, me lembrei desta estorinha e das palavras Bíblicas de São Lucas no Capítulo seis, que se resumem em:  “Existe muito mais alegria em dar do que em receber…”; Palavras também presentes na Oração de São Francisco de Assis.


38. Dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.

(São Lucas 6 )



Se todo Cristão aprendesse pelo menos este Capítulo de São Lucas, a metade dos  problemas do mundo estariam resolvidos.

E nós também chegaríamos em casa com um sorrisso estampado da mais pura felicidade de ter-se encontrado com nosso Pai de Amor pessoalmente.

Sizenando..


CHÁCARA JEUS CURA COMO UMA BOMBA

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/aguia.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/pregar-a-palavra.jpg

2 Respostas

  1. Lindas e emocionantes mensagens; Deus é o ser mais maravilhoso que existe e os encontramos em tudo que há de belo e bom tanto nas pessoas quanto na natureza…. Que DEUS abençoe todos que propagam a favor de seu nome abençoado e digno de Fé, Esperança e Amor….
    DEUS SEJA LOUVADO PARA TODO O SEMPRE. AMÉM

    Curtir

  2. […] meio a todas essas contradições, o Homem se pergunta: há FELICIDADE? O que é a FELICIDADE? Por que esse desejo tão profundo de ser feliz e não poder […]

    Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: