Semana Nacional da Família – CNPF – 2021.



Hora da Família 25 – 2021

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

O tema deste ano é:


“Alegria do Amor na Família” 


De 08 a 14 de Agosto de 2021

NA SUA PARÓQUIA




SUBSÍDIO DE ENCONTROS PARA A SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA COMPLETA 25 ANOS E CELEBRA A “ALEGRIA DO AMOR NA FAMÍLIA”



A Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) lançou o subsídio Hora da Família Especial para a Semana Nacional da Família de 2021. O tema escolhido para esta edição é “Alegria do amor na família”, em referência à exortação apostólica Amoris Laetitia, que completou cinco anos e  é a motivação de um ano especial convocado pelo Papa Francisco.

No contexto do Mês Vocacional, celebrado em agosto pela Igreja no Brasil, a Semana Nacional da Família é realizada na segunda semana, com início no Dia dos Pais. Neste ano, portanto, será de 8 a 14 de agosto. “De norte a sul do Brasil, as paróquias, as famílias refletem, aprofundam e se catequizam através do Hora da Família”, disse a coordenadora nacional da Pastoral Familiar, Káthia Stolf.

Família Amoris Laetitia

Com a escolha do tema “Alegria do amor na família“, a intenção é celebrar o Ano Família Amoris Laetitia, iniciado no dia de São José (19 de março), convocado com o objetivo de marcar os cinco anos da exortação apostólica do Papa Francisco fruto de dois sínodos sobre a família. O casal Hermelinda de Sá e Arturo Zamperlini, que fez parte dos convocados brasileiros em 2014, ilustra a capa do livreto, acompanhados do Papa Francisco.

De acordo com o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), padre Crispim Guimarães, a Semana Nacional da Família será um instrumento valioso e colaborativo para fazer as pessoas experimentarem “que o Evangelho da família é alegria que enche o coração e a vida inteira”, assim como a proposta do Papa Francisco para o Ano Família Amoris Laetitia, que pretende chegar a todas as famílias do mundo, por meio de várias atividades de caráter espiritual, pastoral e cultural, a serem realizadas nas dioceses, paróquias, universidades, no contexto dos movimentos eclesiais e das associações familiares.

O material contém sete encontros, um para cada dia da semana, além de um roteiro de celebração para o Dia dos Pais. E foi desenvolvido em parceria da Pastoral Familiar com diversos serviços e movimentos eclesiais que trabalham com a espiritualidade familiar.

O bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers, ressalta a alegria presente no tema, “Alegria do amor na família” e no lema, “Dá e recebe, e alegra a ti mesmo”: “Queremos falar de uma alegria que brota do coração de cada lar cristão, como fruto do fortalecimento dos vínculos conjugais que unem os filhos e vencem juntos obstáculos e as crises porque foram sustentados pela fé. Somente um verdadeiro amor pode trazer a alegria  que vem de Deus“.


25 anos


O subsídio Hora da Família completa, em 2021, 25 anos de publicação. Em 1996, quando o Brasil se preparava para receber o Papa João Paulo II por ocasião do II Encontro Mundial das Famílias, marcado para o ano seguinte, o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ)  dom Rafael Llano Cifuentes preparou um material para ajudar as famílias na preparação para o encontro.

“Durante os doze meses que antecederam a visita de João Paulo II, dezenas de milhares de famílias se reuniram, em seus lares ou nas suas comunidades, para fazerem a ‘Hora da Família’. Foi uma experiência tão bem sucedida que o Setor Família da CNBB pensou em difundi-la em todo o Brasil, para que mais e mais famílias pudessem se beneficiar desses momentos de meditação e convívio”, lê-se na apresentação do primeiro material publicado pelo então Setor Família da CNBB, atual Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência.

O Hora da Família é um material com roteiros de reflexão e oração para fortalecer o trabalho de evangelização das famílias. Com suas propostas de aprofundamento dos ensinamentos da Igreja e testemunhos, o material também tem o intuito de fazer com que todas as pessoas compreendam o valor único e próprio da família; que sejam fortalecidos os laços familiares; e que cresça a espiritualidade familiar.

Incentivada pelo desejo do idealizador do Hora da Família, a Pastoral Familiar mantém a tradição de ter sempre a comunhão da Igreja Católica estampada na capa da publicação, por meio da imagem do Papa.



Adquira

O Hora da Família do mês de agosto, que será vivenciado na Semana Nacional da Família, pode ser adquirido pelo aplicativo Estante Pastoral Familiar ou pelo link: http://www.lojacnpf.org.br/hora-da-familia-snf-2021-pr-385-337337.htm.


  • Os sete encontros do Hora da Família Especial:

    1. A Beleza e os desafios da vida em Família

    2. Matrimônio: O sacramento do Amor.

    3. O Amor no Matrimônio.

    4. Viver o Amor no cotidiano da Família.

    5. O Amor verdadeiro ama mais do que o Amado.

    6. O Amor Perdoa Sempre. (I Cor. 13)

    7. O Estudo do Documento “Patris Cordi”.

    Ao final do livro, é oferecido um boletim de apoio para a prevenção do suicídio, além de indicação de quatro passos para ajudar uma pessoa com este tipo de ideação.

    O Hora da Família Especial da Semana Nacional da Família está disponível na loja da Pastoral Familiar e, em breve, estará disponível em aplicativo exclusivo.

    Ouça o podcast com padre Crispim Guimarães sobre o Hora da Família Especial:

    Pastoral Familiar



    http://site.cnpf.org.br/noticias/familia/semana-nacional-da-familia-2020-chegou-o-hora-da-familia-especial/


    Celebração do Dia dos Pais  “Amados e Chamados por Deus:”



Encontro de Casais com Cristo_ECC
Estatuto_destruição_da_Familia Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia

FOTOMENSAGENS NO PINTEREST PRESENTEPRAVOCE



Pentecostes, O Espírito Santo veio nos dar Poder!



Jesus


Os cristãos celebram, neste próximo domingo, a Grande Festa de Pentecostes – relatada no livro dos Atos dos Apóstolos no capítulo 2. Passados 50 dias da morte e ressurreição de Jesus Cristo, os simpatizantes, os discípulos deste Cristo, ainda não estavam convictos da força transformadora e salvadora dos atos e ensinamentos do Mestre, além de terem dúvidas se eram capazes de levar à frente o Evangelho. O texto relata o efeito do Espírito Santo nos discípulos: unidade, compreensão, alegria, coragem, anúncio da verdade.

O mundo em que vivemos nos deixa perplexos e para muitos problemas não sabemos o que fazer, o que pensar ou como agir. O pecado é o maior desafio a se vencido e principal oponente do crescimento do Reino de Deus, já espalhou suas farpas e ramificações por todo lado como a “Tiririca” uma erva daninha bem conhecida se alastra por todo o terreno.  O que mais lidamos e conhecemos são suas consequências, como medo,  descrença, dores, doenças, desilusões, traumas, cegueira, surdez e etc.

A solução para todos os males do mundo é aceitar Jesus como seu Salvador e Senhor.  Para que isso aconteça é necessário que o mundo conheça e aceite a verdade sobre Jesus e esta é a nossa missão assim como era a missão dos primeiros Apóstolos e como já foi dito, faltava-lhes coragem e força para realizar esta empreitada, por isso alguns de seus Discípulos até voltaram para suas casas depois da morte de Jesus achando que suas promessas morreram juntamente com Ele, mas Jesus voltou dos mortos e confirmou que nem tudo estava perdido e que na verdade “UMA COISA SÓ AINDA LHES FALTAVA”, Receber o ESPÍRITO SANTO e para que isso acontecesse bastava esperar mais alguns dias e assim fizeram até o dia de Pentecostes quando enfim a “PROMESSA DO PAI SE CUMPRIU”.

Ainda hoje muitas pessoas acham que tudo é apenas uma promessa, Os Judeus por exemplo ainda praticam as diretrizes da Antiga Aliança, não aceitaram Jesus como o “CRISTO” filho do Deus vivo e ainda aguardam sua chegada, logo, para eles não existiu Pentecostes, não existiu a Descida do Espírito Santo, mesmo que tal fato tenha acontecido dentro dos muros de Jerusalém com milhares de pessoas como testemunhas.

A verdade é que o que se cumpriu naquele dia não tornará a acontecer, apesar de todos os dias serem agora um Pentecostes que se renova em nós e em sua Igreja, já que o Espírito Santo veio para ficar conosco até o Fim, não retornou e não retornará para o Pai até ter cumprido a sua missão que é de encher toda a terra com sua presença até que toda criatura o conheça assim como Ele nos conhece, “FACE A FACE” como nos relata São Paulo em (I Cor 13) e como O Profeta Moisés falava com o Senhor dentro da Tenda da Reunião. (Êxodo 33,7-34)

O Espírito Santo é uma PESSOA assim como Jesus o era, não veio para ficar escondido ou oculto entre as sombras se esgueirando como o inimigo, veio sim para agir, para ser a energia que nos faltava, para tirar o medo e dar coragem, para nos afastar do pecado e aproximar da santidade, para curar nossas dores e enfermidades e nos dar vida eterna, sim o Espírito Santo veio como um PRESENTE E PARA ESTAR PRESENTE, nos dois sentidos da palavra, mas o que ocorre é que este PRESENTE permanece embrulhado, desconhecido, guardado e esquecido e cada dia mais fica mais ausente em nossas vidas.

Que este dia de PENTECOSTES seja como um despertador que faz um grande barulho como em (Ezequiel 34) e (Atos 2,2) para nos acordar deste sono e perceber que já é hora de vivenciarmos esta Nova Aliança que foi firmada no Sangue de Jesus com grandes promessas e realizações para este tempo “Kairós” em que vivemos.

Um dia, os discípulos se queixaram com Jesus que não conseguiam resolver um problema e recebem como resposta que lhes faltava fé e oração (cf Mc 9,29; Mt 17, 20-21).

Quando Jesus foi elevado ao céu (Atos 1) praticamente Ele responde à esta inquietação de seus Discípulos que agora se tornaria ainda bem maior já que Ele “Jesus o Mestre” estava partindo de volta ao Pai.


Jesus diz assim:

“E comendo com eles, ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem aí o cumprimento da promessa de seu Pai, “que ouvis­tes” – disse ele – “da minha boca; porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui a poucos dias”. Assim reunidos, eles o interrogavam: “Senhor, é porventura agora que ides instaurar o reino de Israel?”. Respondeu-lhes ele: “Não vos pertence a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder, mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria e até os confins do mundo”. Dizendo isso, elevou-se da (terra) à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos.”
Atos dos Apóstolos,1,4-9


No capítulo seguinte 10 dias depois São Pedro relata como se deu o CUMPRIMENTO desta promessa

  • Mas cumpre-se o que foi dito pelo profeta Joel:,

  • Acontecerá nos últimos dias – É Deus quem fala -,

  • Que derramarei do meu Espírito sobre todo ser vivo:

  • Naquele Dia se cumpriu a promessa do Pai feita através dos Profetas no passado. 

Eu não estava lá naquele dia, ainda nem era nascido, mas fui incluído neste acontecimento quando São Pedro confirma que a promessa também seria destinada à todos aqueles que no futuro acreditassem nas palavras de Jesus, assim não somente eu recebi esta promessa como também você e qualquer outra pessoa que já tenha sido Batizada, pois já é um filho de Deus e herdeiro da Promessa.

O PENTECOSTES não irá acontecer porque já ACONTECEU, a promessa de Deus e de Jesus não se cumprirá porque já se cumpriu, mas para aqueles que não estavam presentes lá no Cenáculo naquele dia pode ser realizado em sua vida neste exato momento, basta que você creia fielmente deseje e peça o Espírito Santo de todo o seu coração.

ORAÇÕES AO ESPÍRITO SANTO



Ó Espírito Santo de Deus,

Toma-me como Seu discípulo;
Guia-me, ilumina-me, santifica-me.
Amarra minhas mãos, para
que não façam mal; cubra meus olhos, para
que não o vejam mais; santifica o meu coração, para
que o mal não habite em mim.
Seja você meu Deus; seja você meu guia.
Aonde quer que me conduzas, Eu irei,
tudo o que me proibires, eu renunciarei,
tudo o que me mandares, farei com a tua força.
Conduz-me, então, à plenitude da Tua verdade.

Amem!

Cardeal Henry Edward Manning (1806-1892)



PINTEREST




Jesus Jesus




Pentecostes_Banner


Jesus Jesus


Dia da Consciência (Negra).


 




O Dia 20 de novembro é voltado à celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra. A escolha da data coincide com a morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Trata-se de uma data destinada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Só que o brasileiro não pensa na simbologia da data, e sim no feriadão que o aguarda.



É penoso pensar que, ainda no século XXI, ainda há preconceito contra o negro, ainda mais num país como o Brasil, que é um caldeirão de raças.

E este preconceito não se limita aos negros. Todo aquele que não seja ou siga um modelo padronizado de estética e comportamento é estigmatizado. Pior: As pessoas se sentem no direito de ofender a honra, a integridade física e até tirar a vida de pessoas por conta da cor, religião, sexualidade. Tudo isto é fruto de séculos de ignorância: Até a Igreja Católica procurava justificar a escravidão e maus-tratos aos negros, asseverando que os mesmos eram como os animais, “não tinham alma” (proposição absurda tanto em relação aos negros como para os animais); grupos extremistas, como a Ku-Klux-Klan (KKK), baseado em ideais nazistas, se viam no “direito divino e político” de “limpar o mundo”. E até a presente data, estas atrocidades fazem escola.

Por mais que digamos que “o preconceito é página virada”, se dissermos esta mentira umas cem vezes, quem sabe se transforme em verdade), o negro ainda é discriminado no mercado de trabalho. Lembro-me de um velho conhecido, dono de um estabelecimento de ensino, que me disse, há muito tempo, em discussão sobre o assunto, “que se tivesse duas candidatas a recepcionista, com currículos igualmente bons, sendo uma branca e a outra negra, escolheria a branca, porque é o cartão de visitas que ele quer passar aos frequentadores do local”. E ainda há quem chie, quando se fala em cotas para os negros na Universidade, alegando afronta ao princípio da igualdade. Será que o princípio da igualdade é contemplado quando uma pessoa perde uma seleção, por causa da cor de sua pele, detalhe este que é prudentemente escamoteado ?

As referidas cotas são ações afirmativas, buscam justamente dar efetividade ao princípio da igualdade, revelando a desigualdade, num primeiro momento; e renivelando os polos. No caso específico das cotas, não se parte apenas da cor da pele, até porque muitos loiros de olhos azuis se autodeclararam negros e pardos, por causa de sua ascendência, para serem beneficiados. É requisito, também, que o ensino médio tenha sido cursado em escola pública. Porque o grande problema no Brasil é a precariedade do Ensino Público, problema este que só não se resolve porque é conveniente para os governantes, independentemente do partido, que o povo se mantenha no limbo, porque se torna mais dócil. Conhecimento é poder.

Assim, todo dia deve ser destinado à consciência. Não apenas à consciência negra, e sim à consciência humana, de respeito à dignidade, ao ser de cada um. Se eu não gosto da cor ou religião de alguém, isso me dá o direito de não conviver, mas jamais agredir, desrespeitar o espaço do outro. Não somos uma caixa de lápis de cor: Somos pessoas… complexas, diversificadas, multifacetadas, e todos merecemos respeito.




A SABEDORIA de Deus em nós.


A Sabedoria é um Dom,

Um presente de Deus gratuito para nós.



“A um é dada pelo Espírito uma Palavra de Sabedoria; a outro, uma palavra de Ciência, por esse mesmo Espírito.” (ICor 12,8)

Ao apresentar uma das visitas de Jesus ao Seu lugarejo, Nazaré, temos a constatação de São Marcos, como se estivesse a ler corações e sentimentos dos patrícios do Senhor: “Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: ‘De onde recebeu ele tudo isto? Não é Ele o Filho do Carpinteiro? Como conseguiu tanta sabedoria?’” (S. Mc 6,2).   Para tais questionamentos, percebe-se o grande descrédito dos nazarenos em Jesus, que o viam no imediatismo de Sua humanidade perfeita, não professando a fé em Sua Divindade: “E ali [Jesus] não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. E admirou-se com a falta de fé deles” (6,5-6). Este estupor e incredulidade podem, também, vir àqueles que, não primando por uma vida interior íntima a Jesus, desdenham os que se deixam modelar pela graça, e, assim, alcançam a sabedoria para um reto viver.

Se aos conterrâneos de Jesus coube a admiração, cabe-nos um reforço da nossa fé, que nos impele a um acolhimento, a um compromisso, a uma resposta que, tanto nós, quanto aqueles, enfim, todos, precisamos: Cristo, Deus com o Pai e o Espírito Santo, é a Sabedoria Encarnada, recebendo os Seus atributos do Pai, por ser o Filho e Eterno Gerado, tal como professamos no Credo Niceno-Constantinopolitano: “[Creio em Jesus Cristo] gerado, não criado, consubstancial ao Pai; por Ele todas as coisas foram feitas”. Assim, compreendemos que Ele, humana e cronologicamente, não recebeu a sabedoria de nenhum mortal, não a possuindo meramente, mas é expressão do Seu Ser: Cristo é a Sabedoria Eterna, por meio de Quem tudo foi criado, e que, na plenitude dos tempos, encarnou-Se para, salvando-nos, implantar em nosso coração os germes, as fagulhas de Sua Sabedoria, do Seu Ser. E, mediante o Seu Espírito Santo, não se limita a conceder-nos a sabedoria como um dom para aplicá-la ao nosso viver. Porque, como diz São Paulo: “Pregamos a sabedoria de Deus, misteriosa e secreta, que Deus predeterminou antes de existir o tempo, para a nossa glória” (1 Cor 2,7).

Nas Sagradas Escrituras, temos – e muito! – a tratativa do Cristo como Sabedoria, até mesmo antes de Sua Encarnação. E é interessante que este título para o Senhor não está encerrado em Si, numa ideia de absoluto, mas é um caro convite aos que O amam de serem participantes deste Seu caráter Divino. É o que se lê no livro dos Provérbios, por exemplo: “O Senhor me criou, como primícias de suas obras, desde o princípio, antes do começo da terra. Desde a eternidade fui formada, antes de suas obras dos tempos antigos. Ainda não havia abismo quando fui concebida, e ainda as fontes das águas não tinham brotado. Antes que assentados fossem os montes, antes dos outeiros, fui dada à luz; antes que fossem feitos a terra e os campos e os primeiros elementos da poeira do mundo. Quando ele preparava os céus, ali estava eu; quando traçou o horizonte na superfície do abismo, quando firmou as nuvens no alto, quando dominou as fontes do abismo, quando impôs regras ao mar, para que suas águas não transpusessem os limites, quando assentou os fundamentos da terra, junto a ele estava eu como artífice, brincando todo o tempo diante dele, brincando sobre o globo de sua terra, achando as minhas delícias junto aos filhos dos homens. E agora, meus filhos, escutai-me: felizes aqueles que guardam os meus caminhos. Ouvi minha instrução para serdes sábios, não a rejeiteis” (Pv 8,21-32).

Diante de um mundo pregoeiro de uma pseudosabedoria, que, por ser fugaz e transitória, mais se assemelha a uma loucura, cuja ilógica é afastar a alma de Deus para os prazeres e para um ‘aproveitar a vida’, irresponsável e desonestamente, temos o conselho que o Apóstolo São Tiago nos dá: “Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre com um bom proceder as suas obras repassadas de doçura e de sabedoria. Mas, se tendes no coração um ciúme amargo e gosto pelas contendas, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Esta não é a sabedoria que vem do alto, mas é uma sabedoria terrena, humana, diabólica. Onde houver ciúme e contenda, ali há também perturbação e toda espécie de vícios. A sabedoria, porém, que vem de cima [que é do Alto, e, portanto, Celeste], é primeiramente pura, depois pacífica, condescendente, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, nem fingimento” (S. Tg 3,13-17).

Como um DOM a ser abraçado, acolhamos a sabedoria, que nos faz viver segundo os projetos de Deus, conforme os Seus desígnios para cada um de nós. E, sendo sábios, sejamos instrumentos divinos nas decisões do mundo e de tantos corações confusos e sem esperança, para que todos sejam cumulados das doces inspirações do Senhor, que deseja que todos contemplemos a felicidade do Seu Reino, reservado para os que, nesta terra passageira, são amigos da sabedoria.


Padre Everson Fontes Fonseca é pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Mosqueiro, Aracaju).

#PeEversonFontesFonseca


OBRIGADO SENHOR PELOS TEUS DONS. QUE O NOSSO CORAÇÃO SENHOR SEJA CHEIO DOS TEUS DONS E CARISMAS, CHEIO DOS DONS DE CIÊNCIA E SABEDORIA. ENCHE-NOS SENHOR COM OS DONS DO TEU ESPÍRITO SANTO.

AMÉM!


Outras orações ao Espírito Santo


Ciencia_sabedoria


esprito_santo-mcsc[1]

TÍTULO AUTOR
Catequese com o Papa: o dom da Sabedoria Vera Lúcia
Catequese com o Papa: o dom do Entendimento Vera Lúcia
Catequese com o Papa: o dom do Conselho Vera Lúcia
Catequese com o Papa: o dom da Fortaleza Vera Lúcia
Catequese com o Papa: o dom da Ciência Vera Lúcia
Catequese com o Papa: o dom da Piedade Vera Lúcia


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120&h=120
.
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito


MENSAGENS NO PINTEREST PARA COMPARTILHAR


Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

(Para acessar os outros Dons click aqui)


Sete_dons

Via Sacra – 14 Estações – Semana Santa.



VIA SACRA – VIA LUCIS.


SEMANA SANTA


 


Via Lucis da alegria (Páscoa 2021).


1ª Estação.;Ele está ressuscitado.



Estávamos derrotados em nosso caminho. Estávamos procurando um túmulo. Todas as esperanças se desvaneceram … E Você apareceu com um gostinho de primavera e alegria.


2ª Estação. Maria Madalena e o Ressuscitado.



Ainda não amanheceu. De repente, vi que a pedra foi rolada. Eu chorei sem consolo e Você me chamou pelo meu nome.


3ª estação. Mulheres e o Ressuscitado.



Todos estávamos com medo de achar uma laje muito pesada. De repente, vimos que todas as nossas preocupações haviam desaparecido …


4ª estação. Os soldados e o Ressuscitado.



É a única tumba que permanece vazia. Nós nos perguntamos com os soldados, onde está o corpo de Cristo. Curiosamente, é solto para a preocupação dos poderosos.


5ª Estação. Pedro e João e o Ressuscitado.



Corra com a Igreja para anunciar o Ressuscitado. Do contemplativo João e do primeiro Papa Pedro, corramos para a Vida para contar ao mundo inteiro.


6ª Estação. Jesus ressuscitado e o cenáculo.



As feridas do coração são curadas uma a uma pelo Coração aberto do Ressuscitado. Tomas tocando o coração do Senhor Vivo repete continuamente meu Senhor e meu Deus.


7ª Estação. O Ressuscitado e os de Emaús.



Todas as nossas decepções no caminho da vida se evaporam quando encontramos o Ressuscitado na Eucaristia e a luz explode em nossos olhos, incapaz de reconhecê-lo.


8ª Estação. O ressuscitado e os apóstolos.



O Senhor os envia para perdoar pecados, para semear a fonte da reconciliação e para dizer a todos com suas vidas o que Deus quer que eles façam.


9ª estação. O homem ressuscitado e Tomas.



Não é possível viver de costas para a comunidade eclesial, sentiríamos falta de muitas graças comunitárias, como não encontrar o Ressuscitado no meio, animando a esperança.


10ª Estação. Jesus ressuscitado e o lago.



Não podíamos acreditar. Ele nos encontrou na Galiléia. Esse amanhecer estava lá. Depois de tantas noites, nós o vimos e o reconhecemos novamente.


11ª Estação. O ressuscitado e Pedro.



Aquele coração ferido, purificado pelas lágrimas e por um galo que canta à noite, tem agora a alegria de contar-lhe para que amanheça no seu coração, tu sabes tudo, tu sabes que te amo.


12ª Estação. O ressuscitado e a missão dos apóstolos.



Percorra o mundo inteiro e semeie os caminhos da água viva batismal e diga ao mundo inteiro que Jesus ainda está solto e que podemos encontrá-lo.


13ª Estação. Ascensão.



Ele vai embora, mas ficará conosco para sempre. Agora na Trindade está a humanidade de Cristo, com um coração aberto à misericórdia.


14ª Estação. O ressuscitado e o Pentecostes.


 


O fruto do ressuscitado é o Espírito Santo que, como Senhor e doador da vida, tem a missão de formar em nós, os crentes, os sentimentos do Coração de Cristo.


Oração final.


Pai, neste caminho de luz, com o teu Filho Ressuscitado, ajudamos com Maria a viver a alegria do Ressuscitado. Anuncie aos pobres, marginalizados, refugiados, imigrantes, desempregados, solitários … Para dizer a todos que você viverá para sempre. Um homem

+ Francisco Cerro Chaves Bispo de Coria-Cáceres


Algumas curiosidades sobre a Páscoa



Qual


.



Veja Também



1

2 1


Semana Santa, meditada passo a passo com gravuras.

 


Gravuras da Semana Santa


A Igreja Católica celebra nestes dias a Semana Santa, período central da fé cristã, que tem seu ponto alto na Páscoa do Senhor: o mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Todos os anos, as solenidades reúnem centenas de fiéis nas paróquias e ruas da cidade para participar, por exemplo, da procissão dos Ramos, da procissão do Cristo Morto, na Sexta-feira Santa, e da Vigília Pascal, no Sábado Santo.

Ainda Neste ano 2021, seguindo as determinações das autoridades de isolamento social para combate à pandemia do Covid-19, em muitas localidades as celebrações serão sem participação dos fiéis, com equipe de celebração reduzida e transmissão pela internet. Cada paróquia terá sua própria celebração e os fiéis acompanharão, se possível, as transmissões da sua comunidade.

Pelas orientações da Igreja, os padres devem celebrar todos os ritos da Semana Santa mesmo sem a presença imediata dos fiéis, comunicando previamente os horários para que eles possam orar em comunhão em suas casas. Entre os atos litúrgicos, neste ano não ocorrem o lava-pés nem as procissões, entre outras alterações.

Celebração da Semana Santa sem os fiéis é inédito na história recente


SEMANA SANTA


Semana Santa passo a passo em gravuras


A Semana Santa teve início no Domingo de Ramos, celebrado no dia 29 de março, e vai até o Sábado de Aleluia. De segunda a quarta-feira, foram realizadas apenas as celebrações rotineiras. De quinta a sábado, celebra-se o Tríduo Pascal:

Quinta-feira Santa

Celebra-se a Missa dos Santos Óleos, na qual se consagra o óleo da Crisma e se abençoa o óleo dos catecúmenos e dos enfermos que serão utilizados nos sacramentos ministrados durante o ano. Esta celebração é realizada em nível de Diocese. Também nesse dia é celebrado a Missa da Ceia do Senhor, em que Jesus institui a Eucaristia e o sacerdócio.

Sexta-feira Santa

Celebra-se a Paixão e Morte de Jesus. É o único dia do ano em que não se celebra missa e nem se consagra hóstias em nenhum lugar do mundo, por isso a cerimônia deste dia é chamada celebração, não missa.

Sábado Santo

O Sábado Santo é um dia de silêncio e recolhimento em que os cristãos aguardam a ressurreição de Jesus. Ao cair da noite, celebra-se o terceiro dia da morte de Jesus e a Sua ressurreição. Num costume judeu, o cair da tarde de um dia já corresponde ao dia seguinte. Assim, como Jesus morre na sexta-feira às 15h, ao cair da tarde da sexta é o segundo dia e o cair da tarde do sábado é o terceiro dia.

A Vigília Pascal é a celebração mais bonita do ano na Igreja Católica, cheia de significados e simbolismos, mostra a vitória da vida sobre a morte. Pela primeira vez as celebrações serão com as igrejas vazias, sem os fiéis. Os templos estão fechados ainda em algumas localidades e não haverá missas solenes, procissões, vias-sacras, encenação da Paixão de Cristo e outros atos externos com participação dos fiéis.

A orientação é que estes rezem com as famílias, no aconchego do lar.


Algumas curiosidades sobre a Páscoa



Qual é o verdadeiro sentido da Páscoa?

A Páscoa Cristã é uma das festividades mais importantes para o cristianismo, pois representa a ressurreição de Jesus Cristo, o filho de Deus. A data é comemorada anualmente no primeiro domingo após a primeira lua cheia que ocorre no início da primavera (no Hemisfério Norte) e do outono (no Hemisfério Sul).

Quando é celebrada a Páscoa?

Por isso, a data da Páscoa varia entre 22 de março e 25 de abril (inclusive). Os cristãos orientais baseiam seus cálculos no calendário juliano, cuja data de 21 de março corresponde, no século XXI, ao dia 3 de abril no calendário gregoriano utilizado no ocidente.

O que é a Páscoa e como surgiu?

A palavra “páscoa” surgiu a partir do hebreu “pessach” (passagem), que segundo a história, marca a libertação do povo judeu escravizado no Egito para a Terra Prometida. Para os cristãos, a Páscoa significa a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida, ou seja, sua ressurreição.

Qual o verdadeiro sentido da Páscoa?

A Páscoa Cristã é comemorada todos os anos e relembra a crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo. A celebração estende-se pela Semana Santa. A Páscoa é uma tradicional comemoração realizada nas religiões cristãs que relembram a crucificação e morte de Jesus Cristo e celebram sua ressurreição.

O que era a festa da Páscoa antes de Cristo?

Esse feriado também é lembrado como a celebração da ressurreição de Jesus Cristo e faz parte da tradição cristã. Mas… a Páscoa já existia antes de Jesus. Pois é, povos já faziam festa e trocavam ovos (de galinha) nessa época do ano muito antes mesmo de os judeus existirem.

Quanto tempo durava a festa da Páscoa?

A Páscoa cristã recebeu o nome da comemoração judaica porque a Paixão de Cristo aconteceu no início do Pessach – a festa judaica dura sete dias em Israel e oito em outros lugares.

Quando a Páscoa foi celebrada pela primeira vez?

A data da Páscoa foi instituída pela Igreja durante o Concílio de Niceia, em 325 d.C. A Igreja determinou que a primeira lua cheia após o equinócio de primavera seria a data para iniciar-se a comemoração da Páscoa. O equinócio marca o início da primavera no hemisfério norte.

Porque a gente comemora a Páscoa?

Para os cristãos, Jesus morreu crucificado, na véspera da festa da Páscoa judaica, e ressuscitou dos mortos três dias depois. Essa é a maior festa para os fiéis porque marca a libertação da humanidade do pecado em troca do sacrifício de Jesus, o “cordeiro de Deus”.

Quem inventou a história do coelhinho da Páscoa?

A tradição do Coelhinho da Páscoa foi trazida para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e o início do século XVIII. No sul do Brasil, nas regiões bilíngues, o Coelhinho da Páscoa também é chamado de Osterhoos no dialeto Riograndenser Hunsrückisch, e Osterhase no alemão padrão.

Porque a Páscoa é comemorada com ovos de chocolate?

O ovo de chocolate ou ovos de Páscoa, que são uma tradição milenar, passou a ser relacionada ao cristianismo. Costumava-se pintar um ovo de galinha de cores bem alegres, pois a Páscoa é uma data festiva que comemora a ressurreição de Jesus Cristo, sendo o ovo um símbolo de nascimento.


.



Veja Também



1

2 1


Eu também quero minha vacina.

Não posso esperar até os 80 anos não!

As vacinas contra covid-19 fornecidas hoje não foram testadas em crianças pequenas, e é claro que elas também precisaram ser vacinadas, por isso o pedido urgente de uma criancinha INOCENTEMENTE pedindo ajuda ao céu, já que por enquanto ainda não existe outra solução.

Live de São José.



19 de março Dia de São José.


CONVIDAMOS VOCÊ A VIR REZAR CONOSCO, AMANHÃ DIA 19/03/ 2021, SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ. ESTAREMOS AQUI,(*) ATRAVÉS DE UMA LIVE, PARA JUNTO COM A IGREJA PEDIRMOS A INTERCESSÃO DE SÃO JOSÉ POR VOCÊ E SUA FAMÍLIA, POR NÓS E PELA HUMANIDADE INTEIRA NESTES MOMENTOS DE TANTA AFLIÇÃO MOTIVADA PELO VÍRUS COVID-19.

VALEI-NOS SÃO JOSÉ!!!”.🙏🙏🙏❤



 


(*) – blog (Presentepravoce).

Nós estaremos participando ao vivo a partir das 20:00 Hs em uma live especial para o dia de São José transmitida pelo Youtube no Facebook na pagina “Mulheres no Coração de Maria”, endereço abaixo, é só clicar no Link após ás 20:00 Hs.


https://www.FACEBOOK.com/mulheresnocoracaodemariaanapolis/


Papa convoca o “Ano de São José”



Papa Francisco: São José, homem sábio a quem confiar a vida


No final da Audiência Geral, o Papa recordou a Solenidade de São José, sexta-feira 19 de março, e o início do Ano da Família Amoris laetitia. Do esposo de Maria, para o qual convocou um Ano especial, Francisco sublinhou sua capacidade de “compreender e colocar em prática o Evangelho”.


Benedetta Capelli – Vatican News



“Um grande santo” a quem entregar a própria existência. Assim, o Papa Francisco recordou a próxima Solenidade de São José, na saudação em italiano, no final da Audiência Geral, desta quarta-feira (17/03). “Sejam sábios como ele, prontos para compreender e colocar em prática o Evangelho”, acrescentou o Pontífice.

Na vida, no trabalho, na família, nos momentos de alegria e tristeza São José procurou e amou constantemente o Senhor, merecendo o elogio das Escrituras como um homem justo e sábio. Invocá-lo sempre, especialmente nos momentos difíceis que vocês possam encontrar. A todos a minha bênção!

Também na saudação em polonês, Francisco recordou São José e o início do Ano da Família Amoris Laetitia: Que Maria, Rainha da Polônia, obtenha para as famílias a visão evangélica do matrimônio, na compreensão recíproca e no respeito pela vida humana. Abençoo de coração todos vocês e todos aqueles que participarão das iniciativas promovidas para as celebrações do Ano mencionado.

O coração de Pai

Não uma figura silenciosa, mas um homem que escuta, que aceita o plano de Deus para sua vida e de sua família. São José é um santo amado sobretudo pelo Papa Francisco que lhe dedicou uma intensa carta apostólica “Patris Corde – com um Coração de Pai” em memória dos 150 anos da declaração como Padroeiro universal da Igreja, e ao mesmo tempo lhe dedicou o Ano de São José até 8 de dezembro de 2021. Francisco destaca diferentes características do pai putativo de Jesus. Ele o chama de pai amado, pai na ternura, na obediência e no acolhimento, pai de coragem criativa, trabalhador, sempre na penumbra.

Aquele que acolhe a fragilidade

Em algumas dessas características se concentrou o Comitê de São José que reúne várias realidades diferentes, mas todas inspiradas ao Padroeiro universal da Igreja, como os Oblatos, os Josefinos de Murialdo, as Irmãs Murialdinas, as Franciscanas Missionárias do Menino Jesus e muitas outras. Desde terça-feira (16/03), no canal YouTube do Comitê de São José, às 15h, é possível assistir vídeos que oferecem reflexões de biblistas, religiosos e religiosas sobre os aspectos de São José como “pai na obediência” ou “pai no acolhimento”, com imagens que vêm de Roma, Nápoles e Asti, cidades onde existem basílicas ou santuários dedicados ao esposo de Maria. O pe. Luigi Testa, Oblato de São José, é um dos membros do Comitê de São José:

Pe. Testa: O Papa Francisco esclarece desde o início da Carta, que embora o Evangelho fale pouco sobre São José, diz “o suficiente”. Esta já é uma primeira afirmação importante porque geralmente, na pregação comum ou na linguagem comum, sempre se diz que pouco se sabe sobre José, mas os dados bíblicos nos dizem que se sabe o suficiente. Depois, esta Carta Apostólica é muito significativa porque sonda o coração de São José como se estivesse entrando nas pregas deste coração. Além do fato de que não o considera apenas como um coração de ternura, um coração capaz de obediência, de acolhimento, de coragem criativa e trabalhador, mas é significativo que na figura de São José o Papa vê uma figura comum, que pode ser um ponto de referência para muitas pessoas. Tudo isso se declina na vida espiritual, na vida ordinária, na vida cotidiana.

A seu ver, qual é a relevância de São José hoje? Como podemos olhar para ele neste tempo de pandemia que condiciona nossa vida, condiciona também muitas escolhas?

Pe. Testa: São José nos ensina antes de tudo a acolher nossas fraquezas com profunda ternura, a acolher as situações de fragilidade, de precariedade que vemos em nós e ao nosso redor com a atitude de confiança, de delicadeza, de atenção, evitando o desânimo. Ajuda-nos a saber ler nas pregas da história a possibilidade de ouvir a voz do Senhor que vem para nos tranquilizar e não nos deixa à mercê de nós mesmos. Diante das dificuldades, diz o Papa Francisco, pode haver a atitude de quem abandona o campo ou a atitude de quem de alguma forma se inventa, José deve se esforçar, deve se ocupar. Pensemos nesta pandemia, como em nossas atividades pastorais tivemos que nos projetar de outras maneiras, em outras modalidades para chegar às pessoas e estar perto delas.

Sexta-feira é o dia de São José e também começa o Ano de Amoris laetitia, um ano especial dedicado à família. De que forma São José pode ser um farol para a família de hoje?

Pe. Testa: São José não é apenas um personagem em si, mas uma pessoa em relação. Toda sua vida foi determinada por Maria e Jesus. Ele teve que acolher Maria como sua esposa, acolher Jesus como filho, respondeu a uma missão particular. A família constitui o fundamento essencial também para a vida de Jesus. Jesus nasceu dentro do matrimônio, mesmo que por obra do Espírito Santo. Portanto, neste ano dedicado a São José e depois no Ano da Família para recordar os 5 anos de Amoris laetitia, a figura do pai putativo se encaixa perfeitamente porque na família de Nazaré temos o reflexo da Trindade celeste. São José é aquele que se torna senhor em sua casa, mas como sinal da custódia. Daí a atenção e a delicadeza para com a mulher, para com Maria, porque José nos ensina muito deste ponto de vista ainda hoje. De fato, existem mulheres que vivem dramas em suas situações familiares. Há atenção e delicadeza para com Jesus porque o faz crescer, aprendendo também a morrer como pai. Portanto, existe este cuidado e atenção pela família e por cada família e, em seguida, um cuidado maior pela Igreja, família dos filhos de Deus.

Alguns dias atrás, falando aos confessores, Francisco sugeriu rezar a São José para que eles pudessem receber o dom da paternidade. Como o senhor reflete a paternidade da Igreja ligada a São José em sua vida de religioso?

Pe. Testa: Esta paternidade requer atenção, delicadeza, desapego, senso de maturidade, oblação. Somos Oblatos de São José, portanto, oferecidos a Deus como São José aos cuidados dos interesses de Jesus. Não devemos cultivar nossos interesses pessoais ou a afirmação de nós mesmos, mas para dar espaço ao outro, através da escuta e do silêncio. São José é um mestre nisso porque é o homem da escuta, mas também o homem do silêncio, não porque está calado e não tem nada a dizer ou não tem palavras, mas porque a sua é uma atitude profundamente contemplativa, de acolhimento desta Palavra, esperando o aceno de Deus. Na experiência confessional, esta atenção e delicadeza são necessárias para que o outro se sinta acolhido pelo que é, não tanto pelo pecado que cometeu ou pelo erro que cometeu, mas porque é uma pessoa que deve ser acompanhada, ajudada e, acima de tudo, apoiada em sua fragilidade.

Quais frutos o senhor gostaria de ver colhidos durante este ano dedicado a São José? Qual é o seu desejo?

Pe. Testa: O meu desejo é de que se aprofunde São José do ponto de vista da reflexão teológica, a partir dos dados bíblicos, sua figura como parte essencial dos mistérios da vida de Cristo Senhor. Depois, eu espero que o amor por este grande santo cresça, não apenas a devoção, mas também o conhecimento teológico, o conhecimento dos mistérios de Cristo, porque ele tem muito a dizer à vida diária sobre o sentido e o papel da paternidade, que não é algo a ser colocado de lado.


Fonte – Benedetta Capelli – Vatican News


https://media.vaticannews.va/media/audio/s1/2021/03/18/11/135972600_F135972600.mp3


SANTO DO DIA


Temas da Canção nova

É Hora de Afiar o Machado.

 



Este texto é um desdobramento do post “O Velho Lenhador” que conta uma estória referente à uma competição entre um velho, experiente e sábio lenhador contra um jovem, forte, mas ainda um pouco inexperiente apesar de muito bem disposto.    A estória  tem como pano de fundo a reflexão a respeito da frase proferida pelo famoso Presidente americano Abrahan Lincoln,

“Se eu tivesse 8 horas para derrubar uma árvore, passaria 6 afiando o meu machado.”. 

Leia o texto:


Fruto_Espírito

“AFIANDO O MACHADO


Conta – Frederico Araujo – .

Ouvi a frase acima em algum podcast, vídeo no YouTube, em algum lugar qualquer dessa minha vida de eterno aprendiz cai numa grande reflexão.

Em qual contexto seria afiar meu machado, estudando mais? Lendo mais? Estou afiando o meu machado todos os dias?

Então parei de olhar a parte final da frase e comecei a entender o contexto dela, me apeguei tanto a uma pequena parte e transformei ela num todo, vou gastar a maior parte do meu tempo afiando o meu machado e quem sabe num futuro, mesmo distante, no finzinho da vida você possa aproveitar. Porém, ao analisar a frase completa percebi algumas coisas:Ele tinha uma tarefa bem clara para executar: “Cortar a árvore”

    • Ele tinha um período um
    • tempo bem específico para fazer: “8 horas”
    • Ele tinha a expertise para executar a tarefa:
    • “Sabia derrubar árvores”
    • Ele tinha a ferramenta para executar a tarefa:
    • “O machado”

Quantas vezes ficamos debruçados na filosofia da frase e não a entendemos, por que não a entendemos? Não queremos ou é mais fácil querer inventar algo para isso?

Não sei o seu caso, mas o meu eu sei, sempre fico postergando e penso que um dia pode dar certo. Já fiz compromisso público e não cumpri. Já fiz compromisso com a pessoa mais importante da minha vida e não cumpri. Estou perdendo a credibilidade comigo mesmo.

Mas, o que me fez mudar para conseguir cumprir e recuperar a credibilidade em mim mesmo? O tempo!

Sim, o tempo nos faz pensar e refletir o que eu fiz até aqui. Bem, nesse tempo aconteceram vários fatores que me fizeram mudar. Primeiro, descobrir quem é a pessoa mais importante para mim (EU), entender que afiar o machado é construir uma base, não necessariamente bem fundamentada e não rasa demais, ter uma base suficiente para executar a tarefa.

Ter expertise para executar é excelente, mas o fundamental é querer fazer, ter tesão para fazer as coisas, qual o seu propósito de fazer aquilo e qual o valor que você estará entregando ao fazer essa tarefa.

A ferramenta bem preparada para executar a tarefa é primordial, porém, você faz parte dessa ferramenta, logo, fazer escolhas mais corretas possíveis é sua obrigação, e afiar o machado demonstra o nível de conhecimento que você já tem.

E o mais importante é ter um prazo determinado, querendo ou não o ser humano trabalha sempre com prazos, temos prazo de validade, e ao meu ver, por isso que procuramos executar as tarefas que julgamos relevantes (namorar, casar, ter filhos, estudar).

Então percebo que muitas coisas que eu quero fazer dependem só de mim mesmo, não preciso de ninguém me cobrando para poder executar e se eu precisar de alguém me cobrar eu não estou preparado para fazer.

Espero que daqui para frente eu consiga parar de procrastinar e fazer o que precisa ser feito, O ano é longo!

Por hoje é só pessoal!


PORQUE VOCÊ DEVE SE PREPARAR AFIANDO SEU MACHADO!


Fruto_Espírito


O_velho_lenhador

“AFIANDO O MACHADO”

O Velho Lenhador



POWER POINT NO SLIDESHARE

BAIXE PARA MELHOR ACOMPANHAR A ANIMAÇÃO



Link’s para outras Mensagens:


Dom_da_Sabedoria Saberes_diferentes
livro_de_capa_preta Parábolas

Link’s para Mensagens no Pinterest:




JESUS, Nesse Nome há PODER!



Basta Crer… E Ele tudo fará!!!


Um testemunho pessoal que já ocorreu a algum tempo atrás e foi ao ar na Tv Canção Nova contado pelo Padre Cleidimar Moreira, fato ocorrido com sua família e foi transcrito num Blog da Canção Nova. É cópia do original, espero que você compreenda o que realmente aconteceu naquela UTI de hospital.


O Deus do impossível!




Há alguns dias que a frase “Deus do impossível” não sai da minha cabeça e da minha vida. Cristo tem derramado uma chuva de bênçãos, está realizando uma série de “impossíveis” comigo e com a minha família, por intercessão de Nossa Senhora, e eu não tenho dúvidas sobre o Seu poder…  Tenho certeza também de que, se eu tiver fé, Ele fará ainda muito mais por todos nós.

“O meu Deus é o Deus do impossível
É o mesmo hoje e sempre há de ser
O meu Deus é o Deus do impossível
E fará o impossível por você”.


“Neste nome há poder”.


“Experimento algo de novo na minha vida, pois ao cantar essa música não estou apenas cantando uma música, mas estou cantando realmente uma profecia de que o impossível Ele está realizando na vida das pessoas…

Eu tenho que contar um testemunho de minha família.  Um primo meu sofreu um acidente, levou um pequeno corte na altura da batata da perna, fez o curativo no hospital e voltou pra casa.

Poucos dias depois, ele sentiu muita dor na perna e retornou ao hospital, o médico disse que era grave e o internou, logo depois ele entrou em coma, com apenas 10% de chances de sobreviver.

Minha tia então me ligou, pedindo orações. E eu fui diante de Jesus Eucarístico e falei com Jesus dizendo: “Jesus, não é à toa que eu canto essa música “Que no seu nome há poder.” e então eu lhe peço que realmente salve a vida do primo Ademir!”. E aí, naquele momento, Deus confirmava no meu coração que realmente ele não morreria. Daí, eu liguei para minha irmã e disse: “Jesus me falou, que ele não vai morrer. Imponham as mãos sobre ele quando forem visitá-lo e proclamem esta cura, em nome de Jesus!”. E lá foram elas; minha tia chegou um pouquinho mais tarde e na portaria uma pessoa chegou a ela e disse-lhe que não poderia entrar mais ninguém.

Mas, por que, perguntou ela: “Só está lá dentro a minha sobrinha”. Daí a pessoa lhe disse: “Não,  não …, entraram mais três pessoas junto com ela”. E essa pessoa perguntou: “Mas quem é a senhora?”. Ela disse: “Sou a mãe dele!”. E a recepcionista disse que ela poderia entrar, mas não poderia dizer para ninguém que ela a tinha deixado entrar, porque senão sobraria bronca para ela.

Minha tia chegou no quarto e só estava lá minha irmã. Então ela lhe perguntou: “Onde estão as outras três pessoas que entraram com você?”. Minha irmã disse: “Não tia, só entrei eu, uma só pessoa! Só se entraram comigo o Pai, o Filho e o Espírito Santo ou os Anjos de Deus que vieram junto!”.

Começaram então a rezar, impuseram as mãos sobre ele proclamando que o nome de Jesus que o estava curando naquele momento. Os aparelhos começaram a variar as marcações dando problemas e elas acharam até que o Ademir estava piorando, porque nesse momento ele estava com apenas 2% de chance de sobreviver. Continuaram a oração com toda fé e, hoje, já fazem quatro meses que ele saiu do coma, já saiu do hospital e está em casa se recuperação fisicamente ainda, mas ele está muito bem, eu estive em Goiânia há pouco tempo e o visitei, vi que ele estava realmente muito bem.

Ele ficou muito emocionado ao estarmos juntos. Então, eu vejo que esta música está fazendo maravilhas na vida das pessoas! muitos Impossíveis, realmente, Jesus está realizando através dela ”.

AFINAL É VERDADE


NESTE NOME HÁ PODER !



Basta acreditar… E Ele tudo fará!!!



Fonte Original => http://jesusmeusenhor.blig.ig.com.br/

Confira

http://www.cancaonova.com/portal/canais/entrevista/entrevistas.php?id=109
enviada por -=|¢Á†ÎÅ|=-
exibeComentario(16788125, ‘jesusmeusenhor’, ‘/2004/06/deus-do-impossivel-gloria-ao-pai.html’, true);| (link do post)

Este testemunho está publicado no blog de entrevistas da Canção Nova, onde Pe. Cleidimar demonstra quantos testemunhos tem acontecido quando nós realmente buscamos a Deus através das canções que falam do poder de Deus, como esta :


LINK NO YOUTUBE PARA APROVEITAREM A MUSICA.


NESTE NOME HÁ PODER !


Padre Cleidimar Moreira

Jesus, neste nome há poder
Jesus, neste nome há poder
O seu nome é poderoso,
sua glória em toda a terra
Há poder no nome de Jesus. (2X)

O impossível, Ele pode realizar
O impossível, Ele pode realizar
O impossível, sim o impossível.

O impossível a MIM ele pode realizar

O impossível, Ele pode realizar
O impossível, Ele pode realizar
O impossível, sim o impossível.

O impossível a NÓS, Ele pode realizar.

Jesus, Jesus, Jesus, Jesus, Jesus, Jesus.




WALLPAPERS







Reeditado em 04/03/2021-Presentepravoce

Wallpaper’s – Mensagens Cristãs como fundo de tela celular.


WALLPAPERS

AGORA TAMBÉM EM FORMATAÇÃO PARA FUNDO DE TELA DE CELULARES.




MENSAGENS CRISTÃS.








OUTROS WALLPAPERS – FUNDO DE TELA – OUTROS TEMAS




Começa a quarentena de São Miguel Arcanjo, que vai até 29 de setembro “dia de São Miguel Arcanjo e os Santos Anjos. Esta devoção deve-se a São Francisco de Assis, que fazia orações especiais a São Miguel, quarenta dias antes de sua festa.



//mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/pentecostes-ico.jpg” contém erros e não pode ser exibida. http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg





http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg



TEMAS DE ORAÇÃO

E MEDITAÇÃO.




.






http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg


.


.


O Poder da Palavra.



As Palavras têm PODER.

Isto é algo que não se pode contestar ou que não depende de se aceitar ou não, pois é uma Lei Espiritual que funciona a nosso favor, ou contra nós, quer acreditemos ou não. O fato de não conhecermos a lei, não significa que ela não seja real.

Leia o texto: “20. É do fruto de sua boca que um homem se nutre; com o produto de seus lábios ele se farta. 21. Morte e vida estão à mercê da língua: os que a amam comerão dos seus frutos.” Provérbios, 18,20

Só uma perguntinha para meditação baseada no texto acima ao pé da letra:

Se você pudesse comer suas próprias palavras, elas te nutririam ou te envenenariam?”



Veja o susto deste gatinho quando foi lhe oferecido comer suas próprias palavras, uma coisa é falar e outra é ouvi-las …


Quando falamos do Poder da Palavra, falamos do seu Poder de Influência, falamos da capacidade de penetrar no mais profundo dos homens e influenciá-los. Esta influência provocada pela Palavra, possibilita mudanças, milagres, transformações. Tudo é possível pelo Poder da Palavra.

Vejamos o exemplo em: “Fomos à terra aonde nos enviaste. É verdadeiramente uma terra onde corre leite e mel, como se pode ver por esses frutos.”  PORÉM … Números, 13.25-28 Este é o poder de influência que tiveram as palavras dos espias. O que você fala, as palavras que verbaliza podem influenciar todo o seu ambiente. Palavras automaticamente estimulam o imaginário e a projeção futura do ser humano. Por isso, têm o poder de incentivar, motivar e transformar comportamentos, mas também podem desanimar toda uma nação, pois podem modificar a vontade humana.

Uma das táticas de satanás é “inflamar” nossa mente com idéias negativas, com mentiras que não existem. Ele lança chamas de pensamentos à nossa mente e esta fica como que inflamada Se dissermos com nossa boca esses pensamentos, atrairemos esse tipo de situação.

Uma palavra pode levantar ou levar ao fracasso. Uma palavra pode trazer refrigério ou culpa. Uma palavra pode curar, mas também, pode causar enfermidades. Se tivéssemos noção do quanto existe poder em nossas palavras, seríamos mais cautelosos ao falar, mais precavidos, mais prudentes, mas oportunos.

É interessante, mas o exercício de uma fé genuína passa necessariamente pela maneira como falamos. O nosso falar revela como exercitamos a nossa fé. Mais uma vez, somos convidados para refletir sobre a importância de nossas palavras e o peso que as mesmas têm. Isto influencia nossas amizades e relacionamentos em geral.

Alguém tem duvida do poder da língua? Quantas vezes já ficamos envergonhados de falar aquilo que não deveríamos ter falado, na hora em que não deveríamos ter falado, com a  pessoa que não deveríamos ter falado, com intensidade e o volume da voz que não deveríamos ter usado.

Uma palavra quando lançada não tem mais volta, nos tornamos refém delas, por isso as vezes o “Silêncio” leva vantagem nesta situação já que é apenas uma pausa na decisão efetiva.

Uma palavra pode fazer grande diferença. A língua, apesar de pequena, pode trazer paz ou guerra, concordância ou discordância. Por isso, precisamos aprender como utilizar nosso falar para que outras vidas sejam abençoadas. Como?


  • Outros exemplos da Palavra de Deus:

    1. “Também a língua é um fogo” São Tiago, 3,6 
    2. “Se te ligaste com as palavras de teus lábios, se ficaste cativo com a tua própria linguagem” Provérbios, 6,2

  • 3. “Nenhuma palavra má saia da vossa boca, mas só a que for útil para a edificação,”Efé, 4,29

  • 4. “A boca do tolo é a sua ruína; seus lábios são uma armadilha para a sua própria vida.”
    Provérbios, 18,7

    5. “Eu vos digo: no dia do juízo os homens prestarão contas de toda palavra vã que tiverem proferido. É por tuas palavras que serás justificado ou condenado”.  São Mateus, 12,36-37
    6. “Dizei somente: ‘Sim’, se é sim; ‘não’, se é não. Tudo o que passa além disso vem do Maligno.*”  São Mateus, 5,37

    7. “Com efeito, quem quiser amar a vida e ver dias felizes, refreie sua língua do mal e seus lábios de palavras enganadoras;”
    I São Pedro, 3,10

  • 8. “Quem vigia sua boca e sua língua preserva sua vida da angústia.” Prov, 21,10

  • 9. O que guarda a boca guarda a sua alma: Provérbios 13,3

  • 10. ““Velarei sobre os meus atos, para não mais pecar com a língua. Porei um freio em meus lábios, enquanto o ímpio estiver diante de mim”.”   Salmos, 38,1

  • 11. “Seis coisas há que o Senhor odeia e uma sétima que lhe é uma abominação:* olhos altivos, língua mentirosa,”   Provérbios, 6,16-19

  • 12. “Os lábios do insensato promovem contendas: sua boca atrai açoites.”
    Provérbios, 18,6-8

  • 13. O que ocupa os “ocupar vossos pensamentos.” é refletido nos lábios: 
    Filipenses, 4,8-15 

  • 14. “Raça de víboras, maus como sois, como podeis dizer coisas boas? Porque a boca fala do que lhe transborda do coração.”
    São Mateus, 12,34

    15. “Minha boca não pecou, como costumam os homens; conforme as palavras dos vossos lábios, segui os caminhos da lei.”   Salmos, 16,3

  • 16. Só Deus pode nos ajudar a controlarmos nossos lábios: “Ponde, Senhor, uma guarda em minha boca, uma sentinela à porta de meus lábios.”   Salmos, 140,3

  • 17. A boca deve falar do Evangelho com intrepidez: “E orai também por mim, para que me seja dado anunciar corajosamente o mistério do Evangelho,”   Efésios, 6,19

Deus espera que sempre levemos uma palavra boa, animadora e restauradora para um coração aflito, amargurado, incrédulo. Uma das características de Jesus era que sempre que  uma pessoa chegava aflita perto dele saía animada, restaurada, com novo entusiasmo pela vida. Quando as pessoas chegam perto de nós, elas saem mais animadas e revigoradas, com ânimo de lutar pela vida? Saem cheias de entusiasmo? Saem fortalecidas, cheias de fé e amor?

Podemos alimentar as pessoas com uma palavra vinda do coração de Deus, uma palavra de consolo. Portanto, através delas, podemos dar sabor à vida das pessoas pela maneira como nos comunicamos.

O Senhor nos colocou por abençoadores!

Ide e pregai o evangelho a toda criatura, somos esses mensageiros de Deus que entregam a boa notícia, que falam e que proclamam a verdade que muitos ainda precisam conhecer.



A_palavra_tem_poder

O Poder das palavras

Texto semelhante e complementar


FOFOCAS NA NET

DIGA NÃO ÀS FAKENEWS



MENSAGENS NO PINTEREST.



Link’s para outras Mensagens Semelhantes:


Lançai a palavra

Mulheres no coração de Maria ao vivo.


TRANSMISSÃO AO VIVO PELO FACEBOOK 22/02/2021.




TODAS A GERAÇÕES TE PROCLAMARÃO BEM AVENTURADA.




AVE MARIA MINHA MÃE



Trechos selecionados da obra de São Luís Maria Grignion de Montfort


“A Ave-Maria, rezada com devoção, atenção e modéstia, é, como dizem os santos, o inimigo do demônio, pondo-o logo em fuga, e o martelo que o esmaga; a santificação da alma, a alegria dos anjos, a melodia dos predestinados, o cântico do Novo Testamento, o prazer de Maria e a glória da Santíssima Trindade. A Ave-Maria é um orvalho celeste que torna a alma fecunda; é um beijo casto e amoroso que se dá em Maria, é uma rosa vermelha que se lhe apresenta, é uma pérola preciosa que se lhe oferece, é uma taça de ambrosia e de néctar divino que se lhe dá. Todas estas comparações são de santos ilustres”.

“[Vários santos] compuseram livros inteiros sobre as maravilhas e a eficácia da Ave Maria, para conversão das almas. Altamente publicaram e pregaram que a salvação do mundo começou pela Ave-Maria, e a salvação de cada um em particular está ligada a esta prece; que foi esta prece que trouxe à terra seca e árida o fruto da vida, e que é esta mesma prece que deve fazer germinar em nossa alma a palavra de Deus e produzir o fruto de vida, Jesus Cristo; que a Ave-Maria é um orvalho celeste que umedece a terra, isto é, a alma para fazer brotar o fruto no tempo adequado; e que uma alma que não for orvalhada por esta prece ou orvalho celeste não dará fruto algum, nem dará senão espinhos, e não estará longe de ser amaldiçoada. (…) Pois sempre se verificou que aqueles que trazem o sinal de condenação, como os hereges, os ímpios, os orgulhosos, e os mundanos, odeiam e desprezam a Ave-maria e o terço. Os hereges ainda aprendem e recitam o Pai-Nosso, mas abominam a Ave-Maria e o terço. Trariam antes uma serpente sobre o peito do que o rosário ou o terço”.

“Não sei como isto acontece nem por que; entretanto é verdade, e não conheço melhor segredo para verificar se uma pessoa é de Deus, do que examinar se gosta ou não de rezar a Ave-Maria e o terço”.

“Almas predestinadas, escravos de Jesus em Maria, aprendei que a Ave-Maria é a mais bela de todas as orações, depois do Pai-Nosso. É a saudação mais perfeita que podeis fazer a Maria, pois é a saudação que o altíssimo indicou a um arcanjo para ganhar o coração da Virgem de Nazaré”.

“Rogo-vos instantemente, pelo amor que vos consagro em Jesus e Maria, que não vos contenteis de recitar a coroinha da Santíssima Virgem, mas também o vosso terço, e até, se houver tempo, o vosso rosário, todos os dias, e abençoareis, na hora da morte, o dia e a hora em que me acreditastes; e, depois de ter semeado sob as bênçãos de Jesus e de Maria, colhereis bênçãos eternas no Céu”.


São Luís Maria G. de Montfort
(Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, n. 249 a 254).




A águia e o corvo.




A águia e o Corvo.



 

O único pássaro que se atreve a atacar uma águia, é o corvo. Ele senta sobre suas costas e morde seu pescoço. No entanto, a águia não responde nem luta com o corvo.

Não perde tempo e nem gasta energia com ele.

Simplesmente abre suas asas e começa a subir mais alto… Quanto mais alto é seu vôo, mais difícil fica para o corvo respirar, e logo o corvo cai por falta de oxigênio.

Moral da história:

Não perca seu tempo e tampouco sua energia com pessoas que não alcançam o mesmo nível de inteligência emocional e evolução pessoal que você. Apenas voe cada dia mais alto, vencendo e brilhando como a águia.

Foque no seu vôo!

Isaías 40,31


Veja que sequencia de fotos incríveis;




Curiosidade:

A foto do corvo pegando uma carona em uma águia é verdadeira?

Por , em 13.07.2015

Animais pegando carona em outros animais não é um fato desconhecido. Por isso, as imagens feitas pelo fotógrafo sediado na Califórnia Phoo Chan, que mostram um corvo apoiado em uma águia voando, têm tudo para serem verdadeiras.

O biólogo especializado em comportamento de corvos Kevin McGowan, do laboratório de ornitologia da Universidade Cornell (EUA), ainda diz mais: o corvo estava provavelmente à procura de uma briga, mas acabou ganhando a carona em vez disso.

O bizarro ocorrido

Pássaros são muito territoriais, especialmente durante o verão, quando seus filhotes recém-nascidos são vulneráveis. Corvos e outras espécies de aves parecem ter um complexo de Napoleão: a mera presença de um pássaro maior incita brigas e ataques.

McGowan diz que pássaros territoriais normalmente não chegam muito perto, mas este corvo em especial provavelmente encontrou-se no meio do caminho da águia e pulou nas suas costas.

“Seria como um cão que persegue um carro e pular em cima dele”, sugere McGowan. “Os cães sempre querem pegar os carros, mas nunca sabem o que fariam se conseguissem”.

Segundo Bento Mallory, editor de fotos na revista National Geographic, Chan capturou toda a sequência de eventos, o que sugere o episódio realmente aconteceu.

Quanto ao porque a águia parece não ter reagido à aterragem do corvo, o biólogo afirma que, se o animal não a bicou, sua presença por si só não justifica a atenção da águia.

Alvo: águia

Como as maiores aves de rapina, as águias são perseguidas constantemente por todas as outras espécies. Às vezes, os provocadores são tão persistentes que “parece que as águias estão sendo rodeadas por mosquitos”, afirma McGowan.

Neste caso em especial, se era uma provocação, uma disputa ou um ataque em defesa de seus filhotes, nada ficou comprovado a não ser que a Águia simplesmente continuou seu voo sem se incomodar com o inquilino inconveniente até que ele mesmo desistiu do ataque.

Fonte: https://hypescience.com/corvo-pegando-uma-carona-em-uma-aguia/



 


NOSSAS MENSAGENS NO

PINTEREST




OUTRAS INDICAÇÕES

SEMELHANTES




POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.



 




Sua Zona de Conforto é o maior inimigo do seu Sucesso.




O SUCESSO na vida é o que todos querem alcançar, mas a grande e imensa maioria se contenta apenas com um pouquinho dele se estacionando em um determinado degrau desta escada.  Pode ser por muitos motivos; por preguiça, cansaço, obstáculos, derrotas consecutivas ou etc. A verdade é que este degrau do caminho tem um nome bem conhecido, não importa por qual nome você o chame, a verdade é que ele se chama mesmo é de “ZONA DE CONFORTO”, um local onde preferimos permanecer em segurança do que continuar a jornada degraus acima.

Nunca é fácil abandonarmos pessoas, lugares e coisas com as quais estamos acostumados e sentimos que nos fazem felizes.

Abandonar a sensação de segurança do conhecido nos faz sentir medo e indecisão. Dessa maneira, muitas vezes preferimos ficar com o mal conhecido do que com o bem que ainda se está para conhecer. No entanto, se sempre nos conformarmos com nossas realidades do jeito que está, nunca poderemos seguir em frente e encontrar melhores caminhos para nossas vidas.

A falta de atitude frente à vida pode nos deixar presos em realidades negativas, que não nos fazem felizes. Portanto, se você sente que precisa fazer uma mudança em sua vida para conquistar novas oportunidades, mas está preso pelo medo e insegurança, a história dos andarilhos e da vaquinha pode ajudá-lo a entender a importância de sair de sua zona de conforto.

A história dos andarilhos e da vaquinha

É uma parábola da antiga Sabedoria Oriental Chinesa.

O Mestre Taoísta e seu Discípulo numa jornada em busca da sabedoria.


A Família Pobre e sua Acomodação


Casebre_familia_pobre


Um sábio mestre Taoísta e seu discípulo andavam pelo interior da China há muitos dias e procuravam um lugar para descansar durante a noite. Avistaram, então, um casebre no alto de uma colina e resolveram pedir abrigo àquela noite. Ao chegarem no casebre, foram recebidos pelo dono, um senhor maltrapilho e cansado. Ele os convidou a entrar e apresentou sua esposa e seus três filhos. Durante o jantar, o discípulo percebeu que a comida era escassa até mesmo para somente os quatro membros da família e ficou penalizado com a situação. Olhando para aqueles rostos cansados e subnutridos, perguntou ao dono como eles se sustentavam.


Vaquinha_magra


O senhor respondeu – “Está vendo àquela vaquinha lá fora? Dela tiramos o leite que consumimos e fazemos queijo. O pouco de leite que sobra, trocamos por outras mercadorias na cidade. Ela é nossa fonte de renda e de vida. Conseguimos viver com o que ela nos fornece” – O discípulo olhou para o mestre que jantava de cabeça baixa e terminou de jantar em silêncio. Pela manhã, o mestre e seu discípulo levantaram antes que a família acordasse e preparavam-se para ir embora quando o discípulo disse – “Mestre, como podemos ajudar essa pobre família a sair dessa situação de miséria?” – O mestre então falou – “Quer ajudar essa família? Pegue a vaquinha deles e empurre precipício abaixo” – O discípulo espantado falou – “Mas aquela vaca é a única fonte de renda da família, se a matarmos eles ficarão mais miseráveis e morrerão de fome!” – O mestre calmamente repetiu a ordem – “Pegue a vaca e empurre-a precipício abaixo!”. O discípulo muito indignado ainda assim seguiu as ordens do mestre e jogou a vaca no precipício e ela morreu.


Vaquinha_magra


Alguns anos mais tarde, o discípulo ainda sentia remorso pelo que havia feito e decidiu abandonar seu mestre e visitar àquela família. Voltando a região, avistou de longe a colina onde ficava o casebre, e olhou espantado para uma bela casa que havia em seu lugar. Ele pensou – “De certo, após a morte da vaca, ficaram tão pobres e desesperados que tiveram que vender a propriedade para alguém mais rico” -Aproximou-se da casa e, entrando pelo portão, viu um criado e lhe perguntou – “Você sabe para onde foi à família que vivia no casebre que havia aqui antigamente?” – O criado respondeu – “Sim, claro! Eles ainda moram aqui, estão ali nos jardins” –  e apontou para a frente da casa. O discípulo caminhou na direção da casa e pode ver um senhor altivo, brincando com três jovens bem vestidos, e junto uma linda mulher. A família que estava ali não lembrava em nada os miseráveis que conhecera tempos atrás.

Quando o senhor avistou o discípulo, reconheceu-o de imediato e o convidou para entrar em sua casa. O discípulo quis saber como tudo havia mudado tanto desde a última vez que os viu. O senhor então explicou – “Depois daquela noite que vocês estiveram aqui, nossa vaquinha caiu no precipício e morreu… Como não tínhamos mais nossa fonte de renda e sustento, fomos obrigados a procurar outras formas de sobreviver. Descobrimos os outros recursos de nossa terra e muitas outras formas de ganhar dinheiro e desenvolvemos habilidades que nem sequer sabíamos que éramos capazes de fazer” – O discípulo não podia acreditar no que estava ouvindo  – Ele continuou – “Perder aquela vaquinha foi terrível, mas aprendemos a não sermos dependentes, acomodados e conformados com a situação que estávamos. Às vezes precisamos perder um pouco agora para ganhar mais logo adiante” – Só então o discípulo entendeu a profundidade do que o seu mestre tinha percebido e o mandou executar sem nenhuma explicação.

Credito: Parábola Budista, ou Taoísta popular no extremo oriente, autor desconhecido.


A morte daquela vaquinha magricela era só o que faltava para aquela família sair de sua “ZONA DE CONFORTO” e descobrir todas as suas “POTENCIALIDADES OCULTAS”,  que lhes deu tudo que possuem agora.


Podemos associar essa história com nossas vidas. Assim como aquela família, todos nós temos nossa própria vaquinha, a qual nos apegamos, que nos fornece uma segurança, mas não nos leva para frente. Pode ser um relacionamento romântico, uma amizade, um trabalho, um comportamento, estilo de vida, etc.

Pare e reflita um pouco sobre sua vida: O que você faria se amanhã aquela vaquinha fosse pró brejo ou simplesmente caísse de um precipício? O que aconteceria com sua vida se aquilo que lhe dá segurança simplesmente terminasse sem aviso prévio?

Pode ter a certeza de que não será nada fácil, porque mudanças costumam ser difíceis e dolorosas, entretanto, podem nos trazer uma realidade muito melhor, tudo depende de como encaramos as coisas.

Se você precisar fazer uma mudança drásticas em sua vida, faça hoje mesmo, não espere que sua vaquinha caia no precipício!




O_rico_e_o_pobre O_equilibrista_e_a_Fé

Pedi e recebereis.



Se eu orar, se eu clamar as muralhas não
Resistirão ao Poder de meu Deus




Pedi e Recebereis


Padre Bruno Costa
Cifra: Principal (violão e guitarra)


Há uma promessa que quer se cumprir em meio a nós

É o próprio Senhor quem diz:

Pedi e Recebereis

Há uma promessa que quer se cumprir em meio a nós

É o próprio Senhor quem diz:

Pedi e Recebereis

 

Nenhum mal irá resistir

Os mares irão se abrir

Quando a boca de Deus declarar

Milagres neste lugar

 

Se eu orar, se eu clamar as muralhas não

Resistirão ao Poder de meu Deus

Se eu orar, se eu clamar as muralhas não

Resistirão ao Poder de meu Deus.


https://www.cifraclub.com.br/padre-bruno-costa/pedi-e-recebereis/



VEJA mais detalhes Posições para violão no Cifra Club


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/11/cifra-club-lk.jpg?w=313&h=117




.


Como ser um “servo”

e Ministro da Música ?





 

Toda Crise será Superada.





“1. A mão do Senhor desceu sobre mim. Ele me arrebatou em espírito e me colocou no meio de uma planície, que estava coberta de ossos. 2. Ele fez-me circular em todos os sentidos no meio desses ossos numerosos que jaziam na superfície. Vi que estavam inteiramente secos. 3. Disse-me o Senhor: “Filho do homem, poderiam esses ossos retornar à vida?”. “Senhor Javé” – respondi –,

Senhor “só vós o sabeis.”

Ezequiel, 37, 1-14 – Bíblia Católica

Esse é o famoso texto do vale dos ossos ressequidos; esse vale basicamente é um campo de batalha onde os mortos ficaram expostos ao tempo por muitos anos sem ter sido sepultados ou queimados. Aprendemos que a desobediência a Deus, a vida no pecado, a idolatria acaba nos levando à morte que se compara a este vale de ossos ressequidos. Israel foi ficando enfraquecida, debilitada, justamente por consequência dos seus pecados, assim como nós também nos dias de hoje.

 A quem pertencia aqueles ossos?   Quem morreu ali?    Quem perdeu aquela batalha?Não Importa esse detalhe, pois Deus os compara ao seu povo que vive em crise, em uma situação desesperadora, sem solução e com medo da morte o tempo todo.

Veja que esta característica se aplica também ao nosso tempo, ao nosso país, ao nosso povo e até à sua própria casa; Por que?

Porque!

Quem está em crise é você , não Deus – não tem crise para Deus tem crise para nós. Deus não entra em crise, Ele nos leva a superar a crise. O povo de Israel entra em crise, o seu país, a igreja entra em crise, mas Deus supera tudo.
Não existe tragédia, catástrofe que Deus não possa superar, não há barreira, empecilho para a ação de Deus. Nós necessitamos da intervenção divina no nosso meio o tempo todo.

RESTAURAÇÃO – nós vivemos em um mundo da descartabilidade, restaurar significa recuperar o que é original. Voltar à peça a originalidade inicial. Voltar à perfeição. Quando Deus nos restaura voltamos ao estado original, ao que Deus quer que sejamos. Sem a restauração nós nos perdemos e Deus não saberá mais quem somos nós.
Com o passar do tempo acabamos perdendo nossa originalidade. Com o passar das pessoas em nossas vidas, vamos nos distanciando de quem eramos, perdendo nossa originalidade.
Não se compare com ninguém, só com Jesus Cristo, com mais ninguém!
Você tem a cara de Jesus !!! “Filho de peixe, peixinho deve ser…”  Não é assim que deveria ser?
Toda ação para levantar os ossos ressequidos vem da iniciativa de Deus. É Deus quem escolhe, que chama, que justifica, que liberta , que restaura.

Esse texto me diz através de metáfora, toda restauração que acontece em nossa vida parte da iniciativa de Deus. DEUS É BOM. Não é um jargão decorado, isso é uma verdade! Deus é tão bom que juntou seus ossinhos !!!

Se Deus levanta esqueleto, se levanta os mortos, imagine você e eu com nossos problemas que não são nada perante o poder do nosso Deus !!!!

As vezes queremos ver uma coisa e Deus quer que vejamos outra. Muitas vezes Deus me faz ver a tragédia para confiar mais em seu amor e seu poder. Deus não quer covarde, quer gente que encare a problemática.
Deus não me retira da provação. Nunca vai tirar. Mas passará comigo na provação.

Tem muita gente cética dentro da igreja, que não acredita em milagre, em mudança, em eucaristia… até duvida que Jesus existiu.
Deus pode tudo, Deus faz o que quer, Ele é Deus !!

Instrumentos necessários para que aconteça a restauração :

1- é preciso que tenhamos intimidade com a Palavra de Deus. Não abandonem a Palavra de Deus meus irmãos. A Palavra é instrumento indispensável para que aconteça a restauração.

2- precisamos do Espírito Santo na nossa vida, que nos traz o sopro de vida, que levanta o caído, que enche nosso pulmão de força para não desistir, intimidade com o Espírito Santo, precisamos de um avivamento para termos intimidade com Deus.

3- Só Deus tem o poder de colocar você de pé, mais ninguém !! Você não foi criado para ficar no meio da estrada na jornada, você foi criado para ser do exército do Senhor, mas para isso precisa do Espírito Santo de Deus.
A depressão é a doença do século mesmo, tem atingido todas as idades. Mas não se cura só com psiquiatra, remédios. É necessário também a força do Espírito Santo, clame o Espírito Santo sobre você irmão e Ele vai te levantar do vale dos ossos ressequidos.
Claro que tem dias que não estamos bem. Mas é nossa hora que você vê que chegou até aqui pela ação do Espírito Santo. Peça o Espírito Santo quando você acordar, durante o dia, quando for dormir. Permita-se se elogiar de vez em quando, querer-se bem, amar-se mais… você mesmo tem que gostar de você !! O Espírito Santo é o olhar correto de Deus sobre nós. Como você se vê??

4- Sem Espirito Santo não tem vida, não tem milagre, não tem experiência de Deus, sem Ele não sou ninguém !! SEM O ESPIRITO SANTO VOCÊ NUNCA SAIRÁ DO VALE TENEBROSO DOS OSSOS RESSEQUIDOS, MAS COM ELE VOCÊ VAI ATÉ O CÉU!!!
Nunca duvide de Deus !! Se teu pensamento quiser duvidar de Deus repreenda automaticamente!! Você pode duvidar do papa, do padre, de você mesmo, do seu marido, do seu filho, do patrão, mas nunca, jamais, duvide do seu Deus !!!!! NUNCA DUVIDE DE DEUS!!!! O maior pecado que cometemos contra Deus é o pecado da dúvida porque a dúvida gera murmuração e começa a minar não só a fé dela como a fé do irmão também…a pessoa vai esparramando o ceticismo dela…de Deus não se duvida !! Você pode até questionar Deus, mas duvidar não. Ele fala e faz. Se Ele não te prometeu também não cobre. Se não plantou não exija colheita. Se plantou algodão não vai colher feijão…
O nosso Deus é o Deus que fala e faz. Você nunca passará pela provação sozinho!!!

Independente de qualquer coisa que você tenha feito no seu passado, independente de qualquer bobagem:

VOCÊ É OBRA PRIMA DAS MÃOS DO CRIADOR , VOCÊ É IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS, UMA MÃE PODE ESQUECER DO SEU FILHO MAS DEUS JAMAIS ESQUECERÁ DE VOCÊ…ELE MORREU NA CRUZ POR VOCÊ !!!! Olhe o tanto de motivos que você tem para sair do vale dos ossos ressequidos !!!!
Que você tenha coragem de não deixar mais entrar na sua vida quem fez você se perder, diga : aqui não!! aqui tem o carimbo do Espírito Santo !!! O dia que você conhecer o amor de Deus você jamais mendigará qualquer pocinha de amor, jamais !!! Só o amor dele preenche as lacunas que existem dentro do seu coração. Se ame mais, se respeite mais, permita que o Espírito Santo te levante desse vale de ossos ressequidos e te leve para o cume da montanha!!

–Padre Fernando Henrique Guirado.




Amém.




 


Feliz Ano Novo – 2021.



ano novo03




Outras indicações







1. Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo do céu: 2. tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou. 3. Tempo de matar e tempo de curar; tempo de demolir e tempo de construir. 4. Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de gemer e tempo de dançar. 5. Tempo de atirar pedras e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar e tempo de apartar-se.* 6. Tempo de procurar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de jogar fora. 7. Tempo de rasgar e tempo de costurar; tempo de calar e tempo de falar. 8. Tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz.” 
Eclesiastes, 3,1 a 7 – Bíblia Católica Online

Que neste ano novo que se inicia, Se estabeleça o tempo certo na sua vida. Que seja um ano de boas novas e de grandes conquistas.

Que ao final dele você possa dizer: Valeu a pena!

Feliz ano novo!




“Um Feliz ano Novo cheio de oportunidades!  O ano novo chegou!Essa época linda em que podemos olhar para trás, agradecer pelo ano que passou e relembrar os bons momentos.  Um ano novo chega com novas oportunidades e 365 chances para irmos atrás de nossos sonhos!  Desejo a todos um ano novo de muita alegria, saúde e paz!  Façam este ano valer a pena e corram atrás dos seus objetivos!”







Presentepravoce_ano_novo_2016


.helpersdivider1


Que todos tenham um feliz

e próspero ano Novo.

Que Deus derrame suas graças

em todos os corações

Nos cobrindo com sua

Plenitude de Amor.


Uma pequena oração de agradecimento pelo ano que se foi.



Feliz Natal O MILAGRE DE LANCIANO

FELIZ

ANO NOVO. PPT

Prospero

Ano  Novo   . PPT


pomba-da-paz-2009


ADEUS ANO VELHO


Champagne_Ano_Novo_2015




Semana Nacional da Família – CNPF – 2020.



Hora da Família 24 – 2020

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

O tema deste ano é:


“Eu e minha casa Serviremos ao Senhor” 


De 09 a 15 de Agosto de 2020

NA SUA PARÓQUIA




A Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) e Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB apresentam a edição 2020 do subsídio “Hora da Família”, disponível para aquisição na Loja Virtual da Pastoral Familiar, com preço exclusivo. Adquira agora!

  • O Hora da Família orienta a vivência da Semana Nacional da Família que ocorre de 11 a 17 de agosto de 2019

    Edição Especial da Semana Nacional da Família 2020, com o tema “Eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24, 15). O livreto com roteiro de celebrações está em sintonia com o Mês Vocacional e pretende celebrar a vocação de ser família.

    “Na alegria do Evangelho queremos viver plenamente a vontade do Senhor em nossas vidas, em nossas famílias, em nossas casas. Neste ano, o subsídio Hora da Família convoca todos os grupos de reflexão para vivenciarem a dimensão do serviço. O Hora da Família se coloca a serviço da Igreja e da construção do Reino de Deus começando em nossas casas”, escreveu o bispo de Rio Grande e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Ricardo Hoepers, na apresentação do material. A sugestão é a vivência dos encontros como um “itinerário de aprofundamento da fé em família a serviço da comunidade”.

  • A Semana Nacional da Família neste ano de 2020 ocorre de 9 a 15 de agosto, tendo início no Dia dos Pais, data à qual é dedicado o primeiro dos sete encontros do livreto. No roteiro, sugestões de preces e uma oração que as finaliza, que poderão ser rezadas nas missas daquele domingo, aproveitando para destacar a abertura da Semana Nacional da Família. A proposta é que os encontros seguintes ocorram nas casas, se possível antes do almoço ou do jantar.

  • Para a quinta-feira, a proposta do 5º encontro é um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, se for possível, realizado nas paróquias. Como muitas comunidades e grupos talvez não tenham essa possibilidade, sugere-se que faça um momento com a Palavra de Deus. O assessor da Comissão para a Vida e a Família da CNBB e secretário-executivo da CNPF, padre Crispim Guimarães, recorda o exemplo do Papa Francisco que celebrou neste ano o Domingo da Palavra, entronizando a Bíblia com “um belo gesto nessa direção”. O assessor explica que o roteiro ajudará a realizar a celebração “de modo sóbrio e bonito”.

  • Também com dimensão celebrativa e favorecendo a participação das crianças, os demais encontros buscam aprofundar a vocação da família como Igreja Doméstica. Nesse sentido, no contexto do mês vocacional, o material contou com a “colaboração generosa” da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB.



  • Os sete encontros do Hora da Família Especial:

    1. Família e Matrimônio

    2. Família e Educação

    3. Hora Santa da Família

    4. Família e Compromisso com a Vida

    5. Eu e minha casa serviremos ao Senhor   <=   Link para tema

    Ao final do livro, é oferecido um boletim de apoio para a prevenção do suicídio, além de indicação de quatro passos para ajudar uma pessoa com este tipo de ideação.

    O Hora da Família Especial da Semana Nacional da Família está disponível na loja da Pastoral Familiar e, em breve, estará disponível em aplicativo exclusivo.

    Ouça o podcast com padre Crispim Guimarães sobre o Hora da Família Especial:

    Pastoral Familiar



    http://site.cnpf.org.br/noticias/familia/semana-nacional-da-familia-2020-chegou-o-hora-da-familia-especial/


    Celebração do Dia dos Pais  “Amados e Chamados por Deus:”



Encontro de Casais com Cristo_ECC
Estatuto_destruição_da_Familia Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia

FOTOMENSAGENS NO PINTEREST PRESENTEPRAVOCE



Semana Nacional da Família – 2019.



Hora da Família 23 – 2019

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

O tema deste ano é:


“A Família, Como Vai?” 


De 11 a 17 de Agosto de 2019

NA SUA PARÓQUIA




A Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) e Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB apresentam a edição 2019 do subsídio “Hora da Família”, disponível para aquisição na Loja Virtual da Pastoral Familiar, com preço exclusivo. Adquira agora!

  • O Hora da Família orienta a vivência da Semana Nacional da Família que ocorre de 11 a 17 de agosto de 2019

    Nesta edição procuramos distribuir a reflexão do Hora da Família sobre a pergunta: ‘A Família, como vai?’, através dos sete encontros, que, esperamos, consigam nos fazer caminhar pelas várias possibilidades de respostas que poderemos dar. Aliás, talvez, ao final da Semana Nacional da Família 2019 não chegaremos a uma resposta adequada dentro do que o próprio Deus pensou sobre essa instituição divina chamada família, mas teremos tentado ao menos nos aproximar do pensamento de Deus.

    O tema deste ano é uma retomada da reflexão que marcou a Campanha da Fraternidade de 1994. Ao voltar ao passado e ver o quanto a Pastoral Familiar já cresceu, percebe-se que a família busca e precisa aprofundar cada vez mais a sua missão na Igreja e na sociedade para conquistar um papel decisivo e central.

    Esse desejo de estar no centro das ações eclesiais aparece neste Hora da Família, ligando-o à Iniciação à Vida Cristã, às Políticas Públicas, ao envolvimento com as questões contemporâneas da vida urbana e à missão em meio a outras famílias.

    O subsídio vem com os tradicionais encontros celebrativos da Semana Nacional da Família e refletem os seguintes temas: Família, vocação e juventude; Família e Políticas Públicas; Família, defensora da vida; Matrimônio e Família no plano de Deus, e por fim, o tema central: A família, como vai?

    Além dos encontros, o material traz três celebrações temáticas para realizar no Dia das Mães, Dia dos Pais e uma celebração e consagração à Sagrada Família.



Encontro de Casais com Cristo_ECC
Estatuto_destruição_da_Familia Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia