Receita para uma vida Feliz!


(Ser Feliz não é um mero fruto do acaso e sim de uma decisão pessoal tomada todo dia!)


UMA LINDA LIÇÃO DE VIDA

Uma senhora idosa, elegante, bem vestida e penteada, estava de mudança para uma casa de repouso pois o marido com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.

A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas floridas que enfeitavam a janela.

– “Ah, eu adoro essas cortinas” – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

– “Mas a senhora ainda nem viu seu quarto…”

– “Nem preciso ver” – respondeu ela. – “Felicidade é algo que você decide por princípio. E eu já decidi que vou adorar! É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

Sabe, eu tenho duas escolhas: Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem…

Cada dia é um presente. E enquanto meus olhos abrirem, vou focalizá-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: Você só retira daquilo que você guardou. Portanto, lhe aconselho depositar um monte de alegria e felicidade na sua ‘conta de lembranças’. E como você vê, eu ainda continuo depositando.

Agora, se me permite, gostaria de lhe dar uma receita:

1- Jogue fora todas as coisas não essenciais para sua vida.

2- Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa… Não deixe seu cérebro desocupado.

3- Curta coisas simples.

4- Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego.

5- Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver.

6- Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta… pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for… Seu lar é o seu refúgio.

7- Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se está instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda.

8- Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades que tiver.

E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego…

de tanto rir… de surpresa… de êxtase… de felicidade !!!

Simples assim !!!”

(autor desconhecido)

(Um Desafio Para Mim e para Você)


SER FIEL ACIMA DE TUDO

SER FIEL ACIMA DE TUDO

Presentepravoce – Sizenando





EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais


Dinâmica da Pipoca

SAL DA TERRA


O Sorriso de Deus.



O_Sorriso_de_Deus


Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus.

Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente.

Um certo dia encheu sua mochila com pastéis e refrigerante e saiu para brincar no parque.

Quando ele andou umas três quadras, encontrou um velhinho sentado em um banco da praça olhando os pássaros.

O menino sentou-se junto a ele, abriu sua mochila e ia tomar um gole de refrigerante, quando olhou o velhinho e viu que ele estava com fome, então  lhe ofereceu um pastel.

O velhinho muito agradecido aceitou e sorriu ao menino. Seu sorriso era tão incrível que o menino quis ver de novo; então ele ofereceu-lhe seu refrigerante.

Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino. O menino estava tão feliz!

Ficaram sentados ali sorrindo, comendo pastéis e bebendo guaraná pelo resto da tarde sem falarem nada um ao outro.

Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar para sua casa, mas antes de sair ele se voltou e deu um grande abraço no velhinho.

Aí, o velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido.

Quando o menino entrou em casa, sua mãe surpresa perguntou ao ver a felicidade estampada em sua face:

– O que você fez hoje que te deixou tão feliz assim?

– Ele respondeu: – Passei a tarde com Deus. Você sabia, que Ele tem o mais lindo sorriso  que eu jamais vi?

Enquanto isso, o velhinho chegou em sua casa com o mais radiante sorriso na face e seu filho lhe  perguntou:

– Por onde você esteve que está tão feliz?

E o velhinho respondeu:

–  Comi pastéis e tomei guaraná no parque, com Deus.

– Você sabe que Ele é bem mais jovem do que eu pensava?


Garoto_Idoso_no_Banco


A face de Deus está em todas as pessoas e coisas que são vistas com os olhos do amor e do coração!

Que Deus abençoe você que está lendo esta ilustração e ilumine o seu coração para que você possa oferecer a muitas pessoas o sorriso de Deus, que talvez esteja guardado dentro de você enquanto muitos têm fome e sede d’Ele. Por isso quero oferecer a você, meu melhor sorriso!!!



 


Um  Encontro Com  Deus . PPT

Um Encontro  Com  Deus . Post



Menino_Cruz


Esta simples estorinha nos lembra as palavras que Jesus disse a seus discípulos a respeito da verdadeira Caridade:


37. Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? 38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? 39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar? 40. Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes. 41. Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.

(São Mateus 25, 37)


Na comparação do texto acima, Jesus nos mostra que todas as vezes que ajudamos alguém, seja ele quem for ou seja lá qual for a sua dificuldade, seria como se estivéssemos ajudando a Ele mesmo.

O ser humano aprende desde criança que para receber alguma coisa sempre tem que dar algo em troca, o bebe recém nascido quando sente fome, sede ou qualquer mal estar começa a chorar para chamar a atenção de sua mãe e não se cala até ser atendido, logo ele vai aprendendo que se não chorar também não recebe a sua mamadeira e o seu pedido se torna uma oferta de incômodo, ou seja, ele oferece um incômodo à sua Mãe para ser atendido em suas necessidades.

Pouco a pouco este aprendizado vai sendo substituído por outros que acabam sendo praticamente o mesmo “A Lei da troca ou dar para receber” é assim que se forma um ser capitalista desde seu nascimento.

Jesus não era Capitalista e nem Comunista, seus ensinamentos contrariam tanto um sistema como o outro, porque Jesus tudo doava sem exigir nada em troca, logo não vendia, não trocava e nem fazia favor a ninguém.

Jesus também não era Comunista porque não tinha nada em comum com ninguém, abdicou-se do céu, de seu trono, preferindo nada possuir e tudo que Ele usava era apenas emprestado por seus amigos e irmãos que o seguiam.  Jesus tudo dava e entregava e só comia e usava aquilo que recebia das pessoas que o amavam, bem sabemos que no auge de sua fama não faltavam pessoas que queriam hospedar Jesus em sua casa, tornou-se clássico o episódio de Zaqueu, porque  ele sendo um pecador conhecido, preferiu ver Jesus de longe sem se aproximar muito, mas ao reconhece-lo lá em cima da árvore, Jesus mesmo se ofereceu para ficar em sua casa, no que ele respondeu prontamente que sim.

Quanta hora em hospedar o Mestre, aquele que cura e liberta, aquele que multiplica os pães e os peixes, aquele que perdoa os pecados e não apedreja os condenados…

Mas quem gostaria de hospedar aqueles que seguiam Jesus, quem gostaria de hospedar os famintos e oprimidos, os pecadores e condenados, os doentes e perseguidos.   É claro que para estes não havia pouso disponível, não havia teto e nem onde reclinar a cabeça, da mesma forma que Jesus recém nascido não encontrou lençóis limpos à sua espera e nem almofadas douradas para que pudesse repousar a sua Realeza.

Jesus não buscava a honra e a Glória dos homens para si mesmo, afinal Ele havia abdicado momentaneamente de coisas muito superiores a estas no Reino eterno de onde Ele veio e para onde voltaria levando todos aqueles que seguissem seu exemplo neste mundo.

Jesus buscava sim o bem de todos aqueles que viviam oprimidos pelo mal, pelas enfermidades, pelo pecado, pela perseguição e principalmente pelos seus preconceitos humanos e valores invertidos.

Esta foi a sua melhor proposta de um pedido de prova de amor, basta me acolher no pobre e necessitado, acolhendo a minha forma mais humilde e não a minha realeza e fama de um Deus que tudo pode.

A verdade é que Deus se faz realmente presente em cada uma destas situações descritas por Jesus e mesmo que não seja esta a proposta de “dar para receber algo em troca”, Deus sempre acaba nos beneficiando com graças infinitamente superiores às que almejamos para nossas vidas e fica claro também que tudo que recebemos de Deus é um grande presente, tão grande que  não cabe inteiro dentro de nosso coração, por isso precisa ser compartilhado com aqueles que estão à nossa volta precisando de uma migalhinha deste imenso amor de Deus.

Esta responsabilidade é nossa, porque foi a nós que Ele confiou o seu mais precioso presente, a sua graça que jamais acaba, a sua fonte transbordante que jamais secará, foi a nós que Ele concedeu as Primícias de seu Espírito Santo.


 O Amor é o Dom Supremo

E Eu passo a mostrar-vos agora

Um caminho sobremodo excelente.

(I Coríntios 12)


É uma lição muito simples, mas bem difícil de aprender, pois requer atitude prática e não aprendizado teórico APENAS, a resposta da Criança e do velhinho na primeira estorinha acima nos mostra uma verdade bem concreta e fácil de perceber, Deus realmente se faz presente no irmão que  doa tanto quanto também naquele que recebe, isto é uma reciprocidade, quem doa acaba percebendo que recebeu bem mais do que doou.


Na barraquinha da RCC que realizamos neste final de semana (12/09/09), eu e minha esposa ficamos responsáveis pelo churrasquinho acompanhando uma outra pessoa que havia sido voluntária para o serviço, que está recebendo sua Graduação na ”Chácara Jesus Cura” agora dia (20/09/09).    Ele era Católico quando criança, se tornou evangélico e depois envolveu-se com drogas afastando-se de tudo e até mesmo perdendo emprego, família entre outras coisas mais importantes.

Mas já está totalmente entusiasmado e disposto a ajudar em todas os trabalhos da RCC, já fez dois encontros fechado, testemunhou em outros dois, fez o curso de fé Católica e se ofereceu para ajudar na nossa festa.   Ele trabalhou muito, bem mais do que eu, chegou mais cedo e saiu mais tarde, foi e voltou a pé e eu pude ver em sua face a alegria de ter-se doado a um trabalho que salvará muitas outras pessoas das drogas como ele mesmo foi salvo, toda dedicação seria “comparavelmente” pouca em troca da nova vida que ele recebeu de Jesus e todo seu trabalho e cansaço lhe rendeu muito mais alegria do que qualquer coisa que este mundo poderia lhe dar.

Vendo sua alegria e seu sorriso, me lembrei desta estorinha e das palavras Bíblicas de São Lucas no Capítulo seis, que se resumem em:  “Existe muito mais alegria em dar do que em receber…”; Palavras também presentes na Oração de São Francisco de Assis.


38. Dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.

(São Lucas 6 )



Se todo Cristão aprendesse pelo menos este Capítulo de São Lucas, a metade dos  problemas do mundo estariam resolvidos.

E nós também chegaríamos em casa com um sorriso estampado da mais pura felicidade de ter-se encontrado com nosso Pai de Amor pessoalmente.

Sizenando...  Presentepravoce


CHÁCARA JEUS CURA COMO UMA BOMBA


2 2 2





AS 7 VERDADES DO BAMBU.


Pe. Leo escreve em

“Buscai as coisas do alto”

As sete verdades do bambu – Slaid.PPT


Padre_Bambu


bambu Homenagem a Padre Leo em PPS.

As sete Verdades

Do Bambú

Homenagem

a Padre Léo


Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

_ Vovô, corre aqui! me explica como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com vento e com a chuva, e este bambu tão fraco continua de pé?

_ Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.


Bambu


A primeira verdade que o bambu nos ensina e a mais importante: humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus e na oração.

Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas, antes de crescer, ele permite que nasçam outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. E estão sempre grudados uns nos outros, tanto que, de longe, parecem uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

A quinta verdade é que o bambu é cheio de nós` ( e não de eu`s). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a DEUS que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta verdade é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preencha, que roube nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.

Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é exatamente o titulo do livro: ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto. Essa é a sua meta.



Créditos: Retirado do livro

(Padre Léo)

Buscai as coisas do alto”

As sete verdades do bambu ppt

Padre Leo Conta a estória do Papagaio Marrom.


bambu Homenagem a Padre Leo em PPS.

A Samambaia e o Baubú – PPS

Homenagem

a Padre Léo



http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg

Qual deveria ser O Melhor Presente?



Quando se aproxima uma data importante, como Dias Das Mães, Dia Dos Pais, Dia Dos Namorados, Dia Das Crianças, Natal, Chá de Panela ou o Dia do Aniversário do Meu Grande Amor.

Bate uma Dúvida no Coração e não conseguimos escolher um bom Presente para a pessoa que tanto amamos.  A Muito tempo atrás li um livro que se chamava “O Valor das Pequeninas Coisas”, coisas que passam desapercebidas aos nossos olhos mas fazem um grande sucesso com o coração, por isso não será um enorme e caro presente que tocará no coração, mas o amor com que este presente será dado, mesmo que seja um simples presentinho.


Padre Leo Conta a estória do

Papagaio Marrom  e outras.

201.500

Textos Padre Léo


Ou siga lendo esta história de um garotinho.

Um garoto pobre, com cerca de doze anos de idade, vestido e calçado de forma humilde, entra na loja, escolhe um sabonete comum e pede ao proprietário que embrulhe para presente e diz com orgulho:


presente-verm.jpg


– É para minha mãe!

O dono da loja ficou comovido diante da singeleza daquele presente. Olhou com piedade para o seu freguês e, sentindo uma grande compaixão, teve vontade de ajudá-lo.

Pensou que poderia embrulhar, junto com o sabonete comum, algum artigo mais significativo. Entretanto, ficou indeciso: ora olhava para o garoto, ora para os artigos que tinha em sua loja. Devia ou não fazer? O coração dizia sim, a mente dizia não.

O garoto, notando a indecisão do homem, pensou que ele estivesse duvidando de sua capacidade de pagar. Colocou a mão no bolso, retirou as moedinhas que dispunha e as colocou sobre o balcão.
O homem ficou ainda mais comovido quando viu as moedas, de valor tão insignificante e continuava seu conflito mental. Em sua intimidade concluíra que, se o garoto pudesse, ele compraria algo bem melhor para sua mãe.
Lembrou de sua própria mãe. Fora pobre e muitas vezes, em sua infância e adolescência, também desejara presentear sua mãe. Quando conseguiu emprego, ela já havia partido para o mundo espiritual.
O garoto, com aquele gesto, estava mexendo nas profundezas dos seus sentimentos.
Do outro lado do balcão, o menino começou a ficar ansioso. Alguma coisa parecia estar errada. Por que o homem não embrulhava logo o sabonete? Ele já escolhera, pedira para embrulhar e até tinha mostrado as moedas para o pagamento… por que a demora? qual o problema?

No campo da emoção, dois sentimentos se entreolhavam: a compaixão do lado do homem, a desconfiança por parte do garoto. Impaciente, ele
perguntou:

-Moço, está faltando alguma coisa?

– Não, _ respondeu o proprietário da loja. “É que de repente me lembrei de minha mãe. Ela morreu quando eu ainda era muito jovem. Sempre quis
dar um presente para ela, mas, desempregado, nunca consegui comprar nada.”Na espontaneidade de seus 12 anos, perguntou o menino:

-Nem um sabonete?

O homem se calou. Refletiu um pouco e desistiu da ideia de melhorar o presente do garoto. Embrulhou o sabonete com o melhor papel que tinha na loja, colocou uma fita e despachou o freguês sem responder mais nada.
A sós, pôs-se a pensar. Como é que nunca pensara em dar algo pequeno e simples para sua mãe? Sempre entendera que presente tinha que ser
alguma coisa significativa, tanto assim que, minutos antes, sentira piedade da singela compra e pensara em melhorar o presente adquirido.

Comovido, entendeu que naquele dia tinha recebido uma grande lição. Junto com o sabonete do menino, seguia algo muito mais importante e
grandioso, o melhor de todos os presentes:

O gesto de amor!


O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
AS SETE VERDADES DO BAMBÚ

Buscai as coisas do Alto.



Este Livro de Padre Léo continua mantendo o primeiro lugar de vendas na Canção Nova, já está na sua 51ª edição e promete muitas outras edições para o futuro já que você ainda não adquiriu um pra você e para o seu melhor amigo.




É preciso ter uma meta, e a nossa meta é muito grande. Quem se acostuma com coisa pequena não pode ir para o céu. O céu é para quem sonha grande, pensa grande, ama grande e tem a coragem de viver pequeno. Isso é o céu.”Encontrar uma meta e manter o passo firme em direção às coisas que estão no Alto é próprio daqueles que sabem superar os desafios e que não se deixam abater diante das dificuldades. Para aqueles que não querem parar nem desanimar diante dos problemas, eis o ensinamento de Pe. Léo: é preciso continuar!

Em Buscai as coisas do Alto, o autor nos mostra a importância de encontrar o sentido para a nossa existência e de prosseguir no caminho, mesmo em meio à dor. É no Alto que está a nossa meta e é por ela que devemos lutar.

Para alcançar as coisas do alto, precisamos cultivar a paz. E essa paz também é no sentido interior. Ela não significa que você vai estar todo dia alegre, todo dia feliz. O triunfo da paz significa uma conquista; significa que vamos passar por problemas, por dificuldades. Em alguns dias, você vai estar para baixo e não com a mesma disposição de sempre, porque você é humano e precisa colocar o pé no chão, mas os olhos devem estar fixos em nosso alvo, Jesus. Ele é nossa paz, nosso modelo.


Veja o Texto no Vídeo com Pe. Léo


Palestra  de  Padre   Léo


Veja_mais_no_facebook_presentepravoce Veja_mais_no_facebook_presentepravoce
Buscar_as_coisas_do_alto Buscar_as_coisas_do_alto_2

“Se, portanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus.”

(Colossenses 3,1)



Créditos: Retirado do livro de

(Padre Léo)

Buscai as coisas do alto”

As sete verdades do bambu ppt

Comprar



Novo => O Cristo Disfarçado.


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg