Dinâmica – Apresentação dos Frutos do Espírito.



Conhecer os Doze Principais Frutos do Espírito Santo.


A Dinâmica leva em consideração que os participantes não conheçam os FRUTOS do Espírito, ou que pelo menos os conheçam parcialmente, se conhecerem também não terá problema nenhum em executá-la.

Por não conhecerem os nomes dos frutos do Espírito, a movimentação e o esforço para descobrir cada nome na dinâmica levará a uma memorização de cada um deles.

wallpaper-fruto-espirito_1920x1200

1. Material necessário:


Indicações: Para grupos de Jovens, crianças, adultos, catequese, encontros fechados e grupos abertos.

Objetivo: Apresentar e memorizar os Doze Principais Frutos do Espírito Santo de uma maneira descontraída e animada, como recreação, complemento de palestra anterior ou posterior sobre o tema.

Descrição:

Escreva os nome de nove ou doze FRUTOS em uma cartolina com letras grandes e depois recorte cada letra em separado.

Caridade “Amor”, Alegria, Paz, Longanimidade, Paciência, Benignidade, Bondade, Fidelidade, Domínio Próprio, Brandura, Temperança, Afabilidade “Mansidão”, Modéstia, Castidade e etc.

Total = (+ 100) letras

Obs: Podem ser letras diferentes e cores diferentes, se as cores e letras ficarem trocadas nas palavras não terá importância, mas se quiser facilitar a dinâmica escreva cada palavra em uma cor diferente.

Para crianças facilite associando uma fruta com um nome e escreva em frutas diferentes .


Temos um total de mais de 100 letras logo o Grupo pode ser entre 50 e 130 pessoas, caso o grupo for menor pode abolir alguns frutos ou cada um poderá pegar duas letras e se for maior alguns terão que ficar sem nada.

Misture bem e embaralhe as letras:

Opção 1: Entregue uma letra a cada um dos participantes.

Opção 2: Mande que cada um busque uma letra dentro de uma caixa ou saco fechado.

Quando todos estiverem com as letras na mão ainda não saberão do que se trata, é neste momento que alguém poderá fazer uma introdução sobre o tema “Frutos do Espírito”, desde que não cite o nome de nenhum deles deixando para completar a reflexão apos a dinâmica.


Dinâmica:


Como cada um tem uma letra na mão sem nenhuma conexão uma com a outra, você pedirá para que formem um grupo para cada palavra escolhida “FRUTO” a ser formado e que cada grupo deverá formar uma palavra que contenha o nome de um Fruto do Espírito Santo.

Obs. Geralmente alguém saberá pelo menos uma palavra e quando forem formando as palavras se tornará mais fácil para os restantes.

Facilitador: em caso de não saberem nada sobre o tema o líder poderá dar dicas para auxiliar a solução, de preferência deixar quebrar um pouco a cabeça desde que não exceda 00:05 mm para não dispersar o grupo e perder o foco.

DICAS: Facilitador: Palavras Cruzadas:

Obs: Se você tiver um mural ou um quadro negro, utilize-o para colar as palavras formadas.

Objetivo: Entrosar o grupo, provocar comunicação, despertar liderança e etc.

Juiz: O coordenador ou responsável pela dinâmica deverá julgar se a palavra está correta ou não.

Opções:

Prêmio: Oferecer um prêmio ao grupo que formar a primeira palavra.

Prenda: O ultimo a formar a palavra pagará uma prenda.

Apresentação: Pode se colar a palavra em um quadro ou segura-la nas mãos enquanto o grupo se apresenta e fala sobre o FRUTO que foi formado no grupo.

Objetivo 2: Cada grupo que formar uma palavra receberá um pequeno texto sobre o seu Dom e alguém do grupo deverá ler e ou também se possível explicar o que leu.


Conclusão:

O apresentador da Dinâmica deve finalizar o tema com a conclusão da reflexão sobre o tema apresentado.

Palavras cruzadas:

Veja texto em outro Post ou Power point em anexo.


wallpaper-fruto-espirito_1920x1200

Fruto_do_Espirito Oração_ao_espirito_santo
Fruto_Espírito Luz_do_espirito_santo Balao_Espírito_Santo


O Fruto do Espírito.



Meditação Em Power Point sobre os frutos do Espírito Santo e a necessidade de se produzir bons frutos, pois são através deles que se conhece uma boa árvore, já que aquela árvore que produz maus frutos estão destinadas ao fogo eterno pois já estão mortas.

Leia o texto:


Fruto_Espírito

“Os Frutos do Espírito Santo”

1. E, semeando, parte da semente caiu ao longo do caminho; os pássaros vieram e a comeram. Outra parte caiu em solo pedregoso, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque a terra era pouco profunda. Logo, porém, que o sol nasceu, queimou-se, por falta de raízes. Outras sementes caíram entre os espinhos: os espinhos cresceram e as sufocaram.

(São Mateus 13,4-7)

2. Caíram em terra boa: deram frutos, cem por um, sessenta por um, trinta por um. Aquele que tem ouvidos, ouça. (São Mateus 13,8-9)

3. “Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem- se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos? Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma Árvore má, bons frutos. (S. Mateus 7,16-18)

4. Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. Eu assim vos constituí, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vos conceda

5. Um certo dia Jesus encontrou uma Figueira no caminho, muito bonita e frondosa, sentiu fome e procurou frutos nesta boa árvore, porém não encontrou nenhum fruto. Disse então, Jamais alguém coma fruto de ti…” Um certo dia Jesus encontrou uma Figueira no caminho, muito bonita e frondosa, sentiu fome e procurou frutos nesta boa árvore, porém não encontrou nenhum fruto. Disse então, Jamais alguém coma fruto de ti…”

6. “Ele é como a árvore plantada na margem das águas correntes: dá fruto na época própria, sua folhagem não murchará jamais. Tudo o que empreende, prospera.” (Salmos 1,3)

7. “Tal é a convicção que temos em Deus por Cristo. Não que sejamos capazes por nós mesmos de ter algum pensamento, como de nós mesmos. Ele é que nos fez aptos para ser ministros da Nova Aliança, não a da letra, e sim a do Espírito. Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica.” (II Cor 3,4-6)

8. “…Os desejos da carne se opõem aos do Espírito, e estes aos da carne; pois são contrários uns aos outros. … 18. Se, porém, vos deixais guiar pelo Espírito, não estais sob a lei. … 22. Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança. Contra estas coisas não há lei.”

9. “Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma.” (S. Tiago 2,17)


Fruto_Espírito


10. Quem vencerá? (Gal 5,16-17) Amor, Alegria, Paz, Longanimidade, Benignidade, Bondade, Fidelidade (Fé), Mansidão, Domínio Próprio. adultério fornicação impureza lascívia Idolatria feitiçaria inimizades porfias emulações iras, pelejas dissensões heresias Invejas homicídios bebedices glutonarias.

11. JESUS CRISTO: 1. Demonstrou dando sua vida pela humanidade (S. João 13,1); 2. Transmitiu aos pobres, oprimidos e abatidos (S. Lc 4,18); 3. Deixou-nos sua PAZ (S. João 14,27); 4. Foi PACIENTE com seus discípulos e com as multidões que o seguiam (S. Mt 5,1); 5. Demonstrou sua BONDADE multiplicando pães e peixes, curando, libertando oprimidos (S. Lc 4,18); 6. Vemos sua BENIGNIDADE quando Ele perdoou e amou até mesmo os que O crucificaram (S. Lc 23,24); 7. Foi FIEL até a morte (Fl 2,8); 8. Ele era MANSO e humilde de coração (S. Mt 11,29); 9. Demonstrou DOMÍNIO PRÓPRIO sempre; Em tudo foi tentado, mas nunca pecou (Hb 4,15)

12. adultério fornicação impureza lascívia Idolatria feitiçaria inimizades porfias emulações iras, pelejas dissensões heresias Invejas homicídios bebedices glutonarias Se não deixarmos o Espírito Santo controlar nossa vida fatalmente a carne produzirá as obras dela em nós: Digo, pois: deixai-vos conduzir pelo Espírito, e não satisfareis os apetites da carne. (Gal 5,16)

13. • Não basta você dizer que acredita e é cristão, você precisa produzir bons frutos e boas obras de fé. • Jesus o libertou do pecado para que as obras da carne não dominem mais a sua vida. • Todos os dias temos que escolher viver a liberdade em CRISTO e não nos sujeitar à escravidão do pecado. • Jesus enviou o Espírito Santo em sobre todos os seus escolhidos para que possamos produzir bons frutos segundo a sua vontade.

14. 

Sizenando – segunda-feira, 27 de junho de 2016


Fruto_do_Espirito

Frutos do Espírito

Outros post’s



POWER POINT NO SLIDESHARE

BAIXE PARA MELHOR ACOMPANHAR A ANIMAÇÃO



Link’s para outras Mensagens:


Templo_Coração_2 Frutos_do_Espírito Arvore_sem_frutos
Todo_amor_da_fruto http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 Pentecostes_pomba_g

Dinâmica – Provai e vede.



“Provai e vede como o Senhor é bom, feliz o homem que se refugia junto dele.”

(Salmo 33,9)”


Uvas_maduras_verdes.jpg




DINÂMICA:


Sentir o Sabor do Espírito Santo de Deus.


Participantes: indefinido.
Tempo Estimado: 15 minutos.
Material: Uvas ou balas .
Descrição: O coordenador deve falar um pouco do Espírito Santo para o grupo. Depois o coordenador da dinâmica deve mostrar o cacho de uva e perguntar a cada um como ele acha que esta o sabor destas uvas.

Opção de texto:(*)

Obviamente aparecerão opiniões diferentes a respeito do sabor das uvas apresentadas,

Como: acho que esta doce, que esta azeda, que está verde, que esta suculenta etc.

Ponderar um pouco sobre a variação das opiniões divergentes e ou discordantes devido ao fato de ninguém ter ainda provado o sabor das uvas apresentadas apesar de todos já terem um dia na vida experimentado o sabor de uma uva.

Salientar que: Não se pode amar aquilo que não se conhece, não dá para garantir o sabor de algo que não se experimentou anteriormente, apenas podemos dar opiniões.

Após todos terem respondido, o coordenador entrega uma uva para cada dos participantes e made que experimentem.

Então o coordenador deve repetir a pergunta:

(como esta o sabor desta uva?).

E agora, qual sua opinião a respeito do sabor destas uvas?

Mensagem: Só saberemos o sabor do Espírito Santo se provarmos e deixarmos agir em nós.



Fruto_do_Espirito Alimento_Espiritual_Autêntico Vinde e vede
Experiência_com_Deus Aspirais_aos_Dons_Espirituais Experiência
Extase_cume_da_oracao Repouso_no_Espírito_2 Arvore_sem_frutos

Provai_e_vede


Sentindo a Presença de Deus!



Arrepios, calor nas mãos e no coração, aumento da pulsação cardíaca, tremor, leveza no corpo e na alma, repouso no Espírito e outras manifestações que causam apreensões e duvidas na maioria das pessoas que as sentem pela primeira vez.

O que poderia significar essas sensações?

E quando se relacionam com momentos de Oração?


Extase_cume_da_oracao



Religião:

O objetivo de qualquer RELIGIÃO (*) é ligar o homem a Deus ou seja, refazer a amizade perdida e reunir a criatura com seu criador causando o efeito inverso do  episódio narrado a respeito do pecado de Adão e Eva quando foram expulsos do paraíso que causou o afastamento do Homem de Deus como sua consequência principal.

Assim sendo, o objetivo primordial da Igreja é levar o homem a ter uma comunhão com Deus restabelecendo o relacionamento de Pai e filho que foi quebrado como efeito do pecado, sendo que precisamos compreender que Deus não está longe de nós, mas pode ser alcançado por todo aquele que o busca. (“Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração.” “Jeremias 29,13”)

Deus se revela como uma pessoa, revela seu filho como uma pessoa visível e presente junto de nós e comprova que o Espírito Santo também é uma pessoa e também estaria presente no meio de seu povo, é estranho porém não reconhecer que esse Deus “PESSOA” não poderia ser tocado ou ouvido, visto ou sentido, saboreado ou experimentado!   Se somos pessoas sensíveis, logo seria mais do que normal sentir o toque da pessoa que está ao nosso lado, se assim não fosse, certamente iremos interpretar que realmente não existe ninguém do nosso lado.   A Fé nos garante que os nossos sentimentos não nos enganam e que realmente podemos experimentar a presença Real de Jesus no meio de Nós quando nos reunimos em seu nome em ADORAÇÃO.

Perguntas: ???

Muitas pessoas procuram respostas e conhecimento sobre sensações que se afloram nos momentos de louvor, adoração, oração e até mesmo durante uma pregação da palavra quando estamos reunidos em nome de Jesus na Igreja ou fora dela.   

É muito comum entre nós, principalmente entre aqueles que já estão a mais tempo na atividade da pregação ou ministrando louvor em encontros e grupos de oração dizer que “ARREPIAMOS” quando acontece um forte impacto na pregação ou um bom momento de louvor em que uma música bem ministrada causa um clima de proximidade e ação de Deus entre nós, as vezes pode parecer uma simples brincadeira, mas dizemos assim porque a sensação de arrepiar ou sentir um bom momento de oração se manifesta em todos nós e não apenas naqueles que procuram saber suas causas e efeitos.  Estes sentimentos humanos também se manifestam naqueles que ficam em silêncio, porque já estão acostumados ou porque se assustam e preferem negar suas emoções e sentimentos humanos.

A negativa e a tentativa de amortizar a evidência dessas sensações é muito comum entre nós e principalmente nas vertentes mais tradicionalistas da Igreja que criticam o lado “Pentecostal” que dá mais ênfase às moções do Espírito Santo entre nós.    Esta vertente tradicionalista diz que as emoções são causadas pelos ministrantes, ou seja, são provocadas intencionalmente nas pessoas que estão presentes por ações psicológicas, porém podemos dizer que as emoções estão presentes em todos os seres humanos e o que as aflora em nossa pele não é a vontade de outra pessoa externa e sim a reação de nosso próprio ser interior, de nossa alma e de nosso espírito humano.


OS_CINCO_SENTIDOS


Os Sentidos:

Estudamos na escola que o corpo humano possui cinco sentidos que são eles; Audição, Tato, Paladar, Olfato e Visão. mas a sensibilidade do corpo humano não se resume apenas a estes 5 sentidos por isso há quem acrescente também um 6º sentido espiritual relacionado as sensações não ligadas ao corpo.   Muitas reações de nosso corpo físico não são justificadas por esses cinco sentidos carnais, um arrepio pode ser causado por uma brisa fria, mas pode ser causado também pelo toque de alguém que se ama e a simples proximidade desta pessoa pode lhe causar muitas emoções e sensações.  Assim podemos justificar também um toque de Deus em nossa alma e espírito.   Mesmo que Deus não esteja materializado do meu lado Ele te ama e quer que você saiba disso, pois bem, sabemos que Deus é Espírito e seu toque não ocorre no corpo físico e sim no corpo espiritual, porém esse toque de Deus causa uma reação tanto na alma como também externamente em nosso corpo físico.

As emoções fazem parte do ser humano “Completo” (corpo, alma e espírito) e não se pode separar a alma do corpo a não ser pela morte física.   Estas emoções estão presentes em nossa vida em todas as situações, a sensação de alegria e felicidade se manifestam quando nos sentimos bem, fato que geralmente acontece quando nos aproximamos mais de Deus e confiamos em seu amor e por assim dizer quando um momento de louvor eleva a nossa alma e nosso espírito à um estágio de sensação agradável de estar na presença de Deus. Normalmente as nossas emoções se afloram automaticamente sem ser necessário a intervenção de uma outra pessoa, neste caso reconhecemos que a função de um bom ministro de louvor seria exatamente elevar o nível de proximidade entre Deus e as pessoas presentes.   Quando isso ocorre com perfeição os corações se abrem e Deus pode agir com liberdade no publico presente e neste caso cada pessoa em particular poderá ter uma sensação diferente; tem aqueles que apenas sentem um leve toque de Deus, tem aqueles que são profundamente tocados e tem aqueles que nada sentem sem se referir àqueles que fogem da presença de Deus que apesar de ser uma minoria devemos confessar que elas existem de fato já que uma pessoa com histórico de possessão não consegue permanecer em um ambiente em que Deus é exaltado e louvado.


Fato: (São João 3,19) – Nicodemos vai falar com Jesus.


nicodemos-e-jesusOra, este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz, pois as suas obras eram más. 20. Porquanto todo aquele que faz o mal odeia a luz e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. 21. Mas aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus.


No passado muitas pessoas desejaram “VER” a Deus, (Tem que ver para crer) uma dessas pessoas foi Moisés que como diz a escritura bíblica foi o único ser humano que mais se aproximou desse objetivo a ponto de estar escrito que “Moisés falava com Deus Face a Face”, porém as traduções deixam bem claro que este “face a face” não se referia a “frente a frente fisicamente” e sim a um diálogo franco, aberto e sem segredos como dois amigos se relacionam, seria mais uma questão de intimidade do que de visibilidade, esta verdade fica evidente quando o mesmo Moisés pede ao Senhor para vê-lo.  

Está escrito: “Ninguém jamais viu a Deus (S. João 1,18)”, nem mesmo Moisés que tinha a maior intimidade com Ele e lhe foi permitido apenas contemplar a sua glória através da fenda de uma rocha.

São João ao escrever esta frase se referia exatamente ao fato de que aquele Deus invisível que jamais foi contemplado por um ser humano anteriormente agora poderia ser sentido, ouvido, visto, tocado e para completar os cinco sentidos do corpo humano poderia até ser saboreado como VINHO NOVO e o verdadeiro pão do Céu, completando-se assim o sentido da frase “SER CONHECIDO PLENAMENTE” “Face a Face”.    Esta revelação Divina acontece através da encarnação de Jesus e a sua presença viva nesta terra, porém os filhos escolhidos de Deus não o reconheceram e tudo culminou na eliminação deste filho tão amado do Pai que muito mais do que uma morte na cruz significou a rejeição pessoal daquele povo escolhido.   Não receberam o seu Deus em seu meio e em seus corações, não experimentaram verdadeiramente aquilo que Moisés havia experimentado em se mais alto sentido. 

Jesus se refere a este fato falando a Nicodemos: “Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu, o Filho do Homem que está no céu”. (S. João 3,13)”, depois a Felipe “Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai ?” (S. João 14,9) e por ultimo a São Tomé dizendo “ bem-aventurados os que não viram e creram.(S. João 20)” se referindo ainda ao fato de que: (S. Lucas 10,24). “pois vos digo que muitos profetas e reis desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram.”

Jesus é o Deus encarnado, aquele mesmo Deus criador do céu e da terra que Moisés desejou ver e não viu, Jesus desceu de seu trono e se fez homem como nós.   Sem deixar de ser Deus caminhou entre nós e manifestou o seu poder para que todos pudessem reconhecê-lo como o verdadeiro Deus e apesar de que muitas pessoas não acreditaram nesta possibilidade o tendo apenas como um Profeta enviado por Deus os seus amigos mais próximos (Discípulos) confessaram verbalmente (São Pedro – Tu és o cristo) que Jesus Cristo era realmente o Messias enviado por Deus, porém a missão de Jesus na terra tinha o seu tempo programado e apesar de ter que voltar para o Pai deixaria em seu lugar outra pessoa que da mesma forma que Ele seria o nosso apoio e sustentáculo, seria aquele que permaneceria conosco até o fim dos tempos.   Esta pessoa que conhecemos como: “ O Paráclito” ou seja o Espírito Santo de Deus conforme fora prometido no passado estaria presente no meio de nós, porém as pessoas podem dizer que não o vêem e nem o reconhecem, mas a sua presença é sensível e audível e pode até ser visível, Ele se faz ouvir e se faz ser percebido através de sua unção ou de seu toque, assim como toda sensibilidade humana ela ocorre através de nossas emoções e sentidos da carne, mas podem ser facilmente percebidos, discernidos e separados de outros meros sentimentos humanos relacionados os 5 sentidos da carne.   Não se esqueça que o Espírito Santo também é uma pessoa e como toda pessoa pode ser percebido assim como Jesus foi reconhecido em nosso meio por muitas pessoas e apesar de todos os seus milagres muitos também preferiram negar a sua presença e até os dias de hoje preferem dizer que o Messias não veio ainda a esta terra.

Quando Jesus foi batizado, o Espírito Santo desceu de maneira visível sobre Ele em forma de uma pomba branca e se ouviu a voz de Deus confirmando esta visão, da mesma forma, no dia de Pentecostes o Espírito Santo se manifestou como um vento impetuoso e desceu sobre cada um deles de maneira visível em forma de uma chama ardente.   Estes são sinais visíveis e audíveis sem levar em consideração os sinais sensíveis da presença do Espírito Santo entre nós.

Testemunho dos dois Discípulos de Emaus:

(São Lucas 24, 32) “Diziam então um para o outro: Não se nos ABRASAVA o coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?”

Esta frase pode ser traduzida por aumento na pulsação e calor no peito, outros sinais podem ter acorrido mesmo que não foram citados no texto.

E Seus olhos se abriram ao Partir do Pão.

Jesus partindo o Pão com os Discípuulos de Emaús.

Podemos dizer então que nos dias atuais o Espírito Santo como um bom hóspede da alma prefere se manifestar mais discretamente e como Ele está dentro de nosso ser a nossa sensibilidade é sempre pessoal, ou seja, se Deus age em você, dentro de seu coração será evidente que não aparecerá um sinal visível externamente e sim um sensação interna em seu corpo como descreveram os Discípulos de Emaús.

Cuidados com o Discernimento:

Há pessoas que contestam essas sensações e de tanto falar que é errado sentir calor ou arrepio porque são meras sensações humanas as pessoas acabam ficando insensíveis ao Espírito Santo, pois o confundem com emoções humanas e não lhe dão mais crédito.

Existem também aqueles que acham que se não sentirem um arrepio, um calor, um tremor é porque o Espírito Santo não se manifestou, mas isso não é verdade e precisamos saber que Deus estará sempre presente independentemente de nossas sensações. (*) outro Post específico.

Levamos também em consideração que quanto mais presentes estivermos na graça menos sensível ela se tornará, não porque ela deixará de agir, mas porque já estaremos mergulhados em sua presença constantemente.   Quando alguém entra em uma piscina de água fria ele sentirá um arrepio subindo pelo corpo, mas se ele estiver dentro desta água a algum tempo já não sentirá mais este arrepio, da mesma forma acontece conosco e por isso as nossas sensações tendem a diminuir com o nosso tempo de caminhada e só sentiremos algo a mais quando o nível de presença de Deus exceder as nossas expectativas e assim podemos mais uma vez experimentar as sensações do primeiro amor.

Outras considerações sobre o tema:

Êxtase: literalmente quer dizer arrebatar-se, desprender-se subitamente, sair de si, elevar-se.  (sit. Wilkpédia). O sentido da palavra porém tem se ampliado para outras formas de arrebatamento, mas no nosso caso basta saber que seria atingir o alvo primordial do espírito humano ao entrar em oração cujo cerne se concentra em estar em plena comunhão com Deus.

O Repouso no Espírito: Veja os Post’s sobre o tema.

Unção do Espírito: Alguns sinais da unção do Espírito Santo.


Fruto_do_Espirito Alimento_Espiritual_Autêntico
Experiência_com_Deus Aspirais_aos_Dons_Espirituais Vem_Espirito

O Grupo de oração em minha vida.


Renata_CrispimQuisera eu ser uma poetisa para dizer de maneira tão bela o quanto encontrar o Grupo de Oração São José foi importante em minha vida, mas talvez as palavras não caberiam neste singelo papel, afinal são incontáveis os diversos sentimentos que aprendi a exercitar participando deste grupo. Mesmo assim peço-lhes licença e a liberdade em relatar uma pequena parte desta importância que surgiu em meu caminho.


Nunca esqueci de que um dia minha mãe me disse que devíamos sempre procurar participar da igreja, afinal se não fôssemos pelo amor, iríamos pela Dor… Desta maneira quando criança e no decorrer da minha vida, nós participávamos , mas não de uma maneira fervorosa como hoje venho seguindo.

Foi quando certo dia, após enfrentar uma decepção na qual não havia justificativa a meus olhos, sem explicação, fiquei muito abalada sentimentalmente e então comecei a frequentar mais assiduamente a igreja.

Eu tentava não demonstrar meus sentimentos, tanto que não comentava com ninguém a situação, mas acho que a tristeza com o tempo foi se tornando um coração literalmente “duro”.

Neste período, um dia fui convidada por uma colega a conhecer o grupo de oração (São José).Pensei bem antes de aceitar, foi quando senti forte bater meu coração, hoje julgo ter sido um anjo enviado por Deus para me salvar, parecia que algo queria me dizer: Filha vai.. Daí aceitei o convite, e naquele dia mesmo fui ao nosso primeiro encontro.

Naquela noite aconteceu algo que eu jamais havia sentido, fui realmente tocada e eu sentia muito forte a presença de Jesus Cristo me dando as mãos com toda a força. Lágrimas corriam em minha face sem sessar e quando de repente uma mão de um irmão tocou minha cabeça, eu tinha somente uma imagem, uma família linda ( José, Maria e Jesus ), realmente a sagrada família, na qual através daquele irmão , me estendeu a sua mão fazendo com que a dor que eu carregava em meu coração amenizasse.

Toda aquela angústia e solidão iam se extinguindo de acordo com o que eu participava a cada semana, a cada dia que nos encontrávamos na casa do senhor, uma igreja tão acolhedora, um lugar que eu sinceramente me sentia a melhor pessoa do mundo.

Nunca vou esquecer-me das palavras acolhedoras que recebi daí em diante: Deus tem maravilhas reservadas para você… Jesus te ama… Repouse nos braços do pai… A paz de Jesus… Que bom que você veio… Já estava com saudades… Oh Glória! Dentre várias outras. Tudo isso me motivava e fazia com que o amor à palavra de Deus tornasse realmente o meu pão de cada dia, essencial para o meu existir.

Foi quando comecei a me envolver e participar com frequência do Grupo de Oração, que hoje tenho a liberdade de dizer que foi mais uma família que ganhei. Família na qual foi esta que me estendeu as mãos sem qualquer interesse e me ensinou muito de uma maneira muito simples, que muitas vezes não damos total atenção, pois sempre há motivos para nos desculparmos ao invés de servir.

As amizades iam se formando, as coincidências aparecendo, os sinais da presença de Deus em minha vida se tornavam tão reais a ponto de fazer com que as pessoas que conviviam comigo percebessem que eu já não era mais a mesma Renata.

Comecei a ser convidada a participar de eventos da igreja, servindo sempre com toda disposição e carinho, me doando verdadeiramente ao serviço de Deus. Levando a sua palavra àqueles que mais necessitavam, ofertando meu sorriso aqueles que mais estavam carentes, e aprendendo a rezar o terço, no qual hoje não sei ficar um dia sequer sem ele.

A cada pregação que eu escutava, a cada palavra lida, a cada música que eu ouvia e tentava cantar, a cada louvor e agradecimento, tudo isto foi se tornando um novo ensinamento. Posso confirmar e agradecer a Deus pela oportunidade que estou tendo em me formar na melhor e mais bela faculdade.

Tudo isso foi surtindo efeito positivo, vários sinais surgiam para confirmar que Deus estava comigo naquele momento, isto me confortava, afinal antes de conhecer o grupo São José eu estava me sentindo literalmente sozinha. Hoje sei que Deus esta ao meu lado o tempo todo. Posso até muitas vezes ficar sozinha, mas eu não sou só, tenho o mais lindo e belo companheiro, aquele que é incapaz de me abandonar, sendo assim os espaços que antes estavam vazios em minha vida foi preenchido pelo Amor de Jesus Cristo e nossa família São José.

A alegria voltou a surgir em meu sorriso, Jesus Cristo me levantou, eu conseguia enxergar a felicidade em minha volta, mesmo não estando ao lado das pessoas que a todo o momento desejava que estivessem comigo, porque eu tinha a certeza que Deus me escutava e as protegiam para mim.

Estou tendo uma oportunidade incrível em minha vida, e espero retribuir resgatando outras pessoas que talvez estejam passando pela mesma situação que eu passei. Que eu possa através do grupo de oração São José ser canal da palavra de Deus e abraçar estas pessoas que necessitam do amor de Cristo em suas vidas. Gostaria de contribuir espalhando esta sementinha que germinou em mim em outros terrenos, regando, evangelizando pessoas, que infelizmente ainda não perceberam a luz que ilumina nosso caminho, mesmo em dias nublados.

Eu me entrego a ti Pai para poder ajudar a salvar vidas de uma maneira muito simples: o remédio aqui é um remédio que não me ensinaram a manipular na minha faculdade de farmácia pelo qual me formei, mas graças a Deus, estou tendo a oportunidade em aprender nesta faculdade de Deus, através do grupo de Oração São José, este sim me ensinou a fórmula mais bonita para preparar este medicamento, capaz de curar tantas pessoas, no qual necessitam da palavra de Deus. Esta fórmula além de bela não tem segredo é simplesmente isso que diz a palavra: “VEM E SEGUE-ME! SERVIR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO E AMAR AO PRÓXIMO ASSIM COMO JESUS NOS AMOU”

Para confirmar e realmente selar o amor que Deus tem por nós, foi revelado em: JOÃO 15, 16-17. Vale a pena ler depois esta passagem.

Nem ouro, nem prata seriam capazes de retribuir tudo o que o grupo de oração São José fez por mim. Somente a fé e perseverança no qual vocês me ensinaram buscar são capazes de contribuir aos serviços de Jesus. O que tenho a dizer é: eis me aqui senhor para ti servir, que meus pensamentos sejam voltados para ti, que meus olhos estejam aqui para observar quem necessita de ti, meus ouvidos para escutá-lo, minha boca para anunciar sua palavra, louvar e agradecer a ti por tudo em nossa vida, meu coração para senti-lo e amá-lo, meus braços para abraça-lo, bem como minhas mãos para trabalhar na casa do senhor.

Quero ser um exemplo onde quer que eu esteja testemunhando as maravilhas que Deus faz em minha vida. Vocês fazem parte de uma destas maravilhas que me foi concedida. Agradeço a vocês por não se cansarem de me ofertar o carinho que eu jamais receberia se não tivesse conhecido este grupo de oração São José, foi o carinho mais sincero que recebi nesta cidade (Goianésia). Com certeza meu coração pertence a Deus e a este grupo.

Portanto vocês descobriram o que o grupo de oração representa em minha vida?! A família que me faltava nesta cidade, que me ensina a viver a vida muito melhor e de maneira muito simples. É a luz que me ilumina meu dia. Um belo presente que recebi de DEUS… As adversidades surgem em nossos caminhos, muitas vezes também temos defeitos, aflições, anseios, limitações, dificuldades, falhamos em alguns momentos, mas a vontade de aprender e vencer supera todos os obstáculos quando temos um coração perseverante. Não tenho nem palavras para agradecê-los.

Gostaria de partilhar um acontecimento durante o meu primeiro dia de férias foi quando fui visitar meu pai, afinal era o aniversário dele (03/08), ele me disse que havia ganhado um presente, mas que não sabia como usá-lo e pediu para que eu o ensinasse. Desde já fiquei imaginando o que seria, foi quando ele me mostrou o lindo presente, o terço. Comecei a interceder para que nossa senhora me regasse de sabedoria para poder ensinar a meu pai como rezá-lo, afinal eu estava sem meu livrinho com os mistérios. Mas naquele momento eu senti uma imensa segurança e consegui colocar em um papel para meu pai, escrevi todos os mistérios, foi providência divina que me auxiliou. A cada ave-maria, lembrava-me de cada um de vocês do Grupo de Oração, e o quanto desejei tê-los naquele momento para me ajudar.

Durante estas minhas férias parei uns minutos para refletir o quanto Deus é maravilhoso, naquele lugar quanta perfeição Deus fez a natureza simplesmente linda: as ondas, o vento, a areia, o verde, o sol, a lua, enfim tudo havia a presença de Deus em cada detalhe. Durante o amanhecer ele aparecia para mim através do sol dizendo: tenha um bom dia filha, aproveite seu dia que foi com muito amor que preparei para você e ao entardecer ele também me dizia sei que tu queres um abraço, por isso vim te desejar um excelente entardecer e ao anoitecer através da lua e das estrelas, mais uma vez ele me dizia: lembre-se o quanto seu dia foi maravilhoso e não se esqueça de mim, pois estarei bem pertinho. É impossível não pensar e não sentir saudades das pessoas que agente realmente ama naquele lugar paradisíaco. Por isso me lembrei de vocês (grupo de oração São José) Obrigada Jesus! Obrigada grupo de oração São José! Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado. Estamos aqui reunidos e permaneceremos sempre unidos, em nome do pai, filho e espírito santo. Amém!

“A palavra mais verdadeira e que é capaz de consolar meu coração… Um poema de hora em hora é a prescrição que tenho o prazer de cumprir. Esta é a melhor receita para todos os momentos(JESUS)”.
Obrigada Jesus pela melhor companhia que eu poderia ter neste momento.

“Hoje ando devagar, porque já tive pressa e levo este sorriso, porque já chorei de mais… Hoje me sinto mais forte mais feliz quem sabe…” Tudo isto porque tenho Jesus na minha vida!

 

Renata Crispim

Grupo de Oração São José

Diocese de Uruaçu-GO

http://www.rccbrasil.org.br/institucional/artigos/1039-testemunho-o-grupo-de-oracao-e-onde-me-sinto-a-melhor-pessoa-do-mundo.html

Grupo de oração em minha vida


Ver_a_Deus Experimente_Jesus_no_Coracao
Pegadas_na_areia_MFP
Grupo_RCC rcc-brasil Conhecendo_jesus_pessoalmente

Dinâmica – Ver a Luz e sentir o Calor da chama do Espírito Santo.

DINÂMICA PARA FALAR SOBRE O ESPÍRITO SANTO



O Espírito Santo é a luz do Senhor


Vamos celebrar a Festa de Pentecostes. E falar sobre o Espírito Santo para as pessoas que ainda não têm maturidade na fé é sempre difícil, uma vez que é algo que se sente, não que se vê. Reconhecer a ação do Espírito Santo é uma experiência sensitiva, espiritual, para a qual as palavras são insuficientes.

Mas, podemos aplicar uma dinâmica que ajude os catequizandos a compreenderem de que forma o Espírito Santo age no coração das pessoas.


Luz_do_espirito_santo

1. Material necessário:


Vela_no_tuboUma vela

(pode ser uma velinha votiva)

Um pratinho

(para colocar a vela)


Um tubo redondo com 10 a 12 cm de diâmetro e 20 cm de altura, aberto nas duas pontas (pode ser um pedaço – 20 cm – de cano de água de 4 polegadas)

Um pedaço de cartão grosso ou madeira, maior que a boca do tubo.

No dia do Encontro:
Preparar o local de modo que as cadeiras fiquem em círculo, em volta de uma mesa. Depois da acolhida e da oração inicial, fazer a leitura do Evangelho de João 20, 19-22. Pedir aos catequizandos que reflitam sobre o que Jesus faz. Jesus soprou o Espírito Santo sobre os apóstolos e os enviou ao mundo para que? Essa ordem de Jesus foi apenas para aqueles que lá estavam? O Espírito Santo foi dado somente a eles? Mostrar que todos recebem o Espírito Santo pelo Batismo e pela Crisma.
Questionar: Se todos recebem o Espírito Santo, por que há pessoas que não vivem conforme o Espírito.


Dinâmica:


  1. Pedir a atenção de todos e mostrar a vela que está sobre a mesa. Dizer que essa vela acesa simboliza o Espírito Santo no coração das pessoas. Acender a vela e pedir que um de cada vez se aproxime e coloque a mão próxima da vela. Depois que todos fizeram a experiência, perguntar o que sentiram: calor, ardência. Comparar isso com o que sente aquele que tem o Espírito no coração e também o que sentem as outras pessoas que se aproximam deste, pois quem tem o Espírito no coração é acolhedor e solidário.
  2. Colocar a vela debaixo do tubo deixando a ponta de cima aberta. Pedir que um de cada vez se aproxime, encoste a mão no tubo, chegando próximo e olhando dentro. Depois que todos fizeram isso, perguntar se a vela ainda está acesa, se eles estão vendo ou se sentiram o calor da vela. Mostrar que a barreira que foi colocada impediu que a chama fosse vista ou seu calor fosse sentido. Comparar com aqueles que tendo o Espírito no coração, apesar de nutri-lo com orações (continuar ligado a Deus) não se abrem para as outras pessoas, mantendo o coração fechado. Mostrar que apesar da chama não se apagar, ela já não é mais tão forte, está fraca, sem calor.
  3. Tampar a parte de cima do tubo por alguns instantes, até que o ar que havia dentro dele seja consumido e a vela se apague. Enquanto isso questionar o que acontece com as pessoas que receberam o Espírito Santo, mas não manteve nem mesmo o contato com Deus. Destampar e deixar que cada um possa verificar que a vela se apagou. Comparar com as pessoas que se afastam de Deus e por isso não alimentam o Espírito que está no seu coração.

Explicar que o Espírito não foi embora, está lá, mas já não consegue aquecer o coração dessas pessoas. No entanto, se elas se aproximarem de Deus e das outras pessoas que estão repletas do Espírito, essa chama vai se acender novamente.

Conclusão:

Ler o texto do Pentecostes, Ato dos Apóstolos 2, 1-6, e mostrar que aqueles que recebem o Espírito Santo de Jesus devem ir ao mundo, às outras pessoas e dar testemunho do seu amor.


 

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 Sete_dons

A Armadura de Deus – Efésios 6 – para crianças.


VOCÊ PRECISA DE UMA ARMADURA!

Sim, mas não é qualquer Armadura…

É DA ARMADURA DE DEUS.

Efésios 6 em linguagem simples e descomplicada para crianças.


Armadura-criança-efesios-6


Efésios 6 para crianças é uma lição prática numa linguagem simples usando uma estória familiar como pano de fundo para crianças a respeito de todos os detalhes que o Cristão precisa tomar para estar pronto para enfrentar as consequências de sua missão nesta terra. as lutas e as batalhas do dia a dia contra todo mal e o pecado sendo alimentado e fortalecido pelo poder de Deus através da oração.


.


1. A ARMADURA DE DEUS!

Baseado em (Efésios 6, 10-17)

Apresentação para crianças

2. Joãozinho parecia estar sempre com problemas. Tentava fazer boas escolhas, mas sempre era mais fácil tomar más decisões.

3. Quando Sua mãe mandava limpar o seu quarto, ele preferia ficar no vídeo-game.

4. Quando seu pai pedia para tirar as folhas do quintal, preferia ficar brincando na caixa de areia.

5. Quando saia para acampar, se deparava com os perigos da floresta.

6. Quando saia para se divertir com os coleguinhas no parque, sempre acontecia algum acidente.

7. Um dia Joãozinho foi visitar seus avós. Estavam sentados no jardim conversando quando Joãozinho começou a contar para seu avô como sempre se metia em confusões e problemas.

8. Quando terminou seu avô disse: Eu sei do que você precisa… Você precisa de uma ARMADURA…

O Menino exclamou! UMA ARMADURA ?

9. Dando um salto de susto perguntou de novo: UMA ARMADURA ? Não era isso que os cavaleiros caçadores de dragões usavam na Idade média?


Knight posing in armor

Knight posing in armor


10. SIM … UMA ARMADURA ! Mas não seria uma Armadura qualquer Você precisa da Armadura de Deus !

– COMO ?

11. Pelo brilho nos olhos do avô o menino percebeu que logo ouviria uma boa lição… O velho se levantou e entrou para dentro de casa… – Ele ficou aguardando…

12. Ouvia alguns sons estranhos vindos de dentro da casa finalizando com um grande estrondo… O Avô retornou trazendo um grande saco nas costas … – O garoto ficou morrendo de curiosidade !

13. Tirou de lá um longo cinto antigo e disse: “Este é o cinto da verdade”. ele é uma proteção e vai amarrado como uma grande correia em torno de sua cintura. “Este cinto vai ajudar você a lembrar da verdade, e para dizer a verdade. ” “Jesus sempre dizia a verdade!”

14. Puxou para fora um par de sandálias velhas: Ele as calçou e ficou um pouco folgadas… Estas são as sandálias da prontidão: Você deve estar sempre pronto pra compartilhar a boa notícia do evangelho como disse Jesus. “Ide e evangelizai a toda Criatura”

15. Ao tirar então um grande colete de metal todo fechado e amarrado com correias nas bordas… “Esta é a couraça da justiça” Vai proteger seu coração e manter fora dele todo orgulho e avareza lembrando que: Jesus estará sempre com você.

16. Ouvi um tilintar de metal e de repente meu avô tirou daquele saco um grande escudo. “Este é o seu ESCUDO da Fé” Ele será de grande ajuda e a sua proteção contra os inimigos e todo o mal e te lembrará que: Jesus é o seu Salvador.

17. O saco ficou redondo e meu avô tirou para fora um objeto e o colocou em minha cabeça. “Este é o CAPACETE DA SALVAÇÃO” Ele protegerá sua cabeça e sua mente dos maus pensamentos e te lembrará que: Jesus morreu na cruz por seus pecados.

18. O saco parecia estar vazio, mas ainda restava um objeto grande e pontudo que até me assustou um pouco: “Esta é a sua Espada do Espírito” Ela é o conhecimento da palavra de Deus que é uma Espada de dois gumes que separa a alma do Espírito. Jesus cumpriu a Promessa do Pai nos entregando seu Espírito

19. Joãozinho ficou todo entusiasmado pegou o escudo e a espada e cortou o ar com um golpe. “Sentiu-se um Verdadeiro Soldado pronto para a Batalha.” Seu avô o observa em silêncio e disse: Só falta uma pequena coisinha em sua Armadura…

20. O avô retirou do saco ainda três pedrinhas lisas e redondas. Elas rolaram em sua mão e depois ele as colocou em seu bolso dizendo: “Isto meu rapaz no seu bolso é o seu alimento, lembre-se de rezar sempre para fortalecer seu espírito e te fazer vitorioso nas batalhas.

21. Não se esqueça que o pequeno pastor de ovelhas chamado Davi sem nenhuma arma humana venceu o grande guerreiro Golias com toda sua Armadura. Davi por sua vez contava apenas com três pedrinhas que com a sabedoria Divina atingiu o inimigo em seu ponto mais fraco e venceu a batalha sem levantar a espada.


Knight posing in armor


22. Sobretudo confie sempre na sua oração.

23. Joãozinho tomou sua armadura e a vestiu estando totalmente preparado para a luta. “Assim poderei vencer os inimigos que tentam me afastar do caminho de Cristo. Nada é impossível para aquele que Crê e confia totalmente no poder de Deus.

24. A ARMADURA DE DEUS! Baseado em (Efésios 6, 10-17) CRÉDITOS: Apresentação original em inglés. por Stacy Hagler Esta versão: Presentepravoce Musica: Noites Traiçoeiras DR “Geice Brito” Fotos: Buscas na Web Uso gratuito para fins de ministério é permitido. Não deve ser distribuído com fins lucrativos.

25. segunda-feira, 23 de maio de 2016 4:23:13 Link’s para outras Mensagens 3-Suporta comigo os trabalhos, como bom soldado de Jesus Cristo. 4-Nenhum soldado pode implicar-se em negócios da vida civil, se quer agradar ao que o alistou. 5-Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as regras. (II Tim 2,3)



Revesti-vos da Armadura de Deus
O Alpinista Como_Orar


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 36.777 outros seguidores