Receita para uma vida Feliz!


(Ser Feliz não é um mero fruto do acaso e sim de uma decisão pessoal tomada todo dia!)


UMA LINDA LIÇÃO DE VIDA

Uma senhora idosa, elegante, bem vestida e penteada, estava de mudança para uma casa de repouso pois o marido com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.

A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas floridas que enfeitavam a janela.

- “Ah, eu adoro essas cortinas” – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

- “Mas a senhora ainda nem viu seu quarto…”

- “Nem preciso ver” – respondeu ela. – “Felicidade é algo que você decide por princípio. E eu já decidi que vou adorar! É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

Sabe, eu tenho duas escolhas: Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem…

Cada dia é um presente. E enquanto meus olhos abrirem, vou focalizá-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: Você só retira daquilo que você guardou. Portanto, lhe aconselho depositar um monte de alegria e felicidade na sua ‘conta de lembranças’. E como você vê, eu ainda continuo depositando.

Agora, se me permite, gostaria de lhe dar uma receita:

1- Jogue fora todas as coisas não essenciais para sua vida.

2- Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa… Não deixe seu cérebro desocupado.

3- Curta coisas simples.

4- Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego.

5- Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver.

6- Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta… pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for… Seu lar é o seu refúgio.

7- Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se está instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda.

8- Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades que tiver.

E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego…

de tanto rir… de surpresa… de êxtase… de felicidade !!!

Simples assim !!!”

(autor desconhecido)

(Um Desafio Para Mim e para Você)


SER FIEL ACIMA DE TUDO

SER FIEL ACIMA DE TUDO

Presentepravoce – Sizenando





EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais


Dinâmica da Pipoca

SAL DA TERRA


Dois Pesos e Duas Medidas.


(A Balança é fiel e não mente!)

A historia dos dois pesos e duas medidas é antiga, por isso colocamos aqui uma pequena historia que seria a prova de fraudes porque usa uma balança fiel incapaz de mentir ou fraudar alguém, pois apenas compara os pesos da direita com aquilo que se coloca na esquerda.


O Padeiro e o vendedor de queijo!

Certa vez, em uma cidade do interior de Minas, um padeiro foi ao delegado e deu queixas do vendedor de queijos que segundo ele estava roubando, pois vendia 800 gramas de queijo e dizia estar vendendo 1 kilo.

O delegado pegou o queijo de 1 kilo e constatou que só pesava 800 gramas e mandou então prender o vendedor de queijos sob a acusação de estar fraudando a balança.

O vendedor de queijos ao ser notificado da acusação, confessou ao delegado que não tinha peso em casa e por isso, todos os dias comprava dois pães de meio kilo cada, colocava os pães em um prato da balança e o queijo em outro e quando o fiel da balança se equilibrava ele então sabia que tinha um kilo de queijo.

o delegado para tirar a prova mandou comprar dois pães na padaria do acusador e pode constatar que dois pães de meio kilo se equivaliam a um kilo de queijo. concluiu o delegado que quem estava fraudando a balança era o mesmo que estava acusando o vendedor de queijos.

Nós somos um pouco assim e muitas vezes acusamos os outros de nossos próprios vícios.

(Um Desafio Para Mim e para Você)


SER FIEL ACIMA DE TUDO

Para quem viu o trailer do Filme Anjos & demônios pode se assustar um pouco quando a câmera faz uma aproximação por traz de uma das estátuas de anjos que existe em cima da entrada da Catedral de São Pedro em Roma onde existem doze estátuas retratando os doze discípulos de Jesus, porém nenhuma delas é de um anjo, as estátuas de anjos que serviram de inspiração para a cena são de Bernini e estão na ponte de Santo Angelo ali bem próximo. Não existe entre elas nenhuma que se assemelhe ao mal, mas a intensão do filme é retratar a dualidade do coração humano e as duas faces invisíveis de uma mesma pessoa, no filme em si não fica claro nada que represente a cena do trailer, porém a pessoa que representa o mal neste filme faz um papel de bom homem até a sua revelação no final do filme, pois depois de ter ganhado a confiança de todos com seu falso heroísmo acabou sendo ele mesmo aquele que tinha engendrado todo o mal que ele parecia defender a todos.

É mesmo uma dualidade um pouco exagerada e uma dissimulação espetacular, é como se apresenta a estátua com uma meia face de anjo de um lado e outra meia face de demônio do outro lado, por mais incrível que pareça e por mais inacreditável que possa ser a coexistência de algo tão contraditório em uma mesma pessoa acabamos por acreditar que se trata do mal que se esconde atras do bem para nos enganar o que na maioria das vezes é a verdade, mas porém o ser humano convive todos os dias com esse dilema e seu coração mostra sempre duas tendências.

Deus quando nos criou, o fez para o bem e para a felicidade por isso nos fez à sua imagem e semelhança enchendo nos com seus Dons mais preciosos, porém o mal maculou esse bem contaminando-o com o veneno da mentira e do engano, colocou em nossa carne o espinho do pecado e a certeza da morte, mas não conseguiu apagar o brilho da semelhança do Pai e nem arrancar de nosso coração o que existe de mais precioso que é o Amor de Deus.

Sofremos muito com a dor deste pecado na carne e com a tristeza da morte, mas nos alegramos por saber que o Amor de Deus nos transforma e liberta brilhando a nova luz da esperança de alcançarmos a Santidade do Pai e sendo semelhantes como no princípio sem nenhuma mancha ou mácula.

É um grande desafio vencer este mal que nos aflige, não é fácil ser Fiel a Deus quando uma voz nos induz ao erro cotidianamente e nos empurra ladeira abaixo, mas é nesta hora que nos lembramos que o Pai nos ama com amor eterno e que nos socorre quando precisamos assim como tirou Pedro do fundo do mar quando ele lhe equeu a mão pedindo por socorro e o salvando da morte certa.

Ser fiel a Deus é não deixar que o mal mude as suas feições e nem distorça a sua imagem, é não permitir que o pecado te envolva de tal forma que você não consiga mais se livrar dele, é não desistir e se afundar no mar sem antes elevar as suas mãos para o Pai te socorrer, ser fiel é perseverar no caminho certo mesmo que seus passos pareçam não estar progredindo, enfim ser fiel é ser aquele filho que se achega aos braços do Pai mesmo quando está doente, triste, machucado ou sujo, porque tem a certeza de Ele te acolherá e te restabelecerá como um filho muito amado que sempre foi, pois está é a unica imagem que o Pai consegue ver quando olha para um filho de seus filhos na terra.

Presentepravoce – Sizenando





EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais


Dinâmica da Pipoca

SAL DA TERRA


Desafio Lançai a Palavra.


“…Por causa de tua palavra, lançarei a rede.”

(S. Lucas 5, 5b) 



“LANÇAR  A  PALAVRA  DE  DEUS”


Esta é uma passagem muito conhecida de todos nós, mas em todas as vezes que meditamos sobre ela sempre imaginamos Pedro e João jogando as redes sobre o mar, não apenas lançando as redes, mas depois de uma noite longa de trabalho e totalmente cansados sem ter sequer conseguido retirar um só peixe do mar receberam a palavra de Jesus que apesar de nem ser pescador acabou indicando o local onde estariam os peixes no mar, o mesmo local que contrariava a experiência de um bom pescador, pois seria o local menos provável onde os peixes poderiam estar, no entanto, por causa da palavra do Mestre assim o fizeram e por terem obedecido a Jesus sem duvidar e sem hesitar acabaram por realizar a melhor pesca de todas que realizaram em suas vidas.

Hoje nos encontramos na mesma situação, como se estivéssemos em um deserto ressequido onde não há nenhum sinal de umidade, só existe areia, pedras e vento quente, poderíamos comparar com a parábola do semeador e afirmar que neste terreno jamais brotaria uma só semente e em comparação com a pesca frustrada de Pedro e João não existiria um peixe sequer em todo o mar, esta semente e esta rede significam a mesma coisa, é como se fosse a palavra de Deus sendo lançada ao mundo, sendo proclamada, sendo anunciada, sendo pregada aos corações, porém o quadro que imaginamos é aquele de São João Batista gritando no deserto onde os homens nem ousariam andar e mesmo aqueles que por lá passassem não dariam ouvidos àquelas palavras de vida.

O Desafio lançado por Cristo aos seus discípulos naquele dia foi exatamente este, o mesmo lançado aos profetas do antigo testamento Dir-lhes-ás: oráculo do Senhor Javé – quer te escutem ou não. (Ezequiel 3, 11)” Ou Escreve esta visão, grava-a em tabuinhas, para que ela possa ser lida facilmente; (Hab 2, 2)” Noé também recebeu uma mensagem semelhante porque enquanto ele construía aquela imensa arca da Salvação que resistiria à uma grande inundação o céu não demonstrava nenhuma chuva assim tão severa e por muitos anos ele foi fiel ao seu propósito mesmo não vendo a razão de seu sacrifício estampado nos céus, mas ao final de seu trabalho ele pode experimentar que a palavra de Deus sempre se cumpre mesmo que 40 anos tenham se passado desde a sua audição inicial.

Deus proclama através do profeta Isaías que: 10. Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não volvem sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer, 11.assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado minha vontade e cumprido sua missão.

Muitos foram aqueles que mesmo contra toda esperança lançaram esta palavra ao vento ou em terreno ressequido, muitos foram aqueles que gritaram no deserto, muitos foram aqueles que escreveram e copiaram esta palavra anos a fio como São Jerônimo até que um dia ela chegasse em nossas mãos e aos nossos ouvidos e assim produzissem o fruto da Salvação de Cristo em nossas vidas.   Agora este desafio chega a um novo propósito, lançar a palavra em todo mundo, quer ouçam ou quer deixem de ouvir, quer vejam ou quer fechem seus olhos como os cegos, mas o propósito vai além, pois é necessário que aquele que crê em Cristo lance também a sua rede em águas mais profundas, lance a sua rede ao lado esquerdo do barco, lance a sua rede lá em sua casa, lá onde seus amigos se reúnem e lá onde os surdos e os cegos se encontram, pois o pão da palavra não é só para os filhos fieis do Pai, mas também para aqueles que tem fome  e sede desta palavra, porque esta palavra cura e liberta, esta palavra fortalece e levanta o enfermo, esta palavra faz crescer em nós um novo homem e é por causa desta palavra, por causa deste evangelho que muitos morreram no passado, mas é principalmente por causa desta palavra que hoje podemos ter esta vida nova em nós.

(Romanos 10) 8. Que diz ela, afinal? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração (Dt 30,14). Essa é a palavra da fé, que pregamos. 9. Portanto, se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. 10. É crendo de coração que se obtém a justiça, e é professando com palavras que se chega à salvação. 11. A Escritura diz: Todo o que nele crer não será confundido (Is 28,16). 12. Pois não há distinção entre judeu e grego, porque todos têm um mesmo Senhor, rico para com todos os que o invocam, 13. porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,5). 14. Porém, como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue? 15. E como pregarão, se não forem enviados, como está escrito: Quão formosos são os pés daqueles que anunciam as boas novas (Is 52,7)? 16. Mas não são todos que prestaram ouvido à boa nova. É o que exclama Isaías: Senhor, quem acreditou na nossa pregação (Is 53,1)? 17. Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo. 18. Pergunto, agora: Acaso não ouviram? Claro que sim! Por toda a terra correu a sua voz, e até os confins do mundo foram as suas palavras (Sl 18,5).

Não há mais o que dizer, pois a palavra de Deus já disse tudo, agora o desafio está com você, anuncie, pregue, proclame, grite e jamais se esqueça de lançar a sua semente e a sua palavra.

Presentepravoce


Leia você também

A Bíblia é uma Mensagem

de Deus pra você.


Semeando a cultura de Pentecostes



A Árvore sem frutos!


Não é a ausência de frutos em uma árvore que determina sua verdadeira Nobreza, sua melhor qualidade pode ser um atributo que ainda não foi descoberto…


(Quem sou Eu para o Senhor Deus?)

É uma resposta que muitos não conseguem ver sozinhos e por isso temos aqui uma pequena meditação para nos ajudar neste encontro.


A árvore e sua razão de viver!

Era uma vez uma árvore, no meio de uma floresta. Ela era uma árvore muito pequena, de galhos muito frágeis, mas sonhava ser grande e dar muitos frutos. O tempo foi passando, seu caule engrossou e suas folhas se multiplicaram. Um belo dia, ela perguntou à sua mãe quando é que os frutos viriam.

- Oh! Meu amor! Não somos árvores frutíferas. Somos só assim, mesmo…

E a árvore chorou, porque não tinha nada pra oferecer. Via as pessoas apanharem frutas de suas companheiras, e até folhas medicinais, enquanto ela vivia ali, parada, inútil.

Até que ficou tão triste que teve vontade de morrer.
Suas folhas, então, foram murchando. Seus galhos começaram a secar.
Ela foi ficando cada vez mais curvada, seca, e, no silêncio de sua dor, ouviu um pássaro piar: – Pelo amor de Deus, Dona Árvore! Não faça isto. Minha esposa está chocando nossos filhotes, aqui neste seu galho. Se ele cair, que será de nós?

Espantada, ela começou a prestar atenção em si mesma. E passou a reparar quanta “gente” morava nela.
· Tinha uma família de micos-leões.
· E mais uma casinha de João-de-barro.
· E mais uns besouros.

Uma orquídea em botão, presa ao seu tronco, sussurrou: – Espere um pouco mais, pra ver a surpresa que vou lhe fazer!…

Então ela viu as abelhas que se tinham alojado num vão entre suas raízes, onde fabricavam mel saboroso. E viu uma família de pessoas almoçando à sua sombra.

E só então ela conseguiu ouvir a voz de Deus em seu coração, dizendo: – Nem todas as árvores têm frutos para dar. Porém algumas, como você, podem ter muito mais a oferecer…

A árvore, com aquele pensamento, recuperou a vontade de viver, ficando saudável em poucos dias. Assim , ela pôde festejar quando os passarinhos nasceram, e a orquídea logo se abriu.

Muitas gerações de crianças já construíram casas” e balanços em seus galhos firmes e fortes. Esta é uma de suas grandes alegrias!

E até hoje ela está lá, dando cada vez mais sombra, sustentando cada vez mais vidas, feliz por ter encontrado sua verdadeira razão de viver.

Ouça Deus colocando em seu coração qual a sua verdadeira razão de viver!

(Um Desafio Para Mim e para Você)

Todos os dias nos deparamos com situações de vida semelhantes a estas e por mais que trabalhemos neste mundo não conseguimos alcançar tudo que almejamos e talvez como demonstra esta estória seja porque já temos tudo o suficiente para sermos felizes, mas a unica moedinha que nos falte sempre nos impedirá de desfrutar desta Felicidade.   A verdade é que a ultima moeda jamais será a centésima moeda, pois sempre buscaremos algo a mais que nos complete definitivamente, mas este algo jamais poderá ser preenchido por algo material, poses, sexo, dinheiro ou poder, pois este algo que procuramos sem saber o que seria só poderá ser preenchido por Deus que é o que realmente falta na vida de cada um de nós.

A história do homem no paraíso não é apenas uma analogia comparativa para criancinhas ou iniciantes na fé, mas é uma verdade absoluta que principalmente os mais sábios e crescidos na Fé ainda não conseguem compreender totalmente, pois o homem só se sentira plenamente feliz quando estiver na presença de Deus e para isso ele não precisará possuir e nem ter nada em seu nome nesta terra, pois tudo pertence ao Pai e Tudo o que é do Pai me pertence é o que nos afirma Jesus quando compara a busca desenfreada pela felicidade do filho Pródigo nas coisas do mundo e a atitude egoísta do filho mais velho que não tem a capacidade de amar e perdoar o seu irmão.

“Explicou-lhe o pai:

Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. (São Lucas 15,31)

O Nosso desafio é este mesmo, “Como ser Feliz sem depender das coisas materiais deste mundo?” e “Como usufruir das coisas materiais e Espirituais que pertencem ao Pai sem tomar posse delas tirando a felicidade de nossos irmãos?”.

Quando atingirmos este objetivo seremos plenamente felizes.

Que Deus nos Abençoe

Presentepravoce – Sizenando





EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais


Dinâmica da Pipoca

SAL DA TERRA


O Livro da Capa Preta.


Fé e Ciência são os dois lados de uma mesma moeda.


O_livro_Da_Capa_Preta


Um senhor de 70 anos viajava de trem tendo ao seu lado um jovem universitário que lia o seu livro de ciências .

O senhor, por sua vez, lia um livro de capa preta.

Foi quando o jovem percebeu que se tratava da Bíblia e estava aberta no livro de São Marcos. Sem muita cerimônia o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:

- O senhor ainda acredita neste livro cheio de fábulas e crendices?

- Sim, mas não é um livro de crendices.   É a Palavra de Deus.

- Estou errado ?

Respondeu o jovem:

- Mas é claro que está !  Creio que o senhor deveria estudar a Historia Universal.

- Veria que a Revolução Francesa, ocorrida há mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião.

Somente pessoas sem cultura ainda creem que Deus tenha criado o mundo em seis dias. O senhor deveria conhecer um pouco mais sobre o que os nossos cientistas pensam e dizem sobre tudo isso.

- É mesmo?

- Disse o senhor.

- E o que pensam e Dizem os nossos Cientistas sobre A Bíblia  ?

- Bem, respondeu o universitário, como vou descer na próxima estação, falta-me tempo agora, mas deixe o seu cartão que lhe enviarei o material pelo correio com a máxima urgência.

O velho então, cuidadosamente, abriu o bolso interno do paletó e deu o seu cartão ao universitário.

Quando o jovem leu o que estava escrito, saiu cabisbaixo sentindo-se pior que uma ameba.

No cartão estava escrito:

Cartão_Ciência

“Um pouco de ciências nos afasta de Deus. Muito…, nos aproxima ! “.

Fato verdadeiro, integrante de sua biografia ocorrido em 1892.

A questão de fé e ciência:

“Quaisquer que sejam as descobertas das ciências naturais, elas nunca contradirão a fé, já que no final das contas a verdade é uma só”.

Com esse conceito, o Papa Bento XVI reafirma o princípio já enunciado pelo Concílio Vaticano I (1869-1870):

As verdades da fé e as verdades da ciência não podem nunca se contradizer .

Ou, explicitando melhor, podemos dizer:

“As verdades verdadeiras da fé e as verdades verdadeiras da ciência Nunca se contradizem”.



O Livro da capa Preta . PPT

Jesus é a verdade Fé & Ciência-Post



Leia a Bíblia NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

Aprendendo uma Lição Prática!



A boa Comunicação será sempre um desafio!

Há professores e há educadores… 


Este é um problema muito comum em diversas escolas Brasileiras, O desafio de resolvê-lo satisfatoriamente foi alcançado por um diretor com um bom exemplo de comunicação a ser seguido.



AS MARCAS DE BATOM NO BANHEIRO

Numa escola pública no centro de Belo Horizonte, estava ocorrendo uma situação inusitada: meninas de 15,16,17 anos que usavam batom, todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom.
O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom.
Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro e explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora. No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram.
No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho.
Nunca mais apareceram marcas no espelho!

Moral da história: Há professores e há educadores… Comunicar é sempre um desafio!

Às vezes, precisamos usar métodos diferentes para alcançar certos resultados.
Por quê?
Porque a bondade que nunca repreende não é bondade: é passividade.
Porque a paciência que nunca se esgota não é paciência: é subserviência.
Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade: é indiferença.
Porque a tolerância que nunca replica não é tolerância: é imbecilidade.



Quem Beijaria um vaso sanitário?


.



“O Aborto é Sagrado”.



Ativista do Femen agride cardeal espanhol Antônio Maria Rouco idoso de 77 anos aos gritos de “aborto é sagrado”


O argumento do Femen a favor do aborto na Espanha: gritos, empurrões e ofensas. (Imagem: captura/YouTube)



Cinco ativistas do grupo feminista Femen atacaram na noite deste domingo o arcebispo de Madri, cardeal Antônio Maria Rouco, de 77 anosaos gritos de “o aborto é sagrado” e jogando sobre ele calcinhas manchadas com tinta vermelha. A agressão ocorre após a apresentação do projeto de lei do governo espanhol que deve reverter a lei do aborto no país, tornando-o novamente ilegal.

Segundo jornais espanhóis, como o ABC, as feministas estavam com os seios de fora e levavam o nome do movimento pintado no corpo. Elas atacaram o cardeal idoso no momento em que ele saía do carro para celebrar missa numa paróquia da região. Rouco foi socorrido pelos padres que o aguardavam e a igreja teve de fechar as portas. Mesmo assim, as manifestantes continuaram a gritar “o aborto é sagrado” pelas ruas do local.

Hostilidades grosseiras fazem parte da agenda do Femen por toda a Europa, e suas vítimas, em geral, são vinculadas à Igreja Católica. Segundo o site espanhol Religion em Libertad, especializado em notícias sobre liberdade de credo, as ativistas nem sempre são manifestantes autênticas, vinculadas à alguma causa, mas sim mulheres pagas para realizar ações específicas. A remuneração só ocorre se o ato alcançar a mídia.

No ano passado, o Femen atacou o arcebispo de Bruxelas, na Bélgica, durante uma entrevista, atirando-lhe copos de água, e interrompeu uma missa celebrada pelo arcebispo de Colônia, na Alemanha, onde encenaram um aborto. O motivo ? Nunca fica muito claro. Sempre há berros, ofensas, obscenidades. Nunca argumentos.

*****

Curta a página do Blog da Vida no Facebook.

Fonte: Gazeta do Povo



Femen – ativistas pró aborto


Enquanto o Brasil tenta aprovar a lei do aborto a qualquer custo, vários outros países que já vem praticado o aborto legal a muitos anos estão agora começando um caminho inverso, ou seja, tornando o aborto crime e o proibindo definitivamente.

Isto não porque se arrependeram de seu grave pecado, mas porque o resultado desta prática não é nada saudável para uma nação, principalmente uma nação de primeiro mundo.   Tem acontecido um crescimento vegetativo negativo por muitos anos consecutivos, isto provoca o envelhecimento da mão de obra  o inchaço da previdência e a falta de recursos que acabam se tornando impraticável já que não existem jovens para trabalhar e todos aqueles que trabalhavam agora querem usufruir de seus direitos adquiridos, a solução é reverter o processo do aborto, fato que não será nada fácil a partir das reações contrárias de grupos patrocinados como este conhecido como Femen.   Não existe um grito de liberdade feminista por traz destes ataques e sim um grupo financeiro que explora o corpo das mulheres como algo manipulável e descartável, cabe agora às verdadeiras mulheres livres que um dia engoliram o veneno da idealização abortista, perceberem que aborto nunca fez bem para ninguém, não faz bem para as mulheres, não faz para bem para a nação, não faz bem para a Igreja e não agrada a Deus que nos dá a vida em abundância.

Fica a pergunta:

A Quem satisfaria a industrialização do aborto?

Existem muitas respostas para esta pergunta, mas com certeza todas elas levam à um único culpado:    “O inimigo de Deus e seus seguidores”.

Presentepravoce


MILAGRE DE LANCIANO

Francisco, Reconstrói a Minha Casa!



São Francisco de Assis Ouve a Voz de Cristo no Crucifixo.


Foi na encantadora igrejinha de São Damião, a um quilometro abaixo de Assis, toda humilde entre as oliveiras, que se deu o notável acontecimento. Francisco rezava com fervor ante o grande crucifixo bizantino: “Senhor, suplico-Vos me ilumines e dissipeis as trevas da minha alma”. Do crucifixo veio a resposta, suave e benevolente: “Francisco, restaura a minha casa, que desmorona”.

Iluminado por essa ordem precisa, correu à loja do pai, que se encontrava ausente, carregou o cavalo com várias peças de tecido e galopou em direção ao mercado de Foligno. Ali vendeu o tecido e a montaria. De volta a São Damião, encontrou o velho sacerdote que administrava o santuário e ofereceu-lhe o dinheiro para pagar as despesas de restauração; que desconfiado recusou. Francisco, então, atirou com desdém o dinheiro no canto de uma janela e suplicou ao velho sacerdote que lhe permitisse viver com ele. O outro aceitou.

Entrementes, voltou o pai a Assis e, informando-se dos acontecimentos, teve um acesso de violenta cólera. Reunindo parentes e amigos, desceu a São Damião, a fim de capturar o filho indigno; este, porém, refugiado numa caverna, passou um mês em oração, jejum e lágrimas.

Enfim, confiando no auxilio de Deus, foi ao encontro de seus perseguidores.

Assis acolheu o seu herói de ontem com vaias e pedradas; Pedro de Bernardone (seu pai) lançou-o numa enxovia (prisão subterrânea), exortando-o a renuncia de seus projetos.

Seguiu depois em viagem de negócios e a mãe libertou o seu Francisco, que regressou a São Damião.

Voltando de novo o pai, nova cena; desta vez, quis encerrar o caso e apresentou queixa aos cônsules.

Citado, Francisco compareceu e declarou-se a serviço de Deus; enviaram o queixoso ao tribunal do Bispo, perante o qual aceitou apresentar-se o filho insubmisso.

Intimado a restituir o dinheiro que tirara, Francisco respondeu com um gesto sublime: para nada conservar da herança paterna, despojou-se das próprias vestes, atirando-as aos pés do pai. Na eloquência de sua nudez, dirigiu-se aos presentes em solene linguagem: “Escutai-me todos e compreendei. Até agora chamei Pedro Bernardone meu pai. Agora, posso dizer: Pai Nosso, que estais nos Céus”

E o Bispo, em sinal de adoção, cobriu Francisco com seu manto.

Essa nova fase separava Francisco do mundo, consagrando-o ao serviço da igreja; doravante, achava-se livre para dedicar-se à tarefa que lhe indicara o próprio Cristo.

Ganhou novamente São Damião e, vestido com o hábito de eremita, iniciou, jubiloso, a restauração do santuário, pedindo materiais e alimento, chegando mesmo a reunir, não obstante as zombarias, companheiros que o auxiliassem no trabalho. Terminada a igrejinha de São Damião, e não tendo recebido outra ordem de Cristo, Francisco restaurou a de São Pedro. Depois a de Santa Maria dos Anjos, depois uma capela abandonada que ficava a uma légua da cidade e que se chamava, por causa das exíguas dimensões, “a Porciúncula”. Fascinado com a solidão do lugar, ali estabeleceu o seu domicilio. E foi ali, na humilde casa de Deus que em 24 de fevereiro de 1209, festa de São Matias, ouviu Francisco o apelo que rematou sua conversão, esclarecendo-lhe o sentido das palavras percebidas havia dois anos em São Damião.

O Evangelho do dia recordava as palavras pronunciadas por Jesus quando enviou os apóstolos a anunciarem a boa nova: “Ide e pregai, dizendo: Está próximo o Reino dos Céus… Não leveis à cintura ouro, nem prata, dinheiro, alforje para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem bordão: porque o operário é digno do seu sustento”…

Não era a igreja de pedra que o Senhor lhe ordenava reconstruir, mas o Corpo Místico de Cristo, retalhado pelo ódio, vício e indiferença.

(do livro de Ivan Gobry, São Francisco de Assis e o espírito franciscano).

“Numa analise dos nossos tempos, rogamos a São Francisco de Assis uma nova restauração da Igreja de Cristo.”

FRANCISCO, RECONSTRÓI A MINHA IGREJA.

FRANCISCO, RECONSTRÓI A MINHA CASA!


O ENCONTRO DE FRANCISCO DE ASSIS

COM O CRISTO CRUCIFICADO

NA CRUZ DE SÃO DAMIÃO


A VIDA DE

SÃO FRANCISCO DE ASSIS

A VIDA DE

SÃO FRANCISCO DE ASSIS




O Clube 99!


(O Que viria a ser o clube 99?)


(Ser feliz não é possuir tudo. Mas ser grato a Deus por tudo o que possui.)


Hoje conheci uma estória que agora transcrevo para sua meditação, compare-a com seu cotidiano. Caso haja alguma semelhança com o seu dia a dia, não será mera coincidência, mas sim, uma realidade.

Claro, lógico e evidente que se trata de uma história fictícia, porém, seu conteúdo pragmático deve ser observado em todos os sentidos da vida.

Vejamos o que ela diz:

Existia um rei muito rico, tão rico que esse monarca era invejado por todos os demais reinos existentes em seu redor. Esse rei tinha tudo o que se pudesse imaginar. Terras, muito dinheiro, poder, conforto e centenas de súditos e escravos. Ainda assim, não era uma pessoa feliz. Um dia, ao andar por seu luxuoso palácio, num determinado instante, cruzou com um de seus servos, que assobiava alegremente, e ao mesmo tempo cantarolava uma música muito alegre, enquanto esfregava o chão com uma vassoura. O rei ficou intrigado: como ele, um soberano supremo do reino, poderia andar tão cabisbaixo, enquanto um humilde servente parecia desfrutar de tanto prazer e felicidade?

- “Por que você está tão feliz?”, perguntou o rei ao servo.

- “Majestade, sou apenas um serviçal. Para passar o tempo, trabalho, e para fazer o meu serviço com muito amor, assim procedo. Canto e assobio para não desviar meu sentido daquilo que estou fazendo. Eu não necessito muito mais do que possuo. Tenho um teto para abrigar minha família, uma comida quente para aquecer nossas barrigas”.

O rei não conseguia entender a felicidade de seu servo. Chamou, então, ao seu gabinete, o conselheiro do reino, a pessoa em que mais confiava, e narrou-lhe o que estava acontecendo. Que não era um homem feliz, apesar de todo seu poder, enquanto seu serviçal demonstrava ser uma pessoa feliz. “Majestade, creio que o servente não faça parte do Clube 99” respondeu. “Clube 99? O que é isso?”, perguntou o rei a seu fiel conselheiro. “Para que vossa majestade possa compreender o que é o Clube 99, ordene ao tesoureiro do reino que deixe num pequeno saco, 99 moedas de ouro na porta da casa do seu fiel servente”. E assim foi feito.

Quando o pobre criado chegou à sua casa e encontrou o saco de moedas na sua porta, ficou radiante. Não podia ser uma realidade! Acreditar em tamanha sorte. Um saco cheio de moedas de ouro. Jamais imaginara tamanha sorte em sua vida. Nem em sonhos tinha visto tanto dinheiro. Esparramou as moedas sobre a mesa e começou a contá-las. “Uma, duas, três, quatro… 96, 97, 98… 99”. Achou estranho ter tão somente 99 moedas de ouro. Pensou que poderia ter perdido uma delas, talvez. Provavelmente, eram 100. Voltou a recontá-las de novo e nada. Eram 99.

Procurou por debaixo da mesa e nada. Refez o caminho de sua casa ao palácio e nada encontrou. Procurou, procurou e nada! Eram tão somente 99 moedas. Por algum motivo, aquela moeda que faltava ganhou uma súbita importância. Com apenas mais uma moeda de ouro, uma só, ele completaria 100. Um número de 3 dígitos! Uma fortuna de verdade. Ficou obcecado por completar seu recente patrimônio com a moeda que faltava. Decidiu que faria o que fosse preciso para conseguir mais uma moeda de ouro. Trabalharia dia e noite, se preciso fosse. Afinal, estava muito, muito, muito, perto de ter uma fortuna de 100 moedas de ouro. Seria um homem rico, com 100 moedas de ouro. Daquele dia em diante, a vida do servente mudou. Passava o tempo todo pensando em como ganhar uma moeda de ouro. Estava sempre cansado e resmungando pelos cantos. Tinha pouca paciência com a família. Seus serviços, outrora, quase que perfeitos passaram por um desleixo. A desídia tomou conta e seu contentamento do passado, inexplicavelmente desaparecera. Só pensava em como e o que era preciso fazer para conseguir a centésima moeda de ouro. Parou de assobiar, cantarolar e a felicidade desapareceu de seu semblante, enquanto varria o chão. O rei, percebendo a mudança súbita de comportamento de seu serviçal, chamou novamente o seu conselheiro ao escritório do palácio e narrou-lhe a mudança comportamental de seu súdito.

“Majestade, agora o servente faz, oficialmente, parte do Clube 99”. E continuou: “O Clube 99 é formado por pessoas que têm o suficiente para serem felizes, mas mesmo assim não estão satisfeitas. Estão constantemente correndo atrás dessa moeda que lhes falta. Vivem repetindo que se tivessem apenas essa última e pequena coisa que lhes falta, aí sim, poderiam ser felizes de verdade. Majestade, na realidade é preciso muito pouco para ser feliz. Porém, no momento em que ganhamos algo maior ou melhor, imediatamente surge a sensação de que poderíamos ter mais. Com um pouco mais, acreditamos que haveria de fato, uma grande mudança. Só um pouco mais. Com isso, perdemos o sono, nossa alegria, nossa paz e machucamos as pessoas mais queridas que estão a nossa volta. E o pouco mais, sempre vira… um pouco mais. O pouco mais é o preço do nosso desejo.” E concluiu: – “Isso, majestade, é o Clube dos 99”. Assim é a vida. Quanto mais temos, mais queremos ter. Nunca estamos satisfeitos com o que temos e possuímos.

(Um Desafio Para Mim e para Você)

Todos os dias nos deparamos com situações de vida semelhantes a estas e por mais que trabalhemos neste mundo não conseguimos alcançar tudo que almejamos e talvez como demonstra esta estória seja porque já temos tudo o suficiente para sermos felizes, mas a unica moedinha que nos falte sempre nos impedirá de desfrutar desta Felicidade.   A verdade é que a ultima moeda jamais será a centésima moeda, pois sempre buscaremos algo a mais que nos complete definitivamente, mas este algo jamais poderá ser preenchido por algo material, poses, sexo, dinheiro ou poder, pois este algo que procuramos sem saber o que seria só poderá ser preenchido por Deus que é o que realmente falta na vida de cada um de nós.

A história do homem no paraíso não é apenas uma analogia comparativa para criancinhas ou iniciantes na fé, mas é uma verdade absoluta que principalmente os mais sábios e crescidos na Fé ainda não conseguem compreender totalmente, pois o homem só se sentira plenamente feliz quando estiver na presença de Deus e para isso ele não precisará possuir e nem ter nada em seu nome nesta terra, pois tudo pertence ao Pai e Tudo o que é do Pai me pertence é o que nos afirma Jesus quando compara a busca desenfreada pela felicidade do filho Pródigo nas coisas do mundo e a atitude egoísta do filho mais velho que não tem a capacidade de amar e perdoar o seu irmão.

“Explicou-lhe o pai:

Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. (São Lucas 15,31)

O Nosso desafio é este mesmo, “Como ser Feliz sem depender das coisas materiais deste mundo?” e “Como usufruir das coisas materiais e Espirituais que pertencem ao Pai sem tomar posse delas tirando a felicidade de nossos irmãos?”.

Quando atingirmos este objetivo seremos plenamente felizes.

Que Deus nos Abençoe

Presentepravoce – Sizenando





EM BUSCA DA FELICIDADE.

Um Filme baseado em fatos reais


Dinâmica da Pipoca

SAL DA TERRA


Hoje Comemoramos nosso sexto aniversário.



Em Breve o Blog Presentepravoce estará completando o seu sexto e a nossa página no Facebook completou dois anos de atividades.

Agradecemos a todos os nossos leitores e também nossos companheiros que curtiram nossa pagina.

Neste tempo em que caminhamos juntos, alcançamos muitas vitórias, já atingimos a marca de seis milhões de acessos em nosso Blog, mas abemos que ainda teremos um longo e árduo caminho pela frente, pois a nossa missão é continuar evangelizando através dos meios de comunicação, seja com palavras, textos, fotos e ou noticias. Queremos promover e tornar conhecido o nome de nosso Senhor Jesus e cooperar em sua vontade de construir o Reino de Deus neste mundo.

Contamos com vossa presença e seu apoio curtindo, compartilhando e comentando em nossa pagina e nosso Blog.

Que Deus vos abençoe.

Sizenando / Moderador do Blog Presentepravoce



Atingimos 6.000.000 de Acessos.

+ 36.000 curtidas no Facebook


Dia 05/02/2014 estaremos atualizando esta pagina com um texto definitivo.



Comemorações Anteriores:


VEJA A NOSSA APRESENTAÇÃO DO BLOG.


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93


É um prazer estar com todos vocês!


OS MAIS VISITADOS ATÉ O DIA DE HOJE


Arcanjo Miguel O Papagaio Marrom.
APOCALYPITO JESUS é o mesmo
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg Batismo no Espírito
Só Jesus Dons Gloria Pollo
Fabio de Melo Presentepravoce

Estatísticas ao completar 6 anos 28/02/2014


Em Todo o Tempo decorrido Os 50 Post’s mais Visitados ao completar 6 anos.

Título Visualizações
Página inicial / Arquivos 544.604
Novas Imagens Para Mensagens de Natal. 331.646
Orações ao Espírito Santo. 293.003
WALLPAPER’S DE MARIA SANTÍSSIMA, PARA SUA COLEÇÃO. 162.786
Foto Mensagem da Páscoa. 159.068
Oração de São Miguel Arcanjo. 140.525
Padre Leo Conta a estória do Papagaio Marrom. 137.847
Wallpapers – Mensagens de Jesus. 117.888
Mensagens de Natal. 115.156
MENSAGENS EM PPS. 107.037
Jesus Misericordioso. 84.966
Apocalipto, Filme de Mel Gibson Retrata Civilização Maya e Asteca. 79.156
Molduras para montagens de Cartões e Fotos. 76.920
Molduras para fotos e Cartões com temas Natalinos. 68.534
Cantos para o Advento. 67.940
Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre, inconfudível e Imutável. 62.947
Dia Das Mães. 57.078
Oração de Natal. 51.304
Um Milagre Eucarístico que ficou oculto 12 anos! 50.956
O Casal Cristão no Mundo de Hoje. (ECC) 47.478
Semana Nacional da Família. 47.164
NATAL … 44.771
Poema a Nossa Senhora Aparecida. 44.392
A Família Segundo a Bíblia. 42.382
Aqueles que Confiam no Senhor… 41.959
Presépios. 41.287
PEGADAS NA AREIA. 41.049
Jesus Te Ama – Presentepravoce 38.957
Ultimos Milagres de Santos da Igreja Católica. 38.650
Terceira Idade, Ser Idoso ou ser apenas um Velho ? 37.184
Camisetas Ágape e livraria. 35.933
Nossa Senhora Aparecida. 35.358
O Milagre de um Embrião. 35.318
A Paixão de Cristo, o filme mais polêmico de Mel Gibson. 34.513
Vinho, muito vinho, O primeiro Milagre de Jesus foi totalmente dedicado ao Matrimônio. 33.559
Padre Robson Oliveira. 33.457
Padre Léo estava totalmente curado, afirma Padre Joãozinho. 33.057
Amor sempre Amor, Mensagens e Cartões para. 32.922
MARIA PASSA NA FRENTE. 32.587
Semana Santa. 32.316
Feliz Páscoa. 32.036
Civilizações precolombianas na América. 31.547
Dinâmica da Pipoca sem Sal. 30.950
Deus Criou uma Mãe Com Coração de Mãe. 29.946
Novena de Natal – CNBB. 29.629
Pentecostes a Festa do Espírito Santo. 29.587
Pirâmide de Chichén Itzá, Capital do Império Maya. 28.612
O Plano de Deus. 28.530
Imagens para usar em cartões e mensagens de Natal. 27.393
Carta a Nicodemos. 26.666
Vós Sereis Batizados no Espírito Santo Dentro de Poucos Dias… 26.191
Os Frutos do Espírito Santo 25.265
Corpus Cristhi – Eu sou o Pao da Vida. 25.083
RCC. 24.940
O que é Grupo de Oração Carismático? 24.380
Festa da Divina Misericórdia 23.898

Stats_Hist_Presentepravoce_130205

O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
AS SETE VERDADES DO BAMBÚ

Seis milhões de Acessos.



Atingimos 6.000.000 de Acessos.

+ 36.000 curtidas no Facebook


Nestes cinco anos quase completando seis anos de Blog Presentepravocê  e tres anos da pagina no Facebook só temos que agradecer a presença de cada um de nossos leitores e companheiros nesta árdua jornada da evangelização.

Sabemos que não é fácil falar de Jesus neste mundo de hoje e é ainda mais difícil testemunhar com a própria vida aquilo que evangelizamos nos encontros e aqui na rede, mas quando a nossa vida é o testemunho que se prega se torna bem mais fácil, por isso São Paulo assim dizia “Já não sou eu quem vive, é Cristo que vive em mim”, sei que este é o nosso maior objetivo, pois deixar que Cristo viva em nós é a verdadeira “SANTIDADE” e temos muito ainda que trabalhar para atingirmos esta meta.   Cabe a nós a proposta de cada dia darmos um passo a mais nesta direção e mesmo que cairmos ou afundarmos neste mar tempestuoso, teremos a certeza de que Jesus nos estenderá a mão quando por Ele suplicarmos a Salvação.

Desejo a todos um feliz dia e que Deus multiplique as graças derramadas em cada coração daqueles que permanecem conosco ou daqueles que hoje nos viram pela primeira vez, espero que ainda tenhamos muitos anos para caminhar juntos e que possamos compartilhar a vida eterna ao lado de Cristo Jesus.

Em Breve estaremos publicando outro post comemorando nosso sexto aniversário.

Sejam bem vindos e Parabém a todos.



Comemorações Anteriores:

Hoje é Nosso Primeiro Aniversário.

Presentepravoce atinge dois Milhões de acessos.


VEJA A NOSSA APRESENTAÇÃO DO BLOG.


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93


É um prazer estar com todos vocês!


OS MAIS VISITADOS

ATÉ O DIA DE HOJE


Arcanjo Miguel O Papagaio Marrom.
APOCALYPITO JESUS é o mesmo
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg Batismo no Espírito
Só Jesus Dons Gloria Pollo
Fabio de Melo Presentepravoce

Estatísticas ao completar 5.500000 de acessos


Em Todo o Tempo decorrido Os 50 Post’s mais Visitados.

Título

Visualizações

Página inicial / Arquivos

530.432

Novas Imagens Para Mensagens de Natal.

331.318

Orações ao Espírito Santo.

278.837

WALLPAPER’S DE MARIA SANTÍSSIMA, PARA SUA COLEÇÃO.

161.453

Foto Mensagem da Páscoa.

158.935

Oração de São Miguel Arcanjo.

138.830

Padre Leo Conta a estória do Papagaio Marrom.

133.334

Wallpapers – Mensagens de Jesus.

117.561

Mensagens de Natal.

114.992

MENSAGENS EM PPS.

106.041

Jesus Misericordioso.

83.945

Apocalipto, Filme de Mel Gibson Retrata Civilização Maya e Asteca.

77.960

Molduras para montagens de Cartões e Fotos.

73.938

Molduras para fotos e Cartões com temas Natalinos.

68.338

Cantos para o Advento.

67.838

Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre, inconfudível e Imutável.

62.746

Dia Das Mães.

56.935

Oração de Natal.

51.268

Um Milagre Eucarístico que ficou oculto 12 anos!

50.462

Semana Nacional da Família.

46.709

O Casal Cristão no Mundo de Hoje. (ECC)

45.354

NATAL …

44.753

Poema a Nossa Senhora Aparecida.

42.161

Aqueles que Confiam no Senhor…

41.422

Presépios.

41.230

PEGADAS NA AREIA.

40.114

A Família Segundo a Bíblia.

39.640

Jesus Te Ama – Presentepravoce

38.673

Ultimos Milagres de Santos da Igreja Católica.

38.069

Terceira Idade, Ser Idoso ou ser apenas um Velho ?

36.540

Camisetas Ágape e livraria.

35.431

O Milagre de um Embrião.

35.258

Nossa Senhora Aparecida.

35.113

A Paixão de Cristo, o filme mais polêmico de Mel Gibson.

33.877

Vinho, muito vinho, O primeiro Milagre de Jesus foi totalmente dedicado ao Matrimônio.

33.036

Amor sempre Amor, Mensagens e Cartões para.

32.819

Padre Robson Oliveira.

32.704

Semana Santa.

32.236

Feliz Páscoa.

31.943

Padre Léo estava totalmente curado, afirma Padre Joãozinho.

31.746

MARIA PASSA NA FRENTE.

31.583

Civilizações precolombianas na América.

31.380

Deus Criou uma Mãe Com Coração de Mãe.

29.693

Novena de Natal – CNBB.

29.602

Pentecostes a Festa do Espírito Santo.

29.285

Pirâmide de Chichén Itzá, Capital do Império Maya.

28.449

O Plano de Deus.

27.819

Imagens para usar em cartões e mensagens de Natal.

27.280

Carta a Nicodemos.

25.890

Vós Sereis Batizados no Espírito Santo Dentro de Poucos Dias…

25.840

Dinâmica da Pipoca sem Sal.

25.674

Stats_Hist_Presentepravoce_130205


O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
AS SETE VERDADES DO BAMBÚ

Como lidar com a rejeição do cônjuge!



Seu casamento está em crise e você agora sofre com a rejeição do cônjuge? Veja como buscar maneiras de superar a decepção amorosa e reconstruir a vida.

Acesse= >> http://familia.com.br/crise-no-casamento-como-lidar-com-a-rejeicao-do-conjuge









Mensagem de Natal de Pe. Fábio de Melo!


Fabio de melo Feliz Natal



Natal é um tempo de muita matéria, a gente compra muita coisa, a gente dá muita coisa, é um tempo de muitos presentes. Eu gostaria de desejar que nós descobríssemos que esta matéria é apenas um detalhe da festa.

O mais bonito que podemos oferecer uns aos outros é aquilo que a gente é, o presente mais aprimorado que o outro merece receber é o nosso coração cheio de amor.

Padre Fábio de Melo


Fabio de melo Feliz Natal 2


NATAL SEM O PAPAI NOEL…
Estou preparando a minha árvore de Natal. Quero que ela seja viva, mas não quero que seja exterior. Eu a quero dentro de mim. Tenho medo das exterioridades. Elas nos condenam. Ando pensando que o silêncio do interior é mais convincente que o argumento da palavra.
Quero que minha árvore seja feita de silêncios. Silêncios que façam intuir felicidade, contentamento, sorrisos sinceros.
Neste Natal não quero mandar cartões. Tenho medo de frases prontas. Elas representam obrigação sendo cumprida. Prefiro a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento. A vida é mais bonita no improviso, no encontro inesperado, quando os olhares se cruzam e se encontram.
Quero que minha árvore seja feita de realidades. Neste Natal quero descansar de meus inúmeros planos. Quero a simplicidade que me faça voltar às minhas origens. Não quero muitas luzes. Quero apenas o direito de encontrar o caminho do presépio para que eu não perca o menino Jesus de vista. Tenho medo de que as árvores muito iluminadas me façam esquecer o dono da festa.
Não quero Papai Noel por perto. Aliás acho essa figura totalmente dispensável! Pode ficar no Pólo Norte desfrutando do seu inverno. Suas roupas vermelhas e suas barbas longas não combinam com o calor que enfrentamos nessa época do ano. Prefiro a presença dos pastores com seus presentes sinceros.
Papai Noel faz muito barulho quando chega. Ele acorda o menino Jesus, o faz chorar assustado. Os pastores não. Eles chegam silenciosos. São discretos e não incomodam…
Os presentes que trazem nos recordam a divindade do menino que nasceu. São presentes que nos reúnem em torno de uma felicidade única. O ouro que brilha, o incenso que perfuma o ambiente e a mirra com suas composições miraculosas.
O papai Noel chega derrubando tudo. Suas renas indisciplinadas dispersam as crianças, reiram a paz dos adultos. Os brinquedos tão espalhafatosos retiram a tranquilidade da noite que deveria ser silenciosa e feliz. O grande problema é que não sabemos que a felicidade mais fecunda é aquela que acontece no silêncio.
É por isso que neste Natal eu não quero muita coisa. Quero apenas o direito de recolher o pequenino menino na manjedoura… Quero acolhê-lo nos braços, cantar-lhe canções de ninar, afagar-lhe os cabelos, apertar-lhe as bochechas, trocar-lhe as fraldas para que não tenha assaduras e dizer nos seus ouvidos que ele é a razão que me faz acreditar que a noite poderá ser verdadeiramente feliz.
Neste Natal eu não quero muito. Quero apenas dividir com Maria os cuidados com o pequeno menino. Quero cuidar dele por ela. Enquanto eu cuido dele, ela pode descansar um pouquinho ao lado de José. Ando desfrutando nos últimos dias o desejo mais intenso de que a vida vença a morte.
Talvez seja por isso que ando desejando uma árvore invisível. O único jeito que temos de vencer a morte é descobrindo a vida nos pequenos espaços. Assim vamos fazendo a substituição. Onde existe o desespero da morte eu coloco o sorriso da vida.
Façam o mesmo!

Descubram a beleza que as dispersões deste tempo insistem em esconder. Fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente.Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto!

Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente. O que alegra um coração humano é tão pouco que parece ser quase nada. Ousem dar o quase nada. Não dá trabalho, nem custa muito…
E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível.
Padre Fábio de Melo
01/12/2008

natalpe2[1]


“Quero que minha árvore seja feita de silêncios. Silêncios que façam intuir felicidade, contentamento, sorrisos sinceros.

Neste Natal não quero mandar cartões. Tenho medo de frases prontas. Elas representam obrigação sendo cumprida. Prefiro a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento.

Neste Natal quero descansar de meus inúmeros planos. Quero a simplicidade que me faça voltar às minhas origens. Não quero muitas luzes. Quero apenas o direito de encontrar o caminho do presépio para que eu não perca o menino Jesus de vista.

Quero um natal sem Papai Noel. Papai Noel faz muito barulho quando chega. Ele acorda o menino Jesus, o faz chorar assustado. Os pastores não. Eles chegam silenciosos. São discretos e não incomodam…Os presentes que trazem nos recordam a divindade do menino que nasceu. São presentes que nos reúnem em torno de uma felicidade única.

Quero dividir com Maria os cuidados com o pequeno menino. Quero cuidar dele por ela. Enquanto eu cuido dele, ela pode descansar um pouquinho ao lado de José.

Descubram a beleza que as dispersões deste tempo insistem em esconder. Fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente.

Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto!Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente.

E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível. “


(Padre Fábio de Melo)


Postado por Cristina (Céu, Lindo Céu)
http://www.filhodoceu.com/2009/12/mensagem-de-natal-pe-fabio-de-melo.html


Mensagem+de+Natal+Pe.+Fábio


ATcAAAA9_E1Rj5TlPWxvQCVuTAfg5pvd9fVlT6E8dtsNTyrhGV-rfgJBm5536lvetoPi4cvciFa1LjK98udZt-gjr27JAJtU9VDRKI_MvvlpfgiiEq8YxVeUfNKWiA[1]


HISTÓRIAS DO PADRE LEO
Outros titulos com Fabio de Melo
PRESENTEPRAVOCE

Francisco, O Papa da Alegria.



“Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos!”…

(Filipenses, 4, 4)





Papa Francisco:

A Igreja deve ser sempre alegre como Jesus


2013-12-03 Rádio Vaticana



Cidade do Vaticano (RV) - A Igreja deve ser sempre alegre como Jesus: foi o que disse o Papa Francisco na Missa esta manhã na Casa Santa Marta. O Pontífice destacou que a Igreja é chamada a transmitir a alegria do Senhor aos seus filhos, uma alegria que dá a verdadeira paz.

Paz e alegria. O Papa Francisco desenvolveu a sua homilia enfocando esse binômio. Na primeira leitura, tirada do Livro de Isaías, observou ele, vemos o desejo de paz que todos nós temos. Uma paz que, diz Isaías, trará o Messias. No Evangelho, ao invés, “podemos ver um pouco da alma de Jesus, o coração de Jesus: um coração alegre”:

“Nós pensamos sempre em Jesus quando ele pregava, quando curava, quando caminhava, quando ia pelas estradas, também durante a Última Ceia … Mas não estamos tão acostumados a pensar em Jesus sorridente, alegre. Jesus era cheio de alegria: cheio de alegria. Naquela intimidade com o Pai: ‘exultou de alegria no Espírito Santo e louvou o Pai’. É precisamente o mistério íntimo de Jesus, o relacionamento com o Pai, no Espírito. É a sua alegria interior, a sua alegria interior que Ele nos dá”.

“E esta alegria – observou – é a verdadeira paz: não é uma paz estática, quieta, tranqüila”. Não, “a paz cristã é uma paz alegre, porque o nosso Senhor é alegre”. É, também, é alegre “quando fala do Pai: ama tanto o Pai que não pode falar do Pai, sem alegria”. O nosso Deus, reiterou, “é alegre”. E Jesus quis que a sua esposa, a Igreja, também fosse alegre”.

“Não se pode pensar em uma Igreja sem alegria e a alegria da Igreja é precisamente isso: anunciar o nome de Jesus. Dizer: ‘Ele é o Senhor. O meu esposo é o Senhor. É Deus. Ele nos salva, Ele caminha conosco. E essa é a alegria da Igreja, que nesta alegria de esposa se torna mãe. Paulo VI dizia: a alegria da Igreja é evangelizar, ir para frente e falar sobre seu Esposo. E também transmitir essa alegria aos filhos que ela faz nascer, que ela faz crescer”.

E assim, acrescentou, contemplamos que a paz de que Isaías nos fala “é uma paz que se move muito, é uma paz de alegria, uma paz de louvor”, uma paz que podemos dizer “barulhenta, no louvor, uma paz fecunda na maternidade de novos filhos”. Uma paz, disse ainda o Papa Francisco, que vem precisamente na alegria do louvor à Trindade e da evangelização, de ir para aos povos para anunciar quem é Jesus”. “Paz e alegria”, reiterou. E ele colocou a ênfase no que Jesus disse: “uma declaração dogmática”, quando afirma: “Você decidiu assim, de se revelar não aos sábios, mas aos pequenos”:

“Também nas coisas tão sérias, como essas, Jesus é alegre, a Igreja é alegre. Deve ser alegre. Mesmo em sua viuvez -, porque a Igreja tem uma parte da viúva que espera o seu marido que retorne – mesmo em sua viuvez, a Igreja é alegre na esperança. O Senhor nos dê a todos nós esta alegria, esta alegria de Jesus, louvando o Pai, no Espírito. Esta alegria da nossa mãe a Igreja, na evangelização, no anuncio do seu Esposo”. (SP)

Texto em italiano:

http://it.radiovaticana.va/news/2013/12/03/il_papa:_impensabile_una_chiesa_senza_gioia,_annunciare_cristo_col/it1-752110


Nos Revezes

da Vida (ECC)




Seminário de vida no Espírito.


Primeira Experiência de Oração – SVE I.


fotografia: Sizenando – Vitral Cap. Com. Nova Aliança.

Dercides Pires da Silva

Data de publicação: 12/11/2008.

Considerações iniciais a respeito do Seminário de Vida no Espírito.

Para refletir: Errar menos na vida e acertar mais

Fonte: RCC Brasil.

Calma! Vou explicar o título deste artigo. Sei que você tem um ideal muito cristão: ser perfeito como nosso Pai celestial é perfeito. Sei que você não se contenta em ser meio santo; você deve ser daquelas pessoas decididas, que caminham incansavelmente rumo à santidade. Certamente seus pecados têm diminuído durante as confissões, pois com seu enorme esforço você tem pecado menos. Não!? Os pecados não diminuíram? Ah…! Diminuíram sim; os grandes pelo menos. Mas hoje você confessa muitas coisas que antes não confessaria? Por quê?

Francamente, há dias em que a gente se contentaria até em pecar menos; em errar menos e acertar mais.

Quantos erros!? Quantas opções erradas!? Quantos sobes e desces!? Quantos cais e levantas!? Ufa!

Cair e se levantar, errar e acertar… Isso faz parte da condição humana. Homens e mulheres são assim mesmo. Entretanto, quantos mal entendidos, quantas brigas, quantos ressentimentos, quantas quebras de relacionamentos seriam evitados se homens e mulheres errassem menos e acertassem mais; se optassem pelos melhores caminhos, e não caíssem nas armadilhas do erro.

Usando uma expressão muito em voga na Igreja nas últimas décadas do século passado, podemos indagar: alguém já teve sucesso ao ligar fé e vida? De fato, não é fácil para o homem comum ser santo cotidianamente.

A explicação pode ser encontrada nalguns trechos das cartas de Paulo. Um, é até muito conhecido por quem vai à missa aos domingos:

“Sabemos, de fato, que a lei é espiritual, mas eu sou carnal, vendido ao pecado. Não entendo, absolutamente, o que faço, pois não faço o que quero; faço o que aborreço. E, se faço o que não quero, reconheço que a lei é boa. Mas, então, não sou eu quem o faço, mas o pecado que em mim habita. Eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita o bem, porque o querer o bem está em mim, mas não sou capaz de efetuá-lo. Não faço o bem que quereria, mas o mal que não quero. Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem faço, mas sim o pecado que em mim habita. Encontro, pois, em mim esta lei: quando quero fazer o bem, o que se me depara é o mal (Rm 7,14-21).

De fato, em sua Carta o Apóstolo põe a descoberto este terrível drama da humanidade: mesmo querendo fazer o bem, consegue fazer o mal, para depois sofrer as agruras de um purgatório emocional interminável que poderá resultar em doenças emocionais.

É ao se ver em tal situação que homens e mulheres de boa mente, seres humanos construtores da paz, se agarram a um fio de esperança pensando: “Quisera, pelo menos, errar menos e acertar mais”.

Outro trecho paulino lança luz nesta realidade, outra vez desnudando a fragilidade humana, mas também indicando uma solução bastante conhecida pelos integrantes da Renovação Carismática:


Dercides Pires da Silva – Goiânia


“Mas o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, pois para ele são loucuras. Nem as pode compreender, porque é pelo Espírito que se devem ponderar. O homem espiritual, ao contrário, julga todas as coisas e não é julgado por ninguém. Por que quem conheceu o pensamento do Senhor, se abalançará a instruí-lo (Is 40,13)? Nós, porém, temos o pensamento de Cristo” (1Cor 2,14-16).

Errar menos e acertar mais, exige do ser humano ser menos “mundo” e mais “céu”; menos “carne” e mais “espírito”. Isso tudo sem sair do mundo.

Certamente você poderá estar se indagando: Como pode se dar isso? A resposta a tal indagação exige tempo e papel. Além disso, é daquelas que se aprende na prática cristã mais genuína que existe e que remonta ao tempo dos Apóstolos: deixar-se conduzir pelo Espírito, como escreveu João Paulo II na Encíclica Redempotoris Missio, 87. Deixar-se conduzir pelo Espírito Santo pode exigir de muitos paciência, oração e meditação da Palavra de Deus.

Também ajuda a errar menos e acertar mais, ter a mente – o pensamento – de Cristo, como dito na passagem da Carta aos Coríntios, acima, e como nos exorta a Epístola aos Romanos:

“Eu vos exorto, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, a oferecerdes vossos corpos em sacrifício vivo, santo, agradável a Deus: é este o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito” (Rm 12,1-2).

Todavia, irmãs e irmãos, quem de fato ajuda a errar menos e acertar mais na vida cotidiana, quem realmente contribui para que as pessoas façam opções santas e ainda as capacita a adotarem práticas dignas de filhos e filhas de Deus é o Espírito Santo; o Mesmo Espírito que faz o homem e a mulher nascer de novo “da Água e do Espírito”, como disse Jesus a Nicodemos.

A partir deste nascimento espiritual o ser humano recebe o dom da filiação divina com as virtudes necessárias para vencerem a carne e serem, enfim, homens e mulheres “espirituais”, no sentido de não serem mais do mundo, apesar de viverem no mundo; de não colocarem suas cabeças na forma do mundo, mas adotando o pensamento de Cristo. Assim, seguramente, é possível marchar praticando atos e virtudes cristãs no caminho da santidade, imitando Jesus e errando menos e acertando mais, até atingir a estatura do varão perfeito, que é Jesus Cristo.

No meio católico, sacramentalmente, todos já nasceram de novo da Água e do Espírito quando foram batizados. A graça do Batismo, que é o próprio Espírito Santo, já faz de todo católico filho ou filha de Deus, de fato. Entretanto, esta incomensurável graça parece se perder nos incompreensíveis mistérios da alma humana; alma tão cheia de melindres e meandros, mais afeita às dúvidas do que à fé. É exatamente neste ponto que entra o Seminário de Vida no Espírito Santo. Também por um mistério, desta vez da parte de Deus, uma das graças deste Seminário tem sido uma vida nova, no Espírito Santo, que desabrocha depois de aparentemente ter hibernado por anos, décadas até, na alma de católicos não praticantes da virtude da religião. Em poucas palavras é difícil descrever o que se experimenta num Seminário de Vida no Espírito Santo realizado com a metodologia correta: com nove semanas de duração, com pastoreio, com partilhas, com estudos bíblicos, com cada encontro semanal durando pelo menos quatro horas, e, principalmente, com muitas orações e cânticos ungidos e fervorosos, acompanhados de pregações ardorosas e também ungidas.

A opção por fazer o Seminário de Vida no Espírito Santo na forma proposta pela RCCBRASIL não é somente uma novidade, ou uma prática ousada, ou uma forma de preencher calendários; tal opção é, antes de tudo, uma decisão estratégica, pois ela se encontra na bifurcação do bom discipulado que se opõe ao mais ou menos, da conversão profunda que se opõe à superficial, da oportunidade de proporcionar a todos os servos um grande avivamento anual que se alimenta principalmente das semanas preparatórias para o Seminário, mas continua por ele e o ultrapassa acompanhando o pastoreio que segue pelos meses do ano.

Em certos casos, o Seminário de Vida no Espírito Santo beneficia mais os servos do que os próprios evangelizandos, pois nele os obreiros, servos do Senhor, têm oportunidade de unir formação, oração e missão que compõem o tripé do crescimento espiritual, dando a todos a oportunidade de receber de Deus as ferramentas espirituais para ser santos na vida cotidiana, mesmo que seja começando num simples errar menos e acertar mais no lar, no trabalho, na escola, no lazer, nos relacionamentos profissionais e afetivos.

Bom Seminário de Vida no Espírito Santo a todos. Deus os Abençoe. Muito obrigado.

Dercides Pires da Silva


A Partir de agora estaremos disponibilizando temas sobre o SVE I, material escrito, em vídeo e esquemas básicos para ensinos em grupos de oração ou encontros fechados, alguns dos quais já estão disponíveis em outros site’s.   Estaremos apenas organizando de uma forma que outras pessoas também possam se usufruir destes textos e videos para nossa formação pessoal e auxiliar outras pessoas a encontrar-se com Jesus e conhecer melhor o Espírito Santo de Deus.


Seminário de Vida no Espirito
ESTE TEMA
PRÓXIMO
PRÓXIMO


Isto é caro ou Barato ?



É UMA JOIA RARA OU BIJUTERIA BARATA?
É UM DIAMANTE OU UM SIMPLES CACO DE VIDRO?
É DE BOA QUALIDADE OU DESQUALIFICADO?


COMO AVALIAR AS COISAS QUE POSSUÍMOS, VEMOS,

OUVIMOS E COMPRAMOS OU DESEJAMOS?


A FALTA DE CONHECIMENTO AS VEZES NOS FAZ PERDER AS COISAS MAIS VALIOSAS DA VIDA, MAS POR OUTRO LADO TAMBÉM FICA CLARO QUE AS VEZES AS PESSOAS SUPERVALORIZAM COISAS QUE DE TÃO SIMPLES PASSAM ATÉ DESAPERCEBIDAS PRINCIPALMENTE QUANDO ESTÃO FORA DO SEU LUGAR.




Uma Experiência foi Realizada pelo Jornal Washington Post numa estação do Metrô de Nova York, tudo foi gravado em vídeo e está disponível no YouTube.  Após a experiência o resultado se tornou a matéria de capa no jornal e foi amplamente debatida por especialistas e na internet, o que acabou rendendo um Prémio Pulitzer  para o Jornal.

A matéria iniciava da seguinte forma:

Aquela poderia ser mais uma manhã como outra qualquer.

Recebi este texto por e_mail, mas já está amplamente divulgado na internet desde Abril de 2007.

A informação é verdadeira. No link do YouTube há menção a um jornalista do Washington Post, e no sítio do jornal encontrei estaesta menção ao fato, o texto original foi escrito “Por Gene Weingarten Escritor do Jornal Washington Post e divulgado no Domingo, 8 de abril de 2007″, é um texto enorme, temos mensão ao fato também na pagina do próprio artista Joshua Bell, que rendeu mais de 4 milhões de visitas no Youtube, muita discussão e um Prémio Pulitzer.

Veja a descrição da experiência e a sua conclusão: Click no Link do YouTube e desfrute da Musica de Joshua Bell enquanto você lê o texto:



Aquela poderia ser mais uma manhã como outra qualquer.



Eis que o sujeito desce na estação do metrô: vestindo jeans, camiseta e boné, encosta-se próximo à entrada, tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora do rush matinal. Mesmo assim, durante os 45 minutos que tocou, foi praticamente ignorado pelos passantes.

Ninguém sabia, mas o músico era Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, executando peças musicais consagradas num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 3 milhões de dólares.

Alguns dias antes Bell havia tocado no Symphony Hall de Boston, onde os melhores lugares custaram a bagatela de 1000 dólares.

A experiência, gravada em vídeo (veja abaixo), mostra homens e mulheres de andar ligeiro, copo de café na mão, celular no ouvido, crachá balançando no pescoço, indiferentes ao som do violino.

A iniciativa realizada pelo jornal The Washington Post era a de lançar um debate sobre valor, contexto e arte.

A conclusão: estamos acostumados a dar valor às coisas quando estão num contexto. Bell era uma obra de arte sem moldura. Um artefato de luxo sem etiqueta de grife.

Esse é um exemplo daquelas tantas situações que acontecem em nossa vida que são únicas, singulares, e a que não damos a menor bola porque não vêm com a etiqueta de seu preço.

O que tem valor real para nós, independentemente de marcas, preços e grifes? É o que o mercado diz que você deve ter, sentir, vestir ou ser? Essa experiência mostra como, na sociedade em que vivemos, nossos sentimentos e nossa apreciação de beleza são manipulados pelo mercado, pela mídia e pelas instituições que detém o poder financeiro. Mostra-nos como estamos condicionados a nos mover quando estamos no meio do rebanho ou a “massa humana”.



Afinal, o que tem valor real para nós, independentemente de marcas, preços e grifes?

É o que o mercado diz que podemos ter, sentir, vestir ou ser?

Será que os nossos sentimentos e a nossa apreciação de beleza são manipulados pelo mercado, pela mídia e pelas instituições que detêm o poder financeiro?

Será que estamos valorizando somente aquilo que está com etiqueta de preço?

Uma empresa de cartões de crédito vem investindo, há algum tempo, em propaganda onde, depois de mostrar vários itens, com seus respectivos preços, apresenta uma cena de afeto, de alegria e informa: Não tem preço.

E é isso que precisamos aprender a valorizar. Aquilo que não tem preço, porque não se compra.

Não se compra a amizade, o amor, a afeição. Não se compra carinho, dedicação, abraços e beijos.

Não se compra raio de sol, nem gotas de chuva.

Usufruamos dos momentos de ternura que os amores nos ofertam, intensamente, entendendo que sempre a manifestação do afeto é única, extraordinária, especial.

Fiquemos mais atentos ao que nos cerca, sejamos gratos pelo que nos é ofertado e sejamos felizes, desde hoje, enquanto o dia nos sorri e o sol despeja luz em nosso coração apaixonado pela vida.

Tocando Flauta

VALORIZE-SE A SI MESMO FAZENDO A SUA PARTE.


Isto não tem Preço !

O texto acima em PPS

Link→

Exp. do Jornal no Metrô NY


Link’s →

Outras Mensagens Semelhantes



Primeira Publicação 800: O que é Bom Não tem Preço !


Outros textos de Pe. Françoá Costa.


Outros   

Textos

Pe. Françoá Costa

Sacerdote da

Diocese de Anápolis

Outros textos do mesmo Autor


Artigos neste Blog



O Mistério Da Igreja.

Publicado em 27/05/2009 por presentepravoce | Editar

Uma jovem de apenas 2000 anos.


Bem Aventurado sois vós…

Publicado em 03/11/2013 por presentepravoce | Editar

Santidade é Felicidade !

Publicado em 09/11/2009 por presentepravoce | Editar

O Marketing do Mal !

Publicado em 13/12/2008 por presentepravoce | Editar

Igreja Católica.

Publicado em 14/01/2009 por presentepravoce | Editar

Desenvolvimento não é sinônimo de Evolução !!!

Publicado em 13/12/2008 por presentepravoce | Editar

Trindade, Mistério ou o Segredo da Verdadeira Unidade ?

Publicado em 18/05/2008 por presentepravoce | Editar

Jesus nos convida para uma grandiosa festa.

Publicado em 18/10/2011 por presentepravoce | Editar

E o Verbo se fez Carne.

Publicado em 20/07/2013 por presentepravoce | Editar

O mundo dá glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo!

Publicado em 01/09/2011 por presentepravoce | Editar

TRADIÇÃO E “TRADICIONALISTAS”.

Publicado em 26/05/2008 por presentepravoce | Editar

A carta de Pe. Françoá Rodrigues Figueiredo Costa que Orlando Fedeli da Montfort não publicou.

Publicado em 29/03/2008 por presentepravoce | Editar

Jesus é Misericordioso


Bem Aventurado sois vós…



O Sermão da Montanha

“As Bem Aventuranças”

A verdadeira Santidade





ENTREGUES NAS MÃOS DO SENHOR

A santidade não é um artigo de luxo reservado a um grupo de privilegiados. É um ideal para o qual todos os cristãos devem tender, independentemente de sua condição social ou eclesial. Como ninguém é excluído, também ninguém pode eximir-se de dar sua resposta a este apelo divino. O importante é ter uma visão correta da santidade, para se evitar esmorecimentos diante de concepções falsas, e também para não ir atrás de um projeto de santidade incompatível com a proposta de Jesus.
O Evangelho entende a santidade como a capacidade de entregar-se totalmente nas mãos do Pai, de quem tudo se espera e em nome de quem se age em favor do semelhante. Neste caso, santidade e bem-aventurança identificam-se.


O sermão da montanha

5 Vendo as multidões, Jesus subiu à montanha e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e, abrindo sua boca, ele começou a ensinar: “Felizes os pobres no espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Felizes os que choram, porque serão consolados. Felizes os mansos, porque receberão a terra em herança. Felizes os que têm fome e sede da justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Felizes os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Felizes sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus. Pois foi deste modo que perseguiram os profetas que vieram antes de vós. apartamentos para alugar em santos


Fundamentação Bíblica:  Mateus 5,1-12



Jesus Professor e provedor da verdadeira felicidade.

“Não pode existir alguém que não deseje ser feliz. Mas, oxalá os homens que tão vivamente desejam a recompensa não fugissem dos trabalhos que conduzem a ela!” – Assim começava Santo Agostinho o sermão sobre as bem-aventuranças no ano 415 em Cartago. Impressiona-nos vivamente que o Senhor relacione a felicidade daquelas multidões (cfr. Mt 5,1) com a pobreza, o choro, a mansidão, a fome e a sede de justiça, a misericórdia, a pureza de coração, a pacificidade, a perseguição sofrida e a calúnia padecida. Para os ouvidos mundanos, essas expressões não podem causar mais que rejeição! E, não obstante, são esses os trabalhos que conduzem a felicidade, como dizia o bispo de Hipona. Sem dúvida, é importante entender que Jesus não está pregando uma vida miserável, triste, sem nenhum prazer, sem garra e sem perspectiva. Vou ser sincero: eu também rejeitaria um cristianismo assim! Se o mártir visse somente os sofrimentos e a morte, não seria feliz. Para a testemunha da fé, os tormentos são suportados por amor a Deus e também por causa da recompensa, do prêmio, do céu!

Há outras palavras de Cristo que nos ajudam a compreender melhor as das bem-aventuranças: “ninguém há que tenha deixado casa ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras por causa de mim e por causa do Evangelho que não receba, já neste século, cem vezes mais, com perseguições – e no século vindouro a vida eterna” (Mc 10,29-30). Neste século: deixar pai e ter cem pais, deixar mãe ter cem mães, deixar terras e ter cem vezes mais a quantidade de terra que se tinha… é ou não é rentável? E, depois: a vida eterna! E nem precisa ser bom comerciante para dizer que negócio é ouro!

A felicidade é uma realidade que vai mais além da pobreza, do choro, da mansidão e, não obstante, está presente em todas essas realidades, não por causa delas mesmas, mas por causa do espírito com o qual as vivemos e por causa das grandes coisas que nos aportam tão pouca renúncia. Em resumo: os que não conhecem a Deus estão perdendo tempo!

Realmente, o que faz feliz o coração humano não são as coisas desse mundo, mas o sentido na vivencia e na utilização dessas coisas. A mulher que vai ao salão de beleza e espera durante algumas horas para que a deixem bem bonita, é feliz; ela se submete a esse pequeno sacrifício por um bem maior. Quem sabe as consequências prejudiciais de uma noite de álcool e mesmo assim “toma todas”, é feliz; essa pessoa não busca as consequências, mas a alienação na qual encontra a felicidade por algumas horas. Inclusive quando pecamos, as ações por nós realizadas tem como fim a busca da felicidade, ainda que de maneira errada.

Com esses poucos exemplos é fácil ver e afirmar que há coisas que levam à autêntica felicidade e outras que levam a uma aparente felicidade. Como chamar felicidade aquilo que vai acabando conosco? Somente um louco buscaria a felicidade no encontro violentamente físico entre a sua cabeça e um poste.

Existe também uma “educação para a felicidade”, para buscar a felicidade. Há fases árduas nesse aprendizado. Além do mais, há coisas consideradas “chatas” que nos fazem felizes, como tomar um remédio amargo ou ir à escola. No momento não se percebe que é assim, mas com o passar do tempo estamos felizes e agradecidos por estar sadios e por não sermos burros.

Um bom professor da matéria chamada “felicidade” é Jesus. Que grande pedagogo! Afirma, para atrair os seus discípulos, que terão cem vezes mais aquilo que eles renunciarem. Com essa perspectiva, fica até fácil pedir a renúncia ao próprio eu (pobreza de espírito), pois seremos cem vezes mais nós mesmos, realmente viveremos de acordo com a nossa dignidade; o choro do esforço, pois assim não viveremos como seres adocicados e moles cuja felicidade se encontra na posição horizontal sobre um sofá macio (que pobreza de perspectiva!); a fome e a sede de justiça que nos faz ter uma vontade cem vezes mais firme para lutar pela felicidade dos outros, caminho de liberdade interior; a misericórdia que nos dá uma coragem centuplicada; a pureza de coração que nos faz cem vezes mais nobres porque dizemos “não” ao animal que está dentro de nós, preferimos viver como seres humanos; os pacíficos que estão dispostos a lutar cem vezes porque sabem que a paz é resultado da guerra que nos fazemos a nós mesmos contra as nossas más inclinações; a perseguição que nos faz cem vezes mais perspicazes para saber viver nesse mundo com a esperteza dos filhos de Deus e não ser bobos de ficar para trás em coisas nas quais deveríamos ser os primeiros; na calúnia sofrida que nos enterrará no húmus da humildade e nos fará andar centuplicadamente em verdade. E, depois, o descanso, a vida eterna, a vida sem fim, sempre, para sempre.

Pe. Françoá Costa

http://www.presbiteros.com.br/site/homilia-do-padre-francoa-costa-%E2%80%93-todos-os-santos/


Nos Revezes

da Vida (ECC)



O SENTIDO DA VIDA É RESTAURADO




A lágrima de Deus Pai.


A Lágrima que cai dos olhos do Pai no Filme “A Paixão de Cristo”, Revela que Deus não é insensível à dor de seu Filho Jesus, muito menos à dor de cada um de nós que também somos seus filhos amados.


Diz se, que Deus é capaz de realizar qualquer coisa, até mesmo o que é impossível, mas se descobriu que Ele não seria capaz de fazer algo.


Deus não é capaz de Deixar de nos Amar !

Se Deus é Amor ?

Será Amor Sempre !


Mel Gibson

A Lágrima Divina que cai no solo.

La Lágrima de Dios Padre


 A lágrima de Deus Pai.


Há uma cena no filme “A Paixão de Cristo” de Mel Gibson que tem levantado muitas dúvidas entre os seus telespectadores, a ponto de descobrir muitos deles uma nova dimensão da Paixão de Cristo. Referimos ao episódio que se segue logo após à morte de Jesus na cruz. Direcionando seu olhar para o alto, Jesus Cristo pronunciou suas últimas palavras: “Pai, Eu entrego em tuas mãos o meu Espírito”; para expirar logo após entregar seu Espírito. Em seguida, o ângulo de visualização vai subindo gradualmente, até ao ponto de se aproximar o calvário de uma altura que evoca a perspectiva do céu. Nesta posição de altitude, forma-se uma gota de lágrima, literalmente na visão daquele que vê, caindo em direção à terra. Quem poderia estar observando os acontecimentos em silêncio e imóvel, mas não incessível aos fatos ? Tanto, que a lágrima se desprende inconscientemente com os olhos ainda abertos e fixos em seu Filho que expirava. Esta Lágrima revela a presença de Deus-Pai na cena da crucifixão. A Trajetória da gota de Lágrima termina em colisão com a poeira da superfície do monte calvário, provocando um terremoto. Desta forma tão simples e sugestivo, abrindo uma janela para o divino Redentor: Deus o Pai, nos toca com sua maior expressão de amor antes de acolher seu Filho novamente em seus braços!

Para compreender isto, é necessário a remoção da poeira de algumas passagens bíblicas, infelizmente esquecidas ou relegadas, revela que Deus deu o seu Filho único para morrer numa cruz como sacrifício para a salvação e libertação de toda a humanidade: “Este é o amor: não que temos amado a Deus, mas que Ele nos amou primeiro e enviou seu Filho como purificação de todos os nossos pecados. “(1 Jo 4.9). Nunca devemos interpretar que Cristo foi entregue pelo Pai para morrer na cruz por sua própria vontade. Jesus oferece a sua vida ao Pai, livremente e por amor, para reparar a nossa desobediência (1 Tim Cf. 2.6). Por último, o Pai, chocado, aceita o sacrifício de seu Filho. A ressurreição de Cristo não é senão o abraço do Pai com Cristo, que organiza a sua oferta para todos os homens. Como resultado deste plano de salvação, a humanidade é reconciliada com Deus através de Cristo: somos filhos de Deus através do Filho Jesus.


L_grimaCristo


Mel Gibson tomou a liberdade de unir o cenário do início do terremoto, narrado em Mateus 27,51, com a queda da presente lágrima do Pai. Assim, esta lágrima se torna uma expressão, ao mesmo tempo, de ira e divina misericórdia. Devemos esclarecer que, obviamente, em Deus não pode haver irritação ou espírito egoísta de retaliação. Por isso, temos de compreender a ira de Deus como uma expressão do “Zelo” e santidade de Deus que sofre rejeição pela a oferta da salvação, e tentar por todos os meios superar os obstáculos decorrentes da eliminação do mau do homem, assim como Jesus fez para expulsar os mercadores do Templo (João 2, 14ss).

Da mesma forma, a ira divina expressada neste terremoto, resulta em misericórdia para com o soldado romano que atravessa com sua lança o lado de Cristo. O filme pretendia fazer um paralelo previsto pelas Escrituras “Ignace De La Potterie”. Com efeito, quando os evangelhos de Mateus e Marcos disseram que o véu do templo foi rasgado na altura da morte de Cristo, em paralelo, o evangelho de São João que diz respeito ao lado de Cristo também foi rasgado pela lança. Uma vez que não mais existe um véu que nos esconde a pessoa de Deus. Na morte de Cristo se revela o mistério escondido no Antigo Testamento. Deus já não tem segredos para connosco. O Coração de Cristo, revela a intimidade de Deus: “Por isso Jesus deixou de nos chamar de servos, e passou a nos chamar de amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu vos tenho dito e revelado” (Jo 15, 15).

Intercalar nas várias sequências da origem do terremoto, após a queda da lágrima Divina. Reserva-se um breve e intenso flash para refletir o desespero de Satanás. Na verdade, o ato de obediência que foi cravado sobre a cruz, representa a última e decisiva vitória sobre o demônio, que sempre tinha sido a perseguição, tentando remover Jesus do plano redentor que recebeu de seu Pai. Por isso, compreendo a importância da passagem bíblica: “Se pela desobediência de um, todos foram feitos pecadores, também pela obediência de um, todos serão justificados” (Rm 5, 19).

Temos que agradecer a Mel Gibson, não pode ser limitado na produção de seu filme para uma descrição dos acontecimentos externos da paixão, morte e ressurreição de Cristo. Pelo contrário, ela tem prestado um inestimável serviço à fé católica, para entrar em contemplação do plano salvífico na dimensão da morte de Cristo. Na Cruz de Cristo vemos dois planos diferentes, mas não contraditórios: a liberdade humana ao nexo de causalidade e ao plano redentor de Deus, tantas vezes anunciado pelos profetas. Ao mesmo tempo que Jesus sofre as maiores injustiças do Homem entregando sua vida para a nossa justificação, em um ato de amor ao Pai e cada um de nós:


17.

O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.

18.

Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai.

José Ignacio Munilla Aguirre   Texto Original em Espanhol:

http://www.rosarioensevilla.org/textosymeditaciones/lagrimadios.htm


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg?w=130&h=120
FOI DEUS APOCALYPITO

Marca de 5.500.000 de acessos alcançada.


5anos


HOJE ATINGIMOS 5.5000.000 DE ACESSOS.

E Agora somando + 35.000 curtidas no Facebook


Nestes cinco anos e meio de Blog Presentepravocê  e dois anos da pagina do Facebook só temos que agradecer a presença de cada um de nossos leitores e companheiros nesta árdua jornada da evangelização.

Sabemos que não é fácil falar de Jesus neste mundo de hoje e é ainda mais difícil testemunhar com a própria vida aquilo que evangelizamos nos encontros e aqui na rede, mas quando a nossa vida é o testemunho que se prega se trona bem mais fácil, por isso São Paulo assim dizia “Já não sou eu quem vive, é Cristo que vive em mim”, sei que este é o nosso maior objetivo, pois deixar que Cristo viva em nós é a verdadeira “SANTIDADE” e temos muito ainda que trabalhar para atingirmos esta meta, mas cabe a nós a proposta de cada dia darmos um passo a mais nesta direção e mesmo que cairmos ou afundarmos neste mar tempestuoso, temos a certeza de que Jesus nos estenderá a mão quando por Ele suplicarmos por Salvação.

Desejo a todos um feliz dia e que Deus multiplique as graças derramadas em cada coração daqueles que permanecem conosco ou daqueles que hoje nos viram pela primeira vez, espero que ainda tenhamos muitos anos para caminhar juntos e que possamos compartilhar a vida eterna ao lado de Cristo Jesus.

Sejam bem vindos e Parabém a todos.


aniversario 5 anos


Comemorações Anteriores:

Hoje é Nosso Primeiro Aniversário.

Presentepravoce atinge dois Milhões de acessos.


VEJA A NOSSA APRESENTAÇÃO DO BLOG.


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=100&h=93


É um prazer estar com todos vocês!


OS MAIS VISITADOS

ATÉ O DIA DE HOJE


Arcanjo Miguel O Papagaio Marrom.
APOCALYPITO JESUS é o mesmo
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg Batismo no Espírito
Só Jesus Dons Gloria Pollo
Fabio de Melo Presentepravoce

Estatísticas ao completar 5.500000 de acessos


Em Todo o Tempo decorrido Os 50 Post’s mais Visitados.

Título Visualizações
Página inicial / Arquivos 481.814
Orações ao Espírito Santo. 259.093
Novas Imagens Para Mensagens de Natal. 245.812
WALLPAPER’S DE MARIA SANTÍSSIMA, PARA SUA COLEÇÃO. 159.168
Foto Mensagem da Páscoa. 158.894
Oração de São Miguel Arcanjo. 135.884
Padre Leo Conta a estória do Papagaio Marrom. 127.702
Wallpapers – Mensagens de Jesus. 116.941
MENSAGENS EM PPS. 102.492
Jesus Misericordioso. 82.464
Apocalipto, Filme de Mel Gibson Retrata Civilização Maya e Asteca. 75.626
Molduras para montagens de Cartões e Fotos. 64.441
Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre, inconfudível e Imutável. 62.508
Mensagens de Natal. 58.454
Dia Das Mães. 56.611
Cantos para o Advento. 52.409
Um Milagre Eucarístico que ficou oculto 12 anos! 49.876
Molduras para fotos e Cartões com temas Natalinos. 49.061
Semana Nacional da Família. 46.051
O Casal Cristão no Mundo de Hoje. (ECC) 41.669
NATAL … 40.768
Aqueles que Confiam no Senhor… 40.438
Poema a Nossa Senhora Aparecida. 39.377
Oração de Natal. 38.915
PEGADAS NA AREIA. 38.583
Ultimos Milagres de Santos da Igreja Católica. 37.117
A Família Segundo a Bíblia. 35.618
O Milagre de um Embrião. 35.140
Terceira Idade, Ser Idoso ou ser apenas um Velho ? 34.978
Nossa Senhora Aparecida. 34.707
Camisetas Ágape e livraria. 34.470
Jesus Te Ama – Presentepravoce 33.570
A Paixão de Cristo, o filme mais polêmico de Mel Gibson. 32.711
Amor sempre Amor, Mensagens e Cartões para. 32.667
Semana Santa. 32.203
Feliz Páscoa. 31.851
Padre Robson Oliveira. 31.632
Vinho, muito vinho, O primeiro Milagre de Jesus foi totalmente dedicado ao Matrimônio. 31.535
Civilizações precolombianas na América. 31.120
Padre Léo estava totalmente curado, afirma Padre Joãozinho. 30.361
Deus Criou uma Mãe Com Coração de Mãe. 29.263
MARIA PASSA NA FRENTE. 29.047

.


Stats_Hist_Presentepravoce_130205


O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
AS SETE VERDADES DO BAMBÚ

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 68.408 outros seguidores