O Papagaio na Gaiola de luxo – Padre Leo.



papagaio_escada_balanco_espelho_padre_leo


Uma estória de Padre Léo que ele contava sempre em seus encontros para casais a fim de mostrar o valor da dedicação ao conjuge e os demais familiares, pois muitas preocupações secundárias tomam frente ao que é indispensável e por isso muitos matrimônios fracassam.



O Papagaio na Gaiola de luxo:


Certa vez uma senhora ficou viúva e seus filhos já casados moravam longe e ela ficava praticamente sozinha o dia todo e como já estava habituada a conversar começou a se sentir deprimida assistindo TV o dia todo.  

Um dia quando assistia um documentário sobre animais de estimação teve uma ideia e procurou um Pet shop para adquirir um animal de estimação:

– Boa tarde cumprimentou-lhe o dono da loja de animais.  O que a Senhora deseja.

– Caro Sr, eu procuro um animal para me fazer companhia, pois fiquei viúva a pouco tempo e estou me sentindo muito sozinha, o que o Sr, sugere.

– Tenho aqui um cãozinho da raça Shih Tzu que é muito dócil, mansinho, não solta pelo e etc.

– Não, disse ela, não quero um cachorrinho, pois faz chichi pra todo lado e já tive um e não gostei.

– Sugiro então um gatinho…. angorá…

– Não, interrompeu ela ainda no meio da frase, não suporto gatos, solta muito pelo e uma prima minha ficou até doente por causa de um gato … e etc.

– Tenho também um passarinho, Curió. – Não, não quero um passarinho, esse bicho faz muito barulho …

– Sendo assim tenho aqui este “Ferreti” um tipo de lagarto, ele é quetinho e dorme o dia todo,

– Não!… que dorme o dia todo? Não, eu quero um que me faça companhia, pois um assim já tive um a vida toda.  

Dizendo isso ia saindo da loja quando viu na vitrine de saída um Papagaio muito bonito, voltou-se para o vendedor e perguntou:   E este Papagaio aqui está a venda?  Ele fala alguma coisa?

– Esta a venda sim e ele fala não só o português como, francês, inglês e algumas palavrinhas em alemão, é uma raça muito nobre de Papagaios faladores e foi importado recentemente. e etc.

– Gostei do bichinho, acho que irá me servir, quanto custa?

– Por  ser muito raro seria muito caro, mas estamos vendendo este na promoção por apenas R$ 2000,00.

– O que?  Muito caro, se eu comprar por esse preço é capaz do falecido revirar dentro do caixão e foi-se embora, mas ficou pensando naquela possibilidade, pensou, pensou e dois dias depois retornou até a loja para buscar aquela ave.

Bom dia – Bom dia:

– Vim buscar o meu Papagaio.

– Entusiasmada com a nova aquisição, levou-o para casa arrumou um local para que ele ficasse e no dia seguinte acordou cedinho e puxou conversa com o Papagaio, mas notou que ele estava um pouquinho triste e não disse nenhuma palavra.

– Ela ligou para o Pet shop e narrou o episódio, onde o vendedor lhe disse que era preciso que ele se ambientasse em seu novo lar primeiro para depois começar a falar.

2º dia – Achando que o Papagaio já estava acostumado com o novo lar a Sra. chegou e disse:

  • Bom dia Papagaio… e não ouviu resposta.
  • Bonjour… Good Morning … e ele permanecia com a cabeça baixa e não dizia nada.
  • – Ela ligou de novo para o Pet shop e informou o ocorrido dizendo que falou português, Francês e Inglês e o Papagaio não respondeu, Por Que seria isso?
  • – Ele respondeu perguntando se o Papagaio estava bem colocado no receptáculo “papagaiolístico”?
  • – Como? O que?  ? Papagaiolístico? O que é isso meu filho!
  • – É um ambiente apropriado para um papagaio desta nobre raça, com barras de titânio que não enferrujam, um poleiro de mogno que não contamina a ave e etc. fez a maior propaganda do objeto.
  • – E a mulher então perguntou, onde eu consigo um negócio deste?
  • – Temos um aqui em nossa loja, podemos lhe entregar e instalar por apenas R$ 800,00 .
  • –  Ela relutou um pouco, regateou o preço e por fim concordou e pediu que a levassem imediatamente.
  • 3º dia, o Papagaio não falo e ela recorreu mais uma vez à loja que o vendeu.
  • Desta vez ele lhe vendeu um balanço.
  • 4º dia – Agora a causa do problema era a falta de uma escada para que o papagaio subisse imitando os galhos de uma árvore.
  • 5º Dia – Desta vez ela precisava de um espelho para se sentir acompanhado e desinibisse a sua fala.
  • – A Senhora foi seguindo as instruções do vendedor e foi comprando tudo de bom para o Papagaio e até aquele momento não ouvira uma só palavra.
  • 6º ao amanhecer do dia a mulher ouviu uma vozinha fraca vindo do palácio Papagaiolístico e correu lá para falar com o bichinho no que ouviu suas ultimas palavras e morreu sem explicação.
  • Ela foi na loja muito nervosa, pois havia gasto muito dinheiro sem obter nenhum resultado e no final das contas o bichinho ainda morreu  sem motivo, pois vivia com todo aquele luxo.
  • – O vendedor então perguntou, mas ele morreu mesmo sem dizer nenhuma palavra?
  • – Não! ele falou assim bem baixinho…
  • – Não tinha nenhum tipo de comida para papagaio naquela loja? e foi ficando fraquinho e morreu!

MORAL DA HISTÓRIA

Aquele vendedor ofereceu tudo de bom para a Senhora comprar para o Papagaio e se esqueceu do principal, de oferecer a comida de papagaio para a ave e que a Senhora nem sequer sabia o que oferecer.

De que adianta uma enorme e espaçosa Gaiola de Titânio luxuosa que não enferruja, um balanço para descansar, uma escada para se ambientar  um espelho para se apreciar e não ter nem sequer um grão de alpiste para se alimentar? A morte viria mais cedo ou mais tarde e apesar dos sinais de tristeza, mudez, fraqueza ninguém notou do que realmente lhe fazia falta para viver!


APLICAÇÃO NA VIDA REAL


.



.

Outras Mensagens de

PADRE LÉO


Mensagens de Padre Leo

Semeando a cultura de Pentecostes


padre-leo-lk Jesus_disfarçado Padre_Bambu
Creia_no_Senhor_Jesus_e_seras_Salvo_Tu_e_Tua_Casa_3 Papagaio_marrom_pe_Leo Felipe_Aquino_10_pontos_negativos_educacao_filhos

Anúncios

Dinâmica – Indissolubilidade do Matrimônio.



Objetivo: Demonstrar como acontece na prática o termo “SEREIS UMA SÓ CARNE” e a indissolubilidade Matrimonial para que seja bem compreendida pelos Noivos ou casais participantes do curso, levando em consideração que o AMOR é a peça fundamental que motiva, causa e mantém o Verdadeiro Matrimônio.



(O que é Amálgama?)

Amalgama

Não deixamos o texto neste post, pois seria cópia de outro post já editado, apenas modificamos o Título principal, pois as buscas não indicavam o outro título, para acessar basta clicar no link que é a imagem acima. CLICK NA FOTO ->



PEQUENA DINÂMICA SOBRE A INDISSOLUBILIDADE DO MATRIMÔNIO.


Uma_so_carne


UMA SÓ CARNE


Casal_recorte_de_papel


Entregar a cada casal um casalzinho de recortes (de papel) podem ser de cores diferentes. Dizer que cada recorte representa um dos cônjuges. Dizer que eles eram assim antes de se casarem (separados), mas que agora, unidos pelo amor, são uma só carne. Entregar uma cola para cada casal (escrever no rótulo da cola a palavra amor) e pedir para que colem os bonecos um no outro. Pronto!!!

(*) Pode ser um só cola para todos…

Deixe para terminar a dinâmica no final do encontro.  Peça que os casais tentem descolar os recortes que foram colados no início do encontro e verifiquem que não há essa possibilidade, ou seja, depois de casados não há separação. E em caso de separação sempre fica sequelas.





(Dinâmica do Café com Leite:)


Leite_café


Amalgama




.


O Beijo que Cura.



Mulher-Beijando_pes_Jesus Beijo_de_Judas

Existem dois beijos ofertados a Jesus que ficaram bem conhecidos:


O de Madalena em seus pés e o de Judas em seu rosto:

O Primeiro gerou a Salvação de uma mulher que tinha tido uma vida inteira de pecados enquanto que o outro causou a perdição de um homem que caminhou com Jesus, comeu com Ele, partilhou de muitos momentos tristes e felizes e no entanto foi capaz de vender sua salvação por apenas trinta moedas de prata.  

Poderíamos escrever um longo texto sobre cada um destes dois casos em particular, mas hoje queremos falar de um outro beijo diferente, um que não foi oferecido a Jesus mas que demonstrou um profundo amor pelos homens que são os filhos amados de Deus, principalmente os pecadores. Ninguém poderia prever o efeito de um beijo como este, mas como aquele primeiro beijo no próprio Cristo, foi capaz de curar, renovar e transformar o coração de um pecador e dar-lhe uma nova vida.

Eu estou falando do beijo que o Papa João Paulo II deu no solo brasileiro quando chegou aqui pela primeira vez em 1991.


pa-João-Paulo-II-beija-o-chão-em-sua-chegada-ao-Brasil.-São-Paulo-12-de-outubro-de-1991[1]


Neste dia aconteceu muita coisa neste Brasil, mas um fato marcou a vida de uma pessoa em particular que testemunha que Deus mudou a sua vida no instante exato que o Papa Beijou o chão.

Este testemunho já atingiu muitas outras pessoas e já multiplicou as graças deste ato milhões de vezes, nunca jamais podemos prever o poder de um ato de amor como este, mas podemos multiplicar ainda mais o seu efeito quando temos a coragem de testemunhar isso ao mundo, José Vaumir já testemunhou sua vida em muitos encontros fechados e abertos, mas hoje temos seu testemunho gravado no “Santa Carona”, peço licença ao Guilherme e sua equipe que gravou, editou e publicou este vídeo no Youtube para republica-lo aqui no objetivo de multiplicar ainda mais as graças que este testemunho sempre produziu.

Veja o vídeo abaixo: 622 view



Aperte esse play aí mooooooçoo!!!!!

INSCREVA-SE: goo.gl/1bkUBf
FACEBOOK: http://www.facebook.com/santacarona
INSTAGRAM: http://www.instagram.com/santacarona



Presépio criança Kairós_pr3
bRAÇOS DO pAI Mais_uma_chance

Dinâmica do Amalgama com Durepoxi.



Objetivo: Explicar o termo “UMA SÓ CARNE” e a indissolubilidade Matrimonial para que seja bem compreendida pelos Noivos ou casais participantes do curso, levando em consideração que o AMOR é a peça fundamental que motiva, causa e mantém o Verdadeiro Matrimônio.



(O que é Amálgama?)

Amalgama


(Definição:) 

O que é Amálgama:

Amálgama é uma liga de mercúrio com outro metal, e tem diversas funções, por exemplo, a amálgama de estanho serve para espelhar o vidro, a amálgama é também utilizada na odontologia.

Uma amálgama é uma solução de um ou vários metais em mercúrio ou liga de um determinado metal e mercúrio. Quando a percentagem de metal é pequena, a amálgama é líquida; quando a percentagem é grande, a amálgama é sólida. As amálgamas são utilizadas na extração de ouro e prata a partir de fios de minério (amalgamação).

No sentido figurado, uma amálgama é também o nome que se dá à mistura de coisas diversas e heterogêneas. É também a reunião desordenada de pessoas de diferentes classes e qualidades. Em linguística, amálgama é também a mistura de duas palavras com o objetivo de criar uma nova.

Amalgama2

Andamento:

Em nosso caso iremos usar a definição básica que é a união de dois materiais diferentes para formar um terceiro material único para que se entenda o significado lógico do termo “Já não sereis mais dois e sim uma só carne.”

(São Marcos 10, 6)

“Mas, no princípio da criação, Deus os fez homem e mulher. 7. Por isso, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher; 8. e os dois não serão senão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne. 9. Não separe, pois, o homem o que Deus uniu.”

1ª opção: Usando Durepoxi.

Durepoxi

Podemos dizer que o Durepoxi seria o melhor exemplo para o nosso assunto, pois é composto de duas partes distintas porém iguais em tamanho e forma e se misturam totalmente até formar um outro material que irá se solidificar com o tempo tornando-se inseparável.

Se não for explicado o que se deve fazer com o material ao publico cada um pode entender de uma forma diferente e realizar algo que não seja o que se pretende e dando margens à justificação e explicações posteriores, é exatamente o que “PRETENDEMOS FAZER”, causar erros propositalmente.

Como por exemplo:

Entregamos dois pedaços de Durepoxi para cada casal, uma parte branca “Adesivo” e uma parte cinza “endurecedor” e pedimos que cada um execute um “CASAMENTO”, logicamente esta dinâmica deve ser executada antes que se fale ou se explique o que é o Sacramento do Matrimônio e até mesmo antes de se dizer que o Homem e a mulher deve formar uma só carne no casamento, na verdade podemos executar a tarefa antes da palestra para aproveitar a falta de conhecimento das pessoas usando o resultado para ilustrar a palestra, caso todos façam um amalgama perfeito você ficará sem exemplos práticos, mas pode improvisar fazendo você mesmo o exemplo.   Em minha experiência, todas as vezes que executei a dinâmica sempre obtive vários exemplos de erros que poderiam ser usados como observação no tema.

Se o casal fizer o que manda a instrução da caixa do Durepoxi explica como modo de uso como adesivo, estariam fazendo exatamente o correto, por isso o uso do Durepoxi já em si mesmo estaria induzindo o casal a executar corretamente a tarefa, mas em todos os casos que executei obtive mais erros do que acertos.

Exemplo 1. Enrolam-se os dois pedaços de Durepoxi e os mantém separados ou apenas juntados por fora:

Exemplo 2: Juntam-se as duas partes apenas amassando uma na outra.

Exemplo 3: fazem uma aliança que entrelaçam uma na outra.

Exemplo 4: fazem bonequinhos e colocam juntos de mãos dadas.

Durepoxi

Em todos esses casos você pode separar uma parte da outra e poderá usar como exemplo de “SEPARAÇÃO” devido ao casamento mal feito e sem compromisso de fidelidade, usando o versículo Bíblico poderá mostrar a maneira correta de se fazer o Amalgama entre os dois elementos do Durepoxi e mostrar que no futuro seria não somente inseparável, mas também indestrutível.

O modo de mostrar o correto é amassando as duas partes uma com a outra e reamassando, espremendo, dobrando, sovando a massa e a misturando até ficar com uma cor só, pois se ela for mal misturada deixando partes de cores diferentes não se solidificará corretamente e com o tempo irá se decompor, já se ela for misturada corretamente se solidificará e permanecerá solida para sempre.

Depois de passar o texto do tema ou no tempo que você quiser poderá então retornar ao resultado da dinâmica e usá-los para ensinar o que é “INDISSOLUBILIDADE MATRIMONIAL”.

Enquanto você mistura a massa para que ela se torne uma só você pode ir narrando os sofrimentos que o casal enfrenta em seu dia a dia e poderá ir falando como se resolve estes problemas com o sofrimento, a paciência, o amor, o perdão, a superação, pois pode vir a tentação, a discórdia, a incompreensão, mas quando existe o amor, a compreensão, a cumplicidade, a fidelidade se vence todo sofrimento e isso pode ser comparado com o amassar da massa que no fim se torna uma só peça sólida.

Tudo isso foi feito usando a cola Durepoxi como exemplo, mas existe a massa colorida de criança brincar que é bem mais barata e serve ao mesmo propósito se diferenciando apenas que no futuro não se solidificará e neste caso para se usar no exemplo acima ela também leva a desvantagem de não induzir o casal a misturar a massa como o adesivo Durepoxi e assim poderá surgir muito mais exemplos de erro na interpretação do verdadeiro “MATRIMÔNIO”, não se esqueça de entregar massas de cores diferentes representando o masculino com uma cor mais escura e o feminino com uma cor mais clara resultando numa mistura homogenia com uma cor intermediária fácil de ser observada à distância.

Obs: Existem formulas para que você mesmo faça esta massa com farinha de trigo, tinta, oléo e sem cola branca caso não encontre nas livrarias além de poderem ser reutilizadas como brinquedo para as crianças que estiverem no encontro depois da analise do resultado.

Como fazer você mesmo massa de modelar!

Como fazer massa de modelar

Agora faça um desafio:

Quem é capaz de separar a mistura.  Ofereça um prêmio e etc.

Certamente não aparecerão voluntários para a tarefa…

Insista no desafio até que todos digam que é impossível…

Desafie o homem mais forte do grupo a realizar a tarefa e quando ele confirmar que não pode executar a tarefa então reflita a frase:

A mistura não pode mais ser separada,

O Matrimônio da mesma forma é “Indissolúvel”, uma vez feita a união por Deus, ela se torna para sempre, por isso a Igreja não anula e nem desfaz o Matrimônio, apenas declara em certos casos específicos que ele nunca existiu.

“Não separe o homem aquilo que Deus uniu”

(A família verdadeiramente cristã é capaz de mudar o mundo em que vivemos da água para o vinho).


Mãos_na_massa Leite_café



Harmonia Conjugal

A Vivência do Sacramento

do Matrimônio


Parábolas

& Reflexões


As quatro esposas do Rei.



No passado e ainda hoje em alguns países que permitem a bigamia ainda é normal encontrar homens que possuem mais de duas esposas, como se diz comumente, até parece uma maravilha viver em um arem como o Rei Salomão, mas somente quem vive na pele esta situação pode concordar que ter quatro esposas é como multiplicar os seus problemas à quarta potência e o que pareceria um paraíso acaba se revelando um inferno.

Mas na estória que apresentaremos abaixo vemos um exemplo de convivência harmoniosa durante toda a vida e que merece um pouco da nossa atenção para compreendermos a verdade dos fatos:

Veja o Texto:



Casamento_com_quatro_esposas_África_do_sul



Um grande e poderoso Rei tinha quatro esposas e seu relacionamento com elas era muito bom tanto que vivia feliz e despreocupadamente.

– Ele amava sua ultima esposa demais.   Ela era a mais jovem e sempre recebia do Rei lindos presentes, jóias e roupas caras.

Dava-lhe de tudo e sempre do melhor.

– Ele também amava muito sua terceira esposa que na sua opinião era a mais bela, e gostava de exibi-la aos reinados vizinhos nas grandes festas. Contudo, ele tinha medo que um dia ela o deixasse por outro rei mais jovem e rico.

– Ele também amava sua segunda esposa. Ela era mais inteligente e compenetrada e entendia tudo sobre os negócios do reino, era sua confidente e estava sempre pronta para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha que enfrentar um problema ele confiava nela para atravessar os tempos de dificuldade.

-A primeira esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para manter o rei muito rico e poderoso.

Mas… ele não amava a primeira esposa como as outras e, apesar de esta o amar profundamente ele mal tomava conhecimento dela.

– Um dia o rei caiu doente e percebeu que seu fim estava próximo.
Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou:

“É… agora eu tenho quatro lindas e dedicadas esposas comigo, mas quando morrer, ficarei sozinho”.

– Então ele perguntou para a quarta esposa:
– Amei-a tanto, querida….

A cobri das mais finas roupas e jóias.
Mostrei o quanto eu a amava, cuidando bem de você.

Agora que eu estou morrendo, você seria capaz de morrer comigo, para não deixar-me sozinho?

– De jeito nenhum! – respondeu a quarta esposa, e saiu do quarto sem sequer olhar para trás.  A resposta que ela deu cortou o coração do rei como se fosse uma faca afiada.

Tristemente o rei, então perguntou para a terceira esposa.
Eu também amei-a tanto a vida inteira… Agora que estou morrendo, você seria capaz de morrer comigo, para não deixar-me sozinho?

– Não! respondeu a terceira esposa. A vida é boa demais!!! Sempre fui fiel a ti, mas quanto você morrer, eu pretendo me casar novamente…

O coração do rei sangrou de tanta dor.

Ele perguntou, então para a segunda esposa:

– Eu sempre recorri a você quando precisei de ajuda e você sempre esteve ao meu lado nas mais duras provações e dificuldades. Quando eu morrer, você será capaz de morrer comigo, para fazer-me companhia?

– Sinto muito meu amor… Mas desta vez eu não posso fazer o que você me pede!

– respondeu a segunda esposa. O máximo que eu posso fazer é enterrar você…

Essa resposta soou como um trovão na cabeça do rei e ele ficou arrasado.

– Então uma voz se fez ouvir.
– Eu partirei com você e o seguirei para onde você for!

O rei levantou os olhos e lá estava a sua primeira esposa, tão magrinha… tão mal nutrida… tão sofrida… Com o coração partido o rei falou:

– Mas Você ? Logo a que eu mais desprezava e mal percebia a sua presença?  Eu deveria mesmo ter cuidado muito melhor de você enquanto eu ainda podia…


2020

1954 – Quatro Rainhas Encontram Lancelot Dormindo, Frank Cadogan Cowper


Moral da estória:

– ” Na verdade nós todos temos 4 esposas nas nossas vidas…

– Nossa 4º esposa é o nosso CORPO. Apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito, ele nos deixará, quando morrermos.

– Nossa 3º esposa são as nossas POSSES, as nossas propriedades a nossa riquezas. Quando morrermos, tudo isso vai para os outros.

– Nossa 2º esposa são nossa Família e nossos amigos. Apesar de nos amarem muito e estarem sempre nos apoiando, o máximo que eles podem fazer é nos enterrar.

– A nossa 1º esposa é o nosso ESPIRITO…
Muitas vezes deixado de lado, ele fica lá no fundo, esquecido, por perseguirmos durante a vida toda a Riqueza, o Poder, e os Prazeres do nosso EGO…

Pena que muitas vezes só consideramos isso quando estamos para deixar este mundo.

Apesar de tudo, é a única coisa que sempre irá conosco, não importa onde formos, então…

Cultive-o… Fortaleça-o… E acima de tudo Alimente-o!
Dê o verdadeiro sentido à sua vida agora.
JESUS é o único caminho….
É o maior presente que você pode dar a si mesmo.
Está é a hora..



a historia dos lobos

editando aguarde


O_desafio_do_Rei


Devemos ser 100% de Deus.

 


TESTEMUNHO DE MYRIAN RIOS

Durante a Santa Missa na parte da manhã com o Padre Fábio o Evangelho nos falava que não é possível servir a dois senhores, não é possível servir a Deus e o dinheiro, a Deus e a riqueza. A maioria dos artistas começa a carreira pensando em dinheiro. Eu comecei minha carreira com 16 anos e nunca havia pensado em ser artista e a primeira coisa em que me preocupava era quanto eu ia ganhar. Minha meta era ganhar dinheiro, era ficar conhecida e embora minha família fosse católica, eu segui por estes caminhos.

O que falta a você para ser 100% católico?

Eu passei dos meus limites, aceitei assinar um contrato com uma grande emissora e queria ficar famosa e ganhar muito dinheiro, fiz algumas fotos sensuais com a finalidade de ter mais dinheiro para pagar minhas contas. Eu pensava comigo que aquela oportunidade havia caído do céu, mas na verdade não caiu do céu, veio foi do inferno! Eu me lembro que cheguei no estúdio para fazer este trabalho constrangedor e estava com muita vergonha, mas precisava estar ali para pagar minhas contas.

Mas Deus às vezes nos permite “enfiar o pé na lama” para que possamos provar de que na verdade Ele quer nos dar uma vida de paz e prosperidade. Os trabalhos que convidaram para que eu fizesse falavam sobre adultério, sobre roubo, sobre passar as pessoas para trás. Lembro que na época em que começou a AIDS, eu tive que fazer um pedido para um diretor meu de não me filmar numa cena beijando um colega de trabalho que era homossexual e tinha AIDS, pois eu tinha medo de pegar AIDS dele, porém depois fui perceber que eu não tinha que me preocupar se eu ia pegar AIDS ou não, mas sim me preocupar com aquela pessoa que tinha se desviado em seus caminhos e tentar ajudá-la de alguma forma.

Enquanto eu estava com meus pais, eles impunham os meus limites, eu ia numa festa e meu pai ia me levar e tinha que olhar o ambiente, se era bem iluminado, quem estava lá, mas depois que eu passei a morar no Rio de Janeiro, foi Deus quem me segurou, pois tive que “enfiar o pé na jaca” para hoje poder dar este testemunho aqui. Imagine, você vai fazer um trabalho e todos os seus amigos fumam maconha, pois muitos no meio artístico e não somente neste meio mas em muitos outros, buscam estes meios para estarem vivendo em seus trabalhos. E eu convivia com pessoas assim, com 18 anos cansei de pegar meu carro e dar carona aos meus colegas para comprar maconha e eu não sabia que eu estava levando eles para o caminho do inferno.

Com quase 20 anos eu fui para os Estados Unidos, pois queria falar Inglês fluentemente e tinha acabado de me separar do Roberto Carlos, então fui morar na Califórnia e vi que era tudo muito descartável, tinha que andar na moda e vivi esta cultura do descartável. Comecei a notar que aqueles que viviam naquelas festas, que davam uma de conquistadores, quando chegavam em casa ficavam com um “buraco” e um vazio que não tem o que os poderia preencher, eles não tinham alegria, brilho no olhar. Estas pessoas ficam tão tristes, tão vazias, tão secas e elas são de Deus, porém elas não sabem, então dependem de nós, do padre Fábio, do monsenhor Jonas que apresente este Deus a eles.

Alguns pensam que eu fiquei louca, porém eu não ligo, pois sei que meu lugar é o céu. Há cinco anos que estou na Canção Nova e comecei prestando serviços e hoje sou da Comunidade como aliança. Eu chamava uns amigos meus nos programas e eles achavam estranho, falavam que havia alguma coisa diferente, pois nas emissoras seculares nas gravações ouvíamos xingamentos, gritos e aqui todos os tratavam muito bem.

O artista de Deus tem que se despojar de títulos, ele tem que ser simplesmente um evangelizador, no dia em que eu marquei com o Eto para me colocar a disposição da Canção Nova, eu cheguei e falei: “estou aqui, eu sou atriz, eu falo Inglês e estou a disposição para fazer qualquer coisa aqui como voluntária”. Se você abre o seu coração com docilidade, com obediência, com docilidade, Deus agirá em você, agora se você disser, “eu quero ser um artista de Deus”, mas continuar fumando maconha, vivendo um namoro no pecado, você não será ajudado por Deus.

‘Deus às vezes nos permite “enfiar o pé na lama’, diz Myrian Rios.

Se você se envergonhar de Deus, de ser um cristão, de ser um artista de Deus, também Deus se envergonhará de você, imagine se Deus chegar e nos pegar assistindo um programa desqualificado como estes que temos hoje ou se estivermos na paróquia dançando mas quando saímos de lá, temos um namoro que não é santo.

Uma vez eu estava no aeroporto via uns irmãos muçulmanos e em um determinado momento eles faziam as orações deles, e não se envergonhavam, nós também não devemos nos envergonhar, devemos ser católicos que fazem a diferença. Numa semi-final de futebol vi o goleiro de um dos times rezando o terço e ao final da partida depois de uma série de pênaltis o time saiu vencedor, eu vibrei pois vi que aquele rapaz rezava o terço antes das cobranças de pênalti e Maria intercedeu por aquele time, se aquele goleiro rezava o terço para todos verem, porque nós temos vergonha de rezar o terço onde trabalhamos, no lugar em que tivermos.

Um dia fui a uma feira de livros com meu filho, eu estava com meu terço e fui ver os livros que eles colocavam a disposição das crianças, os títulos dos livros só falavam coisas ruins, chamei o rapaz e perguntei quem era o responsável pela escolha de títulos dos livros e me coloquei a disposição para poder escolher os títulos, sei que fui só eu entre muitos outros pais, mas se a gente não fizer nossa parte quem fará? Se nossos filhos não forem formados em casa direito vão sair de casa e fazer o que todos os outros fazem, é preciso pedir esta graça a Deus, pedir que estejamos sempre atentos, sempre vigiando dentro daquele projeto que Deus tem para nós. Como artista eu preciso ter a sensibilidade de saber que se componho uma música, devo fazer a pergunta a mim mesmo, será que esta musica tocaria no céu? As mulheres quando colocarem uma roupa, por exemplo, devem perguntar a si mesmas, será que Nossa Senhora se vestiria deste jeito?

Padre Léo dizia que Jesus foi o primeiro artista, pois Ele veio interpretar o Evangelho para nós e nós não devemos ter vergonha ou ter duas caras na paróquia sou uma coisa e fora de lá sou outra. Se formos diferentes em Deus, as pessoas que estão tão secas, tão desesperadas vão querer saber porque trazemos em nós estas diferenças. Você tem que colocar o maior dom que você tem, o dom da vida, 100% a serviço do Senhor. Uma vez recebi um email de uma menina de 16 anos que mora no nordeste e ela me perguntou o que eu achava de ela frequentar os forrós que acontecem lá no nordeste e eu parei, rezei um pouco e pensei, a dança foi feita para louvar ao Senhor, preciso saber se estou dançando para Deus ou para seduzir alguém, assim saberemos se realmente poderemos dançar aonde for.

Comece a evangelizar com os dons que Deus te deu que Ele mesmo proverá aquilo que você precisa, há seis anos atrás eu vivi esta experiência, passei minhas necessidades e a providência de Deus agiu em minha vida. Precisamos confiar em Deus e para confiar em Deus você precisa tirar do seu coração todos os lixos, todas as misérias e isso podemos fazer através do sacramento da confissão.

 
Se você se coloca inteiro nas mãos de Deus, Ele terá como agir e é maravilhoso experimentar a providência de Deus, não busque salários. Eu não sei hoje o que falta a você para se entregar ao Senhor de maneira plena, 100%, mas peça ao Senhor a graça de ser inteiro Dele.

O que falta a você para ser 100% católico? Peça ao Espírito Santo que te dê esta sabedoria para entender o que te falta para ser este 100%.

Fonte: http://www.cancaonova.com

http://www.jesusobompastor.com.br/noticia/33.htm#.UiOjCza1E1t


Quero ser Batizado

No Teu Espírito Santo Senhor!

RCC ANÁPOLIS
https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg?w=130&h=120

A vida não é uma Balada!


A Balada dura apenas uma noite.



E a Vida Continua…


O direito de se divertir e encontrar os amigos para algumas horas de distração juntos, nunca pode tirar, da consciência, o dever de cuidar-se e cuidar dos outros. Os encontros sempre foram uma oportunidade bonita de estreitar laços de amizade e construir relacionamentos verdadeiros. As baladas são uma oportunidade positiva, para quem tem a cabeça no lugar, assim como outros ambientes sociais, e podem conduzir a uma verdadeira vivência dos valores da vida humana, como por exemplo a amizade, o respeito e a valorização do outro e da vida. Somos ou não somos corresponsáveis para criar um mundo melhor?   Acreditamos ou não que a vida é um presente de Deus e que deve ser preservada a todo custo?

    Diante de tantos fatos de jovens se matando no trânsito, excedendo em bebida alcoólica, em drogas que afetam diretamente a consciência e o correto uso da razão; diante das reuniões exclusivas para determinados grupos sociais; diante da diversidade de opções que levam jovens ou adultos a viverem alienados em um mundo ilusório, acreditando serem felizes, pergunto: Quantas vidas foram e estão sendo ceifadas, a cada dia, por causa dos abusos e extravagâncias? Como convencer esta gente que pensa que a vida não vale nada? Como os pais podem ficar tranquilos em casa em um fim de semana, sem ver os filhos de volta? Quando e como voltam? Quantos não voltaram, senão em um carro funerário!

    Como parte deste mundo imundo, não podemos estar de braços cruzados. Muitas iniciativas foram tomadas e estão sendo levadas a bom termo. Atitudes de repressão, como também de educação e de prevenção, são realizadas em todos os ambientes, com o objetivo de proporcionar qualidade de vida e favorecer a construção de uma sociedade cada vez mais solidária e segura.  Além de todo o trabalho feito, a prevenção e a verdadeira educação vêm da família, onde, desde pequenos, aprendem a viver os limites da vida, onde aprendem o quanto vale cada coisa que usam, sabem de onde veio e quanto suor custou. Ao mesmo tempo, aprendem, com os pais, o caminho da igreja, do amor e o temor de Deus. Desde o colo materno e paterno os pequenos aprendem que a vida vale mais, que acima de tudo temos um Deus que nos ama e nos quer ver felizes, aqui e na eternidade.

    Sem querer fazer dos filhos estátuas ou múmias sem sentimentos ou desejos, os pais devem, como missão, oferecer um caminho onde saibam valorizar o pouco, onde saibam viver na abundância e na carência, onde aprendam deste a tenra idade a orar e dobrar os joelhos, reconhecer que não estão sozinhos. Ninguém pode furtar-se a esse dever. É puro engano pensar: Vou deixar meus filhos crescerem e quando grande eles decidem o que querem seguir. A primeira escola, a primeira igreja, a primeira professora, o primeiro catequista é a sua casa, é o seu colo, é sua experiência de Deus. Quantos pais e mães, vazios de Deus, sem nenhuma experiência espiritual para apresentar aos filhos! Ninguém dá o que não tem.  Com certeza, muitos deram tudo, menos o essencial. Com certeza, muitos não tinham nada e deram o que tinham: o amor e o carinho de quem acredita que a vida é dom de  Deus Pai. Assim vamos contemplar um mundo, onde a morte não ocupa o primeiro lugar e nem nossas ruas ficarão manchadas de sangue de inocentes e de irresponsáveis que matam e morrem. A vida não é apenas uma balada.



por: Dom Anuar Battisti

Arquediocese de Maringá – Paraná



CHÁCARA JEUS CURA