Co-responsabilidade.



Palestra preparada para encontro de Casais:

“CO-responsabilidade”




Objetivo:

Frases de Padre Alfonso Pastore sobre o ECC

  • “O ECC em sua primeira etapa tem a missão de procurar os casais abandonados, amá-los, posicioná-los, dar-lhes uma visão de sua razão de ser como célula vital da humanidade, abrir-lhes um caminho de comunhão fraterna na comunidade paroquial e possibilitar-lhes a corresponsabilidade no serviço e nas estruturas de trabalho.”


REFLEXÃO:


A nossa função como pregadores do evangelho é exatamente a mesma de Jesus Cristo.

Devemos pregar a palavra de Deus e não julgar que esta função seja reservada apenas aos nossos pastores, digo melhor, “Função reservada somente ao clero” – Sacerdotes, Bispos e religiosos.

Disse certa vez Nosso Saudoso Bispo D. Manuel Pestana:

“É sim a nossa função de Pastores de ovelhas alimentá-las com a grama mais fresquinha e conduzi-las às fontes de águas cristalinas como se refere no Salmo 23, Salvá-las quando estão enfermas e machucadas como Jesus contou na Parábola das 99 ovelhas (S. Lucas 15, 1 a 6), porém os Pastores não devem e nem podem gerar outras ovelhas, não pode engravidar-se de outras ovelhas, esta função cabe a cada ovelha, se o rebanho é infértil, não adianta que o Pastor seja o melhor de todos, pois, um dia por mais saudáveis que estejam suas ovelhas elas acabarão morrendo sem deixar nenhum descendente e o rebanho se acabará, por isso é urgente que as ovelhas aprendam esta sua responsabilidade básica para com o rebanho, elas precisam reproduzir-se, gerando filhos e filhas para que assim o Pastor tenha a quem ensinar, conduzir e alimentar…”

O Corpo de Cristo:  (I Coríntios, 12,12)

“12. Porque, como o corpo é um todo tendo muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. 13. Em um só Espírito fomos batizados todos nós, para formar um só corpo, judeus ou gregos, escravos ou livres; e todos fomos impregnados do mesmo Espírito. 14. Assim o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos. 15. Se o pé dissesse: Eu não sou a mão; por isso, não sou do corpo, acaso deixaria ele de ser do corpo? 16. E se a orelha dissesse: Eu não sou o olho; por isso, não sou do corpo, deixaria ela de ser do corpo? 17. Se o corpo todo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se fosse todo ouvido, onde estaria o olfato? 18. Mas Deus dispôs no corpo cada um dos membros como lhe aprouve. 19. Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? 20. Há, pois, muitos membros, mas um só corpo.”

Leia mais em:  Biblia-ave-maria

São Paulo esclarece a necessidade da hierarquia na Igreja, porém, esclarece também que todos os membros da Igreja são tão importantes como o principal, porque acima de tudo somos parte do mesmo Corpo de Cristo e todos por mais insignificantes que sejam também fazem parte deste Corpo que é UNO e indivisível.

Com esta explicação é mostrado que cada um destes membros tem a sua função bem definida no corpo e se um membro falha ou adoece, todo o corpo sofre juntamente com ele e o bem comum do corpo todo depende do funcionamento perfeito de cada um de seus membros em particular.   Em outras palavras, São Paulo mostra que cada um de nós é co-responsável pelo bem estar deste corpo, este corpo que pode ser compreendido como a comunidade e a Igreja de Deus neste mundo.

Sizenando

Segue um texto bem explicativo.



«A catolicidade da Igreja manifesta-se também na co-responsabilidade ativa e na colaboração generosa de todos em favor do bem comum.» 1

A palavra “co-responsabilidade” é fundamental para compreender nossa participação na tarefa e missão comum encomendada pelo  Senhor Jesus e, no tempo presente, por quem é seu Vigário, o Papa João Paulo II, a todos os filhos  da Igreja: «remar mar adentro!» Neste esforço apostólico, nesta empresa de colaborar na transformação de todo o mundo desde seus alicerces com a força que brota do Evangelho, se requer a criativa e ativa participação de todos.  Ninguém —por mais humilde que sua contribuição possa parecer— pode sentir-se excluído de colaborar nesta missão, segundo o máximo de suas próprias possibilidades e capacidades.

“Co-responsabilidade” 

A palavra “co-responsabilidade”, que usamos na linguagem coloquial, combina a preposição “co” com o adjetivo “responsável”.

Em primeiro lugar, vejamos o que significa “responsável”. Este termo se aplica a uma pessoa que está obrigada a responder por uma coisa ou tarefa que lhe foi confiada, ou por outra pessoa. Dizemos que uma pessoa  é responsável quando cumpre com diligência e eficácia com aquilo que lhe foi confiado: um trabalho, uma tarefa, uma missão. São responsáveis, por exemplo,  aqueles servos da parábola 2 que recebendo, um, cinco, e o outro, dois talentos, imediatamente os negociam. Irresponsável, ao contrário, é aquele servo que recebendo somente um talento, por medo, o enterrou. Como ele, todo aquele que sabe o que tem que fazer e, podendo, não o faz, é um irresponsável. E por mais desculpas que dê, torna-se culpável  de sua falta de ação 3. Responsável é , sim, quem sabe o que tem que fazer e com prontidão e diligência o realiza 4.

Assim como aqueles servos, cada um de nós tem uma grande responsabilidade frente aos dons e talentos que recebeu de Deus. Os talentos recebidos têm uma “função social”. Certamente são dados a cada um para o próprio desdobramento pessoal em obediência ao Plano de Deus, porém este desdobramento somente se dá na medida em que, como um “bom administrador”, cada um ponha os próprios talentos a serviço dos demais. O dom recebido obriga sua comunicação, e o homem se realiza mediante o dom de si mesmo aos demais5. Como ensina o Concílio, da recepção dos dons que o Espírito «distribui a cada um conforme lhe apraz»6, «mesmo dos mais simples, nasce em favor de cada um dos fiéis o direito e o dever de exercê-los para o bem dos homens e edificação da Igreja, dentro da Igreja e do mundo»7. É responsabilidade de cada um colocar «a serviço dos demais a graça que recebeu, como bons administradores da multiforme graça de Deus.» 8

2 – Uma responsabilidade compartilhada:

A preposição “co”, que antecede a palavra “responsável”, indica participação em uma responsabilidade comum a todos. A responsabilidade frente à missão apostólica que Deus nos confia é compartilhada por todos.

Muitas vezes comparamos a missão a uma carroça que todos temos de empurrar para que avance. Não se trata de que outros empurrem enquanto eu observo sem envolver-me, ou, pior ainda, enquanto eu nada mais faça senão sentar-me comodamente sobre ela. Empurrar a carroça não é algo que compete somente a alguns: aos “mais hábeis”, ou aos “mais fortes”, ou aos “mais talentosos”, ou aos mais comprometidos, de tal modo que eu possa  sentir-me excluído, ou desculpando-me com diversas razões.  Não! Todos temos algum talento, ou mais de um, e todos estamos obrigados a multiplicar esses talentos recebidos para benefício dos demais, para o bem comum! Todos —como costumamos dizer— temos que “colocar as mãos na massa”, “somar” e empurrar segundo o máximo de nossas forças e capacidades para que a carroça avance o mais rápido possível, pelos caminhos que, em seu amoroso desígnio,  Deus nos indica!

Nunca esqueçamos que nossa primeira co-responsabilidade é para com o Espírito Santo e sua ação em nós. Se formos co-responsáveis com Ele, levando uma vida espiritual intensa, Ele irá transformando-nos interiormente — contando com nossa colaboração — até que alcancemos a total configuração com o  Senhor Jesus, o Filho do Pai e Filho de Santa Maria Virgem. Assim, sendo santos, sendo o que temos que ser, inflamaremos os corações humanos e o mundo inteiro com essas línguas de fogo que o Espírito divino concede aos seus apóstolos. Assim seremos co-responsáveis também com Quem realmente é o protagonista da evangelização.

3 – Modelos de “co-responsabilidade”

Sobre tudo devemos olhar sempre o Senhor Jesus, máximo modelo de “co-responsabilidade”.

Sua ativa colaboração com o desígnio do Pai se manifesta a cada passo de sua vida entre nós: «Jesus lhes disse: “Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e consumar a sua obra”.»9 Ele assume como seu o grande “projeto” reconciliador do Pai, faz-se co-responsável, oferecendo-se com total generosidade para servir à missão encomendada pelo Pai: «Por isso, ao entrar no mundo, ele afirmou: (…) Eis-me aqui, (…) eu vim, ó Deus, para fazer a tua vontade!»10 Com plena obediência, leva esse desígnio divino ao seu pleno cumprimento: «Eu te glorifiquei na terra, concluí a obra que me encarregaste  de realizar.»11 Com todos os seus talentos e dons, com todo o seu ser, humano e divino, põe-se a serviço do Plano do Pai para obter-nos o dom da reconciliação e da vida.

Do Senhor Jesus aprendemos a viver essa maravilhosa “co-responsabilidade” com Deus e seus amorosos desígnios. Considerar seu exemplo nos impulsiona a querer, em nossas próprias vidas, dar também uma resposta de plena co-responsabilidade à missão que o Pai, por seu Filho, hoje nos confia.

Como sempre, a luz radiante do Sol de Justiça se reflete na bela Lua, a Virgem Maria. Ela também assume o dinamismo da “co-responsabilidade”, e o faz de maneira exemplar, paradigmática. Assim a vemos, por exemplo, ao receber a visita angélica: também Ela, que qualifica a si mesma como a Serva de Deus e dos seus Planos, vive plenamente a “co-responsabilidade” ao proclamar esse “faça-se” fecundo, esse «faça-se em mim segundo a tua palavra»12, segundo teus desígnios. Com um “Sim” consistente, maduro, renovado ao longo de cada um dos dias de sua vida e especialmente ao pé da Cruz, proclama seu firme propósito, que se converte em uma ativa e co-responsável cooperação com o desígnio divino. Sua exemplar e fecunda co-responsabilidade com o Plano divino é uma chave e estímulo contínuo para aqueles que em Cristo somos seus filhos.



“Porque cada um deve carregar a sua Cruz?

Proteção e Provação.


Citações para oração:

  • Todos recebemos de Deus certos dons e talentos: Mt 25,15; Somos responsáveis perante Deus pelos talentos recebidos: Mt 25,16ss; Lc 12,48; Rm 14,12; Tg 4,17; Os dons recebidos são para benefício de todos, e nos conduzem ao serviço: 1Pe 4,10.
  • Somos responsáveis pelo destino de nossos irmãos: Gn 4, 9; Lc 10, 29-37; Mt 25, 31-46; Somos um corpo: 1Cor 12,21-22, a necessidade que experimentamos uns dos outros conduz à co-responsabilidade: Gl 6,2.
  • Ser co-responsável com a graça recebida implica trabalhar arduamente para fazê-la frutificar: 1Cor 15,10.
  • O Senhor Jesus é modelo de co-responsabilidade: Hb 10,5-7; Jo 4,34; 9,4; 17,4; 19,30; Maria também é exemplar por sua co-responsabilidade: Lc 1,38; Atua com diligência conforme o que Deus lhe ensina e pede: Lc 8, 21; 11,28; Ensina-nos a ser co-responsáveis: Jo 2,5.
  • Para conquistar a todos : 1Cor 9,19.

Perguntas para o diálogo

  1. Segundo o que foi lido: o que é a co-responsabilidade e no que implica?
  2. Cada homem, cada nação, cada cultura e civilização tem uma função própria a desenvolver e um lugar próprio no misterioso Plano de Deus e na história universal da salvação. Enumere as ações concretas de co-responsabilidade que você realiza com:
  3. a) O Espírito Santo e sua ação em você.
    b) Sua comunidade mais próxima e com sua associação.
    c) A missão.
  4. Que medidas concretas você poderia tomar para viver melhor a co-responsabilidade nestes âmbitos? Que talentos e dons você tem para colocar a serviço do Plano de Deus?
  5. Aquilo que você está chamado a realizar, por mais simples e pequeno que lhe pareça, ninguém mais pode fazê-lo. Faça o firme compromisso de esforçar-se ao máximo por viver a co-responsabilidade.

Notas

1 S.S. João Paulo II, Slavorum apostoli, 19a.

2 Parábola dos Talentos – S. Mt 25,15-30.

3 Devemos sempre fazer o Bem. – Tiago 4,17.

4 Seguir a palavra de Deus. – Ver Jo 2,5; Lc 8, 21; Lc 11,28;

5 Ver Gaudium et spes, 24.

6 O Corpo de Cristo:  (I Coríntios, 12,12)

7 Apostolicam actuositatem, 3.

8 1 Pe 4,10.

9 Jo 4,34.

10 Hb 10,5-7.

11 Jo 17,4; ver Jo 9,4; 19,30.

12 Lc 1,38.

http://vidacrista.org.br/caminho-para-deus-102-a-co-responsabilidade/


“Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” 
Gálatas, 2 – Bíblia Católica Online


Ouvindo a voz do 

BOM PASTOR


Encontro de Casais com Cristo_ECC


Oração dos Namorados e dos casais – Papa Francisco.




〈 A “Oração dos Namorados” 〉

foi distribuída na Praça de São Pedro durante o encontro com o Papa Francisco, em 14 de fevereiro 2014. 





Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens.” (S. Mateus 5, 13″





Oração dos namorados

Deus Pai, fonte de Amor,
Abre nossos corações e nossas mentes
para reconhecer em Ti a origem e a meta do nosso caminho de namorados.

Jesus Cristo, esposo amado,
ensina-nos a vida da fidelidade e do respeito,
mostra-nos a verdade de nossos sentimentos,
faz-nos disponíveis ao dom da vida.

Espírito Santo, fogo do amor,
acende em nós a paixão pelo Reino,
a valentia de assumir decisões grandes e responsáveis,
a sabedoria da ternura e do perdão.

Deus, Trindade do Amor, guia os nossos passos.

Amém

[Encontro com o Papa Francisco em 14 de fevereiro de 2014, dia de São Valentim (Dia dos Namorados)]

Fonte: Aleteia




A poderosa oração que está transformando os casais.



Para rezar com fé e compartilhar com outros casais cristãos

Se alguém lhe dissesse que existe algo que você pode fazer e que é capaz de garantir que seu casamento durará a vida toda, e que isso só exige 5 minutos do seu dia, você não faria?

Que tal experimentar? A oração que apresentaremos a seguir pode ser rezada diariamente pelo casal, com muita sinceridade de coração.

Como rezá-la?

Façam esta oração lentamente, abraçados ou de mãos dadas, olhando nos olhos um do outro com frequência ao longo da oração, nas pausas entre uma frase e outra.

Não tenham medo de conversar sobre o que oram, especialmente logo após a oração.

Durante a oração, vale a pena recordar o momento em que se conheceram ou o dia do seu casamento.

A vida certamente lhes apresentou muitos desafios ao longo do tempo; talvez não esperassem por isso no dia em que se conheceram, mas vocês atravessaram muitas coisas juntos até hoje, e o fogo providencial das suas provações e do seu amor os uniu mais do que nunca.

A oração que transforma os casais

Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo,
obrigado pelo profundo dom do sacramento do matrimônio.
Obrigado pelo magnífico presente que é o meu esposo(a),
a quem Tu, perfeita providência,
escolheste para mim desde toda a eternidade.
Permite que eu sempre o(a) trate como realeza,
com toda a honra, respeito e dignidade que merece.

Ajuda-me, meu Deus,
a ser desprendido(a) no meu casamento,
para dar tudo pelo meu esposo(a),
sem reservar nada para mim,
sem esperar nada em troca,
reconhecendo e agradecendo
tudo o que ele(a) faz por mim
e pela nossa família todos os dias.

Senhor, fortalece e protege nosso casamento.
Ajuda-nos a orar juntos todos os dias.
Permite-nos confiar em Ti do jeito que Tu mereces.
Que nosso casamento seja frutífero
e aberto à tua vontade
no privilégio da procriação e cuidado da vida.
Ajuda-nos a construir uma família forte,
segura, amorosa, cheia de fé,
uma Igreja doméstica.

Santíssima Virgem Maria,
colocamos nosso casamento em tuas mãos.
Protege nossa família sob o teu manto.

Senhor Jesus, confiamos em Ti,
porque sempre estás conosco
e queres o melhor para nós,
dando-nos sempre o que é bom,
inclusive as cruzes que permites em nossas vidas.

(E terminem dizendo um ao outro:)


Querido(a) ….. (nome do cônjuge):
você e eu somos um.
Eu te prometo que sempre te amarei
e serei fiel a ti, nunca te abandonarei
e daria minha vida por ti.
Com Deus e contigo na minha vida
eu tenho tudo.

Obrigado(a), Jesus.

Nós te amamos.
Amém.

Que Deus os abençoe e faça de vocês um casal santo no amor!

Fonte: Aleteia

A poderosa oração que está transformando os casais



 1 – Dinâmicas Equivalente com Sonrisal:


Oração conjugal.

Superando todas as dificuldades





A minha Felicidade depende de Mim!


Depoimento de uma esposa em um encontro de casais sobre a sua felicidade, de seu esposo e de sua família. Quer ser feliz, ouça este testemunho.

MEDITAÇÃO EM POWER POINT

 Você Precisa de Mim para ser Feliz?

2. Para refletir… e mudar!!!

3. Durante um encontro para casais perguntaram a uma das esposas presentes:

“Seu marido lhe faz feliz ?”

“Ele lhe faz feliz de verdade ?”

4. Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento.

5. Para surpresa de todos ela respondeu com um grande e sonoro:

6. -“Não, – o meu marido não me faz feliz”! -(Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima).

7. -“Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz”. -E continuou:

9.

6. NÃO REFLITA APENAS, MUDE ! E SEJA FELIZ !

 

Link’s para outras Mensagens


Harmonia_conjugal Mensagens_Power_Point
Amalgama um-reflexo-de-amor Namorados ao Luar


O casal Cristão no Mundo de Hoje – Testemunho.


Casal_cristão_Igreja_mundo_hoje


Por ironia do destino ou não (é o poder de Deus mesmo) me deparo com aquelas recordações do Facebook em que exatamente no dia 30 de setembro de 2013 eu contava como foi trabalhar no Encontro de Casais com Cristo pela primeira vez:

“Ainda estamos anestesiados com as “doses cavalares” que recebemos do Senhor em três dias maravilhosos.

Não há cansaço ou enjoo (estava grávida de três meses) que atrapalhe tamanha benção recebida.

E sinceramente, faria tudo de novo! 

Agora mais do que nunca, temos a obrigação de deixar rastros de Deus por onde passarmos, por isso quero deixar o meu testemunho de como foi essa experiência na minha vida.

Um casal jovem, com pouco tempo de casados dando uma palestra para 20 casais de até 50 anos de união.


O_casal_Cristão_no_mundo_de_hoje

Tema : Palestra

O Casal Cristão no Mundo de Hoje.



Que responsabilidade! que nervosismo! que tremedeira….. a primeira vez a gente nunca esquece!

Pessoas desconhecidas, depositando toda expectativa em nós. Com sede de serem tocados de alguma forma.

Do meu digníssimo marido a maior surpresa. Arrancou gargalhadas de todos na primeira frase dita. Estou encantada (embora tenha o atrapalhado falar mais). Mas ele foi incrível, não parecia em nada o cara tímido que sempre conheci…. Me apaixonei ainda mais por este novo jeito Diego de ser.

Teve tremenda facilidade em interagir com os outros maridos presentes, que faziam perguntas e queriam ouvir mais. Se alegraram ao ouvirem do papai de primeira viagem que o herdeiro (a) está a caminho. E como foi aplaudido!

Estou boquiaberta até agora… meu marido disse tudo isso! Quem diria não? Ficarei nas nuvens o resto da semana…. se bobear para sempre com o gostinho de quero mais.

Os SINCEROS votos de felicidade, agradecimento e bênçãos valem mais do que qualquer moeda deste mundo.

E o principal: Deus fez de nós verdadeiros porta vozes. Tudo que dissemos, com certeza veio do “Cara lá de cima”….ELE ia soprando em nossos ouvidos cada palavra a ser dita, cada brincadeira a ser feita. E em um tom descontraído conseguimos passar a SUA MENSAGEM.



Missão cumprida! 

Com muito orgulho e sem nenhuma vergonha, somos um Casal em Cristo!

Agradeço a Deus, pelo privilegio da oportunidade. Se fomos escolhidos, não foi por acaso, e queremos continuar sempre nesta jornada…..Amém!”

Nossa!

Hoje, 30 de setembro de 2015 aqui estou escrevendo sobre o mesmo assunto novamente. A diferença, é que em 2013 compartilhei esta experiência apenas com os meus amigos da rede social. Hoje, tenho um blog e meu testemunho vai para quase 600 famílias que não conheço pessoalmente.

O que mudou de lá para cá?

Continuamos anestesiados com a mesma emoção de ter trabalhado para o Senhor e em prol de outras famílias mais uma vez.

Fomos convidados a dar a mesma palestra: “O Casal Cristão no Mundo de Hoje”.

Fora isso, ainda tínhamos a missão de convidar outros casais a participarem do encontro.

Que responsabilidade!

Como disse, não posso entrar em detalhes. Afinal, se eu contar tudo não despertaremos a curiosidade de outras famílias para participarem do encontro.

Mas a moral da história se resume em:

“O mundo não lê a Bíblia, eles leem a nossa vida. Se você quiser mostrar a Bíblia para eles, mostre através da sua vida”.

Não somos um casal perfeito e uma coisa posso contar: não sei se vocês perceberam mas há um gap referente ao ano de 2014. Não participamos? Pelo contrário, trabalhamos da mesma forma mas recusamos a palestra.

Explico tal como expliquei para os 23 casais que nos ouviram na tarde deste último domingo:

Não estávamos bem ao ponto de dar uma palestra. Sim! Enfrentávamos a nossa primeira grande crise no relacionamento. Iasmin estava com apenas cinco meses, eu tinha acabado de voltar da licença maternidade, o estresse em “deixar” a minha filha ainda tão pequena me consumia. Trata-se de um momento muito difícil na vida de uma mulher e muitas vezes com motivo ou sem motivo (foram várias tentações na época), acabava descontando a minha fúria em meu companheiro.

Superamos, graças a Deus! O que nos possibilitou dar este relato na palestra deste ano.

O casal cristão é aquele que justamente consegue enfrentar as tentações pregadas pelo mundo lá fora, que ora junto e sabe o poder do perdão. Enquanto houver amor e fé, haverá o perdão. Ensinamos mais uma vez aos casais que nos ouvia, uma forma simples de se perdoarem (risos).



E foi bom a gente ter passado por esta crise no ano passado para conseguirmos dar a mesma palestra com um olhar muito mais maduro desta vez.

Iasmin, trabalha desde quando estava dentro da minha barriga e ficamos felizes com isso. Sentimos que estamos fazendo a nossa parte para que a nossa filha cresça e aprenda aquilo que julgamos certo.

Não estou aqui para falar de religião, estou aqui para falar de fé. Da importância de crermos em algo para dar um norte em nossas vidas.

A recompensa disso?

Não é dinheiro nem nenhum outro tipo de moeda de troca. E sim o simples fato de poder fazer bem ao próximo. Famílias desconhecidas que agora se tornaram nossas amigas depois de três dias de convivência.

Há um pós encontro, e foi de arrepiar ver os seus testemunhos ontem. Dizendo o quanto aprenderam conosco. Maridos e pais de família encantados, afirmando que mudarão suas posturas daqui para frente. Que valorizarão muito mais suas esposas e filhos.

Que seus amigos questionavam onde eles estavam escondidos no último final de semana e eles respondiam que estavam fazendo uma viagem para um outro planeta.

Lagrimas de emoção!

E nos questionaram: a alegria deste grupo é sempre assim?

Respondemos sem sombra de dúvidas: Sempre!

Pois, vivemos em Cristo! Com todos os nossos defeitos e pecados, mas, o simples fato de termos Deus como alicerce de nossas famílias faz com que tenhamos forças de superar qualquer obstáculo.

Valeu a pena?

Ver a Iasmin batendo palma ontem ao final de cada testemunho mesmo sem entender ao certo o que estava acontecendo, nos prova que sim.

Prova que nossa família pelo menos busca o caminho certo.

Não sabemos o dia de amanhã e pode ser sim que alguma hora fraquejamos. Afinal, quantas familiais não se desfazem hoje em dia?

Mas, não quero pensar nisso agora e enquanto tivermos Deus em nossos corações, teremos forças para defender a nossa família.

Encerro com o trecho de uma música que foi cantada no evento de ontem, que por coincidência foi uma das músicas do meu casamento e que mexeu muito comigo:


Celina Borges – Nas Asas do Senhor

“Eu posso ir muito além de onde estou 

Vou nas asas do Senhor 

O Teu amor é o que me conduz

Posso voar e subir sem me cansar

Ir pra frente sem me fatigar

Vou com asas, como águia

Pois confio no Senhor!”


(Nas asas do Senhor – Celina Borges)




Nossa participação no ECC

Há todo um  sigilo que devo manter porém, ao mesmo tempo é uma experiência tão única que me sinto na obrigação de repassar.


Testemunho de Oração Conjugal.



MARIDO E MULHER  QUE REZAM JUNTOS.



Imagem078



 ORAÇÃO CONJUGAL

A origem da vida sempre está em Deus. Cada pessoa que vem a esse mundo mais cedo ou mais tarde conhecem a morte, eu e você iremos morrer. Tudo isso para descobrirmos que Deus é o autor da vida.

No relacionamento conjugal, não podemos dispensar Deus. Se há morte rondando sua casa, convide o autor da vida para entrar no seu relacionamento conjugal hoje.

Sou casada há dez meses e não teve um dia se quer que eu e o meu esposo não tenhamos orado juntos, desde o tempo de preparação para o namoro, mesmo que por um breve tempo, seja nas situações simples àquelas mais complicadas; nossa história é muito marcada pela presença de Deus nas coisas mais simples. Não consigo imaginar nossa vida longe do plano de Deus. Ele é o nosso TUDO a Ele servimos, para Ele vivemos.

Pe. João Mohana escreve em seu livro Casar para Crescer:

“O casal que não ora, não tem Deus consigo, por mais que suponha. Se não cria oportunidade para Deus entrar, quem entra é o demônio. Oração conjugal, é o teste da presença de Deus num casal, da intimidade desse casal com Deus da vida e do amor”.

O_casal_que_não_reza

Nas Sagradas Escrituras podemos encontrar muitos casais que nos inspiram: casais fascinantes. Também encontramos casais egoístas, desajustados, interesseiros, desobedientes. Procure observar onde você e o seu cônjuge se encaixa.

Vamos então entrar na casa de Sara, filha de Raquel e Edna.

Sara já havia casado sete vezes e na noite de núpcias o seu marido morria, um após o outro. Que tristeza para o coração de Sara, uma jovem bonita e temente a Deus. (Tob. 1, Ss).

Tobias, filho de Tobit é enviado a Ecbátana á casa de Sara. Sua missão era receber um pagamento de uma dívida, o devedor, além de israelita é seu parente bem intencionado, o pai de Sara.

Ao encontrar Sara sua prima, Tobias se torna o oitavo deslumbrado. De hóspede, Tobias passa a ser esposo casando-se com Ela.

E aqui está o mais essencial na vida a dois:

O oração conjugal do casal:

Sara participa do mérito, já que soube se abrir numa atitude sensata e corajosa. Era preciso que a morte que rondava a vida de Sara fosse banida pelo autor da vida!

Já no leito conjugal, Tobias a convida, tratando-a por “irmã”, uma linda expressão, para que ela se levante e juntos roguem a Deus para que lhes conceda misericórdia e salvação. (Tob. 7, 4-5).

O final da história já era de se esperar…

Se no seu matrimônio você dispensou Deus, sem dúvida alguma sua união está sob pena de comprometer o destino da vida, está entregue às forças do mal, a porta foi aberta. Só em Deus nasce o amor, mesmo que os amantes ignorem isso.

A expressão com que Tobias trata Sara nas Sagradas Escrituras revela o seu coração. Embora fossem primos, essa expressão “irmã”, na boca de Tobias manifesta a força dos valores espirituais no coração dele.

,Marido e mulher que tem consigo o Senhor tem a luz dentro de si, a força de Deus está na intimidade de cada um, é um ser humano que sabe olhar para o outro ser humano.

O que é provável acontecer com um casal que não busca Deus é ver tão somente as enfermidades da alma, os desajustes começam a partir disso, oferecem ao outro somente o que é ruim.

Se você crer que a força de Deus está em seu cônjuge, porque não convidá-lo, para trilhar juntos o caminho do céu? Seu cônjuge é o seu companheiro de céu e a oração é o combustível que colocará você em movimento.

Pergunto: Há morte rondando o seu casamento? Porque não deixa entrar o autor da vida? Porque manter o coração fechado enquanto o Deus da vida dseja entrar?

Se duas vidas se juntam para crescer impulsionados pelo amor, não há o que temer: “no amor não há temor”.

Um abraço fraterno,

Maria Rosângela – Comunidade Canção Nova. 

https://jarles.wordpress.com/



orac3a7c3a3o-casal[1]


Oração_conjugal Frases_e_mensagens_para_lembrancinhas_de_encontro_de_casais Familia_projeto_de_Deus
Perdoar-para-ser-perdoado[1] Discussion Between Guy And Girl Over Gray Background Extase_cume_da_oracao

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



Oração conjugal.



MARIDO E MULHER DEVEM REZAR JUNTOS.



orac3a7c3a3o-casal[1]


“Em verdade, eu vos digo, se dois entre vós, sobre a terra se unirem para pedir alguma coisa a meu Pai, Ele os atenderá. Porque onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles”.

(S. Mt 18,19-20)




Oração_conjugal



 1. a oração conjugal é uma condição para o crescimento da espiritualidade do casal.

· A oração feita em comum marido e mulher, gera frutos de comunhão com Deus e um com o outro:

· Através da oração conjugal, nos revelamos um ao outro na presença de Deus:

· Diante de Deus, nossas máscaras tendem a cair, não há como sermos falsos diante de Deus;

· Um dos grandes desafios da oração conjugal é justamente esse medo de revelar sua alma. sua fé, sua vivência interior diante de Deus, pois a oração revela aquilo que somos e manifesta Deus em nossas vidas;

· O casal deve lutar para proporcionar esse momento precioso e necessário para sua vida conjugal;

· Seus efeitos são extraordinários, pois na oração falamos com Deus daquilo que sentimos que estamos vivendo, e de sua parte Deus nos comunica sua vontade e sua direção para nossas vidas.

· A oração é um diálogo, por isso ela tem dois momentos inseparáveis, primeiro, falamos com Deus, depois, escutamos Deus;

· Muitos casais nos dizem que rezam antes de dormir, alguns até utilizam aquela tradicional: “Com Deus me deito, com Deus me levanto, com a virgem Maria e o divino Espírito Santo”;

· Alguns ainda, rezam o Pai Nosso, um Creio, Ave-Maria, outros até rezam o terço;

· Todas essas orações são boas, mas ainda não é a oração conjugal que Deus deseja que vivamos, essa é uma oração mais profunda, ou seja, uma experiência dos dois com Deus;

· Por isso, não pode ser uma oração rápida, formal, recitada, mas uma oração vocal que brote do coração:

· Que expresse o que estamos sentindo e vivendo naquele momento como casal e como família



2. Como fazer a oração conjugal?

· Falamos com Deus

· Em um primeiro momento, é falar em voz alta diante de Deus e do outro aquilo que está em meu coração, enquanto o outro ouve, partilha comigo de minha oração, intercede por mim em seu coração, enquanto me revelo diante de Deus.

· Depois é a vez de o outro expressar seus sentimentos, seu coração diante de Deus.

· É importante expressar sem medo, sem restrições aquilo que está no coração, pois é o íntimo do nosso coração que interessa para Deus.

· Quando nos revelamos a Deus diante do outro, permitimos que no outro conheça melhor meu interior, minha vida com Deus.

b) Deus fala conosco:

· Depois desse primeiro momento diante de Deus, que pode ser feito da forma que cada casal achar melhor, usando também um salmo, uma passagem bíblica, etc;

· Depois de esgotado o que gostaríamos de dizer para Deus, é hora de ouvirmos Deus;

· É momento de silenciar nossos corações, de deixar Deus falar em mim;

· Muitos podem até nos dizer, “mas eu não consigo escutar Deus”;

· Deus nos fala de diversas formas: Como escutar Deus?

· No silêncio do coração com palavras interiores;

· Com sentimentos interiores que expressam o sentimento de Deus para nós;

· Através de uma citação bíblica que o Espírito nos inspira;

· E também através dos fatos de nossas vidas;

· Na oração conjugal, o Espírito Santo de Deus irá utilizar-se de todos esses recursos e outros mais para levar-nos a meditar e descobrir a direção que Deus está dando para nossas vidas.

c) Partilha da escuta e direcionamento familiar

· Após esse momento, o casal faz um momento de partilha, onde fala daquilo que sentiu, ou está sentindo em seu coração, aquilo que Deus está mostrando para nossas vidas;

· Após a partilha dos dois, o casal avalia qual a direção que Deus está dando para aquele tempo em sua vida conjugal e familiar;

· A oração conjugal dessa forma tem força para nos impulsionar por toda uma semana, por isso temos proposto que seja feita dessa forma ao menos uma vez por semana;

· Nos outros dias, a oração familiar estará dando manutenção a esse momento forte que vivemos como casal;

· O fruto da oração conjugal é a harmonia de sentimentos, a harmonia na vida sexual, a harmonia no diálogo, o reflorescimento do amor e dos frutos do amor, como a paciência, mansidão, delicadeza…

· Pois quando nos expomos à presença de Deus como casal, somos banhados pelo amor purificador e restaurador de Deus em nossas vidas.

Nossa Senhora das famílias rogai por nos!


Walp_Sagrada_familia Estatuto_destruição_da_Familia Familia_cristã
Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia Familia_Oracao

Oracao_dos_casais_Presentepravoce



BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



Frases para mensagens em Lembrancinhas de Encontro para Casais.




Frases_e_mensagens_para_lembrancinhas_de_encontro_de_casais



Os casais bonitos são aqueles que acima de namorados, são amigos. Brincam, brigam, tiram sarro um do outro, se mordem, beliscam, mas se amam de um jeito que nenhuma pessoa do mundo consegue duvidar. Amor não é só beijos e amassos, amor é cuidado, amor é carinho, amor também é amizade!”


Frases_e_mensagens_para_casais_1



Deus Uniu





O casamento não é a união de duas pessoas perfeitas, que nasceram uma para a outra, mas a união de duas pessoas que se compreendem, que se aceitam, e que apenas por amor desejam ser sempre melhores uma para a outra.

Augusto Branco


“Um Casamento Perfeito é a junção de duas pessoas imperfeitas que se recusam a desistir um do outro…”



Casamento

Perfeito Existe ?

Link p/ post


“Amor que é Amor, dura a vida inteira. Se não durar é porque nunca foi Amor…”

Pe. Fábio de Melo




Sonharás com os filhos desta união até antes de tê-los, e quando estes vierem, saberás tu o que é a mais completa realização do amor entre um homem e uma mulher.

Augusto Branco




Nem as flores, nem a festa, nem todo o brilho que acompanha a celebração desta união se compara à beleza radiante do sorriso deste casal!

Augusto Branco



1_corintios_13_4_8_amor_paciente_bondoso_nunca_perece proverbios_30_18_19_coisas_misteriosas_caminho_homem_moca

“O Amor é paciente, o amor é bondoso. Não tem inveja. O Amor não é orgulhoso. Não é arrogante. Nem escandaloso. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O Amor jamais acabará.” (I Cor. 13,4-8) 


“Um dia você aprende que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso !!!”

Assim é o amor que tudo desculpa e tudo perdoa…


Veja o poema completo


Há três coisas que me são mistério, quatro mesmo, que não compreendo: O vôo da águia nos céus, o rastejar da cobra no rochedo, a navegação de um navio em pleno mar, o caminho de um homem junto a uma jovem.”  (Prov. 30,18-19)


Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa




“Nos relacionamentos, quando as imagens assumem o primeiro plano, a pessoa é relegada ao segundo plano.”

– Sri Bhagavan



Tende_Misericordia_Senhor



Amor não se conjuga no passado; ou se ama para sempre, ou nunca se amou verdadeiramente.

M. Paglia




Poema romântico cristão




O casamento civil não garante que vocês ficarão juntos para sempre, é só papel. É preciso amor, respeito, confiança, compreensão, amizade e fé em seu relacionamento para torná-lo duradouro e eterno.




Para fazer a diferença na vida de alguém, você não tem que ser brilhante, rico, bonito, ou perfeito.

Você apenas tem que ama-la(o).

 Mandy Hale.




dicas de mensagens para casais católicos


“Tão doce  tarde que passamos juntos, Apreciando um céu de andorinhas…   

E a brisa leve do outono amigo acompanhava todas preces minhas… 

Preces clementes para o Bom Pastor abençoar a nossa união, que nosso ninho seja puro amor,que nos tornemos um só coração …”




“Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu.”  (S. Mateus 19,6) 



mateus_19_6_dois_corpos_carne_deus_uniu_ninguem_separe fundo_coracao_azul_neve


“É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. ” (Eclesiastes 4,9)



eclesiastes_4_9_melhor_companhia_sozinho_duas_pessoas 1_cor_13_4_amor_tudo_suporta


“Ficar junto da pessoa amada é tudo o que mais queremos na vida. E quando encontramos alguém especial, devemos enchê-la com doses de amor e carinho. Mostre tudo que há em seu coração!”




Quando duas pessoa se amam não há mais nada que as impeça de viver sob o mesmo teto, mas tomar a decisão de se casar não pode ser algo sem pensar, é preciso muito planejamento e ser uma decisão de ambos.


“O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.” Antoine de Saint-Exupéry


“O amor é a força mais sutil do mundo.” Gandhi.


“Tudo que sabemos do amor, é que o amor é tudo que existe.” Emily Dickinson.


“O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição.” Aristóteles.


casal por do sol




As torrentes não poderiam extinguir o amor, nem os rios o poderiam submergir. Se alguém desse toda a riqueza de sua casa em troca do amor, só obteria desprezo.           (Cânticos 8,7)



canticos_8_7_aguas_apagar_amor_riquezas_sua_casa 1_joao_4_12_ninguem_jamais_viu_deus_amarmos_uns_outros


“Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amarmos mutuamente, Deus permanece em nós e o seu amor em nós é perfeito.”  (1 João 4,12)







“Os casais bonitos são aqueles que acima de namorados, são amigos. Brincam, brigam, tiram sarro um do outro, se mordem, beliscam, mas se amam de um jeito que nenhuma pessoa do mundo consegue duvidar. Amor não é só beijos e amassos, amor é cuidado, amor é carinho, amor também é amizade!



Algumas vezes na vida encontramos alguém especial
Alguém que muda sua vida apenas fazendo parte dela
Alguém que faz você sorrir
Alguém que faz você acreditar que existe algo bom no mundo
Alguém que convence você que realmente existe uma porta aberta
apenas esperando para ser aberta por você
Este é um sentimento para sempre
Um sentimento chamado de AMOR ETERNO.      Desconhecido


O_Sentido_da_Vida



Já era amor antes de ser
Já era seu antes do sim
Já era nós antes que eu pudesse escolher
Eu te encontrei e me perdi
Eu permiti acontecer, aconteceu sem avisar
Isso que é amar.

Henrique e Juliano – Vida




“O verdadeiro Amor nasce em Tempos Difíceis”



Casal_Coração
palestras_para_encontro_de_casais_ecc ECC_Encontro_de_casais-_com_Cristo_Catolico

 


Dinâmicas de entrosamento e descontração para casais.

 



pagina_em_construcao[1]

 No futuro serão disponibilizados outras dinâmicas:



1 – QUEM É O MESTRE?

Essa é uma brincadeira antiga, mas que fica bem legal com o grupo. Coloque os nomes de todos os casais em papéis para sorteio. Tire o nome de um casal, que deverá sair do recinto e depois voltar para descobrir quem é o casal mestre. Após esse casal sair, sorteie o nome de outro casal para ser o casal mestre. Este casal deverá fazer alguns gestos de carinho um no outro, de preferência, e os demais casais devem imitá-los. Chame o casal que saiu e começa a brincadeira, eles têm que adivinhar quem é o casal mestre. Se não acertar, podem ser punidos com um “mico”.


2 – CAIXA QUENTE

Esta é outra brincadeira antiga, mas muito legal. Em uma caixa coloque objetos variados. Coloque os casais em círculo, uma música para tocar e a caixa vai passando de mão em mão. Assim que a música parar, quem estiver com a caixa na mão deve sortear (sem ver) um objeto de dentro da caixa e com esse objeto fazer uma declaração para seu cônjuge. Depois volta a música e a caixa vai passando de novo.


A FALTA DE PERDÃO AZEDA A VIDA


Careta_limao_azedo


Material: Limonada sem açúcar: (copos) um por casal; colherinhas e açúcar.

Desenvolvimento: Oferecer um copo de limonada sem açúcar, um por casal, e levá-los a experimentar o suco. Comentar como está sendo desagradável tomar aquele suco amargo. Oferecer, a seguir, o açúcar que será acrescentado a critério de cada casal dentro de sua necessidade. A analogia: Quando nós deixamos de perdoar alguém nos tornamos pessoas amargas como este 1° suco, mas quando liberamos o perdão é como o açúcar na limonada, fica muito bom, a vida volta a ter um sabor diferente.


VIVENDO DE APARÊNCIA

Fatiar_uma_banana_passo_1


Pegue uma banana e uma agulha. Sem descascá-la você irá fatiá-la com a agulha fazendo pequenos furos e passando a agulha pra lá e pra cá… Na hora do encontro você irá amostrar a banana inteira e com casca… e depois irá descascá-la na frente de todos. Certamente, a banana estará picotada e ferida. Então você irá abordar a questão que muitos relacionamentos estão muito lindos aparentemente, porém internamente estão doentes.


Se preferir, pode seguir o passo a passo para realizar o corte da banana clicando na foto abaixo. 

Como Fatiar-uma-Banana-Antes-de-Descascá-la



Fatiar_uma_banana_passo_8


Sizenando – sabado, 25 de junho de 2016 

um-reflexo-de-amor

 O ciclo do Amor.

Primeira versão desta mesma mensagem



Link’s para outras Mensagens:


Palestras_para_encontro_de_casais Casal_Coração sgdafamilia2[1]
Espiritualidade_Cristã_familia

Oração dos casais.


Oração conjugal


Faça este exercício, de rezar com seu cônjuge por alguma intenção que esteja no coração um do outro, não é fácil sairmos de nós mesmos, abrirmos mão de nossas opiniões.

A vida de oração a dois ajuda no diálogo entre os esposos. Faz cair as resistências gerando um clima de harmonia entre o casal.

Isso fará bem não só para o casal, mas para todos os que convivem em casa.

 “Quem vai dar o primeiro passo?”


Oracao_para_o_matrimonio


Oração para o Matrimônio


Senhor, ajuda-nos a lembrar de quando nos conhecemos e do grande amor que cresceu entre nós. Para trabalharmos esse amor em coisas práticas para que nada possa nos separar. Pedimos palavras dóceis, gentis e amáveis. Corações sempre prontos a pedir perdão, bem como perdoar também.

Caro Senhor, colocamos a nossa união em vossas mãos.

   Amem.


O_Casal_que_reza_junto_Pe_Leo


“O casal que não reza junto, que não reza um pelo outro, que não reza um com o outro,  não é um casal de verdade.”      

 Pe. Leo


Oração Conjugal:

Rezar juntos, marido e mulher, todos os dias.

“Eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade”.    (Jo 17,23)

Cristo está presente de uma maneira muito especial quando os esposos rezam juntos. Não somente eles renovam o seu “sim” a Deus, mas atingem essa unidade profunda que só se consegue através da união dos corações e dos espíritos no sacramento do matrimônio.

A oração conjugal torna-se a expressão comum de duas orações individuais e deve nascer naturalmente de uma vida partilhada. Se cada um dos esposos tem seu estilo de oração, é importante que eles tentem desenvolver uma maneira comum de rezar, para descobrir e viver uma nova dimensão de sua vida conjugal. Sua oração em comum será mais fácil, mais autêntica e profunda quando a escuta da Palavra de Deus e a oração silenciosa são uma prática regular dos dois esposos.

Quando o casal tem filhos, é importante que um tempo seja reservado para a oração em família. O casal é, para os filhos, seu primeiro lugar de aprendizagem. Cabe aos pais transmitir-lhes a fé e agir de tal maneira que a casa seja um lugar onde se sintam à vontade de rezar. As crianças que estão crescendo podem desejar uma relação mais pessoal com Deus; entretanto, alguns continuam disponíveis para partilhar um momento de oração em família, antes da refeição, por exemplo.

    (Texto extraído do Guia das Equipes de Nossa Senhora)



Oracao_protecao_do_casamento


Querido Pai Celestial, obrigado por nos manter seguros em Suas mãos, e perto de Teu coração. Estamos gratos pela sua Palavra que nos lembra o quanto é importante manter a guarda de nossa casa, cuidar de nosso casamento, proteger os nossos corações contra o inimigo. Nós não conseguimos fazer tudo isso sozinhos, Senhor. Nós precisamos de sua ajuda. Precisamos de Seu poder e graça. Precisamos da sua força. Nós precisamos de Ti Senhor para nos conduzir com sabedoria e segurança. 

Amem.




“O maior gesto do AMOR conjugal não esta nas mãos que se enlaçam, nem nos lábios que se tocam; está nos joelhos que se dobram para uma oração lado a lado.”



oração+conjugal[1]



Oracao_dos_casais_2


ORAÇÃO DOS CASAIS


Obrigado, SENHOR, pelo amor que nos une! Abençoa, SENHOR, esse amor, para que seja, a cada dia, mais novo e criativo!

Novo, para recomeçar sempre e com mais entusiasmo; novo, para sustentar-nos nas horas de crises e dificuldades; Criativo, para compreender as pessoas que caminham ao nosso lado; criativo, para estender a mão aos irmãos carentes.

Novo e criativo, para ser fonte geradora de paz, de harmonia e de filhos de Deus, livres e conscientes.

Abençoa, SENHOR, todos os casais que confiam em Ti, que confiam no amor e num mundo melhor.

Amém.



ORAÇÃO DA FAMÍLIA


Ó Deus, de quem procede toda paternidade no céu e na terra, Pai, que és Amor e Vida, faz que cada família humana sobre a terra se converta, por meio de Teu Filho, Jesus Cristo, “nascido de Mulher”, e mediante o Espírito Santo, fonte de caridade divina, em verdadeiro santuário da vida e do amor para as gerações que se renovam.

Faz que Tua graça guie os pensamentos e as obras dos esposos para o bem de suas famílias e de todas as famílias do mundo.

Faz que as jovens gerações encontrem na família um forte apoio para sua humanidade e seu crescimento, na verdade e no amor.

Faz que o amor, reafirmado pela graça do Sacramento do Matrimônio, revele-se mais forte de qualquer debilidade e qualquer crise, pelas quais às vezes passam nossas famílias.

Faz, finalmente, te pedimos por intercessão da Sagrada Família de Nazaré, que a Igreja em todas as nações da Terra possa cumprir frutiferamente sua missão na família e por meio da família.

Tu que és a Vida, a Verdade e o Amor, na unidade do Espírito Santo.

Amém!


O primeiro Sacramento que aparece na Sagrada Escritura é o Matrimônio (Gn 2); bem como o último (Ap 21-22).

         Os Profetas sempre compararam as relações entre o povo eleito e Deus com as relações entre os casais. E o próprio São Paulo, celibatário, compara as relações entre a Igreja e Cristo com o Sagrado Matrimônio (Ef 5, 25-27). Este Sacramento perpassa toda a História da Salvação, a ponto de Nosso Divino Salvador nascer no seio da Sagrada Família de Nazaré

         Que Cristo Jesus, tendo elevado o Matrimônio a dignidade de Sacramento torne a sua família como a Dele.

         Rezemos com a oração de Sara, mulher de Tobias: “Tende piedade de nós, Senhor; tende piedade de nós, e fazei que cheguemos juntos a uma ditosa velhice!” (Tb 8, 10).

Com a prece e a bênção copiosa do Céu, Mons. Inácio José Schuster, pároco





ORAÇÃO DOS CASAIS



Oracao_dos_casais



“Senhor Jesus, nós te agradecemos
porque vieste morar em nosso meio
para trazer vida, e vida em abundância;

Acolhe nosso desejo de sempre nos
conservarmos unidos na compreensão
mútua, na comunicação e comunhão profunda;

Faze que, apesar das dificuldades,
não nos afastemos um do outro,
mas saibamos buscar o caminho do amor,
feito de compreensão e diálogo;

Senhor Jesus, permanece sempre
em nossas vidas e abençoa os lares
que precisam de paz.

Amém” 



Palestras_para_encontro_de_casais Semana_da_Familia Família_Rezando_3

Familia_projeto_de_Deus ECC_Encontro_de_casais-_com_Cristo_Catolico Oracao_dos_casais

Dinâmica – Indissolubilidade do Matrimônio.



Objetivo: Demonstrar como acontece na prática o termo “SEREIS UMA SÓ CARNE” e a indissolubilidade Matrimonial para que seja bem compreendida pelos Noivos ou casais participantes do curso, levando em consideração que o AMOR é a peça fundamental que motiva, causa e mantém o Verdadeiro Matrimônio.



(O que é Amálgama?)

Amalgama

Não deixamos o texto neste post, pois seria cópia de outro post já editado, apenas modificamos o Título principal, pois as buscas não indicavam o outro título, para acessar basta clicar no link que é a imagem acima. CLICK NA FOTO ->



PEQUENA DINÂMICA SOBRE A INDISSOLUBILIDADE DO MATRIMÔNIO.


Uma_so_carne


UMA SÓ CARNE


Casal_recorte_de_papel


Entregar a cada casal um casalzinho de recortes (de papel) podem ser de cores diferentes. Dizer que cada recorte representa um dos cônjuges. Dizer que eles eram assim antes de se casarem (separados), mas que agora, unidos pelo amor, são uma só carne. Entregar uma cola para cada casal (escrever no rótulo da cola a palavra amor) e pedir para que colem os bonecos um no outro. Pronto!!!

(*) Pode ser um só cola para todos…

Deixe para terminar a dinâmica no final do encontro.  Peça que os casais tentem descolar os recortes que foram colados no início do encontro e verifiquem que não há essa possibilidade, ou seja, depois de casados não há separação. E em caso de separação sempre fica sequelas.





(Dinâmica do Café com Leite:)


Leite_café


Amalgama




.


Vitória para a Família Brasileira.


Vitoria_para_a_familia_brasileira_banner



Quem observou a eleição no Congresso Nacional dia 17/04/16 contra ou a favor do Impeachment de Dilma Rousef deve ter observado a enorme quantidade de homenagens e dedicações de voto à FAMÍLIA.

Houve quem criticasse e acusasse de cinismo ou hipocrisia dos Srs. Deputados, outros também pronunciaram que este não seria o local e nem o momento propício para se homenagear a Família em particular pois se tratava de um assunto político fundamental para o futuro da nação.

Constatamos então que: queira ou não queira, quando a coisa aperta mesmo prá valer, seja em qualquer área de sua vida, recorreremos sempre ao socorro Familiar e por assim dizer também a Família estará sempre em prioridade quando se tratar de socorre-la nas dificuldades do dia a dia. Por isso a Família foi tão lembrada naquele instante decisivo.   Será dentro de sua casa que você sofrerá as maiores dificuldades do desemprego e será também com a sua Família que você comemorará um bom aumento de salário e uma boa colocação no emprego.

Seja na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza, será na Família que você passará os dias mais felizes e ou será socorrido nos dias de maior tristeza.

A Família nunca foi tão desvalorizada e menosprezada como neste ultimo governo do PT e talvez seja por este motivo que mesmo sem querer os nossos deputados acabaram por homenagear as suas Famílias na hora de fazer uma escolha que fosse melhor para o futuro do Brasil.

Por incrível que pareça, aqueles que reclamaram das homenagens familiares na sua maioria votaram contra o “GOLPE”, que na verdade não é um “GOLPE” e sim um instrumento de defesa da democracia contra a autocracia e o populismo que engana principalmente os mais pobres oferecendo-lhes um pedaço de pão com a mão direita enquanto lhes tomam com a mão esquerda o trabalho e o direito de se produzir o seu próprio sustento .



Vitoria_para_a_familia_brasileira


CHÁCARA JEUS CURA

Família Arquitetura Divina.



A família é o maior projeto de Deus para a vida de seus filhos. Desde o Princípio Deus criou a Família para ser conforme a sua imagem e semelhança, assim como O Pai, O Filho e O Espírito Santo são um e inseparáveis assim Deus uniu o homem à sua mulher para formar uma Família santa e gerar muitos outros filhos para Deus.

Que Deus abençoe todas as famílias, que Deus abençoe seu lar com muita paz!



Familia_Arquitetura_Divina


Família Arquitetura Divina.

Autoria e intérprete- Vera Lúcia

Como é bonito viver em uma família
Como é bonito viver a vida no amor
O pai, a mãe, os irmãos a família
É um projeto de Deus Pai o Criador.

Família, arquitetura Divina.
Família, um Projeto de Deus.

É igual na constelação a vida em família
São como estrelas do céu, pais, filhos, irmãos.
Como as estrelas, sua luz, quanto mais unidas
Mais brilho vem desse amor, dessa união.

Vem Senhor abençoar a nossa família.
Vem Senhor fortificar a nossa união.
Que não falte em nosso lar o pão de cada dia.
Que nunca falte a esperança, a paz, o perdão.

Que a pureza do amor e a firmeza da fé
Conserve a fidelidade: marido e mulher.
No alicerce Divino dessa construção
Na base firme, segura, os filhos crescerão.




Vera Lucia cantora católica


vera[1]



UM PROJETO DE DEUS PARA O MUNDO


Familia_projeto_de_Deus

Dinâmica do Amalgama com Durepoxi.



Objetivo: Explicar o termo “UMA SÓ CARNE” e a indissolubilidade Matrimonial para que seja bem compreendida pelos Noivos ou casais participantes do curso, levando em consideração que o AMOR é a peça fundamental que motiva, causa e mantém o Verdadeiro Matrimônio.



(O que é Amálgama?)

Amalgama


(Definição:) 

O que é Amálgama:

Amálgama é uma liga de mercúrio com outro metal, e tem diversas funções, por exemplo, a amálgama de estanho serve para espelhar o vidro, a amálgama é também utilizada na odontologia.

Uma amálgama é uma solução de um ou vários metais em mercúrio ou liga de um determinado metal e mercúrio. Quando a percentagem de metal é pequena, a amálgama é líquida; quando a percentagem é grande, a amálgama é sólida. As amálgamas são utilizadas na extração de ouro e prata a partir de fios de minério (amalgamação).

No sentido figurado, uma amálgama é também o nome que se dá à mistura de coisas diversas e heterogêneas. É também a reunião desordenada de pessoas de diferentes classes e qualidades. Em linguística, amálgama é também a mistura de duas palavras com o objetivo de criar uma nova.

Amalgama2

Andamento:

Em nosso caso iremos usar a definição básica que é a união de dois materiais diferentes para formar um terceiro material único para que se entenda o significado lógico do termo “Já não sereis mais dois e sim uma só carne.”

(São Marcos 10, 6)

“Mas, no princípio da criação, Deus os fez homem e mulher. 7. Por isso, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher; 8. e os dois não serão senão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne. 9. Não separe, pois, o homem o que Deus uniu.”

1ª opção: Usando Durepoxi.

Durepoxi

Podemos dizer que o Durepoxi seria o melhor exemplo para o nosso assunto, pois é composto de duas partes distintas porém iguais em tamanho e forma e se misturam totalmente até formar um outro material que irá se solidificar com o tempo tornando-se inseparável.

Se não for explicado o que se deve fazer com o material ao publico cada um pode entender de uma forma diferente e realizar algo que não seja o que se pretende e dando margens à justificação e explicações posteriores, é exatamente o que “PRETENDEMOS FAZER”, causar erros propositalmente.

Como por exemplo:

Entregamos dois pedaços de Durepoxi para cada casal, uma parte branca “Adesivo” e uma parte cinza “endurecedor” e pedimos que cada um execute um “CASAMENTO”, logicamente esta dinâmica deve ser executada antes que se fale ou se explique o que é o Sacramento do Matrimônio e até mesmo antes de se dizer que o Homem e a mulher deve formar uma só carne no casamento, na verdade podemos executar a tarefa antes da palestra para aproveitar a falta de conhecimento das pessoas usando o resultado para ilustrar a palestra, caso todos façam um amalgama perfeito você ficará sem exemplos práticos, mas pode improvisar fazendo você mesmo o exemplo.   Em minha experiência, todas as vezes que executei a dinâmica sempre obtive vários exemplos de erros que poderiam ser usados como observação no tema.

Se o casal fizer o que manda a instrução da caixa do Durepoxi explica como modo de uso como adesivo, estariam fazendo exatamente o correto, por isso o uso do Durepoxi já em si mesmo estaria induzindo o casal a executar corretamente a tarefa, mas em todos os casos que executei obtive mais erros do que acertos.

Exemplo 1. Enrolam-se os dois pedaços de Durepoxi e os mantém separados ou apenas juntados por fora:

Exemplo 2: Juntam-se as duas partes apenas amassando uma na outra.

Exemplo 3: fazem uma aliança que entrelaçam uma na outra.

Exemplo 4: fazem bonequinhos e colocam juntos de mãos dadas.

Durepoxi

Em todos esses casos você pode separar uma parte da outra e poderá usar como exemplo de “SEPARAÇÃO” devido ao casamento mal feito e sem compromisso de fidelidade, usando o versículo Bíblico poderá mostrar a maneira correta de se fazer o Amalgama entre os dois elementos do Durepoxi e mostrar que no futuro seria não somente inseparável, mas também indestrutível.

O modo de mostrar o correto é amassando as duas partes uma com a outra e reamassando, espremendo, dobrando, sovando a massa e a misturando até ficar com uma cor só, pois se ela for mal misturada deixando partes de cores diferentes não se solidificará corretamente e com o tempo irá se decompor, já se ela for misturada corretamente se solidificará e permanecerá solida para sempre.

Depois de passar o texto do tema ou no tempo que você quiser poderá então retornar ao resultado da dinâmica e usá-los para ensinar o que é “INDISSOLUBILIDADE MATRIMONIAL”.

Enquanto você mistura a massa para que ela se torne uma só você pode ir narrando os sofrimentos que o casal enfrenta em seu dia a dia e poderá ir falando como se resolve estes problemas com o sofrimento, a paciência, o amor, o perdão, a superação, pois pode vir a tentação, a discórdia, a incompreensão, mas quando existe o amor, a compreensão, a cumplicidade, a fidelidade se vence todo sofrimento e isso pode ser comparado com o amassar da massa que no fim se torna uma só peça sólida.

Tudo isso foi feito usando a cola Durepoxi como exemplo, mas existe a massa colorida de criança brincar que é bem mais barata e serve ao mesmo propósito se diferenciando apenas que no futuro não se solidificará e neste caso para se usar no exemplo acima ela também leva a desvantagem de não induzir o casal a misturar a massa como o adesivo Durepoxi e assim poderá surgir muito mais exemplos de erro na interpretação do verdadeiro “MATRIMÔNIO”, não se esqueça de entregar massas de cores diferentes representando o masculino com uma cor mais escura e o feminino com uma cor mais clara resultando numa mistura homogenia com uma cor intermediária fácil de ser observada à distância.

Obs: Existem formulas para que você mesmo faça esta massa com farinha de trigo, tinta, oléo e sem cola branca caso não encontre nas livrarias além de poderem ser reutilizadas como brinquedo para as crianças que estiverem no encontro depois da analise do resultado.

Como fazer você mesmo massa de modelar!

Como fazer massa de modelar

Agora faça um desafio:

Quem é capaz de separar a mistura.  Ofereça um prêmio e etc.

Certamente não aparecerão voluntários para a tarefa…

Insista no desafio até que todos digam que é impossível…

Desafie o homem mais forte do grupo a realizar a tarefa e quando ele confirmar que não pode executar a tarefa então reflita a frase:

A mistura não pode mais ser separada,

O Matrimônio da mesma forma é “Indissolúvel”, uma vez feita a união por Deus, ela se torna para sempre, por isso a Igreja não anula e nem desfaz o Matrimônio, apenas declara em certos casos específicos que ele nunca existiu.

“Não separe o homem aquilo que Deus uniu”

(A família verdadeiramente cristã é capaz de mudar o mundo em que vivemos da água para o vinho).


Mãos_na_massa Leite_café



Harmonia Conjugal

A Vivência do Sacramento

do Matrimônio


Parábolas

& Reflexões


Testemunho do Plano de Deus.



MEU TESTEMUNHO DO PLANO DE DEUS EM MINHA VIDA E DE MINHA FAMÍLIA. 

Veja o Texto:



Relaxa_Plano


O_casal_Cristão_no_mundo_de_hoje


Encontro de Casais com Cristo_ECC


Vou deixar abaixo a indicação de um Link onde você poderá ouvir uma canção que relata a mudança de vida de um jovem que não conhecia a Deus, mas que foi lá onde uma uma parte de sua vida aconteceu para levar seu testemunho e mostrar que Deus escreveu uma nova história para sua vida e dar oportunidade de mudança a seus companheiros que ainda vivem sem ter experimentado o AMOR de DEUS.

Nós também que fomos transformados pelo imenso amor do Pai temos o dever de compartilhar este amor com nossos irmãos através de nosso testemunho de vida.



UMA HISTÓRIA ESCRITA PELO DEDO DE DEUS


Olha o que Ele fez comigo


Olha o que Ele fez comigo 2


Escrita Pelo Dedo de Deus

Thalles Roberto

Jesus pode escrever sua história de novo
Olha o que ele fez comigo
A chance de dar tudo errado
Era tudo o que eu tinha em mim
Mas olha o que ele fez comigo
No olhar eu carregava um pouco de morte
E a minha festa tava tão vazia de sorriso
E, quando eu pensei que o rio ia secar
Olha o que ele fez comigo

Vai fazer assim com a sua família hoje
Um dia, já cansado, eu disse
“pai, não quero ser mais prisioneiro da maldade!”
Ele me chamou de filho
Pedi perdão, me humilhei e chorei
(como eu chorei)
E ele foi fiel comigo
Arrancou aquela tristeza que doía
Me lavou com o seu sangue, e me perdoou
A minha festa, agora, é cheia de sorrisos
Olha o que ele fez comigo

Vai fazer assim com a sua família hoje
Ele é meu melhor amigo
Viver com meu jesus é lindo
Junte suas forças
E clame a Deus
Ele escuta o grito do seu fraco coração
Eu não tinha nada
E, agora, tenho vida
E uma história nova e linda
Escrita pelo dedo de Deus.

Link: http://www.vagalume.com.br/thalles-roberto/escrita-pelo-dedo-de-deus.html#ixzz3FUkoiJgN


 


Temas da Canção nova CHÁCARA JEUS CURA

 

Kairós para as Famílias.


I KAIRÓS PARA AS FAMÍLIAS

De 30 e 31 de Agosto de 2014

“Por esta causa dobro os joelhos em presença do Pai, ao qual deve a sua existência toda família no céu e na terra,”

(Efésios 3, 14 E 15)


I Kairós Família


Encontro do MINISTÉRIO PARA AS FAMÍLIAS – RCC da Rcc Diocese de Anápolis Goiás direcionado para as Famílias e não somente os casais.

Convidamos os casais com os filhos para este encontro, haverão ambientes destinados para os casais, as crianças e os jovens, pela taxa de apenas R$ 40,00 estarão participando toda a Família com almoço e café da manhã no Domingo.

As fichas estão sendo distribuídas nos grupos de oração, mas caso você queira participar e não tenha uma ficha, entre em contato com o escritório da RCC – 3387-2439 e saiba como conseguir uma ficha, as 100 primeiras fichas preenchidas serão confirmadas, pois a quantidade do evento será limitada para no máximo 100 famílias, portanto confirme já a sua vaga o mais rápido possível.


Hora_da_família_2_2014


999775_523477301074726_963023061_n[1]

MINISTÉRIO PARA AS FAMÍLIAS

RCC – ANÁPOLIS – GO.



A família é a célula Máter da Sociedade.



O homem é um ser social, como disse o Senhor Deus ao nos criar:

“NÃO É BOM QUE O HOMEM ESTEJA SÓ”

Ou seja, Nossa criação e formação é indiscutivelmente social e sem a sua formação mínima que seria um casal da mesma espécie e sexos diferentes não há como manter a continuidade da espécie, logo, esta formação mínima é insubstituível mesmo que a ciência venha criar seres humanos em laboratório. 

“A família é a célula Máter da Sociedade,

sem a convivência Familiar não existe convivência social.”


Familia_grafico_sociedade



O homem é um ser social, que nasce e vive em sociedade. Ao nascer, já é parte de uma família, principal meio social humano, que costumamos chamar de célula máter da sociedade – o espaço primeiro e mais importante para o estudo e desenvolvimento de sociedades.

A primeira vivência do ser humano acontece em família, independentemente de sua vontade ou da constituição desta. É a família que lhe dá nome e sobrenome, que determina sua estratificação social, que lhe concede o biótipo específico de sua raça, e que o faz sentir, ou não, membro aceito pela mesma. Portanto, a família é o primeiro espaço para a formação psíquica, moral, social e espiritual da criança.

A criança é muito dependente ao nascer. Dentre todas as espécies é o homem que tem o mais longo período de imaturidade e dependência física. Cabe à família o cuidado com a saúde e segurança de seus membros, seja com o bebê ou com o idoso.

Há o papel desempenhado pela família, mesmo que muitas vezes ela não o perceba, que é o de educadores. À família cabe a formação do caráter, dos valores, das regras morais – que posteriormente serão internalizadas pelos indivíduos como um código pessoal de conduta e ética. A chamada “educação de berço” continua sendo de suma importância e jamais pode ser conseguida em outros espaços sociais como colégio ou até mesmo igrejas.

Na esfera psíquica, o homem só pode conhecer e reconhecer adequadamente o mundo e a si mesmo a partir de suas relações com os demais. Ele apreende o mundo imitando os outros, desde os primeiros sorrisos até regras sociais externas e maios elaboradas, como usar adequadamente os talheres à mesa. Mais do que isto, moldamos nossa personalidade por volta de seis anos de idade, e é especialmente através de vivências em família que formamos, ou não, a auto estima, o senso de responsabilidade e segurança, o respeito pelo outro e pelas regras sociais estabelecidas, a capacidade de acreditar em nosso potencial e conhecer nossos defeitos e limitações, entre tantos outros aspectos de nossa vida intimista.

Em nossa sociedade, a família é que introduz a criança no meio social; é a família que escolhe – ou em parte seleciona, a partir de seus próprios referenciais – as pessoas com as quais a criança vai relacionar-se, bem como dirige o modo e onde esta relação se dará. Assim, como instituição social, a família reflete as transformações culturais dos povos: valores, usos e costumes, hábitos, pensamento religioso e político, etc. Consequentemente, os problemas sociais serão sempre frutos de uma desestruturação familiar.

Isto fica evidente quando olhamos para os grandes problemas sociais que enfrentamos hoje. Assistimos crianças abandonadas por pais que não souberam planejar sua família ou administrar os conflitos, maiores ou menores, mas sempre existentes na vida a dois. Vemos adolescentes mergulhados em drogas ou prostituição, na sua maioria frutos de lares frios, carentes de afeto e de diálogo. Sofremos ao assistir fatos como as revoltas em abrigos para menores, ou o uso de armas de fogo por jovens instigados pela violência, que nos mostram o quanto nossas famílias têm deixado de trabalhar o respeito pelo próximo e a aquisição de padrões morais rígidos para uma boa consciência pessoal e vivência social.

Não pode haver dúvidas: se queremos mudanças sociais, devemos começar a investir mais no cerne da sociedade, na sua célula máter. Precisamos nos voltar às famílias, num esforço conjunto entre o Estado e a Igreja. Esta é também um espaço social, portanto possui o poder de formar opiniões, onde famílias se reúnem e podem ter seus valores pessoais transformados.

Precisamos nos lembrar que, mais do que ir `a igreja, freqüentando templos caríssimos ou simples, nós somos Igreja, e estamos Igreja especialmente em nossos lares, onde somos mais íntimos e singulares. É por esta razão que a Igreja começa em casa – cuidar da família é mais importante do que cuidar de não familiares ou da obra de Deus. É exatamente isto que Paulo enfatiza quando escreve o capítulo 5 de sua primeira carta a Timóteo, especialmente o versículo 8: Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.

A família é a célula máter da sociedade – e saber isto implica entender que famílias abençoadas implicam em igrejas abençoadas, que famílias equilibradas implicam em uma sociedade sadia.

Doutora Elaine Cunha 24/02/2012

http://www.cpadnews.com.br/blog/elainecruz/?POST_1_3_FAM%EDLIA:+C%E9LULA+M%E1TER+DA+SOCIEDADE?.html


“A família é a célula Máter

da Sociedade,

Sem Família não existe Sociedade



A Família é um

Projeto de Deus.

 


Semana_Família_2009_BN


CHÁCARA JEUS CURA



A Graça da Família.


O Casal Cristão no Mundo de Hoje.


(Dinâmica Opcional 1) *


Quem sai na chuva tem duas opções…


“Pela fé, embora Sara fosse estéril e ele mesmo já tivesse passado da idade, Abraão tornou-se capaz de ter descendência, porque considerou fidedigno o autor da promessa. E assim, de um só homem, já marcado pela morte, nasceu a multidão comparável às estrelas do céu e inumerável como os grãos de areia na praia do mar” (Hb 11, 11-12).

Abraão é considerado o “Pai da Fé” pelas três grandes religiões monoteístas, o Cristianismo, o Judaísmo e o Islamismo. Para elas, a experiência da presença de Deus tem sua fonte no alto, é revelação, cuja iniciativa é do próprio Senhor. A fé, certeza a respeito daquilo que não se vê (Hb 11, 1), introduz nas realidades humanas um horizonte aberto de proporções inimagináveis. Abraão se encontra presente, quando apostou tudo em Deus, na multidão dos homens e mulheres que, nas sucessivas gerações, volta seus olhos para o alto e para frente.

         A graça da paternidade e da maternidade, experimentada por Abraão e Sara, há de ser posta em relevo em nosso tempo, pois, de fato, “os filhos são herança do Senhor, é graça sua o fruto do ventre” (Sl 127, 3). Queremos oferecer, como profecia de um futuro digno para a humanidade, o presente de famílias cristãs consistentes. A contribuição genuína dos cristãos, neste campo, é a família una, fiel e fecunda. Graça e desafio! Aceitar formar famílias segundo esta proposta é antes de tudo uma vocação a ser descoberta e alimentada. Homem e mulher, pois assim foi criado o ser humano (Gn 1,27), são tocados pelo amor de Deus para serem seus sinais. A resposta, desafio a ser assumido, é construída durante a vida toda.

         O coração humano não foi feito para ser dividido em vários amores. Corpo e alma, com todas as suas potencialidades, doados como sinal do amor de Cristo e da Igreja. Chama-se “sacramento” do Matrimônio! Descobrir a pessoa à qual será entregue a própria vida, não como um título de propriedade a ser adquirido, é a grandeza do casamento cristão. Trata-se de uma forma de consagração a Deus! Acreditar que os dois, unidos diante do Senhor, mostram o próprio Deus às outras pessoas e ao mundo. Nosso mundo clama por testemunhas consistentes de tais valores. Os casais cristãos descubram de novo a beleza do que receberam do Senhor e assumiram como vocação.

         Com certa frequência aparecem estatísticas sobre a fidelidade e a infidelidade entre os casais. Parece uma propaganda das aventuras infelizmente existentes, que podem suscitar justamente uma banalização de uma das graças do matrimônio cristão. Desejo homenagear os casais que não submetem sua própria intimidade a perguntas que os expõem na praça pública. Sintam-se reconhecidos todos os casais fiéis, e são muito mais do que se divulga! Saibam que a Igreja faz festa com eles por conservarem, no verdadeiro tabernáculo que é sua vida conjugal, o tesouro da fidelidade, prometido com plena liberdade quando seu amor se tornou Sacramento. Não fica esquecido pelo Senhor o dom de suas vidas!

         Por falar em exposição, sim, os casais cristãos têm algo a mostrar! Trata-se dos filhos, testemunhas da fecundidade do amor verdadeiro. Já se disse que o amor conjugal não é olhar um para outro a vida inteira, mas olharem os dois numa mesma direção! Olhar para o alto, participar da graça criadora de Deus, gerar filhos para a Igreja e para o mundo! É dignidade a ser sonhada e construída pelo homem e a mulher que se unem no Sacramento do Matrimônio. É graça a ser pedida pelos que se preparam ao Casamento.

         Tudo isso encontra seu sentido na fé, fundamento de realidades humanas assumidas nesta terra, como pessoas que veem o invisível. Há muita gente pronta para descrever os problemas das famílias. A nós, na Igreja, cabe a tarefa de proclamar um verdadeiro evangelho da família, reconhecida como boa nova para o nosso tempo.

         Daí nasce o convite aos jovens vocacionados ao matrimônio, para que empreendam um caminho de discernimento e preparação correspondentes à grandeza do sacramento que desejam abraçar. Entrem na escola do amor verdadeiro, treinem a capacidade de escuta e acolhimento, exercitem a saída de si mesmos para dar espaço à outra pessoa. Peçam a Deus a graça de descobrirem a quem deverão entregar totalmente suas vidas. Sejam anunciadores de novas famílias, renovadas no Espírito Santo.

         Aos casais cristãos, chegue o convite da Igreja a edificarem cada dia seus lares sobre o fundamento da fé, de modo a transmitirem valores consistentes aos filhos e os testemunharem à sociedade. Deus lhes confiou muito! A Evangelização de seus filhos começou quando estes foram gerados no amor, deixando neles uma marca indelével. Continuou quando vocês lhes ensinaram os rudimentos da fé cristã. Benditas foram as orações que lhes foram ensinadas! Deem graças ao Senhor porque vocês os apresentaram à Igreja para os Sacramentos, quando os encaminharam à Catequese. Aliás, vocês foram os primeiros catequistas! Deus lhes pague e confirme sua vocação na transmissão e educação da Fé Cristã na Família, como quer celebrar a Semana Nacional da Família. Deus seja louvado pelos valores cristãos que existem em nossas famílias, santuários da fé e da vida!

         Com as famílias e pelas famílias, rezamos confiantes no dia dos pais: “Deus eterno e todo-poderoso, a quem ousamos chamar de Pai, dai-nos cada vez mais um coração de filhos, para alcançarmos um dia a herança que prometestes. Amém!”


Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo de Belém do Pará
Assessor Eclesiástico da

RCC – BRASIL



Dinâmica do Sonrisal

“A Fé sem obras é Morta.”

Se misturar na comunidade


Dinâmica da Pipoca

Pipoca sem Sal não tem Sabor

SAL DA TERRA



 Atualizado em 10/05/2012




A Família é um Projeto de Deus.



A família é uma instituição que vem constantemente sendo posta a prova. As transformações sociais e culturais promovem a ausência de afeto, a falta de amor ao próximo e o enfraquecimento da verdade na vida conjugal e familiar.




Os jovens são os mais afetados quando não há uma estrutura familiar que os ampare. Por isso acabam buscando nas ruas valores que deveriam ser ensinados em casa. São expostos há uma grande quantidade de informação, mas muito pouco dela é aproveitada para a construção de um mundo melhor e mais seguro para eles mesmos. Muito cedo conhecem as drogas, o álcool, o tabaco e a gravidez indesejada. Vivenciam um lado obscuro da vida onde tudo é fácil e os amigos passam a ser exemplos a se seguir, e não os pais. Ser pai nos dias de hoje não é fácil e exercer autoridade de pai e mãe exige sabedoria. Os limites precisam ser colocados para visar o bem estar e a qualidade de vida de toda a família. O hábito de fazer as refeições juntos é algo que deve ser resgatado, no mundo atual existem famílias que não se vêem, não se conhecem. São apenas moradores de uma mesma casa. O que persiste é esta constante inversão de valores, onde as famílias se reúnem somente para assistir TV e discutir problemas domésticos.

Os pais, preocupados em manter a casa levam para seus filhos somente bens materiais e esquecem da vivência de uma espiritualidade que os direcione nos projetos que Deus quer para suas vidas. Pagam escolas caríssimas mas não os educam no amor de Deus.

É preciso se ter em mente que somente a família pode transmitir valores que são arraigados na formação destes jovens e que, os sustentaram na busca de grandes ideais para suas vidas.

Do seio de uma família zelosa e temente a Deus partem princípios do bom caráter, da ajuda ao próximo e do valor aos ensinamentos divinos. O lar deve ser antes de mais nada, um espaço de vivência do Evangelho onde meditando a Palavra de Deus os filhos aprendem o valor da oração, do perdão e da partilha. Conforme cita a Hora da Família, “em um lar deve haver amor, fidelidade e respeito entre seus membros.” (Edição 2008, pg 17)

Os filhos devem ser conduzidos ao batismo, a eucaristia e a crisma, pois estas são iniciações cristãs essenciais para que as crianças se descubram como filhos de Deus e façam parte de sua comunidade, que é a Igreja. Os ensinamentos adquiridos podem influenciar na formação do seu caráter e sua conduta diante dos obstáculos da vida.

Portanto, a responsabilidade de uma família, fundada sobre o matrimônio, é lutar constantemente para guardar os ensinamentos divinos, agindo como intérpretes na transmissão da vida e da educação segundo os projetos de Deus.

Mesmo que os filhos mostrem dificuldades em assimilar o valor da vida cristã é essencial que os pais sejam exemplos para seus filhos. O valor da família é imensurável e por isto esta instituição divina deve ser zelada como algo precioso, fonte da vida e do amor.

A família é um lugar sagrado onde se constitui a generosidade, acolhimento e respeito. É um dom de Deus que precisa ser cultivado, pois somente a família, concebida como fonte de valor e vida pode humanizar a sociedade.


A importância da oração em família


Os pais são os primeiros educadores de seus filhos na fé. Na carta aos Efésios Paulo nos fala: “Pais criem os filhos, educando-os e corrigindo-os como quer o Senhor”.(Efésios 6,4). O Papa João Paulo II declarou que “a família missionária é a esperança para o novo milênio e só através dela pode-se construir uma sociedade mais justa em comunhão com Deus.

É muito importante e saudável existir momentos de oração com os filhos para que se vivencie a fé em família e esta seja a maior herança que se possa levar deste convívio. Nestes momentos a família fortalece a sua união e é levada através da oração à conversão, ao perdão e à experiência do amor de Deus. Para as crianças a oração familiar é o primeiro testemunho da memória viva da Igreja levada pela bênção do Espírito Santo.

Uma vida de oração é uma questão de atitude. É necessário se viver o modelo de família que esta dentro dos projetos de Deus, levando como exemplo a Sagrada Família de Nazaré: Jesus, Maria e José.


Nossa missão como família


Faz parte do nosso compromisso como pais e filhos consolidar esta meta de uma educação cristã, para que nossa família se torne uma fortaleza diante dos desafios do mundo.
É necessário buscar na simplicidade, na amizade entre pais e filhos, na conversa jogada fora no fim de tarde, os laços de confiança que se constroem em pequenos gestos. Resgatar pequenas lembranças como na musica do Padre Zezinho, Utopia, que fala da beleza do aconchego de um lar e do fim da tarde quando a família se ajuntava no alpendre para conversar.

A Pastoral Familiar tem como meta garantir a defesa da vida e da família, para que o lar se torne um ninho, um berço de vocações. Mas também é dever de cada um de nós transmitir o conhecimento e o amor de Deus para todos os lares, principalmente os nossos.

“O filho unigênito, consubstancial ao Pai, “Deus de Deus, Luz da Luz”, entrou na história dos homens através da Família.” (CF, 02)

Por Ana Paula Azevedo



UM PROJETO DE DEUS PARA O MUNDO