A família que reza unida, permanece unida.



As famílias num passado recente tinham muitas tradições no que diz respeito às orações e práticas religiosas. Muitas casas tinham um altar com santinhos e uma luz votiva. Mas Deus está presente quando uma casa é destituída de amor? O rosário era recitado em família. Mas como nós nos esforçamos para viver os mistérios do rosário? Uma imagem do Sagrado Coração de Jesus foi entronizado no lar. Mas é Jesus, realmente o Senhor da nossa casa e de nossas vidas? Já nós descartamos dessas práticas porque perdemos o sentido por trás delas? Já substituímos algumas outras práticas que consagram esses valores? Há valores em conflito na sociedade de hoje que por vezes coexistem em nossos corações, sem um segundo pensamento.

Tradição vem do tradere palavra latina, que significa entregar. Temos mão de alguma coisa que está viva e é de valor. Quais são os valores que nós, como uma família cristã, deliberadamente escolher entre as alternativas oferecidas pela mídia, para que todos nós somos super-exposta? Se eu passar muitas horas assistindo à televisão, na Internet, lendo revistas e jornais, sem examinar criticamente o que vejo e ouço, eu sou sutil lavagem cerebral por valores mundanos. Ao contrário de quanto tempo vai nos refletir sobre a Palavra de Deus?

As famílias podem orar juntos sem rezar. Eles podem recitar uma série de fórmulas piedosas ajoelhados, enquanto suas mentes e corações estão longe de Deus. Se houver ódio, inimizade, inveja, orgulho e falta de perdão entre eles, isto é oração? Se for hipocrisia orar em tal estado, a resposta é não se desfazer da oração, mas se deve primeiro reconciliar como membros da família.

É a família reunida em seu nome, em Sua presença, para a Sua glória, louvar, agradecer, adorar e pedir-Lhe que os unem no amor? O retrato na parede deve ajudar-nos a ver Jesus presente em cada um de nós.

Isso exige auto-esvaziamento e morrendo diariamente a nós mesmos (refletir sobre Fl 2, 1-11). A oração não é mecânico. As mentes e os corações dos membros da família estão unidos pela Palavra e do Espírito, quando nos reunimos na fé e no amor.

“Quando orardes, não use um monte de palavras sem sentido, como fazem os pagãos pensando que os seus deuses irão ouvi-los porque as suas orações são longas” (Mateus 6:7). Muitas pessoas rezam em fórmulas prefixadas. Eles não conseguem orar com suas próprias palavras e falar com Deus como um Pai “Abba” (Papaizinho).

Oração também é escuta de Deus e escutar um ao outro. Quando partilhamos o que o Espírito está dizendo a cada um depois de refletir sobre o Evangelho, Deus nos fala através dos outros. Mas não devemos pregar. Ao invés partilhar como nós mesmos precisamos mudar ou melhorar nossa vivência Cristã.

“Se você perdoar os erros que cometeram contra você, vosso Pai celeste também vos perdoará. Mas se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará os erros que você cometeu” Mt 6:14-15 a falta de perdão e mantendo os ressentimentos e mágoas vivas em nossos corações são um verdadeiro obstáculo à oração em família ou o casal. Nenhuma cura ou a reconciliação pode ter lugar desde que teimosamente se agarram ao direito de ser e de agir justos.

Relembre a história do fariseu e o cobrador de impostos. Quem deve assemelhar nas minhas atitudes? “Nem todo o que me chama de Senhor. Senhor entrará no Reino dos Céus, mas somente aqueles que fazem o que meu Pai celestial quer que eles façam. Quando o dia do juízo final, muitos me dirão:” Senhor, Senhor! Em seu nome, falou a mensagem de Deus, pelo seu nome, expulsou muitos demônios e fizemos muitos milagres! Então eu lhes direi: ‘Nunca vos conheci. Fique longe de mim, vós, povo malvado! ” (Mateus 6:21-23)

Qual é a vontade do meu Pai para mim, como marido, esposa, pai, filho, irmão, irmã, empregador ou trabalhador doméstico, hoje nesta casa? O Espírito Santo irá revelar isso para mim, se eu pedir-lhe para fazê-lo e ouvi-lo falar para mim, através das Escrituras, os ensinamentos da Igreja e através de si. Ele me dará a força para obedecê-lo. Partilhamos estas inspirações do Espírito Santo de uma forma interativa na nossa oração em família.

A oração é estreitamente ligada à missão confiada a casais, pais e famílias. Qual é a missão da sua Igreja doméstica ou em casa? O reino de Deus já entrou em nossas vidas e em nossas casas neste mundo. Não é um evento futuro depois que morrermos. Todos nós somos chamados e capacitados para construir esse reino de justiça, a misericórdia, o amor e a unidade, todos os dias. Deus dá a cada membro da família de certos dons e oportunidades para usar esses dons para a edificação da Comunidade e principalmente da sua própria família.

Hoje muitos de nós podemos ter mais educação formal, dinheiro e facilidades que os nossos antepassados não puderam. Estamos expostos a muitas fontes de informação que pode nos tornar mais acessíveis e de serviço aos outros. Eles também podem fazer-nos mais vulneráveis ​​à tentação e egoísmo. Como usamos os dons e as oportunidades que Deus investe em nós, para anunciar o Reino de Deus em nosso mundo agora?

Madre Teresa foi uma mulher de oração. Então, foi Mahatma Gandhi. O que eles têm a nos ensinar? Sem oração: a Dois “Casal”, pessoal e oração familiar, que são deixados para os nossos próprios recursos, que são escassos. Mas quando ligar a Deus, que é a força motriz da oração, somos iluminados, reforçado e equipado pelo Espírito Santo para fazer obras que seriam impossíveis para pessoas como nós, com inteligência limitada, discernimento e capacidade criativa.

Estamos vivendo em tempos incertos. Nós nos preocupamos se a nossa aposentadoria, pensões e apólices de seguro serão o suficiente. Tudo que nos cerca está mudando rapidamente, estamos confusos e incapazes de acompanhar o ritmo desta mudança.

Ravi Shankar com sua Arte de Viver está atraindo milhares de pessoas a buscar a paz interior ou como lidar com o estresse. Yoga, meditação Vipassana e várias estratégias para lidar com as emoções são populares hoje entre aqueles com recursos de tempo e dinheiro.

Nós, católicos acreditamos que a confiança em Deus e a providência é ainda mais necessária. A oração nos ajuda a voltar para Deus com confiança infantil. Ela nos ajuda a caminhar humildemente com nosso Deus. Ela nos ajuda a vencer as tentações e nos fortalece quando somos colocados à prova. Nosso Deus está lá para nos livrar do mal.

Peçamos a Maria que nos ajude a rezar com a família da maneira que ela fez para que possamos viver unidos na fé e no amor. Amém

Por padre. Pedro De Sousa

Fonte Original:

The Family That Prays Together Stays Together

by Fr. Peter de Sousa


CHÁCARA JEUS CURA Dia_família


6 Respostas

  1. […]  A família que reza unida, permanece unida. […]

    Curtir

  2. […] A família que reza unida, permanece unida. […]

    Curtir

  3. muito boa a palestra gostaria que me fosse indicado uma musica sobre a palestra oraçao e meditaçao

    obrigada

    Curtir

  4. para bens atodos

    Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: