Viva mais intensamente!



AME MAIS, PERDOE MAIS, ABRACE MAIS, VIVA MAIS INTENSAMENTE E…

Papa Francisco



DEIXE O RESTO NAS MÃOS DE DEUS.



“Disse Ele ainda: “Não seles o texto profético deste livro, porque o momento está próximo.* O injusto faça ainda injustiças, o impuro pratique impurezas. Mas o justo faça a justiça e o santo santifique-se ainda mais. Eis que venho em breve, e a minha recompensa está comigo, para dar a cada um conforme as suas obras.”   Apocalipse, 22



Esta vida vai passar rápido, não brigue com as pessoas, não critique tanto seu corpo. Não reclame tanto. Não perca o sono pelas contas. Não deixe de beijar seus amores. Não se preocupe tanto em deixar a casa impecável. Bens e patrimônios devem ser conquistados por cada um, não se dedique a acumular herança. Deixe os cachorros mais por perto. Não fique guardando as taças. Use os talheres novos. Não economize seu perfume predileto, use-o para passear com você mesmo. Gaste seu tênis predileto, repita suas roupas prediletas, e daí? Se não é errado, por que não ser agora? Por que não dar uma fugida? Por que não orar agora ao invés de esperar para orar antes de dormir? Por que não ligar agora? Por que não perdoar agora? Espera-se muito o natal, a sexta-feira, o outro ano, quando tiver dinheiro, quando o amor chegar, quando tudo for perfeito… Olha, não existe o tudo perfeito. O ser humano não consegue atingir isso porque simplesmente não foi feito para se completar aqui. Aqui é uma oportunidade de aprendizado.

Então, aproveite este ensaio de vida e faça-o agora… Ame mais, perdoe mais, abrace mais, viva mais intensamente e deixe o resto nas mão de Deus.



NÃO TEMAS





Veja acima a sutil diferença de uma sabedoria humana que não acredita na vida eterna oferecida por Deus e daquele que tem certeza que tem alguém do outro lado da porta aguardando a nossa entrada para uma VIDA eterna que não terá fim.


Nesta semana que se passou trabalhamos este mesmo tema “Vida eterna” postando a tradução de uma frase amplamente divulgada em inglês e quase desconhecida no Brasil, que era um “Conselho de São Francisco de Assis”, e que coincidiu com o tema da Liturgia da Santa Missa do ultimo domingo.

Mas, assim como Chaplin, na ausência de fatos visíveis e palpáveis da existência Divina, é mais fácil crer que a vida se encerra e que após fechada a cortina nada mais existe.  Comparando com uma peça teatral normal e comum, todos sabem que após o final da peça a cortina se fecha, porém pouco tempo depois todo o elenco se reúne e se apresentam ao publico esperando o grande aplauso.  Logo, normalmente e praticamente nenhuma peça termina exatamente quando a cortina se fecha, sem contar que depois do aplauso e O FECHAR DA CORTINA, todos os atores retornam à sua VIDA REAL sendo que os momentos da peça em ação é que eram uma pequena pausa da VIDA REAL, portanto, nunca se deve dar mais valor à vida de ficção do que à VIDA VERDADEIRA.

Isto não nos impede de concordar com ele no que tange em viver bem a vida que possuímos, já que entregar os pontos ao desânimo, aos vícios, ao pecado é o mesmo que não dar Valor à sua vida e não aproveitarmos na verdade o tempo que Deus nos deu para desfrutarmos desta vida e aprendermos que VIVER é muito mais do que passar um tempo com as cortinas abertas onde mostramos ao publico algo que na verdade não somos.

Assim repito novamente:

Então, aproveite este ensaio de vida e faça-o agora… Ame mais, perdoe mais, abrace mais, viva mais intensamente e deixe o resto nas mão de Deus.



OUTRAS INDICAÇÕES SEMELHANTES




VIDA


UM POEMA DE AUGUSTO BRANCO




Dinâmica e Apresentação em homenagem ao dia dos Pais.


Seguindo as pegadas do Papai!


Seguindo_seus_passos_papai_2


Uma ideia para comemorar o Dia dos Pais com as crianças de sua igreja, escola ou grupo de jovens. Pode ser organizado numa apresentação simples e rápida ou um pouco mais complexa com ensaios e tudo mais.

O programa é bem fácil de colocar em prática. Você só precisa se planejar com antecedência.


Objetivo: Homenagear os pais, mas ao mesmo tempo evangelizar e ensinar os Pais a seguirem mais de perto as pegadas de Jesus e as Crianças a obedecerem melhor a seus Pais.



Decoração do local:

– Enfeite a frente do palco com pegadas de um pai (maiores) como andando num caminho e com pegadas de um filho (menores) seguindo. Se preferir desenhe as pegadas menores dentro das maiores.

– Escreva também o título e o versículo com letras grandes: “Sede meus imitadores como eu sou de Cristo” 1 Coríntios 11,1.

– Você pode fazer as pegadas e as letras com EVA e colar com fita de parede ou colar no TNT para fixar na parede.

– Escolha algumas crianças que saibam falar alto e tenham boa dicção para dar os depoimentos na hora certa da peça.


Apresentação:


Narrador 1 (com muito entusiasmo) – Chegou o Dia dos Pais! E por que comemoramos este dia? Porque os pais são muito importantes em nossa vida.

Narrador 2 – Segundo a Bíblia, Deus estabeleceu a família e “inventou” este sistema de pais para a nossa vida! Os pais cuidam de nós, providenciam o sustento enquanto somos crianças, dão o exemplo para seguirmos um caminho que agrade a Deus, e transmitem princípios dados por Deus para sermos felizes e completos.

Narrador 1 – As pegadas do meu pai. Mas o que quer dizer isto? Você sabe que uma pegada é um vestígio, um rastro, um sinal deixado pela pisada ou passagem de um homem ou um animal por algum lugar. Veja o exemplo na decoração (mostre). Costuma-se dizer que seguir as pegadas de alguém é fazer o que essa pessoa faz; imitar essa pessoa.

Narrador 1 – A Palavra de Deus, diz que o pai deve:

• Ensinar seus filhos

“Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo quando envelhecer não se desviará deles”. Provérbios 22,6

• Disciplinar seus filhos

“Quem se nega a castigar seu filho não o ama; quem o ama não hesita em discipliná-lo”. Provérbios 13,24

• Ser justo e ter uma vida correta

“O homem justo leva uma vida íntegra; como são felizes os seus filhos”. Provérbios 20,7

• Aconselhar seus filhos

“Meu filho, se o seu coração for sábio, o meu coração se alegrará”. Provérbios 23,15

Narrador 2 – Como vimos, não é fácil ser um pai de acordo com a Palavra de Deus! Saiba que, quanto mais perto o seu pai estiver de Deus e quanto mais ele depender de Deus, mais ele será um pai segundo a vontade de Deus para você.

Narrador 1 – Deus também quer que você seja um filho como ele planejou, pois também foi Deus quem “inventou” esta história de filho.

Narrador 2 – Segundo a Palavra de Deus, o filho deve:

• Prestar atenção ao ensino do pai

“Ouçam, meus filhos, a instrução de um pai”. Provérbios 4,1

• Obedecer ao pai

“Meu filho, obedeça aos mandamentos de seu pai”. Provérbios 6,20

• Dar alegrias ao pai

“O filho sábio dá alegria ao pai”. Provérbios 10,1

• Aceitar a disciplina do pai

“O insensato faz pouco caso da disciplina de seu pai, mas quem acolhe a repreensão revela prudência”. Provérbios 15,5

Narrador 1 – Também não é fácil ser filho de acordo com a Palavra de Deus! Você só conseguirá ser um bom filho se andar bem perto de Deus. Na verdade, e com certeza, este seria o melhor presente para o Dia dos Pais! Talvez Deus queira usar a sua vida para que seu pai chegue bem pertinho de Deus e seja um pai segundo a Bíblia.

Narrador 2 – Vamos ouvir agora o depoimento de alguns filhos.


Alguns depoimentos:


– quantos depoimentos você achar necessário;

– ensaie antes para que a criança não se perca na hora de falar;

– faça a seguinte pergunta para obter a resposta: qual o exemplo que seu pai dá que você gostaria de seguir quando crescer? A criança pode se lembrar de alguns. Cite três qualidades que você admira no seu pai).

– Escreva o depoimento para que a criança treine falar sem se perder.

– Na hora certa o narrador pode chamar a criança pelo nome, então ela vai à frente e fala no microfone.

Narrador 2 – Na Bíblia, em 1 Coríntios 11,1, está escrito: “Tornem-se meus imitadores como eu sou de Cristo”. Foi o apóstolo Paulo quem escreveu estas palavras. Paulo procurou obedecer a Deus, fazer sua vontade, imitar a Jesus, andar em suas pegadas, e por isso, pôde dizer para que nós o imitássemos, andássemos sobre as pegadas dele.

Se seu pai está seguindo a Jesus, você pode imitá-lo, pois andando sobre suas pegadas, você estará seguindo a Jesus. Seguir o exemplo de um pai que crê e obedece a Deus, guiará você a Jesus e a uma vida completa.

Mais alguns depoimentos: outras crianças

Narrador 1 (ler pausadamente) – Pegadas. Pegadas por toda parte. Todos os dias. Em todos os momentos. Às vezes, sem sequer serem percebidas que foram deixadas… Mas, marcadas, indelevelmente impressas. São as suas, pai. Seu pensar, seu falar, seu agir – tudo, em todo tempo.

Últimos depoimentos: outras crianças:

Narrador 2 – Pai, suas pegadas conduzem. Seu pensar, seu falar e o seu agir influenciam seu filho. Para onde suas pegadas estão levando seus filhos?

Narrador 1 – Você precisa de Jesus. Vá a ele. Em toda parte. Todos os dias. Em todos os momentos. Só Jesus pode dirigir sua vida. Como já diz o Salmo 85,13, “A justiça irá adiante dele, cujas pegadas ela transformava em caminhos”.

Narrador 2 – Somente a justiça de Deus pode abrir o caminho. Então, siga por esse caminho. E não se assuste ao ver quem está bem atrás de você! São eles, seus filhos.

Continuando o programa:

1 – Cante uma ou duas músicas em Homenagem aos Pais com todas as crianças. (ensaie antes os apresentadores do dia);

2 – Ore pelos pais – chame todos os Pais à frente para uma oração, peça as crianças e demais pessoas presentes para estender suas mãos e rezem;

3 – Entregue as lembrancinhas para os Pais enquanto eles ainda estão reunidos à frente.


Fonte: Ensino Infantil num Clique


Seguindo_seus_passos_papai Pegadas_na_areia_MFP

Seguindo os passosSeguindo os passosSeguindo os passos

SEGUINDO SEUS PASSOS

Você caminha na frente.
Determinação e esperança
Marcam teu compasso,
Preparando um futuro,
Um lugar mais seguro, um espaço.

E logo atrás de você,
Imitando seus passos,
Como sombra, sempre presente
Confiante e contente, eu apareço!
E se é assim em teu caminho,
Em meu perfil já pode ver
Que com teus sonhos,
Com teus traços, me pareço!

Eu queria te dizer…
Como é importante o seu abraço,
A sua palavra, a sua risada,
Sua mão pra guiar a minha,
Passear, contar, me ensinar,
Como é que se joga bola
Como é que se fica tão forte?
Pai você é exemplo, é meu Norte
E é quase por todo o tempo
Aquilo que eu quero ser.

Não perca os meus momentos,
Deixa eu estar na sua garupa,
Pescar, brincar, correr!
Mais que o meu super-herói,
Quero encontrar em você
O meu maior companheiro,
Meu abraço mais verdadeiro,
Meu porto seguro, meu guia
Meu mestre, meu melhor amigo!

Deixe eu dormir no seu colo
Conte histórias sem fim,
Deixe que eu cresça,
Com a certeza do amor e do cuidado
Com você sempre ao meu lado,
Com este jeito encantado que você olha pra mim!Pai, vem aqui comigo.

Saiba que eu amo você um tantão assim!



Moldura_dia_das_Maes_lk Moldura_dia_pais_2 Moldara_dia_dos_pais_04-4 (1)
mensagens-para-dia-dos-pais-985838 bRAÇOS DO pAI O_pai_das_misericordias_CN

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITO



Deixai Vir a Mim as Criancinhas.



.

2011

.

Vinde a Mim

.



“Mas Descerá sobre vós o Espírito Santo e Ele vos dará força, e sereis minhas testemunhas” (At. 1,8)

Quero contar a todos os meus amiguinhos que Jesus me ama…

Encontro de Evangelização Para Crianças

Dia 08 e 09 de Setembro de 2011

Sabado das 8:00 hs às 17:30 hs

Domingo das 7:30hs às 15:00 hs

.

Local:

Centro Catequético da Igreja Imaculada Conceição na Vila Santa Maria de Nazaré.(Proximo ao Colégio Donana)

ENTRADA FRANCA

Rua Manoel de Bastos,

Vila Santa Maria de Nazaré

Anápolis – Goiás


Informações: 3387-0539 – 8513-0577


Haverá oficina de:

Arte, Teatro, Dança e Música.

Muita Alegria, Oração, Confições,

Santa Missa, Apresentações e etc…



O Encontro será finalizado

Com a Santa Missa


Realização:

Ministério Samuel

Diocese de Anápolis

Renovação Carismática Católica



Cantinho_Amizade.


http://rccanapolisgo.wordpress.com


Adolessanto



CHÁCARA JEUS CURA


Com o tempo você aprende…


O MENESTREL


William Shakespeare


Com o tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.



E você aprende que amar não significa apoiar-se e, que companhia nem sempre significa segurança.

E começa a aprender que beijos não são contratos, e presentes não são promessas.

E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o Sol queima se ficar exposto por muito tempo.

E aprende que não importa o quanto você se importe, alguma pessoas simplesmente não se importam…

E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí­-lo de vez em quando, e você precisa perdoá-la por isso.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la e, que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.

E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida.

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.



Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.

Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.

Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e, que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas aonde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.

Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

Aprende que paciência requer muita prática.

Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.

Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mais isso não te dá o direito ser cruel.

Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.



Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não para para que você o conserte.

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.

E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida.

Nossa dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.


AUTORA:  Veronica A. Shoffstall

Este texto estava atribuído a Shakespeare, porém a verdade é que com o tempo ele foi modificado com a inclusão de partes e exclusão de outras além da mudança de alguns versos e assim caiu na rede com o nome de um autor mais famoso e conhecido, mas este equivoco já foi reconhecido e reparado sendo que na maioria das fontes a verdadeira autoria já está sendo divulgada.   Divulgue você também e altere indicações e referências que ainda contenham este erro para que a justiça seja feita e o verdadeiro autor receba seus merecidos créditos.  

William Shakespeare



Vinde a Mim.

.

I X

.

Vinde a Mim

.


VOSSA PALAVRA É LUZ EM MEU CAMINHO!

Salmo 118

Encontro de Louvor Para Crianças

Dia 25 e 26 de Setembro de 2010

Sabado das 8:00 hs às 17:30 hs

Domingo das 7:30hs às 15:00 hs

.

Local:

Centro Catequético da Igreja Imaculada Conceição na Vila Santa Maria de Nazaré.

Anápolis – Goiás


Informações: 3387-2439

Participação Especial da:

Turminha do Papai do Céu Canção Nova


Haverá oficina de:

Arte, Teatro, Dança e Música.

Muita Alegria, Oração, Confições,

Santa Missa, Apresentações e etc…

ENTRADA FRANCA


O Encontro será finalizado

Com a Santa Missa


Realização:

Ministério Samuel

Diocese de Anápolis

Renovação Carismática Católica




Cantinho_Amizade.

Agenda 2010 – RCC – Anápolis.

http://rccanapolisgo.wordpress.com

Adolessanto




“VIDA” de Charles Chaplin.

Apresentamos:


.

V i d a

.

Texto  erroneamente atribuido a Charles Chaplin

“Já perdoei erros quase imperdoáveis,

tentei  substituir pessoas insubstituíveis

e esquecer  pessoas inesquecíveis”.

Já fiz coisas por impulso,

Já  me decepcionei com pessoas

quando  nunca pensei me decepcionar,

mas  também decepcionei alguém.

Já abracei  pra proteger,

Já  dei risada quando não podia,

Já  fiz amigos eternos,

já  amei e  fui amado,

mas  também já  fui  rejeitado,

Já  fui amado e não soube amar.

Já  gritei e pulei de  tanta felicidade,

já  vivi de amor e  fiz juras eternas,

mas  “quebrei a cara” muitas  vezes!

Já  chorei ouvindo música e vendo fotos,

Já  liguei só pra escutar uma voz,

Já  me apaixonei por um sorriso,

Já  pensei que fosse morrer

de  tanta saudade  e…

…tive medo  de perder alguém especial

(e acabei  perdendo)! Mas sobrevivi!

E ainda  vivo!

Não passo  pela vida…

e você  também não deveria passar.

Viva!!!

Bom  mesmo é ir a luta  com determinação,   abraçar a vida e  viver com paixão,

perder  com classe e vencer  com ousadia, porque  o mundo pertence a  quem se atreve   e

A  VIDA É MUITO

para  ser insignificante”

Chaplin

F  I M

Poema: Vida

Autor: Augusto Branco (Pseudônimo)

Erroneamente atribuído a Chaplin em mais de 12.600 Links na Net

Número de Registro: 449.877 – Livro: 845 – Folha: 37



Jesus  lhe respondeu:

Eu sou  o caminho, a verdade e a vida; ninguém  vem ao Pai senão  por mim.     (São João 14, 6)

Quem  tiver ouvidos, Ouça […] Ao  vencedor  darei de comer (do fruto)  da árvore da vida,  que se acha no  paraíso de Deus.       (Apocalipse 2, 7b)


Vida_Chaplin_3

Post Vida


Semeando a cultura de Pentecostes



VIDA
Já perdoei erros quase imperdoáveis…
Uma obra de – Augusto Branco.

http://augustobranco.blogspot.com/


Segue abaixo o texto “Vida”, de Augusto Branco,

Tal como publicado em seu site A Grandeza:

Vida – Augusto Branco

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é “muito” para ser insignificante.

Fonte: http://agrandeza.blogspot.com/2008/09/j-perdoei-erros-quase-imperdoveis.html, acesso: 26/10/09, data da publicação no blog: 18/09/08


Cristo Deputado em Brasília ?

“Jesus Cristo”, ou melhor dizendo, ator que representava Jesus Cristo na Via-Sacra em Planaltina – Df, assumiu vaga de Deputado na Câmara de deputados em Brasília e promete não decepcionar seus fiéis, ou seja, seus eleitores e companheiros de caminhada.

Começou dando demonstrações de renuncia às burguesias da Câmara, prometendo abrir mão dos salários extras.

.

PAIXÃO DE CRISTO EM PLANALTINA - BRASÍLIA

PAIXÃO DE CRISTO EM PLANALTINA - BRASÍLIA

.

Aproveitamos a oportunidade para convidar a todos os habitantes da região que venham conhecer e participar desta Via-Sacra realizada na Semana Santa, em 2008, mais de 140.000 pessoas estiveram conosco e este ano queremos atingir um número bem maior de espectadores.

Este ano venha ver a Via Sacra Em Planaltina.

Veja : EM 2008 140 MIL FIÉIS COMPARECEM À ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO NO MORRO DA CAPELINHA EM PLANALTINA …

.

https://i2.wp.com/www.clicabrasilia.com.br/fotos/20070407/07cid3f3.jpg

.

Via-sacra de Planaltina

Fonte da Matéria: http://www.df.pps.org.br/portal/showData/143331#

13/02/2009

Jesus vai pregar na Câmara Legislativa

Cláudio Abrantes

Cláudio Abrantes

Cláudio Abrantes assume cadeira de deputado no DF

Por: Correio Braziliense

Lilian Tahan

Entre os 24 deputados distritais da Câmara Legislativa, um é professor, outro é policial, tem promotor de Justiça, bispo que entrou para política, presidente de cooperativa, empresário, jornalista. A partir da próxima terça-feira, Cristo vai se unir ao grupo. O sósia mais conhecido de Jesus em Brasília, que durante uma década foi o ator principal da paixão e morte de Cristo na encenação de Planaltina virou deputado. Cláudio Cristo, como é conhecido na cidade onde mora, desceu do morro, largou a cruz e vai pregar em outros ares.

Deputado Cláudio Abrantes

Deputado Cláudio Abrantes

Deputado quer ser reconhecido como Cláudio Abrantes.

(Foto: Carlos Gandra/CLDF)

O primeiro sermão já está ensaiado. No ato de sua posse, Cristo vai subir ao plenário para anunciar que abre mão dos 14º e 15º salários, que os parlamentares ganham no fim do ano. Alguns poucos rejeitam o benefício. “Acho mais ético”, explica o cover de Jesus. O que fez reforçar a convicção do Cristo de Planaltina é a eterna vigilância dos seguidores desde que Cláudio começou a desempenhar o papel do Salvador. “Assim que uns vizinhos souberam do mandato, vieram me perguntar se eu aceitaria ganhar os salários-extras porque Cristo certamente abriria mão”, conta o ator.

Cláudio é segundo suplente do PPS na Câmara Legislativa. Com a saída do deputado Alírio Neto para chefiar a Secretaria de Justiça e Cidadania, o protagonista da paixão e morte de Jesus ocupará a vaga do ex-presidente da Casa. Será a estreia de Cristo do Morro da Capelinha na política local. A aproximação com expoentes do PPS em Brasília em 2003 e a visibilidade que as apresentações religiosas deram a Cláudio despertaram no ator o desejo de concorrer para deputado distrital. Em 2006, ele recebeu 4.350 votos tornando-se segundo suplente da legenda. O primeiro suplente da sigla, Bispo Renato, também carrega no nome a vinculação com os assuntos religiosos.

Foto: Denise Benevides

O Cristo do espetáculo mais aguardado durante a Semana Santa em Brasília atuou fazendo o papel principal no Morro da Capelinha até 2003. Depois tornou-se o diretor da encenação e ainda permanece no grupo que todos os anos se apresenta em Planaltina. Mesmo afastado do palco, o ator nunca cortou os cabelos, marca que o remete à figura divina. “Acho legal manter o cabelo comprido porque até hoje as pessoas ainda ligam o personagem a mim, além disso a minha mulher prefere assim”, explica Cláudio Cristo, expondo seu lado mais humano.

Quando Cláudio optou pela carreira pública, pretendia separar os assuntos religiosos da política. Durante a campanha, o candidato usou o sobrenome Abrantes, mas o registro de cartório não se sobrepõe à força do Cristo. Na cerimônia de posse do secretário Alírio no início da tarde de ontem, tanto o ex-presidente da Câmara, quanto o próprio governador José Roberto Arruda (DEM) se referiram ao novo deputado pela alcunha santa. “Tô saindo da Câmara, mas deixo Cristo em meu lugar”, apresentou Alírio. Arruda completou: “Esse cabeludo aí, que ficou conhecido por ser o Cristo é gente finíssima”.

Diante da boa imagem que a via-crúcis emprestou a Cláudio Cristo, ele se rendeu ao estigma de imitar Jesus. “Sei que a minha responsabilidade vai ser muito maior pelo que eu represento, mas já me acostumei a essa pressão”, diz, com o semblante de quem sabe que deixou a cruz de madeira para prosseguir com a outra, mais discreta, porém não mais leve, a dos olhares que seguirão atentos à conduta do Jesus de Planaltina.

Via-Sacra em Planaltina-GO

Via Sacra Em Planaltina.

Via-Sacra em Planaltina-GO

37 anos de tradição e o maior público do País, este ano pode ultrapassar 200.000 espectadores.

O evento foi reconhecido como um Patrimônio Artístico “Imatérial”, em consideração por tantos anos de execusão e grande participação Pública.

Não perca os  momentos que marcaram a Paixão de Cristo por amor a cada um de nós.

.

Grande espetáculo

em 2009

.

Nesta sexta Feira Santa

No morro da Capelinha

Click na Foto e veja o local

No Google

.

 

Morro da Capelinha - Palácio - Planaltina - DF / GO

Morro da Capelinha - Palácio - Planaltina - DF / GO

.

 

Palácio De Pilatos - Planaltina - Via Sacra

Palácio De Pilatos - Planaltina - Via Sacra

.

.

VIA SACRA PLANALTINA 2008

.

(parte 01)

.

.

(parte 02)

.

.

(parte 03)

.

.

VIA SACRA PLANALTINA 2008

(parte 04)

.

.

(parte 05)

.

.

VIA SACRA PLANALTINA 2008

(Final)

.

.

Click no Banner e check a programação para 2011 em Planaltina DF.

+

Via Sacra em Planaltina Goiás - 2009

Nova Jerusalém se prepara para você.


Assista ao Maior

E melhor espetáculo da Terra!

Visite: O Site de divulgação em 2015


Palco Central - Nova Jerusalém Pernambuco.

Palco Central – Nova Jerusalém Pernambuco.


Os preparativos para o espetáculo Paixão de Cristo, realizado em Nova Jerusalém (PE) cidade-teatro construída em Fazenda Nova, a 180 quilômetros do Recife, já tiveram início nesta quarta-feira de cinzas.

A Cada ano é escalado um novo elenco para a peça, este ano “2015” teremos o ator Igor Rickli como o personagem Jesus, Humberto Martins como Pilatos, Paloma Bernardi como Maria e Thaiz Schmitt como Herodiades e José Barbosa como Judas. Além disso, estão previstas algumas modificações nos cenários.

Humberto Martins

Pilatos

Igor Rickli

Jesus

Paloma Bernardi

Maria

  • Thaiz Schmitt

    Herodíades

    Carlos Reis

    Herodes

    José Barbosa

    Judas



A encenação, que é feita ao ar livre, acontece entre os dias 28 de março a 04 de abril e envolve 50 atores, 500 figurantes e tem expectativa de trazer mais de 70 mil pessoas para assistir a representação dos últimos dias de Jesus na Terra.

Entre um ato e outro, uma multidão movida pela fé caminha entre os cenários, transportando-se por algumas horas à época de Cristo, revivendo sua saga e renovando os sentimentos cristãos.


Jesus - Espetáculo em Nova Jerusalém - Pe.

Jesus – Espetáculo em Nova Jerusalém – Pe.


Para não apenas ser um espectador, o que já é uma grande benção, uma pousada oferece além da hospedagem, a chance de o visitante participar da encenação. No primeiro dia o visitante assiste a peça e no dia seguinte se torna componente do espetáculo.

O preço dos pacotes varia de R$1450,00 a R$2925,00, para quartos single a quíntuplos, para uma estadia de dois dias e duas noites, com pensão completa.

Para guardar seu lugar neste grande evento, basta realizar a reserva com antecedência pelo (81) 3732-1574 ou pelo email: contato@pousadadapaixao.com.br.


Existem ainda outras empresas que oferecem pacotes completos para o evento como a CVC (www.cvc.com.br) e a Luck Viagens-(www.luckviagens.com.br).


paixao-pe-2009

Visite o Site Oficial

E veja

Detalhes do Espetáculo


Jesus é retirado da Cruz - Nova Jerusalém - Pe.

Jesus é retirado da Cruz – Nova Jerusalém – Pe.


PRESENTEPRAVOCE

080228_080228_brazilie_passiespel_kruisiging1

O Cristo Disfarçado. (Pe. Léo)



Padre Léo faz a abertura de seu livro “Famílias Restauradas” com uma estória muito comum:

Muitas vezes não encontramos respostas para resolver os nossos problemas pessoais e precisamos buscar auxílio naqueles que podem nos ajudar.  Esta estorinha de Pe. Léo serve para demonstrar que muitas vezes a solução de nossos problemas é muito mais simples do que podemos imaginar, basta encontrar:


“O CRISTO DISFARÇADO EM MINHA CASA.”





Disseram-lhe:

Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua família.”

(Atos 16,31)


Como Posso Salvar minha Família ?



Irmão Bento era um monge muito Santo. Além de Santo, tinha a fama de ser excelente conselheiro matrimonial. Sua fama se espalhava por toda a região.
Segundo diziam, este Santo monge tinha o dom da palavra de ciência e da palavra de sabedoria, e esses dons sempre se manifestavam em forma de visões.
Sr. Alfredo, numa duvidosa tarde, foi procura-lo e descreveu o grande drama que estava vivendo:

– Irmão Bento, eu estou vivendo mergulhado em grandes problemas. Estamos passando por uma séria crise financeira. Tudo em nossa casa dá errado. De uns tempos pra cá, nada dá certo em nossa vida. Minha família vive um pequeno inferno. Minha mulher está sempre doente. Ela só sabe reclamar da vida e dos problemas. Eu, de vez em quando, acabo exagerando na bebida. Meu filho mais velho cheira cocaína, fuma maconha, tem o corpo todo cheio de tatuagens, não faz a barba, toca saxofone e flauta nos botecos por aí. Bebe que é uma coisa medonha e tem um cabelo tão longo que mais parece uma moça. Minha filha é terrível. Cada dia ela aparece com um namorado diferente. E, o pior, usa umas roupas que o senhor nem pode imaginar. Meu filho caçula, de 12 anos, já foi expulso de três colégios. Só quer saber de andar de bicicleta e ver televisão. E, o pior, hoje faz seis meses, três dias e quatro horas que minha sogra esta morando lá em casa. Para o senhor ver, tudo esta errado em minha vida e eu preciso de sua ajuda. O que devo fazer? Porque tudo esta dando errado em nossa família? Nós já fizemos de tudo que nos ensinaram. Fomos até a uma benzedeira e ela pediu que levássemos umas velas, uma galinha, uma garrafa de cachaça e ainda cobrou mais duzentos reais. Mas parece que até ficou pior do que estava. Já queimamos incenso, compramos uma pirâmide, fizemos mapa astral e nada mudou. Então eu resolvi procurar o senhor. Já que o senhor é um homem tão Santo e tem visões, será que o senhor não poderia me dizer a causa de todos este problemas? Eu já não estou mais aquentando esta vida. Por favor, me ensine uma reza, ou faça uma oração por nós. Pelo amor de Deus, nos ajude.

O Santo homem de Deus colocou a mão sobre a cabeça do senhor Alfredo e fez uma silenciosa oração. Depois lhe disse:

– Sr. Alfredo. Estou tendo uma visão. O Senhor está me mostrando uma coisa muito grave! Deus está me revelando que dentro de sua casa tudo vai mal, e tudo vai mal porque vocês estão cometendo um dos mais medonhos pecados da face da terra. É algo muito sério. Mas, não sei se posso revela-lo ao senhor.

O homem arregalou os olhos e falou:

– Por favor, Irmão Bento ! foi para isso que eu vim até aqui. O que esta acontecendo?

– Sabe, meu senhor, o problema é que dentro de sua casa vocês estão cometendo o pior pecado do mundo. Nem tenho coragem de falar sobre isso…

– Mas, homem de Deus – interrompeu seu Alfredo -, por favor. O senhor pode falar sem medo. Quem esta cometendo este pecado? Eu já estava mesmo desconfiado de minha mulher ! o senhor pode me contar que eu acabo com a vida do sujeito. Por favor…

– Não é nada disso Alfredo!
– O pecado que vocês estão cometendo é o pio de todos, disse o Irmão Bento.
– Mas que pecado tão terrível é este? Pelo amor de Deus, seu monge, pode falar que estou preparado para ouvir.
– Bem, meu filho. O senhor sabe que Deus é amor. E que Deus amou tanto o mundo que mandou seu filho único para que todos que nele cressem fossem salvos. Jesus veio e nós o matamos. Então Deus o mandou novamente para a Terra, só que Ele não poderia vir com o mesmo rosto de antes, senão o mundo o mataria mais rápido ainda, e diante das câmeras de televisão. Então Jesus voltou, só que Ele veio disfarçado. E a verdade é que um dos membros de sua família é o próprio Cristo, disfarçado.



– O senhor está falando que lá em casa mora o próprio Senhor Jesus Cristo, disfarçado ? É melhor o senhor conferir aí na sua Bíblia, porque acho isso impossível. Se o senhor conhecesse minha família jamais falaria uma barbaridade dessas… É que o senhor não faz ideia de como é a nossa família…

– É isto mesmo! Não é nenhum engano ! Jesus esta disfarçado em um dos membros de sua família e, como vocês não o reconhecem, tudo vai mal. Afinal de contas, sem saber quem é o Cristo disfarçado, vocês ficam tratando mal um ao outro. E, como vocês estão se tratando muito mal, estão ofendendo a Jesus Cristo dentro de sua casa. E é este o grande pecado de vocês. Aliás, esse é o maior pecado que alguém pode cometer. Enquanto vocês não descobrirem quem é o cristo, nada irá mudar na vida de vocês.

– Sério mesmo? Ah, mas eu vou resolver isso, ou não me chamo Alfredo.

Sr. Alfredo saiu daquele encontro cheio de preocupação. Quem em sua casa poderia ser o Cristo disfarçado? Antes de chegar em casa, para não perder o costume, passou no barzinho e tomou logo umas três doses da “Branquinha”. Ele gostava tanto disso, que ao dar um gole, sempre tapava o nariz, pois, gostava dela bem pura, só em sentir o cheiro já ficava com a boca cheia d’água. Logo para não estragar o sabor, tapava o nariz para não correr o risco de salivar. Tomou seus tragos e foi rapidamente para casa, onde reuniu toda a família. Diante de todos falou com seu encontro particular com Irmão Bento, o homem de Deus já conhecido por todos. Disse lhes claramente, sem rodeios, que ali vivia o Cristo disfarçado e que era preciso descobri-lo imediatamente, já que enquanto não se detectasse quem era o Cristo disfarçado, nada melhoraria naquela casa. Sem muita cerimônia perguntou:
– Quem de vocês é o Cristo disfarçado? Que se apresente, agora!
Todos se entreolharam admirados. Será que o sr. Alfredo tinha bebido além da medida? Que história é essa mais sem cabimento. Os filhos chegaram a esboçar um risos disfarçado. Mas sr. Alfredo insistiu:
– quem é o Cristo disfarçado?
Como ninguém se apresentou, sr. Alfredo voltou a falar com o Irmão Bento.
Olha aqui é o Alfredo, eu estive aí ontem a tarde. O senhor me disse que o Cristo disfarçado estava morando em minha casa. Queria pedir que o senhor conferisse melhor o endereço, pois fiz uma ampla pesquisa em minha casa e chegamos à conclusão que lá ele não mora mesmo.

O monge continuou irredutível.
– pois, lhe digo com certeza sr. Alfredo, um deles é o Cristo disfarçado!
Outra reunião com a família, e agora, com mais veemência ainda, disse sr. Alfredo:
– olha gente, o monge é um homem Santo. Tudo que ele falou até hoje deu certo. Ele não iria inventar uma história dessas. Uma aqui nesta casa, é mesmo o Cristo disfarçado, e é melhor que se mostre logo.

Juninho, o mais novo, arriscou um palpite:
– Pai, quem sabe seja a vovó!
– Sr. Alfredo ficou enfurecido:
– Meu filho, não fale uma bobagem dessas, nem por brincadeira. Cale essa boca. Onde já se viu você falar uma coisas destas! Oh, meu Deus, perdoa meu filho por esta blasfêmia. Filho, olhe bem para sua avó. Como é que Cristo poderia se disfarçar num trambolho desse? Meu filho, eu quero que você aprenda uma coisa, desde pequeno, para nunca mais esquecer: sogra a gente deve gostar, igualzinho eu gosto de cerveja, ou seja, geladinha em cima da mesa.
– Então deve ser o papai – disse a filha Juliana, fofa e linda, como sempre!
– Aí foi a vez da sogra externar seu direito de opinar, cheia de uma fúria que ela guardava a anos:
– Ah, deve ser mesmo! Eu fico olhando para a cara desse homem e imaginando Cristo disfarçado de anta bêbada. Você já ouviu falar que Cristo era um alcoólatra, mal-educado, bruto e sem escrúpulos? Agora é que estamos pecando mesmo de verdade. Este homem é um jumento em forma humana. Nunca vi uma pessoa mais ignorante. Como é que pode ele ser o Cristo?
D. Matilde, a esposa, até então em completo silêncio, completou:

– Alfredo ser o Cristo disfarçado? Isso seria uma grande piada. Ele é um homem da pior espécie possível. Vive deixando roupa espalhada pelo chão do banheiro. Quando falo com ele, esta sempre bocejando. Fuma no quarto. Assiste a tv sempre com o controle remoto na mão. Chega suado da rua e com os pés sujos do jogo de futebol e vai direto para a cama. Bebe feito um condenado. Não corta e nem limpa as unhas dos pés. Chega a esquecer o nome dos próprios filhos e fica perguntando baixinho, como se chama aquele menorzinho? E você Juliana vem me dizer que ele poderia ser o Cristo disfarçado ? tenha dó, minha filha.
Caíque o filho mais velho, que até então estava só observando o furdunço, deu o seu palpite:

– Talvez então seja a mamãe!
Sr. Alfredo mais uma vez se enfureceu:
– meu filho, isto seria uma outra bobagem sem tamanho. Sua mãe só sabe reclamar da vida. Basta a gente pegar um jornal para ler e ela já vem puxando conversa fiada, e quando a gente esta morrendo de sono ela vem querendo ter uma conversa séria. Enche a casa de plantas e ainda coloca uma samambaia bem em cima do DVD. Quando eu quero ir a uma festa, ela faz cara feia, mostra desânimo e faz tudo para que eu desista. Erra sempre quando me compra uma roupa de presente, sempre fica pequeno. Quando lhe dou um presente, logo ela repassa para a empregada. Vive falando mal da minha mãe. Chorou a gravidez inteira e tudo que vocês fazem de errado ela logo diz que a culpa é minha. Basta um erro e ela já diz que puxou o pai. Meu filho, como ela poderia ser o Cristo? Olha, a Bíblia diz que Jesus curava todas as doenças. A sua mãe tem todas as doenças. Ela é absolutamente o contrario de Jesus! Depois, se sua mãe fosse o Cristo disfarçado, a cruz de Jesus deveria ser de aço ou ferro fundido. Que outra cruz suportaria tanto peso assim? Sua mãe só sabe comer e reclamar…

Juliana então disse:
– Talvez seja o Caíque!
Foi então a vez do Juninho reclamar:
– Como o Caíque? Jesus por acaso fumava maconha? Olhe bem para a cara do Caíque: um cabelo horroroso. Ele lava os cabelos. E aquela caveira que ele tem tatuada nas costas? Como pode ser o Cristo?

D. Matilde exclamou:

– pode ser o Juninho: ele é o mais novo da casa!
Foi a vez de Juliana retrucar:

– Mamãe, que absurdo! Jesus era um menino muito inteligente. A Bíblia diz que aos doze anos Ele se perdeu e quando sua mãe o encontrou estava no meio de doutores, explicando-lhes as escrituras. O Juninho é um burrinho em forma de gente. Já foi expulso de três escolas, e este ano, pelo jeito que está, vai ser reprovado de novo!

– E se for a Juliana?
– Perguntou a avó com os olhos cheios de ternura.
Caíque não se conteve:

– o que? A Juliana ser Jesus? Isto sim é que é uma blasfêmia! Olhe bem, para as roupas que ela usa. E os namorados esquisitos? A senhora sabia que ela é chamada a vassourinha da nossa rua? Já varreu todos os rapazes. Namorou e ficou com a maioria deles. A única coisa em que a Juliana é parecida com Jesus é a roupa. Ela se veste igualzinho o Cristo quando foi pregado na cruz. Nunca poderia ser o Cristo disfarçado!

A discussão continuou por longo tempo. Cada um só se recordava dos defeitos do outro. Sr. Alfredo voltou a procurar o Irmão Bento, dizendo-lhe que talvez tivesse se enganado. No entanto o monge continuava afirmando que um deles era o Cristo disfarçado! Alfredo voltou desanimado para casa. Disse para todos que o monge continuava afirmando que Jesus estava disfarçado em um deles ali. Cansado sentou-se, como sempre, diante da Tv. No entanto, os filhos continuaram pensando na idéia. Juninho então falou:

– talvez seja mesmo a vovó. Ela até que gosta muito de rezar. E depois é a mais velha da família! Acho que precisamos tratá-la um pouco melhor!

Os irmãos concordaram com a ideia. E até o sr. Alfredo ficou pensando na possibilidade. Por mais triste e terrível, a possibilidade, segundo a palavra firme e certa do monge, era real. E se a sogra fosse, de fato, o Cristo disfarçado?

Mudaram o tratamento com a velha. Passaram a dialogar com ela, fazer-lhe um carinho, trata-la com mais respeito e atenção.

Alfredo, tentando superar todos os conflitos que tinha com a sogra, resolveu até lhe fazer um agrado, levando uma xícara de café na cama. Quando bateu na porta, já sentiu que a acolhida não seria das melhores:

– quem é ?
– sou eu, minha sogrinha querida.
– Entre.
– Bom dia… vim trazer um cafezinho quentinho para a senhora.
– Para mim ? Tem certeza ?

A sogra chegou a pensar que tina veneno no café. Mas acabou aceitando o agrado do genro e passou a trata-lo melhor também.

Mas, como ninguém tinha certeza acerca de que quem pudesse ser o Cristo disfarçado, a dúvida então persistia. Poderia muito bem ser qualquer um. E se fosse o Pai? Talvez a mãe? Ou um dos filhos? Como o monge havia falado, cada um ali era um possível candidato.

Acabaram melhorando o tratamento em relação aos outros membros da família. D. Matilde parecia muito mais feliz. Já não reclamava tanto de doenças, e sr. Alfredo já não parava mais no barzinho para tomar seu trago de sempre. Cada um começou a tratar o outro com a possibilidade de ser o Cristo disfarçado. Marido e mulher se olhavam com mais carinho e respeito.

Os filhos começaram a perceber os valores dos pais. Os pais passaram a reservar um tempo para o diálogo, para o carinho entre si e para com os filhos. Genro e sogra já não se estranhavam. E as coisas começaram a mudar naquela casa. Algum tempo depois , tudo havia mudado. As coisas se acertaram como que por um milagre. Juninho conseguiu melhorar muito seu rendimento na escola. Caíque chegou a ajuda-lo em muitas lições, e Juliana já não saia tanto pelas lanchonetes e boates. O clima daquela casa parecia outro!



Aquela família, que dizia viver num pequeno inferno, agora começou a experimentar algumas mudanças consideráveis. Já não tinha tanta divida, porque se uniram para pagar o que deviam. O pai, pela vontade de chegar logo em casa, já não parava mais nos botecos do caminho. Era tão bom quando Juliana vinha deitar-se no colo do sr. Alfredo!

A família foi também descobrindo o valor da oração. E foi com grande alegria que o Irmão

Bento viu todos eles na missa das dez horas daquele domingo.

Na terceira fila de bancos do lado esquerdo, toda a família, um do lado do outro, participando da Santa Missa. Ele ficou tão emocionado que ao final da celebração foi procura-los para um abraço muito sincero, e disse lhes:

– que bom! Vocês descobriram o segredo! Na medida que começaram a tratar o outro como se fosse o próprio Cristo, vocês aprenderam a ver Jesus um no outro. Com isso, descobriram algo maravilhoso: vocês estão enxergando um ao outro com os olhos do próprio Cristo. Vocês descobriram o grande segredo. Tentando ver Cristo disfarçado, descobriram o Cristo que existe, de fato, no coração e na vida do outro, e em cada um. E este segredo foi Jesus mesmo quem nos ensinou: “todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim que o fizestes” (S. Mateus 25,40). É isto mesmo meus irmãos. Quem não for capaz de ver Jesus na pessoa do outro, jamais vai ser capaz de ver a pessoa do próprio Jesus.

Esse é o grande segredo para a vida familiar!

Esse é o grande segredo para a restauração de nossas famílias.

Talvez você também se encontre, hoje, como o sr. Alfredo, naquela tarde em que foi ao encontro de Irmão Bento. E porque as coisas não vão bem em sua casa? Jesus deve também estar disfarçado em algum dos membros de sua família… enquanto não se conseguir enxergar cada um com os olhos do próprio Cristo, nada melhorará na vida familiar.

A maior graça que um casal precisa para si e para seus filhos é enxergar cada um com os olhos de Jesus. Quando isso acontece, passam a enxergar Jesus em cada um.

Não tenhas medo de transformar suas necessidades familiares numa oração sincera e verdadeira:

Senhor,

Dá-nos a graça de enxergar com teus olhos, do jeito que tu Senhor, enxergas.

Sonda-nos hoje e tem compaixão de cada um de nós. Tu, Senhor, que nos teceste no seio materno, dá-nos a graça de perceber-nos segundo seu amor misericordioso.

Padre Léo, scj

Veja o Texto no Vídeo com Pe. Léo


2020

P a d r e   L é o


P a d r e   L é o


Parábola transcrita do livro “Famílias Restauradas”.

Este texto é abertura do Livro, que tratará das questões que foram apresentadas nesta pequena estória de uma família que não por acaso pode ser um retrato de uma família que conhecemos muito bem.

A sua família também poderá se encontrar com este Cristo, que na verdade não está disfarçado como na estória, mas está vivo e presente em sua casa  podendo ser encontrado facilmente a qualquer momento, porque Ele se deixa encontrar.    Conheça o Livro, leia-o, e depois testemunhe como realmente CRISTO restaurou sua família também.





Famílias Restauradas


A restauração da família é uma obra contínua, constante. Cada dia damos um passo. Não é algo mágico. É uma longa caminhada. E uma longa caminhada se faz com pequenos passos, na firmeza, na renúncia, no sacrifício, na luta, na garra.

Autor: Padre Léo

Disk Shop



O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios

Buscai as coisas do alto

“É preciso ter uma meta, e a nossa meta é muito grande. Quem se acostuma com coisa pequena não pode ir para o céu. O céu é para quem sonha grande, pensa grande, ama grande e tem a coragem de viver pequeno. Isso é o céu.”

Autor: Padre Léo Ano: 2006

Editora: Canção Nova



Click na Foto acima e baixe o texto em .doc


Vários grupos já apresentaram esta peça por este Brasil afora e muitos postaram no Youtube o resultado da apresentação, vou deixar um exemplo abaixo, se quiser poderá encontrar outros, pois existem muitas variações na apresentação.