Qual é o Santo de Hoje ?


.

Santo de Ontem,

De Hoje

E de Sempre…

.

Pe. Zezinho Scj em Portugal.


Que a nossa época é uma era voltada para o “eu”, percebe-se logo. Basta ligar a rádio e a televisão, onde há mais eu do que nós. Que essa era do individualismo afetou as igrejas, isso também é fácil perceber.

Basta ver os testemunhos pessoais dos programas evangélicos, pentecostais e de católicos. Fala-se muito mais dos santos deste mundo e dos convertidos e agraciados deste mundo, a maioria na primeira pessoa, do que sobre os santos do céu. Fala-se pouco do que Deus fez pelos outros e muito, mas muito mesmo do que Deus fez “em mim, por mim e comigo”.

Nada contra, exceto pelo excesso. Todo mundo pode e deve testemunhar o que Deus fez na sua vida e proclamar isso, para que outros também o experimentem. “Se fez comigo, pode fazer consigo”… Essa é a tonica dos testemunhos de vida dados pelo próprio sujeito. Forçosamente haverá referências ao eu de cada um.

Mas quando isso é sistemático e entre os católicos quase já não se ouve falar do que Deus fez em Francisco, Clara, Benedito, Domingos, Maria Madalena,.. então a conclusão é óbvia: Testemunho de santo da terra está valendo mais do que vida de santo que já chegou lá.

Que os evangélicos não façam isso, porque encaram morte, salvação  e santidade de outra forma, entende-se. É o jeito deles. Mas que os católicos gastem mais tempo falando de si do que dos grandes santos que a Igreja deu ao mundo é uma pena. Vai-se perdendo a memória dos santos que tanto fizeram pelo mundo e entra no seu lugar a história de algum convertido vivo, que certamente é menos santo do que o santo que foi esquecido.

Quando um grupo de igreja gasta mais tempo falando dos seus membros convertidos de agora e esquece os santos que a Igreja canonizou alguma coisa errada está acontecendo nesse grupo. Está se propondo como modelo e esquecendo os modelos que a Igreja propôs.

Eu proponho que a cada testemunho pessoal dado por algum fiel católico nas assembléias alguém se levante e conte a vida do santo daquele dia… equilibraria. Como está, acabamos sabendo mais a respeito dos membros deste ou daquele grupo de fé do que de uma Teresa de Ávila, Teresa de Calcutá ou Vicente de Paulo. Que os testemunhos pessoais não sufoquem o belo testemunho dos santos de ontem ou dos mais recentes. Entre as histórias desses irmãos convertidos de agora e as dos santos que a Igreja canonizou eu fico com os canonizados.

Não é que não admire os santos vivos. É que os do céu são muito mais interessantes…

Texto de Pe. Zezinho Scj

José fernandes de Oliveira.

Disponível em um site de Portugal.


Outras Maneiras de

Encontrar o Santo do Dia.



FREI GALVÃO – O PRIMEIRO SANTO BRASILEIRO


Estas Palavras servem de alerta ao que ouvimos pela Tv, principalmente aqueles testemunhos que até parecem decorados e que por incrível que pareça sempre dizem a mesma coisa, só mudam o nome e a fotografia de quem está falando, até parece que a graça de Deus é uniforme e sempre inclui uma bandeira do flamengo como brinde ao recém agraciado.

Por outro lado faz parte de nosso ministério Cristão o ato de testemunhar aquilo que Deus tem realizado em nossas vidas, jamais poderíamos deixar de evangelizar e principalmente de contar um testemunho verdadeiro que tenha acontecido conosco como prova de que tenhamos experimentado a vida nova em Cristo Jesus, como assim disse São Paulo “Ai de Mim se não Evangelizar” e também disse “Já não sou eu quem vivo, é Cristo que vive em Mim…”, não que sejamos os melhores exemplos do mundo, mas por ser um exemplo que o espectador que esteja ouvindo, possa ver e comprovar, realizando o famoso teste “SÃO TOMÉ”, “tem que ver pra crer”, neste caso principalmetne também serviria de uma segurança para evitarmos pessoas falsas que não pretendam viver aquilo que ensinam, porque saberão que seus ouvintes estarão de olho em suas verdadeiras atitudes e não aceitarão falsos testemunhos, filtrando assim um pouco daquele joio no meio do Trigo.

Concordo com Pe. Zezinho em seu texto, que devemos estudar a vida de nossos Santos que foram canonizados pela Igreja, principalmente para conhecer os grandes milagres que Deus realizou em suas vidas através de sua vivência na fé, sabendo que tudo quanto realizou na vida dos Santos, poderá realizar também em minha vida e na vida de qualquer pessoa que acredite fielmente em Deus de todo coração.

O nosso chamado é a Santidade:

Sede Santos Porque Eu Sou Santo…

Existiram milhares de mulheres e homens Santos no passado, muitos morreram mártires por defenderem a fé em Jesus, Santos que foram reconhecidos e que estão nos livros e altares das Igrejas, vidas que testemunharam que realmente valia a pena morrer e ou viver unicamente por Cristo nosso Senhor, mas que apesar de tantos testemunhos de vida ou morte o século XXI se distância cada vez mais da fé e preferem ser guiados e conduzidos por mentiras e promessas falsas de grandes lideres políticos que logo desaparecem ou um grande conglomerado de empresas e propaganda que buscam apenas o nosso dinheiro e que desaparecem com um simples “Crash” na bolsa de valores a serem guiados por Jesus que apesar de assassinado numa cruz, ressucitou e permanece vivo até hoje, realizando milagres e coisas impossíveis ainda no mundo sem fé em que vivemos hoje.

Acaso quando Eu Voltar encontrarei fé sobre a terra…

Esta é uma verdade que podemos apalpar nos dias de hoje e principalmente nos paises onde o Cristianismo floresceu no passado gerando a grande maioria dos Santos com os testemunhos e exemplos de fé que conhecemos hoje divulgados pela Igreja, podemos lamentar esta grande verdade, apesar de tudo isso muitos caíram na apostasia e abandonaram a fé.

II Timóteo, 4, 3 e 4

Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si.  4 – Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas.

Faremos então as seguintes perguntas:

Foi por falta de testemunhos de fé no passado ?

Não !

Foi por falta de exemplos de Santos no passado ?

Não !

Foi por falta de vivência desta fé nos dias de Hoje ?

Sim !

Foi por falta de Santos também nos dias de Hoje ?

Sim !


QUEM SÃO OS SANTOS DE HOJE ?



Nosso testemunho não pode e não deve ser apenas uma réplica de algo que foi escrito como padrão, mas deve ser uma resposta ao chamado que nosso Senhor Jesus Cristo fez em minha vida e em sua vida, mesmo que seja o mesmo chamado feito a São Francisco de Assis ou a Frei Galvão, não seria realizado da mesma forma e nem no mesmo lugar, porém Deus precisa de nós onde estamos e como estamos para que o nosso testemunho de santidade aqui e agora, possa salvar até mesmo quem more do outro lado do planeta e que eu nunca tenha visto ou jamais o verei, mas será salvo graças ao meu SIM em resposta a Deus neste exato instante.

O mundo precisa de Santos hoje !

Os Santos do Céu intercedem por nós, mas não poderão mais fazer aquilo que faziam quando estavam vivos aqui na terra, não poderão mais pregar e ensinar a palavra, não poderão mais acolher e curar os pobres e necessitados, doentes e enfermos, não poderão mais consagrar o Pão e o Vinho, não poderão mais fazer tudo o que fizeram porque agora chegou a nossa vez de seguirmos estes grandes exemplos que não foram dados simplesmente para ficar escritos em um livro de história ou expostos em um pedestal de uma Igreja, mas para que cada um de nós pudesse também seguir seus exemplos de vida e santidade nos tornando os verdadeiros Santos de Hoje que reavivam a fé da Igreja que permanece para sempre.

Sizenando.

.

6 Respostas

  1. Eu gostaria de saber qual é o santo do dia de hoje?

    Curtir

    • São Nicolau de Tolentino
      Publicado em: conversão, santo do dia 10 de setembro, Santos Católicos, são agostinho, São Nicolau de Tolentino
      São Nicolau de TolentinoDia 10 de setembro

      História: São Nicolau de Tolentino pertenceu à Ordem dos Eremitas de Agostinho e passou a maior parte da vida num convento, praticando austeridades difíceis de imaginar em nossos tempos, e recolhido em oração e na mais alta contemplação.

      Era obidientíssimo e sua vida é repleta de milagres e extraordinários fenômenos místicos.

      Conta-se que, por penitência, jamais comia carne, mas certa vez, estando doente, seu superior ordenou-lhe comê-la. Comendo um pedaço bem pequeno, disse: “Já vos obedeci. Agora, por favor, não me entrsiteçam mais por essas gulodices”.

      Foi um grande apóstolo pregador e confessor. Quarenta anos após sua morte, viram que seu corpo estava totalmente intacto.

      Oração de São Nicolau de Tolentino: Ó Deus e Senhor, eu te peço que nas alegrias e tristezas de minha vida cotidiana, bem como na hora das provações, eu saiba recorrer ao Espírito Santo com docilidade e confiança. Amém. São Nicolau de Tolentino, rogai por nós.

      Devoção: À conversão das almas, através, da oratória e da confissão

      Padroeiro: Dos que sentem dificuldade em obedecer

      Outros santos do dia: João Ciungócu (Márts); Hilário (papa) ; Pedro, Sávio, Agapito (bispo); Nemésia, Félix, Lúcio, Liteu, Polian, Vítor, Xaderes, Dativo, Teodardo (bispo); Sótenes, Apeles, Lucas, Clemente (Mátrs); Pulquéria (imp.).

      Curtir

  2. Me desculpe, jamais vou aceitar a inclusão das Igrejas Evangélicas nesse Rol, lá nós colocamos o Senhor Jesus sempre em primeiro lugar. eu acredito que este Sermão deveria ser direcionado exclusivamente para a “igreja católica” pois lá já faz centenas de anos que abandonaram o verdadeiro DEUS, muito antes de lutero, esses bons princípios já estavam no esquecimento, por isso que saímos de lá. eu fui um católico bem praticante,mas depois que comecei ler as escrituras e pedir a Deus a verdadeira interpretação, descobri que realmente Martinho Lutero tinha Rasão.. Hoje vejo que a “igreja católica” jamais deveria ter a Bíblia como base de regra e FÉ;

    Curtir

    • Olá José Marques

      A Paz do Senhor Jesus

      A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita. 10. Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá. – (I Cor. 13, 9)

      Caro irmão José Marques, não pude deixar de responder o seu comentário apesar de não estar assim tão fora dos parâmetros de respostas aceitáveis, mas percebi que você deu uma resposta um pouco sem convicção do que estava escrevendo e até ficou um pouco fora de foco com o tema, no entanto não pude deixar de notar que o principal ponto do texto de Padre Zezinho não é uma acusação e nem uma comparação e sim um reconhecimento de que todos nós homens temos os nossos defeitos e que muitas vezes aparecem muitos falsos testemunhos por aí porque as pessoas testemunham o amor de Deus em suas vidas mas não o vivem 100% diariamente como um testemunho verdadeiro.

      Sendo assim eu até que concordaria com ele em parte no que ele diz, pois é mais confiável ensinar e exemplificar a nossa pregação em cima de testemunhos confiáveis, a vida dos Santos seriam sim testemunhos confiáveis porque foram investigados e comprovados que aquele fiel é digno de crédito enquanto esteve vivo e vivendo sua fé em Cristo, no entanto eu preferiria discordar em parte apesar de não ter dito isto claramente no texto que escrevi, porque eu creio que extremamente necessário cada pessoa dar testemunho de sua vida e que para tanto se faz necessário expor este testemunho em publico e creio anida mais que se nu futuro esta pessoa vier a cometer erros e demonstrar contra-testemunho é até mais fácil que ela retorne relembrando todas as vezes que testemunhou o nome de Deus do que se ela esconder toda graça de Deus e jamais testemunhar isto em publico. Creio que o nosso testemunho pessoal e sendo usado em nossas pregações é de suma importância tanto quanto expor também o testemunho de outras pessoas entre elas e principalmente aquelas que a Igreja as tem em alta estima como seria a vida de todos os Santos assim como também os evangélicos tem seus ícones e exemplos que sempre são citados e lembrados, entre eles o próprio Martinho Lutero, Guillaume Farel, Jean Calvin, Theodore Beza e John Knox, e etc… como são representados naquelas imensas estátuas em: Genebra – Suíça – parede dos Reformadores.

      Mas olhando o texto pelo ângulo que você olha e excluindo um certo grupo denominacional seria a mesma coisa que dizer que este grupo é isento de pecado, ruga ou mácula sendo equiparado aos mesmos Santos canonizados pela Igreja Católica.

      Eu prefiro não julgar os métodos e critérios que foram utilizados para definir quem é Santo ou quem está fora desta classificação, sei que sou um pecador, reconheço o meu pecado e a minha pequenez, no entanto sei que Jesus morreu por meus pecados e me deu o direito da Salvação eterna, aceitei Jesus como meu único Senhor e Salvador pessoal e creio que devemos estar cheios e mergulhados permanentemente no Espírito Santo de Deus que é o selo da promessa em nós, portanto não considero nenhum homem vivo ainda em terra, por mais Santo que pareça como Salvo e sim apenas como a caminho da Salvação, pois pode ser que ele estando na porta do céu à espera para adentrar para a vida eterna venha a dormir como aquelas virgens e acordar tarde demais sem azeite e folego para dar o seu ultimo passo para dentro daquela porta que uma vez fechada já não abrirá mais e até mesmo aqueles que pregaram o nome de Deus toda a sua vida correm o mesmo risco de ficar de fora simplesmente por ter dormido ao invés de estar vigiando a sua vida e a sua conduta diariamente.

      Sendo assim meu irmão, eu não excluiria nenhum grupo denominacional deste “ROL”, pois é necessário que todos nós estejamos sempre alertas como diz esta parábola das dez virgens e testemunhar e pregar em publico não é garantia de Salvação para ninguém e sim uma vida santa e digna diante de Deus e não dos homens.

      Em relação ao fato de você ter mudado de denominação religiosa por ter lido a Bíblia e ter encontrado a sua própria interpretação e um pouco temerável o que você diz, pois a verdade de Jesus é imutável e não podemos criar cada um de nós a nossa própria denominação religiosa, este é o fruto inesperado de Martinho Lutero, isto não estava previsto quando ele decidiu lutar por aquilo que acreditava, mas enfim, nós ainda podemos corrigir este erro e buscarmos fazer a vontade de Jesus e ao invés de dividir a Igreja d’Ele cada vez mais deveríamos nos unir em torno do único e verdadeiro Pastor que é Jesus e seguir a sua voz como nos diz São João 10, lembro lhe o testemunho de um grande estudioso evangélico chamado Scott Hahn e que por sinal seguiu o mesmo caminho que você seguiu só que encontrou resultados um pouco diferentes do seu.

      Paz de Cristo

      Sizenando

      Curtir

  3. a paz, é verdadeiramente verdade o que diz sobre a vida dos santos.
    li a vida de Santa Rita de Cassia e transmitir para minha querida irmã.
    devido ela também ter dois filhos.
    mostrei a ela como Santa Rita teve fé e permaneceu na fé e teve a vitória junto de Jesus e Maria, com a gloria de ” Deus Pai”.
    Aprenda povo de Deus a viver verdadeiramente o Evangelho de “Jesus Cristo” e deixem serem conduzidos por seu “Espírito Santo”,amém.

    Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: