Missões, um Projeto de evangelização.



O Projeto das Missões redução-jesuítico guarani, que visava evangelizar e catequizar os índios da Bacia do rio Prata no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguay, foi um projeto que deu certo e funcionou por mais de 150 anos até que o imperialismo interferiu no crescimento da nova civilização, que até então se formava no centro da América Latina, que já tem por si só, a fama de berço de diversas outras civilizações pre-colombianas, que aqui nasceram e cresceram, mas com a chegada da colonização espanhola praticamente desapareceram do mapa.

Resumo do Resultado das missões no Brasil

E Região da Bacia do Rio Prata.

Texto original Parcial hospedado em:http://www2.uol.com.br/mochilabrasil/missoes.shtml

Missões: as raízes ocultas da América

Por André Campos e Redação Mochila Brasil

….Numa região entrecortada pelos rios Paraná e Uruguai, que inclui territórios do Rio Grande do Sul, Argentina e Paraguai e Uruguai, escondem-se os vestígios de um dos mais importantes – e desconhecidos – capítulos da história da América Latina. Um capítulo que começou em 1603, quando os padres jesuítas, a serviço de um amplo projeto de conversão espiritual dos povos indígenas da Bacia do Prata, fundaram a primeira redução-jesuítico guarani da região. Lá viveram milhares de índios guaranis catequizados, num sistema de cooperação social que combinava o solidarismo e a reciprocidade da cultura guarani às inovações técnicas trazidas da Europa (como a escrita, a imprensa e a metalurgia).

…..O desenvolvimento e a expansão do projeto levaram à formação de 30 povoados do gênero na região. Durante 150 anos, eles formaram uma sociedade interligada que chegou a abrigar mais de 100 mil pessoas, entre guaranis e jesuítas, e que desenvolveu uma arquitetura, um planejamento urbano e um modo de vida considerados únicos em toda a história da humanidade. Disputas pelo controle desse território, envolvendo as coroas portuguesa e espanhola, determinaram a decadência e a gradual dissolução das Missões jesuítico-guarani. Nos locais onde elas floresceram restam hoje apenas as ruínas de uma sociedade dizimada através da força colonialista e do derramamento de sangue indígena.

……Em 1983, as ruínas remanescentes das Missões foram declaradas Patrimônio Histórico da Humanidade, pela Unesco, formando hoje a base do chamado Circuito Internacional das Missões. Além das belezas arquitetônicas restantes, a região oferece ao viajante museus com a arte sacra produzida pelos guaranis evangelizados, muita informação histórica, belos rios e lindas paisagens modeladas pelo clima temperado. Ela também proporciona o contato com um povo e uma cultura única em todo o continente, formados a partir de uma combinação absolutamente singular entre os costumes do homem branco e dos povos guaranis.

QUER SABER MAIS CLICK AQUI NO UOL.


Missões no Brasil. COMO UMA BOMBA


Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: