Meu Corpo, Minhas Regras.


My Body, My Rules.


censura[1]

E AGORA QUE A CENSURA FOI CENSURADA SE PODE DIZER QUALQUER COISA, ATÉ MESMO FAZER APOLOGIA A UM CRIME HEDIONDO E FICAR TOTALMENTE IMPUNE.


Esta frase por si só deveria ser PROIBIDA, pois faz apologia contra a obediência à grande maioria das leis existentes, não somente às leis Divinas como e principalmente às leis que regem à sociedade, pois coloca o ser individual particular acima do bem da coletividade como um todo.



ESTE É O TÍTULO DE UM FILME A SER VEICULADO NO BRASIL E QUE ESTÁ SENDO DIVULGADO POR UM VÍDEO DE MESMO NOME ONDE DIVERSOS ARTISTAS GLOBAIS EXPRESSAM SUAS OPINIÕES, OPINIÕES ESTAS QUE FICA BEM EVIDENCIADO QUE NÃO LHES PERTENCE POIS DIVULGA MENTIRAS, JÁ QUE AQUELAS PESSOAS NÃO SABEM DO QUE ESTÃO FALANDO E SIM APENAS REPETINDO UM TEXTO PRÉ-ELABORADO POR OUTRA PESSOA E GRAVADO DE ACORDO COM A VONTADE DE UM DIRETOR, LOGO ENTÃO SE PERCEBE QUE SE TRATA MESMO DE UM COMERCIAL E QUE COMO TODO COMERCIAL SEMPRE SE DIVULGA MENTIRAS PARA VENDER UM PRODUTO, SE O COMERCIAL DAS CERVEJAS USASSEM AS PESSOAS QUE DÃO ENTRADA NO PROTO SOCORRO TODAS ENSANGUENTADAS, QUEBRADAS E SEQUELADAS CERTAMENTE NÃO VENDERIAM NEM UM POR CENTO DO QUE A ALINE RISCADO VENDE MOSTRANDO O SEU CORPÃO DE VERÃO BRONZEADO NA TV E OLHA QUE CERVEJA NÃO TEM NADA A VER COM SEXO, POIS GERALMENTE AQUELE QUE MAIS TOMA CERVEJA É AQUELE QUE MENOS PRATICA SEXO JÁ QUE ESTARÁ SEMPRE DORMINDO E INCAPAZ DE TER UMA BOA PERFORMANCE SEXUAL.



A verdade é que uma propaganda de divulgação nem sequer exprime a opinião própria da pessoa e sim do patrocinador onde apenas a pessoa se faz instrumento em troca de dinheiro.

Neste caso, todos nós também temos o mesmo direito de expressar a nossa opinião sem ser ridicularizado como fazem com a Igreja que não aceita o aborto e agora até ridicularizaram o nome da mãe de Jesus usando expressões de ensinamento Cristão e deturpando traduções Bíblicas, sendo que nenhuma daquelas pessoas jamais estudou Aramaico, Latim ou Grego e agora querem opinar sobre a tradução daqueles que não apenas estudaram, mas também testemunharam o que viram e ouviram e que ficou escrito não apenas em um pedaço de papel e sim em varios livros e cópias que se difundiram em todo o mundo.

A opinião de nosso Blog será sempre contra o Aborto e agora ficamos estupefatos de ver que se é permitido no Brasil fazer campanha a favor de crimes, pois se o Aborto é um crime, logo, fazer campanha a favor ou divulgar ideias que colaboram com o abortismo seria um crime maior ainda, pois incentiva o crime e que no caso se equivaleria a permitir que qualquer um a qualquer momento mate o seu próprio filho ou o filho de outra pessoa sem responder criminalmente por este fato.  Equivaleria também a permitir que as pessoas que são contra o aborto se manifestassem radicalmente contra aqueles que são a favor, já que a ideia veiculada é que eu posso e devo fazer o que bem entender com o meu corpo, mesmo que a minha vontade seja contra e prejudique outra pessoa.

SE ESTA MODA PEGAR, ONDE É QUE IREMOS PARAR?

Veja o vídeo e manifeste também a sua indignação através de comentário abaixo e na pagina do YOUTUBE.

pelo que vemos até o momento o numero de comentários contra o vídeo é muito maior do que aqueles que são a favor.



Marcação atual. em 05/11/2015 13:55

168.144 visualizações e 2,280 like’s  e 10.378 rejeições




Meu Corpo, Minhas Regras – Olmo e A Gaivota

My Body, My Rules – Olmo and The Seagull



A_ameaça_do_genero Aborto_não_façam_o_mesmo_Pque_eu
MILAGRE DE LANCIANO

O Papa na Africa.

apoio_papa

A Camisinha resolve mesmo

O problema do HiV+ na África?

A África é um continente que vive atualmente mergulhada em diversos problemas estruturais e econômicos, vários países enfrentam problemas semelhantes entre si e provenientes de um passado sem educação e sem um crescimento na consciência da verdadeira formação da sociedade humana.

Formação esta, iniciada e desenvolvida na Europa no passado, em grande parte pela própria Igreja católica que deu início às grandes universidades de formação e ensino humano, porém todo esse aparato chegou muitos anos mais tarde no Continente Africano e até hoje não atingiu um grau de evolução que poderíamos aceitar como satisfatório.

Todo este problema também reflete no poder público que ainda está em fase de estruturação em diversos países que viveram anos mergulhados na guerra civil e que, portanto não levaram em consideração a formação da população para a vida em sociedade, muito pelo contrário, ficaram praticamente abandonados e a margem da situação.

O Papa na África.

O Papa na África.

Tudo isso gera um problema de saúde sem precedentes e a epidemia da Aid’s ceifa grande parte da população e tem sido um problema totalmente sem controle e sem esperanças para os governantes locais, já que não conseguem informar, ensinar e atender a população como gostariam e deveriam.

Primeira Visita do Papa Bento XVI na África.

Primeira Visita do Papa Bento XVI na África.

Porém para o mundo civilizado e estruturado, dão como única opção de solução a utilização e distribuição de preservativos para a população e que todos sabem que o problema vai muito além do que apenas isso.

Poderíamos até fazer uma pequena crítica construtiva, sem menosprezar o conhecimento de ninguém, mas suponhamos que se distribua tal artefato de “Latex” e que a pessoa não tenha a mínima ideia de como funcione o artefato, já que os meios de comunicação e divulgação lá não atingem grande parte da população, ele se apegará apenas ao conhecimento de que estará seguro com a camisinha no bolso, no dedo, na cabeça, na garganta ou até mesmo em cima da mesa.  Correndo um risco muito maior assim por não saber usar o dispositivo como convém do que se preservando do pecado, por isso o que o Papa disse em sua entrevista está totalmente correto e se os países desenvolvidos ou até mesmo os Africanos não se interessarem em amar e ajudar seus próprios irmãos, de nada adiantará distribuir camisinhas, já que o pecado do homem não se limita a um simples ato sexual normal dentro das regras clássicas que conhecemos e ele ficará totalmente exposto ao virus da mesma forma que sempre esteve.

Uma campanha publicitária mostra ao mundo somente as coisas bonitas e jamais mostrará as coisas feias e horrendas que acontecem à nossa volta, mostrará somente os pontos positivos e jamais mostrará os pontos negativos.

Veja estas fotos da campanha publicitária da Olympus:

.

A África é linda e Maravilhosa.

.

Foto somente para Propaganda da África.

Foto somente para Propaganda da África.

O que os olhos não veem,

o coração não sente!

Mostre o que é lindo

e positvo, mas mostre

principalmente

A Verdade Que lá existe !

.

Recentemente estava em exposição em Paris a famosa fotografia < 2 Link’s> de Kevin Carter no Sudão em 1993 premiada com o Pulitzer de 1994, mas parece que os Franceses que estavam a foto e boa parte do mundo já se esqueceram da cena que  ela nos revelou.

A solução dos problemas da África vão muito mais além do que uma simples campanha publicitária ou da distribuição de preservativos para quem não tem nem com o que matar a fome e a sede.

O Papa disse:

“Penso que a mais efetiva presença na frente de batalha contra HIV/AIDS é de fato a Igreja Católica e suas instituições… O problema do HIV/Aids não pode ser superado com meros slogans. Se não há alma, se os Africanos não se ajudam uns aos outros, o flagelo não pode ser resolvido distribuindo preservativos; ao contrário, nós arriscamos piorar o problema. A solução pode apenas vir através de um duplo empenho: primeiramente, a humanização da sexualidade, noutras palavras uma renovação espiritual e humana trazendo uma nova forma de se comportar um com relação ao outro; e segundo, a verdadeira amizade, acima de tudo com os que sofrem, a disponibilidade, mesmo com sacrifício pessoal — de estar com aqueles que sofrem”.

Fonte da entrevista do Papa: Frates in Unum (original da entrevista aqui)

“Porque Eu Disse Não”

camisinha_papa

Camisinha ofensiva nas mãos de uma mulher em Paris.

Insistindo na contradição contra a Igreja, já que os governos podem fazer o que querem sem autorização prévia da Igreja, e é o que costumam a fazer em todo o mundo, agora lançaram na mesma Paris citada acima um preservativo para serem distribuídos ao povo com a fotografia do Papa e uma frase estampada “I Said No !” que quer dizer “Eu disse Não !”.

Claramente uma afronta à mensagem do Papa na África, já que a Igreja não aprova a contracepção artificial, mas o mundo nunca deixou de fazer o que bem queria e distribuíram suas camisinhas em toda parte sem nunca atingirem 100% de resultado satisfatório, tanto é que o mal continua se espalhando e matando milhares de pessoas em todo o mundo, mesmo onde a população é instruída e tem a seu dispor preservativos à vontade e a custo do dinheiro público.

Podem até discordarem do Papa, mas ofenderem a sua imagem já é um pouco demais, esta ofensa não se dirige apenas ao Papa, mas a todos nós Católicos que continuaremos a dizer não à imposição das propagandas enganadoras do mundo.

O Marketing do Mal, primeiro induz o homem a praticar o pecado, depois tenta enganá-lo dizendo que o “Látex” do preservativo o protegerá 100% de todo mal e ele não morrerá em consequencia do seu pecado.

.

O PODER DAS IMAGENS

As fotos polêmicas de Paris

.

.