Dinâmicas de entrosamento e descontração para casais.

 



pagina_em_construcao[1]

 No futuro serão disponibilizados outras dinâmicas:



1 – QUEM É O MESTRE?

Essa é uma brincadeira antiga, mas que fica bem legal com o grupo. Coloque os nomes de todos os casais em papéis para sorteio. Tire o nome de um casal, que deverá sair do recinto e depois voltar para descobrir quem é o casal mestre. Após esse casal sair, sorteie o nome de outro casal para ser o casal mestre. Este casal deverá fazer alguns gestos de carinho um no outro, de preferência, e os demais casais devem imitá-los. Chame o casal que saiu e começa a brincadeira, eles têm que adivinhar quem é o casal mestre. Se não acertar, podem ser punidos com um “mico”.


2 – CAIXA QUENTE

Esta é outra brincadeira antiga, mas muito legal. Em uma caixa coloque objetos variados. Coloque os casais em círculo, uma música para tocar e a caixa vai passando de mão em mão. Assim que a música parar, quem estiver com a caixa na mão deve sortear (sem ver) um objeto de dentro da caixa e com esse objeto fazer uma declaração para seu cônjuge. Depois volta a música e a caixa vai passando de novo.


A FALTA DE PERDÃO AZEDA A VIDA


Careta_limao_azedo


Material: Limonada sem açúcar: (copos) um por casal; colherinhas e açúcar.

Desenvolvimento: Oferecer um copo de limonada sem açúcar, um por casal, e levá-los a experimentar o suco. Comentar como está sendo desagradável tomar aquele suco amargo. Oferecer, a seguir, o açúcar que será acrescentado a critério de cada casal dentro de sua necessidade. A analogia: Quando nós deixamos de perdoar alguém nos tornamos pessoas amargas como este 1° suco, mas quando liberamos o perdão é como o açúcar na limonada, fica muito bom, a vida volta a ter um sabor diferente.


VIVENDO DE APARÊNCIA

Fatiar_uma_banana_passo_1


Pegue uma banana e uma agulha. Sem descascá-la você irá fatiá-la com a agulha fazendo pequenos furos e passando a agulha pra lá e pra cá… Na hora do encontro você irá amostrar a banana inteira e com casca… e depois irá descascá-la na frente de todos. Certamente, a banana estará picotada e ferida. Então você irá abordar a questão que muitos relacionamentos estão muito lindos aparentemente, porém internamente estão doentes.


Se preferir, pode seguir o passo a passo para realizar o corte da banana clicando na foto abaixo. 

Como Fatiar-uma-Banana-Antes-de-Descascá-la



Fatiar_uma_banana_passo_8


Sizenando – sabado, 25 de junho de 2016 

um-reflexo-de-amor

 O ciclo do Amor.

Primeira versão desta mesma mensagem



Link’s para outras Mensagens:


Palestras_para_encontro_de_casais Casal_Coração sgdafamilia2[1]
Espiritualidade_Cristã_familia

Sugestão de programação para encontro de casais.


Saiba como programar um encontro para casais?


Iporá_Casais_120820 (33)

SUGESTÃO DE PROGRAMAÇÃO PARA ENCONTRO DE CASAIS 3 DIAS OU UM DIA APENAS.

Link’s Abaixo


SUGESTÃO DE TEMAS CLICK ABAIXO


Encontro de casais com Cristo ECC


Palestras_para_encontro_de_casais Semana_da_Familia Família_Rezando_3

ECC_Encontro_de_casais-_com_Cristo_Catolico

SUGESTÃO DE PROGRAMAÇÃO

Obs: a programação pode e deve ser modificada para atender as necessidades locais de cada encontro em particular, como horário de missa, início, final e etc. alguns temas também podem ser modificados, abreviados e outros incluídos, nos encontros de um só dia não tem como abranger os principais temas e assim então se faz um encontro com um certo objetivo ou apenas se toca de leve em cada palestra.


OS TEXTOS ABAIXO ESTÃO EM DOCUMENTO WORLD É SÓ CLICAR NO TEXTO E BAIXAR.


d611a__home-made-energy-green_download_button[1]


Esquema Básico para Encontro Casais Ágape


Apostila ministério para as Famílias RCC

Manual Secretaria Agape RCC – 2002


PEC_Abadiânia_casais de 2ª_União_120415


PEC_Abadiânia_Preparação_Matrimônio__111030


PEC_Noivos_Restaura_Nossa_Casa_130602


PEC_Noivos_Restaura_Nossa_Casa Senhor_130602_2


PEC_Paroquia Santa CLARA Anápolis_121118


Programa_Encontro_Casais_Amorinópolis_130421


Programa_Encontro_Casais_Iporá_120826


Programa_Encontro_Crisma_Abadiânia_120617


ROTEIRO Enc. Goiânia – 130407


Programa_Encontro_Casais_Goianápolis_120610



Família_projeto_de_Deus


Oração pelas Famílias.


.



Oracao_pela_familia


Oração pela Família!


Meu Senhor e meu Deus: Por teu Amor e por tua Misericórdia abençoa a nossa casa e toda família. Protege com carinho cada um de nós. Consola tanta gente sofrida. Sara estes filhos teus de toda doença que a ciência humana não consegue curar. Ajuda-nos para que sempre possamos conservar pura nossa vida de todo pecado grave. Torna-nos perseverantes na vocação, fiéis à nossa consagração batismal e disponíveis para a missão evangelizadora da Igreja. Dá-nos coragem na transformação da nossa injusta sociedade e reine, enfim, o teu Amor e a tua Misericórdia que a Madre Esperança anunciou e “sonhou” triunfar no mundo inteiro.

Amém.

Oração de Madre Esperança pela Família!



ORAÇÃO DA FAMÍLIA


Ó Deus, de quem procede toda paternidade no céu e na terra, Pai, que és Amor e Vida, faz que cada família humana sobre a terra se converta, por meio de Teu Filho, Jesus Cristo, “nascido de Mulher”, e mediante o Espírito Santo, fonte de caridade divina, em verdadeiro santuário da vida e do amor para as gerações que se renovam.

Faz que Tua graça guie os pensamentos e as obras dos esposos para o bem de suas famílias e de todas as famílias do mundo.

Faz que as jovens gerações encontrem na família um forte apoio para sua humanidade e seu crescimento, na verdade e no amor.

Faz que o amor, reafirmado pela graça do Sacramento do Matrimônio, revele-se mais forte de qualquer debilidade e qualquer crise, pelas quais às vezes passam nossas famílias.

Faz, finalmente, te pedimos por intercessão da Sagrada Família de Nazaré, que a Igreja em todas as nações da Terra possa cumprir frutiferamente sua missão na família e por meio da família.

Tu que és a Vida, a Verdade e o Amor, na unidade do Espírito Santo.

Amém!


 Oração pela Familia

Padre Zezinho

Que nenhuma família comece em qualquer de repente

Que nenhuma família termine por falta de amor

Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente

E que nada no mundo separe um casal sonhador!

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte

Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois

Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte

Que eles vivam do ontem, do hoje, e em função de um depois!

Que a família comece e termine sabendo onde vai

E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai

Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor

E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!

Abençoa, Senhor, a minha também (bis)

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida

Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão

Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida

Que a família celebre a partilha do abraço e do pão!

Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos!

Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois!

Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho, seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois!

Que a família comece e termine sabendo onde vai

E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai

Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor 

E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!

Abençoa, Senhor, a minha também (bis)


 ECC_Encontro_de_casais-_com_Cristo_Catolico Oracao_dos_casais




Oração do Papa Francisco pelas famílias

Receba graças especiais rezando a prece que conclui a exortação “A alegria do amor”



Semana_familia_2015_encontro



Oração à Sagrada Família

Jesus, Maria e José,
em Vós contemplamos
o esplendor do verdadeiro amor,
confiantes, a Vós nos consagramos.

Sagrada Família de Nazaré,
tornai também as nossas famílias
lugares de comunhão e cenáculos de oração,
autênticas escolas do Evangelho
e pequenas igrejas domésticas.

Sagrada Família de Nazaré,
que nunca mais haja nas famílias
episódios de violência, de fechamento e divisão;
e quem tiver sido ferido ou escandalizado
seja rapidamente consolado e curado.

Sagrada Família de Nazaré,
fazei que todos nos tornemos conscientes
do carácter sagrado e inviolável da família,
da sua beleza no projeto de Deus.

Jesus, Maria e José,
ouvi-nos e acolhei a nossa súplica.
Amém.

(Para ler o documento completo, clique aqui)


oracao_SagradaFamilia_sinodo[1]




Jesus, Abençoe minha Família.



Meu Jesus,
Meu maior amigo, abençoa a todos que eu amo, abençoa todos da minha família, e na tua infinita bondade, Concede-lhes saúde e tranqüilidade, Guarda-os de noite e dia, junto do teu coração, e dá-lhes força, paz e alegria,
E que sempre vivam na tua paz,
Amém!



Oração de São João Paulo II - Famílias


Palestras_para_encontro_de_casais Semana_da_Familia Família_Rezando_3


Oração pela Restauração das Famílias.



novena[1]



Senhor Jesus, Tú me conheces e conheces a realidade de minha família. Sabes o quanto precisamos de Tua benção e da ação de Tua misericórdia.

Eu confio em Ti, e hoje invoco o Teu nome sobre todas pessoas e situações de minha família.

Restaura a minha casa Senhor: realiza uma obra de profunda cura, libertação e restauração na minha vida e na vida dos meus.

Liberta minha família de toda maldição, derrota e jugo hereditário que pese sobre nós. Desfaz Jesus, em Teu nome, todo laço e consagração ao mal que, porventura, nos amarre.

Lava-nos com Teu sangue, e liberta-nos de todos os vícios e contaminações espirituais.

Cura as feridas no coração e na alma dos meus: tapa as brechas em minha família Senhor.

Liberta meus familiares de todo ódio, ressentimento e divisão, e faça o Teu perdão acontecer em nossa vida.

Liberta o meu lar de todo desamor Senhor, e faça a Tua vitória acontecer em todas as áreas de nossa história.

Abençoa profundamente todos os meus familiares, antepassados e descendentes.

Eu declaro que Tu és, Jesus, o único Senhor de minha família e de todos os nossos bens.

Eu consagro toda a minha família a Ti Jesus e a Ti Virgem Maria: que nós sejamos sempre guardados e protegidos por Vós.

Em Ti Jesus estará sempre a nossa força e vitória.

Contigo queremos viver e amparados por Ti queremos sempre lutar contra o mal e o pecado, hoje e sempre. Amém! 

                                                      Rezar 1 Pai-nosso, 1 Ave-Maria e o Creio.

Padre Adriano Zandoná
Comunidade Canção Nova – Missão São Paulo



Familia_projeto_de_Deus O primeiro amor Harmonia_conjugal

Semana da Família – 2015.



Hora da Família 19 – 2015

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA

O tema deste ano é:


“O amor é a nossa missão:

a família plenamente viva”.


De 09 a 15 de Agosto de 2015

NA SUA PARÓQUIA



SNF_2016_BANNER


Hora da Família 2015

Banner e Capa do Livrinho Hora da Família 2015


A edição 2015 do “Hora da Família” está em sintonia com o tema do Encontro Mundial das Famílias, que ocorrerá no mês de setembro, na Filadélfia, com a presença do papa Francisco. Propõe para reflexão “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva”.


Hora_da_família_2_2014


Semana_familia_2015_encontro


Uma cartilha sobre o Encontro Mundial das Famílias na Filadélfia


“O Encontro Mundial das Famílias é mais do que um evento educacional. Ele é também uma celebração da vida familiar, das famílias e de suas contribuições para o mundo. Os católicos gostam de festa, e as famílias católicas de todo o mundo se reunirão na Filadélfia, nos Estados Unidos, para comemorar com seus estilos distintos e costumes próprios, porém ainda assim como membros de uma mesma família católica, a qual chamamos de Igreja”.

A análise é do jesuíta norte-americano Thomas Reese, jornalista. O artigo foi publicado no sítio National Catholic Reporter, 21-11-2014. A tradução é de Claudia Sbardelotto.

Eis o texto:

É oficial. O papa irá participar do Encontro Mundial das Famílias, que será realizado de 22 a 27 setembro de 2015, na Filadélfia. Esta será a primeira visita do Papa Francisco aos Estados Unidos. As cidades de Nova York e Washington também esperam receber o papa, assim como as Nações Unidas, mas nenhuma decisão foi tomada, além da cidade da Filadélfia.

A visita foi amplamente antecipada. Os papas têm frequentemente ido ao Encontro Mundial das Famílias, que tem acontecido em todo o mundo a cada três anos desde 1994. As reuniões são organizadas pela diocese local juntamente com o Pontifício Conselho para a Família. A última foi em Milão, em 2012, e contou com 1 milhão de pessoas na celebração da missa papal.

A reunião também se encaixa bem no desejo do Papa Francisco de ter uma conversação de um ano na Igreja sobre a família em preparação para o Sínodo dos Bispos, em outubro de 2015.

Com base na experiência do passado, a reunião terá um caráter tríplice: catequese, celebração e oração.


Catequese


wmof logo w fonts


A preparação para a parte catequética ou ensinamento do Encontro Mundial das Famílias já está em pleno andamento. A arquidiocese da Filadélfia encomendou um catecismo preparatório, O amor é a nossa missão: A família plenamente viva, que está disponível em inglês e espanhol, com planos de aula do Ensino Fundamental ao Ensino Médio.

De acordo com o site do encontro, o catecismo é “uma coleção sobre aquilo que os católicos acreditam sobre o propósito humano, matrimônio e família. A catequese, como o Encontro Mundial das Famílias, é para pessoas de todas as idades em todas as fases da vida”.

Ela apresenta “o que a Igreja Católica ensina tradicionalmente, então não é algo novo”, mas enfatiza que “o amor é a nossa missão, e é através do amor a Deus e aos outros que seremos plenamente vivos”.

Os tópicos do catecismo, conforme descrito no site do encontro, serão refletidos nos temas da reunião:


I. Criados para a alegria   | Imprimir | Email

Familia[1]Somos mais do que um acidente da evolução. Somos maiores do que a soma de nossa biologia. Deus existe. Ele é bom. Ele nos ama. Ele nos fez à sua imagem para compartilharmos de sua alegria. Ele tem uma participação ativa em nossas vidas. Ele enviou seu único Filho para restaurar nossa dignidade e nos levar para casa com ele.  

Leia o texto completo:  | Imprimir | Email


II. A missão do amor

Família Reunida

Deus trabalha através de nós. Temos uma missão. Estamos no mundo para um propósito – para receber o amor de Deus e para mostrar o amor de Deus aos outros. Deus busca curar o universo fragilizado. Ele nos pede para sermos suas testemunhas e seus ajudantes nesse trabalho. 

Leia o texto completo:| Imprimir | Email


 III. O significado da sexualidade humana


Masculino_ou_Feminino_genero_nãoO mundo corpóreo, terreno e tangível é mais do que uma matéria inerte ou uma massa de modelar para a vontade humana. A Criação é sagrada. Tem significado sacramental. Ela reflete a glória de Deus. Isso inclui os nossos corpos. Nossa sexualidade tem o poder de procriar e tem a dignidade de ter sido criada à imagem de Deus. Precisamos viver em conformidade.  

Leia o texto completo: | Imprimir | Email


 IV. Dois que se tornam um

http://www.aascj.org.br/home/2011/02/16/catolico-pode-casar-com-protestante/Não fomos feitos para vivermos sozinhos. Os seres humanos necessitam uns dos outros e se completam. A amizade e a comunidade satisfazem esse anseio com laços de interesse comum e de amor. O casamento é uma forma excepcionalmente íntima de amizade que chama um homem e uma mulher para amarem-se na forma da aliança de Deus. O casamento é um sacramento. O amor conjugal é fecundo e oferecido sem reserva. Este amor é a imagem da fidelidade de Jesus à Igreja. 

 Leia o texto completo:| Imprimir | Email


 V. Criando o futuro  

V. Criando o futuroO casamento deve ser fértil e acolher novas vidas. As crianças moldam o futuro, assim como elas mesmas estão sendo moldadas em suas famílias. Sem crianças, não pode haver futuro. Filhos criados com amor e orientação são a base para um futuro amoroso. Crianças feridas pressagiam um futuro ferido. As famílias são a base para todas as comunidades maiores. As famílias são igrejas domésticas, lugares onde os pais ajudam as crianças a descobrir que Deus as ama e tem um plano para a vida de cada um.

 Leia o texto completo | Imprimir | Email


 VI. Todo amor dá fruto  

VI. Todo amor dá frutoNem todos são chamados ao matrimônio. Mas cada vida é chamada a ser fértil. Toda vida tem o poder e a necessidade de nutrir uma vida nova – se não for através de gerar e criar os filhos, então, através de outras formas vitais de auto-doação, construção e serviço. A Igreja é uma família de vocações diferentes, distintas, mas que necessitam e apoiam umas às outras. O sacerdócio, a vida religiosa e a vocação laical celibatária enriquecem e são enriquecidos pelo testemunho do estado matrimonial. Os diferentes modos de ser casto e celibatário fora do casamento são formas de doar a própria vida ao serviço de Deus e à comunidade humana.

Leia o texto completo: | Imprimir | Email


 VII. Luz num mundo de trevas   

VII. Luz num mundo de trevasNa melhor das hipóteses, a família é uma escola de amor, justiça, compaixão, perdão, respeito mútuo, paciência e humildade em meio a um mundo escurecido pelo egoísmo e pelo conflito. Dessa forma, a família ensina o que significa ser humano. No entanto, muitas tentações surgem de forma a tentar nos convencer a esquecer que homem e mulher são criados para aliança e comunhão. Por exemplo, a pobreza, a riqueza, a pornografia, a contracepção, os erros intelectuais filosóficos, entre outros podem criar contextos que desafiam ou ameaçam a vida familiar saudável. A Igreja resiste a essas coisas a fim de proteger a família.

Leia o texto completo: | Imprimir | Email


 VIII. Um lar para o coração ferido   

VIII. Um lar para o coração feridoMuitas pessoas, especialmente hoje, enfrentam situações dolorosas resultantes da pobreza, deficiência, doença e vícios, desemprego e a solidão da idade avançada. Mas o divórcio e a atração pelo mesmo sexo impactam a vida da família de diferentes mas poderosas maneiras. Famílias e redes de famílias cristãs devem ser fontes de misericórdia, segurança, amizade e apoio para aqueles que lutam com essas questões.

Leia o texto completo:| Imprimir | Email


 IX. Mãe, mestra, família: a natureza e o papel da Igreja

IX. Mãe, mestra, família: a natureza e o papel da IgrejaA Igreja tem formas institucionais, porque ela precisa trabalhar no mundo. Mas isso não esgota a sua essência. A Igreja é a Noiva de Cristo, um “ela”, não um “isso”. Nas palavras de São João XXIII, ela é nossa mãe e mestra, nossa consoladora e guia, a nossa família da fé. Mesmo quando o seu povo e os líderes pecam, ainda precisamos da sabedoria da Igreja, dos seus sacramentos, apoio e proclamação da verdade, porque ela é o corpo de Jesus no mundo; a família do povo de Deus em larga escala.

Leia o texto completo:    | Imprimir | Email


10. Escolhendo a vida.

Escolher_a_vidaDeus nos fez por uma razão. Seu amor é a nossa missão de vida. Esta missão nos permite encontrar a nossa verdadeira identidade. Se escolhermos abraçar esta missão, vamos ter uma nova perspectiva sobre muitas questões, não apenas sobre a família. Para viver a missão da Igreja doméstica significa que as famílias católicas, às vezes, vivem como minorias, com valores diferentes de sua cultura circundante. Nossa missão de amor vai exigir coragem e força. Jesus está chamando, e podemos responder, escolhendo uma vida de fé, esperança, caridade, alegria, serviço e missão.

8836df04d428903f901fe9a769c1c97a_kak-redaktirovat-pdf-dokument-411-414-c[1]Leia o texto completo:    | Imprimir |


Durante o encontro, também haverá catequese. Importantes palestrantes irão definir um tema seguido por sessões lideradas por outros palestrantes. A agenda preliminar inclui a participação dos seguintes palestrantes:

Pe. Robert Barron, “Vivendo como a imagem de Deus: Criados para a alegria e o amor”
Cardeal Sean O’Malley, “A Luz da Família em um Mundo das Trevas”
Helen Alvaré, “Criando o Futuro: A fertilidade do amor cristão”
Juan Francisco de la Guardia Brin e Gabriela N. de la Guardia, “Um dom de Deus: o significado da sexualidade humana”
Cardeal Luis Antonio Tagle, “A Família: Lar dos Corações Feridos”
Cardeal Robert Sarah, “A Alegria do Evangelho da Vida”

Não parece haver qualquer espaço no programa para uma discussão aberta de questões familiares no espírito incentivado pelo Papa Francisco durante o sínodo do mês passado. Nenhum dos líderes das sessões estão na vanguarda das discussões teológicas de hoje. Nenhum teólogo local, seja da St. Joseph University ou da Villanova University, foi convidado a falar. A Doutrina Social da Igreja também não parece ser um dos principais componentes da catequese.

Celebração e oração

O Encontro Mundial das Famílias é mais do que um evento educacional. Ele é também uma celebração da vida familiar, das famílias e de suas contribuições para o mundo. Os católicos gostam de festa, e as famílias católicas de todo o mundo se reunirão na Filadélfia para comemorar com seus estilos distintos e costumes próprios, porém ainda assim como membros de uma mesma família católica, a qual chamamos de Igreja.

Parte dessa celebração será em oração e liturgia, com a celebração da missa todos os dias. Presume-se que o papa vai celebrar a missa final no dia 25 de setembro de 2015.


Fonte: Uma cartilha sobre o Encontro Mundial das Famílias na Filadélfia



Encontro de Casais com Cristo_ECC
Estatuto_destruição_da_Familia Familia_projeto_de_Deus Espiritualidade_Cristã_familia

Nossa Senhora na Vida da Família.


sgdafamilia2[1]


Palestra:


  MARIA   NOSSA FAMÍLIA MISSÃO:
Vocação E A Nossa Vocação?  Ter fé
Espiritualidade E A nossa Vivência da fé? Viver a fé
Solidariedade  Como exercemos o amor? Expandir a fé
Discipulado  Somos discípulos? Profética
Família Sagrada   Em que nos espelhamos? Sacerdotal
Ma.–Rainha da Família  Devoção: amar Real-Pastoral

ABERTURA


Falar em Maria e seu envolvimento com a família é algo muito especial.Cada ação que conhecemos da nossa querida Mãe é um ensinamento. São exemplos perfeitos sobre os quais devemos refletir mais para podermos conduzir melhor nossas famílias.

A nossa devoção a Ela se baseia no amor. E amar a Maria é fazer o que Ela deseja e evitar o que lhe desagrada. Quem ama se volta para a pessoa amada, alegra-se e está disposto a tudo por quem ama. E amar Maria faz com que cresçamos na humildade e na confiança em Deus.


ANUNCIACION DE MARIA


  1. O MISTÉRIO DA ANUNCIAÇÃO

Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra”(Lc.1,38). Partindo do “SIM” confiante de Maria, relativamente à encarnação de Jesus Cristo, contemplamos o mistério da Anunciação, um dos mais importantes da nossa fé.

“Não temas Maria, pois encontrastes graças diante de Deus!” Juntamente com a anunciação, queremos lembrar, também, o mistério divino e humano, que é a nossa vocação. Eis o elemento essencial da vocação, não temer, seja para o sacerdócio, para a vida, para uma missão, para uma profissão, para o matrimônio, ou para a maternidade, porque o temor que sempre acompanha o ser humano precisa ser superado, e nisto seremos ajudados como aconteceu com Maria.


Maria_Virgem_do_silêncio


  1.  FÉ E ESPIRITUALIDADE 

Seguindo os passos de Maria na visita a sua prima Isabel, percebemos o modo de sua espiritualidade rica e prática. É sentimento puro e verdadeiro. É algo que vem de Deus.

Com essa espiritualidade, a pessoa se torna sensível, positiva, otimista, encantadora, hospitaleira e ama incondicionalmente. Sai de si, vai ao encontro, provoca o encontro.

 Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança se agitou no ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. E com grande grito exclamou:

Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha me visitar. Bem aventurada aquela que acreditou, porque vai acontecer o que o Senhor lhe prometeu”.

Assim falou Isabel, respondendo a saudação de Maria. São palavras inspiradas pelo Espírito Santo (Lc 1,41) e focalizam a virtude principal de Maria: A FÉ, vivida numa profunda espiritualidade.

 A situação de mãe não beneficiaria em nada se não tivesse gerado Cristo no coração mais que no corpo. Não era fácil acreditar que Deus pudesse assumir a forma humana e morar entre nós(Jo.1,14). Maria acreditou neste projeto de Deus, que parecia impossível.

Nós, casais cristãos, também somos chamados para a mesma atitude de fé que leve a olhar, corajosamente, além das possibilidades e limites humanos. E que a exemplo de Maria, tenhamos sempre uma fé forte e solidificada.

Naquela visita, da parte de Maria, ocorre a exaltação do belo cântico conhecido como Magnificat. (Lc. 1,39-56). “A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador; porque atentou na humildade de sua serva; pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão Bem – aventurada, porque me fez grandes coisas o Poderoso; E Santo é o Seu Nome. E a sua misericórdia é de geração em geração sobre os que o temem. Com o seu braço agiu valorosamente. Dissipou os soberbos no pensamento dos seus corações. Depôs do trono os poderosos, e elevou os humildes. Encheu de bens os famintos, e despediu vazio os ricos. Auxiliou a Israel, seu servo, recordando-se de sua misericórdia, como falou a nossos pais, para com Abraão e sua posteridade, para sempre.”

 Com o Magnificat Maria mostra que tinha uma verdadeira e bela espiritualidade. A consciência social de Maria é impressionante. Ela sabia que “Deus ouve os gemidos dos humilhados e os temores dos angustiados”. Para ela, tais pessoas serão exaltadas em tempo oportuno, enquanto os poderosos serão derrubados do seu trono.

 Os que pisam e oprimem perderão seu domínio. Não se sustentarão.Maria é consciente das injustiças humanas, mas não instiga a violência, não encoraja o ser humano a fazer justiça com as próprias mãos. Ela entrega essa tarefa a Deus.

A mulher que iria educar o filho que se tornaria uma fonte de luz para os povos não podia ter uma espiritualidade dogmática, radical, rígida. Era uma religiosidade diferente da religiosidade de sua época, inclusive de espiritualidades de gerações futuras.

Na grande experiência de Maria vale a sensação de doação, da compreensão, da oração, até do martírio. Não tem espaço para o egoísmo, para ao individualismo, para o relativismo, para os interesses pessoais, que são chagas destruidoras da harmonia familiar nos tempos atuais.

 Maria nos mostra os alicerces de uma autêntica espiritualidade libertadora, dentro dos valores do evangelho. Numa vida conjugal que respeita, que é sensível, que é fiel, que perdoa, onde existe o diálogo, a oração, a meditação,  a reflexão sobre a palavra de Deus, a comunhão de vida totalmente tomada pelo amor  incondicional.

Maria_recebe_jesus_aos_pes_da_cruz_Pieta

3. MARIA – MODELO DE AMOR E SOLIDARIEDADE

O comportamento de Maria na festa de casamento de Caná da Galiléia, quando ela se preocupou com a família dos noivos com a falta de vinho, e, ao procurar seu filho Jesus, provoca a ocorrência do primeiro milagre, a transformação de água em vinho, quando determina: ”Fazei tudo o que Ele vos mandar”, nos diz muito.

Bem como já vimos na visita a Isabel, porque ela estava grávida de seis meses e precisava de ajuda, vem nos mostrar que da fé e da esperança nasce o amor para com o próximo. Toda a existência humana tem seu valor pela qualidade deste amor.

Maria é nosso modelo na solidariedade que deve nos comprometer no engajamento em favor do próximo, seja envolvendo familiares, vizinhos, amigos e todos os que passam necessidades, pois a caridade não tem limites


Exemplo_de_amor_de_mae_e_filho


  1.  MARIA – PRIMEIRA DISCÍPULA DE JESUS

Na vida de Maria em plena obediência ao plano de Deus, conforme ela mesma falou: “Faça-se  em mim conforme a tua palavra”, Maria apresenta-se como a primeira discípula, a primeira seguidora de Cristo.

O próprio Jesus confirma isto quando é informado da presença de sua mãe e outros parentes que estão a sua procura. Ele exclama: Quem é minha mãe? Quem são meus irmãos, e Ele mesmo responde: Todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.(Mt.12, 46-50). Quem mais do que Maria fez a vontade do Pai?

Outra passagem contida em Lucas cap. 11, 27-28, apresenta uma mulher que diz em alta voz: “Feliz o ventre que te carregou, e os seios que te amamentaram”. Ao que Jesus responde: “Mais felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática”. Quem mais do que Maria ouviu a Palavra de Deus e a pôs em prática?

Certamente não foi fácil para Maria ser Discípula de Jesus. Basta pensar que este caminho passa pela morte do Calvário. E Maria acompanhou seu Filho no caminho do Gólgota, e esteve como Mãe dolorosa, junto a Ele ao pé de sua cruz.

Estava certo Simeão quando afirmou a Maria no Templo quando da consagração de Jesus no Templo em Jerusalém: “Eis que este menino vai ser causa de queda e elevação de muitos em Israel. Ele será sinal de contradição. Quanto a você, Maria, uma espada há de atravessar-lhe a alma (Lc.2,34-35).


Familias_abençoadas_Abraao


  1.  A SAGRADA FAMÍLIA E A NOSSA FAMÍLIA

A sagrada família é proposta pela Igreja como modelo de toda família cristã. Primeiramente, pela supremacia de Deus profundamente reconhecida na casa de Nazaré.

Deus está sempre em primeiro lugar, tudo lhe é subordinado! O sofrimento é abraçado com profundo espírito de fé. Vêem em cada circunstância a manifestação de um plano divino, embora muitas vezes envolto em mistério.

Quando a vida de uma família é inspirada em semelhantes princípios, tudo corre em perfeita ordem. A obediência a Deus e às suas leis leva os filhos a honrarem os pais, estes a amarem-se e compreenderem-se mutuamente e a quererem bem aos filhos, educando-os em um clima de amor e confiança.

 O Evangelho põe em relevo a inconfundível fisionomia espiritual da Sagrada Família. Maria e José ao apresentarem Jesus no Templo, mais do que cumprir uma formalidade segundo a lei judaica, renovaram a Deus a oferta de sua submissão.

Em nossos dias são muitos os fatores que condicionam a vida familiar, podendo eventualmente distorcer a educação e formação dos filhos.Vemos o materialismo que tenta afogar a fé, tornando ídolos o poder, o dinheiro e o prazer. Corrompendo as pessoas e destruindo progressivamente a fortaleza das famílias.

As famílias católicas são chamadas assim, a transmitir aos seus membros mais novos uma fé eclesial que os diferencie como cristãos católicos. Os casais têm, por isso, uma particular responsabilidade perante a Igreja.

 Responsabilidade cada vez mais difícil de levar a diante, num contexto social e cultural que promove a indiferença religiosa ou apresenta o ateísmo como atitudes “sensatas” e “esclarecidas”


rainha-anjos-virgem-maria-404001


  1.  MARIA – RAINHA DA FAMÍLIA

Deus quis entrar na história por meio de uma família. Maria só pode ser considerada Rainha por que deu à luz o Rei dos reis. E a Virgem Maria, sendo a Mãe da Igreja, seja também a Mãe da “Igreja doméstica”.

 Ser Igreja-Família significa viver no lar as três grandes características do todo batizado: ser profeta, sacerdote e pastor.

Ser profeta no lar significa cultivar a Palavra de Deus. A Igreja-família lê, medita, partilha e pratica a palavra. Não basta ter devoção à Palavra, deixando a bíblia aberta em um Salmo qualquer. É preciso ler.

Ser Profeta no Lar é educar os filhos na fé. Os esposos prometem isso no dia do seu casamento. Não basta mandar os filhos para a catequese. É preciso, desde pequenos, ensinar-lhes as primeiras orações, levar o filho à Igreja, rezar em casa.

Ser Sacerdote no lar é torná-lo um lugar de orações.  Há momentos mais fortes de oração em família. A noite de Natal é um deles. Não basta trocar presentes. É preciso sentir Deus presente. Se a família é cristã, como o Natal pode ser pagão? Em algumas famílias a ceia de Natal em peru e árvore… Tem até Papai Noel. Nem sempre tem presépio e, pior, às vezes falta uma breve oração.

Em nossas casas se reza antes das refeições? E quando morre um familiar, o que se faz no velório? Famílias que são Igreja tiram um tempo para rezar algumas dezenas do Rosário.

Ser Pastor – Servidor no lar é tornar a Igreja Família num espaço da Pratica do Amor. Um espaço da prática do serviço entre seus membros. Pai e mãe são pastores deste pequeno rebanho. A primeira e principal Pastoral de todo marido e mulher é em sua própria casa.    

Ser profeta – significa cultivar a palavra de Deus no Lar – Educar os filhos na fé;

Ser sacerdote –  torna o lar local de orações – diariamente e momentos fortes;

Ser pastor –  torna o lar local de amor e serviço – primeira pastoral

Fonte: Severino Alves

http://severinoalves.blogspot.com.br/

.


OUTRAS INDICAÇÕES:


Familia_tesouro

Vitória para a Família Brasileira.


Vitoria_para_a_familia_brasileira_banner



Quem observou a eleição no Congresso Nacional dia 17/04/16 contra ou a favor do Impeachment de Dilma Rousef deve ter observado a enorme quantidade de homenagens e dedicações de voto à FAMÍLIA.

Houve quem criticasse e acusasse de cinismo ou hipocrisia dos Srs. Deputados, outros também pronunciaram que este não seria o local e nem o momento propício para se homenagear a Família em particular pois se tratava de um assunto político fundamental para o futuro da nação.

Constatamos então que: queira ou não queira, quando a coisa aperta mesmo prá valer, seja em qualquer área de sua vida, recorreremos sempre ao socorro Familiar e por assim dizer também a Família estará sempre em prioridade quando se tratar de socorre-la nas dificuldades do dia a dia. Por isso a Família foi tão lembrada naquele instante decisivo.   Será dentro de sua casa que você sofrerá as maiores dificuldades do desemprego e será também com a sua Família que você comemorará um bom aumento de salário e uma boa colocação no emprego.

Seja na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza, será na Família que você passará os dias mais felizes e ou será socorrido nos dias de maior tristeza.

A Família nunca foi tão desvalorizada e menosprezada como neste ultimo governo do PT e talvez seja por este motivo que mesmo sem querer os nossos deputados acabaram por homenagear as suas Famílias na hora de fazer uma escolha que fosse melhor para o futuro do Brasil.

Por incrível que pareça, aqueles que reclamaram das homenagens familiares na sua maioria votaram contra o “GOLPE”, que na verdade não é um “GOLPE” e sim um instrumento de defesa da democracia contra a autocracia e o populismo que engana principalmente os mais pobres oferecendo-lhes um pedaço de pão com a mão direita enquanto lhes tomam com a mão esquerda o trabalho e o direito de se produzir o seu próprio sustento .



Vitoria_para_a_familia_brasileira


CHÁCARA JEUS CURA