Oremos pelas vítimas do jornal Charlie Hebdo.



#PrayersforParis

(Orações por Paris).


atentados_charlie_hebdo[1]



O papa Francisco rezou nesta quinta-feira em sua missa matinal pelas vítimas do atentado contra a revista francesa Charlie Hebdo.

“O atentado de ontem em Paris nos faz pensar em toda essa crueldade humana; nesse terrorismo, seja um terrorismo isolado ou o terrorismo de Estado. A crueldade da qual o homem é capaz!”, declarou na missa diária que celebra na residência de Santa Marta.

Rezemos agora pelas vítimas dessa crueldade. Tantas vítimas! E rezemos também pelas pessoas cruéis, para que o Senhor converta seus corações”, acrescentou, em declarações à Rádio Vaticana.

Pouco depois, o santo padre enviou em seu Twitter em todos os idiomas a mensagem com o hastag #PrayersforParis (Orações por Paris).

Nesta condenação sem ambiguidade, Jorge Bergoglio lançou ainda um apelo a todos que “se oponham com todos os meios à difusão do ódio e a toda forma de violência”




CHÁCARA JEUS CURA
APOCALYPITO

Papa Francisco Canoniza os Papas João XXIII e João Paulo II.



Quatro Papas reunidos num só dia unidos num só objetivo, proporcionar para a Igreja mais Amor, Bondade, e Fraternidade, sobretudo mostrar ao mundo que Santidade não é coisa do passado e sim que pode ser alcançada ainda hoje por todo aquele que se entregar a Deus de todo coração.




De acordo com informações da agência de notícias do Vaticano, VIS, aproximadamente 500 mil pessoas assistiram hoje, 27, na Praça de São Pedro, à cerimônia de canonização dos papas João XXIII e João Paulo II, e cerca de 300 mil acompanharam o evento pela telas gigantes distribuídas na cidade de Roma.

Estiveram presentes na cerimônia delegações oficiais de mais de cem países, mais de vinte chefes de Estado e personalidades do mundo da política e da cultura.

O papa emérito Bento XVI concelebrou com o papa Francisco, que antes de proceder ao rito da proclamação dos novos santos, dirigiu-se a Bento XVI para abraçá-lo.

Logo após, acompanhado do prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, cardeal Angelo Amato, e dos postuladores das causas, o papa Francisco pronunciou a fórmula de canonização: “Em honra à Santíssima Trindade para exaltação da fé católica e crescimento da vida cristã, com a autoridade de Nosso Senhor Jesus Cristo, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e a nossa, Depois de haver refletido profundamente, invocando muitas vezes a ajuda divina e ouvido o parecer de numerosos irmãos no episcopado, declaramos e definimos santos os beatos João XXIII e João Paulo II e os inscrevemos no Catálogo dos Santos, e estabelecemos que em toda a Igreja sejam devotamente honrados entre os Santos. Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo”.

Após a leitura do Evangelho, Francisco proferiu a homilia, que segue abaixo, na íntegra:

HOMILIA DO PAPA FRANCISCO

II Domingo de Páscoa (ou da Divina Misericórdia), 27 de abril de 2014
No centro deste domingo, que encerra a Oitava de Páscoa e que São João Paulo II quis dedicar à Misericórdia Divina, encontramos as chagas gloriosas de Jesus ressuscitado.

Já as mostrara quando apareceu pela primeira vez aos Apóstolos, ao anoitecer do dia depois do sábado, o dia da Ressurreição. Mas, naquela noite – como ouvimos –, Tomé não estava; e quando os outros lhe disseram que tinham visto o Senhor, respondeu que, se não visse e tocasse aquelas feridas, não acreditaria. Oito dias depois, Jesus apareceu de novo no meio dos discípulos, no Cenáculo, encontrando-se presente também Tomé; dirigindo-Se a ele, convidou-o a tocar as suas chagas. E então aquele homem sincero, aquele homem habituado a verificar tudo pessoalmente, ajoelhou-se diante de Jesus e disse: «Meu Senhor e meu Deus!» (Jo 20, 28).

Se as chagas de Jesus podem servir de escândalo para a fé, são também a verificação da fé. Por isso, no corpo de Cristo ressuscitado, as chagas não desapareceram, continuam presentes, porque aquelas chagas são o sinal permanente do amor de Deus por nós, sendo indispensáveis para crer em Deus: não para crer que Deus existe, mas sim que Deus é amor, misericórdia e fidelidade. Citando Isaías, São Pedro escreve aos cristãos: «pelas suas chagas, fostes curados» (1 Ped 2, 24; cf. Is 53, 5).

São João XXIII e São João Paulo II tiveram a coragem de contemplar as feridas de Jesus, tocar as suas mãos chagadas e o seu lado trespassado. Não tiveram vergonha da carne de Cristo, não se escandalizaram d’Ele, da sua cruz; não tiveram vergonha da carne do irmão (cf. Is 58, 7), porque em cada pessoa atribulada viam Jesus. Foram dois homens corajosos, cheios da parresia do Espírito Santo, e deram testemunho da bondade de Deus, da sua misericórdia, à Igreja e ao mundo.

Foram sacerdotes, bispos e papas do século XX. Conheceram as suas tragédias, mas não foram vencidos por elas. Mais forte, neles, era Deus; mais forte era a fé em Jesus Cristo, Redentor do homem e Senhor da história; mais forte, neles, era a misericórdia de Deus que se manifesta nestas cinco chagas; mais forte era a proximidade materna de Maria.

Nestes dois homens contemplativos das chagas de Cristo e testemunhas da sua misericórdia, habitava «uma esperança viva», juntamente com «uma alegria indescritível e irradiante» (1 Ped 1, 3.8). A esperança e a alegria que Cristo ressuscitado dá aos seus discípulos, e de que nada e ninguém os pode privar. A esperança e a alegria pascais, passadas pelo crisol do despojamento, do aniquilamento, da proximidade aos pecadores levada até ao extremo, até à náusea pela amargura daquele cálice. Estas são a esperança e a alegria que os dois santos Papas receberam como dom do Senhor ressuscitado, tendo-as, por sua vez, doado em abundância ao Povo de Deus, recebendo sua eterna gratidão.

Esta esperança e esta alegria respiravam-se na primeira comunidade dos crentes, em Jerusalém, de que falam os Atos dos Apóstolos (cf. 2, 42-47), que ouvimos na segunda Leitura. É uma comunidade onde se vive o essencial do Evangelho, isto é, o amor, a misericórdia, com simplicidade e fraternidade.

E esta é a imagem de Igreja que o Concílio Vaticano II teve diante de si. João XXIII e João Paulo II colaboraram com o Espírito Santo para restabelecer e atualizar a Igreja segundo a sua fisionomia originária, a fisionomia que lhe deram os santos ao longo dos séculos. Não esqueçamos que são precisamente os santos que levam avante e fazem crescer a Igreja. Na convocação do Concílio, São João XXIII demonstrou uma delicada docilidade ao Espírito Santo, deixou-se conduzir e foi para a Igreja um pastor, um guia-guiado, guiado pelo Espírito. Este foi o seu grande serviço à Igreja; por isso gosto de pensar nele como o Papa da docilidade ao Espírito Santo.

Neste serviço ao Povo de Deus, São João Paulo II foi o Papa da família. Ele mesmo disse uma vez que assim gostaria de ser lembrado: como o Papa da família. Apraz-me sublinhá-lo no momento em que estamos a viver um caminho sinodal sobre a família e com as famílias, um caminho que ele seguramente acompanha e sustenta do Céu.

Que estes dois novos santos Pastores do Povo de Deus intercedam pela Igreja para que, durante estes dois anos de caminho sinodal, seja dócil ao Espírito Santo no serviço pastoral à família. Que ambos nos ensinem a não nos escandalizarmos das chagas de Cristo, a penetrarmos no mistério da misericórdia divina que sempre espera, sempre perdoa, porque sempre ama.



A Bondade e Misericórdia de Deus

Para a Igreja e todos nós.






http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg

O Bom Fruto

Do Espírito Santo.


CHÁCARA JEUS CURA

Bem aventurado

sois vós…


Canonização de São João Paulo II e São João XXIII.



A Bondade e Misericórdia de Deus

Para a Igreja e todos nós.




Dia 27 de abril de 2014, Festa da Divina Misericórdia, o Senhor reserva à sua Igreja Santa, Católica, Apostólica e Romana um mimo de sua infinita bondade: a canonização, ou seja, passam a ser santos dois papas, João XXIII, o papa bom e João Paulo II, o papa pop. O primeiro trouxe ao trono de Pedro a humildade e a proximidade com o povo; o segundo rejuvenesceu a Sé apostólica com seu carisma e seu poder de sedução junto às multidões.

            Bento XVI dispensou os 5 anos necessários após a morte para abrir o processo de canonização de João Paulo. Francisco inovou ao suspender a necessidade de mais um milagre para a canonização de João XXIII. Ambos pontíficies beatos, que em breve serão incluídos na lista dos santos da Igreja Católica têm duas realidades que os marcam: o Concílio Vaticano II e a Igreja. O concílio marcou a vida e o ministério de ambos, pois foi o maior evento eclesial no século XX, propiciou que a caridade e a paz se concretizassem na vida da Igreja, que é mãe generosa e cuidadosa, que se faz próxima dos homens e mulheres consolando, ajudando e sustentando na esperança. João é o papa bom, pai de toda a humanidade, ele a abraçava e a abençoava. João Paulo visitando o mundo inteiro, fez-se o mensageiro da paz e promotor da vida, da fraternidade entre os povos e acolhedor dos necessitados. Ambos são santos, pois consistiram em viver a vida boa do Evangelho nas situações mais diversificadas que a Providência divina os colocava.

            O papa João XXIII  foi eleito no dia 28 de outubro de 1958. Por sua idade foi tomado como um papa de transição, mas surpreendeu o mundo com a convocação para o Concílio Vaticano II (1962-1965) e propiciou para que se vivesse em uma Igreja aberta ao mundo. João Paulo II foi eleito em 1978 e foi o primeiro papa não italiano em 456 anos. Entrou para a história pelo seu carisma e pelas viagens que fez aos quatro cantos do mundo encontrando com diversas pessoas e comunidades. Foi um grande missionário, um evangelizador universal, comunicador, fecundo no apostolado da palavra e dos seus escritos.

            A Igreja vive destas grandes riquezas e heranças, da simplicidade do papa bom, João XXIII, e do papa misericordioso e sofredor, João Paulo II. A ação do Espírito Santo na Igreja é atuante constante em todos os momentos e lugares. Vemos verdadeiramente que a Igreja é antes de tudo a comunidade daqueles que são chamados à santidade e se empenha em cada dia para alcançá-la. Seguindo as pegadas destes dois grandes homens saberemos que nos encaminharemos em direção a Jesus Cristo. Ele que é o Pai das Misericórdias forja nos corações simples de várias pessoas o molde da santidade, planta ali sua semente de vida nova, transformando-as em corajosas testemunhas do amor de Deus em sua vida, que se estende a todas as pessoas.

            A Igreja com esta atitude de canonizar estes grandes homens canoniza seus estilos de vida, suas virtudes heroicas, pois ambos são apresentados como modelos de vida a serviço da Igreja e de Deus, foram em seu tempo instrumentos da ação do Espírito Santo. No ato de elevá-los à honra dos altares, o papa Francisco mostra-nos caminhos de santidade de duas pessoas que souberam colocar-se à altura dos momentos e servir a Igreja, que é a Igreja de Cristo Jesus. Abre-se para todos os cristãos a partir de João XXIII e João Paulo II os caminhos da santidade, da simplicidade, da bondade e da misericórdia.

Geraldo Trindade – Fonte: Pensar Paralelo

sede-santos-5

Oração da Santidade ; Papa João Paulo II


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg

O Bom Fruto

Do Espírito Santo.


CHÁCARA JEUS CURA

Bem aventurado

sois vós…


Rezar não é tão difícil assim não !



Uns admiram, outros reprovam, mas a verdade é que esta foto inspira uma alguma coisa em nós e é uma prova que mostra que rezar bem é apenas uma questão de vontade própria e costume.

Se uma criança pode, se uma criança reza com fé e amor por que eu não?   Por que não posso? ou por que não quero?   Fato é que até um cão… não.. isso não!  é apenas uma pose, ou não?  O fato é mesmo que a foto nos faz repensar em nossa falta de atitude em relação à nossa comunicação com Deus Pai!  




Menino_Rezando_com_Cão


Quem já aprendeu a rezar desde criança, quando ficar adulto já será um parte de si mesmo e não conseguirá passar um dia sem entrar em contato com o Pai, por outro lado, com o seu bom exemplo também acabará levando seus melhores amigos ao hábito da oração, que segundo o exemplo acima na foto nos mostra que não é uma coisa de outro mundo, até mesmo o amigo mais fiel do homem aprende facilmente a ficar um momento em silêncio meditando junto com uma criança.



Esta foto é só um exemplo, hoje em dia tentamos ensinar aos homens a buscar a Deus sempre e sem cessar, mas percebemos que o mundo inventou mil maneiras de nos distrair e nos afastar deste momento essencial com o Pai, vivemos num mundo barulhento e conturbado e até mesmo lá na roça onde não chega a agitação da cidade já se pega as imagens da Tv que acaba ocupando o tempo de Deus  no coração do homem e aí começam as desculpas de que não temos mais tempo e depois que não sabemos rezar e não encontramos um espaço para fazer uma simples oração, mesmo que seja uma simples Ave Maria antes de dormir, como nos lembrava Padre Zezinho em sua canção da Ave Maria.





Sim, Padre Zezinho já cantava a muito tempo atrás a sua Ave Maria dizendo que tinha saudades daquele tempo que chamava “Maria mãe de Jesus” de sua Mãe.      Hoje em dia, eu acho que esta saudade já nem existe mais, porque nossas crianças nem aprenderam a rezar como deveriam, como ter saudades de algo que era tão bom se não chegamos a experimentar a beleza de uma singela oração.

O Nelsinho Correa também canta algo interessante, só se tem Saudades daquilo que é bom, bom mesmo seria se todas as crianças sentissem esta saudade da Mãezinha do céu como Padre Zezinho cantou em sua musica “Ave Maria”, assim seria muito mais fácil reencontrar a beleza da oração agora que estão todos adultos.

Só nos resta agora, é ensinar aos homens velhos a se tornarem crianças novamente, a entenderem o que Jesus quis dizer ao velho Mestre Nicodemos…

Tens que nascer de novo Mestre, ou não poderás entrar no Reino de Deus…   Tens que voltar a ser criança novamente e receber o Reino de Deus com singeleza de coração…

Buscar nos braços da Mãezinha do Céu, buscar o amor que o mundo esqueceu e não pode nos  dar, buscar a paz e a alegria que se esvaíram do rosto das pessoas, buscar a ternura e o carinho sincero de um amor de Mãe.



NelsinhCorrêa


SÓ SE TEM SAUDADE DO QUE É BOM !!



Oração

Temas relacionados

Já disponíveis…


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg

João Paulo II já é quase Santo !

Homenagem ao Papa João Paulo II.

Peregrino do Amor

Grupo Anjos de Resgate cantam esta musica com muito amor a nosso sempre e eterno inesquecível Papa João Paulo II.

.

.

João Paulo II, Cinco anos sem nosso Grande Papa!

.

Bento XVI: Processo de beatificação de João Paulo II “está indo … 2007

.

Beatificação de João Paulo II poderá ser concluída em 2009 …

.

ROMA – x-porta-voz do Vaticano Joaquín Navarro-Valls afirmou, em entrevista à imprensa local, que as últimas duas etapas para a beatificação do papa João Paulo II poderão ser concluídas ainda em 2009.

.

Processo de beatificação de João Paulo II prossegue no Vaticano …

.

O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos (CCS), Arcebispo Angelo Amato, revelou que a causa de beatificação de João Paulo II prossegue de forma “muito solícita”, mas advertiu para a necessidade de respeitar as várias etapas do processo.

.

Arquivado em 03/04/2009

.

A Incorporação foi desativada, mas basta clicar duas vezes em cima do quadro e assista direto no Youtube.

.

.

João Paulo II já é quase Santo !

Publicado em 10/06/2009 por presentepravoce | Editar

Beatificação de João Paulo II em Primeiro de Maio de 2011.

Publicado em 17/01/2011 por presentepravoce | Editar

Programação da Beatificação de João Paulo II .

Publicado em 22/02/2011 por presentepravoce | Editar

João Paulo II já é Beato.

Publicado em 01/05/2011 por presentepravoce | Editar

João Paulo II e as Crianças.

Publicado em 02/04/2011 por presentepravoce | Editar

Santidade é uma obra do Espírito Santo.

Publicado em 26/05/2009 por presentepravoce | Editar

 


CHÁCARA JEUS CURA

Presenteprávocê !


Este é Um Presente Prá Você !


Chuva_de_presentes


Eu gostaria de lhe oferecer o melhor presente do mundo, fiquei pensando por muito tempo qual poderia ser este precioso presente.

Pois bem, sei que você merece muito mais do eu poderia lhe dar, entre as minhas opções e dúvidas, chequei a pensar em uma enorme mansão, uma viagem à lua, uma Ferrari zero Km ou talvez uma coisinha mais simples, um anel, um par de meias, um isqueiro, você bem sabe que as opções são diversas e nem sempre conseguimos agradar a todos, seja com um presentão de baixo valor ou um presentinho de alto preço (*), como se diz: … nem sempre é o tamanho, preço ou o valor do presente que toca o nosso coração e sim o seu significado.

Na verdade sempre quis lhe dar o que há de melhor e isto seria a paz, o amor e toda a felicidade do mundo, afinal de contas você merece muito mais do que isto.

Já que isto que desejamos são sentimentos e não coisas que possamos embrulhar num lindo presente, fica difícil de dar isto diretamente a você, mas podemos criar condições para que tudo isto aconteça e sejam presentes permanentes em sua vida.

Um certo dia Jesus disse: …”Mesmo os homens sendo maus, sabem dar bons presentes a seus filhos, já que não dariam uma cobra se o seu filho lhe pedisse um pão ou um copo de veneno se seu filho lhe pedisse leite…”    se bem que o mundo de hoje está nos surpreendendo e esta afirmação de Jesus esta deixando de ser um padrão normal, porque o relacionamento entre pais e filhos esta deixando de ser um relacionamento de verdadeiro amor, pois muitos filhos são abandonados, mau tratados, outros são atirados pela janela do apartamento e muitos nem sequer tem a oportunidade de nascer, por ser abortados pelas mulheres que preferiram ouvir a voz do mundo, desprezando o imenso Amor existente em seu Coração de Mãe, que seria o maior exemplo de amor neste mundo que conhecemos, pois   …uma mãe jamais se esqueceria do filho que nasceu de seu ventre e que ainda na sua fragilidade e dependência se amamentasse em seu seio.              Este é o amor humano, tão limitado e frágil, mas graças a ele aqui estamos nós, respirando, nos movendo e podendo desfrutar deste precioso dom da VIDA que acima de tudo nos dá a oportunidade de experimentar momentos de extrema felicidade mesmo que estejamos mergulhados em um mar de infelicidade.

Jesus disse que:  “… se lhe pedíssemos um presente, Ele pediria ao Pai e Ele nos daria o Espírito Santo.”  …  Isto, querendo nos mostrar que: aquele que criou todas as coisas sabe o que e quando, cada coisa é ou pode ser, melhor para cada um de nós, e que não é o tamanho ou o preço que estabelece o valor de um presente tão precioso, pois, um mesmo presente, pode trazer imensa felicidade a uma pessoa e tornar uma outra extremamente infeliz.

Espero que você não pense que o meu presente seja apenas estas poucas palavras, sabemos que o Titanic acabou se afundando na sua viagem inaugural e as torres gêmeas não resistiram às conseqüências da corrupção de sua tão preciosa fama, por outro lado pequenas coisas podem se tornar grandes coisas, uma sementinha de mostarda torna-se uma enorme árvore cheia de frutos, e o meu desejo por menor que seja, sendo verdadeiro irá gerar em você frutos deste amor, que podem ser sempre maiores do que poderíamos imaginar ou esperar.

Nesta vida já ganhei inúmeros presentes, e também já ofereci muitos outros, a diversas pessoas diferentes.   Grandes ou pequenos, simplórios ou luxuosos, mas um fato os deixa todos iguais, foram aceitos, usados, aproveitados e muitos já nem existem mais.

Há um ditado que diz: “…Cavalo dado não se olha os dentes…” e veja que engraçado, nem mesmo o cavalo de Troia foi inspecionado antes de ter sido recolhido pela cidade Troia…

Quando oferecemos algum presente, fazemos questão de embrulhá-lo bem, para que cause grande impacto, suspense, interesse e uma enorme surpresa naquele que o receber, e quando recebemos um presente assim, a primeira atitude seria sempre de aceita-lo e abri-lo imediatamente, para saber do que se trata, jamais vi alguém guardar um presente embrulhado para apresentá-lo a um amigo depois de vinte anos dizendo, veja que presente maravilhoso que ganhei quando fiz cinco aninhos de idade.          Seria este um fato totalmente inédito, pois uma criança rasgaria o papel de imediato e logo já estaria usando seu presente, guardar embrulhado algo maravilhoso, apenas para mostrar aos amigos depois, seria algo inconcebível.   Da mesma forma seria muito intrigante comprar um bilhete de loteria, conferir e ver que está premiado no valor máximo e guarda-lo para exibi-lo a todas as pessoas comprovando a sua imensa sorte, porém jamais ir ao banco para resgatá-lo, se assim acontecesse, este prêmio assim como o presente seriam totalmente inúteis e sem o menor valor.

Por isso a emoção de dar e receber presentes faz tanto sucesso e nunca sairá de moda, pois, faz parte do homem revelar e desvendar o desconhecido, assim o filme fotografado deve ser revelado de imediato, pois se ficar guardado por muito tempo irá distorcer as cores, e a nitidez da imagem original será comprometida, minimizando também a emoção de rever as fotografias.  Hoje inventaram a máquina digital, tirando o brilho da verdadeira revelação, pois a imagem é apresentada instantaneamente, porém, este resultado em 99,9% dos casos não se torna uma fotografia real que é a representação física da verdadeira imagem que traz a recordação de um instante feliz de sua vida, ficando assim aquela imagem instantânea perdida como o flash que brilhou e se apagou em um milésimo de segundo e logo nem nos lembraremos mais dele, em contraste com a fotografia revelada que se torna uma eterna lembrança.

Que este presente se revele real e verdadeiro em sua vida e que estes poucos minutos de seu tempo possam se tornar vários instantes de alegria e de boas recordações no futuro, se traduzindo em eternos momentos de felicidade.


Todo presente tem um tamanho, um preço, um valor e um significado…

Você já sabe qual é o seu?


Presentepravoce_9000000_capa_1


SÓ SE TEM SAUDADE DO QUE É BOM !!


NelsinhCorrêa


Qual o Melhor presente de Natal
o-presente-de-deus-ao-mundo1[1] http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 Presente

.