Hoje Eu Vou Tocar No Senhor Jesus.



Para tocar o Deus vivo – afirmou Papa Francisco – não serve apenas “fazer um curso de atualização” Tocar o Senhor implica em penetrar em suas chagas; para isso “basta sair às ruas” de sua cidade.



Não_Rezar


O caminho para encontrar com Jesus são as suas chagas…                                                                                Papa Francisco


Para se encontrar com o Deus vivo é necessário ver as chagas de Jesus nos irmãos famintos, pobres, doentes, presos, afirmou o Papa Francisco nesta quarta-feira (3/7/13), na missa na Casa Santa Marta.

Depois da Ressurreição, Jesus apareceu aos apóstolos, reunidos no Cenáculo, mas Tomé não estava presente. Mas, o Senhor sabe esperar, aliás, ele dá a cada um de nós o tempo necessário para acreditar. Tomé, de fato, recebeu uma semana. Não obstante, quis colocar o dedo das suas chagas:

“Ele era um cabeça dura. Mas, o Senhor escolheu precisamente um cabeça dura para fazer nos entender uma coisa tão nobre. Tomé viu o Senhor e foi convidado a colocar o dedo nas chagas do Senhor ressuscitado. Mas, foi mais além e disse ‘meu Senhor e meu Deus’. Assim, ele foi o primeiro dos discípulos a confessar a divindade de Jesus, depois da sua ressurreição. E o adorou!”.

Na história da Igreja, houve erros no nosso caminho rumo a Deus. Quantos se perderam no caminho e não chegaram à meta, que é Deus! Outros pensaram que, para chegar a Deus, seria preciso a mortificação, a austeridade e escolheram o caminho da penitência e do Jejum. Mas, nem mesmo esses conseguiram chegar ao Deus vivo. Pensavam de chegar à meta somente através do esforço pessoal.

Porém, recordou Francisco, Jesus nos diz que o caminho para encontrá-lo é através das suas chagas, ou seja, das obras de misericórdia para com quem tem fome, sede, nudez, humildade, esta  hospitalizado é tratado como escravo e prisioneiro, Mas sem ser apenas filantrópicos. “Devemos tocar as chagas de Jesus, acariciá-las, devemos curar as chagas de Jesus com carinho, devemos beijar as chagas de Jesus literalmente. Pensemos no que aconteceu com São Francisco ao abraçar o leproso. O mesmo que a São Tomé. Sua vida se transformou”.

Para tocar o Deus vivo – afirmou o Papa – não basta “fazer um curso de atualização” para entrar nas chagas de Jesus; para isso “basta sair às ruas”.

“Peçamos a São Tomé – concluiu Francisco – a graça de ter a valentia de entrar nas chagas de Jesus com ternura e seguramente teremos a graça de adorar o Deus vivo”.

(Com Rádio Vaticano)



Hoje Eu Vou Tocar No Senhor


Celina Borges

Compositor: Fabio Villaça

Letra


Vou Te buscar com todo o meu coração

E além do véu Te encontrar

Face a face Te ver, Te tocar, Te sentir

E dizer tudo aquilo que tenho em mim. 2x

Hoje eu vou tocar no Senhor
Com minha fé
Vou rasgar os céus
Com minha oração
E te ver face a face.

Hoje eu vou tocar no Senhor
Com minha fé
Vou rasgar os céus
Com minha oração
E te ver face a face Senhor
E te ver face a face…

Eu sei que tudo é possivel
àquele que crê
Eu sei, que nada resiste
Ao poder da oração.

Hoje eu vou tocar no Senhor
Com minha fé
Vou rasgar os céuuuuuuuu

Vou rasgar os céus
Vou rasgar os céus
Tocar no Senhor
E te ver face a face
E te ver face a face Senhor


http://www.youtube.com/watch?v=iWLRKQyzbQQ


Conhecendo_jesus_pessoalmente
A_cadeira

Ninguém Jamais viu a Deus!


Recebi um comentário dia 24/06/2011 at 00:33, que afirmava exatamente o título deste Post, que nada mais seria que um versículo Bíblico se não fossem as observações que se seguiram:



Cit […] – João, o apóstolo a quem Jesus especialmente amava, confirmou o fato de que os apóstolos não viam a Deus quando contemplavam a Jesus. Sob inspiração, João disse: “Nenhum homem jamais viu a Deus.” (João 1:18).[…]

Veja que a citação não inclui a segunda parte do versículo que diz :


“O Filho único, que está no seio do Pai, foi quem o REVELOU.


Revelou quem ?

Revelou o que ?


Revelou a Deus é claro!… cujo nome foi citado na primeira parte do versículo.  Na verdade este é o assunto do qual se trata todo o evangelho de São João. A Revelação de Deus através de seu Filho unigênito que foi enviado por Deus sendo gerado no seio da Virgem Maria e nasceu entre nós, tudo isto conforme predito pelos Profetas.



“E acrescentou: “Não podes ver a minha face, porque homem algum pode ver-me e continuar vivo. […] ”                                      (Êxodo 33:20)

Resposta:



A Palavra de Deus é a verdade e não se contradiz, por isso o comentarista teria toda razão em fazer tal afirmação se o ponto final das Sagradas escrituras fosse na primeira parte do versículo 18, mas pelo que vemos, este ponto não é o final e sim apenas aquele que divide toda a história da humanidade em duas partes, que seria, antes e depois da Revelação de Jesus Cristo ao homem.

No entanto existe uma ordem cronológica nos dados apresentados e um dado antigo não pode se sobrepor ao mais recente.

O Comentarista citou dois versículos um do antigo testamento e o outro da abertura do novo testamento, exatamente o ponto em que São João confirma seu ponto de vista fazendo a abertura uma nova revelação que se seguiria.

Veja que João afirma o que realmente era no passado.  Até aquele ponto da historia, mas como todos nós sabemos o acontecimento ao qual João iria se referir é exatamente o cumprimento de uma promessa Divina de se revelar por inteiro ao Homem que criara.

O Nascimento de Jesus é o cumprimento de uma promessa, se você acredita que Jesus é o filho de Deus e que Ele próprio é Deus, como você pode negar que Deus se revelou ao homem?

Se o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus e Deus se fez à imagem e semelhança humana na pessoa de Jesus “Em carne humana”, porque julgamos que sua aparência não seja a aparência Divina ?

Não dizemos que o filho é a cara do Pai?
E neste caso quem seria o Pai de Jesus ?

Podemos até dizer que Deus não mostrou a sua face “ou sua aparência física” a Moisés, mas o que dizer da aparência física de Jesus que é Deus em pessoa humana ?

E o que dizer também quando Jesus se transfigurou na presença de seus discípulos ?

Seria sua aparência transfigurada uma mera aparência humana carnal ?

E depois que Jesus morreu e ressuscitou, Ele não era mais um ser humano comum, pois podia aparecer e desaparecer em salas fechadas, ou em cidades distantes e ao mesmo tempo estar em outro lugar, depois também este mesmo Jesus de aparência humana se elevou ao céu e voltou para o lugar de onde teria vindo, isto, usando as suas próprias palavras, sem dizer que neste momento ele não se transformou em fumaça ou em um raio de luz, mas subiu para o céu assim como estava em sua aparência física de forma humana, por que então negar que a sua aparência seria realmente esta ou afirmar que seria uma outra que jamais vimos?


Vejamos o que o próprio Jesus diz a este respeito:


Todas as coisas me foram dadas por meu Pai; ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho quiser revelá-lo.          (São Mateus 11,27)


O Que significa conhecer a Deus, ou o que significa a frase proferida pelos Apóstolos naquela ocasião?

(São João 14,8)

Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta.

Por que queremos ver o Pai ?
Por que o homem quer ver a Deus ?
Por que o homem julga a aparência externa de Deus ?
Por acaso é uma duvida a respeito de sua existência ?

A resposta de Jesus a Felipe foi simples e direta:

9 – Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai… 10 – Não credes que estou no Pai, e que o Pai está em mim?

Neste ponto do evangelho, já não podemos mais afirmar que Deus não se revelou ao homem e sim exatamente ao contrário, porque já não existe mais mistério na aparência Divina, pois foi o Próprio Deus através de Jesus que nos revelou esta verdade…

As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é que realiza as suas próprias obras. 11. Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa destas obras.

Sendo assim morre a afirmação anterior pois na cronologia da história este segundo fato vem após o primeiro e se antes Deus não havia se revelado, hoje já podemos contemplá-lo face a face, pois Ele se faz vivo e presente no meio de nós e ainda mais, o próprio Deus veio habitar em cada coração através de seu Espírito Santo, que nos revela ainda mais do que podemos imaginar.

A verdade é que, hoje todos nós podemos conhecer a Deus, pois Ele se revelou a nós através de Jesus.

(São João 15) – 15. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor. Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai.

Eu lhe respondo à sua afirmação anterior com as palavras de Jesus a Felipe… e que aliás são palavras escritas no mesmo evangelho de São João um pouco mais a frente, veja que o motivo de que João abriu o seu evangelho com esta afirmação foi exatamente para fecha-lo com esta outra afirmação…

Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai ?…


Como pois dizes, ninguém viu o Pai ?


Por que afinal você acha que Jesus veio a este mundo ?

Foi para acabar de vez com esta duvida que pairava nos corações e para termos a certeza de que realmente existe um Deus que é Real e visível para nós, veja que é exatamente isto que comemoramos em Corpus Christi, a presença REAL DE JESUS na EUCARISTIA uma vez que foi sua própria afirmação que permaneceria para sempre no meio de nós e que seu corpo e seu sangue era o pão que veio do Céu para o nosso alimento espiritual.

Afinal de contas, Jesus está ou não está presente na Eucaristia?

Esta duvida está no coração de muitas pessoas e mesmo que Jesus declare e mostre a sua verdade ainda existirão pessoas como os Discípulos de Emaus ou até mesmo como o próprio São Tomé que queria enfiar o dedo no lado aberto de Jesus para acreditar que Ele realmente estaria vivo e não morto.



Não são poucos os milagres Eucarísticos que aconteceram em vários locais do mundo, mas mesmo estando disponível e exposto para que as pessoas coloquem o dedo e vejam com os próprios olhos, de nada adianta ainda existirão pessoas que duvidarão desta verdade, espero pelo menos que aqueles que duvidam, antes de afirmarem as suas duvidas, que possam pelo menos colocar o dedo na ferida de Jesus assim como São Tomé, que aliás falou da boca pra fora, pois não teve a coragem de enfiar o dedo no lado aberto de Jesus, acreditou apenas com a visualização de sua pessoa e em sua palavra, mas Jesus declara que muito mais bem aventurados seremos nós que acreditamos em suas palavras sem termos visto ou ouvido assim como viram e ouviram os Apóstolos que o seguiram.

Que Deus vos abençoe

Sizenando / presentepravoce


Conhecendo_jesus_pessoalmente

Vinde e Vêde !



Eu só acredito naquilo que vejo, não adianta explicar e nem insistir, quero ver para crer !

“No dia seguinte, estava lá João outra vez com dois dos seus discípulos. E, avistando Jesus que ia passando, disse: Eis o Cordeiro de Deus. Os dois discípulos ouviram-no falar e seguiram Jesus. Voltando-se Jesus e vendo que o seguiam, perguntou-lhes: Que procurais? Disseram-lhe: Rabi (que quer dizer Mestre), onde moras? Vinde e vede, respondeu-lhes Ele.”

Evangelho de Jesus narrado por São João – 1, 35-39.


jesus_pedro_andre



Tem que ver pra crer.


Neste mundo materialista em que vivemos hoje poderíamos dizer que esta seria a atitude mais sensata a se tomar.   Uma vez que João Batista havia afirmado que aquele homem era o Filho de Deus, seria preciso comprovar  se realmente isto seria verdade ou não.

Jesus sentiu que curiosos o seguiam, não com o interesse de buscarem alguma coisa mais séria, mas queriam apenas aplacar sua curiosidade, será que seria Ele mesmo este Cordeiro de Deus? Afinal já era uma promessa tão antiga que poucos ainda se lembravam dela e de repente aparece o Cristo  “Messias” assim em nossa frente.

Mas se Ele era realmente o Filho de Deus, Como parecia um homem tão comum?  Com uma aparência tão humilde, por acaso este Filho de Deus não deveria ter nascido em um grande e majestoso Palácio?

Sendo assim, Jesus aceita o desafio e Ele mesmo os convida para experimentarem a verdade, não de longe, mas bem perto, o mais perto possível, em sua própria casa, em seu próprio coração.

Afinal de contas já era hora de se revelar ao mundo anunciando a boa nova do Reino de Deus.    Já era hora de formar o seu grupo de discípulos e prepará-los para formarem a Igreja que levaria este Reino a todos os homens.

Este mesmo convite Jesus fez a outras pessoas, muitos o seguiram, mas também teve alguns que não se interessaram em conhecê-lo de perto, nem por isso Jesus os obrigou ou ameaçou de condenação eterna caso não o seguissem, isto porque a nossa opção deve ser livre, caso contrário não seria a nossa vontade e como se diz, só se entra no céu com seu próprio esforço pessoal.

“Eis que estou a porta e bato, quem abrir a porta entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo…”

Eu faria uma simples pergunta, se o Papa estivesse em minha cidade e de repente aparecesse batendo em minha porta pedindo para entrar:

O que faria eu ?

Fosse Católico, Evangélico, Cético, Ateu, Muçulmano ou de uma outra religião qualquer:

Sera que eu não o convidaria para entrar ?

Mesmo não sendo de sua Religião, seria uma pessoa conhecida e uma boa visita para se contar aos amigos, ou apenas para se trocar algumas palavras sobre coisas que gostaríamos de saber sobre ele.

E Jesus, não seria uma pessoa muito mais interessante e conhecida hoje?  Eu lhe digo, talvez não, talvez seria da mesma forma de quando Ele andava pelas ruas deste mundo, talvez seja tal como quando Maria e José procuraram um refúgio para passar a noite no dia que Ele nasceu, isto porque, posso dizer com certeza, não o conhecemos como achamos que deveríamos conhecê-lo e por isso este seu convite é sempre atual e aguarda a nossa atitude de resposta.


Vinde e vede !


Vinde e vede



VINDE E VEDE!


           Este post nasceu do exercício prático desta sugestão ou convite de Jesus, nesta ultima quinta feira visitei um grupo de oração para compartilhar com eles a palavra de Deus, mas antes da reunião havia uma celebração da palavra que sempre é efetuada por um dos ministros da Capela, porém lá chegando estava um Frei Franciscano da Paróquia executando a celebração, durante a homilia o Frei se referiu a esta frase “Vinde e Vede” e citou que hoje se fizermos uma busca na internet sobre este tema, não encontraríamos Católicos falando sobre isso, mas encontraríamos vários sites evangélicos pregando em nome de Jesus, enquanto que os Católicos não têm muito costume de pregar a palavra e nem de buscá-la como deveriam.

No fundo eu aceitei o que ele disse, porque eu mesmo já procurei temas para aprofundar ou buscar outras experiências e não encontrei, este foi um dos motivos pelos quais aqui estou, porque encontrei tanta coisa errada e opiniões divergentes à nossa verdade que justificaria realmente uma dedicação maior ao estudo da Palavra e compartilhar as experiências vividas com as pessoas que como eu, estão à procura do conhecimento da palavra de Deus, principalmente no meio Católico que a cada dia cresce mais o interesse por este tipo de busca, tanto é que alguns evangélicos mais exaltados aproveitam da situação e fazem verdadeiras armadilhas com temas como:

“Por amor aos Católicos Romanos”

“O Batismo da Igreja Católica”

“Por amor a Maria Mãe de Jesus”

E outros temas sugestivamente Católicos, usam destes temas de nosso interesse, mas falam diretamente contra a nossa doutrina e muitas vezes até de forma provocativa.

Por outro lado, sei também que existem hoje muitos sites e Blog’s Católicos que buscam compartilhar, debater e aprender as verdades da nossa Igreja, muitos dos quais já conheço e compartilho as experiências vividas a cada dia.   Estes blogs também podem ser encontrados lado a lado com os evangélicos e muitas vezes até mesmo antes dos evangélicos que são muito mais numerosos.

Fiz a pesquisa citada pelo Frei e realmente constatei que ele citou a frase, mas não havia feito uma pesquisa real, que para minha alegria, na primeira página da pesquisa havia somente um site que não era Católico e sei que este texto será o primeiro assim que for publicado, isto porque nós Católicos  começamos a ocupar nosso próprio espaço que já deveríamos ter ocupado a muito tempo, já que somos o maior País Católico do mundo.   Realmente deveríamos estar bem na frente daqueles que dividem o segundo lugar.

Temos mesmo que tomar esta iniciativa dos primeiros discípulos de Jesus, se Jesus passar por nós, temos que segui-lo imediatamente, não tem essa de ficar espreguiçando, enrolando e deixando pra depois.

Temos que ir ao encontro do Mestre e comprovar que Ele é realmente o Filho de Deus, este “vinde e vede” é uma experiência pessoal com Jesus, não basta aceitarmos o que João Batista nos diz, precisamos ver realmente de perto e comprovar que Jesus é o Filho de Deus que foi enviado para nos salvar.

É POR ESTE MOTIVO QUE EU REPITO O MESMO CONVITE FEITO POR JESUS, PARA QUE VOCÊ MESMO POSSA VER COM SEUS OLHOS E COMPROVAR A VERDADE.


VINDE E VEDE !!!


PRESENTEPRAVOCE