Santa Helena de Roma.



Hoje é dia de Santa Helena, a imperatriz que levou para Roma a Escada Santa.



Em 18 de agosto, a Igreja celebra a memória litúrgica de Santa Helena, mãe do imperador Constantino, exemplo de cristã, que serviu ao Senhor por meio da oração e de obras de caridade. Defensora do cristianismo, faz parte de grandes descobertas para Igreja, como a cruz de Jesus e a Escada Santa.

Helena nasceu em meados do século III, provavelmente em Bitínia, região da Ásia Menor. Os autores britânicos afirmam que nasceu na Inglaterra, que era naquele tempo província romana, e que Constâncio Cloro, tribuno e mais tarde governador da ilha, apaixonou-se por ela, e a tomou em matrimônio. Por volta do ano 274, tiveram um menino, a quem puseram por nome Constantino.

Constâncio Cloro chegou a ser marechal de campo; em seguida o imperador Maximiano o nomeou corregedor e, portanto, seu sucessor no Império, mas com a condição de que repudiasse Helena e tomasse por esposa sua enteada Teodora.

Tanto Helena como Constâncio Cloro eram pagãos. Levado pela ambição, Constâncio se separou dela e foi para Roma com seu pequeno filho Constantino. Helena chorou durante 14 anos sua desgraça, até que, quando Constâncio morreu, em 306, Constantino foi nomeado imperador.

Constantino mandou chamar sua mãe à corte, conferiu-lhe o nome de Augusta e o título de imperatriz.

Purificada pelo sofrimento, Helena recebeu o batismo, provavelmente no ano 307, e foi uma cristã exemplar, testemunha da grande jornada em que Constantino fez pôr pela primeira vez a cruz nos estandartes de suas legiões para vencer em batalha a seu rival Maxêncio. Era o mês de outubro do ano 312.

No início do ano 313, o imperador publicou o edito de Milão, pelo qual se permitia o cristianismo no Império. Seguindo o exemplo de sua mãe, converteu-se, sendo batizado pelo Papa São Silvestre. Depois de trezentos anos de perseguição, a Igreja de Cristo se assentava triunfante na terra. A piedosa imperatriz se dedicou por inteiro a socorrer os pobres e aliviar as misérias de seus semelhantes.

Já idosa, aos 77 anos, visitou em peregrinação para a Palestina, visitar os lugares da Paixão de Cristo. Subiu ao topo do Gólgota, onde se erigia um templo em honra de Vênus, mandado construir pelo imperador Adriano. Ao inteirar-se do costume judeu de enterrar no lugar da execução de um malfeitor os instrumentos que serviram para lhe dar morte, mandou derrubar o templo e procurar a cruz onde padecera o Redentor. Três cruzes foram achadas. Uma antiga tradição relata o modo milagroso como conseguiu identificar a cruz era a de Jesus, mediante a cura de um moribundo.

Santa Helena fez dividir a cruz em três partes. Uma das partes a entregou ao Bispo Macário, para que o entronizasse na Igreja de Jerusalém; o segundo o enviou à Igreja de Constantinopla; e o terceiro, à Roma, para a Basílica que, por este motivo, chamou-se Santa Cruz de Jerusalém. Mandou também construir três edifícios, chamados casas de Deus: um junto ao monte Calvário, outro na cova de Belém e um terceiro no monte das Oliveiras.

A imperatriz permaneceu longo tempo na Palestina, servindo ao Senhor com a oração e as obras de caridade. Cuidava dos doentes, libertava os cativos e dava mantimentos aos pobres, levando sempre em seu espírito – como exemplo – a imagem da Virgem Maria.

Tinha oitenta anos quando retornou de sua viagem. Faleceu pouco depois, provavelmente em Tréveris, por volta do ano 328 ou 330. O martirológico romano a comemora em 18 de agosto. Algumas de suas relíquias se conservam em Roma, em uma capela dedicada a ela.

Além disso, na Cidade Eterna, outros locais remetem à santa Helena, como a Escada Santa, que foi translada por ela para Roma, por volta do ano 326. Trata-se de uma escada composta por 28 degraus, que levavam até o alto do pretório de Pôncio Pilatos, em Jerusalém, e foram subidas por Jesus, antes de sua condenação à morte. A escada se encontra, agora, na Cidade Eterna, próximo à Basílica São João de Latrão, no mesmo lugar onde se encontra uma capela dedicada a São Lourenço.

Devido ao seu imenso valor espiritual, o Papa Sisto V, entre os anos de 1586 e 1589, mandou construir o atual Santuário da ‘Scala Santa’, situando-a como acesso ao ‘Sancta Sanctorum’, primeira capela privada dos Papas construída em 1277, onde se custodiavam as relíquias mais preciosas da cristandade.

Hoje, o ‘Sancta Sanctorum’ é o ponto final da Escada Santa e nela se conserva uma antiquíssima imagem de Jesus Redentor chamada “arquetípica”, isto é, que não foi pintada por mão humana. Ao mesmo tempo uma tradição popular diz que a pintura é do Evangelista Lucas que foi ajudado por um anjo para esta bela obra.

Atualmente, segundo a Rádio Vaticano, teve início o trabalho de restauração dessa escada, assim como foi feito com a capela de São Lourenço, reinaugurada em junho.

Etiquetas: Igreja CatólicasantidadecristianismoRoma,

JerusalémCruzSanta HelenaEscada Santa


REDAÇÃO CENTRAL, 18 Ago. 15 / 07:00 am (ACI – Digital).-


.


Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

 



Oração de São Bento.



11/07 Dia de São Bento
Oração de São Bento:


A Cruz Sagrada seja minha luz
Não seja o dragão o meu guia
Retira-te Satanás
Nunca me aconselhe coisas vãs
É mal o que tu me ofereces
Bebe tu mesmo o teu veneno
Amém.
São Bento, rogai por nós!


Dia de São Bento Imagem



Dia de São Bento Imagem


Milagres de São Bento

O Milagre da taça envenenada.



Havia um mosteiro cujo abade havia falecido, e a comunidade dirigiu-se ao venerável Bento, rogando-lhe todos os monges insistentemente que os dirigisse. Ele negou-se durante muito tempo, dizendo-lhes antemão que seu modo de proceder não se ajustaria ao daqueles irmãos, mas, vencido afinal por suas insistentes súplicas, acabou por consentir.

Impôs então àquele mosteiro a observância da vida regular, não permitindo a ninguém desviar-se ou viver como antes. Os irmãos daquele mosteiro, irritados com tanta severidade, começaram por se recriminar terem-lhe pedido que os governasse, pois sua vida “torta” estava em conflito com aquele modelo de retidão. Dando-se conta de que sob o governo de Bento não mais lhes seriam permitidas coisas ilícitas, e doendo-se por terem que renunciar a seus antigos costumes, pareceu-lhes duro, por outro lado, verem-se obrigados a adotar costumes novos com seu espírito envelhecido; por tudo isso, e também porque aos depravados a vida dos bons parece algo intolerável, tramaram matá-lo. E depois de decidi-lo em conselho, puseram veneno no seu vinho –  (isso é representado por uma taça de cristal quebrada com o sinal da Cruz apresentada nas costas da  medalha).

Quando foi apresentada ao abade, ao sentar-se à mesa, a taça de cristal que continha a bebida envenenada para que, segundo o costume do mosteiro, a abençoasse, Bento, levantando a mão, fez o sinal da Cruz e com ele se quebrou a taça que ainda estava a certa distância.

E de tal modo se rompeu aquela taça de morte que mais parecia que, em lugar da Cruz, fora uma pedra que a atingira. Compreendeu logo o homem de Deus que a taça continha uma bebida de morte, e que não podia suportar o sinal da vida. Depois disso, relembrou aos monges o que tinha dito a respeito de suas regras severas que não se adaptariam a eles, e deixou este mosteiro.


O milagre do pão envenenado e o corvo


Um presbítero conhecido de São Bento, obcecado pelas trevas a tal ponto que chegou a enviar de presente ao servo de Deus todo-poderoso um pão envenenado. O homem de Deus o recebeu agradecido, mas não lhe ficou oculta a peste que no pão se ocultava. Ora, acontecia que à hora da refeição costumava vir da floresta próxima um corvo, que recebia pão das mãos de Bento. O Corvo é representado nas costas da medalha.

Quando então chegou como de costume, o homem de Deus lançou diante do corvo o pão envenenado do presbítero, e deu-lhe esta ordem: “Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, toma esse pão e atira-o num lugar tal que não possa ser achado por ninguém”. O corvo, então, de bico e asas abertos, começou a esvoaçar e a crocitar em redor do pão como se dissesse claramente que queria obedecer, mas não podia. No entanto, o homem de Deus ordenava repetidas vezes: “Leva, leva sem medo, e vai jogá-lo onde não possa ser encontrado”. Finalmente, depois de hesitar por muito tempo, o corvo tomou o pão no bico e, levando-o, partiu. Ao cabo de três horas voltou sem o pão, que lançara fora, e recebeu das mãos do homem de Deus a ração costumeira.


O poder da Santa Cruz


Conta-se, por volta do ano 1647,  que feiticeiras da Baviera, acusadas de suas maldades contra o povo daquela região, confessaram ver seus feitiços inteiramente anulados pelo poder da Cruz; e que em todos os lugares, aonde estivesse a Santa Cruz, seus malefícios nunca tinham efeito.

Contaram ainda que, especialmente no Mosteiro de Metten, nunca conseguiram êxito em suas maldades e concluíam que isto se devia ao fato da existência de alguma Cruz naquele lugar.

Por causa disto, as autoridades locais foram consultar os monges da Abadia de Mette sobre o assunto. Depois de muito procurarem, localizaram de fato que o mosteiro era repleto de cruzes gravadas nas paredes e com uma inscrição acima. Era preciso descobrir o porquê e por quem as cruzes foram gravadas.

Suas investigações os levaram à biblioteca, a um antigo livro escrito por ordem do Abade Pedro, no ano de 1415. O livro transcrevia antiquíssimos, entre eles vários sobre a Cruz, com inúmeros desenhos a bico de pena realizados por um monge anônimo.

Um destes desenhos era justamente São Bento tendo na mão direita um bastão em forma de Cruz, e acima do bastão estava o texto: CRUX SACRA SIT MIHI LUX NO DRACO SIT MIHI DUX, e da outra mão sai uma flâmula com as frases: VADE RETRO SÁTANA NUMQUAM SUADE MIHI VANA, SUNT MALA QUAE LIBAS IPSE VENENA BIBAS (A cruz sagrada seja minha luz, não seja o dragão meu guia. Retira-te, satanás, nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que ofereces, bebe tu mesmo os teus venenos).

A medalha é eficaz no combate direto a satanás, às tentações, contra doenças e picadas de animais como cobras e na proteção de automóveis.


Dia de São Bento Imagem 1


Oração a São Bento


Ó glorioso Patriarca São Bento, que vos mostrastes sempre compassivo com os necessitados, fazei que também nós, recorrendo à vossa poderosa intercessão, obtenhamos auxílio em todas as nossas aflições; que nas famílias reine a paz e a tranqüilidade; que se afastem de nós todas as desgraças tanto corporais como espirituais, especialmente o mal do pecado. Alcançai do Senhor a graça… que vos suplicamos; finalmente, vos pedimos que ao término de nossa vida terrestre possamos ir louvar a Deus convosco no Paraíso.
Amém.



Prof. Felipe Aquino



Medalha de São Bento



O que significam aquelas inscrições na medalha?

Ao contrário do que muitos pensam a medalha de São Bento não é um “amuleto da sorte”. Trata-se de um sacramental, isto é, um sinal visível de nossa fé.

Na parte frontal da medalha são apresentados uma cruz e entre seus braços estão gravadas as letras C S P B, cujo significado é, do latim: Cruz Sancti Patris Benedicti“Cruz do Santo Pai Bento”.

Na haste vertical da cruz leem-se as iniciais  C S S M L: Crux Sacra Sit Mihi Lux“A cruz sagrada seja minha luz”.

Na haste horizontal leem-se as iniciais  N D S M D: Non Draco Sit Mihi Dux – “Não seja o dragão meu guia”.

No alto da cruz está gravada a palavra PAX (“Paz”), que é lema da Ordem de São Bento. Às vezes, PAX é substituído pelo monograma de Cristo: I H S.

A partir da direita de PAX estão as iniciais: V R S N S M V: Vade Retro Sátana Nunquam Suade Mihi Vana – “Retira-te, satanás, nunca me aconselhes coisas vãs!” e S M Q L I V B: Sunt Mala Quae Libas Ipse Venena Bibas – “É mau o que ofereces, bebe tu mesmo os teus venenos!”.



Nas costas da medalha está São Bento, segurando na mão esquerda o livro da Regra que escreveu para os monges e, na outra mão, a cruz.

Ao redor do Santo lê-se a seguinte jaculatória ou prece: EIUS – IN – OBITU – NRO – PRAESENTIA – MUNIAMUR – “Sejamos confortados pela presença de São Bento na hora de nossa morte”.

É representado também a imagem de um cálice do qual sai uma serpente e um corvo com um pedaço de pão no bico, lembrando as duas tentativas de envenenamento, das quais São Bento saiu, milagrosamente, ileso.


São Miguel Arcanjo
Batalha Tende_Misericordia_Senhor

Semana Santa.


semanasanta2011[1]


Os temas a seguir são

Relacionados à Semana Santa

e ao Sacrifício de Jesus por

nós na Cruz;


Semana Santa,

Meditando uma Nova vida.

Começa mais uma semana Santa para os Cristãos de todo o mundo, O Papa Bento XVI convoca toda A Igreja a realmente se prepararem para este momento tão importante …

… Leia Mais →


Feliz Páscoa

Pascoa não é ovo de Chocolate, por isso todo Cristão precisa conhecer o verdadeiro sentido da Páscoa..


.

     Feliz Páscoa.

Páscoa é ser capaz de mudar, é partilhar a vida na esperança, é lutar para vencer todo tipo de sofrimento …        … Leia Mais →


Veja outras lindas mensagens.



Semana_Santa_Mensagens

Mensagens para a Semana Santa

Em Porwer Point

Varias mensagens em Power Point meditando alguns temas sobre a época da Semana Santa e a Páscoa

… Leia Mais →


Jesus cruz tosca

Sangue  e  Água.

CLIP Musical

Vídeo Clip – Banda Iahweh Paixao de Cristo – Sangue e Água. . . Iahweh – Neblim Vídeo de lançamento do CD “Neblim”, da banda Iahweh. Após mais de 10 anos Conheça a Banda . .

… Veja mais →


Ramos_2

O Domingo de Ramos.

O Domingo de Ramos.

Quantas lições nos deixam essa festa litúrgica! DOMINGO DE RAMOS . A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da hum

… Leia Mais →

Enchei-vos do Espírito Santo de Deus …


Jesus_Quaresma

Quaresma.

Quaresma (do latim quadragésima) é o período de quarenta dias. Liturgia Quaresmal: Sobre o número simbólico de 40 dias

… Leia Mais →


CruzSemanaSanta[1]


O que é a Semana Santa?

Robson Landim

Semana Santa é o tempo em que se encerra o período da quaresma. Ela começa com o Domingo de Ramos …

… Leia Mais → Tags:A Bíblia


Jesus_cruz_sangue

Crucificado

Fabrício Lombardi Ribeiro

O fel que lhe dão por bebida sobre o madeiro sagrado. Espinhos, cravos e a lança que abre seu peito…

… Leia Mais →


Lealdade_Maria_Aos_pes_da_cruz

A Morte de Jesus.

Reportagem Revista Época.

Não somos capazes de mensurar o tamanho do sofrimento de Jesus na Cruz, a revista ISTOÉ divulgou no ano passado uma matéria sobre este sofrimento analisado sob o ponto de vista de um médico

… Leia mais →


O Espírito Repousará Sobre Ti...

feliz_pascoa

A Pascoa Continua.

Jesus Desapareceu!

Causou espanto e admiração a constatação de que o sepulcro estava vazio. Dois dias antes haviam colocado ali o Corpo do filho de Deus…

… Leia Mais →


Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre.

As profecias do antigo testamento diziam que da Virgem nasceria uma criança, a qual se chamaria “EMANUEL” “Deus Conosco”, seria a luz para um mundo que andava em trevas.

… Leia Mais →


ABRAO_11[1]

Ninguém te Ama

como Eu.

Letra da Músiaca com Clip no Youtube

Olhe pra Cruz Esta é a minha grande prova, Foi por Ti porque eu te amo. Veja fotos de Martin Valverde e mais…

… Leia Mais →


ITALY-COURT/CRUCIFIX

Retirando a Cruz e os Símbolos do Cristianismo,,,

Recebi hoje uma notícia segundo a qual uma igreja britânica decidiu retirar uma imagem de Cristo Crucificado da porta de uma Igreja …

… Leia Mais →

Resposta: A Volta de Cristo para a Itália.


paixao-pe-2009

Nova Jerusalém se prepara para você.

Assista ao Maior E melhor espetáculo da Terra! Palco Central – Nova Jerusalém Pernambuco. Os preparativos para a encenação da Paixão de Cristo.

… Leia Mais →.


RanieroCantalamessaMenu[1]

Raniero Cantalamessa

em

“A túnica era sem costura”.

Pregação de Sexta-Feira Santa Na Basílica de São Pedro. 2008-03-21 Frei Raniero fala sobre a Túnica de Jesus que diferentemente do normal na época não tinha nenhuma costura

… Leia mais →


A Paixão de Cristo,

Mel Gibson.

Todo sofrimento retratado neste filme foi apenas uma gota do real sofrimento de Jesus quando morreu a 2000 anos atrás

… Leia Mais →


Paixão de Cristo

Paixão de Cristo

Mel Gibsom Responde!

Eu não Criei a Paixão de Cristo, é uma história Real.

Quem Assistir este filme Poderá se sentir como  um verdadeiro responsável pela Crucifixão de Jesus na CRUZ, já que foi por amor a você que Ele assumiu morrer

… Leia Mais →


O Domingo

De Ramos.

O Domingo de Ramos.

Quantas lições nos deixam essa festa litúrgica! DOMINGO DE RAMOS . A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da hum

… Leia Mais →

Enchei-vos do Espírito Santo de Deus …


cristo-na-cruz

Em Silêncio Deus nos observa, mas Ele não fica totalmente oculto !

presentepravoce

Diz se, que Deus é capaz de realizar qualquer coisa, até mesmo o que é impossível, mas se descobriu que Ele não seria capaz de fazer uma só coisa

… Leia Mais → Uma meditação sobre a lágrima do Pai que cai no momento da morte de Cristo no filme de mel Gibsom.


Corpus_Christi_Lk

Corpus Cristhi

Solenidade do Corpo de Deus.

Ao se aproximar as festividades de Corpus Christi, devemos lançar uma pergunta

… Leia mais →


Jesus_Misericordia

Festa da Divina Misericórdia

“Desejo que, no primeiro domingo depois da Páscoa, a Imagem seja exposta publicamente. Esse Domingo

… Leia mais →


 O Cristo Disfarçado

Em Sua casa – Padre  Léo

Padre Léo conta uma história bem comum hoje em nossos dias.  Para salvar nossas Famílias se todo erro e sofrimento basta encontrarmos o Cristo disfarçado em nossa Casa, o resto virá por acréscimo, leia a História…

… Leia Mais →


milagre-eucarc3adstico-de-buenos-aires[1]

Um Milagre Eucarístico que ficou oculto 12 anos!

Milagre Eucrítico existe mesmo ? Ou é Invenção da Igreja Católica ? Agimos como São Tomé qu … Leia mais →


indicação de leitura:

A Santa Ceia

presentepravoce

A Santa Ceia e o Código da Vinci. Leonardo Da Vinci pintou mesmo um retrato da Ultima Ceia de Cristo? Considerações a respeito de uma ficção aceita por muitos como uma possível verdade encoberta!

…Leia Mais →



FOI DEUS
FOI DEUS

FOI DEUS

PPT – 200 k

Com Deus Não se Brinca


PAIXÃO DE CRISTO

PAIXÃO DE CRISTO

MENSAGENS – PPT


Paixão de Cristo por Canção Nova.



Semeando a cultura de Pentecostes