O Paraíso de Adão e Eva.




O sonho mais comum do ser humano é viver em paz e tranquilidade em um lugar lindo onde o sol brilha sem muito calor e tendo ao alcance da mão o alimento fresquinho e natural sem que para isso seja preciso o mínimo esforço, poderíamos definir este sonho como: “O Paraíso”, evidentemente nos dias de hoje este lugar não existe, pois até mesmo para quem tem muito dinheiro esta tranquilidade custa muito caro e para usufruir de algumas horas deste luxo teremos que suar muito a camisa antes e depois.

A Palavra de Deus se inicia com a narrativa de um lugar semelhante a este e que nele nossos primeiros pais tiveram o privilégio de viverem seus melhores dias, mas que por ironia do destino perderam o direito de viverem eternamente nesta condição em troca de uma simples maçã e agora como consequência para nós restou apenas um sonho e para os que creem na Palavra de Deus algo que é muito mais real do que a própria vida que é a promessa de um dia estarmos novamente ao lado do Pai desfrutando do verdadeiro paraíso eterno.

É como está escrito: Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou (Is 64,4), tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” (I Corintios 2, 9)


A pergunta mais insistente feita nos cursos bíblicos consiste na confirmação da existência de Adão e Eva, E ela puxa outras questões como: Quem garante que eles formaram o primeiro casal? Não haveriam outros casais na terra? Se formavam o primeiro casal, com quem se casaram os seus filhos? e etc…



Palavras da serpente


A pergunta é feita porque nem todos têm a possibilidade de estudar mais a fundo a Bíblia.

Com base em seu texto, a Bíblia fala de um único casal. Na realidade, porém, não esta falando do primeiro casal e sim da formação do Homem e da Mulher. È o jeito de o autor falar. No início, diz ele: Deus fez o homem e a mulher, ou seja, a raça humana teve um começo. E isso ninguém pode negar. Que o homem se chamava Adão e a mulher Eva, isto é relativo. O autor do texto não está dando nomes próprios, mas coletivos. Pois, refere-se aos seres humanos de maneira concreta e prática. Em vez de falar “um primeiro homem, uma primeira mulher”, ele usou dois nomes que não são nomes próprios, e sim, nomes muito concretos: Adão e Eva.

Na língua hebraica esses nomes têm significados e calhavam bem com a intenção do autor. Adão significa: aquele que vem da terra, homem (como em português: Homem= húmus). Eva significa: aquela que dá vida. O autor designa, então, com muita propriedade o primeiro casal como Adão e Eva, querendo dizer: o homem é criado, terreno, material (Adão); a mulher é terrena, material, criada e geradora da vida (Eva). Os nomes designam, então, todo homem, toda mulher e não só o primeiro casal. Portanto, Adão e Eva existiram como existem hoje o homem e a mulher, não necessariamente como nomes próprios.

Numa palavra: o texto ensina que o homem e a mulher tiveram começo e foram criados por Deus.

Por Frei Mauro Strabelli

Extraído do livro Bíblia: Perguntas que o povo faz.

Strabeli, Mauro.  Editora Paulus, 1990


HISTÓRIAS DO PADRE LEO
https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/12/sag-fam-lk.jpg?w=130&h=120&h=120

 

Adão e Eva existiram mesmo?



É uma das perguntas mais insistentes feitas nos cursos bíblicos. E ela puxa outras: quem garante que eles formaram o primeiro casal? Não haveriam outros casais? Se formavam o primeiro casal, com quem se casaram os seus filhos?



Charles-Joseph Natoire (1700-1777)-‘the expulsion of Paradise’-oil on copper-1740 New York-Metropolitan Museum of Art


A pergunta é feita porque nem todos têm a possibilidade de estudar mais a fundo a Bíblia.

Com base em seu texto, a Bíblia fala de um único casal. Na realidade, porém, está falando do Homem e da Mulher. È o jeito de o autor falar. No início, diz ele: Deus fez o homem e a mulher, ou seja, a raça humana teve um começo. E isso ninguém pode negar. Que o homem se chamava Adão e a mulher Eva, isto é relativo. O autor do texto não está dando nomes próprios, mas coletivos. Pois, refere-se aos seres humanos de maneira concreta e prática. Em vez de falar “um primeiro homem, uma primeira mulher”, ele usou dois nomes que não são nomes próprios, e sim, nomes muito concretos: Adão e Eva.

Na língua hebraica esses nomes têm significados e calhavam bem com a intenção do autor. Adão significa: aquele que vem da terra, homem (como em português: Homem= húmus). Eva significa: aquela que dá vida. O autor designa, então, com muita propriedade o primeiro casal como Adão e Eva, querendo dizer: o homem é criado, terreno, material (Adão); a mulher é terrena, material, criada e geradora da vida (Eva). Os nomes designam, então, todo homem, toda mulher e não só o primeiro casal. Portanto, Adão e Eva existiram como existem hoje o homem e a mulher, não necessariamente como nomes próprios.

Numa palavra: o texto ensina que o homem e a mulher tiveram começo e foram criados por Deus.

Por Frei Mauro Strabelli

Extraído do livro Bíblia: Perguntas que o povo faz.

Strabeli, Mauro.  Editora Paulus, 1990


HISTÓRIAS DO PADRE LEO
https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/12/sag-fam-lk.jpg?w=130&h=120&h=120

adao-e-eva-casal-casal-original_956x500


México Urgente !

Em preparação para o Natal no México, a playboy publicou um grande desrespeito a Virgem de Guadalupe, a Igreja Católica e ao próprio Deus.

Desvestindo uma linda mulher a proclamaram “bem aventurada sobre todas as outras mulheres” por sua explêndida formosura, usando textos bíblicos editaram elogios de adoração a uma simples criatura humana, convocando os seus leitores a um verdadeiro culto de idolatria neste Natal…

“Foi publicado neste Blog um fato ocorrido na Venezuela em fevereiro de 2007”

Qual é o Mistério dos Olhos Da Virgem de Quadalupe?

Nesta publicação relatamos um fato ocorrido durante a entronização de uma réplica da Imagem original da Virgem de Guadalupe na cidade de Coro na Venezuela, nesta ocasião um fotografo que tirava fotos do evento, percebeu ao revelá-las que em suas fotos Maria aparecia olhando diretamente para ele, enquanto que em outras fotos ela olhava para baixo como na Imagem original.

O fotografo ficou com um grilinho em seu coração tentando desvendar o que a Virgem de Guadalupe quiz lhe dizer com esta atitude incomum.

O QUE E PORQUE ?

Agora a Playboy Mexicana resolveu provocar os Católicos que são 89% da população do México, a edição de dezembro traz uma modelo de nome “Maria” e usando apenas um manto sobre a cabeça mal cobrindo lhe partes do corpo, a compararam com a mãe de Jesus “Maria Santíssima”, usando os dizeres para a seguinte manchete “Te adoramos, Maria”.

Somente as fotos já seriam uma afronta à Religião Católica, com a Manchete tornou-se uma afronta ao próprio Deus, porque é uma convocação ao culto de “idolatria” da imagem humana, como se a modelo fosse uma deusa, ou se na verdade estivessem realmente dizendo que a beleza humana reinará absolutamente da Virgem de Guadalupe que é tão respeitada naquele país.

Talvez tenham tomado tal iniciativa em represália ao processo sofrido no Brasil, por ocasião da divulgação da foto de uma modelo “Carol Castro” com um “Terço nas mãos”, neste processo as revistas masculinas foram definitivamente proibidas de usar qualquer tipo de imagem que lembra o culto religioso, uma vez que tais revistas nada mais são que um culto ao pecado e conseguentemente vão na contra mão da evangelização.

Na Inglaterra, um dicionário retirou diversos verbetes relacionados a palavras religiosas, incluindo a palavra “MINISTRO” que também indentificaria o próprio governate inglês, ficando claro que a retirada destas palavras do dicionário é uma tentativa de apagar o Cristianismo da memória popular, impondo no futuro um govêrno totalmente fora dos princípios Cristãos.    Estes fatos estão ocorrendo por todo o mundo e fazem parte de uma combinação orquestrada entre os governantes dos países mais desenvolvidos dizendo que a religião retarda o desenvolvimento do homem, mas na verdade é o contrário,  “A Igreja salva o homem de si mesmo”, que quer apenas retirar a dignidade humana nos tornando apenas um numero no computador, podendo ser deletado e eliminado com um simples apertar de botão sem ter que prestar contas a ninguém, nem mesmo a Deus.

Começam dizendo que somos descendentes do “macaco”  e que portanto não existe esta tal de “Semelhança Divina” que deve ser preservada acima de tudo, justificando assim manobras na lei que desrespeitam a vida humana, por sermos meros descendentes de animais, desprovidos de alma ou espírito até depois do nascimento, o pior é que muita gente aceita esta situação e acaba se rebaixando a um simples comportamento animal sem nenhum raciocínio humano, um deles é justamente acreditar em todas estas mentiras que nos contam a respeito da “TEORIA DO EVOLUCIONISMO”, lembre-se, “TEORIA” não é uma verdade comprovada, são apenas suposições que não conseguem nem explicar porque uma pessoa esta viva.    Viver é diferente de se mexer, muitos se mexem mais não estão vivos, um robô por exemplo pode se mexer, mas é ligado ou desligado de acôrdo com a vontade de seu constrolador.

Você por acaso saberia dizer quem é aquele que te controla ?

Quem pode dar a vida ou tirá-la quando bem entender ?

Um assassino pode tirar-lhe a vida sem querer, mas poderá dar lhe a vida mesmo querendo ?

O govêrno da inglaterra tem o direito de controlar as nossas vidas ?

Pois é o que pretendem !

Enquanto alguns apagam as palavras relacionadas a Igreja, outros denigrem a Imagem da Igreja expondo uma mulher nua com um pano sobre a cabeça como se se isso a tornasse semelhante à Virgem Maria, e o pior de tudo, ainda usam uma frase que insita à “IDOLATRIA” do pecado, adorando a imagem de uma pessoa humana.   Sei que estes homens que não leem dicinário, não sabem realmente o que significa aquilo que escreveram e saberão cada vez menos porque os Ingleses apagaram também esta palavra de seu dicionário.

Podemos perceber que o objetivo desta atitude é realmente polemizar, levando a Igreja a tomar atidudes drásticas como foram tomadas no Brasil, para que depois  possam acusar a Igreja de ser retrograda e reacionária, cheia de tabus que retardam o desenvolvimento e não permitem o livre arbítrio, justificando assim mudanças na lei para limitar a atuação da Igreja nos diversos serviços prestados à sociedade de hoje e do futuro.

Eu não vou colocar aqui um Link para a página que comprova o que eu afirmei, justamente porque este é o objetivo de nossos provocadores, chamar a atenção dos nossos olhares ganhando uma propaganda gratuita aos seus produtos pecaminosos, antes mesmo de publicar este post já encontrei os resultados das vendas da primeira edição da revista, fizeram a seguinte observação, “a revista vendeu como se tivesse uma celebridade na capa, isto porque a modelo escolhida era uma desconhecida”, mas a manchete usou o nome da Mãe de Jesus e não o dela próprio apesar de serem homônimas.

Deixarei aqui apenas uma parte da foto que comprova o grande pecado cometido por vários homens que não sabem o que fazem.

maria-play

Tais pessoas não respeitam a Igreja, não respeitam a Justiça, não respeitam a família e nem a dignidade de um homem que age compulsivamente como um animal pensando somente em sexo ao comprar uma de suas revistas, assim eles pensam que estão no controle de todos, porque todos são pecadores e não ousarão atirar a primeira pedra naqueles que provocam o pecado.

Voltemos ao tema inicial, usando apenas flores do campo embrulhadas  no manto  de Juam Diego, Maria formou uma imagem perfeita como uma fotografia de si mesma, que até hoje não se sabe como ela se projeta em nossos olhos já que não existe nenhum tipo de pigmento naquele pano. Quinhentos anos se passaram e a imagem continua lá, intacta e perfeita. Será que esta nova imagem proposta pelos homens irá permanecer por pelo menos 20 anos?

Maria não se ofereceu como Deusa para ser adorada, mas sim como Mãe que acolhe o pequenino e sofredor para resgatá-lo e conduzí-lo até seu filho Jesus que é o único verdadeiramente digno de todo louvor e toda adoração.

Polêmica a vista !

A Revista Playboy Mexicana publicou fotos de uma Modelo chamada “Maria”, a qual apenas com um manto na cabeça se deixou fotografar em um ambiente que lembra uma Igreja.

Se a foto fosse publicada sem nenhuma frase adicional, nem perceberiam do que se tratava, mas a provocação ficou evidente quando usaram como manchete a palavra “Adoração” inadvertidamente e inapropriadamente na capa da revista, convocando a todos a cometerem um pecado muito mais grave do que apenas ver fotos em uma revista, é lógico que, isto fica bem claro apenas para aqueles que acreditam em Deus, uma vez que:

O primeiro mandamento da lei de Deus Diz:

(São Lucas 10,27)
Respondeu ele: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento (Dt 6,5); e a teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).

(Êxodo 20,5)

“Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. Eu sou o Senhor, teu Deus, um Deus zeloso que vingo a iniqüidade dos pais nos filhos, nos netos e nos bisnetos daqueles que me odeiam,”

Então Jesus disse-lhe: “Sai, Satanás, porque está escrito: ‘somente ao Senhor adorarás e somente a ele servirás‘”. Finalmente o demônio se retirou e logo os

Certamente os publicitários que editaram este texto não sabem e nem imaginam o que realmente escreveram e, portanto caem naquelas palavras de Jesus que perdoaram os seus assassinos dizendo:

Pai perdoa-os porque não sabem o que fazem…

maria-play

Uma palavra eu tenho certeza de que eles sabem muito bem o seu significado correto, “PREJUÍSO”, e isto só ocorrerá quando aqueles que realmente acreditam em Deus,”já que são maioria no México”, não buscarem o pecado às escondidas como costumam fazer nos dias de hoje, o exemplo está nesta situação contraditória, uma revista que vende o pecado se acha no direito de usar uma imagem que é símbolo de Santidade para atrair os inadvertidos para o lado errado da vida em plena época de Advento.