Conversão em massa entre refugiados Muçulmanos na Alemanha.


Surpreendente conversão de muçulmanos à fé católica espanta países ocidentais.


5799_12_47eaeba4b4cf2[1]


Não se pode ver aquilo que está oculto e nem conhecer aquilo que não for revelado.

Não se pode amar aquilo que não se conhece.


BERLIM — Centenas de milhares de refugiados muçulmanos converteram-se ao cristianismo nos últimos meses. Embora em alguns dos seus países de origem a conversão seja vista como um delito que pode ser punido até com a pena de morte, as igrejas alemãs, protestantes e católicas, voltaram a celebrar missas com bancos lotados. Em algumas, como na da Trindade, no bairro berlinense de Steglitz, cerca de 80% dos fiéis são ex-muçulmanos.

Para o pastor Gottfried Martens, que já batizou 1.200 convertidos, os refugiados desejam romper definitivamente com o passado e aumentar suas chances de integração na sociedade alemã.

— Eles cresceram na crença de pertencer à melhor religião do mundo, mas começaram a questionar isso depois que, em nome da religião, foram cometidos tantos atos de violência — sustenta Ottenberg. (…)

Por outro lado, islamistas e fundamentalistas bombardeiam os novos cristãos com ameaças. Um estudo da Open Doors revela que muitos convertidos desistem do batismo na última hora com medo de pôr em risco os parentes que ficaram em seus países.

Mesmo em alguns locais que passaram pela Primavera Árabe, como o Egito, a conversão ao cristianismo é vista como um delito na sociedade muçulmana. Parentes dos convertidos podem ser alvo de represálias.

— Para os refugiados, o problema não é apenas os conflitos naturais que podem surgir entre os vindos das regiões de crise, traumatizados pela guerra e pela fuga, que vivem com frequência em abrigos lotados. O mais alarmante é o fato de que os fugitivos cristãos e de outras minorias religiosas cada vez mais são alvo da mesma perseguição e discriminação das quais eram vítimas nos seus países de origem — diz Daniel Ottenberg.

Praticamente todos os participantes da missa de domingo passado na Igreja da Trindade já passaram pelo trauma da perseguição religiosa, mas a maioria vê a nova religião como a perspectiva de uma vida melhor.


586462276-


Evangelho em farsi e árabe

Na opinião do afegão Ali Mirzace, o fundamentalismo, as guerras religiosas e a brutalidade do Estado Islâmico ou dos talibãs dividem os jovens muçulmanos. Enquanto uns adotam a doutrina do Islã político, outros desenvolvem uma aversão contra a própria identidade cultural, da qual se julgam vítimas.

— Tudo continua difícil, mas acreditar em Jesus nos ajuda a enfrentar as adversidades — sustenta.

O amigo Mohamed Hakime, de 17 anos, também é afegão. Os dois se conheceram durante a fuga através do Mar Mediterrâneo, no ano passado, em um momento no qual o barco parecia que ia afundar. (…)

O batismo é para eles a conclusão de um processo de abandono definitivo do passado. Há um clima de entusiasmo. Todos os frequentadores da Igreja da Trindade de Steglitz acompanham a missa com o manual que oferece o texto e os cantos em alemão, com tradução para farsi e árabe. E todos cantam juntos.

A missa dura quase duas horas, ninguém vai embora quando termina. A festa da eucaristia continua no salão paroquial, onde os alimentos trazidos pelos visitantes e preparados pela paróquia são divididos.

Nesses momentos, lembra Ali Mirzace, eles conseguem esquecer as dificuldades que nunca acabam. Como os refugiados não têm muita privacidade nos abrigos coletivos, onde precisam dividir quartos uns com outros, logo que um aparece com um terço, uma Bíblia ou começa a frequentar uma igreja cristã torna-se alvo da hostilidade.

O curdo sírio Sava Soheili, de 27 anos, está desde o ano passado em Berlim. Desde o início do ano, é um luterano fervoroso que gosta de mostrar o crucifixo pendurado em um cordão de ouro. Soheili afirma que os convertidos são, na opinião dos fundamentalistas, “verdadeiros criminosos que merecem a pena de morte”.

— Nós somos considerados kuffars, palavra que para os muçulmanos fundamentalistas significa um descrente que cometeu um grave crime religioso. Os kuffars são vistos como criminosos religiosos que merecem a pena de morte — explica.

Segundo o pastor Gottfried Martens, a igreja e o Estado tentam proteger os refugiados cristãos, mas é difícil uma solução porque trata-se de um problema bastante complexo.

— Uma possível solução seria criar abrigos para refugiados cristãos, mas a separação dos convertidos ofereceria um outro risco — disse.

A prefeitura de Berlim também recusou a criação de abrigos para convertidos alegando que, separados, esses refugiados ostentariam abertamente a sua condição como um estigma e assim poderiam tornar-se um alvo fácil de terroristas.

Mostafa, um iraniano de 23 anos, diz que a opção pelo cristianismo é também pela liberdade individual.

— Há também casos de cristãos que se convertem ao Islã, mas não há com certeza nenhum que por isso tenha sido perseguido — desabafa.

Luteranismo e catolicismo são as opções

O iraniano Ali, de 29 anos, lembra, porém, que muitos não são culpados pela imagem deturpada que têm de outras religiões.

— Em muitos países muçulmanos, há um processo de lavagem cerebral. E o pior é que acreditamos mesmo em tudo o que dizem. Só quando chegamos a um país livre temos a chance de abrir os olhos e ver que os muçulmanos não são melhores do que pessoas de outras religiões.

Ali e Mostafa foram batizados antes de aprenderem o idioma alemão. O curso de catecismo foi feito em farsi. Dependendo do lugar onde moram, os refugiados interessados no cristianismo optam pela igreja luterana — em Berlim, a religião da maioria — ou pelo catolicismo — dominante na região da Renânia, como na cidade de Colônia, que tem a famosa catedral.

Mas as pessoas nessas igrejas, pastores, padres e fiéis, convivem com o medo. A proteção é discreta. Na entrada da Igreja da Trindade, três homens cuidam da segurança. Com a desculpa de distribuir os manuais de orações e cantos, eles avaliam todos os que chegam. Durante toda a missa, ficam atentos para qualquer eventualidade com o número da emergência da polícia gravado nos celulares.

Fonte: O Globo


Palavras_ao_vento Cristofobia_2

Parábola do casebre e da vaquinha.


A Parábola do Mestre e da Vaca – Sabedoria Oriental – Chinesa
Mestre Taoísta e Discípulo numa jornada de busca e sabedoria


Família Pobre e sua Acomodação


Casebre_familia_pobre


Um sábio mestre Taoísta e seu discípulo andavam pelo interior da China há muitos dias e procuravam um lugar para descansar durante a noite. Avistaram, então, um casebre no alto de uma colina e resolveram pedir abrigo àquela noite. Ao chegarem no casebre, foram recebidos pelo dono, um senhor maltrapilho e cansado. Ele os convidou a entrar e apresentou sua esposa e seus três filhos. Durante o jantar, o discípulo percebeu que a comida era escassa até mesmo para somente os quatro membros da família e ficou penalizado com a situação. Olhando para aqueles rostos cansados e subnutridos, perguntou ao dono como eles se sustentavam.


Vaquinha_magra


O senhor respondeu – “Está vendo àquela vaca lá fora? Dela tiramos o leite que consumimos e fazemos queijo. O pouco de leite que sobra, trocamos por outras mercadorias na cidade. Ela é nossa fonte de renda e de vida. Conseguimos viver com o que ela nos fornece” – O discípulo olhou para o mestre que jantava de cabeça baixa e terminou de jantar em silêncio. Pela manhã, o mestre e seu discípulo levantaram antes que a família acordasse e preparavam-se para ir embora quando o discípulo disse – “Mestre, como podemos ajudar essa pobre família a sair dessa situação de miséria?” – O mestre então falou – “Quer ajudar essa família? Pegue a vaca deles e empurre precipício abaixo” – O discípulo espantado falou – “Mas a vaca é a única fonte de renda da família, se a matarmos eles ficarão mais miseráveis e morrerão de fome!” – O mestre calmamente repetiu a ordem – “Pegue a vaca e empurre-a para o precipício!”. O discípulo indignado seguiu as ordens do mestre e jogou a vaca precipício abaixo, e ela morreu.


Vaquinha_magra


Alguns anos mais tarde, o discípulo ainda sentia remorso pelo que havia feito e decidiu abandonar seu mestre e visitar àquela família. Voltando a região, avistou de longe a colina onde ficava o casebre, e olhou espantado para uma bela casa que havia em seu lugar. Ele pensou – “De certo, após a morte da vaca, ficaram tão pobres e desesperados que tiveram que vender a propriedade para alguém mais rico” -Aproximou-se da casa e, entrando pelo portão, viu um criado e lhe perguntou – “Você sabe para onde foi à família que vivia no casebre que havia aqui antigamente?” – O criado respondeu – “Sim, claro! Eles ainda moram aqui, estão ali nos jardins” –  e apontou para a frente da casa. O discípulo caminhou na direção da casa e pode ver um senhor altivo, brincando com três jovens bem vestidos, e junto uma linda mulher. A família que estava ali não lembrava em nada os miseráveis que conhecera tempos atrás.

Quando o senhor avistou o discípulo, reconheceu-o de imediato e o convidou para entrar em sua casa. O discípulo quis saber como tudo havia mudado tanto desde a última vez que os viu. O senhor então explicou – “Depois daquela noite que vocês estiveram aqui, nossa vaquinha caiu no precipício e morreu… Como não tínhamos mais nossa fonte de renda e sustento, fomos obrigados a procurar outras formas de sobreviver. Descobrimos muitas outras formas de ganhar dinheiro e desenvolvemos habilidades que nem sabíamos que éramos capazes de fazer” – O discípulo não podia acreditar no que estava ouvindo  – Ele continuou – “Perder aquela vaquinha foi terrível, mas aprendemos a não sermos acomodados e conformados com a situação que estávamos. Às vezes precisamos perder para ganhar mais adiante” – Só então o discípulo entendeu a profundidade do que o seu ex-mestre tinha percebido.

Procure em sua vida se não há uma vaquinha para empurrar no precipício ou se alguma já caiu e você não percebeu que foi algo bom. Perder um emprego, acabar um relacionamento e outras tantas outras coisas traumáticas são como marcos em nossas vidas, servem para mostrar que você passou por ali e sobreviveu, ficou melhor e mais forte. Se sua vida mudou por uma circunstância dessas, pense! Mesmo que pareça ruim agora, tudo poderá te levar a um caminho melhor, você só precisa perceber isso.

Credito: Parábola Budista, ou Taoísta popular no extremo oriente, autor desconhecido.

Sem a dependência da Vaca, a família procurou outros meios de sobrevivência, e assim


 

O_rico_e_o_pobre O_equilibrista_e_a_Fé


Viver para o Senhor Jesus!



“É nas dificuldades e nas tribulações que enfrentamos diariamente na vida que entendemos a verdadeira necessidade de realmente VIVER para O SENHOR”



Um acidente aéreo que ficou na história!


December 1972, Chile --- Sixteen survivors of a Uruguayan Fairchild F-227 plane crash survived for 70 days in the Andes, less than 160 km away from Santiago. The plane had been chartered by the rugby team of the Old Christian Catholic school of Montevideo and was carrying players as well as supporters on their way to a game against a Santiago team. --- Image by © Group of Survivors/CorbisSexta feira – 13/10/1972, um avião da Força Aérea Uruguaia estava levando uma equipe de rúgbi da faculdade para jogar uma partida no Chile. Enquanto voava sobre as montanhas dos Andes o piloto relatou sua localização para os controladores de tráfego aéreo e foi liberado para começar sua decida para o pouso no Chile. Devido à cobertura de nuvens, ventos contrários e erros de cálculo o procedimento foi iniciado muito cedo. Como resultado, o avião caiu em um pico sem nome perto Argentina. Doze pessoas morreram no acidente. Os sobreviventes tiveram de suportar a fome, com medo nas montanhas, e as temperaturas de 30 graus abaixo de zero-durante a noite. A maioria dos sobreviventes perderam a esperança quando eles ouviram pelo rádio que as buscas haviam cessado. Eventualmente, dois dos sobreviventes decidiram cruzar as enormes montanhas para chegar ao Chile. Em 22 de dezembro de 1972, depois de terem ficado isolados por 72 dias, o mundo descobriu que ainda restavam 16 sobreviventes que venceram a morte nas montanhas dos Andes. Aquelas poucas pessoas sobreviveram em circunstâncias aparentemente impossíveis para o homem. (fonte: Wikipedia)


tempestade-no-mar[1]


Enquanto você lê este texto eu sei que há algumas pessoas que estão enfrentando tribulações que parecem ser circunstâncias impossíveis de ter solução, sei disso, pois eu mesmo enfrento problemas desta natureza agora. Você pode estar enfrentando uma situação que parece não existir mais esperança de solução. Você olha para as suas circunstâncias atuais e sente que não há nenhuma rota de fuga, nenhuma luz no fim do túnel. Quando você examina suas opções você não sabe como você poderá sobreviver a tudo isso.

Gostaria de trazer-lhe algum incentivo hoje, um alívio constatando algumas verdades. Quando olhamos para a Palavra de Deus vemos que há esperança quando as coisas parecem estar totalmente sem esperança. As coisas podem parecer impossíveis para você, porém para Deus tudo é possível! Quando somos impotentes devemos lembrar que servimos aquele que é todo-poderoso. Mesmo quando não sabemos o que o futuro nos reserva, mas nós sabemos que Ele tem o futuro nas mãos!

Selecionamos um texto onde o Profeta Elias encontrou-se em uma situação difícil. Neste ponto de sua vida, teria sido fácil para ele ficar desanimado. Ele pode ter sido tentado a sentir pena de si mesmo. Quando ele olhou para suas circunstâncias Tenho certeza que ele ponderou o que Deus estava fazendo. Mas o homem de Deus foi fiel em meio à grande dificuldade. E Deus foi fiel para sustentá-lo e protegê-lo.

Se você está no meio de uma grande tempestade… Se você está hoje andando através de um profundo vale escuro…. Eu quero que você veja através da história de Elias apenas como você poderia ainda sobreviver. Vamos examinar estes versos e veja “Como sobreviver nestas circunstâncias”.

O primeiro passo para “Sobreviver na tribulação” é a “Viver para o Senhor”.


jesus-tempestade-07[1]


1 – Viver para o Senhor


Esta é a maneira de sobreviver em qualquer circunstância adversa, mas poderia ser também esta a própria causa de suas atuais dificuldades.

Este foi o caso do Profeta Elias:

Acab foi o sétimo rei de Israel. Sua esposa era Jezabel e ela tinha uma má influência sobre o Rei. Elias era um profeta de Deus nesta mesma época. O Senhor enviou-o a confrontar o Rei. Por causa da maldade de Acab o Senhor iria causar uma grande seca na Terra. Essa seca iria durar 3 anos e meio. O julgamento de Deus afetaria toda a nação. Havia muitas pessoas justas neste tempo (Elias sendo um deles) Mas o justo não seria imune ao impacto desta seca. Nem todas as questões de Elias que foram gravados nestes versos foram infligidas por Acab. Elias não estava sofrendo por causa de seu do pecado em sua vida. A razão que Elias se encontrava nesta situação é porque o Senhor concebeu dessa maneira, mas ele e a viúva de Sarepta foram preservados com o mínimo necessário durante todo este tempo.

Você e eu vivemos em um mundo corrompido pelo pecado e se desviando cada vez mais dos planos de Deus, é realmente uma geração decaída e corrupta. Mesmo que nós sejamos filhos amados de Deus e fieis à sua vontade não estaremos isentos de problemas e aflições. Nesta vida, sofremos as conseqüências devastadoras do pecado do homem, aquecimento global, guerras, enchentes, mudança de clima, crises, poluição, epidemias e tsunamis, tudo isso acaba por atingir tanto os maus como os bons.

Quando vivemos para o Senhor … Quando estamos totalmente entregues à vontade do Senhor… Poderemos enfrentar dificuldade também como um resultado direto de nossa obediência.

Saeed Abedini é um cristão convertido do islamismo que atualmente esta preso no Irã por pregar o evangelho de Cristo. Ele foi condenado a oito anos de prisão, supostamente sob a acusação de atentar contra a segurança nacional através de reuniões religiosas privadas em lares cristãos no Irã. (fonte Wikipedia) Este homem convertido ao cristianismo saindo do islamismo tem dedicado sua vida a promover o Evangelho. Ele não está na prisão por estupro, homicídio ou por traição. Ele está na prisão por ser cristão e assim como ele outros também sofrem o mesmo destino em outros países e ainda muitos são mortos em países na África apenas pelo fato de se declararem Cristãos. (*)Cristofobia

Há algumas pessoas que conheço que se encontram atualmente afastadas de seus Ministérios. Não porque fizeram algo errado, mas porque se recusaram a comprometer a Palavra de Deus! com alguma coisa incorreta e fora da vontade do Pai, desta mesma forma foram muitos os Santos que sofreram perseguições até mesmo de seus companheiros dentro da Igreja.

Alguns de vocês são 100% dedicados, foram comprados pelo sangue do cordeiro para serem autênticos servos de Cristo. Você é fiel no estudo da palavra, ora constantemente, faz caridade, dá testemunho de vida, adora a Deus e o serve. Você é obediente e está no centro da vontade de Deus. Mas você está também enfrentando grandes dificuldades na vida “comum” como descrevemos aqui. Você tem contas que você não consegue pagar. Você recebeu um diagnóstico terminal do médico. Alguns de seus filhos se rebelaram, outros filhos se viciaram em drogas. Seus filhos podem estar na cadeia ou enfrentam processos de prisão. Seus filhos podem ser consumidos pelo alcoolismo. Seus filhos podem estar envolvidos no homossexualismo. Você vive com uma pressão constante sobre a sua situação. Há algumas pessoas cristãs fiéis que leem agora este texto que passam por muitas dificuldades em seus matrimônios que estão falhando ou já ruíram completamente. Alguns de vocês tiveram que enterrar bebês e ou cônjuges. Alguns de vocês estão no meio de uma grande tempestade e você se encontra implorando a misericórdia de Deus… Por quê?

Talvez você tenha chegado ao ponto de culpar a Deus por causa de sua situação atual. Infelizmente, existem alguns que têm ido tão longe como a se rebelar e dar as costas ao Senhor. Caro amigo, a única esperança que você tem para “sobreviver nestas circunstâncias” é viver 100% para o Senhor.

Nós não estamos prometendo que, se vivemos para Ele não iremos enfrentar problemas, uma vez que a cruz é o nosso melhor instrumento de Salvação. Nós não temos nenhuma garantia de que, se vivemos para o Senhor, Ele irá remover o nosso problema. De fato, há prova bíblica que muitas vezes sofremos por causa da nossa posição para com o Senhor. Mas você pode ter certeza que se você viver para Ele, Ele te protegerá… Mesmo no vale das sombras da morte!! Você pode ser tentado a se virar contra o Senhor… Não!!! Não importa o que você esteja enfrentando, se você deseja sobreviver e ser vitorioso sobre estas circunstâncias … Deve viver para o Senhor!!!


– A segunda coisa que você deve fazer para “Sobreviver a estas circunstâncias” é:


cansado-de-ouvir-porcaria[1]


2 – Escutar o Senhor 


2. Em seguida, a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: 3. Vai-te daqui; retira-te para as bandas do oriente e vai esconder-te na torrente de Carit, que está defronte do Jordão.


Quando você viver para o Senhor, Ele vai falar com você! Ele vai levar você através do vale que você está dentro. O Senhor falou a Elias, e disse-lhe para onde ir e o que fazer. Quando você está enfrentando um momento de grande dificuldade que pode não ser fácil de ouvir o Senhor. Quando Ele fala, você pode até não gostar do que Ele disser!

  1. Ele pode dizer-lhe para ir a algum lugar que você não quer ir:

Deus disse a Elias para “ir e se esconder pelo ribeiro de Carit”. A palavra “Carit” significa “para cortar, cortar”.

– Carit era um lugar escondido. Por natureza, era um lugar de difícil acesso e solitário.

Nas circunstâncias difíceis da vida podemos encontrar-nos sozinhos. Mas tem sido bem dito que “quando Jesus é tudo que você tem, Ele é tudo que você precisa“!

– Todos nós temos sonhos e desejos nesta vida. Há certos lugares que queremos ir e as coisas que queremos fazer. Mas às vezes nossos planos são muito diferentes do plano de Deus.

Como Elias encontrou-se sozinho se acampando por neste riacho murmurante, ele estava em um lugar onde o Senhor poderia ensinar-lhe alguma coisa. Elias aprendeu sobre confiar em Deus. Ele aprendeu que, na pior das circunstâncias Deus ainda estava presente. E quando os recursos eram poucos, ele aprendeu que o Senhor proveria! Se você vai ser fiel e obediente você vai aprender essas mesmas verdades!

Houve uma ocasião na vida dos discípulos que Jesus disse-lhes para entrar no barco e navegar para o outro lado do lago sem Ele e que mais tarde depois de orar ao Pai seguiria ao encontro deles. Assim eles fizeram e acabaram no meio de uma grande tempestade. Jesus até pode nos enviar para o meio de uma tempestade ou para o meio de uma matilha de lobos famintos. Mas lembre-se sempre de que Ele pode andar em cima dos mares tempestuosos, Ele pode saciar a fome e segar os cães que estão à espreita afastando-os das ovelhas indefesas. Ele nunca vai deixar ou abandonar você, e quando Ele escolhe, Ele pode falar a paz esteja convosco e ainda acalmar a tempestade em sua vida. Lembre-se também que, quando Ele envia você dentro de uma tempestade, deve existir uma razão para isso!! Mesmo que nós não possamos compreendê-lo no momento, ele tem um plano para nossas vidas!!

– Não só vemos que o Senhor nos diz para ir para onde não queremos ir…. Nós também vemos que:

  1. Ele pode dizer-lhe para ficar num lugar que você não quer permanecer.

Talvez não tenha sido uma grande luta para Elias ir para o rio Carit, para começar. Mas ele pode ter atingido um ponto em que ele estava pronto para passar para outra coisa. Ele está sozinho, ele não tem posses e foi sobrevivendo com as necessidades básicas. Alguns de vocês têm lutado batalhas por um tempo muito longo. Algumas de suas lutas tem sido sobreviver no meio de circunstâncias difíceis por muitos meses ou mesmo anos. Você está exausto e cansado… Você está frustrado e desanimado… Você está pronto para receber algum alívio e você quer que seus problemas terminem.

São Paulo estava em uma situação similar. Ele foi para o Senhor 3 vezes e pediu a Ele que removesse um “espinho na carne”.  Deus disse a Paulo em – (2 Coríntios 12, 9) … A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.

– Hoje o Senhor pode estar dizendo para você ficar em algum lugar que você não quer ficar. Você pode reivindicar essa mesma promessa… Deus está lhe dizendo que Sua graça é suficiente para você!!! Você ainda está onde você está porque Ele ainda está trabalhando em você! Ele ainda está ensinando, formando e purificando você! Você pode não gostar, mas Ele pode ter planos para deixar você por nesse riacho um pouco mais. Se você deseja sobreviver nestas circunstâncias você deve estar disposto a ouvir, mesmo quando você não gosta do que Ele esteja falando!


– Vemos também através da história de Elias que, a fim de sobreviver nas tribulações, devemos:


Jesus_crucificado_visao_pe_da_cruz



3. Olhar para o Senhor



– v4 Beberás da torrente, e ordenei aos corvos que te alimentem.


Deus foi fiel em sua promessa. Ele sustentou seu profeta. Todos os dias os Corvos lhe traziam pão e carne e bebeu a água do riacho. Estou certo de que Elias se cansou de pão, carne e água. Eu não ficaria surpreso se ele desejasse uma mudança de cenário. Mas Elias resistiu à tentação de tomar o assunto em suas próprias mãos. Ele não saiu para caçar. Ele não procurou outro riacho. Ele não olhou para outra morada. Se ele tivesse ido a qualquer outro lugar, ele teria morrido de fome. Deus havia ordenado provisões para Elias, mas Ele lhes havia ordenado a ser entregue naquele lugar e não noutro.

Há alguns de vocês que estão bem no centro da vontade de Deus e você está enfrentando circunstâncias difíceis. Mas há alguns de vocês que estão enfrentando circunstâncias desastrosas e a razão é porque você tomou o assunto em suas próprias mãos e você não está onde Deus quer que você estivesse. Se você não está onde Ele quer que você esteja… Você não pode contar com a Sua proteção ou Suas provisões! Se você estiver indo para sobreviver e vencer as dificuldades… você deve olhar para o Senhor e só Ele !!! — Junto com escuta e olhando para o Senhor, devemos também:


Jesus-ajudando-um-menino[1]


4 – Apoiar-se no Senhor 

– v5 – Elias partiu, pois, segundo a palavra do Senhor, e estabeleceu-se junto à torrente de Carit,


Sobreviver com os problemas na dificuldade exigirá muita fé. O Senhor disse a Elias para onde ir e o que fazer e foi exatamente o que ele fez.  

– Essa seca devastou a terra. A água secou. Não houve chuva ou orvalho. Toda a grama morreu. Da mesma forma as plantas e culturas murcharam. Sem dúvida, muitos dos animais morreram de fome. A única esperança que Elias tinha era a de confiar no Senhor.

Meu amigo, não importa o que você está enfrentando, a sua única esperança para sobreviver aos seus problemas é “apoiar-se no Senhor” !!! Como Elias, você pode estar sozinho nesta tempestade. Sua família, não pode ajudar, seus amigos não podem ajudar, o Padre, o pastor ou os irmãos da igreja não podem ajudar. Olhe para a única pessoa que pode ajudá-lo! Renda-se ao Senhor inteiramente, quem sabe por que você está lá! (Ele te colocou ali por um motivo !!) Confie somente n’Ele que irá prover para você o necessário, enquanto você permanecer lá! Confie somente naquele que irá protegê-lo enquanto você está aí!

Confie n’Ele quando as dúvidas sombrias lhe atacarem, Confie n’Ele quando a tua força diminuir, Confie nEle quando simplesmente só lhe restar esta opção, parece ser esta a coisa mais difícil de todas.

Confie nEle, Ele é sempre fiel, Confie nEle, pois sua vontade é o melhor para você, Confie nEle, pois o coração de Jesus é o único lugar de descanso.

Essa seca durou 3 anos e meio em Israel. Deus não deu a Elias uma agenda detalhada do que iria ocorrer. Deus simplesmente disse a Elias para obedecer e foi isso que ele fez. Deus não vai nos contar todo o futuro que esta reservado. Ele não nos dá um cronograma de eventos antes do tempo. Mas Ele nos dá uma direção e se nós estamos indo para sobreviver nas dificuldades, devemos apoiar-se totalmente n’Ele !!


Jesus_ensinando_sinagoga_1800x1200


Há uma verdade final sobre a sobrevivência nas tribulações que eu gostaria de considerar. Nos versos 6-7, vemos que devemos:


  1. Aprender do Senhor

    – v6 E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã, como também pão e carne à tarde; e ele bebia do ribeiro. 7 E aconteceu que depois de um tempo, o ribeiro secou, ​​porque não tinha havido chuva na terra.


Ao longo do tempo a seca piorou, o ribeiro secou. A fonte de vida sustentável ​​de água para Elias tinha ido embora. Mas Elias não se mexeu até que a Palavra do Senhor veio para dizer-lhe o que fazer. Lembre-se disso, Deus não ficou surpreso quando o riacho secou. Era tudo parte de Seu plano. Mesmo antes de o ribeiro secar Deus sabia o próximo passo a ser dado por Elias. E quando as circunstâncias parecem estar sem esperança, ele não foi SURPREENDIDO … Ele tem um plano !!

Você pode não saber o futuro, mas Deus sabe o próximo capítulo na sua história! Alguém disse com razão que “a vontade de Deus nunca irá levá-lo onde a graça de Deus não pode mantê-lo”. Não importa o quão ruim as coisas poçam ficar … se você é um filho de Deus, Ele estará sempre lá com você! E Ele nos deu uma grande promessa em – (Romanos 8,28).  “E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

– Essa é uma promessa que nós podemos nos agarrar sempre nela !!

Até este ponto Elias tem sido fiel. Mas há uma mudança em suas circunstâncias aqui no versículo 7. O riacho seca! Se Elias tinha sido um mau cristão Eu acho que é assim que ele teria respondido.

Você até pode ouvi-lo murmurar:?!?!

“Senhor, eu tenho sido fiel a Ti a minha vida toda… como você pôde deixar isso acontecer comigo? Eu fiquei neste riacho murmurante porque você me mandou vir para cá e eu comi carne com mal cheiro entregues a mim por essas aves desagradáveis! Dia após dia eu tenho sofrido frio e calor e comido este pão seco e bebido dessa água impura!! Agora o que aconteceu?!?! Como vou sobreviver?!?! Por que você fez isso comigo Senhor?!?! Onde está o benefício em servi-lo?!?!

Eu desisto, vou cair fora dessa vida !! ..

Eu só vou cuidar de mim mesmo a partir de agora !! “

Isso não vos soa muito familiar? Soa familiar para mim e para alguns de vocês, porque essa era a nossa resposta às nossas dificuldades. E, em vez de aprender com o Senhor, você está agora sofrendo as conseqüências de sua rebelião! Mas Elias não respondeu dessa maneira. A razão é que ele tinha aprendido com o Senhor. Ele tinha visto que Deus foi fiel lhe protegendo e fornecendo o necessário. E embora ele não estivesse comendo bife à milanesa com batata frita e bebendo champagne em taças de cristal, Deus havia sofrido junto com ele até agora e Elias confiava nele para conduzir e prover no futuro.

O que Elias não sabia era que Deus estava o preparando para algo especial. Houve uma grande missão no horizonte para este homem fiel de Deus. Num futuro próximo, Deus voltaria a enviar Elias para confrontar Acab. Há em Mt. Carmel houve um grande confronto. Elias orou e Deus enviou fogo do céu. No final, Elias matou 45 dos profetas de Baal. E, finalmente, por causa da ousadia e fidelidade a Deus, Elias recebeu a glória!

Deus pode ter colocado você em uma situação muito difícil. Você pode ter estado em um vale tenebroso por um longo tempo … … Muito tempo! Você pode ter tido que ir onde você não queria. Você pode ter tido que ficar muito mais tempo do que você queria ficar onde não queria. Você pode ter tido que suportar coisas que você nunca quis suportar. E depois de tudo isso, parece que o seu riacho murmurante está secando de vez. Você não sabe se você pode dar mais um passo. Você não sabe como é que vai passar mais um dia. Sua situação parece sem esperança e você se sente impotente. Você está implorando a Deus: “Como posso sobreviver nestas minhas circunstâncias atuais” ???

A resposta é clara – viver para o Senhor, escutar o Senhor, olhar para o Senhor, Confiar no Senhor e aprender com o Senhor! Quando é o momento certo você vai ver que vale a pena obedecer. E você vai ver que você realmente PODE SOBREVIVER e vencer as TRIBULAÇÕES DO VIVER.

http://www.sermoncentral.com/sermons/how-to-survive-your-circumstances-kevin-l-jones-sermon-on-trials-and-difficulties-196291.asp


http://www.youtube.com/watch?v=iWLRKQyzbQQ


Salva_me_Senhor
Consertar_o_mundo Tende_Misericordia_Senhor

O Padeiro Espanhol.



Historia real que faz parte do texto de abertura do livro Ide e evangelizai os Batizados de Jose H. Prado Flores demonstrando que os Cristãos Batizados de hoje não tem um conhecimento pleno do significado desta palavra “BATISMO” e nem das consequências deste Batismo em nossas vidas. Nosso objetivo é redescobrir o significado deste primeiro anuncio do evangelho “O Kerigma” que culmina na preparação para o primeiro Sacramento da Igreja e a integração de cada um de nós como “VERDADEIROS” filhos e herdeiros de Deus. 


Rodrigo Lombardi

Rodrigo Lombardi – Padeiro



Objetivo do tema: Crer e experimentar o amor pessoal e incondicional de Deus, que é nosso Pai.


Durante a guerra civil espanhola, muitos espanhóis emigraram para o México.  Entre eles veio um jovem de 18 anos, Venâncio Fernandez.   O único problema que Fernando não teve durante a penosa travessia foi ter que pagar excesso de bagagem.  Trazia apenas duas camisas e uma calça remendada.

Chegou a Vera Cruz, onde começou a trabalhar em uma tenda de conterrâneos de um tio seu.   Anos após, casou-se e montou uma padaria na cidade de Puebla.   Com muito sacrifício, esforço e economias conseguiu juntar um pouco de capital e transferiu-se para a cidade do México com toda a sua família, onde continuou com seu trabalho de padeiro.   As pessoas já não mais o chamavam “Venâncio”.  Agora era “Senhor Venâncio”: pessoa honrada e respeitada que fumava um grosso charuto e poupava o máximo possível.

Ao completar 20 anos de sua chegada ao México, uma agência de viagens mostrou-lhe como seria econômico levar sua família até a Espanha de navio.  Havia uma promoção especial para famílias e ele não podia perder esta oportunidade.


Promoção_Viagem_famiulia_navio


A esposa do Senhor Venâncio, que aproveitava todas as ofertas, convenceu seu marido a gastar algumas economias em uma tranquila excursão pela Espanha.

Entretanto o Senhor Venâncio pretendendo economizar o mais possível no trajeto marítimo, antes de embarcar em Vera Cruz fez, na sua padaria, alguns pães bastante grandes, comprou uns 15 quilos de queijo e embarcou rumo a terra de seus antepassados.

No primeiro dia, todos comeram, com satisfação, o pão fresquinho com fatias de queijo novinho.  No dia seguinte, tão satisfeitos estavam que não fizeram qualquer restrição em repetir o mesmo cardápio de pão com queijo.   Depois, comeram queijo com pão, e, depois ainda pão com queijo.   No quinto dia, comeram pão, queijo e pão, e, no outro dia, pão e queijo.  No fim da semana, seus rostos tinham uma cor amarelada de queijo.  Ninguém chegava perto deles, crendo que estivessem com hepatite.

Por fim, no dia em que chegavam ao porto espanhol, deram-se conta de que o esforço para comer aquele pão mais os enfraquecia do que fortalecia.  A esposa do senhor Venâncio convenceu-o, então, de que deveriam celebrar a sua chegada à Espanha com um jantar delicioso e farto no restaurante de primeira classe do navio.  De uma coisa estavam certos; nessa noite não comeriam nem pão e nem queijo.

– Onde seria o restaurante da primeira classe?  Perguntou o senhor Venâncio ao comandante da tripulação.

– Permita-me ver sua passagem – pediu o oficial.

– Puxa! – reagiu o senhor Venâncio.  – Eu vou pagar, que para isso tenho me matado de trabalhar nesses vinte anos.

– Desculpe – respondeu o oficial.  – Mas no restaurante de primeira classe só podem entrar passageiros com bilhete de primeira classe.

Com o mau humor característico de um espanhol quando é contrariado, e com o rosto ainda mais amarelo, o senhor Venâncio tirou do fundo do bolso uma passagem toda amarrotada,  e que, ao ser desdobrada, soltou um forte cheiro de queijo.

O oficial leu-o lentamente: “Venâncio Fernández”.

E Depois, com uma cara de espanto, exclamou!

– Puxa! Senhor Venâncio, sua família tem uma passagem maravilhosa.

– Sua passagem inclui três refeições diárias no restaurante de primeira classe durante toda a viagem!


Primeira classe 2 Primeira classe

Conclusão:

O mesmo acontece conosco, Cristo já pagou para que tenhamos direito a uma Vida Nova.   Temos a “passagem” do Batismo bem guardado, e não vivemos como reis, sacerdotes e profetas, como deveríamos,  e é a isso que essa passagem nos dá direito.  Ao contrário, temos feito nossa parte: a mistura do pão duro da tristeza com o queijo da amargura e da monotonia, não aproveitando que Cristo já pagou por nós, com seu sangue precioso.  E, o pior, é isso que damos à nossa família e a todos que nos rodeiam, ignorando o nosso bilhete formidável.

Fonte: Ide e Evangelizai os Batizados


Nossas Considerações:


“Tudo que é meu, é teu…”


Simples assim… disse a seu filho mais velho o Pai do filho pródigo quando ele se recusava a entrar em casa quando seu irmão festejava seu retorno para a casa do Pai.  Mas, qual era o motivo pelo qual o filho mais velho se recusava a festejar com seu irmão perdido?

– Ele respondeu: O Senhor jamais me deu um cabritinho sequer para que eu festejasse com meus amigos!

A quem pertencia este cabritinho?

– De acordo com a resposta do Pai no destaque acima, este “cabritinho” ou aquele Boi cevado, a casa e toda a propriedade pertenceria a seu filho mais velho e ele teria pleno poder de decisão sobre qualquer bem que ali existisse, e, neste caso ele poderia ter matado o cabritinho ou até mesmo aquele boi cevado para comemorar e se alegrar com seus amigos e ele nunca sequer teve coragem de tomar essa atitude ou de pedir a seu Pai que lhe concedesse essa graça e a pergunta que permanece no ar seria:

Por que o filho mais velho jamais usufruiu dos benefícios de seus bens materiais?

Ninguém saberia esta resposta, tanto porque, esta resposta não cabe ao filho mais velho pronuncia-la e sim a você!

Sim…

A você que vive triste e abatido, mendigando uma migalhinha de pão que cai da mesa de seu Senhor ou a você rico e poderoso que mesmo possuindo a melhor padaria da cidade jamais experimentou um pedaço de pão, ambos são iguais em um único ponto, a falta de pão em sua mesa, por motivos diferentes, mas o mesmo problema em comum.

Pelo primeiro ou pelo segundo motivo ambos os filhos precisavam do amor e da misericórdia de seu Pai para completarem o vazio e a necessidade que possuíam em suas vidas, assim como também na história do Padeiro Espanhol, mesmo ele comprando um pacote de viagem maravilhoso para sua Família não usufruiu de seus direitos por falta de conhecimento e por falta de generosidade para com sua Família e neste caso em particular o que mais lhe faltou foi mesmo a generosidade, pois se tivesse levado a sua Família ao restaurante de primeira classe no primeiro dia teria descoberto os seus direitos e os teria usufruído a viagem toda, sendo assim, precisamos abrir nossos olhos para entender o que Deus pede de nós ou simplesmente nos revela neste texto, para que possamos a partir de agora começar a usufruir os verdadeiros Dons de Deus em nossas vidas, sejam eles materiais ou espirituais, porque “Nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus”.

Presentepravoce.


Seminário de Vida no Espirito
Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito Seminário de Vida no Espirito

ide_evangelizai José H. Prado Flores Ide e Evangelizai 17
Kerigma

PRADO FLORES

Loyola

.


Alimento_Espiritual_Autêntico Sete_dons Batismo_Espírito
Oração_abre_as_portas_para_a_presença_de_Deus Presente_pra_voce o-presente-de-deus-ao-mundo1[1]

Zaqueu, Um Clássico do Evangelho.

São Lucas, 19

1.

Jesus entrou em Jericó e ia atravessando a cidade.
2. Havia aí um homem muito rico chamado Zaqueu, chefe dos recebedores de impostos.
3. Ele procurava ver quem era Jesus, mas não o conseguia por causa da multidão, porque era de baixa estatura.
4. Ele correu adiante, subiu a um sicômoro para o ver, quando ele passasse por ali.
5. Chegando Jesus àquele lugar e levantando os olhos, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque é preciso que eu fique hoje em tua casa.
6. Ele desceu a toda a pressa e recebeu-o alegremente.
7. Vendo isto, todos murmuravam e diziam: Ele vai hospedar-se em casa de um pecador…
8. Zaqueu, entretanto, de pé diante do Senhor, disse-lhe: Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo.
9. Disse-lhe Jesus: Hoje entrou a salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão.
10. Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido.

A poucos dias fomos convidados a participar do programa  Alo meu Deus na Rádio São Francisco de Anápolis-Go para dar um testemunho, mas como houve incerteza na programação devido o resultado das eleições, o responsável pelo programa acabou me passando de ultima hora a meditação sobre o evangelho do dia que era sobre Zaqueu, o fato é que esta história é muito rica em mensagens e se pode falar muito sobre o assunto e ainda ter muito que meditar.

Naquele dia eu comecei a falamdo assim:

“Esta é uma das histórias mais Clássicas do evangelho” e o Locutor responsável ficou rindo desta frase, de como ela foi colocada naquele instante, mas é uma grande verdade, a história de Zaqueu é muito conhecida, muito repetida e citada, é sempre uma referência de conversão, de mudança de vida, exemplo de uma pessoa que realmente acolhe Jesus com o coração aberto e não apenas por obrigação, serve de paralelo em relação ao nascimento de Jesus numa manjedoura porque não foi acolhido por ninguém naquela noite, é também o mais perfeito exemplo de que um RICO pode SIM” entrar no Reino do céu e que sua vida não estaria perdida somente pelo fato de ser rico, político ou ter outra profissão de má fama.

“Porque o homem julga pelo que vê com seus olhos carnais, mas Deus conhece o profundo de nossos corações.”

Hoje podemos dizer que qualquer Cristão já ouviu falar da história de Zaqueu e pode até narrar em resumo o que aconteceu enquanto que outras histórias são assim tão conhecidas. A história de Zaqueu hoje até se tornou música de sucesso que passa na televisão todo dia e muitas vezes continuamos tendo as mesmas atitudes daqueles que criticaram Jesus por ter-se convidado para ir a casa de um pecador, enquanto que todos os que criticam esta atitude, são exatamente aqueles que não têm a coragem de abrir o coração como Zaqueu abriu para Jesus.

O Final de ano vem aí, Natal está chegando e sempre encontramos um grupo de jovens fazendo apresentação da história do nascimento de Jesus e muitas vezes sempre tem alguém que faz a seguinte pergunta ao publico, “Você teria coragem de acolher uma jovem mulher grávida prestes a dar a luz em sua casa na noite de Natal ?” Tem grupos que até já fizeram a experiência de campo batendo de porta em porta pedindo pouso e abrigo e por mais incrível que pareça descobrimos que existem muitas pessoas boas que acolhem o necessitado e que teriam amor suficiente para não deixar Jesus nascer em uma manjedoura novamente, mas hoje as pessoas já conhecem bem esta história e por já terem meditado na possibilidade de deixar Jesus ao relento acabam estando preparadas de antemão para acolher o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores nesta hora sagrada, mesmo que seja um simples representante anônimo e não o próprio Jesus em pessoa, pois bem sabemos que o bem que fazemos a qualquer um destes pequeninos é ao próprio Jesus que fazemos e ainda existe aquela possibilidade de ser Ele mesmo disfarçado tendo escolhido o nosso humilde lar para bater e abençoar com sua presença.

Deixamos que Ele entre e coma conosco em nossa mesa, porque todos também conhecem bem aquela frase do Apocalipse que diz “Eis que estou a porta e bato, quem abrir a porta eu entrarei e cearei com ele e ele comigo (Apocalipse 3,20). Existe um trocadilho interessante nesta frase, afinal de contas quem está oferecendo a ceia mesmo? Na verdade não somos nós que oferecemos os nossos Dons a Jesus e sim é Ele quem oferece tudo a nós, até mesmo se deu por inteiro na cruz por amor a todos nós, tanto o texto de Apocalipse como a história de Zaqueu é Jesus quem toma a iniciativa de nos buscar e nos convidar para esta ceia que mesmo sendo em nossa própria casa, o privilegiado somos nós mesmos e não Ele, afinal, quem não gostaria de receber o Papa Bento XVI em seu lar, muito melhor seria receber o próprio filho de Deus para um jantar em família.

É realmente um convite, um convite que Jesus nos faz, um convite para recebermos a sua presença em nossa casa, em nossa vida e em nosso coração, ninguém é capaz de abrir a porta de sua casa para alguém que seu coração não esteja aberto para receber, ninguém recebe alguém em sua casa com receio de que ele seja um bandido ou um ladrão, desta forma então o primeiro passo seria mesmo conhecer aquele que nos convida para que assim o nosso coração destranque, destrave e se abra com toda alegria.

“EIS QUE ESTOU À PORTA E BATO…” (Apocalipse 3,20)

É comum encontrarmos uma versão da obra de arte que foi pintada para exemplificar este texto do livro do Apocalipse e num destes dias um crítico resolveu criticar o artista dizendo que sua pintura tinha um defeito gravíssimo e que um grande artista não poderia se permitir cometer um erro como aquele, no que o artista indagou:

Qual seria o defeito assim tão grave?

E ele respondeu se tratar de que a porta não possuía uma fechadura pelo lado de fora!

Mas a resposta era tão clara que percebemos que o tal defeito tão criticado era na verdade o segredo desvendado daquela obra de arte, a mensagem e o detalhe que o artista queria transmitir a todos os seus admiradores, pois a falta de uma fechadura na porta do lado de fora representava que somente nós podemos abrir a porta de nosso coração por dentro e que Jesus jamais invadiria o nosso coração sem a nossa permissão.

O convite de Jesus é pessoal e intransferível, Ele bate na porta de nosso Coração e espera de nós uma resposta positiva, se Ele não for acolhido, na verdade o maior prejudicado é aquele que não o acolheu.   Comparando com Zaqueu concluímos que ele queria conhecer Jesus, só que Jesus já o conhecia desde a sua concepção e havia marcado aquele dia e àquela hora ali debaixo do sicômoro para se encontrar com ele.

Apesar de todas as críticas que Jesus recebeu, era exatamente este o seu plano para aquele dia, pois a sua mensagem e o seu ensinamento para todos foi reafirmar, que Ele veio a este mundo para dar oportunidade a todos os pecadores de se arrependerem e se converterem para receberem a vida eterna, e a melhor resposta era tão simples como apenas aceitar um convite para jantar em sua casa.

Jesus nos apresenta seu Reino, suas Graças, a Salvação e a vida eterna como presentes do Pai para nós, assim como um convite que não é obrigatório ser aceito por ninguém, é uma oferta gratuita, azar daquele que não aceitar de coração aberto.

Hoje eu percebo que esta atitude de inércia está sempre constante em nossa vida e muitas vezes apesar de nosso coração palpitar, sentirmos como um ima nos puxando em direção ao Mestre, as nossas atitudes são como se estivéssemos pregados ao chão, amarrados a uma estaca e apesar de nosso desejo ser de ir em direção a Deus, nossos pés não se mexem, talvez seja esta a pior das atitudes que poderíamos ter tomado, já que a grande maioria prefere mesmo se afastar ou criticar arrumando uma desculpa para não se comprometer com Jesus, a nossa atiude de “PARALISIA ESTÁTICA” seria a de perder a melhor e única oportunidade que surgiu em nossas vidas, eu perdi o bonde porque hesitei e não subi a bordo.

O momento da graça é agora, este momento passa, não podemos deixar passar a oportunidade de aceitar que Jesus venha se hospedar em minha casa.

Minha atitude deve ser como a de Zaqueu que desceu da árvore o mais rápido possível e aceitou o convite de Jesus.

Quantas vezes você já sentiu este chamado de Jesus?

Quantas vezes você já ouviu este “Toc, Toc, Toc…” batendo em sua porta?

Portanto, só existe uma resposta que nos satisfaça plenamente…

Diga Sim a Jesus e deixe que do resto Ele toma conta.



TESTEMUNHO PESSOAL

JESUS É A LUZ  !

Semana Santa.


semanasanta2011[1]


Os temas a seguir são

Relacionados à Semana Santa

e ao Sacrifício de Jesus por

nós na Cruz;


Semana Santa,

Meditando uma Nova vida.

Começa mais uma semana Santa para os Cristãos de todo o mundo, O Papa Bento XVI convoca toda A Igreja a realmente se prepararem para este momento tão importante …

… Leia Mais →


Feliz Páscoa

Pascoa não é ovo de Chocolate, por isso todo Cristão precisa conhecer o verdadeiro sentido da Páscoa..


.

     Feliz Páscoa.

Páscoa é ser capaz de mudar, é partilhar a vida na esperança, é lutar para vencer todo tipo de sofrimento …        … Leia Mais →


Veja outras lindas mensagens.



Semana_Santa_Mensagens

Mensagens para a Semana Santa

Em Porwer Point

Varias mensagens em Power Point meditando alguns temas sobre a época da Semana Santa e a Páscoa

… Leia Mais →


Jesus cruz tosca

Sangue  e  Água.

CLIP Musical

Vídeo Clip – Banda Iahweh Paixao de Cristo – Sangue e Água. . . Iahweh – Neblim Vídeo de lançamento do CD “Neblim”, da banda Iahweh. Após mais de 10 anos Conheça a Banda . .

… Veja mais →


Ramos_2

O Domingo de Ramos.

O Domingo de Ramos.

Quantas lições nos deixam essa festa litúrgica! DOMINGO DE RAMOS . A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da hum

… Leia Mais →

Enchei-vos do Espírito Santo de Deus …


Jesus_Quaresma

Quaresma.

Quaresma (do latim quadragésima) é o período de quarenta dias. Liturgia Quaresmal: Sobre o número simbólico de 40 dias

… Leia Mais →


CruzSemanaSanta[1]


O que é a Semana Santa?

Robson Landim

Semana Santa é o tempo em que se encerra o período da quaresma. Ela começa com o Domingo de Ramos …

… Leia Mais → Tags:A Bíblia


Jesus_cruz_sangue

Crucificado

apagar?

Fabrício Lombardi Ribeiro

O fel que lhe dão por bebida sobre o madeiro sagrado. Espinhos, cravos e a lança que abre seu peito…

… Leia Mais →


Lealdade_Maria_Aos_pes_da_cruz

A Morte de Jesus.

Reportagem Revista Época.

Não somos capazes de mensurar o tamanho do sofrimento de Jesus na Cruz, a revista ISTOÉ divulgou no ano passado uma matéria sobre este sofrimento analisado sob o ponto de vista de um médico

… Leia mais →


O Espírito Repousará Sobre Ti...

feliz_pascoa

A Pascoa Continua.

Jesus Desapareceu!

Causou espanto e admiração a constatação de que o sepulcro estava vazio. Dois dias antes haviam colocado ali o Corpo do filho de Deus…

… Leia Mais →


Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre.

As profecias do antigo testamento diziam que da Virgem nasceria uma criança, a qual se chamaria “EMANUEL” “Deus Conosco”, seria a luz para um mundo que andava em trevas.

… Leia Mais →


ABRAO_11[1]

Ninguém te Ama

como Eu.

Letra da Músiaca com Clip no Youtube

Olhe pra Cruz Esta é a minha grande prova, Foi por Ti porque eu te amo. Veja fotos de Martin Valverde e mais…

… Leia Mais →


ITALY-COURT/CRUCIFIX

Retirando a Cruz e os Símbolos do Cristianismo,,,

Recebi hoje uma notícia segundo a qual uma igreja britânica decidiu retirar uma imagem de Cristo Crucificado da porta de uma Igreja …

… Leia Mais →

Resposta: A Volta de Cristo para a Itália.


paixao-pe-2009

Nova Jerusalém se prepara para você.

Assista ao Maior E melhor espetáculo da Terra! Palco Central – Nova Jerusalém Pernambuco. Os preparativos para a encenação da Paixão de Cristo.

… Leia Mais →.


RanieroCantalamessaMenu[1]

Raniero Cantalamessa

em

“A túnica era sem costura”.

Pregação de Sexta-Feira Santa Na Basílica de São Pedro. 2008-03-21 Frei Raniero fala sobre a Túnica de Jesus que diferentemente do normal na época não tinha nenhuma costura

… Leia mais →


A Paixão de Cristo,

Mel Gibson.

Todo sofrimento retratado neste filme foi apenas uma gota do real sofrimento de Jesus quando morreu a 2000 anos atrás

… Leia Mais →


Paixão de Cristo

Paixão de Cristo

Mel Gibsom Responde!

Eu não Criei a Paixão de Cristo, é uma história Real.

Quem Assistir este filme Poderá se sentir como  um verdadeiro responsável pela Crucifixão de Jesus na CRUZ, já que foi por amor a você que Ele assumiu morrer

… Leia Mais →


O Domingo

De Ramos.

O Domingo de Ramos.

Quantas lições nos deixam essa festa litúrgica! DOMINGO DE RAMOS . A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da hum

… Leia Mais →

Enchei-vos do Espírito Santo de Deus …


cristo-na-cruz

Em Silêncio Deus nos observa, mas Ele não fica totalmente oculto !

presentepravoce

Diz se, que Deus é capaz de realizar qualquer coisa, até mesmo o que é impossível, mas se descobriu que Ele não seria capaz de fazer uma só coisa

… Leia Mais → Uma meditação sobre a lágrima do Pai que cai no momento da morte de Cristo no filme de mel Gibsom.


Corpus_Christi_Lk

Corpus Cristhi

Solenidade do Corpo de Deus.

Ao se aproximar as festividades de Corpus Christi, devemos lançar uma pergunta

… Leia mais →


Jesus_Misericordia

Festa da Divina Misericórdia

“Desejo que, no primeiro domingo depois da Páscoa, a Imagem seja exposta publicamente. Esse Domingo

… Leia mais →


 O Cristo Disfarçado

Em Sua casa – Padre  Léo

Padre Léo conta uma história bem comum hoje em nossos dias.  Para salvar nossas Famílias se todo erro e sofrimento basta encontrarmos o Cristo disfarçado em nossa Casa, o resto virá por acréscimo, leia a História…

… Leia Mais →


milagre-eucarc3adstico-de-buenos-aires[1]

Um Milagre Eucarístico que ficou oculto 12 anos!

Milagre Eucrítico existe mesmo ? Ou é Invenção da Igreja Católica ? Agimos como São Tomé qu … Leia mais →


indicação de leitura:

A Santa Ceia

presentepravoce

A Santa Ceia e o Código da Vinci. Leonardo Da Vinci pintou mesmo um retrato da Ultima Ceia de Cristo? Considerações a respeito de uma ficção aceita por muitos como uma possível verdade encoberta!

…Leia Mais →



FOI DEUS
FOI DEUS

FOI DEUS

PPT – 200 k

Com Deus Não se Brinca


PAIXÃO DE CRISTO

PAIXÃO DE CRISTO

MENSAGENS – PPT


Paixão de Cristo por Canção Nova.


Semeando a cultura de Pentecostes



Jesus é a nossa unica Esperança.


Por ora subsistem a fé,

a ESPERANÇA e a caridade

As três. Porém, a maior delas é a caridade.

(I Coríntios 13,13)


jesus-me-da-a-mao_114


Um certo ditado popular diz que a ESPERANÇA  é a ultima que morre, isto porque até o ultimo suspiro de vida ainda existiria a chance de se salvar, mas São Paulo nos diz que o Amor ou a “Caridade” jamais morrerá, sendo assim, a Esperança seria passível de morte enquanto que o AMOR é eterno, por isso é o maior Dom de Deus.

Hoje não falaremos deste Amor perfeito e eterno de Deus, tentaremos conhecer um pouco mais esta ESPERANÇA, “humana”, frágil as vezes mas um dom de Deus que salva nossas vidas nas horas mais difíceis.

Após a morte não existirá mais Esperança, uma vez que já teremos alcançado o objeto de nossa espera. Se o vemos e o tocamos, como podemos ainda esperar ?  Se a criança nasceu, a mãe já não o espera mais !

Logo a esperança não morreu, mas simplesmente se consumou e chegou ao seu objetivo final que seria termos alcançado a plenitude do Reino de Deus, mas se pelo contrário não foi este o objetivo alcançado, não há mais como voltar atrás porque o caminho chegou ao fim.

Enquanto estivermos vivos neste mundo e compartilhando os seus bens e males, necessitaremos de uma Esperança viva e forte, para nos ajudar a vencer todas as tribulações que virão e que na verdade já fazem parte de nosso dia a dia.

Por que eu disse, uma Esperança viva e forte ?

A Esperança pode morrer ou se apagar, quantas são as pessoas que dizem já ter perdido a Esperança ?  Como seria isto possível se ela sobreviveria até  o ultimo suspiro ?  Lembre-se que São Pedro nem esperou o  seu ultimo suspiro para estender seu braço a Jesus e pedir-lhe socorro quando afundava no mar da Galiléia.

O Filho pródigo ao ver seu dinheiro te sua herança totalmente acabada, sua saúde corroída, sua fé destruída, sua beleza destroçada, seu mundo desmoronado e sua vida por um fio, levantou-se com o alento da única força que ainda lhe restava, a Esperança de chegar na casa de seu Pai ainda vivo, mesmo que nada fosse ou tivesse, ele sabia que lá na  casa de seu Pai até mesmo um zé ninguém seria acolhido com muito mais amor e carinho do que ele estava sendo tratado lá com os porcos onde se encontrava.

Para sua maior surpresa, a sua Esperança acabou lhe devolvendo tudo que havia sido perdido e toda a alegria da salvação de uma vida completamente recuperada.


filho-podigo_acolhido


Na Bíblia, os livros que mais falam de Esperança é o Livro das Lamentações e o Livro de Jó, que são comparáveis na situação de calamidade que ambos viviam.

No Livro das Lamentações ouvimos o povo de Israel se lamentando pela situação calamitosa de penúria e falta de Deus em um povo que já tinha sido grande, mas que no momento estavam sendo escravizados por um povo pagão que lhes oprimia até os ossos e sugava todo alento de vida.

Já a situação de Jó era pessoal e comparável a um Homem fiel e sem pecado algum que foi alvo de ataque do inimigo perdendo tudo que possuía de valor material ou afetivo, até mesmo a saúde do corpo lhe foi tirada, só lhe restou a vida e os falsos amigos que o acusavam e julgavam como um grande pecador por estar passando por aquela situação calamitosa.  Jó não tinha mais nada em que se apegar e tinha tudo para abandonar aquele que lhe deu a vida e ainda a preservava, mas acima de todas as dores ele perseverou na sua fé e na Esperança de vencer o mal que lhe cercava, ele manteria suas orações em Deus até o ultimo instante de sua vida, mesmo se assim fosse o desejo do Senhor tirar-lhe a vida por completo.

Bem sabemos que Jó não venceu suas Tribulações, mas as superou, as ultrapassou saindo vitorioso daquele quadro irrecuperável e diz a Bíblia que ficou muito mais rico em bens materiais, saúde e afetividade, se tornando até mesmo o nosso maior exemplo de superação das Tribulações que se tem notícia até hoje.

Para quem o conheceu em seu estado de penúria chegaram até a afirmar que ele tinha ressuscitado.  Ou seja, adquirido uma nova vida.

Tribulações: Esta é uma palavra nova, mas que hoje em dia é bem mais conhecida na prática que por seu próprio nome.


Veja o que São Paulo nos Diz:

Praticamente é um resumo da situação de Jó.

[…]-Sede alegres na Esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração.[…]

.(Romanos 12,12)


Muitos a chamam de CRISE, dificuldades financeiras, perseguições sem motivo, enfermidades e problemas de saúde, falta de emprego, existem muitos nomes para aquilo que Jó superou em todas as suas categorias e o nome para todas estas coisas é Tribulação.

Tribulações que serão inevitáveis antes que venha o dia do fim, o próprio Jesus nos fala destas tribulações em:

Lucas cap 24, 4 a 13

4.Respondeu-lhes Jesus: Cuidai que ninguém vos seduza. 5.Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu o Cristo. E seduzirão a muitos. 6.Ouvireis falar de guerras e de rumores de guerra. Atenção: que isso não vos perturbe, porque é preciso que isso aconteça. Mas ainda não será o fim. 7.Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. 8.Tudo isto será apenas o início das dores. 9.Então sereis entregues aos tormentos, matar-vos-ão e sereis por minha causa objeto de ódio para todas as nações. 10.Muitos sucumbirão, trair-se-ão mutuamente e mutuamente se odiarão. 11.Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. 12.E, ante o progresso crescente da iniqüidade, a caridade de muitos esfriará. 13.Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo.

O nosso objetivo é a nossa Salvação, logo nada neste mundo poderia se opor a este nosso objetivo, nem os problemas e nem as tribulações.

Obama-Mania

Hoje se fala de uma grande Crise mundial e a moda é eleger um redentor, um salvador do mundo para resolver o problema da nossa Crise pessoal, de falta de fé e esperança no Deus do impossível que tudo pode.

Muitos já elegeram um homem comum como salvador e transferiram para ele toda a esperança que tinham, dizendo: ele é realmente capaz, ele vai resolver todos os nossos problemas de crise, e assim se livram das responsabilidades, preocupações e das consequências de um futuro incerto.


discurso_pose_obama_15

Insignificância de um Homem no meio da Multidão.


Dois milhões de pessoas estiveram na posse deste homem tão poderoso, parecem formiguinhas que se aglomeram em torno de um alimento caído no chão, parecem poeira levadas ao vento sem realmente saber o futuro que lhes espera.

(Jeremias 17,5)

Eis o que diz o Senhor: Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor!

(Salmos 83,13)

Ó Senhor dos exércitos, feliz o homem que em vós confia.

(Salmos 19,8)

Uns põem sua força nos carros, outros nos cavalos. Nós, porém, a temos em nome do Senhor, nosso Deus.

Este é o objetivo a que queríamos chegar, não devemos confiar em homens de carne e sangue, muito menos entregar-lhes a nossa Esperança num futuro melhor, porque o nosso único Salvador é Jesus, Ele é o único capaz de nos livrar destas aflições e desta Crise que tanto aflige hoje nossos lares, lembremos que todos estes problemas foram causados por estes mesmos homens que estão no poder temporal e principalmente causado pelo abuso do poder, do orgulho pessoal e da ganância de se manter no poder ou tirar dele o melhor proveito para sua vida futura e que os outros fiquem com a conta do prejuízo.

Nenhum deles se preocupa com o futuro do ecossistema deste planeta muito menos com a qualidade de vida que a população terá no dia de amanhã quando esgotarem as riquezas que Deus nos deixou neste planeta.

Sendo assim não merecem a nossa confiança, muito menos a nossa esperança que devemos depositar somente em Jesus que é o nossa única Esperança.

Muitos seguiam Jesus, mas poucos participaram efetivamente de sua morte na Cruz, ao vê-lo carregando o madeiro pelas ruas já sabiam do seu destino mortal, poucos foram aqueles que subiram o calvário no máximo ficaram observando ao longe o fim daquele que seria a Esperança de salvação do povo de Israel e ao vê-lo dar seu último suspiro foram embora para suas casas e voltaram para suas vidas sem esperança conformando-se com aquela situação de pecado e escravidão:


jesus-tres-cruzes


Ao pôr do sol, juntamente com as trevas que enchiam toda a terra sepultava-se a única luz que brilhava neste mundo, rolou-se ainda uma enorme pedra para ocultar o brilho já sem vida e apagado, conservando-o definitivamente longe de nossos olhares, já sem o brilho da Esperança perdida.


jesus-tres-cruzes


Para nossa surpresa e confirmando as profecias preditas por Jesus, o tumulo não o conteve e a morte fôra o ultimo inimigo a ser vencido, logo já não existe mais derrota e a vitória nos foi entregue até a consumação dos séculos.


Carta de Paulo aos Romanos  Cap. 8,31 a 39

31.Que diremos depois disso? Se Deus é por nós, quem será contra nós? 32.Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas que por todos nós o entregou, como não nos dará também com ele todas as coisas? 33.Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. 34.Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor, que ressuscitou, que está à mão direita de Deus, é quem intercede por nós! 35.Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada? 36.Realmente, está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia inteiro; somos tratados como gado destinado ao matadouro (Sl 43,23). 37.Mas, em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou. 38.Pois estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades, 39.nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor.


Ensino proposto para Pirenópolis 27/1/2009

Sizenando


O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO. COMO UMA BOMBA
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120