A importância de ir à Missa aos domingos!



Este tema é o teor da catequese semanal com o Papa Francisco.


“Sem Cristo, estamos condenados a ser dominados pelo cansaço do dia-a-dia com as suas preocupações e pelo medo do futuro”





Cerca de 7 mil pessoas participaram da catequese semanal com o Papa, hoje. Retomando o caminho de reflexões sobre a Missa, o Papa Francisco falou sobre a importância de ir à missa aos domingos.Desde os primeiros tempos, os discípulos de Jesus celebravam o encontro eucarístico com o Senhor no dia que os judeus chamavam ‘o primeiro da semana’ e os romanos ‘o dia do sol’.

Depois da Páscoa, os discípulos de Jesus acostumaram-se a esperar a visita do seu divino Mestre no primeiro dia da semana; foi nesse dia que Ele ressuscitou e veio encontrar-Se com eles no Cenáculo, falando e comendo com eles e dando-lhes o Espírito Santo. Este encontro se repetiria oito dias depois, já com a presença de Tomé.

E assim, aos poucos, o primeiro dia da semana passou a ser chamado pelos cristãos ‘o dia do Senhor’, ou seja, o domingo.

“A celebração dominical da Eucaristia está no centro da vida da Igreja: nós vamos à missa para encontramos o Senhor ressuscitado, ou melhor, para nos deixarmos encontrar por ele”, disse o Papa.

“Ouvir a sua palavra, alimentar-nos à sua mesa e assim, nos tornarmos Igreja, o seu corpo místico vivo hoje no mundo. Por isso, o domingo é  para nós um dia santo: santificado pela celebração eucarística, presença viva do Senhor para nós e entre nós. É a Missa que faz cristão o domingo”.

“Infelizmente há comunidades cristãs que não podem ter Missa todos os domingos; mas também elas são chamadas a recolher-se em oração, nesse dia, ouvindo a Palavra de Deus e mantendo vivo o desejo da Eucaristia”.

“Sem Cristo, estamos condenados a ser dominados pelo cansaço do dia-a-dia com as suas preocupações e pelo medo do futuro. O encontro dominical com Jesus dá-nos a força de que necessitamos para viver com coragem e esperança os nossos dias”.

Concluindo, por que ir à missa aos domingos?

“Não é suficiente responder que isto é um preceito da Igreja. Nós cristãos precisamos participar da missa dominical porque somente com a graça de Jesus, com a sua presença viva em nós e entre nós, podemos colocar em prática o seu mandamento e sermos testemunhas críveis”.

Mais ainda, a comunhão eucarística com Jesus ressuscitado antecipa aquele domingo sem ocaso em que toda a humanidade entrará no repouso de Deus.

 

Antoine Mekary | ALETEIA | I.MEDIA

Compartilhar

Vatican News | Dez 13, 2017 (Rádio Vaticano)



Link’s para outras Mensagens


“10 Boas Razões e muitas outras”





10 Boas Razões para ir à Missa aos Domingos.


A maioria das pessoas não têm o costume de frequentar a Santa Missa aos Domingos, talvez porque não são Católicas ou não possuem fé.  Podem achar entediante e preferem um futebol que é mais divertido ou talvez porque ignoram o verdadeiro valor e importância da participação na Santa Missa, portanto oferecemos aqui essas Dez boas razões para não deixar de ir à Missa todos os Domingos e nas festas de guarda “Feriados”, espero que principalmente os Católicos conheçam essas razões.  

MEDITAÇÃO EM POWER POINT

Consertar_o_mundo

“10 Boas Razões e muitas outras”

1. É um Mandamento da lei de Deus

  • “Lembra-te de santificar o dia de sábado. *” Ex. 20,8

“Trabalharás durante seis dias, e farás toda a tua obra. 10.Mas no sétimo dia, que é um repouso em honra do Senhor, teu Deus, não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu animal, nem o estrangeiro que está dentro de teus muros.“ Êxodo, 20,9,10

2. É um Mandamento de Jesus

  • “ Isto é o meu CORPO, que é dado por vós;
  • fazei isto em memória de mim”.
  • São Lucas, 22,b19

3. É um Mandamento da Igreja

1 – Participar da missa inteira aos domingos e outras festas de guarda e abster-se de ocupações de trabalho.

4. Por que a Igreja fala com tanta autoridade?

  • Jesus Disse a Pedro

“E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha ; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.* Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.*     “ São Mateus, 16,18-19”

5. É uma atualização do Sacrifício de Jesus na Cruz

Antes de mais nada a missa é o Sacrifício Perfeito criado por Jesus.

Através do Sacerdote oferecemos Jesus em corpo, sangue, alma e Divindade a DEUS Pai assim como Jesus ofereceu a si mesmo ao Pai por amor a nós naquela cruz.

6. Não é apenas um Símbolo!

1 – Quando recebemos a Santa comunhão, recebemos o próprio Cristo em nós.

2 – A Transubstanciação Tornam pão e vinho verdadeira carne e verdadeiro Sangue de CRISTO.

7. Buscar as Bênçãos de Deus.

“E Eu vos digo: pedi, e vos será dado; buscai, e achareis; batei, e vos será aberta. Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá.“ São Lucas, 11,9

“Buscar-me eis e me achareis quando me buscardes de todo coração” Jer 29,13

Porém, como alcançar as graças de Deus?  se na prática as pessoas se afastam da fonte de todas as graças que é a Santa Missa onde o dispensador de todas as graças se faz presente de coração aberto e ouvidos atentos à todos aqueles que o buscam.

7 ct.   “Durante a noite, o Senhor lhe apareceu: “Ouvi – disse ele – tua oração e escolhi este lugar para que seja o templo no qual me oferecerão sacrifícios. Quando eu cerrar o céu e não houver mais chuva, quando ordenar aos gafanhotos que devorem a terra, ou quando enviar a peste contra meu povo, se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto do céu e sanarei sua terra. Doravante, meus olhos estarão abertos e meus ouvidos atentos às preces feitas neste lugar, 16.pois, para o futuro, escolho e consagro este templo para que meu nome nele resida para sempre; meus olhos e meu coração estarão nele para sempre.”
II Crônicas, 7,12 a 16 – Bíblia Católica Online

8. É uma Tradição

Desde o princípio o Cristianismo foi perseguido tanto em Jerusalém e em Roma, por assim dizer não existia um local apropriado onde pudessem se reunir com segurança para louvar a Deus, porém a Igreja não é o Templo de pedra em si e sim as pessoas que se reúnem em COMUNIDADE.

“Como os Cristãos estavam condenados à morte na situação política social da época, em varias ocasiões o único refugio era a Comunidade que se reunia às escondidas para rezar e Celebrar a Santa Missa.

Esta foto representa uma situação nas Catacumbas Romanas onde os Cristãos se escondiam para Louvar e Adorar a Deus através das Celebrações Litúrgicas.

9. É um ato de União

“Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste.” São João, 17

“A Celebração da Santa Missa é um ato comunitário onde todos se unem em um só corpo, uma só alma e um só Espírito em louvor a Deus.

Jesus Disse: Onde dois ou mais se reunirem em meu nome Eu estarei presente no meio deles.

A Igreja é o CORPO DE CRISTO, O templo VIVO de Cristo.

 “Achegai-vos a ele, pedra viva que os homens rejeitaram, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus; e quais outras pedras vivas, vós também vos tornais os materiais deste edifício espiritual, um sacerdócio santo, para oferecer vítimas espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo.” I São Pedro, 2,4

”Ora, vós sois o corpo de Cristo e cada um, de sua parte, é um dos seus membros.”   I Coríntios, 12,27 

10.  DAR GRAÇAS A DEUS

“Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo.”  I Tessalonicenses, 5,18

A oração eucarística se inicia assim: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso.

Não somos filhos mal agradecidos, por isso é sempre de bom tom ir à casa do Pai agradecer por tudo que nos tem feito de bom.

12. “Dai graças ao Senhor porque ele é bom, e eterna é sua misericórdia.” Salmos, 117

13. “Os que receberam a sua palavra foram batizados. … Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações.* De todos eles se apoderou o temor, pois pelos apóstolos foram feitos também muitos prodígios e milagres em Jerusalém, … Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum. … Unidos de coração, frequentavam todos os dias o templo. Partiam o pão nas casas e tomavam a comida com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e cativando a simpatia de todo o povo. E o Senhor cada dia lhes ajuntava outros, que estavam a caminho da salvação.*“

Atos dos Apóstolos, 2,41ss 



Link’s para outras Mensagens





O Poder das palavras e o cego de Paris.




A Historia do Mendigo e o Publicitário



placa_medingo_pede_dinheiro_para_vicios


Na linguagem publicitária, “A Propaganda é a alma do negócio” e por assim dizer, toda divulgação ou informação torna-se uma propaganda EM POTENCIAL e a correta informação torna-se vital para o sucesso da compreensão e motivação daquele que vê, lê ou escuta a sua mensagem.


Mendigos são comuns nas ruas de todas as cidades do mundo, também são bem conhecidas as suas histórias.  Muitas delas são verdades e outras não passam de uma grande apologia à preguiça, porém não podemos desprezar o valor da autêntica CARIDADE que é “Doar sem olhar a quem”, pois o que vale é a sua atitude de bom Samaritano e não o julgamento dos fatos que levaram esta pessoa a se dirigir a você naquele instante.

A nossa história a ser contada aqui hoje se refere às famosas plaquinhas com justificativas e dizeres duvidosos como pedidos que são expostas pelos pedintes e as vezes entregues como bilhetes em mãos para justificar a necessidade daquela situação.

Existem varias histórias e hoje existe até mesmo uma exploração de “MARKETING” em cima destas  histórias que até interferem na veracidade sobre a necessidade do mendigo tornando aquela atitude apenas como um ramo de negócio que pode ser bem sucedido ou não dependendo apenas de como ele divulga a sua estória sendo ela verdade ou não, pois a interferência de Marketing na mendicância é como formalizar a situação precária como um bom negócio muito rentável.

Deixarei logo abaixo duas histórias semelhantes, que diferem um pouco na direção do ensino, mas mostram o resultado, absorção e aplicação do que aprendemos em nossa vida prática, por assim dizer, podemos observar o resultado prático na vida até mesmo de uma pessoa totalmente desiludida daquilo que todos ouvem, mas nem sempre aprendem de fato.


O Cego De Paris


Mendigo cego na primavera


2. Havia um cego sentado numa calçada em Paris, com um boné a seus pés e um pedaço de madeira escrito com giz branco: que dizia:

“Por favor, ajude-me, sou cego”.

4. Um publicitário parou e viu poucas moedas no boné. Sem pedir licença, pegou no cartaz, 5. virou-o, pegou no giz, escreveu outro anúncio.

6. Voltou a colocar o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora.

7. Mais tarde o publicitário voltou a passar em frente ao cego.

8. Seu boné, agora, estava cheio de notas e moedas

9. O cego reconheceu as pisadas do publicitário e lhe perguntou se havia sido ele quem reescrevera o cartaz, sobretudo querendo saber o que ele havia escrito.

10. O publicitário respondeu: “Nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras”.

11. E, sorrindo, continuou o seu caminho.

12. O cego não ficou sabendo o que estava escrito no cartaz que dizia:

13. “Hoje é primavera em Paris, e eu … não posso vê-la”

14. Sempre é bom mudarmos de estratégia quando nada nos acontece.

15. “O pior cego é aquele que não quer ver”.

“Hoje é Primavera em Paris e eu não posso vê- la”.






Louco ou Gênio?


2. Um mendigo sentava-se na calçada, num lugar por onde passavam muitas pessoas e ao lado colocava uma placa com os seguintes dizeres: 



3. ”Vejam como sou feliz! Sou um homem próspero, sei que sou bonito, sou muito importante, tenho uma bela residência, vivo confortavelmente, eu sou um sucesso, sou saudável e bem humorado”.


4. Com esses dizeres o tal mendigo aparentava mais um grande executivo sentado em sua mesa de trabalho. e assim as pessoas observavam e alguns o julgavam louco e outros reconheciam nele um gênio

5. Alguns passantes, olhavam intrigados, Duas meninas estavam passando, olhavam uma para a outra, e riram. Outros o achavam doido e outros até davam-lhe algum dinheiro.

6. Todos os dias, antes de dormir, aquele mendigo contava o dinheiro debaixo do coxão que dormia e notava que a cada dia a quantia era maior.

Numa bela manhã, um importante e arrojado executivo, que já o observava há algum tempo, aproximou-se e disse:

– Ei… Senhor Você é muito criativo! Não gostaria de colaborar numa campanha da minha empresa?

– Vamos lá. Só tenho a ganhar!, respondeu o mendigo.

Após um belo banho e com roupas novas, foi até à empresa. Daí para frente a sua vida foi uma seqüência de sucessos e a certo tempo ele tornou-se um dos sócios majoritários daquela empresa. Numa entrevista coletiva à imprensa, ele esclareceu como conseguiu deixar a mendicidade e chegar a tão alta posição, e ele contou:

– Olha, houve uma época em que eu costumava sentar-me nas calçadas com uma placa ao lado, que dizia: 

”Sou um nada neste mundo! Ninguém me ajuda! Não tenho onde morar! Sou um homem fracassado e maltratado pela vida! Não consigo um mísero emprego que me renda alguns trocados! Mal consigo sobreviver!” 

As coisas iam de mal a pior quando, certa noite, achei um livro e nele um trecho que dizia:

“ …Tudo posso naquele que me fortalece (Filipenses 4,13)”. 

E eu assumi essa verdade.

Por pior que esteja a sua vida, diga que tudo vai bem. Por muito que não goste da sua aparência, afirme-se bonito. Por mais pobre que seja, diga a si mesmo e aos outros que é próspero.” Aquilo me tocou profundamente e, como nada tinha a perder, decidi trocar os dizeres da placa para: 





E a partir desse dia tudo começou a mudar, a vida trouxe-me a pessoa certa para tudo que eu precisava, até que cheguei onde estou hoje. Tive apenas que entender o Poder das Palavras.

O Universo sempre apoia tudo o que dissermos, escrevermos ou pensarmos a nosso respeito e isso acabará manifestando-se na nossa vida como realidade. Enquanto afirmarmos que tudo vai mal, que nossa aparência é horrível, que nossos bens materiais são ínfimos, a tendência é que as coisas fiquem piores ainda, pois o Universo as reforçará. Ele materializa em nossa vida todas as nossas crenças.

Uma repórter, ironicamente, questionou:

– O senhor quer dizer que algumas palavras escritas numa simples placa modificaram toda a sua vida?

Respondeu o homem, cheio de bom humor:

– Claro que não, minha ingênua amiga! 


Primeiro, eu tive que acreditar nelas!”


Ai está mais uma prova de que há mesmo poder de vida e morte em nossas palavras.




a-noiva-cega Pecado_involuntario
O primeiro amor Casa_sobre_a_rocha O_equilibrista_e_a_Fé


Dinheiro Velho e amassado.



Você vale muito mais do que uma montanha de dinheiro velho, amassado, sujo, amarrotado e rasgado!


DINEHEIRO VELHO PARA RECICLAGEM



          Conta-se que um famoso palestrante começou um seminário segurando uma nota de cem reais. Para as cerca de duzentas pessoas que se encontravam na sala, ele perguntou quem queria aquela nota de cem reais.

De imediato, várias mãos começaram a se erguer. Em verdade, todos, na sala, desejavam o dinheiro.

Então, ele amassou a nota e perguntou outra vez quem desejava possuí-la. As mãos continuavam erguidas.

Ele tornou a amassar a nota um tanto mais. Depois de se encontrar bem amarrotada, ele a mostrou ao público participante, repetindo a pergunta.

A situação não se alterou. Eles continuavam a querer a nota. E, agora, pareciam ansiosos, esperando que ele decidisse de uma vez por todas, quem a receberia.

Mas ele a colocou com cuidado sobre a mesa, procurando alisá-la, a fim de que melhorasse seu aspecto. Enquanto ia fazendo isso, lentamente, foi falando:


cem+reais+ligado+na+biblia+valor[1]


“O que acabamos de vivenciar nos deve servir de grande lição. Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer esta nota, porque ela não perde o valor. 

Amarrotada, amassada, dobrada, envelhecida, enrugada, ela continuará a ter o mesmo valor, cem reais. 

Pois bem. Em nossas vidas também ficamos um tanto amassados, amarrotados pelas desilusões que nos permitimos, pelas dificuldades próprias da vida, pelo cansaço que vai tomando conta de nós. 

Às vezes nos dobramos ante o peso das dores que nos chegam. De outras, o pranto que derramamos pela perda financeira ou pelo abandono de um amigo, nos deixa com aspecto doentio, enrugado. 

É como se nos permitíssemos murchar pela dor que estamos vivendo. 

Os anos pintarão marcas em nossas faces, alterando o brilho dos olhos e a maciez da pele. As mãos perderão um pouco da sua flexibilidade e as pernas demorarão um pouquinho mais para a realização dos movimentos. 

A nossa memória poderá nos pregar algumas peças, ensejando-nos trocar nomes de pessoas, esquecer datas importantes ou fatos ocorridos.

De outras vezes podemos nos sentir como notas sujas, pelas decisões erradas que tomamos. É quando o remorso chega e tenta se assenhorear de nossa mente. 

Quando tudo isso acontece, nos sentimos desvalorizados, acreditamos que somos homens ou mulheres sem valor. 

Mas, não é verdade. Não importa quanto estejamos sujos, maltratados, amarrotados, pisados, enrugados. Continuamos a ter valor. Um valor especial.” 

Isto porque cada um de nós é especial. Somos Espíritos imortais e se, a caminho da perfeição, passamos por pântanos, estradas solitárias e lamaçais, ainda assim continuamos a ser especiais. 

Apesar do que aparentemos, Deus prossegue a nos amar e estender, todos os dias, a estrada renovada da oportunidade. 

Por isto, não se desgaste, nem entre em depressão por descobrir que é uma pessoa com muitas falhas, que cometeu erros. 

É sempre tempo de recomeçar. Hoje é o melhor momento. Levante a cabeça. Tome a decisão. E mude. 

Se praticou o mal, proponha-se a consertar o que for possível, retificar as falhas. Acertar o roteiro. 

Se está magoado, ferido, desalentado, sacuda a poeira dos sentimentos que o deixam doente, observe o dia que nasce e consciente de que você é especial, único, adentre pelos caminhos que produzem contentamento, vontade de viver, alegria. 

Por mais abandonado que você se sinta, mais desventurado que creia se encontrar, não existe ninguém sobre a Terra que não possua alguém que o ame. 

Pense nisso. E valorize isso. Pode ser o amor de uma mãe, de um pai, o calor de um irmão. Pode ser a esposa, o esposo, o filho, um parente, um amigo. 

Pode até ser simplesmente um cão, um gato, um animal de estimação. 

Se por acaso você descobrir que ninguém o ama, creia, acima e além de todos, quem nos criou, quem criou você o ama de forma incondicional. 

Assim, espanque a tristeza. Acabe com o desânimo. Levante a cabeça e recomece a viver. 

Lembre: hoje é o melhor dia de toda a sua vida. E você é um ser muito, muito especial.



100_dolares_amassado

PPT –  DINÂMICA DA

Nota DE_100,00 REAIS



Outras indicações:


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120&h=120
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg?w=130&h=120&h=120

A Águia que Dormia no Poleiro!


Nós somos Águias ou Galinhas.



Contaremos a história narrada por

James Aggrey.

https://i0.wp.com/resist.netliberte.org/wp-content/uploads/2007/10/jamesaggrey.jpgO contexto é o seguinte:

Em meados de 1925, James Aggrey havia participado de uma reunião de lideranças populares na qual se discutiam os caminhos da libertação do domínio colonial inglês em Gana “África”. As opiniões eram diversas e até contraditórias.

Alguns queriam o caminho armado. Outros, o caminho da organização política do povo, caminho que efetivamente triunfou sob a liderança de Kwame N´Krumah. Outros se conformavam com a colonização à qual toda a áfrica estava submetida. E havia também aqueles que se deixavam seduzir pela retórica dos ingleses. Eram favoráveis à presença inglesa como forma de modernização e de inserção no grande mundo tido como civilizado e moderno.

James Aggrey, como fino educador, acompanhava atentamente cada intervenção. Num dado momento, porém, viu que líderes importantes apoiavam a causa inglesa. Faziam letra morta de toda a história passada e renunciavam aos sonhos de libertação. Ergueu então a mão e pediu a palavra. Com grande calma, própria de um sábio, e com certa solenidade, contou a seguinte história:


ÁGUIA OU GALINHA


“Um camponês foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo cativo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Comia milho e ração própria para galinhas. Embora a águia fosse o rei/rainha de todos os pássaros.

Depois de cinco anos, esse homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim o naturalista avistou a bela ave junto com as galinhas e disse:

– Esse pássaro aí não é uma galinha. É uma águia!

– De fato – disse o camponês. É águia sim. Mas eu a criei como galinha desde filhotinho. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das asas de quase três metros de extensão.

– Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.

– Não, não – insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia.

Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse:

– Já que de fato você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe!

A águia pousou sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.
O camponês comentou:
– Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!
– Não – tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã.
No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto da casa. Sussurrou-lhe:

– Águia, já que você é uma águia, abra suas asas e voe!
Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscando o chão, pulou e foi para junto delas.
O camponês sorriu e voltou à carga:
– Eu lhe havia dito, ela virou galinha!
– Não – respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar.
No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas.
O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:
– Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra as suas asas e voe!
A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte.



Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico kau-kau das águias e ergueu-se soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto. Voou… voou… até confundir-se com o azul do firmamento…”

E Aggrey terminou conclamando:

– Irmãos e irmãs, meus compatriotas! Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus! Mas houve pessoas que nos fizeram pensar como galinhas. E muitos de nós ainda acham que somos efetivamente galinhas. Mas nós somos águias. Jamais nos contentemos com os grãos que nos jogarem aos pés para ciscar.


o_papagaio_na_gaiola_de_luxo Padre_Bambu Papagaio_marrom_pe_Leo
burro_caiu_no_posso renovacao_da_aguia



O Equilibrista, Crer e Confiar.



Um grande show depende de uma plateia que confia em seu artista e que participe ativamente do Show.


09060601_Man_on_Wire_01[1]



Sempre existirá uma duvida pairando sobre nós, mesmo quando a demonstração de fé é total, para afastar  esta duvida definitivamente de nossas vidas, é só passarmos por uma pequenina prova de fé.

Havia um equilibrista extraordinário, atravessava numa corda bamba de um lado para o outro de uma catarata carregando um peso de 70 kg nas costas, mas um dia ele quis fazer uma prova de fé com sua platéia que tanto o aplaudia:

O Equilibrista Extraordinário.

Numa linda manhã, com um maravilhoso sol brilhando. Uma grande multidão estava reunida em uma Catarata muito conhecida, para ver um famoso Equilibrista andar sobre uma corda Bamba.

O sol reluzia nas torrentes da cascata, quando esta se precipitava violentamente e até se podia ouvir o incessante trovejar das fortes quedas d’água ao fundo.

O grande artista então, testou a corda esticada que ia de uma à outra margem. Então pegou sua vara comprida, e, habilmente equilibrando-se, começou a travessia. A multidão assistia nervosamente, cada passo dado pelo equilibrista.

Se olharmos pelos fatos, sendo este um famoso e conceituado equilibrista, não havia razão para tanto nervosismo, pois o artista não só atravessou, como retornou são e salvo.

O equilibrista olhando para a multidão extasiada disse:

Agora retornarei sem a vara nas mãos, voces acreditam que eu sou capaz de realizar tal proeza ?

E a multidão aplaudia extasiada, gritando em uma só voz !

Sim nós cremos que você é capaz de atravessar sem a vara !

Ele então começou a travessia, mais devagar e com cuidado e lá foi ele passo a passo até chegar do outro lado e só para demonstrar sua capacidade retornou da mesma forma, como se caminhasse em cima de uma linha no chão, quase nem balançava a corda.

De volta ao ponto de partida, olhando para a multidão extasiada disse: “repetirei esta façanha, porém, agora levarei alguém em minhas costas”.   E mais uma vez fez questão de indagar a multidão, como se precisasse de sua opinião para realizar o que somente ele era capaz. Quem acredita que sou capaz de atravessar agora esta catarata com alguém em minhas costas ?

E Como sempre a multidão acredita em tudo, e espera pra ver o resultado.   Mas ele insistia na pergunta, até que poucos na multidão continuaram confirmando a resposta.

Então perguntou ele a todos os presentes:

-“Quem quer vir comigo?”.

Podemos sem qualquer dúvida saber qual seria a resposta da multidão.

Ninguém se prontificou.

Ninguém quis ir.

Foi um silencio total.

O artista, então, escolhendo um homem ao acaso, perguntou:

-“Acredita que sou capaz de repetir a travessia com você em meus ombros?”.


Corda bamba ao por-do-sol da Ermida por Itakamã Ecoturismo & Aventura.


O homem escolhido respondeu:

– “Sim, acredito”.

O artista então disse:

– “Bem, então vamos atravessar”.

O homem retirando-se respondeu:

– “Não, por nada desta vida”.

E assim, um após outro, todos se recusaram a atravessar nos ombros do artista, mesmo expressando confiança nele.

O que podemos notar aqui é que muitos acreditavam que o equilibrista podia atravessar, mas ninguém entre toda a multidão confiava a ponto de se arriscar nesta aventura imprevisível.

Uma coisa é crer em alguém, e outra completamente diferente, é confiarmos a nós mesmos a essa pessoa.

Fim.



Na Corda Bamba por frveloso.


Disse Jesus:

“…Se creres verás Glória de Deus…”


Jesus disse isto para Marta e Maria, irmãs de Lázaro, aquele que morreu e foi sepultado.   Mesmo já estando morto, Jesus disse; Lázaro há de ressurgir para a Glória de Deus, no que Marta confirmou dizendo, “…Sim Senhor eu creio que meu irmão há de ressurgir no ultimo dia…”, mas Ele reafirmava, ” … Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá…” e perguntou, onde puseram o corpo, isto porque Jesus sabia que Lázaro estava mesmo morto, mas Marta já havia lhe declarado sua fé dizendo “…22. Mas sei também, agora, que tudo o que pedires a Deus, Deus to concederá… E o resultado deste diálogo e desta declaração de Fé em Jesus foi um acontecimento nunca visto até então, aquele homem que já estava morto a quatro dias, cheirando mal como deveria, tornou a viver atendendo a um chamado de Jesus.

Muitos, assim como Marta e Maria, acreditam nos fatos básicos a respeito de JESUS CRISTO, e mesmo tendo presenciado fatos como aqueles que Marta e Maria presenciaram, acabamos duvidando de que Jesus realmente possa realizar algo tão maravilhoso em minha vida.   Veja a resposta de Marta, ela acreditava em Jesus, mas respondeu, “… Senhor já cheira mal…”, querendo dizer;

“… Tem certeza Senhor…

… Curar uma dor de cabeça é uma coisa…

… Curar uma aleijado, ou um cego, ou um câncer qualquer, pode ser !!!

… Vá lá, o que há de novidade nisto, até mesmo os homens são capazes de curar dores de cabeça e diversas doenças, até mesmo o câncer ou a AID’s já podem ser curados pelos médicos nos hospitais modernos e muitos já haviam sido curados por Jesus antes daquele dia.

… Mas levantar um homem morto ! e sepultado já a quatro dias ?    Já seria pedir demais, apesar de ser a minha vontade e a minha fé ter confirmado que Jesus é capaz de fazer tudo o que quiser.

Mas foi este morto e sepultado, já em decomposição que retornou a viver, para mostrar ao mundo que para Jesus nada é impossível, no entanto, a mensagem de Jesus não é para os mortos, mas para os que apesar de estarem respirando aparentam mais com aquele que estava enterrado há anos, por isso a mensagem está direcionada para os que ainda estão de olhos abertos mesmo que estejam totalmente cegos.

26. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá. Crês nisto?

– Sim Senhor eu Creio !!!

– Eu sei que Crês que Eu realizo Milagres neste Mundo !

– Crês que Eu posso realizar um Milagre na Sua Vida ?

– Crês que Eu Realizarei este pedido agora ?

– Sim Senhor eu Creio !!!

Esta deverá ser sempre a nossa resposta, mesmo que o pedido pareça tão impossível de ser alcançado, que apesar de ser este o desejo de Marta e Maria, já nem pediram a Jesus nestes termos, porém deveríamos saber que o nosso destino é mesmo a morte física, para enfim recebermos o nosso tão precioso prêmio, que é a vida espiritual eterna junto do Pai.

E se os mortos estivessem todos vivos na terra até hoje  ?

Onde caberia tanta gente ? Portanto, devemos saber e entender que nem todos os desejos ou pedidos serão atendidos, uma vez que nem sempre sabemos pedir o que convém e quase sempre desejamos algo que não é bom para nós, porém sabemos que podemos confiar em Deus que saberá ouvir nossa oração e nossos pedidos, nos concedendo aquilo que for o melhor para cada um de nós, mesmo que não tivemos a coragem de pedir aquilo que parecia ser impossível.

Confiar e esperar é a nossa melhor atitude, porque cremos que Deus é o nosso Pai de Amor.


Encanto e confiança... por edgargatti.


Confiança é o que torna capaz um homem que acredita de ser diferente de outro homem que apenas repete um coro na multidão, o homem que confia, não apenas crê, mas será capaz de se entregar completamente nas mãos de seu Pai, aceitando seja  lá o que vier, será capaz até mesmo de subir nas costas deste equilibrista, sabendo que quem sustenta aquela corda e segura aquele vento não é a experiência do equilibrista, Mas sim o grande Amor de Deus por nós que cremos em seu poder.

2020

Veja Também => Outros Temas Semelhantes.



20/1/09-575-m-3d -2.0-

Um dinheiro extra, sempre é bem vindo !


O que Você seria capaz de fazer por alguns trocados?

E Por alguns Milhões ?

E para salvar a própria pele?


Quem_quer_um_dinheiro_extra


Um milionário convida todos os seus empregados e fornecedores para uma grande festa em uma de suas mansões e, em determinado momento, querendo fazer uma brincadeira com todos, pede que a música pare e diz; olhando para um tanque onde cria crocodilos, australianos:

– Quem pular neste tanque, e conseguir atravessá-lo saindo vivo do outro lado ganhará todos os meus carros.


Alguém se habilita?


faunereptiles-caimans-pantanal-matogrossodosul-bresil3130[1]


Jacarés no tanque


Os convidados ficam espantados, analisam proposta, realmente era muito boa, Mas… muito arriscada e permaneceram todos em silêncio.

O milionário insistia na proposta:

– Quem pular no Tanque, conseguir atravessá-lo e sair vivo do outro lado ganhará meus carros e meus aviões.

Alguém se habilita?
O silêncio ainda imperava na multidão…

E mais uma vez, ele oferece:

– Quem pular no Tanque, conseguir atravessá-lo e sair vivo do outro lado ganhará meus carros, meus aviões e minhas mansões.

Admirados, inquietos, atônitos, apreensivos, porém inertes, ninguém se arriscou nem se moveu, mal respiravam na ânsia de assistirem uma tragédia eminente!

– Ele fala então pela ultima vez, Esta é minha ultima oferta:

Quem pular no Tanque, conseguir atravessá-lo e sair vivo do outro lado ganhará meus carros, meus aviões, minhas mansões e ainda dou 1 milhão de dólares…

Antes que ele terminasse a frase, ouve-se um barulho.


TIGUUUMMMM !!!


Nadando_lago


Neste momento, alguém havia pulado no Tanque e se debatia.     A cena é impressionante. Luta intensa, o destemido se defende como pode, segura a boca dos crocodilos com pés e mãos, torce o rabo dos répteis. Nossa!!! Muita violência e emoção. Parecia filme do Crocodilo Dundee !

Após alguns minutos de terror e pânico, sai do outro lado o corajoso homem, cheio de arranhões, hematomas e quase despido.

O Milionário achou que ninguém fosse capaz de executar tal proeza, mas como prometera, e não faria falta na sua imensa fortuna. Foi parabenizar o grande Herói, e entregar o seu tão merecido prêmio.

– Então pergunta-lhe:

Onde quer que lhe entregue os carros?
– Obrigado, mas não quero seus carros.
– Surpreso, o milionário pergunta:
– E os aviões, onde quer que lhe entregue?
– Obrigado, mas não quero seus aviões.
– Estranhando a reação do homem, o milionário pergunta mais uma vez:

– E as mansões?
– Eu já tenho uma bela casa, não preciso das suas.  Pode ficar com elas.

– E o Dinheiro ?

Ainda ofegante, sem entender bem o que estava acontecendo… Respondeu, Já disse, Não quero nada que é seu.

Impressionado, o milionário pergunta:

– Mas se você não quer o que eu ofereci.

– O que você quer então?

E o homem respondeu já irritado com aquela conversa:

 – Achar o FILHO DA MÃE . . .

 Que me empurrou neste Tanque cheio de crocodilos !!!

Eu estava voltando do banheiro, vinha chegando distraidamente, quando alguém me empurrou neste Tanque cheio de jacarés !!!

Conclusão:

Somos capazes de realizar muitas coisas por nós mesmos, que sequer julgamos ser capazes.

Às vezes, só precisamos de “UM FILHO DA MÃE” que nos dê um empurrãozinho…

Autor desconhecido


Veja Também:

A História do enorme Buda de ouro.

O segredo que habita em cada um de nós.

Parábolas e Reflexões


Uma avaliação precipitada.

Esta Estória pode parecer absurda e totalmente impossível, todos sabemos que realizar as proezas de Crocodilo Dundee e vencer crocodilos gigantescos como o Tarzan fazia, somente com montagens de cinema mesmo, se bem que muitos aventureiros realizam diversos truques com estes bichinhos imprevisíveis.    Na verdade creio eu, que todos nós ficaríamos no silêncio e jamais aceitaríamos a oferta de qualquer milionário que nos oferecesse todo seu dinheiro para enfrentarmos este tanque infestado de répteis famintos.
Por outro lado a estória relata o possível fato, em se tratando de salvar a própria pele, sem segundas intenções é claro, todo ser humano se transforma num “Hulk”, ser extraordinário, que encontra forças e habilidades não se sabe de onde, sem perceber o que esteja acontecendo, luta no piloto automático até conseguir se livrar do perigo real e imediato.      Não são poucos os testemunhos de pessoas que se livraram de uma situação de perigo intenso sem nem saber como isto teria acontecido, é justamente baseado nestes testemunhos que criaram a estoria do “Incrível Hulk”, baseando-se no fato de que o ser humano possui vários dispositivos de segurança que entram em atividade quase automaticamente quando o gatilho da adrenalina é acionado, revelando um homem poderoso e capaz de realizar algo que jamais conseguiríamos realizar em nossa consciência normal.
Isto justificaria a situação descrita na estória dos crocodilos acima, o homem empurrado no tanque, distraído ele estava, mas seu dispositivo de alerta estava ligado e bastou molhar a pele no tanque onde estavam os crocodilos para que o seu super-homem se libertasse e o salvasse do perigo.

Uma avaliação precipitada.

Neste caso todos os convidados não contavam com este super-homem que poderia ser libertado dentro de si, que neste caso, poderia lhes render um bom dinheiro, na verdade é realmente isto que acontece, não podemos contar com esta força extra quando assumirmos este perigo conscientemente, que na verdade só funciona quando somos surpreendidos por algo inesperado.

Uma avaliação correta.

Em nosso cotidiano enfrentamos diversas dificuldades e problemas, situações que muitas vezes parecem sem saída.

Enfermidades, dívidas, difamações, decepções amorosas que transformam nosso paraíso em uma selva cheia de animais ferozes querendo nos devorar, neste momento temos a certeza de que não somos o Tarzan e nem o Super-homem e que estes super-heróis só existem na cabeça dos escritores de revista em quadrinhos e roteiristas de cinema, neste momento nos sentimos afundando num pântano sem ter pelo menos uma raiz para nos agarrarmos, somente um milagre poderia nos socorrer naquele instante.

Esta seria uma avaliação correta da situação, o que muita vezes não é correto é pensarmos que milagres nunca acontecem em nossas vidas, sim, eles ocorrem de fato com outras pessoas de vez em quando, mas na minha vida ? seria possível ?  Como ?

Nunca encontraremos respostas para um milagre Real, se fosse possível explicá-lo ou justificá-lo, não seria um Milagre de verdade, pois Deus age em nossas vidas diariamente e a nossa própria vida é o primeiro milagre que homem nenhum consegue explicar, logo podemos dizer que, pelo menos este milagre já aconteceu na vida de cada um de nós.

Vendo as coisas por este ângulo, sabemos que a qualquer momento Deus estará sempre pronto para agir em socorro de seus filhos amados e não existe nenhum problema ou aflição, capaz de superar o grande amor de Deus por nós, sendo assim podemos contar com seu auxílio sempre que o buscarmos através de nossas orações.


31. Que diremos depois disso? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
32. Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas que por todos nós o entregou, como não nos dará também com ele todas as coisas?
33. Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
34. Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor, que ressuscitou, que está à mão direita de Deus, é quem intercede por nós!
35. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada?
36. Realmente, está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia inteiro; somos tratados como gado destinado ao matadouro (Sl 43,23).
37. Mas, em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou.
38. Pois estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades,
39. nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor.