Semeando a boa semente.



“A Semente caiu em terra boa; tendo crescido, produziu fruto cem por um:”

São Lucas, 8,8




O Semeador, a Semente e a Terra.


Jesus nos contou muitas parábolas, histórias sobre os acontecimentos cotidianos que Ele ilustrava as verdades espirituais. Uma das mais importantes destas parábolas foi registrada em S. Mateus 13,1-23, S. Marcos 4,1-20 e S. Lucas 8,4-15. Esta história fala de um plantador que saiu para plantar, mas neste caso em particular não semeou em uma terra já preparada e sim em vários lugares sem nenhum critério técnico e obteve diferentes resultados, dependendo do tipo do solo. A importância desta parábola é salientada por Jesus em S. Marcos 4,13: “Não entendeis esta parábola e como compreendereis todas as parábolas?” Jesus está dizendo que esta parábola é fundamental para o entendimento das outras também. Esta é uma das três únicas parábolas escritas em mais de dois evangelhos, e também é uma das únicas que Jesus explicou especificamente. Precisamos realmente meditar bem nesta história.

A história em si é muito simples:

“Saiu o semeador a semear a sua semente. E, ao semear, parte da semente caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram. 6.Outra caiu no pedregulho; e, tendo nascido, secou, por falta de umidade. Outra caiu entre os espinhos; cresceram com ela os espinhos, e sufocaram-na. Outra, porém, caiu em terra boa; tendo crescido, produziu fruto cem por um”. Dito isso, Jesus acrescentou alteando a voz: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!”.”
São Lucas, 8, 5-8

A explicação de Jesus é também fácil de entender: “A semente é a palavra de Deus. A que caiu à beira do caminho são os que a ouviram; vem, a seguir, o diabo e arrebata-lhes do coração a palavra, para não suceder que, crendo, sejam salvos. A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria; estes não têm raiz, creem apenas por algum tempo e, na hora da provação, se desviam. A que caiu entre espinhos são os que ouviram e, no decorrer dos dias, foram sufocados com os problemas, perseguições, cuidados pessoais, riquezas e outros deleites da vida material; os seus frutos nem chegam a amadurecer. A que caiu na boa terra são os que, tendo ouvido de bom e reto coração retêm a palavra; estes frutificam com perseverança” (S. Lucas 8,11-15). Alguém ensina a Palavra de Deus a várias pessoas diferentes; a resposta de cada uma depende do estado de seus corações, isto é, de sua resposta concreta a Deus.

Consideremos agora separadamente cada componente desta parábola:


O Semeador



– Aquele que planta.

O trabalho do semeador é plantar a semente na terra. Uma vez que se a semente for deixada no celeiro, nunca produzirá uma safra, por isso seu trabalho é importante para a multiplicação da colheita. Mas a identidade pessoal do semeador não é o mais importante. O semeador nunca é chamado pelo nome nesta história. Nada nos é dito sobre sua aparência, sua capacidade, sua personalidade, seu sexo, cor, nacionalidade ou suas realizações pessoais. Ele simplesmente põe a semente em contato com a terra. A colheita dependerá da combinação entre a terra e a semente.

Aplicando-se espiritualmente; Os seguidores de Cristo são os Semeadores que devem ensinar a palavra de Deus. Quanto mais ela é disseminada e espalhada dentro dos corações humanos, maior será a colheita Divina. Mas a identidade pessoal do evangelizador não tem importância.   Como diz São Paulo, “Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus. De modo que nem o que planta é alguma cousa, nem o que rega, mas Deus que dá o crescimento” (1 Coríntios 3,6-7).   Em nossos dias, o semeador tornou-se a figura “PRINCIPAL” e a semente é bastante desmerecida. A mídia das campanhas religiosas eletrônicas e televisivas freqüentemente contém uma grande fotografia do orador e dá grande ênfase ao seu nível teológico, sua capacidade pessoal e o desenvolvimento de sua carreira; o evangelho de Cristo que ele supõe-se estar pregando é mencionado apenas nas letrinhas miúdas, lá no canto inferior. Não devemos exaltar os homens, mas fixarmo-nos completamente na Palavra do Senhor que é o dono de tudo.


A Semente



Como já foi dito, A semente é a Palavra de Deus. Ela mesmo afirma, “A Fé vem de ouvir a palavra de Deus e como crerão se não houver quem pregue?  E Como pregarão se não forem enviados?” (Romanos 10,17).   Cada conversão é o resultado da implantação do evangelho dentro de um coração puro. A palavra gera (S. Tiago 1,18), Salva (S. Tiago 1,21), regenera (1 S. Pedro 1,23), liberta (S. João 8,32), produz fé (Romanos 10,17), santifica (S. João 17,17) e nos atrai a Deus (S. João 6,44-45).

Como o evangelho se espalhava no primeiro século, foi-nos dito muito pouco sobre os homens que o divulgaram, porém muito nos foi dito sobre a mensagem que eles disseminaram (estude o livro de Atos e note que em cada cidade para onde os apóstolos viajaram, os homens eram convertidos como resultado da palavra que era ensinada). A importância das Escrituras deve ser ressaltada ao máximo.

Isto significa que o Semeador ou evangelizador tenha que ensinar a palavra com fidelidade. Não há substitutos permitidos. Freqüentemente, pessoas raciocinam que haveria uma colheita maior se alguma outra coisa fosse plantada em conjunto. Então, igrejas começam a experimentar outros meios, de modo a conseguir mais adeptos. Elas recorrem a divertimentos, festas, esportes, aulas de Inglês, bandas, eventos sociais e muitas outras coisas para tentar atrair as pessoas que não estariam interessadas, se pregassem somente o evangelho. Considere este exemplo: Imagine que meu pai me mandou plantar milho no campo, pois ele estaria ausente da fazenda por alguns meses. Depois que ele saiu, eu decidi experimentar o solo e descobri que não era bom para o plantio do milho, mas daria um estouro de safra de melancias. Então resolvi plantar melancias. Imagine a reação de meu pai quando ele voltar para casa, esperando receber milho, e eu lhe mostrar um caminhão de melancias, em vez disso. Nosso Pai celestial nos disse qual a semente que deve ser semeada: a palavra de Deus. Não é nosso trabalho analisar o solo e decidir plantar alguma outra coisa diferente, esperando receber melhores resultados. A colheita do evangelho pode ser pequena (se o solo for pobre), mas Deus só nos deu permissão para plantar a palavra d’Ele. Somente plantando a Palavra de Deus nos corações dos homens o Senhor receberá o fruto que ele espera. Ou, usando uma figura diferente: as Escrituras são a isca de Deus para atrair o peixe que ele quer salvar. Precisamos aprender a ficar satisfeitos com seu plano que são na verdade bem melhores e maiores do que os nossos (Isaías 55,8-10).



“Pois meus pensamentos não são os vossos, e vosso modo de agir não é o meu, diz o Senhor;* mas tanto quanto o céu domina a terra, tanto é superior à vossa a minha conduta e meus pensamentos ultrapassam os vossos. Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não volvem sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer,”      (Isaías, 55,8-10)


Aqui há uma boa lição para o ouvinte também. O fruto produzido depende da resposta à Palavra. É decisivamente importante ler, estudar e meditar sobre as Escrituras. A palavra tem que vir habitar em nós (Colossenses 3,16), para ser implantada em nosso coração (S. Tiago 1,21). Temos que permitir que nossas ações, nossas palavras e nossas próprias vidas sejam formadas e moldadas pela palavra de Deus.

Uma boa safra sempre depende da procedência e qualidade da semente, não do tipo da pessoa que a plantou. Um pássaro pode plantar uma castanha: a árvore que nascer será um castanheiro, e não um pássaro. Isto significa que não é necessário tentar traçar uma linhagem ininterrupta de fiéis cristãos, recuando até o primeiro século. Há força e autoridade próprias da palavra para produzir cristãos como aqueles do tempo dos apóstolos. A palavra de Deus contém força vivificante. O que é necessário é homens e mulheres que permitam que a palavra cresça e produza frutos em suas vidas; pessoas com coragem para quebrar as tradições e os padrões religiosos em volta deles, para simplesmente seguir o ensinamento da Palavra de Deus. Hoje em dia, a palavra de Deus tem sido freqüentemente misturada com muita tradição, doutrina e opiniões diversas que descaracteriza a verdadeira palavra de Deus a deixando irreconhecível. Mas se pusermos de lado todas as inovações dos homens e permitirmos que só a palavra trabalhe, podemos tornar-nos fiéis discípulos de Cristo justamente como aqueles que seguiram Jesus a mais de 2000 anos atrás. A continuidade do Reino de Deus depende desta boa semente.


A Terra ou o Solo



É perturbador notar que a mesma semente foi plantada em vários lugares e tipos de solo, mas os resultados foram muito diferentes. A mesma palavra de Deus pode ser plantada em nossos dias; mas os resultados serão determinados pelo coração daquele que a ouve.

Alguns são solo de beira de estrada, duro, impenetrável e impermeável. Eles não têm uma mente aberta e receptiva para permitir que a palavra de Deus penetre em seus corações e os transforme. O evangelho nunca transformará corações como estes porque eles não lhe permitem entrar.

As raízes das plantas, no solo pedregoso, nunca se aprofundam. Durante os tempos fáceis, os brotos podem parecer interessantes, mas abaixo da superfície do terreno, as raízes não estão se desenvolvendo. Como resultado, se vem uma pequena temporada de seca ou um vento forte, a planta murcha e morre. Os cristãos precisam desenvolver suas raízes por meio de fé em Cristo e de estudo da Palavra cada vez mais profundo. Tempos difíceis virão, e somente aqueles que tiverem desenvolvido suas raízes abaixo da superfície sobreviverão. (*As sete verdades do Bambu)

Quando se permite que ervas daninhas e espinheiros cresçam junto com a boa semente, nenhum fruto pode ser produzido. As ervas disputam a água, a luz solar e os nutrientes do solo e, como resultado, sufocam a boa planta. Existe uma grande tentação a permitir que interesses mundanos convivam e até dominem tanto a nossa vida que não nos resta energia para devotar ao crescimento do evangelho em nossas vidas.

Enfim,  há “A terra Boa” ou bom solo fértil e úmido que produzirá o bom fruto a cem por um.

A conclusão desta parábola é deixada por conta de cada um de nós que devemos responder para nós mesmos a pergunta a seguir:


Que espécie de solo é você?


Ensino em parábolas



A parábola é um instrumento pedagógico que usa o quotidiano para mostrar como a vida nos fala de Deus. Torna a realidade transparente e faz o olhar da gente ficar contemplativo. Uma parábola aponta para as coisas da vida e, por isso mesmo, é um ensinamento aberto, pois das coisas da vida todo o mundo tem alguma experiência. O ensinamento por parábolas faz a pessoa partir da experiência que tem: semente, sal, luz, ovelha, flor, passarinho, mulher, criança, pai, rede, peixe, etc. Assim, ele torna a vida quotidiana transparente, reveladora da presença e da ação de Deus. Jesus não costumava explicar as parábolas. Geralmente, terminava com esta frase: “Quem tem ouvidos, ouça!” (Mt 11,15; 13,9.43). Ou seja: “É isso! Vocês ouviram! Agora tratem de entender!” Jesus deixava o sentido da parábola em aberto e não o determinava. Sinal de que acreditava na capacidade do povo de descobrir o sentido da parábola, baseado na sua experiência de vida.

De vez em quando, a pedido dos discípulos, ele explicava o sentido (Mt 13,10.3). Por exemplo, os versículos 36-43 trazem a explicação da parábola do joio e do trigo. Ela mostra como se fazia catequese naquele tempo. As comunidades se reuniam e discutiam as parábolas de Jesus, procurando saber o que ele queria dizer. Assim, pouco a pouco, o ensinamento aberto de Jesus começava a ser afunilado na catequese da comunidade que aceitava apenas uma explicação da parábola. Ela não tinha a mesma confiança de Jesus na capacidade do povo de entender as coisas do Reino.

(Mateus 13,24-30) [Mesters, Lopes e Orofino]

 27 de julho de 2019.



PARÁBOLAS E MENSAGENS EM POWER POINT PARA REFLEXÃO

Peso_da_oração_0


DEUS AMA O PECADOR

MAS ODEIA O PECADO



Dinâmica – Armadura de Deus.




〈 A ARMADURA DE DEUS 〉





TEXTO BIBLICO EFÉSIOS 6.10 A 17 




ALFINETES DE SATANÁS – ARMADURA DE DEUS


“…Fortalecei-vos no Senhor … tomando … o escudo da fé”

(Efésios 6:10, 16).

Textos adicionais:

(Efésios 6,10-17); (Hebreus 13,5); (Romanos 12,12, 21).

Material Necessário:

Bíblia de capa dura
6 balões infláveis ou mais
3 alfinetes com cabeça colorida e almofada de alfinetes – Barbante


Modo de Preparar


Encha os balões, amarre o barbante de um lado a outro da sala ou entre duas cadeiras e pendure nele os balões inflados (outra opção é pedir a voluntários para segurá-los durante a demonstração).

Espete os alfinetes na almofada.

Mensagem: (Leia Efésios 6:10-17 e fale sobre a armadura cristã.)

Os balões representam a vida dos jovens cristãos. Alguns estão equipados com a armadura de Deus e alguns não. Iremos falar especialmente a respeito da armadura da fé (verso 16).


Modo de execução:

Satanás tem muitos alfinetes inflamados (mostre a almofada com os alfinetes).

Este é um alfinete que ele sempre usa.

Você pode entregar os balões para as pessoas e convidar uma de cada vez para efetuar a dinâmica em destaque.


Primeiro Balão: Desânimo

“Você não pode viver a vida cristã”, ele diz. Quando uma pessoa insiste nesse pensamento, está se esquecendo de (Hebreus 13,5): “Não te deixarei, nem te desampararei.” Ela se esquece de usar a armadura da fé (mostre o alfinete e, em seguida, ESPETE o primeiro balão).


Segundo Balão: Desânimo

(Utilize o mesmo alfinete. Mostre-o para o grupo e use a mesma tática.) Mas este cristão, embora desanimado, lembrou-se de (Hebreus 13,5).

Ele usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas coloque a Bíblia entre ele e o balão, como uma armadura.)


bulling_desanimo_tristeza


Terceiro Balão: Palavras rudes

(Pegue outro alfinete.) Embora alguém fale palavras rudes para essa pessoa, ela se lembra de “vencer o mal com o bem” (Romanos 12,21). Ela usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas use a Bíblia como escudo).


Quarto Balão: Palavras Rudes

(O mesmo alfinete). Essa pessoa não ora e não lê a Bíblia com freqüência, portanto, está sem a armadura (fure o balão com o alfinete). Quando ouve palavras rudes, fica irado e retribui no mesmo nível. Os alfinetes de Satanás encontram outra vítima.


Quinto Balão: Segundo lugar

Algumas vezes, na escola, na igreja ou em alguma outra atividade, alguém é escolhido em vez de você. Você fica em segundo lugar, porém, acredita que poderia fazer melhor do que a pessoa que foi escolhida (escolha outro alfinete). Satanás tem um alfinete para você nesse momento, mas se você estiver usando a armadura da fé (Romanos 12,12), o alfinete não poderá feri-lo (repita a mesma ação usando a Bíblia como escudo).


Sexto Balão:  Segundo Lugar 

(O mesmo alfinete.) Talvez outra pessoa seja escolhida para cantar, quando você sabe cantar melhor, mas o alfinete de Satanás não pode feri-lo (faça o movimento de furar o balão, mas atinja a “armadura”, a Bíblia), pois você está forte no Senhor, vestido com a “armadura de Deus” e permanece firme “contra as ciladas (enganos) de Satanás” (Efésios 6,10-11).


Outros balões:

Você pode acrescentar outros balões e outras setas inflamadas que poderiam nos atingir e repetir a sequencia da dinâmica.


REFLEXÃO:


A Bíblia é a nossa única proteção contra os ataques de Satanás.

É a maneira que Deus nos mostra como devemos nos proteger dos perigos, tristezas, brigas, desobediências, inveja e muitas outras tentações. Quando a tentação nos assalta, devemos sempre buscar na Palavra de Deus os conselhos Divinos. Confiando no poder de Jesus e na promessa que Ele fez de sempre estar ao nosso lado e nos fortalecer, estaremos usando a “armadura da fé” e seremos vitoriosos.

Quantos gostariam de estar “vestidos” com a armadura da fé?



plaquinha_jesus_te_ama exemplo_plaquinha_de_mao placa+Jesus+te+ama+na+estrada[1]

Variação de dinâmica semelhante:


plaquinha_pecado_maldade





“Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno.”  

(Efésios 6,16)

Distribua vários balões entre os participantes.

Peça para que encham os seus balões e segurem.

Distribua também para outros participantes previamente escolhidos algumas plaquinhas com palavras escritas identificando alguns dos dardos inflamadas do maligno mais comuns, como:


[DESÂNIMO]   [PECADO]   [ÓDIO]   [DERROTA]

[MENTIRA]   [FALSIDADE]   [DESPREZO]   [RANCOR]

[FOFOCA]   [MALDADE]   [ E OUTRAS ]


Juntamente com as plaquinhas entregue também palitos de dente para que tentem estourar os balões de seus companheiros mas não avise os participantes que eles farão isso.

Apresente os escolhidos com as plaquinhas na mão na frente de todos, leia as plaquinhas e fale sobre o perigo que elas representam para nossa vida Cristã e alerte as pessoas que devem estar preparadas para enfrentar as investidas do demônio, porém não deixe transparecer que tentarão atacar os balões, deixe os participantes distraídos com seus balões na mão.

Depois de apresentar os perigos que enfrentamos e os cuidados que se deve tomar para nossa proteção mande que as plaquinhas caminhem no meio das pessoas, mas dê um tempinho para se misturarem bem e passarem por trás dos participantes distraídos, enquanto isso você pode continuar falando alguma coisa ou cantar um cântico que se refira ao tema, dentro de um ou dois minutos comece a atacar os balões discretamente, um … “espere o suspense que chame a atenção dos demais” e depois estoure outro … e depois vários ao mesmo tempo.

Lembrando que não seria necessário eliminar todos os balões para que sobre pelo menos três balões sem estourar.

Não se esqueça que tudo isso deve ser combinado com os atacantes antes da ação propriamente dita, você pode convocar outras duas ou três pessoas sem comunicar nem com o primeiro grupo [DISTRAÍDOS] e nem com o segundo grupo [ATACANTES], para que essas pessoas protejam seus balões a qualquer custo para que sirvam de exemplo e deem testemunho no final de como conseguiram manter seus balões seguros.

Fale sobre as ferramentas disponíveis em Efésios 6 aproveitando o impulso da dinâmica.




Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


Somos a Igreja Católica e Universal.



CATÓLICA É UNIVERSAL PORQUE É DE TODOS E PARA TODOS.



“Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim.”             (S. Mateus 24,14)



 Exatamente isso, somos da Igreja Universal. E será fácil entendermos o porque somos da verdadeira Igreja Universal. E sim, está foi a fundada por Jesus Cristo. A Igreja vem a mais de 2000 (dois mil anos) diante do ocidente e do oriente evangelizando e construindo história e colaborando com o desenvolvimento da humanidade.

IGREJA UNIVERSAL

Para entendermos o porque que a Igreja é a Igreja Universal, necessitamos entender antes de mais nada que a IGREJA DE JESUS CRISTO NÃO TEM NOME. Isso mesmo, a Igreja não tem nome, o nome da Igreja não é Católica. E vou buscar explicar para você meu caro amigo(a).

Mas primeiro vamos entender o porque que a IGREJA CATÓLICA é de fato a IGREJA UNIVERSAL. O termo CATÓLICA vem do GREGO e significa nada mais e nada menos que UNIVERSAL. Deste modo, todos nós batizados nesta Igreja pertencemos a Igreja Universal.

A igreja tem por missão, evangelizar e nesta missão EVANGELIZAR o MUNDO INTEIRO. Sendo assim, a Igreja só pode ter a qualidade ou atributo de ser universal.

Para entender melhor, o que seria estes atributos, suponha que você queira ver sobre os atributos do Papa Francisco, quais seriam? Exemplo: sua idade, sua altura, a cor dos olhos e etc.

A mesma coisa é a Igreja, em se tratando de seu nome, como disse antes, a Igreja não tem nome, mas sim ATRIBUTOS. Quais seriam os atributos da Igreja? A Igreja portanto tem o atributo de ser CATÓLICA, APOSTÓLICA e ROMANA.

Portanto a Igreja Universal pois faz parte de sua missão, o atributo de ser missionária, evangelizadora e anunciar Cristo aos povos. É Apostólica, por ser a Igreja dos Apóstolos e por eles continuada e guardar os ensinamentos dos mesmos Apóstolos.  E é Romana por ter a tradição ocidental, e por ser Roma a sede da Igreja, além de que, como ensina a TRADIÇÃO, o Apóstolo Pedro morreu em Roma.


catedral_sao_pedro_vaticano_roma_entardecer


A Igreja Católica abraça todo o mundo com sua missão evangelizadora. E a esta Igreja está unida todos aqueles que receberam dos Apóstolos a missão do Cristo em continuar a Igreja. E unidos universalmente, todos os Bispos ao Bispo de Roma, o Papa.

No Catecismo da Igreja Católica encontramos:



A exemplo dos doze Apóstolos escolhidos e enviados por Cristo, a união dos membros da hierarquia eclesiástica está ao serviço da comunhão dos fiéis. Cada Bispo exerce o ministério, como membro do colégio episcopal, em comunhão com o Papa, participando com ele na solicitude pela Igreja universal. Os sacerdotes exercem o seu ministério no presbitério da Igreja particular, em comunhão com o próprio Bispo e sob a sua condução. (CIC §878)



E esta mesma união, faz da Igreja universal, no sentido de que todos estão incluídos e unidos a ela e com os Bispos.



Fonte. http://www.catequesedoleigo.com.br/


A heresia do evangelho da prosperidade Ide e evangelizai a todo mundo o-maior-tesouro-do-mundo
Missoes_Evangelizacao_n Consertar_o_mundo Tende_Misericordia_Senhor

BAIXE O SLAID EM POWER POINT PARA VISUALIZAR OS EFEITOS



missoes_ide_e_evangelizai


A Armadura de Deus – Efésios 6 – para crianças.


VOCÊ PRECISA DE UMA ARMADURA!

Sim, mas não é qualquer Armadura…

É DA ARMADURA DE DEUS.

Efésios 6 em linguagem simples e descomplicada para crianças.


Armadura-criança-efesios-6


Efésios 6 para crianças é uma lição prática numa linguagem simples usando uma estória familiar como pano de fundo para crianças a respeito de todos os detalhes que o Cristão precisa tomar para estar pronto para enfrentar as consequências de sua missão nesta terra. as lutas e as batalhas do dia a dia contra todo mal e o pecado sendo alimentado e fortalecido pelo poder de Deus através da oração.


.


1. A ARMADURA DE DEUS!

Baseado em (Efésios 6, 10-17)

Apresentação para crianças

2. Joãozinho parecia estar sempre com problemas. Tentava fazer boas escolhas, mas sempre era mais fácil tomar más decisões.

3. Quando Sua mãe mandava limpar o seu quarto, ele preferia ficar no vídeo-game.

4. Quando seu pai pedia para tirar as folhas do quintal, preferia ficar brincando na caixa de areia.

5. Quando saia para acampar, se deparava com os perigos da floresta.

6. Quando saia para se divertir com os coleguinhas no parque, sempre acontecia algum acidente.

7. Um dia Joãozinho foi visitar seus avós. Estavam sentados no jardim conversando quando Joãozinho começou a contar para seu avô como sempre se metia em confusões e problemas.

8. Quando terminou seu avô disse: Eu sei do que você precisa… Você precisa de uma ARMADURA…

O Menino exclamou! UMA ARMADURA ?

9. Dando um salto de susto perguntou de novo: UMA ARMADURA ? Não era isso que os cavaleiros caçadores de dragões usavam na Idade média?


Knight posing in armor

Knight posing in armor


10. SIM … UMA ARMADURA ! Mas não seria uma Armadura qualquer Você precisa da Armadura de Deus !

– COMO ?

11. Pelo brilho nos olhos do avô o menino percebeu que logo ouviria uma boa lição… O velho se levantou e entrou para dentro de casa… – Ele ficou aguardando…

12. Ouvia alguns sons estranhos vindos de dentro da casa finalizando com um grande estrondo… O Avô retornou trazendo um grande saco nas costas … – O garoto ficou morrendo de curiosidade !

13. Tirou de lá um longo cinto antigo e disse: “Este é o cinto da verdade”. ele é uma proteção e vai amarrado como uma grande correia em torno de sua cintura. “Este cinto vai ajudar você a lembrar da verdade, e para dizer a verdade. ” “Jesus sempre dizia a verdade!”

14. Puxou para fora um par de sandálias velhas: Ele as calçou e ficou um pouco folgadas… Estas são as sandálias da prontidão: Você deve estar sempre pronto pra compartilhar a boa notícia do evangelho como disse Jesus. “Ide e evangelizai a toda Criatura”

15. Ao tirar então um grande colete de metal todo fechado e amarrado com correias nas bordas… “Esta é a couraça da justiça” Vai proteger seu coração e manter fora dele todo orgulho e avareza lembrando que: Jesus estará sempre com você.

16. Ouvi um tilintar de metal e de repente meu avô tirou daquele saco um grande escudo. “Este é o seu ESCUDO da Fé” Ele será de grande ajuda e a sua proteção contra os inimigos e todo o mal e te lembrará que: Jesus é o seu Salvador.

17. O saco ficou redondo e meu avô tirou para fora um objeto e o colocou em minha cabeça. “Este é o CAPACETE DA SALVAÇÃO” Ele protegerá sua cabeça e sua mente dos maus pensamentos e te lembrará que: Jesus morreu na cruz por seus pecados.

18. O saco parecia estar vazio, mas ainda restava um objeto grande e pontudo que até me assustou um pouco: “Esta é a sua Espada do Espírito” Ela é o conhecimento da palavra de Deus que é uma Espada de dois gumes que separa a alma do Espírito. Jesus cumpriu a Promessa do Pai nos entregando seu Espírito

19. Joãozinho ficou todo entusiasmado pegou o escudo e a espada e cortou o ar com um golpe. “Sentiu-se um Verdadeiro Soldado pronto para a Batalha.” Seu avô o observa em silêncio e disse: Só falta uma pequena coisinha em sua Armadura…

20. O avô retirou do saco ainda três pedrinhas lisas e redondas. Elas rolaram em sua mão e depois ele as colocou em seu bolso dizendo: “Isto meu rapaz no seu bolso é o seu alimento, lembre-se de rezar sempre para fortalecer seu espírito e te fazer vitorioso nas batalhas.

21. Não se esqueça que o pequeno pastor de ovelhas chamado Davi sem nenhuma arma humana venceu o grande guerreiro Golias com toda sua Armadura. Davi por sua vez contava apenas com três pedrinhas que com a sabedoria Divina atingiu o inimigo em seu ponto mais fraco e venceu a batalha sem levantar a espada.


Knight posing in armor


22. Sobretudo confie sempre na sua oração.

23. Joãozinho tomou sua armadura e a vestiu estando totalmente preparado para a luta. “Assim poderei vencer os inimigos que tentam me afastar do caminho de Cristo. Nada é impossível para aquele que Crê e confia totalmente no poder de Deus.

24. A ARMADURA DE DEUS! Baseado em (Efésios 6, 10-17) CRÉDITOS: Apresentação original em inglés. por Stacy Hagler Esta versão: Presentepravoce Musica: Noites Traiçoeiras DR “Geice Brito” Fotos: Buscas na Web Uso gratuito para fins de ministério é permitido. Não deve ser distribuído com fins lucrativos.

25. segunda-feira, 23 de maio de 2016 4:23:13 Link’s para outras Mensagens 3-Suporta comigo os trabalhos, como bom soldado de Jesus Cristo. 4-Nenhum soldado pode implicar-se em negócios da vida civil, se quer agradar ao que o alistou. 5-Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as regras. (II Tim 2,3)



Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


Efésios VI – Revesti-vos da Armadura de Deus.


Revesti-vos da Armadura de Deus



1. Estudo

2. ESCUDO DA FÉ CAPACETE DA SALVAÇÃO

3. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio.

4. O soldado romano usava uma peça forte e larga ao redor da cintura, como se fosse um cinto. Ele não só protegia seus órgãos vitais, como também unia todas as outras peças da armadura.

5. O corpo vestido com a couraça da justiça, Na armadura humana, uma couraça cobria o corpo do soldado do pescoço até a cintura – frente e costas. Ela era feita de placas de correntes de metal, para que espada ou flecha não pudesse atravessá-la. O corpo vestido com a couraça da justiça, COURAÇA DA JUSTIÇA

6. EVANGELHO DA PAZ É importante ter os pés em boas condições se tiver de lutar, não é? Quando os pés doem, é difícil ficar em pé e muito menos andar ou correr para o campo de batalha. Se os seus sapatos tiverem solas escorregadias, será fácil cair e ser pisoteado. E os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz.

7. A armadura do soldado romano incluía também um grande escudo feito de madeira.Ele tinha cerca de 76 cm de largura por 1,20m de comprimento, oferecendo, portanto, dupla proteção para quase todas as partes do ESCUDO DA FÉ Sobretudo , embraçai o escudo da fé,

8. Satanás, nosso inimigo, envia flechas incendiárias, ou “dardos inflamados”, contra nós. Alguns dardos que Satanás atira são mentiras, pensamentos odiosos sobre pessoas ou o desejo de pecar. com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. com que possais apagar todos os do Maligno.

9. Quem usa capacete? Jogadores de futebol americano, ciclistas, motociclistas, soldados… Todos usam capacete por uma única razão – proteger a cabeça. Se bater a cabeça, o seu cérebro se machuca e você perde a batalha. Tomai, enfim, o capacete da salvação

10. Depois de colocada a armadura, estamos prontos para pegar nossa espada e ir para a batalha. Nossa espada não é feita de aço afiado porque não estamos lutando contra carne e sangue. E a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. E a isto é,

11. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos. (Efesios 6 10,18)

12. ESPADA DO ESPÍRITO EVANGELHO DA PAZ COURAÇA DA JUSTIÇA CINTO DA VERDADE

13. O bom soldado está sempre em contato com o comandante. Ele não age por sua própria conta. Como bons soldados do exército de Deus, você e eu devemos estar em constante comunicação com o Senhor.

14. Somos soldados do exército de Deus. Ele nos deu tudo que precisamos para sermos vitoriosos. Mas, devemos usar toda a armadura, ficar em contato com nosso comandante e estar sempre alerta contra os ataques do inimigo.

15. Oração da Armadura de Deus

Pai celeste, eu agora pela fé, clamo a proteção da Vossa armadura, para que possa permanecer firme contra satanás e todo o seu exército e, em nome do Senhor Jesus, vencê-lo. Tomo a Vossa verdade contra as mentiras e os erros do inimigo astucioso. Tomo a Vossa justiça para vencer os maus pensamentos e as acusações de satanás. Tomo o equipamento do Evangelho da paz e deixo a segurança e os confortos da vida para combater o inimigo. E, acima de tudo, tomo a Vossa fé para barrar o caminho da minha alma às dúvidas e incredulidades. Tomo a Vossa salvação e confio em Vós para proteger o meu corpo e a minha alma contra os ataques de satanás. Tomo a Vossa Palavra e peço para que o Espírito Santo me capacite a usá-la eficazmente contra o inimigo, a cortar toda a escravidão e a libertar todo o cativo de satanás, no poderoso Nome de Jesus Cristo, meu Senhor. Revisto-me desta armadura, vivendo e rezando em completa dependência de Ti, Bendito Espírito Santo.

Amém.

16. segunda-feira, 23 de maio de 2016 4:39:10 Link’s para outras Mensagens 3-Suporta comigo os trabalhos, como bom soldado de Jesus Cristo. 4-Nenhum soldado pode implicar-se em negócios da vida civil, se quer agradar ao que o alistou. 5-Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as regras. (II Tim 2,3)



PREGAÇÃO NO YOUTUBE –

Frei Gilson / Pregação – Revesti-vos da armadura de Deus



Revesti-vos da armadura de Deus!

– Padre Chrystian Shankar









WALLPAPERS






FOTOS NO PINTEREST






Evangelizar incomoda muita gente.



Lembra daquela musiquinha do elefante que incomoda muita gente (*) e que depois vem mais um elefante e vai aumentando a manada até que alguém perde a paciência e amordaça o maluco que está cantando? 


um_Elefante_incomoda_muita_gente Manad_elefante_greve_geral

É!!! Já passei por esta situação algumas vezes e deu vontade de enforcar o cantor, mas hoje queremos falar exatamente deste mesmo efeito perturbador nas pessoas quando nos referimos ao evangelho de Jesus Cristo, porque lamentavelmente muitas pessoas não querem ser evangelizadas e se sentem muito incomodadas! 


Além das pessoas se somam ideologias humanas e políticas que não suportam o Cristianismo e até proíbem a evangelização.



Lembra-se da ordem de Deus ao Profeta Ezequiel?

Dir-lhes-ás tu: Esta é a Palavra do Senhor – quer te escutem ou não. (Ezequiel 3,11)

“Quer ouçam ou deixem de ouvir”.

Deus enviou o Profeta Ezequiel para anunciar a sua palavra no meio de seu povo escolhido, porém a situação era tão grave naqueles dias que a observação do Senhor era exatamente que: aqueles que eram pagãos e que nunca tinham ouvido falar de Deus provavelmente ouviriam esta palavra.  Os filhos de Deus, porém, estavam fechando os ouvidos para não ouvir as palavras de seu Deus, perseguiam os Profetas e os matavam.  Hoje, acontece algo muito semelhante e é por isso que Deus nos chama a evangelizar os Batizados, não somente aqueles que nunca ouviram a palavra de Deus, mas sim e principalmente aqueles que se dizem Cristãos, que foram batizados e um dia se tornaram “FILHOS DE DEUS”, mas vivem como se fossem pagãos, evangelizar aqueles que estão com o convite para as Bodas do Cordeiro nas mãos e o cheque da Salvação no bolso, porém seguem em direção oposta rumo ao inferno e de agem assim conscientemente e ainda se incomodam, reclamam e perseguem aqueles que pregam a verdade do evangelho.

Neste ponto, entendemos que Deus nos chama para incomodar mesmo esta geração perversa, esta geração de cristãos inúteis, para ascender uma chama que incendeie toda palha seca e o joio maduro, para queimar todo ramo ressequido a fim de se limpe o caminho para que brote folhas novas e cresça novos ramos verdes nesta videira para produzir muitos frutos para o Senhor.

Jesus disse certa vez quando observava as multidões:

“Que elas se assemelhavam a um rebanho sem Pastor” (São Marcos 6, 34)

Sua intenção é clara quando demonstra claramente sua intenção de conduzir este rebanho perdido ao seu aprisco, porém Ele não esperava que essas ovelhas fossem rebeldes e desobedientes e que preferissem não ser conduzidas ao aprisco.

Este é o nosso chamado hoje, devemos atuar neste rebanho como aqueles cães que são instruídos para conduzir as ovelhas ao redil, não existe outra maneira de efetuar este trabalho, por isso dizemos que esta ação de conduzir o rebanho, de latir e latir, avançar e recuar, fazer barulho e mais barulho é a maneira que as ovelhas entendem e são coagidas a seguir na direção correta.

Imagine o quanto um cão pode latir nas ovelhas e incomodá-las a ponto de induzi-las na direção correta, imagine agora se fossem dois cães a latir nestas ovelhas surdas, multipliquemos os cães que cercam as ovelhas e iremos observar que o trabalho será executado mais rapidamente e facilmente. Desta mesma forma, podemos dizer que: se um evangelizador incomoda tanta gente, imagine se fossem dois evangelizadores?  E se fossem três, quatro, cinco ou mais, como não poderiam incomodar ainda mais os Cristãos acomodados para que eles percebam que um Cristão acomodado que não evangeliza ninguém não entrará no reino de Deus.

Talvez seja esta a verdade que mais incomoda os acomodados e que nenhum deles queira admitir, mas se o “cristão” não for Cristão de verdade e se não contagiar o mundo que o cerca com seu testemunho de vida, não somente muitas pessoas perderão a Salvação como também ele mesmo perderá a sua Vida Eterna com Deus, pois todos aqueles acomodados que se identificam como “cristãos” e não o são de verdade não entrarão no Reino de Deus.

Por isso São Paulo dizia:

“Ai de mim se não evangelizar!”

Porque esta é a nossa Missão hoje!


porque-o-evangelho-incomoda-tanto-as-pessoas[1]


Mas por que o evangelho incomoda tanto as pessoas?


O evangelho não parece ser algo que as pessoas gostem tanto de ouvir.

Você já se sentiu um chato por compartilhar a palavra de Deus com alguém?

Já foi “cortado” ou desprezado quando estava falando de Jesus?

Já foi excluído por falar a verdade contida na Bíblia?

Já teve suas atitudes ridicularizadas por seguir à risca a orientação do evangelho de Jesus?

Já teve portas fechadas em sua vida só porque acredita e segue os ensinos de Jesus Cristo?

Essas são situações bem comuns que acontecem diariamente.

Paulo diz ao jovem Cristão Timóteo algo que parece desanimador, mas que mostra na realidade que o evangelho de Jesus Cristo incomoda demais o mundo:

“Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.” (2 Timóteo 3.12). 

Por que os que querem viver de acordo com a vontade de Jesus Cristo serão perseguidos? Porque o mundo se incomoda demais com o evangelho sendo pregado e, claro, principalmente sendo vivido.

Mas nós que vivemos e pregamos o evangelho devemos ter em mente uma verdade: Se o evangelho está incomodando [o evangelho genuíno, é claro, o bíblico] é porque as coisas estão indo bem e não mal. O evangelho foi feito para incomodar e impactar as pessoas e não para passar despercebido. O evangelho não é para “passar a mão na cabeça das pessoas”, para deixá-las da mesma forma que estão. Os relatos bíblicos mostram que onde o evangelho entra as coisas não permanecem as mesmas. Ou ele muda vidas ou provoca reações de rejeição das mais diversas. Em alguns lugares do mundo a pregação do evangelho pode gerar a morte do pregador! Aliás, milhares de pessoas já morreram por causa do evangelho.

Mas porque a mensagem do evangelho incomoda tanto?

A mensagem do evangelho incomoda tanto porque ela é diferente das outras mensagens. É uma mensagem exigente, poderosa, mexe com o coração do homem, abala, coloca “a pulga atrás da orelha” do ser humano, é verdadeira, destrói a obra do diabo, transforma vidas, mostra o caminho da salvação, purifica, traz perdão, etc. É a Palavra de Deus que não volta vazia. Não são meras palavras ao vento, mas são palavras agregadas com o poder do Todo-Poderoso. Como algo com todas essas características não incomodariam?

Vários pregadores do passado e do presente também incomodaram por pregar o Evangelho. Muitos deles sofreram na pele o impacto da rejeição da mensagem de Jesus Cristo, mas também colheram frutos pelo seu empenho, afinal, em muitas vidas o incomodo que o evangelho provoca redunda em mudanças de vida e conversão, em reconciliação com Deus. Muitos que viveram e vivem o evangelho colhem dificuldades do incomodo provocado pelo evangelho, mas colhem também os frutos saborosos vindos dele.

O grande risco que nós cristão corremos é o de desistir de anunciar o evangelho por causa da rejeição e do incomodo visível das pessoas por causa dele. Quanto a isso veja o que aprendemos com Paulo:

“Agora eu vou para Jerusalém, obedecendo ao Espírito Santo, sem saber o que vai me acontecer lá. Sei somente que em todas as cidades o Espírito Santo tem me avisado que prisões e sofrimentos estão me esperando. Mas eu não dou valor à minha própria vida. O importante é que eu complete a minha missão e termine o trabalho que o Senhor Jesus me deu para fazer. E a missão é esta: anunciar a boa notícia da graça de Deus.” (Atos 20. 22-24)

Se o evangelho não incomodar não é o evangelho. Acostume-se com isso e cumpra sua missão assim como o apóstolo Paulo, que não se preocupou com o incomodo que o evangelho iria provocar nas pessoas e na sociedade, antes, se incomodava em não cumprir a vontade de Deus em sua vida e em não impactar positivamente o seu tempo com a grande boa notícia, o evangelho de Jesus Cristo!


.


Palavras_ao_vento Cristofobia_2

SE VOCÊ AMA A JESUS, TOQUE A BUZINA…


A incrível experiência de evangelização da Vovó.
Não sabia se ria, chorava ou dava glória a Deus!…


experiencia_evangelizacao_da_vovo


Querida neta,

Acabei de ter a experiência de evangelização mais incrível de toda minha vida e estou tão feliz que desejo compartilhar com você.

Hoje de manhã fui a uma livraria Católica da Canção Nova e me chamou a atenção um adesivo para carro que dizia:


‘SE VOCÊ AMA A JESUS, TOQUE A BUZINA…’.



As pessoas ficam tão estressadas no trânsito, pensei, então eu decidi comprá-lo e pregá-lo na parte de tras do meu carro. Assim, quem sabe, as pessoas despertem sua consciência religiosa quando estão dirigindo.

Ao sair com o carro, cheguei a um cruzamento de duas avenidas que estavam entupidas de carros. A temperatura exterior era de 37 graus e meu carro, você sabe, não tem ar condicionado. Para piorar mais a situação era hora de saída das escolas. Fiquei um tempão parada esperando o farol vermelho abrir, pensando no Senhor, no amor que sinto por Ele e em todas as coisas boas que Ele nos tem dado.

Não me dei conta que o farol tinha mudado para o verde, e foi aí que descobri como existem muitas outras pessoas neste mundo que também amam ao Senhor, porque imediatamente começaram a tocar as buzinas… Foi uma experiência maravilhosa!

A pessoa que estava logo atrás do meu carro era sem dúvida muito religiosa, já que tocava a buzina sem parar e gritava:


“Vamos, pelo amor de Deus…!!!”.


Acho que influenciados por ele, todos os outros carros começaram a tocar a buzina. Eu sorri e abaixei o vidro para saudá-los com a mão através da janela, totalmente emocionada.


se_amar_jesus_buzine


Vi que outro rapaz muito simpático me saudava de uma maneira muito particular levantando só o dedo médio da mão. Eu perguntei ao Betinho, filho da sua tia Marisa, que estava comigo, o que queria dizer esta saudação.

Ele me explicou que era ‘uma saudação havaiana’ de boa sorte.

Aproveitando que o trânsito continuava parado, coloquei minha mão para fora da janela e saudei a todos da mesma maneira.

Seu primo morria de rir, feliz com a bela experiência religiosa que eu estava vivendo.

Dois homens desceram de um carro próximo do meu e vieram em minha direção. Enquanto eles se aproximavam pensei no poder que tinha um simples adesivo e já me preparava para rezar com eles ou para perguntar qual era a igreja que eles frequentavam, mas não deu tempo. Foi neste momento que reparei que o farol estava verde para mim.

Então, saudei a todos os meus irmãos e irmãs e passei o semáforo.   Depois de cruzar, notei que o único carro que havia podido passar era o meu, já que o farol ficou logo vermelho.


Aí eu me senti triste de deixá-los para trás depois de todo o amor que havíamos compartilhado. Resolvi então parar o carro, abaixei o vidro mais uma vez e saudei a todos com a ‘saudação havaiana’ e fui para casa.


Rezo por todas essas almas tão boas e me sinto revigorada por saber que ainda existem tantas pessoas que amam a Deus.

Beijos, da tua avó.

Compartilhado por Arlete Cerri.



Isto seria muito engraçado … Se …

.

Não é engraçado como R$ 10,00

Parece tanto quando o levamos à igreja

E tão pouco quando vamos ao shopping ?


Não é engraçado como uma hora é tão longa Quando servimos a Deus, mas tão curta quando assistimos a um jogo de futebol ?


Não é engraçado como perdemos as palavras quando oramos, mas elas estão sempre na ponta da língua para conversarmos com um amigo?


Não é engraçado sentirmos tanto sono ao ler um capítulo da Bíblia, quando lemos rapidamente cem páginas do último romance de sucesso?

Não é engraçado como queremos sempre as poltronas da frente no teatro ou num show, Mas nos sentamos sempre no fundo da igreja?

Não é engraçado como precisamos de duas ou três semanas de antecedência para agendar um compromisso na igreja, mas para outros programas estamos sempre disponíveis ?

Não é engraçado como temos dificuldade em aprender a evangelizar o próximo, quando é tão fácil colocar as fofocas em dia ?

Não é engraçado como acreditamos nas revistas e jornais, mas questionamos os ensinamentos da Bíblia ?

Não é engraçado como todo mundo quer ser salvo desde que não tenha que acreditar, dizer ou fazer alguma coisa ?

Não é engraçado como enviamos milhares de piadinhas por e-mail que se propagam como um incêndio morro acima, mas quando recebemos mensagens sobre DEUS esitamos reenvia-las a alguém ?

Não é engraçado que se você quiser repassar esta mensagem, você teria que excluir uma boa parte da lista, porque você acha que não acreditam em Deus e Poderiam menosprezar e criticar esta sua atitude de amor a Jesus ?

Isto NÃO É muito ENGRAÇADO ?

Você pode estar pensando agora ?

Não, isto não é nada engraçado, é muito triste e precisaríamos ter mais intimidade com DEUS nosso Pai !!!!

Nos ajude a diminuir o número das pessoas Que não valorizam as coisas lá do alto.

Mas, faça isso somente se você realmente sentiu que sim… Sim, precisamos mesmo conhecer e amar mais a Deus experimentando o seu imenso amor em nossas vidas.

Ele é a fonte de minha existência,

É meu Salvador.

Ele me sustenta a cada dia.

Sem Ele eu não sou nada,

Mas com Ele eu posso todas as coisas

Através de Jesus Cristo,

Que me fortalece. (Filipenses 4:13)


Se você ama a Deus e não sente vergonha de todas as coisas maravilhosas que Ele tem realizado em sua vida, sinta-se a vontade para enviar esta mensagem para seus amigos e contatos pessoais (cristãos ou não)!

Disse-lhes Jesus: “Ide por todo o mundo

E pregai o Evangelho a toda criatura.

Quem crer e for Batizado será salvo,

Mas quem não crer ???”

São Marcos 16, 15 e 16


Tenha um Ótimo dia !!!

Se vos tenho falado das coisas terrenas e não me credes, como crereis se vos falar das celestiais ?       ( João  3, 12 )

Que Deus te Abençoe !!!

Fonte: Texto escrito por Mara (*)

enviado por e_mail.

(*) com algumas modificações..

É muito Engraçado . PPT

É muito Engraçado . Post

.



Buscai as coisas do alto

“É preciso ter uma meta, e a nossa meta é muito grande. Quem se acostuma com coisa pequena não pode ir para o céu. O céu é para quem sonha grande, pensa grande, ama grande e tem a coragem de viver pequeno. Isso é o céu.”

Autor: Padre Léo Ano: 2006

Editora: Canção Nova


.

Não é engraçado como R$ 10,00

Parece tanto quando o levamos à igreja

E tão pouco quando vamos ao shopping ?

Não é engraçado como uma hora é tão longa

Quando servimos a Deus,

Mas tão curta quando assistimos a

Um jogo de futebol ?

Não é engraçado como não achamos

As palavras quando oramos,

Mas elas estão sempre na ponta da

Língua para conversarmos com um amigo?

Não é engraçado sentirmos tanto sono ao ler um

capítulo da Bíblia,quando lemos rapidamente

Cem páginas do último romance de sucesso?

Não é engraçado como queremos sempre

As poltronas da frente no teatro ou num show,

Mas sempre sentamos no fundo da igreja?

Não é engraçado como precisamos de duas ou três

Semanas de antecedência para

Agendar um compromisso na igreja,

Mas para outros programas estamos sempre disponíveis ?

Não é engraçado como temos dificuldade

Em aprender a evangelizar o próximo,

Quando é tão fácil colocar as fofocas em dia ?

Não é engraçado como acreditamos nas

Revistas e jornais, mas questionamos a Bíblia ?

Não é engraçado como todo mundo quer ser salvo

Desde que não tenha que acreditar,

Dizer ou fazer alguma coisa ?

Não é engraçado como enviamos milhares de piadinhas

Por e-mail que se propagam como um incêndio,

Mas quando recebemos mensagens sobre

DEUS não reenviamos para ninguém ?

Isto NÃO É muito ENGRAÇADO ?

Você pode estar pensando agora ?

Não é engraçado que se você quiser repassar esta

Mensagem, você teria que excluir uma boa parte da lista

Porque você acha que não acreditam em Deus

E Poderiam menosprezar e criticar esta sua atitude ?

Não é engraçado?

Não, isto não é nada engraçado, é muito triste e

Precisamos ter mais intimidade com DEUS nosso Pai !!!!

Nos ajude a diminuir o número das pessoas

Que não valorizam as coisas lá do alto.

Mas, faça isso somente se você realmente sentiu que sim…

Sim, precisamos mesmo conhecer e amar mais a Deus.

Ele é a fonte de minha existência,

É meu Salvador. Ele me sustenta a cada dia.

Sem Ele eu não sou nada, mas com Ele eu posso todas as coisas

Através de Jesus Cristo, que me fortalece. (Filipenses 4:13)

Se você ama a Deus e não sente vergonha de

Todas as coisas maravilhosas que Ele tem realizado em sua vida,

Sinta-se a vontade para enviar esta mensagem

Para seus amigos e contatos pessoais (cristãos ou não)!

Disse-lhes Jesus:  Ide por todo o mundo

E pregai o Evangelho a toda criatura.

Quem crer e for Batizado será salvo,

Mas quem não crer ???

São Marcos 16, 15 e 16

Tenha um Ótimo dia !!!

Se vos tenho falado das coisas terrenas e não me credes,

Como crereis se vos falar das celestiais ?       ( João  3, 12 )

Que Deus te Abençoe !!!

Fonte: Texto escrito por Mara (*) enviado por e_mail.

Missões, Também em minha Casa !

Outubro mês das Missões.

As missões da Igreja Católica é a grande responsável pela evangelização no mundo de hoje e principalmente por levar a palavra de Deus até aos confins da terra como foi pedido por Jesus.

Ide por todo o mundo e pregai

O Evangelho a toda criatura.

São Marcos, 16,15

Mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria e até os confins do mundo.

Atos dos Apóstolos, 1,8

.https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/10/missoes-no-mundo.jpg

HISTÓRIA DAS RELIGIÕES NO MUNDO

CLICK E VEJA EM MOVIMENTO

Usando as palavras da Igreja “Redemptoris missio“, O Espírito Santo é o grande protagonista, desta obra, pois Ele ficou encarregado de continuar a obra da Salvação neste mundo, nós homens, somos apenas coadjuvantes e colaboradores com a Igreja de levar o evangelho a toda criatura.

Na animação do mapa acima, até parece que o mundo quase todo já foi evangelizado, mas na verdade, existem lacunas enormes, principalmente na África e nos lugares onde outras religiões dominam, não permitindo a convivência com o Cristianismo.   Sem contar com muitas pessoas nas áreas consideradas Cristãs, que já não mais professam nenhuma fé, mesmo sendo descendentes diretas de famílias evangelizadas, de uma forma ou de outra se afastaram da fé e já se declaram céticas, ou seja, pessoas que apesar de terem o conhecimento de Deus, não aceitam os seus ensinamentos.

A Obra missionária e evangelística deve ser permanente e jamais se findar, mesmo que o clero não seja o suficiente, nem mesmo para atender as areas já evangelizadas, faz parte do espírito da Igreja esta ação missionária e evangelizadora, por outro lado esta ação também pode ser exercida por nós leigos que na verdade também fomos chamados por Jesus a sermos multiplicadores desta semente do Reino de Deus, como está claramente descrito na Parábola do Semeador.

Se ficar difícil para nós irmos em missão para uma terra estranha que fala outra língua diferente da nossa, é evidente que podemos e devemos evangelizar o nosso vizinho ou os nossos amigos que não conhecem a Jesus, porque uma coisa é ouvir falar de Jesus, outra é conhecê-lo pessoalmente, sempre acabamos caindo no mesmo exemplo de Zaqueu, que subiu numa árvore para ver Jesus de longe, mal sabia ele que Jesus já havia programado jantar em sua casa naquela noite.    Esta é a diferença entre ouvir falar de Jesus de longe e conhecê-lo pessoalmente sentado ao seu lado em sua própria mesa comendo ao seu lado e lhe transmitindo diretamente as suas maravilhosas palavras.

Isto é ser uma semente que caiu em terra boa, que produz fruto a cem, a sessenta e a trinta por um, devemos sempre relembrar também que o ramo que não produz fruto será cortado e lançado ao fogo, portanto quando produzirmos o nosso fruto, mesmo que seja apenas dez por um, estaremos garantindo a nossa própria salvação, porque a palavra de Deus diz que: quem ouve a palavra de Deus e não põe em pratica é semelhante a um homem que construiu sua casa sobre a areia, apenas com uma chuva e uma ventania foi direto para o chão e tudo foi perdido. (São Mateus 7,26)

Ide por todo o mundo e pregai

O Evangelho a toda criatura.

São Marcos, 16,15

O Projeto da Evangelização 2000 era bastante ousado, pretendia em dez anos realizar o que todos os missionários não conseguiram realizar em dois mil anos de história, podemos dizer que o objetivo pleno não foi conquistado, mas muitas pessoas foram evangelizadas e continuam dando fruto até o dia de hoje, foram muitos os frutos deste trabalho que ainda continua sendo realizado por diversas comunidades missionárias que aderiram de corpo e alma a este projeto de evangelização do mundo moderno, que difere bastante do passado, não pela distância ou o desconhecimento total da pessoa de Jesus, mas por um mundo que já ouviu falar de Jesus, porém nunca o conheceu como um verdadeiro amigo.

Este é o nosso desafio de hoje, não apenas falar ou proclamar o nome de Jesus, mas quebrar o gelo que se formou nestes últimos séculos de um Deus de Amor e misericórdia que está tão longe do nosso alcance pessoal e tornar este Jesus vivo em cada coração.

Para que isto aconteça, o primeiro passo tem que ser dado por mim nesta direção.

Preciso descer da minha árvore

e receber Jesus em minha CASA,

“isto é, em meu CORAÇÃO”.

Depois Convidar aqueles que conheço a

Recebê-lo também.


Missões no Brasil. COMO UMA BOMBA


Vamos Repartir o Pão e a Palavra de Deus.

Frei Raniero Cantalamessa.

PARTILHAR O PÃO !

https://i1.wp.com/www.vilakostkaitaici.org.br/fotos/P%E3o%20Repartido.jpg

No fundo, o que estamos fazendo neste momento também é uma multiplicação dos pães: o pão da palavra de Deus. Eu parti o pão da palavra e a internet multiplicou minhas palavras, de forma que mais de 5 mil homens, também neste momento, se alimentaram e ficaram saciados. Resta uma tarefa: recolher «os pedaços que sobraram», fazer a Palavra chegar também a quem não participou do banquete. Converter-se em «repetidores» e testemunhas da mensagem.

Este texto é o parágrafo final da homilia de Frei Raniero sobre a multiplicação dos pães, bem sabemos nós, que Jesus sendo o Filho de Deus é capaz de fazer até mesmo coisas impossíveis, mas neste milagre tão famoso e comentado, não foi assim um milagre tão dificil de ser executado, porém creio eu, que seja o mais difícil de ser executado pelo homem de hoje.

Se naquela época já era difícil, imaginem hoje que os homens são ainda muito mais egoistas.

Diz-se que Jesus multiplicou os pães, mas na verdade Ele havia perguntado antes, quem tinha qualquer tipo de alimento para que fosse colocado em comum a fim de que todos se alimentassem. Logicamente, se eu estivesse lá, diria não tenho nada aqui comigo agora, pois de que valeria meus cinco pães e meus dois peixes para aquela multidão esfomeada, mal daria para aplacar minha propria fome.

Quem diria ?

Estava ali também um garotinho que também posuia outros cinco pães e dois peixinhos, os quais ele entregou a Jesus, que os abençou pedindo ao Pai que os multiplicasse saciando a fome de toda aquela multidão.   Senti-me um verdadeiro egoista, mas envergonhado de não ter oferecido o pouco que tinha, resolvi colocar o que eu possuia no cesto, discretamente sem que ninguém visse quando fosse tirar o meu pedaço de pão. Pois bem, esta não é uma versão verídica e talvés muitos contestem até mesmo sua provável divulgação, mas creio eu que realmente foi esta a intensão de Jesus quando pediu aqueles pães, que mesmo tão poucos foram capazes de alimentar tamanha multidão.

Multiplicados ou não, por um milagre divino, um milagre muito maior seria o fim do egoismo humano, sendo capaz de doar tudo o que tinha em favor de seu irmão necessitado.    Jesus multiplicou os pães, saciou a todos, é claro que isto foi um grande milagre, mas Jesus foi embora para saciar outros rebamhos, enquanto que aquela multidão continua ali, e na verdade bem sabemos que no dia sequinte irão precisar de mais pão e mais peixe para se alimentar novamente.     Tudo bem, não temos Jesus presente, mas continuamos tendo os mesmos cinco pães e os dois peixes, exatamente aquilo que Jesus nos pediu para que executasse aquele grande milagre.

A nossa parte do milagre, ou seja a nossa contribuição, continua em nossas mãos, sem elas não haveria nenhum milagre, certamente com elas e a nossa disposição em doá-las o milagre sera sempre presente e atual, porque Jesus na verdade estará sempre presente no meio de nós, mesmo quando pensamos que Ele esteja em outro lugar, sendo assim o milagre continua possível e executável.

A pergunta que não se cala será sempre a mesma:

Porque Jesus não fez aparecer um grande banquete apenas estalando os dedos ?

É verdade que o Maior Milagre neste texto não é a multiplicação de pães e peixes e sim a abertura do coração dos homens egoistas que foram capazes de doar o que tinham para Jesus em favor daqueles que nem ao menos conhecemos.

Bastaria o eco das palavras de Jesus, para que esse milagre se realizasse no dia seguinte, no outro dia e até mesmo hoje, neste mundo onde tantos morrem de fome enquanto que muitos outros acumulam seus  peixes que apodressem no fundo da sacola ou diriamos as riquezas nos cofres de banco e até mesmo desperdiçam aquilo que falta na mesa do faminto.

Digo agora, este milagre esta em minhas mãos e também em suas mãos, ou seria em nossos corações ? Uma coisa eu garanto, quando se reunem um pão e um peixe em favor do necessitado ele continuará se multiplicando e sobrando, tanto para quem recebe quanto para quem doa, não foi assim que aconteceu naquele dia ?  Como diz o evangelho, […] dos pedaços que sobraram, foram recolhidos doze cestos cheios.

A pergunta de hoje também continua sendo a mesma:

O que temos em nossas mãos a disposição para doar ?

Frei Raniero comparou com um grande pequenique onde todos comeram e se fartaram, e que a fome de hoje não é tanto do pão de farinha, mas do pão da palavra de Deus, covém que, aquele que tem, mesmo que seja um peixinho ou um paozinho, deve colocá-lo a disposição do mestre que é Jesus e certamente o fruto desta doação será grande e comparado a uma multiplicação muito maior do que aquela que se deu naquele dia.     Está chegando a hora de recolher os pedaços que sobrarão desta grande multiplicação da palavra de Deus, pergunto apenas:

Você já contribuiu com seu pedaço ?

Você já se alimentou ?

Você já evangelizou alguém ?

Você já transmitiu aquilo que você aprendeu para seu irmão, seu amigo, seu vizinho, etc… ?

Na verdade é isto que Jesus nos manda fazer hoje, repartir o pão da palavra a quem quer que seja e em todos os lugares, até mesmo na África, ou na China ou nos confins do mundo, onde jamais se tenha ouvido falar de Jesus.

Este lugar existe e pode estar muito mais perto do que você possa imaginar, até mesmo ao seu lado na sua cama, ou atrás de você nuna fila de banco.

Bom, para finalizar, faço minhas as palavras de Frei Raniero

[…] Vamos fazer a Palavra chegar também a quem não participou do banquete.[…]

Eis a minha contribuição, eis o meu pedacinho, de boca em boca, de palavra em palavra, de blog em blog , uma cópia que se copia chega ao coração de alguém que providêncialmente navegava e fazia uma consulta, buscando alguma coisa para saciar a sua fome de Amor e da palavra de Deus, são milhões as pessoas que vagam em busca de um sentido para suas vidas e são estas as que fazem parte daquela  imensa multidão que Jesus olhou ao longe deixando escapar suas lágrimas, pois pareciam ovelhas sem Pastor sem rumo e nem direção, sedentas e famintas de algo que somente Jesus pode lhes dar.

O mundo pode oferecer caminhos demais, mas não oferece Jesus que é o único Caminho, Verdade e Vida, mas aquele que já experimentou este caminho e esta verdadeira vida é responsável por  cada uma destas ovelhas que se perdem, mas sei que a partir desta palavra não existirá mais ovelhas sem pastor ou multidões famintas, porque o meu paozinho e o seu peixinho estarão à disposição de Jesus para saciar  a quem precisar.

Quando for saciada a fome da palavra de Deus certamente não existirá mais fome de pão, porque o verdadeiro Cristão não é egoista, mesquinho ou avarento.

Eis aí o Grande Milagre !

Amem.



https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/03/ostia-043.jpg

..