O Segredo de vencer grandes desafios.


Menino surdo e com fome ganha o grande concurso do Rei.



Menino_surdo

Esta era a manchete de todos os jornais, revistas, blog’s da internet, falatório das rádios e reprises das notícias na Tv o dia todo.

“Qual o segredo que teria levado um garoto tão franzino a vencer o grande desafio do Rei?”.



O_Segredo_de_vencer_grandes_desafios


Resumo básico do texto de Padre Léo:

Um certo Rei que não tinha o que fazer na sua festa de aniversário, mandou enfiar um poste de 25 m de altura na praça principal da cidade e colocou uma cesta com um cheque de 850 mil dólares, e muita comida, e um vale compra para um ano em um supermercado para toda uma família, depois mandou passar uma resina especial naquele poste comumente chamado de “Pau de sebo”.

Quem conseguisse subir naquele pau de sebo ganharia aquele cheque e todos aqueles prêmios.

A festa de aniversário durou uma semana e o “Pau de sebo” ficou como sendo a atração principal da festa, vieram muitos convidados, muitos outros reis de outras regiões, suas esposas e familiares e muitos componentes da corte.

Compareceu também toda a imprensa escrita, falada e televisada. As mais importantes emissoras de TV e rádio, jornais, revistas e blog’s da internet vieram para documentar o grande evento.    Com a grande repercussão da divulgação da festa, o grau de dificuldade e a enorme quantia oferecida como prêmio principal, compareceram muitos populares e atletas de renome internacional para competirem no desafio.    Os menos cotados começaram primeiro e na sua grande maioria não conseguiram ultrapassar os primeiros 5 metros de altura, alguns conseguiram chegar até os dez metros que equivalia a menos da metade do percurso, porém estava lá presente o também o presidente da ANTA, associação nacional dos treinadores dos alpinísticos, um atleta de grande experiência internacional e já havia ganhado muitos desafios e medalhas olímpicas, por isso todos já o consideravam “O VENCEDOR” e assim já tinham comprado camisetas, faixas, cartazes e um grande coro de torcida que fortalecia o grande atleta.

Ele já era um atleta experiente, antes mesmo do embate já havia dado entrevista na TV contando seus truques que o tornariam “O VENCEDOR”, ofereceu também doar seu prêmio aos mais necessitados, pois ele mesmo não necessitava daquele prêmio e etc.   Com suas vestes apropriadas e seu jeito de alpinista experiente abraçou o poste com todo vigor e foi subindo lentamente aquele “Pau de sebo”.   Facilmente ultrapassou os cinco primeiros metros e com os aplausos da multidão se sentia fortalecido e entusiasmado com a narração ao vivo das TV’s e rádios locais ele galgava metro após metro até o 14º quando fez uma pequena pausa.    A Multidão então fez um breve silêncio enquanto aguardava a próxima braçada e a duvida pairava no ar, quando reiniciou a subida deu uma pequena escorregada, mas com os aplausos e o coro gritando “sobe, sobe, sobe…” ele voltou à luta e subiu mais uns três metros quando deslizou novamente até o início, para demonstrar que não desistia fácil e para não menosprezar o apoio da torcida deu uma respirada e tentou novamente, mas não conseguiu nem passar sua primeira marca e desistiu.

Ao descer resolveu reivindicar ao Rei que facilitasse a tarefa reduzindo a altura do poste em 10 metros e com muitas desculpas justificava a sua derrota e a de todos os outros, propôs sair da disputa se a altura do “Pau de sebo” fosse diminuída e etc.  etc.

Enquanto ele ainda fazia sua campanha chegou um jovem franzino, com cara de fome e ficou analisando o obstáculo.   Com o olhar fixo no alvo que era muita comida ele começou a subir o poste surpreendendo a multidão, pois subia com uma certa facilidade, mas ao chegar à marca de seu antecessor parecia um pouco cansado e começou a vacilar enquanto a multidão passou a desmotivar o garoto gritando em alta voz em coro “Desiste… desiste… Não vai conseguir…. desiste… e assim continuaram a gritar”.  O garoto olhou para cima, visualizou o seu prêmio e com um esforço extra humano subiu o restante do percurso como uma lagartixa grudado no poste sem escorregar nem um metro e ganhou o prêmio que logo pegou e levou para sua casa compartilhando com sua família.

A Mídia e as autoridades presentes inconformadas com a ausência do ganhador foram até a casa do garoto para entrevistar o pequeno menino franzino, porém “O GRANDE VENCEDOR” do desafio do Rei.   Todos queriam conhecer o garoto e saber seus segredos que o levaram a ganhar o grande prêmio.

Ao chegar em sua casa foram recebidos pelo pai do garoto que se assemelhava ao menino na sua desproporcional falta de força física que contrariava as expectativas e a capacidade de competir no grande desafio hora vencido na presença de todos.

O pai logo confessou que o menino tinha dois grandes segredos:

– O primeiro era a fome que o motivou a conquistar toda aquela comida.

– O segundo é que ele era surdo e não podia ouvir a voz de toda aquela multidão que gritava bem alto desmotivando o atleta no seu empenho.

Padre Léo Conclui:

Precisamos ter muita fome de Deus para que possamos seguir e vencer os nossos grandes desafios.

Precisamos ser surdos para a voz do mundo quando nos desmotiva ou quando desvia a nossa atenção do alvo principal nos direcionando ao pecado e para longe da presença de Deus que é na verdade o nosso maior, melhor, grande e maravilhoso prêmio.

Historia contada por padre Léo em diversas palestras, consta no tema “Vacina contra o desânimo” gravado ao vivo na Canção Nova dia 26/09/2004 e disponível em código CD 25.02469 DVD 26.02469 – Divulgada também no Youtube.

“Sem FÉ é impossível agradar a Deus”.




O_equilibrista_e_a_Fé O_desafio_do_Rei

AS 7 VERDADES DO BAMBU.


Pe. Leo escreve em

“Buscai as coisas do alto”

As sete verdades do bambu – Slaid.PPT


Padre_Bambu


bambu Homenagem a Padre Leo em PPS.

As sete Verdades

Do Bambú

Homenagem

a Padre Léo


Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

_ Vovô, corre aqui! me explica como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com vento e com a chuva, e este bambu tão fraco continua de pé?

_ Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.


Bambu


A primeira verdade que o bambu nos ensina e a mais importante: humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus e na oração.

Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas, antes de crescer, ele permite que nasçam outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. E estão sempre grudados uns nos outros, tanto que, de longe, parecem uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

A quinta verdade é que o bambu é cheio de nós` ( e não de eu`s). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a DEUS que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta verdade é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preencha, que roube nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.

Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é exatamente o titulo do livro: ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto. Essa é a sua meta.



Créditos: Retirado do livro

(Padre Léo)

Buscai as coisas do alto”

As sete verdades do bambu ppt

Padre Leo Conta a estória do Papagaio Marrom.


bambu Homenagem a Padre Leo em PPS.

A Samambaia e o Baubú – PPS

Homenagem

a Padre Léo



http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg

A Formiguinha e a Neve.


formiga

Certa manhã de inverno, uma formiguinha saiu para o seu trabalho diário.

Já ia muito longe a procura de alimento, quando um floco de neve caiu e prendeu o seu pezinho.

Aflita, vendo que não podia se livrar da neve, iria assim morrer de fome e frio, voltou-se para o sol e disse:

– Ó sol, tu que és tão forte, derrete a neve que prende o meu pezinho!

E o sol indiferente nas alturas, falou:

– Mais forte do que eu, é o muro que me tapa.

Olhando, então para o muro, a formiguinha pediu:

– Ó muro, tu que és tão forte, que tapas o Sol que derrete a neve, desprende meu pezinho.

E o muro que nada vê e muito pouco fala, respondeu apenas:

– Mais forte do que eu, é o rato que me rói!

Voltando-se então, para um ratinho que passava apressado,  a formiguinha suplicou:

– Ó rato, tu que és tão forte, que róis o muro que tapa o sol que derrete a neve, desprende meu pezinho.

Mas o rato, que também ia fugindo do frio, gritou de longe:

– Mais forte do que eu, é o gato que me come!

Já cansada, a formiguinha pediu ao gato:

– Ó gato, tu que és tão forte, que comes o rato, que rói o muro, que tapa o sol, que derrete a neve, desprende o meu pezinho.

E o gato sempre preguiçoso, disse bocejando:

– Mais forte do que eu, é o cão que me persegue! Aflita e chorosa, a pobre formiguinha pediu ao cão:

– Ó cão, tu que és tão forte, que persegues o gato, que come o rato, que rói o muro, que tapa o sol, que derrete a neve, desprende meu pezinho.

E o cão, que ia correndo atrás de uma raposa, respondeu sem parar:

– Mais forte do que eu, é o homem que me bate!

Já quase sem forças, sentindo o coração gelado de frio, a formiguinha implorou ao homem:

– Ó homem, tu que és tão forte, que bates no cão, que persegue o gato, que come o rato, que rói o muro, que tapa o sol, que derrete a neve, desprende o meu pezinho.

E o homem, sempre preocupado com o seu trabalho, respondeu apenas:

– Mais forte do que eu, é a morte que me mata.

Trêmula de medo, olhando para a morte que se aproximava, a pobre formiguinha, suplicou:

– Ó morte, tu que és tão forte, que matas o homem, que bate no cão, que persegue o gato, que come o rato, que rói o muro, que tapa o sol, que derrete a neve, desprende meu pezinho.

E a morte impassível, respondeu:

– Mais forte do que eu, é Deus que me governa!

Quase morrendo, então a formiguinha rezou baixinho:

– Meu Deus, tu que és tão forte, que governas a morte, que mata o homem, que bate no cão, que persegue o gato, que come o rato, que rói o muro, que tapa o sol, que derrete a neve, desprende meu pezinho.

E Deus então, que ouve todas as preces, sorriu, estendeu a mão, por cima das montanhas e ordenou que viesse a primavera.

No mesmo instante, no seu carro de veludo e ouro, a primavera desceu por sobre a Terra. Enchendo de flores os campos, enchendo de luz os caminhos.

E vendo a formiguinha quase morta, gelada pelo frio, tomou-a carinhosamente entre as mãos e levou-a para seu reino encantado.

Onde não há inverno, onde o sol brilha sempre, e onde os campos estão sempre cobertos de flores.

 



Fonte:

http://www.contandohistoria.com/

a_formiguinha_e_a_neve.htm


formiga
O ALPINISTA EXTRAORDINÁRIO.


Jesus na Crista da Onda !


http://www.instromania.net/PHO/artistes/WAYNO.jpg

Meu Rei, veja o que li no Blog do meu vizinho, acabei de Crêr Jesus foi mesmo o maior surfista que já existiu.  Fui procurar fotos para comprovar o fato, e não é que encontrei estas daí – ó !

Capa de um disco antigo, tráz uma figura de Jesus Surfando na Crista da Onda.

E Abaixo, o perfil do Surfista “Jesus” de cabelos longos  parecido com o Mestre, mas que não é nada anormal no meio do surfing.

http://img.photobucket.com/albums/v674/cheerupcheerio/surf.jpg

Jesus Christ, Surfing, watching the stars, sunset, sunrise… anything thats a natural phenomenon.    http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=2463986

O texto se refere a tantas histórias que aparecem usando o nome de Jesus, o colocando em cenas que na verdade Ele nunca esteve e talvez nunca estaria, mas acaba fazendo presença em lugares totalmente inusitados elegendo o nome de Jesus como totalmente “Na Crista da Onda”.

lei o texto abaixo:

Mas aonde é que foi parar Jesus mesmo??

Por Laudo Ferreira Junior   –  Bigorna – 3.0       07/03/2007

Antigamente, mas bem nos “antigamente” mesmo, as pessoas achavam que o homem (e a mulher também, claro!!) descendiam de Adão e Eva. Era tudo mais fácil, sem complicações. Deus, lá no firmamento pegou o barro, fez o homem e depois arrancou um pedaço da costela do mesmo e fez a mulher e tudo ia bem, aí veio o capeta com uma maçã e o primeiro casal teve que sair do paraíso e vir pagar aluguel na Terra. Veio um cara então, chamado Darwin e disse: “Nada disso, turma, o homem é descendente do macaco!!”. Ih, complicou então. Escala evolucionária e blá, blá, blá.

O mesmo vem acontecendo já há algum tempo com Jesus. Não, não o Jesus lá da padaria, o Jesus mesmo, o filho do cara lá de cima, ou seja lá aonde for. Pois é, antigamente era tão mais descomplicado: nasceu de uma mãe virgem. Não teve nenhum relacionamento amoroso na sua vida. Vivia andando por aí fazendo milagres e falando às pessoas. Morreu na cruz e ressuscitou ao terceiro dia e subiu aos céus, sentado ao lado direito do Pai, onde está até hoje nos observando aqui. Até que algumas pessoas mais curiosas começaram a fuçar aqui, escavação de lá, caverna acolá e pronto… novas histórias sobre aquele Galileu que viveu há dois mil anos começaram a aparecer. E já há algum tempo a figura de Jesus virou objeto de consumo pra se vender muito livro, se fazer muitos filmes e é claro, Quadrinhos. E por que não?

A notícia mais recente vem pelas mãos e lentes da câmera do diretor James Cameron […]  O texto Continua, quer ler mais click no Link […]

A partir deste ponto ele passa a discorrer sobre as diversas obras em que introduziram a figura de Jesus e no final acaba na merchandizing de seus próprios quadrinhos em que mostra sua arte desenhando Jesus em aventuras incomuns e segundo sua própria versão.

Taí um exemplo de sua arte:

quadrinhos

Muito mais que um ícone religioso, Jesus Cristo, Jesus de Nazaré ou simplesmente Jesus, é um ícone pop, de mídia. Não há mais o que “polemizar” sobre ele, se for o caso ou a intenção de alguém pretender ainda. Acredito que a própria figura construída dele, ao longo de todo este tempo, acabou indo parar nisto que hoje se tem. Vocês podem até achar piegas. Mas vale pensar que, passados todos estes séculos e tudo que se viveu e principalmente se fez em nome Dele, será que entendemos algo ? Ou melhor dizendo, será que as simples palavras que o cara disse há dois mil anos, simples porém carregadas de verdades absolutas, foram entendidas?

E o mais irônico, será que o Jesus, o judeu que viveu há dois mil anos, alguma vez iria supor a avalanche de coisas que viriam em seu nome, quando só queria dizer: “amar uns aos outros”.

Mas a mídia é outra coisa… 

                                                                                                Laudo Ferreira

 


Mas e daí, o que você quis dizer com isso ?

Usando o texto descomplicado de nosso companheiro “Laudo Ferreira”, podemos perceber que ele fez um resumo bem simples de tudo aquilo que se fala de Jesus, porém sem se declarar um crente ou praticante da Fé.     No entanto, ele mesmo observa que no mundo de hoje tudo se tornou mais complicado e a guerra de informações verídicas se misturam com as informações advindas de contos e “estórias da carochinha” e acabam nublando a verdadeira História de Jesus, não sabemos se tais estórias são criadas mesmo apenas por diversão ou se são criadas com o intuito específico de esmaecer a verdade propriamente dita.   Como disse o nosso amigo Laudo e não é somente a sua opinião, mas a diversas pessoas que criticaram a grande obra de Mel GibsonA Paixão de Cristo“, dizendo que ele foi “Violento em excesso” e acabou matando Jesus outra vez.

A quem interessa essa opinião “Demais“, por acaso não foi isso o que aconteceu segundo a Profecia de Isaias  53 citada no início da película, e veja que a palavra utilizada para expressar a situação foi “ESMAGADO”, demonstrando que realmente seria algo terrível como foi, por outro lado assistimos filmes em que jorra sangue nas telas e cortam cabeças, derretem pessoas, queimam crianças vivas e coisas absurdas que acontecem nos filmes de terror, mas que não vejo ninguém criticando como violentos.

Mas a verdade é que preferem que as pessoas não vejam a verdade a respeito do alto preço que Jesus pagou para nos resgatar da Morte nos dando a Salvação. Preferem inventar estórias para desviar a nossa fé como o famoso exemplo da  Descendente de Maria Madalena como se fosse da linhagem do Rei Davi “Código Da Vinci”.

Bem sabemos que é uma obra de ficção, mas quantas pessoas não aceitaram as fantasias como verídicas, verdades que a Igreja encobre e esconde sendo até capaz de matar para manter a falsidade, ficando sempre uma pergunta sem resposta, devemos mesmo acreditar naquilo que a Igreja nos ensina?

Esta resposta se encontra em nossa Fé que é o alvo dos ataques e pode ser fortalecida pelos testemunhos dos Santos no passado que experimentaram esta verdade em suas vidas e também por cada um de nós quando temos o nosso próprio encontro pessoal com Jesus e podemos ver que Ele não é apenas uma “estorinha de criança que nos contaram”, mas ele é Real e permanece vivo e presente em nosso meio apesar de tudo isso.

Sizenando

Permita-me responder a esta pergunta.

Mas aonde é que foi parar Jesus mesmo??


Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?

(I Coríntios 3,16)


jcsurf

Este aí seria mesmo Jesus ?

Cartaz de concurso de Surf na Inglaterra idealizado só para Cristãos com cunho evangelístico, mas que foi cancelado por falta de participantes.


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/paixao-de-jesus.jpg
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg
MILAGRE DE LANCIANO