Dinâmica – Armadura de Deus.




〈 A ARMADURA DE DEUS 〉





TEXTO BIBLICO EFÉSIOS 6.10 A 17 




ALFINETES DE SATANÁS – ARMADURA DE DEUS


“…Fortalecei-vos no Senhor … tomando … o escudo da fé”

(Efésios 6:10, 16).

Textos adicionais:

(Efésios 6,10-17); (Hebreus 13,5); (Romanos 12,12, 21).

Material Necessário:

Bíblia de capa dura
6 balões infláveis ou mais
3 alfinetes com cabeça colorida e almofada de alfinetes – Barbante


Modo de Preparar


Encha os balões, amarre o barbante de um lado a outro da sala ou entre duas cadeiras e pendure nele os balões inflados (outra opção é pedir a voluntários para segurá-los durante a demonstração).

Espete os alfinetes na almofada.

Mensagem: (Leia Efésios 6:10-17 e fale sobre a armadura cristã.)

Os balões representam a vida dos jovens cristãos. Alguns estão equipados com a armadura de Deus e alguns não. Iremos falar especialmente a respeito da armadura da fé (verso 16).


Modo de execução:

Satanás tem muitos alfinetes inflamados (mostre a almofada com os alfinetes).

Este é um alfinete que ele sempre usa.

Você pode entregar os balões para as pessoas e convidar uma de cada vez para efetuar a dinâmica em destaque.


Primeiro Balão: Desânimo

“Você não pode viver a vida cristã”, ele diz. Quando uma pessoa insiste nesse pensamento, está se esquecendo de (Hebreus 13,5): “Não te deixarei, nem te desampararei.” Ela se esquece de usar a armadura da fé (mostre o alfinete e, em seguida, ESPETE o primeiro balão).


Segundo Balão: Desânimo

(Utilize o mesmo alfinete. Mostre-o para o grupo e use a mesma tática.) Mas este cristão, embora desanimado, lembrou-se de (Hebreus 13,5).

Ele usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas coloque a Bíblia entre ele e o balão, como uma armadura.)


bulling_desanimo_tristeza


Terceiro Balão: Palavras rudes

(Pegue outro alfinete.) Embora alguém fale palavras rudes para essa pessoa, ela se lembra de “vencer o mal com o bem” (Romanos 12,21). Ela usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas use a Bíblia como escudo).


Quarto Balão: Palavras Rudes

(O mesmo alfinete). Essa pessoa não ora e não lê a Bíblia com freqüência, portanto, está sem a armadura (fure o balão com o alfinete). Quando ouve palavras rudes, fica irado e retribui no mesmo nível. Os alfinetes de Satanás encontram outra vítima.


Quinto Balão: Segundo lugar

Algumas vezes, na escola, na igreja ou em alguma outra atividade, alguém é escolhido em vez de você. Você fica em segundo lugar, porém, acredita que poderia fazer melhor do que a pessoa que foi escolhida (escolha outro alfinete). Satanás tem um alfinete para você nesse momento, mas se você estiver usando a armadura da fé (Romanos 12,12), o alfinete não poderá feri-lo (repita a mesma ação usando a Bíblia como escudo).


Sexto Balão:  Segundo Lugar 

(O mesmo alfinete.) Talvez outra pessoa seja escolhida para cantar, quando você sabe cantar melhor, mas o alfinete de Satanás não pode feri-lo (faça o movimento de furar o balão, mas atinja a “armadura”, a Bíblia), pois você está forte no Senhor, vestido com a “armadura de Deus” e permanece firme “contra as ciladas (enganos) de Satanás” (Efésios 6,10-11).


Outros balões:

Você pode acrescentar outros balões e outras setas inflamadas que poderiam nos atingir e repetir a sequencia da dinâmica.


REFLEXÃO:


A Bíblia é a nossa única proteção contra os ataques de Satanás.

É a maneira que Deus nos mostra como devemos nos proteger dos perigos, tristezas, brigas, desobediências, inveja e muitas outras tentações. Quando a tentação nos assalta, devemos sempre buscar na Palavra de Deus os conselhos Divinos. Confiando no poder de Jesus e na promessa que Ele fez de sempre estar ao nosso lado e nos fortalecer, estaremos usando a “armadura da fé” e seremos vitoriosos.

Quantos gostariam de estar “vestidos” com a armadura da fé?



plaquinha_jesus_te_ama exemplo_plaquinha_de_mao placa+Jesus+te+ama+na+estrada[1]

Variação de dinâmica semelhante:


plaquinha_pecado_maldade





“Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno.”  

(Efésios 6,16)

Distribua vários balões entre os participantes.

Peça para que encham os seus balões e segurem.

Distribua também para outros participantes previamente escolhidos algumas plaquinhas com palavras escritas identificando alguns dos dardos inflamadas do maligno mais comuns, como:


[DESÂNIMO]   [PECADO]   [ÓDIO]   [DERROTA]

[MENTIRA]   [FALSIDADE]   [DESPREZO]   [RANCOR]

[FOFOCA]   [MALDADE]   [ E OUTRAS ]


Juntamente com as plaquinhas entregue também palitos de dente para que tentem estourar os balões de seus companheiros mas não avise os participantes que eles farão isso.

Apresente os escolhidos com as plaquinhas na mão na frente de todos, leia as plaquinhas e fale sobre o perigo que elas representam para nossa vida Cristã e alerte as pessoas que devem estar preparadas para enfrentar as investidas do demônio, porém não deixe transparecer que tentarão atacar os balões, deixe os participantes distraídos com seus balões na mão.

Depois de apresentar os perigos que enfrentamos e os cuidados que se deve tomar para nossa proteção mande que as plaquinhas caminhem no meio das pessoas, mas dê um tempinho para se misturarem bem e passarem por trás dos participantes distraídos, enquanto isso você pode continuar falando alguma coisa ou cantar um cântico que se refira ao tema, dentro de um ou dois minutos comece a atacar os balões discretamente, um … “espere o suspense que chame a atenção dos demais” e depois estoure outro … e depois vários ao mesmo tempo.

Lembrando que não seria necessário eliminar todos os balões para que sobre pelo menos três balões sem estourar.

Não se esqueça que tudo isso deve ser combinado com os atacantes antes da ação propriamente dita, você pode convocar outras duas ou três pessoas sem comunicar nem com o primeiro grupo [DISTRAÍDOS] e nem com o segundo grupo [ATACANTES], para que essas pessoas protejam seus balões a qualquer custo para que sirvam de exemplo e deem testemunho no final de como conseguiram manter seus balões seguros.

Fale sobre as ferramentas disponíveis em Efésios 6 aproveitando o impulso da dinâmica.




Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


A Armadura de Deus – Efésios 6 – para crianças.


VOCÊ PRECISA DE UMA ARMADURA!

Sim, mas não é qualquer Armadura…

É DA ARMADURA DE DEUS.

Efésios 6 em linguagem simples e descomplicada para crianças.


Armadura-criança-efesios-6


Efésios 6 para crianças é uma lição prática numa linguagem simples usando uma estória familiar como pano de fundo para crianças a respeito de todos os detalhes que o Cristão precisa tomar para estar pronto para enfrentar as consequências de sua missão nesta terra. as lutas e as batalhas do dia a dia contra todo mal e o pecado sendo alimentado e fortalecido pelo poder de Deus através da oração.


.


1. A ARMADURA DE DEUS!

Baseado em (Efésios 6, 10-17)

Apresentação para crianças

2. Joãozinho parecia estar sempre com problemas. Tentava fazer boas escolhas, mas sempre era mais fácil tomar más decisões.

3. Quando Sua mãe mandava limpar o seu quarto, ele preferia ficar no vídeo-game.

4. Quando seu pai pedia para tirar as folhas do quintal, preferia ficar brincando na caixa de areia.

5. Quando saia para acampar, se deparava com os perigos da floresta.

6. Quando saia para se divertir com os coleguinhas no parque, sempre acontecia algum acidente.

7. Um dia Joãozinho foi visitar seus avós. Estavam sentados no jardim conversando quando Joãozinho começou a contar para seu avô como sempre se metia em confusões e problemas.

8. Quando terminou seu avô disse: Eu sei do que você precisa… Você precisa de uma ARMADURA…

O Menino exclamou! UMA ARMADURA ?

9. Dando um salto de susto perguntou de novo: UMA ARMADURA ? Não era isso que os cavaleiros caçadores de dragões usavam na Idade média?


Knight posing in armor

Knight posing in armor


10. SIM … UMA ARMADURA ! Mas não seria uma Armadura qualquer Você precisa da Armadura de Deus !

– COMO ?

11. Pelo brilho nos olhos do avô o menino percebeu que logo ouviria uma boa lição… O velho se levantou e entrou para dentro de casa… – Ele ficou aguardando…

12. Ouvia alguns sons estranhos vindos de dentro da casa finalizando com um grande estrondo… O Avô retornou trazendo um grande saco nas costas … – O garoto ficou morrendo de curiosidade !

13. Tirou de lá um longo cinto antigo e disse: “Este é o cinto da verdade”. ele é uma proteção e vai amarrado como uma grande correia em torno de sua cintura. “Este cinto vai ajudar você a lembrar da verdade, e para dizer a verdade. ” “Jesus sempre dizia a verdade!”

14. Puxou para fora um par de sandálias velhas: Ele as calçou e ficou um pouco folgadas… Estas são as sandálias da prontidão: Você deve estar sempre pronto pra compartilhar a boa notícia do evangelho como disse Jesus. “Ide e evangelizai a toda Criatura”

15. Ao tirar então um grande colete de metal todo fechado e amarrado com correias nas bordas… “Esta é a couraça da justiça” Vai proteger seu coração e manter fora dele todo orgulho e avareza lembrando que: Jesus estará sempre com você.

16. Ouvi um tilintar de metal e de repente meu avô tirou daquele saco um grande escudo. “Este é o seu ESCUDO da Fé” Ele será de grande ajuda e a sua proteção contra os inimigos e todo o mal e te lembrará que: Jesus é o seu Salvador.

17. O saco ficou redondo e meu avô tirou para fora um objeto e o colocou em minha cabeça. “Este é o CAPACETE DA SALVAÇÃO” Ele protegerá sua cabeça e sua mente dos maus pensamentos e te lembrará que: Jesus morreu na cruz por seus pecados.

18. O saco parecia estar vazio, mas ainda restava um objeto grande e pontudo que até me assustou um pouco: “Esta é a sua Espada do Espírito” Ela é o conhecimento da palavra de Deus que é uma Espada de dois gumes que separa a alma do Espírito. Jesus cumpriu a Promessa do Pai nos entregando seu Espírito

19. Joãozinho ficou todo entusiasmado pegou o escudo e a espada e cortou o ar com um golpe. “Sentiu-se um Verdadeiro Soldado pronto para a Batalha.” Seu avô o observa em silêncio e disse: Só falta uma pequena coisinha em sua Armadura…

20. O avô retirou do saco ainda três pedrinhas lisas e redondas. Elas rolaram em sua mão e depois ele as colocou em seu bolso dizendo: “Isto meu rapaz no seu bolso é o seu alimento, lembre-se de rezar sempre para fortalecer seu espírito e te fazer vitorioso nas batalhas.

21. Não se esqueça que o pequeno pastor de ovelhas chamado Davi sem nenhuma arma humana venceu o grande guerreiro Golias com toda sua Armadura. Davi por sua vez contava apenas com três pedrinhas que com a sabedoria Divina atingiu o inimigo em seu ponto mais fraco e venceu a batalha sem levantar a espada.


Knight posing in armor


22. Sobretudo confie sempre na sua oração.

23. Joãozinho tomou sua armadura e a vestiu estando totalmente preparado para a luta. “Assim poderei vencer os inimigos que tentam me afastar do caminho de Cristo. Nada é impossível para aquele que Crê e confia totalmente no poder de Deus.

24. A ARMADURA DE DEUS! Baseado em (Efésios 6, 10-17) CRÉDITOS: Apresentação original em inglés. por Stacy Hagler Esta versão: Presentepravoce Musica: Noites Traiçoeiras DR “Geice Brito” Fotos: Buscas na Web Uso gratuito para fins de ministério é permitido. Não deve ser distribuído com fins lucrativos.

25. segunda-feira, 23 de maio de 2016 4:23:13 Link’s para outras Mensagens 3-Suporta comigo os trabalhos, como bom soldado de Jesus Cristo. 4-Nenhum soldado pode implicar-se em negócios da vida civil, se quer agradar ao que o alistou. 5-Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as regras. (II Tim 2,3)



Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar


São Miguel Arcanjo.


Sao Miguel


Oração Milagrosa de São Miguel Arcanjo


Jesus amado, Jesus Crucificado, contemplo hoje as tuas Santas Chagas e peço-vos perdão pelos meus pecados.  Sei que são muitos, sei que muitos deles o feriram profundamente.  Mas, peço-vos também hoje a graça de conhecê-los todos, de arrepender-me e não voltar a pecar.

Perdão por toda falta de amor com que tratei o Vosso Sagrado Coração por tanto tempo da minha vida.  Perdão pela minha falta de confiança em teu poder, perdão por que tantas vezes esta falta de confiança levou-me a agir desesperadamente.  Perdão pela minha falta de fé em Sua Presença real na Eucaristia.  Perdão pela minha falta de esperança que tantas vezes levou-me a atropelar os teus planos para comigo.  Enfim, perdão Senhor por tantas vezes que eu não soube perdoar e conservei em mim o ódio e o rancor que tanto me afastam de ti.

Quero hoje reparar todas as maldades que cometi contra o Teu Sagrado Corpo. Maldades estas que te abriram de tão profundas chagas. Senhor Jesus, pelas tuas Santas Chagas, ensinai-me o Caminho da Santidade.Amém.


Oração a São Miguel

São Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate.
Cobri-nos com o vosso escudo contra os embustes e ciladas do demônio. Subjugue-o Deus instantemente o pedimos e vós príncipe da milícia celeste, pelos divinos poderes, precipitai no inferno a satanás e a outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas.


Jaculatórias e Antífonas

São Miguel Arcanjo, nosso intercessor junto de Jesus e Maria, vinde socorrer-nos nas nossas enfermidades do corpo e da alma.

Oh! Luminares radiosos do Céu, Exército triunfante da Corte Celeste, assisti a Santa Igreja e dai-lhe vitória sobre todos os seus inimigos.

Oh! Coros admiráveis da Hierarquia Celeste, que servis a Deus no Céu e na Terra oponde-vos ao mal e fazei com que o bem triunfe em todos os países da Terra.

São Miguel Arcanjo, conforto dos Apóstolos de Cristo, obtende-nos alegria e constância na missão de levar o Evangelho às almas.

São Miguel Arcanjo, amigo, protetor e mestre da virtude que santifica os vossos devotos, obtende-nos a graça da santidade.

Oh! glorioso São Miguel Arcanjo, Príncipe dos Anjos, Guarda da Santa Igreja, defensor as almas, rogo-vos humildemente que o vosso auxílio nos ampare, a vossa fortaleza nos defenda, a vossa virtude nos fortifique, para que, quando sairmos desta vida, sejamos defendidos por Vós, do dragão infernal e das suas astúcias e aparecermos limpos de toda a culpa perante a Divina Majestade.Amém.

Enquanto o São Miguel Arcanjo combatia com o dragão, ouviu-se a voz dos que diziam:

Viva o nosso Deus, Aleluia.

Arcanjo Miguel, Deus te constituiu Príncipe de todas as almas que se devem salvar.

Anjos do Senhor, bendizei ao Senhor para sempre.

Anjos e Arcanjos, Tronos e Dominações, Principados, Virtudes dos Céus, louvai ao Senhor das alturas, Aleluia.

Enquanto João contemplava o sagrado mistério, o Arcanjo Miguel tocou a trombeta:

Perdoai, Senhor e nosso Deus, vós que abris o Livro e lhe desatais os selos, Aleluia.
Cantarei, ó meu Deus, os Vossos louvores na presença dos Anjos.

Adorar-Vos-ei no Vosso Templo e louvarei o Vosso Nome.

Gloriosíssimo Príncipe, Arcanjo Miguel, lembrai-vos de nós.

Aqui e em toda parte, rogai por nós ao Filho de Deus, Aleluia, Aleluia.

Agitou-se o mar e a terra tremeu, quando o Arcanjo Miguel desceu das alturas.

Louvemos o Senhor, a quem os Anjos louvam, os Querubins e os Serafins cantam:

Santo, Santo, Santo! Deus Santo, Senhor, os Anjos vos louvam nas alturas, dizendo a uma só voz:

“A Vós, Deus, o Louvor”
São Miguel um dos que estão mais próximos de Deus, acudiu em meu socorro.
Clevinho Maia (Combatentes de São Miguel Arcanjo)
BLOGS
https://saomiguelarcanjo.wordpress.com – http://novecoros.blogspot.com.br

leia mais em:http://www.arcanjomiguel.net/oracao-milagrosa-sao-miguel.html#ixzz3AW9PRo6x


Gabriela Carvalho – Df


“DEFENDEI-NOS NO COMBATE”


angel-michael-slaying-satan[1]


São Miguel Arcanjo

COMO PARTICIPAR DA

QUARESMA DE

SÃO MIGUEL ARCANJO ?


NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
FRANCISCO E CLARA

A Armadura de Deus.


Orar no Espírito


EF-6-Armadura-espada-fogo


Como estudamos na Carta de São Paulo aos Efésios e especificamente no capítulo 6,10-18, somos guiados e instruídos por alguns conselhos espirituais para que possamos resistir aos ataques do inimigo que procura destruir as almas eternas de todos os homens e mulheres. São Paulo, nesta passagem clara e sucinta das Sagradas Escrituras, que chegou até nós através dos tempos, apresenta um ensinamento claro e eficaz ao qual devemos aderir. Lembrando-nos de que devemos, em primeiro lugar, buscar nossa força no Senhor e em seu poder (EF 6,10), São Paulo passa a relacionar as peças da armadura que um soldado romano usava para defender-se e também para atacar o inimigo, e os usa simbolicamente para nos ensinar como devemos usar a armadura espiritual que Deus nos deu para nos defender e derrotar o inimigo.

São Paulo então conclui com uma exortação à oração: “Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos”. Através do derramamento do Espírito Santo em Pentecostes e da promessa de que “A promessa é para vós, para os vossos filhos e para todos os que ouvirem de longe o apelo do Senhor, nosso Deus” (Atos 2,39), podemos fortalecer-nos no Espírito Santo e usar os dons que Ele deu à Igreja, especialmente o dom da oração em línguas, como um meio para combater os ataques de Satanás e seus demônios, dos principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso” (Ef 6,12).

A oração é uma arma poderosa em nosso arsenal espiritual, mantendo-nos firmemente enraizados na única fonte de poder disponível para nós, ou seja, Jesus Cristo, o Filho do Deus Vivo, nosso Salvador e Redentor; Aquele que derrotou Satanás e todos os seus domínios. Assim, São Paulo nos exorta a usar orações e petições de todo tipo.

Comecemos com este dom surpreendente de oração que flui para nós através da ação do Espírito Santo — o dom da oração no Espírito. Nele, ignoramos nossa própria inteligência e conhecimento, entrando em uma profunda união com o coração e a mente de Deus. Nesta forma de oração, estamos literalmente tocando na perfeição da oração que fortalece e edifica a alma daquele que está rezando. “Aquele que fala em línguas edifica-se a si mesmo”. (1 Cor 14,4)

Todos nós, às vezes, sentimos dificuldade em orar. Nossa linguagem e intelecto humanos falham em expressar o gemido de nossas almas, especialmente em tempos de grande provação, dor, sofrimento ou ataques espirituais. O inimigo, procura confundir a alma para semear sementes de dúvida e até de desespero. Rapidamente ficamos sem palavras em nosso próprio idioma, mas ao usar o carisma de línguas, a alma abandona-se ao coração de Deus e o próprio Senhor forma os gemidos que saem de nossa boca como se fosse uma linguagem oculta expressando Sua oração mais perfeita nas situações que enfrentamos.

São Paulo nos exorta a “rezar constantemente”, a perseverar na oração. Mais uma vez, em nossa condição humana, desistimos facilmente de orar, muitas vezes orando no Espírito por apenas alguns minutos ou até menos, alguns poucos segundos.
Muitos de nós só usamos este carisma quando estamos em uma reunião de oração pública, raramente usando-o, se usamos, em nossa oração pessoal ou ao longo do dia. Deus nos deu esse dom, não apenas para nossa edificação pessoal, mas também como um meio de intercessão.


Armadura_do_Cristão_Efe_6 efesios-6_armadura[1] Revesti-vos_da_armadura_de_Deus

Deus, que conhece cada necessidade, nos convida a participar na obra da salvação. Perante as necessidades esmagadoras do mundo, seríamos esmagados pela enormidade da batalha que está ocorrendo à nossa volta.

No entanto, usando este dom de línguas, nossa oração no Espírito transcende o natural e une-se ao Deus Todo-Poderoso e Seu desejo pelo mundo.

Portanto, cultivemos novamente este dom de línguas, rezando no Espírito durante o dia, mantendo-nos sempre em união com o Espírito Santo e Sua obra de construir o corpo de Cristo, a Igreja.

Cada vez mais, até mesmo dentro da Renovação Carismática Católica, o uso dos carismas tem diminuído em algumas áreas ao ponto de não ouvir-se mais a manifestação do dom de línguas. Seria uma tragédia se, mais uma vez, permitíssemos que estes dons morressem na vida da Igreja. Eles nunca serão totalmente extintos, mas o Espírito Santo tem sido derramado sobre nós nesta grande renovação que tem se espalhado no mundo e que nos foi dada por Deus, especificamente para estes tempos graves e perigosos em que vivemos.

Não devemos considerá-los sem seriedade ou colocá-los de lado, como se fossem supérfluos, em nossos relacionamentos com Deus. Até São Timóteo foi chamado a “reavivar a chama do Dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos” (2 Tim 1, 6). Nós também devemos reavivar a chama do dom de Deus, em um zelo e desejo ardente para que os dons de Deus sejam renovados em nós a fim de podermos cumprir os planos de Deus para nós e para Sua Igreja nesta era.
Alguns considerariam o dom de línguas como o menor entre os dons, mas São Paulo deseja que todos falemos em línguas (1Cor 14,5).

Ele afirma: “Graças a Deus que possuo o dom de línguas superior a todos vós” (1 Cor 14,18).

Se permitimos que este dom tenha diminuído em nossa vida de oração pessoal, arrependamo-nos e manifestemos este dom diariamente, usando-o como uma arma poderosa contra as táticas do inimigo.

Para aqueles que nunca usaram este dom ou sentem que Deus não lhes deus este dom, você poderia perguntar: “Como receber este dom da oração?” Basta pedir, conforme Cristo nos instruiu em Lucas 11,10-13.

Coloque seu coração nos dons espirituais, como Paulo nos instrui em 1 Cor 14,1. Lembre-se que, para a manifestação deste carisma, devemos fazer a parte natural e Deus faz o sobrenatural. Para orar no Espírito, temos que abrir nossas bocas e formar sons usando nossas cordas vocais.

O Espírito Santo formará então estes sons em línguas desconhecidas e conhecidas, formando uma oração perfeita à medida que colocamos nossa total confiança em Deus.

Um exemplo de Deus usando o natural sobrenaturalmente pode ser visto quando Pedro caminha sobre as águas. Jesus convida Pedro a ir até Ele sobre as águas. Pedro fisicamente sai da barca e caminha naturalmente. Cristo faz o sobrenatural, mantendo Pedro na superfície. Somente quando Pedro desvia seu olhar de Cristo é que ele começa a afundar.

Da mesma forma, nós também devemos manter nossos olhos em Jesus, formando os sons e permitindo que o Espírito Santo faça o sobrenatural.

São Paulo fala que devemos rezar usando orações e petições de todo o tipo. Concentramo-nos inicialmente no carisma de orar no Espírito. Isto não nega, absolutamente, as muitas outras formas de oração que Deus nos deu para lutar contra a ação do inimigo. A oração formal usada com atenção nós dá palavras em uma linguagem compreensível para nos ajudar a concentrar nossos pensamentos enquanto oramos.

A oração mais perfeita é o Pai Nosso, que nos dado pelo próprio Cristo Jesus em resposta a um pedido do Apóstolo: “Senhor, ensina-nos a rezar”.

O Pai Nosso inclui uma oração de libertação e proteção contra o inimigo. Satanás despreza essa oração, portanto, use-a com freqüência, pronunciando cada palavra e frase com atenção.

Naturalmente, dentro do Rosário, o Pai-Nosso precede cada dezena e Maria, que é a inimiga de Satanás, (Gen 3,15), consistentemente tem exortado seus filhos a usar o Rosário como uma arma poderosa nessa guerra espiritual. Em minha própria vida, nos momentos de grande tensão e crise, tenho me voltado para Maria, rezando o Rosário a fim de trazer paz e confiança para minha alma.

Até mesmo o ato físico, de passar conta por conta no terço, restaura a calma em nosso corpo, alma e espírito.

A Eucaristia é a fonte e o ápice da vida Cristã; a mais alta forma de oração que nos auxilia diariamente a nos mantermos fiéis e assim poder enfrentar cada ataque em nossas vidas. Jesus está verdadeiramente conosco no Corpo, Sangue, alma e Divindade. A Eucaristia é verdadeiramente um vislumbre do céu aqui na terra (Ecclesia de Eucharistia, 19). A Missa e comunhão diárias são a própria fonte de nosso pão de cada dia, o corpo de Cristo. Podemos diariamente nos aproximar de Jesus, presente no Tabernáculo ou exposto no Santíssimo Sacramento, usando a oração no Espírito para nos unir a Cristo.

Existem muitas outras orações que podemos usar nesta batalha espiritual aproveitando a riqueza da nossa herança católica: A oração para São Miguel, Lembrai-vos (Memorate), Via Sacra, Ladainhas especialmente ao Sagrado Coração de Jesus.
Deus, em seu amor por nós, equipou-nos para esta hora e lugar. Nós, assim como aqueles que vieram antes de nós, devemos continuar a lutar esta guerra pelas almas da humanidade até que Cristo retorne em glória.

Perseveremos até o final, como São Paulo fez e nos deu o exemplo: “Tornai-vos os meus imitadores, como eu o sou de Cristo”. (1 Cor 11,1)

 Fonte: RCC Ibicaraí


Revesti-vos da Armadura de Deus
O Alpinista Como_Orar

A Bíblia é uma “ARMA” Poderosa.



ENCONTREI ESTA FOTO

NA PAGINA DE UM “ATEU”



Foto original em: http://www.toxel.com/inspiration



Com a seguinte observação:

[…] Cuidado! Éstá carregada…..   Com ignorância antiga e intolerância.    Manter fora do alcance de crianças. […]



Veja a que ponto chega a ação do inimigo!


Escrevi “ATEU” entre aspas porque ateísmo significaria apenas não acreditar em Deus, mas quando alguém divulga, ensina e prega mensagens contra um DEUS no qual ele diz não acreditar torna-se uma mentira, pois, se alguém não acredita que Deus exista então porque se preocupar com algo que não existe?

Assim torna-se evidente que esta pessoa acredita em Deus, mas na verdade prefere combater este Deus que é Luz porque prefere permanecer nas trevas do pecado.

Quem pratica o mal não se achega para a luz e ainda pretende arrastar aqueles que estão sendo iluminados pela luz de Cristo.

É o que diz o evangelho de (São João 3, 16 a 21) :

Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por Ele. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado; por que não crê no nome do Filho único de Deus. Ora, este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz, pois as suas obras eram más.  Porquanto todo aquele que faz o mal odeia a luz e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus.

Sendo assim, a ação da pregação anti-evangelística caracteriza mais uma ação anti-cristã do que ateísta.

Muitos podem estar em trevas, uns porque são cegos e não podem ver a luz, outros porque nasceram nas trevas de um quarto fechado e nunca viram a luz, outros porque habitam as profundezas de uma caverna e não encontraram o caminho da superfície “O Mito da Caverna de Platão”, outros porque se afastaram da luz devido a uma queda e outros ainda porque preferem se manter bem longe da luz por opção própria.

Quando Jesus curou o Cego de Jericó tornou-se bem claro para todos que os piores cegos não eram os cegos de nascença ou aqueles que por alguma infelicidade se tornaram cegos, e sim aqueles que preferiam não ver as coisas como elas realmente são mesmo que elas estivessem paupáveis e visíveis bem na frente de seus olhos.   O detalhe que mais chama a atenção para isso neste testemunho é que mesmo quando muitas pessoas testemunharam a verdade e até mesmo os pais do cego que testificou que seu filho era cego desde o nascimento e todos aqueles que o conheciam quando pedia esmola nas praças da cidade também sabiam que ele era realmente cego, mas aqueles homens não queriam acreditar que o rapaz apesar de ter nascido cego agora estava totalmente curado por apenas uma palavra dita por Jesus, isto porque o seu preconceito lhes cegava ao ponto de não reconhecerem que Deus pode realizar coisas que para os homens é impossível.

Assim Jesus conclui seu ensinamento:

“Os piores cegos são aqueles que não querem ver…” esta foi exatamente a pergunta que Ele fez ao cego ao encontrá-lo, “Que queres que te faça? Rabôni, respondeu-lhe o cego, que eu veja!

(São Marcos 10,51)

Assim se manifestou o cego, Eu quero ver enquanto que os que veem claramente preferem agir de forma contrária dizendo que nada perceberam e nada viram.

Alguns dos fariseus, que estavam com ele, ouviram-no e perguntaram-lhe: Também nós somos, acaso, cegos?… (São João 9,40)

A resposta de Jesus foi afirmativa dizendo:

“Vós mesmos assim afirmais…”

já que eles mesmos concordavam com esta verdade…

A nossa conclusão então sobre este assunto é que:

“CADA UM VÊ AQUILO QUE QUER VER…”


A SOMBRA NEM SEMPRE REFLETE AQUILO QUE PARECE.

A SOMBRA NEM SEMPRE REFLETE AQUILO QUE PARECE.

ESPERO QUE VOCÊ ESCOLHA A VERDADE E NÃO UMA SOMBRA OFUSCADA REFLETIDA NA PAREDE.


Passando adiante…



A Bíblia fala de si mesma desta forma:

Porque a palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4,12)



Isto significa que na visão da época a Palavra de Deus era comparada com uma “ARMA” um objeto usado em combate corpo a corpo e em matéria de “Arma mortal” ela é comparada como bem superior à melhor espada conhecida na época o que equivaleria dizer que em comparação com as “Armas Bélicas de hoje” poderíamos comparar a palavra de Deus com uma arma bem superior à uma simples “pistolinha de brinquedo”, porque na verdade ela continua sendo ainda mais penetrante do que qualquer “ARMA MORTAL” inventada ou construída pelo homem que podem no máximo tirar a vida do corpo CARNAL, mas jamais poderia tocar na alma de alguém ou provocar uma morte espiritual.

A palavra de Deus, no entanto, mesmo tendo todo este poder, de penetrar todas as coisas, até mesmo a couraça de um tanque de guerra ou atingir o mais profundo abismo ela jamais será usada para tirar a vida de alguém e sim para dar uma vida nova o que equevaleria sim a dizer que “MORREU” o homem velho e eis que tudo se fez novo ou como diria São Paulo “Já não sou eu quem vivo é Cristo que vive em mim…”.   Jesus também já havia dito a seus Discípulos anteriormente “Aquele que quiser preservar a sua própria vida, irá perdê-la, mas aquele que doar a sua vida por mim, irá encontra-la…”, O que é morrer para Jesus e o que é Viver para Jesus, Morrer para o mundo, principalmente para aquele que não crê em Deus é o fim “The End”, nada mais existirá, nem céu e nem inferno, nem frio e nem calor, nem luz e nem trevas, simplesmente seremos um flash que piscou no escuro, mas na visão de Jesus e daquele que acredita em sua palavra a vida não terá fim pois, ela é eterna.

A morte não é o fim e sim apenas uma porta que se abre para um novo ambiente, uma barreira que foi ultrapassada que não se poderá mais retornar, é sim a verdadeira vida pois nesta que vivemos hoje só teremos uma certeza, é que ela um dia irá terminar em morte.  A Nova vida que Jesus nos oferece temos a certeza que ela jamais terminará, sendo assim podemos até comparar a nossa vida eterna com aquele flash que piscou, a sua luz pode até ter se perdido em um milésimo de segundo, mas aquele brilho foi refletido e capturado pelas lentes de uma câmera que irá eternizar aquele exato instante em que o flash piscou e que poderemos relembrar e observar e estar durante a eternidade.

Não faça de sua vida um momento que se desfaz e desaparece como um flash e sim realize algo que permaneça para sempre e por toda a eternidade como esta fotografia.

Morreu o Homem Velho desfigurado pelo pecado e renasceu o Homem Novo segundo a verdadeira imagem daquele que nos criou, aquela arma tem o poder de nos libertar das coisas que nos escravizam, uma delas é a cegueira que nos impede de conhecer este mundo espiritual do qual já fazemos parte e permaneceremos nele eternamente, só que aqueles que nele não acreditaram e brincaram ou debocharam da palavra de Deus, terão o desprazer de não participarem do Reino de Deus.

“Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, e vós serdes lançados para fora. (São Lucas 13,28)”



Parte II – Lutai pela vossa Salvação… Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus.

(Efésios 6,17)


EF-6-Armadura-espada-fogo Provação e proteção Revesti-vos da Armadura de Deus

Presente Pra Você está também no Facebook.



Oração de São Miguel Arcanjo.



A Igreja Católica tem em alto conceito a devoção aos Santos Anjos. Acredita na sua existência que é provada por muitas citações bíblicas, tanto no Antigo como no Novo Testamento. Sabe e ensina, que os anjos, como Santos mensageiros de Deus, desempenham uma missão especial em nosso favor. São defensores, do corpo e da alma, em todos os perigos, principalmente na hora da morte.

Como um dos primeiros, senão o primeiro e mais eminente dos espíritos celestiais, os livros sagrados nos apresentam S. Miguel. O profeta Daniel dá a S. Miguel o título de Príncipe dos Anjos, e a Igreja enumera-o entre os arcanjos. Seu nome tem o significado de “Quem é como Deus ?” pois foi S. Miguel que se pôs à frente dos anjos fiéis contra Lúcifer, o chefe dos anjos rebeldes, em defesa da autoridade de Deus. S. Miguel, por tanto, é um espírito guerreiro, arauto de Deus, e Príncipe dos exércitos celestiais. A arte cristã o apresenta como tal, em armadura brilhante, com lança e espada, em vôo como de mergulho se precipitando sobre o dragão infernal, e, fortemente o investindo, fazendo-o sentir o vigor irresistível do pé vitorioso, arremessa-o às profundezas do inferno.

S. Miguel pelos judeus era havido como protetor do povo eleito. Segundo o Apóstolo S. Judas (v. 9.) o cadáver de Moisés estava entregue aos cuidados do arcanjo. Foi este mesmo arcanjo, quem apareceu a Josué antes da tomada de Jericó e lhe prometeu seu auxílio; foi S. Miguel que defendeu os israelitas contra as hostes de Senacherib, desbaratando-as; foi ainda S. Miguel, quem se opôs a Balaam, quando ia amaldiçoar o povo de Deus. Heliodoro experimentou a força vingadora do arcanjo, quando se aparelhou para praticar o roubo sacrílego do templo. (2. mac. 3, 25).

Da sinagoga e do povo eleito a missão de S. Miguel se transferiu à Igreja de Cristo. Numerosas são as suas aparições registradas na história da Igreja. Seu nome é mencionado várias vezes no sacrifício da Santa Missa. No “Confiteor” o sacerdote se dirige ao arcanjo S. Miguel, e invoca sua intercessão junto de Deus. Sobre o incenso, na missa solene é invocado seu nome. Ao Santo anjo, isto é, a S. Miguel o sacerdote logo depois da consagração se dirige, com o pedido de levar o santo sacrifício ao altar sublime de Deus. Terminada a missa rezada, em uma oração especial o povo pede a S. Miguel que o defenda no combate; cubra-o com o seu escudo contra os embustes e ciladas do demônio; precipite ao inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. S. Miguel é ainda o patrono dos agonizantes, o guia das almas dos defuntos para o céu, como faz lembrar o texto do ofertório da missa de “Requiem”.

Na história da Igreja são mencionadas duas aparições de S. Miguel: Uma ao Papa Gelásio I no monte Gargano. A festa de hoje é a comemoração deste fato e da consagração da Igreja de S. Miguel naquele lugar. Mais conhecida é a outra, de que foi dignado o Papa S. Gregório, o Grande, em ocasião de em Roma grassar a peste.

S. Miguel apareceu ao Papa no Castelo de Santo Ângelo e em sinal de cessão da epidemia, meteu a espada na bainha. Realmente a epidemia imediatamente parou de fazer vítimas.


Oração a São Miguel Arcanjo


São Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate,  cobri-nos com vosso escudo, contra os embustes e ciladas do demônio. Subjugue-o, Deus, instantemente o pedimos e vós, príncipe da milícia celeste, precipitai no inferno a Satanás e a todos os outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas.   São Miguel Arcanjo, protegei-nos na luta para que não pereçamos no tremendo juízo.

Sacratíssimo Coração de Jesus.

Tende piedade de nós! (3 X


Padre José Augusto


Padre Jonas Abbib


.R E F L E X Õ E S


O fato de a Igreja ter instituído diversas festas dedicadas aos Santos Anjos e ao Príncipe dos exércitos angélicos, tem sua razão no desejo da mesma Igreja de ver bem viva nos fiéis a devoção aos espíritos celestiais. Quer a Igreja que às crianças sejam ensinadas a doutrina sobre os Santos Anjos e implantada nos seus corações a devoção ao anjo tutelar, tão católica, e, como tal, tão útil, senão necessária; que nas famílias seja cultivada esta devoção com a recitação diária de orações ao Anjos de Deus.

Ao grande São Miguel devemos pedir, que nos assista nos combates do bem contra o mal; que ele o chefe dos exércitos divinos, alcance aos católicos o espírito da paciência, como também de combatividade sempre, que preciso for, defender os interesses da Santa Igreja, quer na vida particular, quer na vida pública. Que S. Miguel esteja ao nosso lado na hora da morte; que no momento que o sacerdote o invoca em nosso nome, leve a nossa alma aos páramos da Igreja triunfante.


WALLPAPERS


SE SUBO ATE O CÉU Quem_como_Deus_Miguel_Arcanjo
Sao_miguel_arcanjo_bem_contra_mal Sao_miguel_arcanjo_bem_contra_mal

sao-miguel-1024x768-300x225[1]
Miguel_arcanjo_combate-alisdiabi Miguel_arcanjo

São Miguél Arcanjo_01 smiguelarcanjo[1]

oracao-de-sao-miguel-arcanjo[1] sao_michel_arcanjo_guerreiro_2560x1440
sao_michel_arcanjo_guerreiro_5120x4096 Miguel_hqdefault

Logotipo do Flickr. Se clicar nele, você vai para a página inicialWALLPAPERS By:  Galeria de fotosquefalam – Thellonn


São Miguel Arcanjo São Miguel Arcanjo
sao miguel Archangel Michael statue in Kiev, Maidan Nezalezhnosti square. Kiev, Ukraine, Eastern Europe.

wallhaven-256760[1] quaresma-sao-miguel
Quaresma_sao_Miguel_arcanjo_15-08 quaresma-sao-miguel

Pedidos de Oração.

Plantão de Oração.

maos-e-oracao1[1]maos-e-oracao1[1]

Coloque aqui seu pedido de oração, Lembre-se, não basta pedir, precisamos também orar como convém.  Jesus mesmo disse, onde dois ou mais se reunirem em oração em meu nome, Eu me farei presente no meio deles e disse também:

“E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho”.

(S. João 14,13)


Revesti-vos da Armadura de Deus
Como_Orar