Dinâmica – Como Permanecer Cheio do Espírito Santo.



“Não sejais imprudentes, mas procurai compreender qual seja a vontade de Deus.  Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas ENCHEI-VOS do Espírito.”
Efésios, 5,17-18 – Bíblia Católica Online





Espírito Santo – Dinâmica


Então Jesus SOPROU sobre eles e disse:

“Recebei o Espírito Santo.” (São João 20,22)”


De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e ENCHEU toda a casa onde estavam sentados. Ficaram todos CHEIOS do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”
Atos dos Apóstolos, 2,1-5


“Mal acabaram de rezar, tremeu o lugar onde estavam reunidos. E todos ficaram CHEIOS do Espírito Santo e anunciaram com intrepidez a Palavra de Deus.”
Atos dos Apóstolos, 4,31


Objetivo:

“Permanecer Cheio do Espírito Santo.”


Participantes: Numero indefinido.
Tempo Estimado: 15 minutos.
Material:
balão (vermelho)

(utilizamos da cor vermelha por ser a cor litúrgica da Festa de Pentecostes, mas poderá ser usado qualquer cor)

Desenvolvimento:

Para falar do Espírito Santo vamos usar um balão porque na leitura acima Jesus se utilizou de um sopro para simbolizar o recebimento do Espírito Santo pelos Apóstolos.

Para que serve um balão? (brincar, enfeitar os aniversários, jogar etc.)

O balão vazio serve para fazer estas coisas que acabamos de falar?  (não)

O que devemos fazer? (devemos encher o balão)

O cristão nasceu para amar, para servir, perdoar etc. e não para ficar vazio jogado num canto qualquer.

Um balão vazio não serve para nada e assim também um cristão vazio não consegue servir para nada.

O que enche este balão e o faz  ficar pronto para ser usado? (o ar)

E o cristão quem o enche e o faz ficar pronto para amar e servir? (É o Espírito Santo)

O que mais se tem nas lojas e supermercados são balões vazios sem utilidade e assim também no mundo o que mais temos são pessoas vazias e sem objetivo de vida porque estão vazias do Espírito Santo.

Para encher o balão precisamos soprar, mas para ficarmos cheios do Espírito Santo quem sopra é Jesus – (S. João 20,22)

22Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.

(neste momento  o catequista deve encher o balão e mandar que os outros encham também)

catequese+038[1]

Nesta versão iremos distribuir balões de cores variadas (ou não) para os participantes, porém previamente iremos furar alguns balões com um furo de agulha, dois ou mais.

Esta informação não deve ser repassada para os participantes que devem encher os balões normalmente todos ao mesmo tempo.

O resultado é lógico: Alguns balões irão se encher normalmente, outros irão se encher mas irão se esvaziar rapidamente ou lentamente de acordo com quantidade de furos e por fim alguns poderão até estourar,  porém isto será um resultado totalmente inesperado para todos e será neste ponto a nossa reflexão.

– O meu balão está se esvaziando alguém poderá dizer.

– Mandar repetir a operação:

– Depois pergunte o resultado?

– O resultado se repetirá e alguém já poderá dizer que seu balão está furado.

– Se não…  Analisar as causas e motivos do esvaziamento… Encontrar a causa…

– Conclusão: Furos no Balão…

– Fazer uma comparação entre as causas do esvaziamento do balão e as causas do esvaziamento do Cristão.

– Quais são as causas que não permitem que o Cristão permaneça cheio do Espírito Santo?

– Pedir sugestões para a platéia…

– Debater sobre as soluções que Deus nos oferece através da Igreja para que possamos reparar esses furos e parar de se esvaziar.



O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)



Sede cheios do Espírito Santo

“Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito.”
Efésios, 5,18 – Bíblia Católica Online

A palavra de Deus nos convida a buscamos um crescimento espiritual continuo e um aumento do seu poder sobrenatural em nossas vidas diariamente.

A vida de quem serve à Deus deve ser uma novidade no Espírito Santo (Romanos 12,2).

“Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.”
Romanos, 12,2 – Bíblia Católica Online

Deus não dorme ou fica estaguinado na sua ação.   É por isso que deve partir de nós, essa busca por recebermos cada vez mais de Deus, algo mais profundo, mais forte, mais presente e perene!

Porém, é necessário frisar que a incredulidade, o pecado e o apego às coisas mundanas acabam por nos esvaziar nos impedindo de permanecer cheios do Espírito Santo.

Estes exemplos acima, são como os furos do balão. Por mais que sejam cheios de ar, logo se esvaziarão por estarem com buracos que deixam o ar escapar e da mesma forma o PECADO nos esvazia da graça de Deus.

O mesmo ocorre conosco. Se há furos (brechas), a unção que Deus derrama para nos renovar e nos encher com mais do Seu Espírito, não permanece muito tempo!

Quando conseguimos a vitória contra o pecado em nossas vidas, ou seja, quando aquilo que recebemos permanece para nosso crescimento, outras coisas também ocorrem conosco.

Criamos mais resistência contra o pecado;

Recebemos poder para operar coisas no sobrenatural;

Recebemos uma palavra de poder que gera mudança de vida nos outros ao nosso redor;

Deus se revela num conhecimento bem mais profundo e amoroso.

Para concluir, quando estamos CHEIOS de Deus, do Seu Santo Espírito, haverá transformação de vidas, tanto a de quem está cheio como de quem está próximo.

É bom lembrarmo-nos do texto de São Lucas 5,36-39, ou seja, para ser cheio com algo novo, com uma novidade de Deus, não podemos ficar presos em que vamos receber algo semelhante que um dia recebemos. É um vinho novo, é uma nova unção, é elevar-se no Reino de Deus. Mais autoridade, novos sonhos, projetos, mais conquistas para nosso Deus.

Nunca esteja satisfeito com o que já recebestes de Deus, fique é claro agradecido, mas sempre busque mais Dele que podes ter certeza, Ele tem prazer em nos encher com mais e mais do seu Santo Espírito, nos preparando para combatermos as obras do mal.

Que cada dia mais estejais cheios da graça de Deus que é o seu Espírito.

Amem!


Luz_do_espirito_santo

A LUZ DO ESPÍRITO SANTO

Sentindo o calor da presença do E. S. e sufocando a chama até que ela se apague. 


Conhecendo os sete dons do Espírito

Dinâmica com letras e montagem de quebra-cabeça.


Semeando a cultura de Pentecostes

Fruto_do_Espirito Oração_ao_espirito_santo
Efusão_no_Espirito_1



 

Dinâmica – O Espírito Santo sopra onde quer.



O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)


Balao_Espírito_Santo




Espírito Santo – Dinâmica

Então Jesus soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo.” (São João 20,22)

Objetivo: Reconhecer que somos

“Templos do Espírito Santo.”


Material: balão (vermelho)

(utilizamos da cor vermelha por ser a cor litúrgica da Festa de Pentecostes)

Desenvolvimento:

Para falar do Espírito Santo vamos usar um balão.

Para que serve um balão? (brincar, enfeitar os aniversários, jogar etc.)

O balão vazio serve para fazer estas coisas que acabamos de falar?  (não)

O que devemos fazer? (devemos encher o balão)

O cristão nasceu para amar, para servir, perdoar etc. e não para ficar vazio.

Um cristão vazio não consegue servir.

O que enche este balão e o faz  ficar pronto para ser usado? (o ar)

E o cristão quem o enche e o faz ficar pronto para amar e servir? (É o Espírito Santo)

Para encher o balão precisamos soprar, mas para ficarmos cheios do Espírito Santo quem sopra é Jesus – (S. João 20,22)

22Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.

(neste momento  o catequista deve encher o balão)

catequese+038[1]

O balão está cheio, mas não vejo o ar que está dentro dele?

O Espírito Santo também não o vemos, mas Ele está em nós e apenas o sentimos como o ar.

(Soltar o balão cheio sem amarrar)

Quem está movimentando o balão? (o ar que sai de dentro e empurra para frente). O Cristão também deve ser impulsionado pelo Espírito Santo.

Quando eu soltei o balão eu consegui determinar a direção do balão? (não) O balão foi para onde ele quis. O Espírito Santo também sopra para onde quer.



catequese+040[1]


O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)

O Espírito Santo também desenvolve muitos dons: em algumas crianças dá o dom de cantar, a outras dá o dom de falar da palavra, a outras dá o dom de desenhar e fazer belos cartazes para enfeitar a igreja, a outras crianças o Espírito Santo dá o dom de orar (falar sobre os dons que o Espírito Santo nos dá e como podemos colocá-los  a serviço de  Deus e do próximo). Tudo isso é o Espírito Santo que faz em nosso coração, para que possamos servir ao Senhor e aos irmãos.

(Ao final escolher uma música animada do Espírito Santo para que as crianças possam fazer um louvor)


(Esta dinâmica foi retirada do livro Querigma para crianças – Projeto Talita Cumi- Hyde Flávia)


Con


 OUTRAS DINÂMICAS SOBRE O ESPÍRITO SANTO.


Luz_do_espirito_santo

A LUZ DO ESPÍRITO SANTO

Sentindo o calor da presença do E. S. e sufocando a chama até que ela se apague. 


Conhecendo os sete dons do Espírito

Dinâmica com letras e montagem de quebra-cabeça.


Semeando a cultura de Pentecostes

Fruto_do_Espirito Oração_ao_espirito_santo
Espirito_Santo Efusão_no_Espirito_1



 

Permanecendo Cheios do Espírito Santo.



 DERRAMAREI

 do meu Espírito

sobre todo ser vivo:

Atos dos Apóstolos, 2, 17a

tacas_champanhe[1].


ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO DE DEUS !


Este texto é uma sequencia de:

Batismo no Espírito Santo ?

O Sacramento do Batismo nos torna filhos de Deus e membros da Igreja, isto significa sermos herdeiros de Deus e Co-herdeiros com Cristo dos benefícios das promessas do Pai, poderíamos dizer que um filho recém nascido nada possui se nem ao menos sabe falar ainda como poderia tomar posse ou usufruir de sua filiação Divina uma vez que nem conhece os seus direitos “nem os deveres” de filho de Deus.

Com o nascimento nos tornamos semelhantes a Jesus, porém somente com o tempo e o aprendizado estas feições vão tomando as características concretas de um Filho de Deus autêntico, é nesta caminhada que mais precisamos do auxílio de nossos Pais, pois qualquer criança abandonada no mundo certamente morreria logo após o nascimento, sendo assim, Jesus nos enviou seu Próprio Espírito para nos conduzir e guiar nesta caminhada tão difícil rumo à Santidade que é o aperfeiçoamento de nossas características Divinas.

É portanto necessário permanecer na Igreja e nas promessas de Deus para podermos realmente viver aquilo que nos foi proposto no Batismo.

Isto seria semelhante a termos recebido um cheque de um milhão de reais assinado por Deus, porém ter um cheque assinado e preenchido com um milhão de reais não quer dizer que você tenha um milhão de reais, só quer dizer que lá no banco tem um milhão que será seu se você for lá buscá-lo, o Batismo no Espírito Santo então seria o exato momento em que você recebe do banco este dinheiro que lhe pertence.   Não é mais apenas uma promessa ou algo que irá acontecer no futuro, mas algo concreto em suas mãos naquele exato instante.

O Sacramento da Confirmação ou Crisma, tem todos os elementos que configuram o Batismo no Espírito Santo, porém a Igreja não o define como sendo exatamente o que está descrito na Bíblia, o Crisma segue os Atos dos Apóstolos descrito no (Cap. 8,15) que após o Pentecostes ou a primeira experiência do Batismo no Espírito Santo, tornou-se a maneira comum de se confirmar a fé e o Batismo daqueles que estavam realmente vivendo as palavras de Jesus na Igreja.



São Paulo em muitas ocasiões nos exorta a permanecer em oração buscando sempre estar cheios do Espírito Santo como um Pentecostes permanente, nos Atos dos Apóstolos também mostra que depois do primeiro Pentecostes em muitas outras ocasiões aquele fato se repetiu, quando unidos em oração pediram para se encher novamente com a presença de Deus, portanto também se tornou uma prática da Igreja momentos de oração e de louvor onde se invocava a presença do Espírito Santo visando buscar novamente uma nova imersão naquele grande amor do Pai.  Isto nunca foi considerado uma repetição do Sacramento nem um segundo ou até mesmo um outro oitavo Sacramento e sim apenas uma permanência no mesmo Sacramento.

Podemos comparar este fato com aquele milhão que você recebeu no Banco, certamente andando pelo mundo com um milhão de reais no bolso, você provavelmente gastaria alguma coisa, talvez até perdesse algumas notinhas de Real por aí, este momento de oração para se manter cheio do Espírito Santo seria como se aquele cheque que você recebeu continuasse tendo o mesmo valor, e toda  vez que você voltasse ao Banco receberia todo aquele dinheiro novamente, é isto que nós cremos e era isto que os Apóstolos buscavam e recebiam naquelas reuniões de oração, não somente se completavam como transbordavam do Espírito de Deus, Jesus exemplificava isto dizendo que, quanto mais nós repartíssemos, mais teríamos para repartir, portanto não distribuir seu milhão, não iria economizá-lo, porque você sempre receberia o dobro daquilo que distribuiu.


  • Dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.

(São Lucas 6,38)



Recebestes de graça, de graça dai!


Assim também a Parábola do filho Pródigo nos diz a mesma coisa, aquele filho saiu pelo mundo e gastou todo o seu dinheiro, mas quando voltou para a fonte que era a casa do Pai, recebeu tudo de volta.

Tudo o quê ?

Ele já não havia gasto toda a sua parte da herança ?

Permanecei em Mim e eu permanecerei em vós …

Enchei-vos do Espírito Santo …

Se vivemos pelo Espírito, andemos também de acordo com o Espírito. (Gálatas 5,25)

Buscai as coisas lá do alto,

Vemos através destes textos acima que era muito mais do que normal esta exortação de permanecer sempre buscando a plenitude da graça de Deus ou se manter sempre cheio do Espírito Santo, Batizado, coberto, Purificado, lavado, mergulhado, plenamente submerso, repleto e acima de tudo Fonte desta mesma graça.

Enquanto que no Batismo de João, o Batizado saia da água para uma nova vida, no Batismo no Espírito Santo a proposta seria uma permanência continua na submersão desta água viva que é o Espírito Santo de Deus, portanto um Batismo permanente, porque Ele não nos sufoca ou afoga tirando a nossa vida e sim nos dá uma vida plena em abundância, mas já que o cotidiano não nos permite esta continuidade, convém sempre que possível voltarmos ao mergulho no Amor de Deus para recuperarmos a plenitude.  Os Sacramentos, as reuniões em comum “Missas”, as orações e outras atividades são instrumentos para podemos alcançar esta plenitude.


Por favor não leve esta foto ao pé da letra é apenas figuração.


Seria mais ou menos isso, mas não dentro d’água e sim envolto completamente pelo Espírito Santo de Deus.

Batismo como o primeiro Sacramento.



http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120 //mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/pentecostes-ico.jpg” contém erros e não pode ser exibida.