Não Temas!



NO MEIO DA TEMPESTADE


tempestade-no-mar[1]


NADA TEMAS


“Entretanto, já a boa distância da margem, a barca era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. Pela quarta vigília da noite, Jesus veio a eles, caminhando sobre o mar.* Quando os discípulos o perceberam caminhando sobre as águas, ficaram com medo: “É um fantasma!” – disseram eles –, soltando gritos de terror. Mas Jesus logo lhes disse: “Tranquilizai-vos, sou eu. Não tenhais medo!”. Pedro tomou a palavra e falou: “Senhor, se és tu, manda-me ir sobre as águas até junto de ti!”. Ele disse-lhe: “Vem!”. Pedro saiu da barca e caminhava sobre as águas ao encontro de Jesus. Mas, redobrando a violência do vento, TEVE MEDO e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!”. No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e lhe disse: “Homem de pouca fé, por que duvidaste?”. Apenas tinham subido para a barca, o vento cessou. Então, aqueles que estavam na barca prostraram-se diante dele e disseram: “Tu és verdadeiramente o Filho de Deus.”      São Mateus, 14,24a33 – Bíblia Católica Online

Esta passagem Já é bem conhecida por todos nós, mas gostaríamos de evidenciar o motivo pelo qual São Pedro não foi feliz em completar a sua missão de chegar até Jesus, Jesus mesmo o reprova por sua falta de Fé, mas o texto nos evidencia o fato de que ele “TEVE MEDO“, mas teve medo de que?

Teve medo do mar, das ondas e do vento…  Bem sabemos que Pedro era um pescador profissional e sair ao mar era uma coisa que fazia todas as noites, bem sabemos que deve ter enfrentado diversas tempestades sozinho e sempre voltou inteiro para casa, se era o fato de correr o risco de estar caminhando no mar, mesmo que se fosse preciso nadar para voltar ao barco, isto não seria nada difícil de se realizar, no entanto, o que está em cheque não eram as habilidades humanas de Pedro e nem sua capacidade de lidar com situações semelhantes e sim a sua coragem de abdicar de toda sua capacidade e habilidades humanas se jogando inteiramente nas mãos de Jesus, foi neste ponto que Pedro TEVE MEDO, exatamente o ponto onde o seu lado Espiritual desafia seu lado físico a ponto de fazer aquilo que era impossível fisicamente e caminhar por cima de todas as dificuldades como se elas não existissem, assim como Jesus fazia.  Foi neste ponto que a Fé de Pedro vacilou e sua força espiritual cedeu ao poder da força das tribulações matérias que o cercavam o que acaba acontecendo com qualquer um de nós, é exatamente isto que JESUS quis mostrar, pois “Quando tudo nos falhou, foi mesmo a mão de Cristo que nos Resgatou.”



NÃO TEMAS


Foram essas as palavras de Jesus Cristo a Jairo no momento em que ele recebeu a trágica notícia da morte de sua filha. O Senhor sabia que aquela hora era decisiva e que a insegurança ou a dúvida poderiam abrir as portas para que o espírito de medo possuísse a alma daquele homem.

Jesus foi claro: “Não temas. A menina não morreu, mas dorme” (Mc 5.39).    Sabemos que são muitas as vozes que querem ser ouvidas, por isso temos que provar os espíritos para sabermos de onde eles procedem.

O medo é o principal inimigo da por isso temos que aprender um princípio importante de vida vitoriosa. Depois de ouvir o que diz a situação, ouça o que Deus tem a dizer a respeito do assunto. Nada termina até que Ele diga que acabou. O que vai definir a vitória ou o fracasso é o que você vai dizer segundo a sua fé. Em quem, de fato, você acredita: na circunstância ou em Deus?

Diante do que você está vivendo e do que Deus lhe prometeu, qual é a sua confissão. “Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos” (Rm 10.8).

Sabendo que a fé vem pelo ouvir, a quem você tem ouvido? Com quem você tem concordado? Com a situação, o diabo, o mundo, os incrédulos ou com Deus? Faça da sua confissão de fé uma oportunidade para Deus operar milagres em sua vida.


Crê somente!



OUTRAS INDICAÇÕES SEMELHANTES



Fé demais, as vezes atrapalha.


 A Fé é muito importante em nossas vidas, principalmente na vida do Cristão, pois diz a palavra em Hebreus 11 que: “Sem Fé é impossível agradar a DEUS”.  Jesus censurou seus discípulos por diversas vezes por não terem Fé, ou possuírem uma fé fraca e neste caso estamos falando daqueles homens que participaram e foram testemunhas dos principais milagres que Jesus realizou e mesmo assim não acreditavam em Jesus.

Felipe, um dos discípulos de Jesus, certa vez pediu ao Mestre que lhe mostrasse o Pai e isto seria o bastante e Jesus lhe respondeu:  “A quanto tempo estou convosco e não me conheces ainda, não credes em Mim?”   Devemos também lembrar a famosa sena do encontro de Jesus com São Tomé logo após a sua ressurreição onde Jesus lhe mostra o lado aberto e as chagas nas mãos e ele então responde:

Meu Senhor e meu Deus! A resposta de Cristo a São Tomé não parece ter sido dirigida a ele e sim a nós que não o vimos e não participamos de seus milagres porque Ele nos disse diretamente:

“Felizes aqueles que creem sem ter visto!”

(São João 20,29) 

Sendo assim confirmamos mais uma vez que a FÉ é um componente muito importante em nossas vidas, mas o texto que se segue se trata de uma Fé ofuscada pelo erro, uma Fé que se confunde com orgulho e vaidade e por isso não se trata de uma Fé ideal, neste caso é uma parábola para meditarmos em qual deveria ser a boa atitude do verdadeiro HOMEM DE FÉ.

Leia o texto: e veja o power Point

casa-na-enchente
Quem_nos_salvara

Salve-se quem puder.

Primeira versão publicada em 2008, consta uma meditação sobre Jesus que SALVA Pedro quando afundou indo em direção a Ele no mar.

Visualização Slaid’s:

Fé demais, as vezes atrapalha mais do que ajuda. – A Enchente.

2. “Em verdade vos digo: se tiverdes fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta- te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível.” (S. Mateus 17,20)

3. Não seja assim entre vós. Todo aquele que quiser tornar-se grande entre vós, se faça vosso servo. E o que quiser tornar-se entre vós o primeiro, se faça vosso escravo. (S. Mateus 20,26)

4. Um certo homem, dizia acreditar muito em Deus, era fiel e para mostrar sua fé aos demais estava sempre na Igreja rezando!

5. Um certo dia começou a chover muito naquela região e de acordo com as previsões poderia haver enchente e que todos deveriam se preparar para sair de suas casas.

6. Voltando para casa de carona com um amigo ele lhe alertou sobre a enchente no que o homem de Fé lhe respondeu:

7. “Tenho plena fé em Deus. Oro sem cessar e acredito e confio que Ele cuidará de mim”

8. Mediante estas palavras o amigo voltou para sua casa… As previsões Se confirmaram. A enchente começou a noite e os moradores alertados saíram de casa antes do pior acontecer.

9. Enquanto a chuva caia torrencialmente lá fora e a enchente foi subindo até acordá-lo na cama.

10. Não dava mais para escapar, ele então subiu nos móveis esperando a chuva passar e a enchente baixar, porém a água continuava subindo.

11. Já quase raiando o dia a chuva apertou ainda mais -Deus é Fiel e ouve as nossas orações, mesmo quando nossa Fé vacila… -E assim DEUS lhe respondeu… -Aguarde um minutinho, pois já providenciei O teu socorro e a tua Salvação …

12. Mal raiou o dia veio um homem numa canoa e gritou: – Hei !! você aí…. Vamos embora daqui … Suba aqui na canoa que te dou uma carona… Ele olhou para aquela canoinha fininha balançando na água, quase afundando, lembrou-se da voz de Deus e respondeu:

13. Pode deixar meu amigo …. Vá em paz …. – O meu socorro já foi providenciado, Já virão me em um minutinho … “Tenho plena fé em Deus. Oro sem cessar e acredito e confio que Ele cuidará de mim”

14. Já estava em cima do telhado com o seu cachorro quando passou um bote salva vidas e lhe ofereceu socorro e ele recusou…

15. -Veio então uma lancha do exército -Com um alto falante chamando a todos, pois viria mais chuva e mais enchente…. -O homem então respondeu… -Este barco já está muito cheio, -Podem ir embora, -Deus virá me Salvar…

16. – Estava só com a cabeça fora da água: – E já falava com Deus desesperado … – Senhor! – Ainda Estou aqui! Quase me afogando! – E esperando por sua ajuda … – Enquanto ainda falava … – Ouviu um barulho vindo do céu …

17. – Os bombeiros tentaram resgatar o homem, mas ele se negou a se amarrar na corda com medo de se soltar e cair na água. – E gritou mais uma vez em alta voz:

18. “Tenho plena fé em Deus. Oro sem cessar e acredito e confio que Ele cuidará de mim”

19. Foi inevitável O HOMEM de fé se afogou e morreu. Como ele era um HOMEM de fé e fiel … Ao morrer foi para o céu.

20. Ao chegar no Céu, Foi ao encontro do SENHOR e lhe disse: – Senhor, eu tinha tanta fé em Ti. Eu acreditei no Senhor de todo o meu coração. Orei sem cessar e procurei seguir a Tua vontade. Simplesmente não entendo o que aconteceu!

21. Pois então! Eu também não entendi nada! – Lhe enviei uma canoa logo de manhã e você não quis, enviei um bote salva vidas e você desprezou, enviei uma lancha a motor do exército e você não aceitou, enviei até um helicóptero e você preferiu ficar na água ?

22. Agora só me restou Lhe dizer que: Seja bem vindo!

23. “Basta ter uma fé, como um grão de mostarda e já será o suficiente, pois o poder não vem de nós e sim de DEUS. (II Cor. 3,5)

24. Tenha fé e atitude. A fé requer oração e ação. A resposta de Deus pode não vir da maneira como você espera, mas virá. CRER AGIR

25. Não basta ter É preciso confiar e esperar, mas quando Deus agir será preciso também reconhecer esta ação e entrar no barco de Por menor que seja ele …

26. São Tiago nos diz: 2,17. Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma. 18. Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19. Crês que há um só Deus. Fazes bem. Também os demônios creem e tremem.

27. 23. Exclamou Jesus: Se podes alguma coisa?… Tudo é possível ao que crê. 24. Imediatamente exclamou o pai do menino: Creio! Mas, vem em socorro à minha falta de fé! (S. Marcos, 9,23) sábado, 31 de outubro de 2015 12:32:27 Link’s para outras Mensagens

KAIRÓS: É o tempo determinado, nem antes e nem depois, o tempo, a hora, o minuto e o segundo certo para a ação de Deus, podemos dizer que não seria antes e nem depois, pois é o exato momento reservado por Deus.

SALVAÇÃO: “Muitas pessoas criticam este termo, principalmente no que tange à Salvação proposta por Jesus na Cruz, sendo que: aqueles que vivem tranquilos e sem dificuldade sem conhecer Jesus e não acreditando em Deus, se referem à Salvação como algo desnecessário.”

Empurre_a_vaquinha_no_precipicio Mensagens_Power_Point
Salvação_boia Saberes_diferentes livro_de_capa_preta


A Sabedoria do humilde Barqueiro.



Versão de um texto de Paulo Freire intitulado “A Canoa” que exalta a valorização de todas as profissões humanas independentemente de seu valor econômico ou cultural se estendendo também ao valor da fé e da Vida humana em relação aos contra-valores sociais adquiridos pelos desvios do Pecado.

O texto centraliza-se na educação, porém mostra que os contra-valores não são adquiridos na educação e contrasta com a humildade de um homem que não teve a oportunidade de estudar, porém este detalhe não lhe impede de ser uma pessoa educada e de grande valor para a sociedade humana.

“Quanto devo pagar para atravessar este rio?”


Barqueiro em São Romão_MG

Barqueiro em São Romão_MG


Um homem rico de família nobre, culto e muito elegante, havia se formado nas melhores universidades Europeias, fez também diversos cursos de especialização e gostava muito de se gabar com arrogância de sua cultura e educação.    

Certa vez foi enviado à região norte do Brasil para colher algumas amostras de plantas para estudos farmacêuticos.  Na região onde foi enviado não existia transporte terrestre e para chegar no local onde deveria ir precisava atravessar um rio muito largo e a unica maneira de realizar essa travessia era alugar uma pequena canoa na margem do rio.

O Homem então se dirigiu a um barqueiro dentro de uma canoa e para se gabar um pouco resolveu usar palavras rebuscadas para dialogar com o caboclo.


VARANASI (29)


Perguntou ele ao barqueiro:

– O senhor por obséquio, quanto seria o ônus para que fossemos arrebatados de uma ponta a outro desse estreito porém corrupituoso lago de líquidos Barroso. 

Ele respondeu:

Ahnnnn!!? O que você disse, não entendi nadinha de nada!

O homem inteligente e “Culto” disse meio sem paciência,
– Bom, já percebi que o senhor não possui nenhuma instrução, por isso vou falar consigo um palavrear mais chulo visto que és alguém sem cultura.

– Quanto o senhor me cobra para me atravessar este rio?

– ah! é isso moço?  É só dois Real!  sobe aí na canoa, que eu vou remando…

  • E assim começaram a travessia…   O Homem Chic começou a tagarelar:

  • Homem simples posso te fazer algumas perguntas?

  • Sim responde o outro.

    – Estudastes filosofia?
    – Não senhor …
    – Então perdestes 15% de sua vida…

    – Estudastes psicologia?
    – Não senhor
    – Perdeste mais 15%

    – Estudastes poesia?
    – Não senhor …
    – Perdestes 10% de sua vida…

    – Pelo menos deve ter estudado um pouco de matemática, para aprender quanto é dois mais dois?
    – Não senhor, também não estudei nadinha de matemática.
    – Creio que assim então:

     já tenha perdido tudo na vida!

 – Nessa de ficar prestando a atenção nas perguntas do passageiro o barqueiro acabou por se descuidar e veio um tronco boiando na correnteza do rio e bateu na lateral da canoa fazendo-lhe um furo comprometedor, a canoa começou a se encher de água e se afundaria rapidamente.

– O Barqueiro então fez uma pergunta ao moço bem vestido e inteligentíssimo:

Enquanto o Senhor estudava, poesia, psicologia, filosofia e matemática, por acauso lhe sobrou um tempinho para aprender a nadar?

Não! nunca quis perder meu tempo com esportes inúteis à cultura, mas por que me perguntas isso?

– Veja aí seu moço?  A canoa quebrou, está vazando e vai afundar rapidinho, eu acho que tudo que o Senhor estudou na escola não irá ajudar nem um pouquinho e com certeza vai perder 100% de sua vida a menos que comece a rezar agora mesmo ou não lhe ensinaram isso também?

***


“Não há saber mais ou saber menos:

Há sim saberes diferentes”.

Paulo Freire


Moral da estória:

O saber, a ciência e a cultura são sim muito importantes na vida, mas quando nos vemos em situações difíceis de nada adianta a arrogância, a prepotência e a crença de que somos melhores do que os outros, pois perante Deus somos todos iguais, eu, você, o pobre, o rico, o mendigo, o teólogo, o psicólogo, o filósofo ou o matemático…

Não serão as nossas memórias ou as nossas forças físicas que irão nos salvar do infortúnio, pois em certas situações da vida nos deparamos com a impotência e as limitações do ser humano e percebemos que podemos e devemos fazer muitas coisas, mas diante de nossas limitações aprendemos que nem sempre as nossas impossibilidades nos levam ao fim, pois ainda podemos contar com a fé em Deus e n’Ele podemos confiar, pois Ele é capaz de fazer o impossível para salvar nossas vidas.

Fonte: Encontrei muitas versões desta mesma estória, porém todas enfocam a mesma verdade.

* * *
O mesmo que aconteceu com esse pobre sábio acontecerá também com todos quantos se vangloriam da sua real ou pretendida ciência, mas vivem como se Deus não existisse. A ciência, a cultura, a filosofia são dons preciosos e necessários valores humanos, desde que repousem sobre a verdadeira fé.

Com razão afirma Santo Agostinho:

“Desditoso o homem que tudo sabe, mas não Vos conhece, Senhor!”

(Revista Arautos do Evangelho, Março/2006, n. 51, p. 48)



casa-na-enchente 2_bebados_na_canoa Salvação_boia
Pecado_maça_Serpente_Rom_3_23

Presépio criança



Três Árvores e três sonhos.


Reflexão – “As três árvores”


O sonho das tres árvores



Há muitos e muitos anos atrás, havia no alto de uma montanha três árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A primeira, olhando as estrelas disse que queria ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros.

A segunda, olhando o riacho suspirou ao dizer que queria ser um navio grande para transportar reis e rainhas.

A terceira olhou para o vale em que estavam e disse que queria ficar ali mesmo no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas, ao olharem para ela levantassem os olhos e pensassem em Deus.

Os anos se passaram e, certo dia três lenhadores cortaram as árvores.

As três ficaram ansiosas em serem transformadas naquilo que sonharam, contudo os lenhadores não ouviam ou não entendiam sonhos…

Que pena!

Que pena!

Que Pena!



A primeira árvore acabou sendo transformada em um cocho de animais coberto de feno.

A segunda virou um simples barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.

A terceira foi cortada em grossas vigas e colocada num depósito.

Então, todas se perguntaram desiludidas e tristes por que isso acontecera.



Numa bela noite, cheia de luz e estrelas, uma jovem mãe colocou seu bebê recém nascido naquele cocho de animais.

De repente, a primeira árvore descobriu que tinha o maior tesouro do mundo!



A segunda árvore acabou transportando um homem que acabou dormindo num barco, mas quando a tempestade quase afundou o barco, o homem levantou-se e disse:

“Silêncio! Quieto!”

E num relance, a segunda árvore entendeu que estava transportando o Rei do Céu e da Terra.

Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela.



Logo, sentiu-se horrível e cruel.

Mas, no domingo seguinte, o mundo vibrou de alegria.

E a terceira árvore percebeu que nela havia sido pregado um homem para a salvação da humanidade e que as pessoas se lembrariam de Deus e de seu Filho ao olharem para ela.
As árvores haviam tido sonhos e desejos…

.

Mas sua realização foi mil vezes maior do que haviam imaginado.

Entregue seus sonhos e seus desejos a Deus.

Ele sempre lhe dará muito mais do que você pode esperar…


Cena da morte de Jesus na Cruz. Do filme A Paixão de Cristo de mel Gibson.


Semeando a cultura de Pentecostes




Salve-se quem puder.



Houve uma grande enchente, todos os moradores tiveram que abandonar suas casas as pressas no meio da noite para não morrerem afogados, mas alguém dormiu demais e ficou para traz…


Quem_nos_salvara



Permita-me contar uma estorinha;

Um homem que dizia acreditar muito em Deus e lhe ser fiel de todo seu coração, sempre encontrava uma maneira de demonstrar a sua fé para as outras pessoas.

No dia da enchente, ele havia chegado muito tarde em casa e dormiu um sono muito pesado, quando acordou, a água já estava alcançando sua cama e subindo rapidamente, já não dava mais para escapar, subiu então para o telhado de sua casa e ficou esperando a água baixar para que pudesse sair.


CANOA

CASA NA ENCHENTE


Ao Raiar do dia a água continuava subindo, e já começava a alcançar o telhado, quando resolveu orar e pedir socorro ao Criador.

Deus lhe respondeu dizendo, aguarde, que já lhe salvarei!

Resgate_canoa_enchente

Mal acabou de Falar veio um homem numa canoinha remando e o chamou;

– Ei ! você aí, sobe na canoa e vamos embora, que a enchente vai aumentar.

Ele olhou para a canoinha com um homem remando e balançando na água quase afundando, se lembrou da voz de Deus, e disse. Pode ir embora, Deus virá me salvar!

CANOA

Logo a seguir veio uma lancha a motor e o chamou pelo alto falante. Ei, Vamos embora que vem mais chuva aí !

Ele olhou para a lancha cheia de gente, Lembrou da canoinha balançando e da voz de Deus que lhe prometeu socorro, então disse pode ir, já, já, Deus virá me buscar !

Enchente em Bangladesh

E a Chuva aumentou, e a água subia cada vez mais e mais,

e o Homem;

Deus, e Eu aqui, ó ? !!! ?

Já estou com água pela barriga !

Então veio os bombeiros num helicóptero, desceu uma cordinha, e o gritou.

Ei Você aí, se amarre na corda que iremos lhe puxar.

Ele olhou para cima, viu o helicóptero, o vento, a chuva e os raios, achou arriscado e decidiu dispensar esta carona também.

Já com o nariz dentro d’água orou a Deus e disse;

Hó Senhor! não vieste me buscar, heim !!!!

resgate - rio de janeiro - rj

Deus então lhe respondeu.

Mandei lhe uma canoinha e você não quis, mandei-lhe uma lanha a motor e voce dispensou, mandei-lhe um helicóptero e você desprezou. Agora só me resta dizer-lhe,

Vá com Deus !!!!

.

Deus escolheu meios para salvar a humanidade, a Igreja é um meio sem o qual não poderemos nos Salvar.

.

Quando São Pedro Viu Jesus caminhando em cima do Mar, saiu de seu barco quase seguro e foi ao encontro do Mestre, de repente, fora do barco começa a afundar-se nas águas e pede socorro a Jesus que o salva prontamente.

.

Onde seria mais seguro ?

No barco ?

Ou no colo de Jesus ?

Esta é uma resposta lógica !

No Colo de Jesus, é claro !

Jesus, porém, resgatou São Pedro do mar revolto e o levou para o Barco, acalmou a tempestade e seguiram viagem até a margem.

Poderia tê-lo levado no colo até a margem, mais o Barco com Jesus e Pedro venceu as ondas e chegou até lá com segurança.

.

Certamente todos nós precisaremos deste barco de Jesus, se realmente pretendemos chegar do outro lado do mar revolto.

.

Logo quem estiver fora da Igreja, ou se arriscando equilibrar nestas ondas de palavras, cuide-se para não perder a ultima chamada para voltar ao barco seguro.

.

Igreja Sim e Cristo Sim, com certeza sem suposições.

Deus vos abençoe.


CHÁCARA JEUS CURA
OLHA O URSO

HISTÓRIAS DO PADRE LEO

VEJA A NOVA VERSÃO DESTA PARÁBOLA