Dinâmica – Como Permanecer Cheio do Espírito Santo.



“Não sejais imprudentes, mas procurai compreender qual seja a vontade de Deus.  Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas ENCHEI-VOS do Espírito.”
Efésios, 5,17-18 – Bíblia Católica Online





Espírito Santo – Dinâmica


Então Jesus SOPROU sobre eles e disse:

“Recebei o Espírito Santo.” (São João 20,22)”


De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e ENCHEU toda a casa onde estavam sentados. Ficaram todos CHEIOS do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”
Atos dos Apóstolos, 2,1-5


“Mal acabaram de rezar, tremeu o lugar onde estavam reunidos. E todos ficaram CHEIOS do Espírito Santo e anunciaram com intrepidez a Palavra de Deus.”
Atos dos Apóstolos, 4,31


Objetivo:

“Permanecer Cheio do Espírito Santo.”


Participantes: Numero indefinido.
Tempo Estimado: 15 minutos.
Material:
balão (vermelho)

(utilizamos da cor vermelha por ser a cor litúrgica da Festa de Pentecostes, mas poderá ser usado qualquer cor)

Desenvolvimento:

Para falar do Espírito Santo vamos usar um balão porque na leitura acima Jesus se utilizou de um sopro para simbolizar o recebimento do Espírito Santo pelos Apóstolos.

Para que serve um balão? (brincar, enfeitar os aniversários, jogar etc.)

O balão vazio serve para fazer estas coisas que acabamos de falar?  (não)

O que devemos fazer? (devemos encher o balão)

O cristão nasceu para amar, para servir, perdoar etc. e não para ficar vazio jogado num canto qualquer.

Um balão vazio não serve para nada e assim também um cristão vazio não consegue servir para nada.

O que enche este balão e o faz  ficar pronto para ser usado? (o ar)

E o cristão quem o enche e o faz ficar pronto para amar e servir? (É o Espírito Santo)

O que mais se tem nas lojas e supermercados são balões vazios sem utilidade e assim também no mundo o que mais temos são pessoas vazias e sem objetivo de vida porque estão vazias do Espírito Santo.

Para encher o balão precisamos soprar, mas para ficarmos cheios do Espírito Santo quem sopra é Jesus – (S. João 20,22)

22Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.

(neste momento  o catequista deve encher o balão e mandar que os outros encham também)

catequese+038[1]

Nesta versão iremos distribuir balões de cores variadas (ou não) para os participantes, porém previamente iremos furar alguns balões com um furo de agulha, dois ou mais.

Esta informação não deve ser repassada para os participantes que devem encher os balões normalmente todos ao mesmo tempo.

O resultado é lógico: Alguns balões irão se encher normalmente, outros irão se encher mas irão se esvaziar rapidamente ou lentamente de acordo com quantidade de furos e por fim alguns poderão até estourar,  porém isto será um resultado totalmente inesperado para todos e será neste ponto a nossa reflexão.

– O meu balão está se esvaziando alguém poderá dizer.

– Mandar repetir a operação:

– Depois pergunte o resultado?

– O resultado se repetirá e alguém já poderá dizer que seu balão está furado.

– Se não…  Analisar as causas e motivos do esvaziamento… Encontrar a causa…

– Conclusão: Furos no Balão…

– Fazer uma comparação entre as causas do esvaziamento do balão e as causas do esvaziamento do Cristão.

– Quais são as causas que não permitem que o Cristão permaneça cheio do Espírito Santo?

– Pedir sugestões para a platéia…

– Debater sobre as soluções que Deus nos oferece através da Igreja para que possamos reparar esses furos e parar de se esvaziar.



O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)



Sede cheios do Espírito Santo

“Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito.”
Efésios, 5,18 – Bíblia Católica Online

A palavra de Deus nos convida a buscamos um crescimento espiritual continuo e um aumento do seu poder sobrenatural em nossas vidas diariamente.

A vida de quem serve à Deus deve ser uma novidade no Espírito Santo (Romanos 12,2).

“Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.”
Romanos, 12,2 – Bíblia Católica Online

Deus não dorme ou fica estaguinado na sua ação.   É por isso que deve partir de nós, essa busca por recebermos cada vez mais de Deus, algo mais profundo, mais forte, mais presente e perene!

Porém, é necessário frisar que a incredulidade, o pecado e o apego às coisas mundanas acabam por nos esvaziar nos impedindo de permanecer cheios do Espírito Santo.

Estes exemplos acima, são como os furos do balão. Por mais que sejam cheios de ar, logo se esvaziarão por estarem com buracos que deixam o ar escapar e da mesma forma o PECADO nos esvazia da graça de Deus.

O mesmo ocorre conosco. Se há furos (brechas), a unção que Deus derrama para nos renovar e nos encher com mais do Seu Espírito, não permanece muito tempo!

Quando conseguimos a vitória contra o pecado em nossas vidas, ou seja, quando aquilo que recebemos permanece para nosso crescimento, outras coisas também ocorrem conosco.

Criamos mais resistência contra o pecado;

Recebemos poder para operar coisas no sobrenatural;

Recebemos uma palavra de poder que gera mudança de vida nos outros ao nosso redor;

Deus se revela num conhecimento bem mais profundo e amoroso.

Para concluir, quando estamos CHEIOS de Deus, do Seu Santo Espírito, haverá transformação de vidas, tanto a de quem está cheio como de quem está próximo.

É bom lembrarmo-nos do texto de São Lucas 5,36-39, ou seja, para ser cheio com algo novo, com uma novidade de Deus, não podemos ficar presos em que vamos receber algo semelhante que um dia recebemos. É um vinho novo, é uma nova unção, é elevar-se no Reino de Deus. Mais autoridade, novos sonhos, projetos, mais conquistas para nosso Deus.

Nunca esteja satisfeito com o que já recebestes de Deus, fique é claro agradecido, mas sempre busque mais Dele que podes ter certeza, Ele tem prazer em nos encher com mais e mais do seu Santo Espírito, nos preparando para combatermos as obras do mal.

Que cada dia mais estejais cheios da graça de Deus que é o seu Espírito.

Amem!


Luz_do_espirito_santo

A LUZ DO ESPÍRITO SANTO

Sentindo o calor da presença do E. S. e sufocando a chama até que ela se apague. 


Conhecendo os sete dons do Espírito

Dinâmica com letras e montagem de quebra-cabeça.


Semeando a cultura de Pentecostes

Fruto_do_Espirito Oração_ao_espirito_santo
Efusão_no_Espirito_1



 

Dinâmica – O Espírito Santo sopra onde quer.



O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)


Balao_Espírito_Santo




Espírito Santo – Dinâmica

Então Jesus soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo.” (São João 20,22)

Objetivo: Reconhecer que somos

“Templos do Espírito Santo.”


Material: balão (vermelho)

(utilizamos da cor vermelha por ser a cor litúrgica da Festa de Pentecostes)

Desenvolvimento:

Para falar do Espírito Santo vamos usar um balão.

Para que serve um balão? (brincar, enfeitar os aniversários, jogar etc.)

O balão vazio serve para fazer estas coisas que acabamos de falar?  (não)

O que devemos fazer? (devemos encher o balão)

O cristão nasceu para amar, para servir, perdoar etc. e não para ficar vazio.

Um cristão vazio não consegue servir.

O que enche este balão e o faz  ficar pronto para ser usado? (o ar)

E o cristão quem o enche e o faz ficar pronto para amar e servir? (É o Espírito Santo)

Para encher o balão precisamos soprar, mas para ficarmos cheios do Espírito Santo quem sopra é Jesus – (S. João 20,22)

22Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.

(neste momento  o catequista deve encher o balão)

catequese+038[1]

O balão está cheio, mas não vejo o ar que está dentro dele?

O Espírito Santo também não o vemos, mas Ele está em nós e apenas o sentimos como o ar.

(Soltar o balão cheio sem amarrar)

Quem está movimentando o balão? (o ar que sai de dentro e empurra para frente). O Cristão também deve ser impulsionado pelo Espírito Santo.

Quando eu soltei o balão eu consegui determinar a direção do balão? (não) O balão foi para onde ele quis. O Espírito Santo também sopra para onde quer.



catequese+040[1]


O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito.” 

(São João 3,8)

O Espírito Santo também desenvolve muitos dons: em algumas crianças dá o dom de cantar, a outras dá o dom de falar da palavra, a outras dá o dom de desenhar e fazer belos cartazes para enfeitar a igreja, a outras crianças o Espírito Santo dá o dom de orar (falar sobre os dons que o Espírito Santo nos dá e como podemos colocá-los  a serviço de  Deus e do próximo). Tudo isso é o Espírito Santo que faz em nosso coração, para que possamos servir ao Senhor e aos irmãos.

(Ao final escolher uma música animada do Espírito Santo para que as crianças possam fazer um louvor)


(Esta dinâmica foi retirada do livro Querigma para crianças – Projeto Talita Cumi- Hyde Flávia)


Con


 OUTRAS DINÂMICAS SOBRE O ESPÍRITO SANTO.


Luz_do_espirito_santo

A LUZ DO ESPÍRITO SANTO

Sentindo o calor da presença do E. S. e sufocando a chama até que ela se apague. 


Conhecendo os sete dons do Espírito

Dinâmica com letras e montagem de quebra-cabeça.


Semeando a cultura de Pentecostes

Fruto_do_Espirito Oração_ao_espirito_santo
Espirito_Santo Efusão_no_Espirito_1



 

Dinâmica dos Balões Coloridos.


O VENDEDOR DE BALÕES.




DINÂMICA PARA REFLEXÃO


Era uma tarde de domingo e o parque estava repleto de pessoas que aproveitavam o dia ensolarado para passear e levar seus filhos para brincar.

O vendedor de balões havia chegado cedo, aproveitando a clientela infantil para oferecer seu produto e defender o pão de cada dia.


Vendedor de baloes por se.shira.

Flickr’s – Vendedor de baloes por se.shira.


Como bom comerciante, chamava atenção da garotada soltando balões para que se elevassem no ar, anunciando que o produto estava à venda.

Não muito longe do carrinho, um garoto negro observava com atenção.

Acompanhou um balão vermelho soltar-se das mãos do vendedor e elevar-se lentamente pelos ares.

Alguns minutos depois, um azul, logo mais um amarelo, e finalmente um balão de cor branca.

Intrigado, o menino notou que havia um balão de cor preta que o vendedor não soltava.

Aproximou-se meio sem jeito e perguntou:

“moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros?”

O vendedor sorriu, como quem compreendia a preocupação do garoto, arrebentou a linha que prendia o balão preto e, enquanto ele se elevava no ar, disse-lhe:

“Não é a cor, filho, é o que está dentro dele que o faz subir.”

O menino deu um sorriso de satisfação, agradeceu ao vendedor e saiu saltitando, para confundir-se com a garotada que coloria o parque naquela tarde ensolarada.



Extraído do livro

O ENIGMA DO ILUMINADO

de Anthony de Mello.


Reflexão sobre o Preconceito:

O preconceito é uma praga que se alastra na sociedade e vai deixando um rastro de prejuízos, tanto físicos como morais.
O preconceito de raça tem feito suas vítimas, ao longo da história da humanidade.   Mas não é somente o preconceito racial que tem sido causa de infelicidade. Esse malfeitor também aparece disfarçado sob outras formas para ferir e infelicitar.

Por vezes, surge como defensor da religião, espalhando a discórdia e a maldade, o sectarismo e os ódios sem precedentes.

Outras vezes apresenta-se em nome da preservação da raça, gerando abismos intransponíveis entre os filhos de Deus.Também costuma travestir-se de muro entre as classes sociais, fortalecendo o egoísmo, o orgulho, a inveja e o despeito.

Podemos percebê-lo, ainda, agindo como barreira entre a inteligência e a ignorância, disfarçado de sabedoria, impedindo que o mais esclarecido estenda a mão ao menos instruído.

O preconceito também costuma aparecer travestido de patriotismo, criando a falsa expectativa de supremacia nas mentes contaminadas pela soberba.

Ele também pode ser percebido com aparência de idealismo político, explorando mentes juvenis inexperientes e sonhadoras,

que são usadas como massa de manobra.

Como se pode perceber, o preconceito é um inimigo público que deveria ser combatido como se combate uma epidemia.

Essa chaga social tem emperrado as rodas do progresso e da paz.Por essa razão, vale empreender esforços para detectar sua ação,

sob disfarces variados, e impedir sua investida infeliz.

Começando por nós mesmos, vamos fazer uma auto-análise para verificar se o preconceito não está instalado em nosso modo de ver, de sentir, comandando nossas atitudes diárias.

Depois, extirpar de vez por todas esse mal que teima em nos impedir de viver a solidariedade e a fraternidade sem limites, como propôs o Mestre de Nazaré.

Fonte: http://www.homemsonhador.com/VendedorDeBaloes.html