A águia e o corvo.




A águia e o Corvo.



 

O único pássaro que se atreve a atacar uma águia, é o corvo. Ele senta sobre suas costas e morde seu pescoço. No entanto, a águia não responde nem luta com o corvo.

Não perde tempo e nem gasta energia com ele.

Simplesmente abre suas asas e começa a subir mais alto… Quanto mais alto é seu vôo, mais difícil fica para o corvo respirar, e logo o corvo cai por falta de oxigênio.

Moral da história:

Não perca seu tempo e tampouco sua energia com pessoas que não alcançam o mesmo nível de inteligência emocional e evolução pessoal que você. Apenas voe cada dia mais alto, vencendo e brilhando como a águia.

Foque no seu vôo!

Isaías 40,31


Veja que sequencia de fotos incríveis;




Curiosidade:

A foto do corvo pegando uma carona em uma águia é verdadeira?

Por , em 13.07.2015

Animais pegando carona em outros animais não é um fato desconhecido. Por isso, as imagens feitas pelo fotógrafo sediado na Califórnia Phoo Chan, que mostram um corvo apoiado em uma águia voando, têm tudo para serem verdadeiras.

O biólogo especializado em comportamento de corvos Kevin McGowan, do laboratório de ornitologia da Universidade Cornell (EUA), ainda diz mais: o corvo estava provavelmente à procura de uma briga, mas acabou ganhando a carona em vez disso.

O bizarro ocorrido

Pássaros são muito territoriais, especialmente durante o verão, quando seus filhotes recém-nascidos são vulneráveis. Corvos e outras espécies de aves parecem ter um complexo de Napoleão: a mera presença de um pássaro maior incita brigas e ataques.

McGowan diz que pássaros territoriais normalmente não chegam muito perto, mas este corvo em especial provavelmente encontrou-se no meio do caminho da águia e pulou nas suas costas.

“Seria como um cão que persegue um carro e pular em cima dele”, sugere McGowan. “Os cães sempre querem pegar os carros, mas nunca sabem o que fariam se conseguissem”.

Segundo Bento Mallory, editor de fotos na revista National Geographic, Chan capturou toda a sequência de eventos, o que sugere o episódio realmente aconteceu.

Quanto ao porque a águia parece não ter reagido à aterragem do corvo, o biólogo afirma que, se o animal não a bicou, sua presença por si só não justifica a atenção da águia.

Alvo: águia

Como as maiores aves de rapina, as águias são perseguidas constantemente por todas as outras espécies. Às vezes, os provocadores são tão persistentes que “parece que as águias estão sendo rodeadas por mosquitos”, afirma McGowan.

Neste caso em especial, se era uma provocação, uma disputa ou um ataque em defesa de seus filhotes, nada ficou comprovado a não ser que a Águia simplesmente continuou seu voo sem se incomodar com o inquilino inconveniente até que ele mesmo desistiu do ataque.

Fonte: https://hypescience.com/corvo-pegando-uma-carona-em-uma-aguia/



 


NOSSAS MENSAGENS NO

PINTEREST




OUTRAS INDICAÇÕES

SEMELHANTES




POWER POINT – SLAIDSHARE

Baixe o slide para melhor visualização dos efeitos.



 




Dinâmica – Armadura de Deus.




〈 A ARMADURA DE DEUS 〉





TEXTO BIBLICO EFÉSIOS 6.10 A 17 




ALFINETES DE SATANÁS – ARMADURA DE DEUS


“…Fortalecei-vos no Senhor … tomando … o escudo da fé”

(Efésios 6:10, 16).

Textos adicionais:

(Efésios 6,10-17); (Hebreus 13,5); (Romanos 12,12, 21).

Material Necessário:

Bíblia de capa dura
6 balões infláveis ou mais
3 alfinetes com cabeça colorida e almofada de alfinetes – Barbante


Modo de Preparar


Encha os balões, amarre o barbante de um lado a outro da sala ou entre duas cadeiras e pendure nele os balões inflados (outra opção é pedir a voluntários para segurá-los durante a demonstração).

Espete os alfinetes na almofada.

Mensagem: (Leia Efésios 6:10-17 e fale sobre a armadura cristã.)

Os balões representam a vida dos jovens cristãos. Alguns estão equipados com a armadura de Deus e alguns não. Iremos falar especialmente a respeito da armadura da fé (verso 16).


Modo de execução:

Satanás tem muitos alfinetes inflamados (mostre a almofada com os alfinetes).

Este é um alfinete que ele sempre usa.

Você pode entregar os balões para as pessoas e convidar uma de cada vez para efetuar a dinâmica em destaque.


Primeiro Balão: Desânimo

“Você não pode viver a vida cristã”, ele diz. Quando uma pessoa insiste nesse pensamento, está se esquecendo de (Hebreus 13,5): “Não te deixarei, nem te desampararei.” Ela se esquece de usar a armadura da fé (mostre o alfinete e, em seguida, ESPETE o primeiro balão).


Segundo Balão: Desânimo

(Utilize o mesmo alfinete. Mostre-o para o grupo e use a mesma tática.) Mas este cristão, embora desanimado, lembrou-se de (Hebreus 13,5).

Ele usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas coloque a Bíblia entre ele e o balão, como uma armadura.)


bulling_desanimo_tristeza


Terceiro Balão: Palavras rudes

(Pegue outro alfinete.) Embora alguém fale palavras rudes para essa pessoa, ela se lembra de “vencer o mal com o bem” (Romanos 12,21). Ela usou a armadura da fé (mova o alfinete na direção do balão, mas use a Bíblia como escudo).


Quarto Balão: Palavras Rudes

(O mesmo alfinete). Essa pessoa não ora e não lê a Bíblia com freqüência, portanto, está sem a armadura (fure o balão com o alfinete). Quando ouve palavras rudes, fica irado e retribui no mesmo nível. Os alfinetes de Satanás encontram outra vítima.


Quinto Balão: Segundo lugar

Algumas vezes, na escola, na igreja ou em alguma outra atividade, alguém é escolhido em vez de você. Você fica em segundo lugar, porém, acredita que poderia fazer melhor do que a pessoa que foi escolhida (escolha outro alfinete). Satanás tem um alfinete para você nesse momento, mas se você estiver usando a armadura da fé (Romanos 12,12), o alfinete não poderá feri-lo (repita a mesma ação usando a Bíblia como escudo).


Sexto Balão:  Segundo Lugar 

(O mesmo alfinete.) Talvez outra pessoa seja escolhida para cantar, quando você sabe cantar melhor, mas o alfinete de Satanás não pode feri-lo (faça o movimento de furar o balão, mas atinja a “armadura”, a Bíblia), pois você está forte no Senhor, vestido com a “armadura de Deus” e permanece firme “contra as ciladas (enganos) de Satanás” (Efésios 6,10-11).


Outros balões:

Você pode acrescentar outros balões e outras setas inflamadas que poderiam nos atingir e repetir a sequencia da dinâmica.


REFLEXÃO:


A Bíblia é a nossa única proteção contra os ataques de Satanás.

É a maneira que Deus nos mostra como devemos nos proteger dos perigos, tristezas, brigas, desobediências, inveja e muitas outras tentações. Quando a tentação nos assalta, devemos sempre buscar na Palavra de Deus os conselhos Divinos. Confiando no poder de Jesus e na promessa que Ele fez de sempre estar ao nosso lado e nos fortalecer, estaremos usando a “armadura da fé” e seremos vitoriosos.

Quantos gostariam de estar “vestidos” com a armadura da fé?



plaquinha_jesus_te_ama exemplo_plaquinha_de_mao placa+Jesus+te+ama+na+estrada[1]

Variação de dinâmica semelhante:


plaquinha_pecado_maldade





“Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno.”  

(Efésios 6,16)

Distribua vários balões entre os participantes.

Peça para que encham os seus balões e segurem.

Distribua também para outros participantes previamente escolhidos algumas plaquinhas com palavras escritas identificando alguns dos dardos inflamadas do maligno mais comuns, como:


[DESÂNIMO]   [PECADO]   [ÓDIO]   [DERROTA]

[MENTIRA]   [FALSIDADE]   [DESPREZO]   [RANCOR]

[FOFOCA]   [MALDADE]   [ E OUTRAS ]


Juntamente com as plaquinhas entregue também palitos de dente para que tentem estourar os balões de seus companheiros mas não avise os participantes que eles farão isso.

Apresente os escolhidos com as plaquinhas na mão na frente de todos, leia as plaquinhas e fale sobre o perigo que elas representam para nossa vida Cristã e alerte as pessoas que devem estar preparadas para enfrentar as investidas do demônio, porém não deixe transparecer que tentarão atacar os balões, deixe os participantes distraídos com seus balões na mão.

Depois de apresentar os perigos que enfrentamos e os cuidados que se deve tomar para nossa proteção mande que as plaquinhas caminhem no meio das pessoas, mas dê um tempinho para se misturarem bem e passarem por trás dos participantes distraídos, enquanto isso você pode continuar falando alguma coisa ou cantar um cântico que se refira ao tema, dentro de um ou dois minutos comece a atacar os balões discretamente, um … “espere o suspense que chame a atenção dos demais” e depois estoure outro … e depois vários ao mesmo tempo.

Lembrando que não seria necessário eliminar todos os balões para que sobre pelo menos três balões sem estourar.

Não se esqueça que tudo isso deve ser combinado com os atacantes antes da ação propriamente dita, você pode convocar outras duas ou três pessoas sem comunicar nem com o primeiro grupo [DISTRAÍDOS] e nem com o segundo grupo [ATACANTES], para que essas pessoas protejam seus balões a qualquer custo para que sirvam de exemplo e deem testemunho no final de como conseguiram manter seus balões seguros.

Fale sobre as ferramentas disponíveis em Efésios 6 aproveitando o impulso da dinâmica.




Revesti-vos da Armadura de Deus O Alpinista
Como_Orar