Sistema Abortista nos EUA é Desmascarado.

A indústria abortista de olho na podridão de seus lucros e no falso controle populacional foi mais uma vez desmascarada nos E.U.A.

Evidenciou-se a grande e perigosa máfia que está por trás da legalização do aborto no mundo; Mas agora pergunte se a mídia brasileira deu destaque a isso! A covardia midiática encardida pela cultura Marxista, ainda insiste em esconder a safadeza da cultura de morte que está cada vez mais buscando espaço nas leis brasileiras.


Abby Johnson – recomeço em defesa da vida, depois de ter trabalhado pelo aborto



Jovem de 25 anos desmarcara “ONGs” abortistas e causa alvoroço no Congresso


James E. O’Keefe é um jovem norte-americano de 25 anos cuja câmera escondida eletrizou o Congresso dos Estados Unidos, ao apresentar vídeos polêmicos mostrando comportamentos impróprios de funcionários de uma associação nacional, a Acorn, que reúne organizações comunitárias e recebe verbas do governo federal. Até mesmo o presidente Barack Obama comentou o fato.

O jovem gravou a equipe da organização de planejamento familiar Planned Parenthood (IPPF), concordando com a condição de que sua doação serviria apenas para o aborto de bebês negros.

Disfarçados de cafetão e prostituta, O’Keefe e uma amiga que conheceu pelo Facebook, Hanna Giles, de 20 anos, realizaram visitas a vários escritórios da organização Acorn e mostraram seus funcionários de cinco diferentes cidades dispostos a ajudar em evasão fiscaltráfico humano e prostituição infantil.

Os vídeos começaram incendiando programas de entrevista conservadores e se disseminaram pela imprensa dos Estados Unidos e pelo Congresso.

O apresentador Jon Stewart, do célebre programa de TV “Daily Show”, do canal Comedy Central, deu destaque para os vídeos e, na quinta-feira, uma proposta na Câmara de Deputados de cortar todo o dinheiro federal para a ACORN foi aprovada por 345 a 75 votos.

Uma sucessão de funcionários da Acorn aconselhou o casal sobre como traficar garotas salvadorenhas para os Estados Unidosfalsificar um pedido de empréstimo para comprar uma casa que seria usada como bordel e até declarar as prostitutas menores de idade como dependentes, para retornos fiscais.

Quando ligou para um escritório da Planned Parenthood (IPPF) em Columbus, Ohio, para dizer que queria financiar abortos de minorias, afirmando que “havia negros demais em Ohio”, o assistente administrativo riu ao telefone e concordou com seus termos.

Quando ligou para a filial de Idaho, um prestativo oficial de desenvolvimento lhe disse que com certeza poderia direcionar sua doação somente aabortos de bebês afro-americanos, não levantando qualquer objeção mesmo após a explicação de que seu objetivo era proteger seu filho de competição futura no vestibular devido a ações afirmativas.

Artigo original:

http://www.nytimes.com/2009/09/19/us/19sting.html

http://blog.cancaonova.com/tiba/2012/02/17/jovem-de-25-anos-desmarcara-ongs-abortistas-e-causa-alvoroco-no-congresso/


ACORN Baltimore Prostitution Investigation Part I



ACORN Baltimore Prostitution Investigation Part II



Depoimento de uma mãe arrependida:

Não caiam no mesmo erro que eu.



https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/03/sagrada-familia-jmj.jpg?w=130&h=120&h=120 CHÁCARA JEUS CURA

 .

Papa Orienta Bispos Sobre Eleições.

Papa orienta Bispos e fieis Católicos brasileiros sobre período eleitoral delicado que hora transcorre no Brasil.

PAPA BENTO XVI EM APARECIDA.

É totalmente falsa e ilusória qualquer defesa dos direitos humanos políticos, econômicos e sociais que não compreendesse a enérgica defesa do direito à vida desde a concepção até à morte natural”. – Papa Bento XVI

Defesa do direito à vida (da concepção à morte natural), militância contrária à legalização do aborto, presença dos símbolos religiosos na vida pública e apoio ao voto livre para promoção do bem comum. Temas recorrentes neste período eleitoral foram tratados pelo Papa Bento XVI nesta manhã durante reunião com os bispos do Maranhão, em Roma.

Na ocasião em que fé e política se tocaram, o Papa esclareceu ser um *grave dever* dos pastores católicos emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas, quando os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem. Salientou também que nossos bispos devem, sim, orientar todos nós para usarmos livremente nosso voto *para a promoção do bem comum*.

Referindo-se a uma velha ideologia que vitima a razão com ambiguidades, o Papa indicou um antídoto: promover e ensinar, incansavelmente, a natureza transcendente da pessoa humana. E como forma de garantia do respeito à essa natureza transcendente, Bento XVI defendeu o uso de símbolos religiosos em ambientes públicos.

O pronunciamento do Papa é, sem sombra de dúvidas, um alerta ao povo brasileiro que comparecerá às urnas no próximo domingo, para o segundo turno das eleições. É óbvio que, em sua mensagem, o Papa está condenando diversos temas defendidos pelo Plano Nacional de Direitos Humanos 3, o tristemente famoso PNDH-3, defendido pelo Governo Lula e assinado pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (atual candidata à presidência do Brasil).

Onde chegamos, senhores? Até mesmo o Papa Bento XVI se viu obrigado a nos orientar, a clamar para que nossos bispos ajam sem temor algum – e sem ambiguidades e compromissos com a mentalidade deste mundo – ao defender a vida humana.

Católicos, ouçamos nosso Pastor! Não podemos votar em um projeto político como o do PT que abertamente se coloca contrário à defesa da vida desde sua concepção. Um projeto que fere a liberdade religiosa de nossa gente – basta lembrar que, recentemente, Dilma e o PT que usaram a Polícia Federal para apreender documentos católicos da CNBB Sul 1.

Como fazer-nos de surdos às orientações do Papa Bento XVI que, embora fale aos bispos do Maranhão, claramente se dirige a todo nosso clero, e também a cada um de nós? Ouçamos a voz do nosso Pastor que segue logo abaixo com alguns grifos meus.

***
Leia mais no Gazeta do Povo: Bento XVI defenderá hoje ação política da Igreja contra o aborto

Amados Irmãos no Episcopado,

“Para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo” (2 Cor 1, 2). Desejo antes de mais nada agradecer a Deus pelo vosso zelo e dedicação a Cristo e à sua Igreja que cresce no Regional Nordeste 5 [cinco]. Nos nossos encontros, pude ouvir, de viva voz, alguns dos problemas de caráter religioso e pastoral, além de humano e social, com que deveis medir-vos diariamente. O quadro geral tem as suas sombras, mas tem também sinais de esperança, como Dom Xavier Gilles acaba de referir na saudação que me dirigiu, dando livre curso aos sentimentos de todos vós e do vosso povo.

Como sabeis, nos sucessivos encontros com os diversos Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, tenho sublinhado diferentes âmbitos e respectivos agentes do multiforme serviço evangelizador e pastoral da Igreja na vossa grande Nação; hoje, gostaria de falar-vos de como a Igreja, na sua missão de fecundar e fermentar a sociedade humana com o Evangelho, ensina ao homem a sua dignidade de filho de Deus e a sua vocação à união com todos os homens, das quais decorrem as exigências da justiça e da paz social, conforme à sabedoria divina.

Entretanto, o dever imediato de trabalhar por uma ordem social justa é próprio dos fiéis leigos, que, como cidadãos livres e responsáveis, se empenham em contribuir para a reta configuração da vida social, no respeito da sua legítima autonomia e da ordem moral natural (cf. Deus caritas est, 29). O vosso dever como Bispos junto com o vosso clero é mediato, enquanto vos compete contribuir para a purificação da razão e o despertar das forças morais necessárias para a construção de uma sociedade justa e fraterna. Quando, porém, os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem, os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas (cf. GS, 76).

Ao formular esses juízos, os pastores devem levar em conta o valor absoluto daqueles preceitos morais negativos que declaram moralmente inaceitável a escolha de uma determinada ação intrinsecamente incompatível com a dignidade da pessoa; tal escolha não pode ser resgatada pela bondade de qualquer fim, intenção, conseqüência ou circunstância. Portanto, seria totalmente falsa e ilusória qualquer defesa dos direitos humanos políticos, econômicos e sociais que não compreendesse a enérgica defesa do direito à vida desde a concepção até à morte natural (cf. Christifideles laici, 38).

Além disso no quadro do empenho pelos mais fracos e os mais indefesos, quem é mais inerme que um nascituro ou um doente em estado vegetativo ou terminal? Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases (cf. Evangelium vita, 74). Portanto, caros Irmãos no episcopado, ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo (ibidem, 82).

Além disso, para melhor ajudar os leigos a viverem o seu empenho cristão e sócio-político de um modo unitário e coerente, é “necessária — como vos disse em Aparecida — uma catequese social e uma adequada
formação na doutrina social da Igreja, sendo muito útil para isso o “Compêndio da Doutrina Social da Igreja” (Discurso inaugural da V conferência Geral do Episcopado Latino Americano e do Caribe, 3). Isto significa também que em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum (cf. GS, 75).

Neste ponto, política e fé se tocam. A fé tem, sem dúvida, a sua natureza específica de encontro com o Deus vivo que abre novos horizontes muito para além do âmbito próprio da razão. “Com efeito, sem a correção oferecida pela religião até a razão pode tornar-se vítima de ambigüidades, como acontece quando ela é manipulada pela ideologia, ou então aplicada de uma maneira parcial, sem ter em consideração plenamente a dignidade da pessoa humana” (Viagem Apostólica ao Reino Unido, Encontro com as autoridades civis,
17-IX-2010).

Só respeitando, promovendo e ensinando incansavelmente a natureza transcendente da pessoa humana é que uma sociedade pode ser construída. Assim, Deus deve “encontrar lugar também na esfera pública, nomeadamente nas dimensões cultural, social, econômica e particularmente política” (Caritas in veritate, 56). Por isso, amados Irmãos, uno a minha voz à vossa num vivo apelo a favor da educação religiosa, e mais concretamente do ensino confessional e plural da religião, na escola pública do Estado.

Queria ainda recordar que a presença de símbolos religiosos na vida pública é ao mesmo tempo lembrança da transcendência do homem e garantia do seu respeito. Eles têm um valor particular, no caso do Brasil, em que a religião católica é parte integral da sua história.

Como não pensar neste momento na imagem de Jesus Cristo com os braços estendidos sobre a baia da Guanabara que representa a hospitalidade e o amor com que o Brasil sempre soube abrir seus braços a homens e mulheres perseguidos e necessitados provenientes de todo o mundo? Foi nessa presença de Jesus na vida brasileira, que eles se integraram harmonicamente na sociedade, contribuindo ao enriquecimento da cultura, ao crescimento econômico e ao espírito de solidariedade e liberdade.

Amados Irmãos, confio à Mãe de Deus e nossa, invocada no Brasil sob o título de Nossa Senhora Aparecida, estes anseios da Igreja Católica na Terra de Santa Cruz e de todos os homens de boa vontade em defesa dos valores da vida humana e da sua transcendência, junto com as alegrias e esperanças, as tristezas e angústias dos homens e mulheres da província eclesiástica do Maranhão. A todos coloco sob a Sua materna proteção, e a vós e ao vosso povo concedo a minha Benção Apostólica.

Papa Bento XVI

FONTE: outubro 28, 2010 por Wagner Moura
http://diasimdiatambem.wordpress.com/2010/10/28/papa-orienta-brasileiros-em-periodo-eleitoral/

Veja também = Voto Católico.

Valores Cristãos.

A Soberania da Vida.

Unidos Contra O Aborto.

Verdade que não pode ser dita!

Oito Motivos para dizer sim à vida!



https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/03/sagrada-familia-jmj.jpg CHÁCARA JEUS CURA

.

 

Salve uma Vida !

Procedimento abortivo realizado em Recife.

Creia na verdade !

Abaixo várias manchetes

Sobre o caso de Alagoinha – Pe.

.

Conheça o quadro Clínico da menina de nove anos que estava grávida de gêmeos e teve que abortar seus filhos para salvar sua própria vida.  ,<= Leia mais, click aqui.

Deus lo vult! – Recife Pe.

Parecer dos médicos que não haviam optado pelo aborto na menina recifense, parecer este, que não entrou em consideração pela mídia abortista deste país. O que foi divulgado é a desculpa de médicos que foram contratados exclusivamente para lhe fazer o aborto e nada mais, já que esta é a especialidade dos mesmos.

.

.

A vida é o maior milagre de Deus, a ciência desvendou o código genético, mas não encontrou o gene responsável pela vida do novo ser.      O Milagre de um Embrião.

O Espírito Repousará Sobre Ti…

.

Imagen

Campanha da Rede Globo contra a posição anti-aborto da Igreja Católica, ganha espaço na mídia intenacional, usam o caso da menina estuprada com nove anos para inverterem os valores morais dos telespectadores, colocando um crime sexual como superior ao assassinto de dois bebes de quatro meses de idade.

Deus lo vult! – Recife Pe.

https://i0.wp.com/www.diariodepernambuco.com.br/imagens/galeria/2008/20080806171504.jpg

Dom José Cardoso Sobrinho não excomungou ninguém, já que cada pessoa é responsável pelo seu próprio pecado e a excomunhão seria automática neste caso.

Deus lo vult! – Recife Pe.

Existe direito ao aborto no Brasil?

Como uma criança de nove anos poderia decidir sobre o que seria melhor para sua vida?

Decidir no lugar do interessado também é considerado direito de decidir?

O Possível e O Extraordinário

.

Hipocrisia do CDD –  Católicas pelo Direito de Decidir, tentam defender o indefensável, os profissionais da equipe de atenção à saúde do CISAM que realizaram a interrupção da gravidez da menina de Alagoinha, já que não abrem espaço para comentários em seu Blog.

.

A MENTIRA TEM PERNA CURTA.

Alagoinha não foi o primeiro caso de criança de 9 anos grávida, no Peru isto já havia acontecido em 2006, mas lá o final foi diferente e as crianças estão vivas e com saúde. Porque acusar a Igreja de retrograda já que a medicina é perfeitamente capaz de salvar bebes em casos de riscos extremos na gravidez?

Parabens ao Ministro da Saúde Peruano, Carlos Vallejos.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/afp/2006/12/02/ult34u169397.jhtm

Blog da Julie Maria

.

Deputado no Pará Luiz Antonio Sefer é acusado de pedofilia – O Estadao.com, noticia o fato, que agora ganha grande destaque com a grande repercussão do aborto “legal” em Recife.

Aborte este crime caro Presidente Lula ou irás mais uma vês distribuir uma Pizza abrasileirada comemorativa aos nobres deputados “PEDÓFILOS” E FECHANDO OS OLHOS SOBRE O ASSUNTO ?

CONDENAM Toda a Igreja por um crime cometido por alguns Padres dos EEUU, mas continuam votando e elegendo Deputados, Vereadores, Senadores, Governadores e Presidentes com um ilibado e insuspeito Curriculum Vitae.

Isto é que é a hipocrisia do famoso jeitinho Brasileiro.

.

Menino de 13 anos na Inglaterra, esconde de seus Pais a gravidéz de sua namorada até ultrapassar o prazo máximo para se conceder o aborto automático pela Lei Inglesa.  Disse ele: Porque eu Abortaria meu filho ?

Posso excomungar este bispo da minha igreja?

Opiniões são opiniões, cada um tem a sua, encontrei 751 comentários no blog de:

Ricardo Kotscho, ex Secretário de Imprensa do governo “LULA”, ele tem a sua própria igreja e seu próprio deus, que lhe serve como lhe convém na hora que ele precise, mas mesmo assim não confia em si mesmo e prefere nos perguntar, porque não saberia a melhor resposta, preferindo não correr o risco de dizer um absurdo.

Triste é saber que a grande maioria das pesoas apoia o crime e condena um homem inocente que nada ganhou por tentar salvar tres vidas agredidas e inocentes.

Pena que o resultado final tenha sido (1 x 2) e não (3 x 0) se dependesse apenas da Igreja, que já estava no caso antes dos médicos  aparecerem por encomenda. Porque foi atraves do auxílio imparcial da Igreja que a menina foi atendida no Recife.

Quem cometeu o crime, não foi o Arcebispo de Recife.

O estupro foi cometido pelo padrasto que esta preso, e a Igreja não o perdoou, no caso deste delinquente, o mesmo não se arrependeu e nem pediu perdão a Deus!

Eu também acho que a Justiça humana deveria ser muito mais eficiente  e mais rigorosa nestes casos, quem sabe eles até deixassem de acontecer?

Rachel - 9 anos, Vítima do pedófilo da mala de Curitiba - Paraná

Rachel - 9 anos, Vítima do pedófilo da mala de Curitiba - Paraná

Esperemos que a Justiça que foi tão eficiente em condenar as duas crianças a morte, que seja tão eficiente também, condenando os vagabundos que costumam a soltar nas ruas para continuarem sua saga de estupros, dizendo que são primários ou então que já estão recuperados, como foi o caso do bandido da luz vermelha e aquele outro recentemente no Paraná que matou duas meninas e as deixou dentro de uma mala.

Em Goias, um “riquinho”, matou mãe e filho para se livrar da Paternidade responsável e mesmo indo à delegacia de outra cidade mentir que seria inocente da acusação, saiu livre com permissão da Polícia e desapareceu  sem deixar vestígio, não podendo nem ser acusado de foragido da justiça.

Estes poderiam estar presos, mas foram perdoados e soltos nas ruas.

Vamos condenar a Igreja e deixar que o mundo continue em seus erros e desmandos.