Meu Corpo, Minhas Regras.


My Body, My Rules.


censura[1]

E AGORA QUE A CENSURA FOI CENSURADA SE PODE DIZER QUALQUER COISA, ATÉ MESMO FAZER APOLOGIA A UM CRIME HEDIONDO E FICAR TOTALMENTE IMPUNE.


Esta frase por si só deveria ser PROIBIDA, pois faz apologia contra a obediência à grande maioria das leis existentes, não somente às leis Divinas como e principalmente às leis que regem à sociedade, pois coloca o ser individual particular acima do bem da coletividade como um todo.



ESTE É O TÍTULO DE UM FILME A SER VEICULADO NO BRASIL E QUE ESTÁ SENDO DIVULGADO POR UM VÍDEO DE MESMO NOME ONDE DIVERSOS ARTISTAS GLOBAIS EXPRESSAM SUAS OPINIÕES, OPINIÕES ESTAS QUE FICA BEM EVIDENCIADO QUE NÃO LHES PERTENCE POIS DIVULGA MENTIRAS, JÁ QUE AQUELAS PESSOAS NÃO SABEM DO QUE ESTÃO FALANDO E SIM APENAS REPETINDO UM TEXTO PRÉ-ELABORADO POR OUTRA PESSOA E GRAVADO DE ACORDO COM A VONTADE DE UM DIRETOR, LOGO ENTÃO SE PERCEBE QUE SE TRATA MESMO DE UM COMERCIAL E QUE COMO TODO COMERCIAL SEMPRE SE DIVULGA MENTIRAS PARA VENDER UM PRODUTO, SE O COMERCIAL DAS CERVEJAS USASSEM AS PESSOAS QUE DÃO ENTRADA NO PROTO SOCORRO TODAS ENSANGUENTADAS, QUEBRADAS E SEQUELADAS CERTAMENTE NÃO VENDERIAM NEM UM POR CENTO DO QUE A ALINE RISCADO VENDE MOSTRANDO O SEU CORPÃO DE VERÃO BRONZEADO NA TV E OLHA QUE CERVEJA NÃO TEM NADA A VER COM SEXO, POIS GERALMENTE AQUELE QUE MAIS TOMA CERVEJA É AQUELE QUE MENOS PRATICA SEXO JÁ QUE ESTARÁ SEMPRE DORMINDO E INCAPAZ DE TER UMA BOA PERFORMANCE SEXUAL.



A verdade é que uma propaganda de divulgação nem sequer exprime a opinião própria da pessoa e sim do patrocinador onde apenas a pessoa se faz instrumento em troca de dinheiro.

Neste caso, todos nós também temos o mesmo direito de expressar a nossa opinião sem ser ridicularizado como fazem com a Igreja que não aceita o aborto e agora até ridicularizaram o nome da mãe de Jesus usando expressões de ensinamento Cristão e deturpando traduções Bíblicas, sendo que nenhuma daquelas pessoas jamais estudou Aramaico, Latim ou Grego e agora querem opinar sobre a tradução daqueles que não apenas estudaram, mas também testemunharam o que viram e ouviram e que ficou escrito não apenas em um pedaço de papel e sim em varios livros e cópias que se difundiram em todo o mundo.

A opinião de nosso Blog será sempre contra o Aborto e agora ficamos estupefatos de ver que se é permitido no Brasil fazer campanha a favor de crimes, pois se o Aborto é um crime, logo, fazer campanha a favor ou divulgar ideias que colaboram com o abortismo seria um crime maior ainda, pois incentiva o crime e que no caso se equivaleria a permitir que qualquer um a qualquer momento mate o seu próprio filho ou o filho de outra pessoa sem responder criminalmente por este fato.  Equivaleria também a permitir que as pessoas que são contra o aborto se manifestassem radicalmente contra aqueles que são a favor, já que a ideia veiculada é que eu posso e devo fazer o que bem entender com o meu corpo, mesmo que a minha vontade seja contra e prejudique outra pessoa.

SE ESTA MODA PEGAR, ONDE É QUE IREMOS PARAR?

Veja o vídeo e manifeste também a sua indignação através de comentário abaixo e na pagina do YOUTUBE.

pelo que vemos até o momento o numero de comentários contra o vídeo é muito maior do que aqueles que são a favor.



Marcação atual. em 05/11/2015 13:55

168.144 visualizações e 2,280 like’s  e 10.378 rejeições




Meu Corpo, Minhas Regras – Olmo e A Gaivota

My Body, My Rules – Olmo and The Seagull



A_ameaça_do_genero Aborto_não_façam_o_mesmo_Pque_eu
MILAGRE DE LANCIANO

Carinhos Quentes.


Já parou para pensar em como você trata as pessoas?

Se oferece carinho verdadeiro aos outros ou se a sua forma de tratamento com os que te cercam mesmo cruzam sua vida é fria e artificial. Cada vez mais nos deparamos com a necessidade de sermos calorosos nas relações. De nos doarmos e atendermos as pessoas com boa vontade e entrega. Construindo relacionamentos e não somente relações, nos despindo do egoísmo e do eu. 

Neste conto, Claude Steiner, com muita sabedoria e ternura, sintetiza muitas idéias sobre Carícias, Relacionamentos, Carinhos e afeto.


Frases-de-carinho-3[1]


Era uma vez, há muito tempo, um casal feliz, Antonio e Maria, com dois filhos chamados João e Lúcia. Para entender a felicidade deles, é preciso retroceder àquele tempo.

Cada pessoa, quando nascia, ganhava um saquinho de carinhos. Sempre que uma pessoa punha a mão no saquinho podia tirar um Carinho Quente. Os Carinhos Quentes faziam as pessoas sentirem-se quentes e aconchegantes, cheias de carinho. As pessoas que não recebiam Carinhos Quentes expunham-se ao perigo de pegar doença nas costas que as fazia murchar e morrer.

Era fácil receber Carinhos Quentes. Sempre que alguém os queria, bastava pedi-los. Colocando-se a mão na sacolinha surgia um Carinho do tamanho da mão de uma criança.  Ao vir à luz o Carinho se expandia e se transformava num grande Carinho Quente que podia ser colocado no ombro, na cabeça, no colo da pessoa. Então, misturava-se com a pele e a pessoa se sentia toda bem.

As pessoas viviam pedindo Carinhos Quentes umas às outras e nunca havia problemas para consegui-los, pois eram dados de graça. Por isso todos eram felizes e cheios de carinhos, na maior parte do tempo.

Um dia uma bruxa má ficou brava porque as pessoas, sendo felizes, não compravam as poções e unguentos que ela vendia. Por ser muito esperta, a bruxa inventou um plano muito malvado. Certa manhã ela chegou perto de Antonio enquanto Maria brincava com a filha e cochichou em seu ouvido:

“olha Antonio, veja os carinhos que Maria está dando à Lúcia. Se ela continuar assim vai consumir todos os carinhos e não sobrará nenhum pra você”. Antonio ficou admirado e perguntou:

“Quer dizer então que não é sempre que existe um Carinho Quente na sacola?”

E a bruxa respondeu: “Eles podem se acabar e você não os ganhará mais”. Dizendo isso a bruxa foi embora, montada na vassoura, gargalhando muito. Antonio ficou preocupado e começou a reparar cada vez que Maria dava um Carinho Quente para outra pessoa, pois temia perdê-los. Então começou a se queixar que Maria, de quem gostava muito, e Antonio também parou de dar carinhos aos outros, reservando-os somente para ela. As crianças perceberam e passaram também a economizar carinhos, pois entenderam que era errado dá-los. Todos ficaram cada vez mais mesquinhos. As pessoas do lugar começaram a sentir-se menos quente e acarinhados e algumas chegaram a morrer por falta de Carinhos Quentes.


witch__s_kitchen_by_gestandene-d51k8cp[1]


Cada vez mais gente ia à bruxa para adquirir unguentos e poções. Mas a bruxa não queria realmente que as pessoas morressem porque se isso ocorresse, deixariam de comprar poções e unguentos: inventou um novo plano. Todos ganhavam um saquinho que era muito parecido com o saquinho de Carinhos, porém era frio e continha Espinhos Frios. Os Espinhos Frios faziam as pessoas sentirem-se frias e espetadas, mas evitava que murchassem. Daí para frente, sempre que alguém dizia “Eu quero um Carinho Quente”, aqueles que tinham medo de perder um suprimento, respondiam: “Não posso lhe dar um Carinho Quente, mas, se você quiser, posso dar-lhe um Espinho Frio”. A situação ficou muito complicada porque, desde a vinda da bruxa havia cada vez menos Carinhos Quentes para se achar e estes se tornaram valiosíssimos. Isto fez com que as pessoas tentassem de tudo para consegui-los. Antes da bruxa chegar as pessoas costumavam se reunir em grupos de três, quatro, cinco sem se preocuparem com quem estava dando carinho para quem. Depois que a bruxa apareceu, as pessoas começaram a se juntar aos pares, e a reservar todos seus Carinhos Quentes exclusivamente para o parceiro. Quando se esqueciam e davam um Carinho Quente para outra pessoa, logo se sentiam culpadas.

As pessoas que não conseguiam encontrar parceiros generosos precisavam trabalhar muito para obter dinheiro para comprá-los. Outras pessoas se tornavam simpáticas e recebiam muitos Carinhos Quentes sem ter de retribuí-los. Então, passavam a vendê-los aos que precisavam deles para sobreviver. Outras pessoas, ainda, pegavam os Espinhos Frios, que eram ilimitados e de graça, cobriam-nos com cobertura branquinha e estufada, fazendo-os passar por Carinhos Quentes. Eram na verdade carinhos falsos, de plástico, que causavam novas dificuldades.

Por exemplo, duas pessoas se juntavam e trocavam entre si, livremente, os seu Carinhos Plásticos. Sentiam-se bem em alguns momentos mas, logo depois sentiam-se mal. Como pensavam que estavam trocando Carinhos Quentes, ficavam confusas. A situação, portanto, ficou muito grave.

Não faz muito tempo uma mulher especial chegou ao lugar. Ela nunca tinha ouvido falar na bruxa e não se preocupava que os Carinhos Quentes acabassem. Ela os dava de graça, mesmo quando não eram pedidos.


Chuva_corações


As pessoas do lugar desaprovavam sua atitude porque essa mulher dava às suas crianças a ideia de que não deviam se preocupar com que os Carinhos Quentes terminassem, e a chamavam de Pessoa Especial. As crianças gostavam muito da Pessoa Especial porque se sentiam bem em sua presença e passaram a dar Carinhos Quentes, sempre que tinham vontade. Os adultos ficavam muito preocupados e decidiram impor uma lei para proteger as crianças do desperdício de seus Carinhos Quentes. A lei dizia que era crime distribuir Carinhos Quentes sem uma licença. Muitas crianças, porém, apesar da lei, continuavam a trocar Carinhos Quentes sempre que tinham vontade ou que alguém os pedia. Como existiam muitas crianças parecia que elas prosseguiram seu caminho. Ainda não sabemos dizer o que acontecerá.

As forças da lei e da ordem dos adultos forçarão as crianças a parar com sua imprudência?

Os adultos se juntarão à Pessoa Especial e às crianças entenderão que sempre haverá Carinhos Quentes, tantos quantos forem necessários?

Lembrar-se-ão dos dias em que os Carinhos Quentes eram inesgotáveis porque eram distribuídos livremente?

Em qual dos lados você está?

O que você pensa disso?


Uma História de Amor – Claude Steiner, em livro de Roberto Shinyashiki

Texto retirado de : Shinyashiki, Roberto. A carícia essencial, Uma Estória de carinhos, S.Paulo, Ed.Gente, 1988.


Não existe nenhuma novidade nesta estória:

Vemos muitos pontos em comum com a Bíblia, apenas foi escrito o que acontece realmente todos os dias de uma forma que as crianças compreendam mais facilmente, principalmente pelo fato das criança serem as protagonistas da estória, afinal se todos agissem como crianças e doassem seu amor e seu carinho sem reservas e sem medo de perder algo que jamais acaba, talvez teríamos muito menos tristeza, guerras e morte no mundo em que vivemos.



Preserve a natureza com muitoAmor.


CHÁCARA JEUS CURA OLHA O URSO
porco-espinho Beijo_que_cura
Amigos_como_a_rocha Tende_Misericordia_Senhor Jesus Nos Perdoa e Acolhe em seus Braços

PRESENTEPRAVOCE – MENU DE ENTRADA PARA OS PRINCIPAIS ASSUNTOS.



FESTA JUNINA_banner
biblia-br Bíblia
Dia_pais_banner
Semana_da_família
cropped-presentepravoce_10000000_oito_anos2.jpg
Molduras diversas
Temas_para_Encontro_de_casais
Hit_mais visitados
Temas_sobre_Maria
escritura_0077_banner[1]
Oracoes_ao_espirito
Dia_pais_banner
Banner_Jesus_misericordioso
Parabolas e reflexoes
Dinamicas_de_grupo
Wallpaper's_papel_de_parede_Cristãos
Mensagens_em_Power_Point
corpus_christi
Nossa Apresentação 2027
feliz_natal_2016
carnaval_com_jesus_eh_outra_coisa
dia das mães

Espírito Santo: Alma de Minha Alma.


Alma de Minha Alma.

Alma_da_alma


Uma das características do Espírito Santo está relacionado com a alma humana. Na oração “para o céu”, o Pe. Kentenich, fundador do Movimento Apostólico de Schoenstatt, o chama de “alma de minha alma.”

O que é que a essência do homem redimido consiste?

Consiste na morada de Deus Uno e Trino, especialmente do Espírito Santo, na alma. (I Cor. 3, 16)

Isso significa que, a minha alma está com Ele, toda a minha pessoa é consagrada ao Espírito Santo e é habitado por Ele. Um famoso cardeal francês disse que o homem comum é composto de corpo e alma, mas o cristão é composto de corpo, alma e Espírito Santo.

Este é o grande segredo: Um segredo que já foi revelado por Jesus e experimentado pelos Apóstolos no dia de Pentecostes confirmando que o Espírito de Deus está em mim, vive e age em mim.

Ele é a alma da minha alma.  
Ele é o que é mais profundo em mim,
Ele é o centro do meu ser.  

Se essa é a nossa realidade mais íntima, então nós temos que levar mais a sério a sua presença em nós, o seu falar e agir em nosso interior. Aqui também vemos a importância de cultivar o Santuário do Coração como a habitação do Espírito Santo.

Por outro lado, podemos dizer que o Espírito tem um compromisso com a nossa santificação e a responsabilidade com o crescimento de nosso amor, nosso carinho e nossa devoção a Maria. Ele tem a missão de fazer-nos sempre tão mais parecidos com seu cônjuge. Ele vem para nos converter, lentamente, em reflexos d’Ele mesmo, em homens e mulheres transformados, marianos novos seres, em verdadeiros Filhos do céu.

Ele chama isso de o turbilhão do Espírito, porque através dela chegamos a um relacionamento mais próximo e pessoal com o Espírito Divino.

Mulher e alma

O Divino Espírito é a alma da minha alma. E o Padre Kentenich acha que a mulher ideal deve ser “totalmente alma.” Na polaridade alma x corpo, de modo adequado para o ser humano, a mulher vive mais o lado da alma. Isso não significa a negação ou o desprezo do corpo e sim uma maior acentuação da polaridade espiritual.

O que é mais adequado para a alma é animar, integrar e espiritualizar. Essas três funções são próprias da alma, aqueles que a mulher se sente mais como ela própria.

Por natureza, a mulher tende a inspirar alma em tudo o que a rodeia. Ela dá a cada gesto um significado importante e espiritual.

Especialmente para inspirar o significado da alma nas coisas mais comuns:· Para dar um selo mais sensível para tudo o que é feito;

– Para buscar e colocar o nível espiritual em primeiro plano ao pessoal antes de outras coisas;

· Para assegurar o momento espiritual no amor;

· Para irradiar uma atmosfera acolhedora.

Portanto, ele comentou, ao voltar do exílio, que “a mulher, através de seu ser, tem que tomar cuidado para que as relações do mundo, a vida, a família e a humanidade estejam impregnadas com a alma e o espírito.”

O elemento espiritual no amor.

Cabe à mulher acentuar mais o elemento espiritual no amor. Portanto, devemos tomar cuidado para que nas nossas manifestações de amor, o espiritual e o eu interior dominem o corporal: a partir da carícia na preparação ao ato conjugal.

Eu acho que, neste contexto nossa vestimenta do corpo também é importante. Deve ajudar-nos, e, especialmente, os outros, para valorizar mais o eu interior e espiritual.

Portanto, vamos nos render a Maria, para que ela possa levar-nos ao Espírito Divino. Vamos dar a Virgem um lugar privilegiado em nosso coração para que o Espírito possa tomar posse dele e preenchê-lo com a sua presença.

Esperemos que o grande desafio de nos transformar lentamente em pequenos reflexos e instrumentos do Espírito Santo permaneça claro em nossa mente e enraizado em nosso coração. Que a Virgem Maria, sua grande colaboradora na obra da revelação Divina, nos guie e nos acompanhe neste esforço.

Pergunta para reflexão

Estou inspirando e enchendo com mais espiritualidade tudo o que eu faço, a minha vida pessoal e vida familiar, no meu grupo de oração e comunidade, na minha vida profissional e do trabalho, na minha vida social e cultural?

Fonte: Tradução do texto em inglês de Fr. Nicolas Schwitzer

Leia mais:

http://vivificat1.blogspot.com/2014/06/fr.html # ixzz355hHGjm

      Atualizado em 21/05/2015


quadromta2 Pomba_branca_repres_Espirito_santo (10) Alimento_Espiritual_Autêntico

Efusão_no_Espirito_1 Aspirais_aos_Dons_Espirituais Nascer_da_agua_e_do_espirito


Cristofobia ainda não é Crime?



Grupo LGBT demonstra sem medo em praça pública que não respeitam o Sacrifício de Jesus Cristo na cruz, debocham da fé e da Igreja, ameaçam queimar Bíblias como o Nazismo fez na Alemanha e o comunismo fez em Moscou juntamente com Padres e Freiras que ensinam este mito alienante!

A desculpa sempre vem disfarçada de um protesto a favor do Aborto e contra a homofobia, mas daí a se comparar com Cristo na Cruz é um pouco de exagero, não acham?

Tudo isso devemos assistir em silêncio, pois se alguém se manifestar contra esta libertinagem pode ser acusado de “homofobia”.


LGBT_cruz 2


Ativistas “LGBT”, seminuas e tentando imitar as vestes de Cristo, se colocam sobre uma simulação de CRUZ e se beijam em frente a Igreja Católica da Candelária! (RJ)


Ativistas seminuas usam cruz e coroa de espinhos para pedir legalização do aborto em frente a uma Igreja Católica (Rj)

Um grupo de ativistas gays usou símbolos religiosos do cristianismo durante um protesto chamado “beijaço” em frente a Igreja da Candelária no centro do Rio de Janeiro, e causou grande indignação nas redes sociais.

O protesto dos militantes LGBT era contra a forma que a fé cristã se posiciona sobre a homossexualidade e contra o candidato à presidente Levy Fidelix (PRTB), que afirmou em rede nacional durante o debate promovido pela TV Record que “dois iguais não fazem filhos”.

As ativistas Sara Winter e Bia Spring estavam seminuas, coladas a uma cruz de papelão e com uma coroa de espinhos sobre a cabeça, e se beijaram em frente à Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. No alto da cruz, uma placa com a sigla “LGBT” ocupava o lugar da inscrição I.N.R.I. (acrônimo de Iesus Nasarenus Rex Iudaeorum, do latim, “Jesus Nazareno Rei dos Judeus”).

“Há uma grande quantidade de candidatos e políticos eleitos que estão diretamente envolvidos com instituições religiosas, sobretudo cristãs, que tanto atrasam o desenvolvimento de nossa política, principalmente com relação aos direitos reprodutivos da mulher e também às políticas públicas voltadas para o público LGBT”, disseram as ativistas ao jornal O Dia.

O uso de símbolos cristãos em passeatas e manifestações de ativistas gays não é novidade. Outros militantes homossexuais já se valeram do mesmo expediente durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro em 2013, e na presença de diversos fiéis católicos, quebrou símbolos de fé da denominação.  Anos atrás, o pastor Silas Malafaia usou seu programa de TV para denunciar o uso de referências aos santos católicos durante a Parada Gay em São Paulo.

“Isto é discriminação religiosa! A cruz é o símbolo do cristianismo! Cadê o Ministério Público que não vê este absurdo? Por que eles podem tudo? Mas se fossemos nós só pelo fato de não concordarmos com a prática homoafetiva seríamos taxados como homofóbicos. Dois pesos, duas medidas. Respeito a diferença”, disparou a internauta Teresinha Neves em sua página no Facebook

Fonte: G1 e outros



LGBT_cruz

LGBT – ativistas gays

Pró aborto contra a Homofobia

Só uma perguntinha ????

Aborto pra quem ?

        Relacionamento LGBT é infértil e não produz o fruto do ventre!  Enquanto uns lutam pelo casamento e o direito de adotar um filho para se formar uma pseudofamília outros querem mata-lo.  Não dá para entender este tipo de manifestação contraditória mesmo levando em consideração que são ativistas profissionais pagas e financiadas e puro Marketing de imagem.


A Cristofobia é Crime?    Por que não ?


O que diz o Código Civil Brasileiro ?

I – DA LIBERDADE DE RELIGIÃO


           A Constituição Federal consagra como direito fundamental a liberdade de religião, prescrevendo que o Brasil é um país laico. Com essa afirmação queremos dizer que, consoante a vigente Constituição Federal, o Estado deve se preocupar em proporcionar a seus cidadãos um clima de perfeita compreensão religiosa, proscrevendo a intolerância e o fanatismo. Deve existir uma divisão muito acentuada entre o Estado e a Igreja (religiões em geral), não podendo existir nenhuma religião oficial, devendo, porém, o Estado prestar proteção e garantia ao livre exercício de todas as religiões.

…[…] … “Cabe, portanto, à autoridade civil, no exercício do seu poder de polícia, atendendo ao pedido que for feito pela autoridade competente da Igreja Católica Apostólica Romana, e assegurando-lhe o livre exercício do seu culto, impedir o desrespeito ou a perturbação do mesmo culto, …[…]…

[Leia mais:] – http://www.pge.sp.gov.br/


MILAGRE DE LANCIANO

Resposta da Igreja sobre feitiçarias e bruxarias.


Ultimamente tenho recebido neste Blog muitos comentários e Span’s sobre feitiços & bruxarias e correntes poderosas, principalmente no Post de pedidos de orações onde as pessoas estão carentes de uma solução para seus problemas pessoais e buscam uma resposta através de um pedido de oração.

Estes comentários entram como uma resposta MILAGROSA e um pronto atendimento de suas necessidades realizados por pessoas “ENTRE ASPAS” “PODEROSAS” e que são capazes de resolver qualquer problema através de magia e ou feitiço.   Na verdade estes textos não passam de mentiras e textos padrão traduzidos do inglês que são usados como iscas para atrair clientes para os pseudos “magos poderosos” que estão afim mesmo é de arrancar o seu dinheiro.

Sabemos que só Deus é capaz de fazer o impossível e quando Ele concede seus Dons aos Homens é para que sejam usados em benefício da COMUNIDADE “Igreja, Família e Sociedade”, esta ação deve ser gratuita (I Cor 13 e 14), pois tudo o que vem de Deus é gratuito e deve ser redistribuído gratuitamente aos demais membros da comunidade, o que Deus espera de nós é apenas o nosso reconhecimento e agradecimento.

Eu simplesmente apagava estes comentários e Span’s. mas como continuam chegando em grande numero, decidi deixar aqui neste post uma resposta que encontrei no site (CATOLICISMO) para que os fieis Católicos saibam sobre este assunto e fujam destas armadilhas do inimigo de Cristo.

Leiam abaixo:



Pergunta – Às vezes se vêem na rua, e até junto às portas de casas, oferendas de centros de macumbas — velas, charutos, pinga, galinhas mortas, etc. O Sr. poderia explicar o que a Igreja Católica ensina sobre feitiços, bruxedos, etc, e também o que se deve fazer diante de tais coisas?

Resposta – Com vivo interesse pelos meus caros leitores de Catolicismo, dou uma breve orientação sobre esse assunto preocupante. Tanto mais que, como é público e notório, a macumba, a umbanda, o candomblé, e também o espiritismo — qual mortífera lepra — estão disseminados por todo Brasil.     A Terra de Santa Cruz!…

Em primeiro lugar exporei resumidamente o que a Santa Igreja ensina sobre a ação dos demônios, e depois darei alguns conselhos práticos sobre como agir.

Os demônios existem?

A respeito da existência dos demônios, há dois modos opostos, ambos errados, de ver o problema. Alguns acham que o diabo não existe, e é perda de tempo preocupar-se com ele; segundo estes, o que se deve fazer é ignorar o assunto. Outros, pelo contrário, acham que o demônio realmente existe, mas exageram seu poder.

Na realidade, a Igreja ensina que o demônio é um anjo que se revoltou contra Deus, e por isso foi punido, sendo lançado no inferno. Portanto, é um anjo decaído, que mantém, entretanto, os poderes e as limitações da sua natureza angélica. Sendo criatura, seu poder é limitado, e por isso é falso dizer que ele pode tudo. Não pode!

Somente com a permissão de Deus, é que satanás pode fazer mal às criaturas. Agora uma pergunta: por que permite Deus que o demônio atormente o homem? Por duas razões: primeiramente, para santificá-lo por meio de provações. Em segundo lugar, para castigá-lo por causa de seus pecados.

Mas devemos ter confiança em Deus, e a absoluta certeza de que Ele jamais permitirá que as tentações sejam superiores às nossas forças. É o que nos assegura o Espírito Santo no salmo 90: “Porque pusestes o Altíssimo por teu refúgio, o mal não virá sobre ti nem o flagelo se aproximará de tua casa. Não temerás os sustos noturnos nem a seta que voa em plena luz, ou o inimigo que ronda nas trevas e o demônio que assalta em pleno dia. Porque a seus anjos Ele mandou que te guardem em todos os teus caminhos…”

Macumbeiros e congêneres fazem pacto com satanás

No entanto, existem casos em que a pessoa que recorre ao diabo faz um pacto com ele, torna-se instrumento do maligno em benefício próprio ou de terceiros. É o caso de Simão Mago, narrado nos Atos dos Apóstolos (8, 9-25). É o que lemos na história de São Cipriano, feiticeiro convertido que mereceu a auréola do martírio, e de Santa Justina. O demônio, que está sempre à procura de uma oportunidade para prejudicar os homens, aproveita imediatamente tal situação. Assim, desde que Deus o permita, o espírito do mal passa a atender às solicitações que lhe são feitas e a obter, para os que a ele recorrem, bens materiais, prestígio, relações sentimentais, etc, e inclusive prejuízo para outras pessoas.

Em todas essas formas de falsa religiosidade –macumba, umbanda, candomblé, espiritismo — a invocação do demônio é constante. Portanto, as pessoas que recorrem a essas práticas abjetas podem ter certeza de que é ao próprio diabo que estão recorrendo, embora o façam sob outras denominações, muitas vezes iludidas.

Assim, podemos concluir que macumbeiros, pais de santo e congêneres realmente têm pacto com o maligno e podem fazer-nos grande mal.

Como evitar a ação do demônio

Isto posto, passo a dar alguns conselhos de ordem prática.

A primeira preocupação que devemos nutrir, para evitar a ação do demônio, é estarmos sempre na graça de Deus. Para isso, devemos a qualquer preço banir de nossa vida o pecado mortal, sendo constantes na oração e fortes na vigilância.

Assim sendo, recomendo a todos que se confiem, juntamente com suas famílias, à proteção do Sagrado Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria. Recomendo também, insistemente, introduzir nos hábitos familiares a reza do terço, pois esta é das devoções que mais agradam à Mãe de Deus e que mais desarticulam a ação dos demônios. Outras práticas piedosas muito recomendáveis são a recitação de jaculatórias a Nossa Senhora, a São Miguel Arcanjo e aos Santos Anjos da Guarda, e o uso constante da Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças.

Somando-se à oração e à vigilância, é fundamental a freqüência aos sacramentos, sobretudo a Confissão e a Comunhão. Nosso Senhor Jesus Cristo é o EXORCISTA invencível!

Outro costume muito recomendável — eu diria até indispensável — é ter sempre em casa um recipiente digno abastecido de água benta. Então, diariamente aspergir algumas gotas em todos os cômodos da casa, inclusive no quintal, e discretamente nos terrenos vizinhos, aproveitando a ocasião para fazer o sinal da cruz com a água benta, passando-a devotamente na fronte.

O que fazer contra feitiço

Além disso, reafirmo, atilada vigilância! Havia um sacerdote exorcista em Cotia, próximo a São Paulo, (Deus o chamou a Si recentemente), que recomendava muito cuidado com feitiços em travesseiros, pois macumbeiros costumam fazer introduzi-los sem que a pessoa visada perceba, valendo-se de domésticas, faxineiras ou até mesmo de algum parente malévolo ou ignorante.

Caso apareça feitiço ou algo semelhante em casa, a recomendação é não tocar nem ficar olhando despreocupadamente. Antes de tudo, é preciso calma e confiança na proteção de Nossa Senhora, pois o gênio do mal nada pode diante dEla, que sempre lhe esmaga a cabeça. Conforme já recomendamos, repetir jaculatórias a Nossa Senhora, a São Miguel Arcanjo e ao Santo Anjo da Guarda. Jogar água benta em cima, e em seguida pôr fogo, com o auxílio de gasolina ou álcool.

Por fim, deve-se energicamente repelir toda e qualquer forma de superstição, toda curiosidade tendenciosa em relação ao “mundo do além”, e jamais cair na tentação de entrar num centro espírita, num terreiro de umbanda, de macumba, etc, para consultar um pai de santo, ou seja, o demônio. “Ab insidiis diaboli, libera nos Domine“! Das ciladas do diabo, livrai-nos, Senhor!

***

Texo retirado do Site Catolicismo:

http://www.catolicismo.com.br/materia/materia.cfm?IDmat=E4BA3342-3048-560B-1CD7141960475253&mes=Dezembro1996


.


https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/05/terco.jpg
Polêmica_Paulo Goulart alimente-se-de-oracao-e1374576742834-1024x1024[1]

Esclarecimento sobre a Polêmica ocorrida na Missa de Paulo Goulart.



Padre Fábio de Melo Celebrou a Missa de 7º dia de Paulo Goulart e emociona Nicette Bruno, porém após a Santa Missa veio a polêmica sobre a Comunhão recebida pela viúva Nicette Bruno.

Afinal, Poderia ela ter recebido a comunhão ou não?


Outros titulos com Fabio de Melo

ESCLARECIMENTOS SOBRE A POSTAGEM DO PADRE FÁBIO DE MELO ENTREGANDO A SAGRADA COMUNHÃO A ATRIZ NICETTE BRUNO, ESPOSA DO FALECIDO PAULO GOULART.

Ontem 20/04 os seguidores de nossa página, Sou feliz por ser Católico(a), depararam-se com uma postagem “polêmica” (polêmica apenas para aqueles que aceitam o Espiritismo como algo bom): Uma foto (parecida com a imagem acima) da atriz Nicette Bruno recebendo a Santíssima Eucaristia das mãos do padre Fábio de Melo. Porém, existe um problema: a atriz não poderia receber a Eucaristia. Mas, por que?

Antes de responder a esse questionamento deixamos claro que não é nenhuma crítica ao servo de Deus, o padre Fábio de Melo, a quem admiramos muito, nem a atriz Nicette Bruno de fama reconhecida nacionalmente, e sim, ao fato e a doutrina espírita. Responderemos a postagem em ‘partes’:

1) Nicette Bruno é de fato, espírita?

Sim, a atriz Nicette Bruno, como seu falecido marido, Paulo Goulart sempre foram espíritas, inclusive criaram seus filhos nessa doutrina. Vários meios de comunicação comprovam que eles são de fato espíritas, tais como:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/03/reveja-trajetoria-profissional-do-ator-paulo-goulart.html(G1)

http://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2014/03/relembre-entrevista-em-que-nicette-bruno-fala-sobre-paulo-goulart-vida-nao-termina-na-tumba.html (REVISTA QUEM)

2) O que diz a Santa Madre Igreja sobre o Espiritismo?

No Catecismo, no parágrafo 2117 a Igreja declara: “Todas as práticas de magia ou de feitiçaria, pelas quais se pretende domesticar os poderes ocultos para os pôr ao seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo – ainda que seja para lhe obter a saúde – são gravemente contrárias à virtude de religião. Tais práticas são ainda mais condenáveis quando acompanhadas da intenção de fazer mal a outrem ou quando recorrem à intervenção dos demônios. O uso de amuletos também é repreensível. O espiritismo implica muitas vezes práticas divinatórias ou mágicas; por isso, a Igreja adverte os fiéis para que se acautelem dele. O recurso às medicinas ditas tradicionais não legitimas nem a invocação dos poderes malignos, nem a exploração da credulidade alheia.”

(*1). observação abaixo

4) O que diz a Sagrada Escritura sobre o Espiritismo?

No Livro de Levítico diz: “…Se alguém se dirigir aos espíritas ou adivinhos para formicar com eles, voltarei meu rosto contra esse homem e o cortarei do meu povo” (Levítico 20,6). O Livro de Levítico foi escrito a 2.399 anos atrás, antes mesmo de Cristo nascer, e desde desse tempo o Espírito Santo já nos alertava contra a prática de espiritismo.

“… Não se ache no meio de ti, quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê a adivinhação, a astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou a invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abominará aqueles que se dão a essas práticas…” (Deuteronômio 18,10-12).

Veja, que Deus, em Sua Palavra condena totalmente o Espiritismo.

3) O Espiritismo é Cristão?

Não! São Paulo nos explica em sua carta aos Efésios que “É pelo sangue de Jesus Cristo que temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo a riqueza de Sua graça que Ele derramou profusamente sobre nós” (1,7). A Nossa Redenção se deve pela Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus, isso é outra verdade fundamental da Fé Cristã. Nisto consiste propriamente a boa nova. Porém, o Espiritismo nega isso. Allan Kardec (o fundador da doutrina espírita) diz que cada um deve ser SEU PRÓPRIO REDENTOR através do sistema de reencarnações. Além disso, o espiritismo nega a criação da alma humana, recusa a união substancial entre corpo e alma, afirma que não há anjos e demônios, repudia os privilégios de Maria Santíssima, não admite o pecado original, contesta a graça divina, abandona toda a doutrina sobrenatural, rejeita a unicidade da vida humana terrestre, ignora o Juízo particular depois da morte, não concebe a existência do Purgatório, ridiculariza o Inferno, reprova a ressurreição da carne e desdenha o Juízo Final. No livro “À Margem do Espiritismo” (FEB, 3ª edição, 1981, pág. 214), do espírita Carlos Imbassahy, lemos: “Nem a Bíblia prova coisa nenhuma, nem temos a Bíblia como probante. O espiritismo não é um ramo do cristianismo como as demais seitas cristãs. Não aceita os seus princípios nas Escrituras. Não rodopia junto à Bíblia. A discussão, no terreno em que se acha, seria ótima com católicos, visto como católicos e protestantes baseiam seus ensinamentos nas Escrituras. Mas a nossa base é o ensino dos espíritos, daí o nome espiritismo.” O espiritismo nega dezenas de verdades cristãs proclamadas ao longo dos séculos. Eles negam até mesmo a Palavra revelada por Deus: a Bíblia.

4) Por fim, um Espírita pode receber a Sagradíssima Eucaristia?

Vejamos, primeiramente, o que diz a santa madre Igreja em seu Catecismo:

“A NINGUÉM É PERMITIDO PARTICIPAR DA EUCARISTIA, SENÃO ÀQUELE QUE, ADMITINDO COMO VERDADEIROS OS NOSSOS ENSINAMENTOS e tendo sido purificado pelo batismo para a remissão dos pecados e a regeneração, levar uma vida como Cristo ensinou.” (CIC 1355).

Além disso, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), EM 1953 reafirmou a determinação feita pelo Episcopado Nacional da Pastoral Coletiva de 1915, revista pelos Bispos em 1948 nestes termos: “Os espíritas devem ser tratados, tanto no foro interno como no foro externo, COMO VERDADEIROS HEREGES e fautores de heresias e NÃO PODEM SER ADMITIDOS À RECEPÇÃO DOS SACRAMENTOS, sem que antes reparem os escândalos dados, abjurem o espiritismo e façam a profissão de Fé”.

O Código de Direito Canônico, editado pelo Beato João Paulo II em 1983 também diz sobre esses casos: “chama-se heresia A NEGAÇÃO pertinaz, após a recepção do Santo Batismo, DE QUALQUER VERDADE QUE SE DEVE CRER COM FÉ DIVINA E CATÓLICA, ou se duvida pertinazmente a respeito dela” (Cân. 751);

O cânon 1364, parágrafo 1 do Código de Direito Canônico (CDC) determina que o “herege incorre automaticamente em excomunhão”, isto é: DEVE SER EXCLUÍDO DA RECEPÇÃO DOS SACRAMENTOS (Cân. 1331, parág. 1), não podem ser padrinhos de Batismo (Cân. 874), nem da Confirmação (Cân. 892) e não lhe será lícito receber o Sacramento do Matrimônio sem licença especial do Bispo (Cân. 1071) e sem as condições indicadas pelo Cânon 1125. Também não pode ser membro de associação ou irmandade católica (Cân. 316).

O Código de Direito Canônico afirma que todo aquele que nega uma verdade que se DEVE crer como fé divina é herege, e toda a doutrina que é contra a Católica, que foi revelada por Cristo é uma heresia. O CDC afirma que todo o herege sofre automaticamente a excomunhão, por isso devem ser excluídos da recepção dos Sacramentos, inclusive a Eucaristia.

5) Conclusão

Nicette Bruno jamais poderia ter recebido a Sagrada Comunhão, pois como bem o Catecismo destaca só se pode receber o Corpo, Sangue, Alma e Divindade (Eucaristia) de Cristo aquele que estiver em estado de graça e CRER FIEL E FIRMEMENTE em TUDO o que a Igreja ensina. A atriz é espírita, portanto aceita uma heresia, já que o Espiritismo é condenado por Deus e pela Igreja. Como já bem mostramos acima o Espiritismo nega todas as Verdades ensinadas por Cristo. E, todo aquele que à aceita, como bem destacado pela CNBB é um herege, pois é uma doutrina anti-cristã. E um herege, “incorre automaticamente em excomunhão”, afirma o Código de Direito Canônico.

Resumindo: a atriz não poderia receber a Eucaristia pois o Catecismo afirma que só aquele que crê nos ensinamentos da Igreja pode recebe-lA. E o Espiritismo nega até mesmo a Bíblia; tudo o que é Cristão o Espiritismo nega. O Cristão crê, como diz no Credo “na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém”. Enquanto os espíritas creem na reencarnação, doutrina condenada por Deus Todo-Poderoso.

Por fim, declaramos novamente que o artigo não é uma crítica ao padre nem a atriz, mas foi um alerta a todos os católicos para que se distanciem da doutrina Espírita, que nos afasta de Cristo e nos leva a um mundo de ilusão, como se a vida fosse um vídeo game, onde toda vez que desse um “game over” poderíamos começar tudo de novo. O que é falso e contrário ao que foi pregado por Cristo.

Nós, como cristãos não podemos julgar nenhuma pessoa, independente de religião. Nós devemos acolhe-las e rezar pela conversão das mesmas. E mostra-las que Cristo fundou uma só Igreja que contém toda a Verdade necessária para a nossa Salvação, e ela possui um nome: Católica Apostólica Romana. Não devemos criticar e julgar as pessoas, mas isso não quer dizer que não podemos mostrar que as outras religiões são falsas e contrárias a Doutrina que foi ensinada por nosso Pai. É uma OBRIGAÇÃO de todo o Cristão de mostrar que tudo o que é contrário a fé Católica é condenado por Deus. Se não o fizermos, pecamos, pois omissão é um pecado grave.

Rezemos pela conversão de todos os espíritas, muçulmanos, protestantes, judeus, ateus, hinduístas, budistas, etc, para que eles deixem suas religiões que são frutos da mente humana e voltem a sua Mãe, a Igreja que Cristo edificou sobre Pedro, o primeiro Papa [cf. Mt. 18,16]

Para maiores esclarecimentos recomendamos os seguintes vídeos do Padre Paulo Ricardo:

Quais as consequências de se crer na reencarnação?

http://www.youtube.com/watch?v=SVwugmbmKhA

O Espiritismo é cristão?
http://www.youtube.com/watch?v=rvCrBbBe5NE

“Não pode ter Deus por Pai, como não tem a Igreja por Mãe” (São Cipriano). A Igreja é nossa Mãe, e nós somos Seus filhos. Como Maria Santíssima ensinou ao Cristo, e Ele acolheu todos os seus ensinamentos, pois sabia que era para Seu bem. Também, nós, devemos acolher os ensinamentos da santa mãe Igreja, que se preocupa com seus filhos e faz de tudo para afastar-nos das trevas, e levar-nos ao Caminho da Salvação eterna. TUDO o que a Igreja ensina é para nosso bem e nossa Salvação, sejamos obedientes a nossa mãe Igreja, bem como Cristo foi obediente a Sua mãe, Maria Santíssima.

Deus os abençoe,
Equipe Sou feliz por ser Católico(a).

Fonte:
https://www.facebook.com/298547506887616/photos/a.298549123554121.67215.298547506887616/634948583247505/?type=1&theater

Nosso Blog Presentepravoce preferiu deixar apenas este esclarecimento se atendo apenas aos fatos sem julgar as pessoas envolvidas como outros Blogs o fazem até mesmo proferindo palavras indesejáveis, tanto porque não foram ouvidas nenhuma das partes envolvidas no episódio.

Quem vê cara não vê coração, o que se vê na TV ao vivo não mostra os bastidores e não temos conhecimento a respeito dos fatos que levaram à realização de uma Missa de Sétimo dia envolvendo uma pessoa que não professaria a nossa Fé enquanto estava viva ou se esta posição teria sido alterada antes  do episódio ocorrido.


(*1). obs. sobre o paragrafo 2117.

Este Texto é parte integrante do C.I.C. Catecismo da Igreja Católica que tem por objetivo nortear o caminho dos Católicos em sua Vida espiritual enquanto estão a caminho rumo à Salvação.

O texto é um resultado de estudos e deliberações dos Sínodos dos Bispos que se reúnem com o objetivo de rezar e escutar a Palavra de Deus e qual seja a sua vontade para seu povo com o objetivo de traçar a melhor maneira de conduzir este rebanho com o minimo de perdas pelo caminho.

Sempre existiram muitas ameaças ao povo de Deus nesta terra como nos alertou Jesus e os Apóstolos, pois são semelhantes a ovelhas que facilmente são arrebatadas pelos predadores deste mundo tenebroso e nos tempos modernos as ameças se tornaram também ideologias e se mostram através de desvios doutrinários que culminam na divisão do rebanho e no afastamento de suas ovelhas, ovelha afastada do rebanho é considerada ovelha perdida, doente, machucada e correndo risco de morte.

Os estudos dos diversos perigos doutrinários presentes em diversas partes do mundo com ocorrências nem sempre equivalentes em regiões diferentes levaram ao texto completo citado no Link do Vaticano e este paragrafo em copiado aqui enumera diversos destes erros onde entre eles consta o espiritismo, não que esta variação local do espiritismo pratique tudo o que está escrito neste paragrafo, pois o texto abrange muito mais do que uma certa área determinada e sim é direcionado ao mundo todo como um resumo geral.   Cada nação, língua, pais e Diocese deveria aplicar o texto conforme a necessidade de sua região e por esse motivo este texto foi usado, pois é nele que cita a situação necessária a ser observada, pois como está incluído neste paragrafo 2117 a Igreja não aconselha a participação de um fiel Católico no espiritismo, seja ele de qual ala pertença e assim como também não aconselha as demais praticas citadas no mesmo paragrafo, quanto a sensação de se ver uma acusação direta e por isso manifestar uma discordância da veracidade do texto não se justifica caso não pratiquem tais desvios, não seria isto motivo de indignação, pois não se trata de acusações à uma determinada filosofia ou religião e sim de precauções a serem tomadas por todo fiel Católico para não se contaminar com doutrinas não recomendadas por sua Igreja. 


HISTÓRIAS DO PADRE LEO
Outros titulos com Fabio de Melo
http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg
https://presentepravoce.files.wordpress.com/2008/12/sag-fam-lk.jpg?w=130&h=120&h=120