Papa Bento XVI Renunciará dia 28/02/2013.


Bento XVI – 19 de abril de 2005 a 28 de fevereiro de 2013.


Renuncia_XVI


A Renúncia de Bento XVI


Os noticiários estão comentando que o Papa Bento XVI, por razões de saúde e de idade, decidiu renunciar ao Papado, tendo em vista se sentir sem saúde necessária para cumprir sua árdua missão, que exige intenso trabalho diário, muitas viagens, audiências, discursos, etc.

O que é um Papa?

Toda a Igreja Católica, e também os não católicos, são testemunhas da grandeza deste homem que deu sua vida pela Igreja. Antes de tudo o nosso agradecimento a Deus por tão grande dádiva para a Igreja. Durante 25 anos ele foi Prefeito da Congregação da Fé da Santa Sé, auxiliar fiel e dedicado ao Papa João Paulo II. Deus seja louvado por Bento XVI!

A renúncia do Papa é algo legal, prevista no Código de Direito Canônico da Igreja, que diz no Cânon 187 – “Qualquer um, cônscio de si, pode renunciar a um ofício eclesiástico por justa causa”.

O pedido de renúncia deve ser feito à autoridade superior; mas, como na Igreja não há autoridade superior ao Papa, seu pedido de renúncia é suficiente para consumar sua decisão.

Veja o texto integral do anúncio

É uma decisão corajosa, lúcida e coerente do Papa Bento XVI, pois ele mesmo disse ao jornalista Peter Seewald, em uma entrevista, que poderia renunciar se um dia chegasse a conclusão que não tinha mais condições de governar a Igreja. Este gesto mostra a sua coerência e a certeza de que quem governa a Igreja é Jesus Cristo e que o Espírito Santo é quem guia e assiste o Papa, seja ele quem for, legitimamente eleito.

Na história da Igreja três papas já renunciaram. Ponciano (230-235), em porque foi exilado para a Sicília, juntamente com o antipapa Hipólito, pelo Imperador romano Magno, onde ambos morreram mártires. Durante o exílio o Papa Ponciano renunciou em 28/9/235 para que a Igreja pudesse eleger seu sucessor.

O Papa Celestino V (1294), que foi monge beneditino e eremita, renunciou porque estava em idade avançada, mais de oitenta anos. Gregório XII, em (13/12/1924) renunciou com mais de oitenta anos para que a Igreja chegasse ao fim do chamado Cisma do Ocidente, quando a Igreja tinha um Papa legítimo (Gregório XII), mas havia dois antipapas.

A Igreja vai continuar sua caminhada e missão na terra, levando o Evangelho a todas as nações. Teremos um novo Conclave, a eleição de um novo Papa, como dizia Santa Catarina de Sena, o “Doce Cristo na Terra”.

Professor Felipe Aquino

http://blog.cancaonova.com/redacao/a-renuncia-de-bento-xvi/


.487854_10151284599949632_166443746_n[1]


Palavras Polêmicas, mas verdadeiras.


427294_539143549451623_372120423_n


EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DO PAPA. EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DOS CARDEAIS. EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DOS PADRES. EU ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DE JESUS CRISTO! E SE HOUVER ALGUMA FALHA DA PARTE DE QUALQUER UM DELES, ISSO NÃO SERÁ O SUFICIENTE PARA EU DESANIMAR EM MINHA FÉ”


Católicos, por Cristo, com Cristo e em Cristo

Cristo é o alicerce no qual Deus edificou a nossa vida(1Cor 3,11).   Nele o Criador escondeu a nossa humanidade.  Nele vivemos, nos movemos,  e existimos (Atos 17,28). Abandonamos-nos com humildade e com confiança, como uma criança bem tranquila no regaço acolhedor de sua mãe (Sl 130).

Ele é a escolha da nossa fé,  o centro.  Ele nos move, nos anima, nos da coragem, nos da energia, nos da vigor e vontade de ir além, até o fim.

Amparados por esta Verdade, nos lançamos felizes em tudo o que fazemos na liturgia. Um dado de fé que confirma a centralidade de Cristo nas celebrações dos católicos se faz visível de forma gloriosa, quando no Banquete da Santa Missa, momento da Doxologia (Glórias a Deus), o Sacerdote ergue o Cálice e a Patena com o Corpo e Sangue de Cristo e pronuncia: Per  ipsum, et cum  ipso, et in  ipso, est tibi Deo Patri  omnipotenti, in unitate  Spiritus Sancti, omnis honor et gloria. “Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre”; e assembleia responde: Amém. O amém (assim seja ou concordo) é a confirmação de que tudo que na igreja fazemos, fazemos por Jesus Cristo. Quando participamos da missa, é por Cristo; quando cantamos, é por Cristo; quando louvamos, é por Cristo; quando servimos em um grupo da Igreja, é por Cristo; quando rezamos o terço, é por Cristo; quando traçamos o sinal da cruz, é por Cristo; quando fazemos procissões, é por Cristo; quando pedimos a intercessão dos santos, é por Cristo; quando lemos a Sagrada Escritura, é por Cristo; quando devolvemos o dízimo, é por Cristo; quando damos oferta, é por Cristo; quando assistimos aos necessitados, é por Cristo, com Cristo e em Cristo.

Cristo Centro é o espírito que anima o nosso louvor e a nossa gratidão a Deus  pelas inúmeras bênçãos que Ele tem derramado em nosso favor. Desde a fecundidade da Igreja nascente (Atos 3,42 s) tem sido assim, nos refugiamos nos braços do Senhor (Sl 118,8).

“Eu não estou na igreja por causa do Papa. Eu não estou na igreja por causa dos Bispos. Eu não estou na igreja por causa dos padres. Eu estou na igreja por causa de JESUS CRISTO. E se houver alguma falha da parte de qualquer um deles isso não será suficiente para eu desanimar da minha fé” (Pe. Fábio).

 Sabemos em quem colocamos a nossa fé. Não somos ingênuos (cf. 2Tm 1,12). Uma só  esperança é necessária para conquistarmos o céu: Jesus Salvador:  E parafraseando o Cardeal Van Thuan, escolher Deus e não as obras de Deus; é à base da vida cristã.

     Por Padre Roberivaldo  – http://wwwparoquiadesantainesesaosebastiao.blogspot.com.br/p/palavrado-pastor.html

3 Respostas

  1. Somente a fé e a esperança em Cristo nosso Senhor, nos faz caminhar na busca pelo nosso
    aperfeiçoamento enquanto humanos e cristãos.

    Curtir

  2. Este Pe Fábio de Melo, ultimamente tem falado cada besteira na mídia, outro dia disse que CHICO XAVIER estava salvo, quem ele pensa que é? DEUS! Agora diz que não está no ofício pelo SANTO PAPA, e sim só por JESUS…Pe você calado é um bom Pastor

    Curtir

    • Caro Amigo BUCKBERGER LIMA CAVALCANTE

      Estas palavras não são de propriedade Exclusiva de Padre Fábio de Melo, ele apenas repete o que já está escrito nas sagradas escrituras, mas caso você esteja a seguir o Papa por ele ser Papa, lembre-se que o homem morre e neste caso apenas renunciará e não será mais Papa e teremos que seguir a outro homem, mas se seguimos Jesus que é o nosso verdadeiro Pastor, isto será apenas um detalhe e não abalará a nossa fé, caso contrário, se a Igreja seguisse o Homem e não o “Mumus” de Papa agora teríamos uma Igreja desesperada e totalmente abalada na fé, sendo assim erra aquele que segue o homem e não a Deus, pois o Papa também é um mero servo de Cristo assim como nós, só que sua responsabilidade perante Deus será muito maior do que a nossa, pois ele terá a incumbência de transmitir a vontade do verdadeiro Pastor das ovelhas sem intervir com sua própria vontade, para que nenhuma das ovelhas se percam.

      Papa confirmar esta verdade basta ler a Bíblia no Cap. 10 de São João.

      Paz de Cristo

      Sizenando

      Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: