Não existe estranhos, apenas amigos!


Cassie, de oito anos, com sua carinha de elfo e um largo sorriso, emana afeição.

Sua mãe suspira: “Ela é incapaz de perceber quem é estranho. Eu tento ensinar-lhe o que é uma pessoa estranha, mas o máximo que ela aprendeu é ir até alguém e perguntar:

‘Você é um estranho’? Aí ela diz: ‘Agora somos amigos’ ”.

Cassie tem uma rara desordem chamada síndrome de Williams: ela tem uma diferença de 25 genes no sétimo cromossomo, o que a predispõe ao desejo de se conectar.


A Vida é só Alegria

A Vida é só Alegria


Mas também a ter doença cardiovascular, desembaraço verbal, um leve retardamento mental – e extrema empatia.

Pessoas consideradas “diferentes” podem ensinar muito a nós, “normais”. Elas nos dão um tocante lampejo quanto ao nosso potencial humano para transcender os instintos competitivos.

Há alguns anos, durante as olimpíadas para as crianças excepcionais em Seatle, nos EUA, havia nove crianças para a prova de 100 metros rasos, todas consideradas excepcionais física ou mentalmente. Essas nove crianças se posicionaram na linha de partida e, ao som do disparo, largaram com o ímpeto de vencer a corrida. Porém, logo no início, um menino caiu e machucou o joelho. Ele então se sentou na pista e começou a chorar. Quando as demais crianças ouviram seu choro, elas reduziram sua velocidade.

Todas pararam, deram meia-volta, e voltaram até o menino. Uma menininha com síndrome de Down se curvou e o beijou, dizendo: “Isso vai melhorar seu joelho”.

O garoto então se levantou; ele e as demais crianças, de braços dados, caminharam e cruzaram juntos a linha de chegada, felizes da vida. Nesse momento, todos os presentes no estádio se levantaram e aplaudiram, assobiaram e ovacionaram as crianças por um longo tempo. E as pessoas que lá estavam até hoje contam essa história, porque elas sabem – como as crianças Williams sabem e, afinal, como todos nós sabemos – que existe mais na vida que ganhar sozinho.

logo_revista1Revista Época 487, 15 de setembro de 2007.

Susan Andrews – Pscologa


Compreender um ao outro e formar alianças é nosso maior desafio evolutivo

cc.jpg


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/

HISTÓRIA DAS AGUIAS


http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/frutos-do-espirito.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/dons-do-espirito.jpg?w=130&h=120

http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/06/pegadas-na-areia-1.jpg?w=130&h=120 http://mongefiel.files.wordpress.com/2008/05/eucaristia.jpg?w=130&h=120 https://presentepravoce.wordpress.com/2008/03/24/nicodemos-foi-se-encontrar-com-jesus-em-segredo/

Uma resposta

  1. AI NOSSA QUE TEXTO LINDO AMEI, E COMO QUE BOM A OREINTAÇAO, OBRIGADA.

    Resposta:

    Obrigado por seu comentário Susana.

    Paz e bem.

    Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: