Um Charles Darwin arrependido.


O ultimo desejo de Charles Darwin.


Relato sobre os últimos dias de vida de Charles Darwin, principal autor da Teoria da Evolução, transcrito do livro Evidências de Um Criador, de Abraão de Almeida, CPAD, 1986, págs. 71-74.

Certamente, sentindo o peso das conseqüências de suas opiniões, tanto no mundo científico como religioso, o professor Darwin, nos últimos anos de sua tumultuada existência (ele faleceu em 1882, com a idade de 73 anos), revelou-se pesaroso pelo que fizeram de seus escritos. Uma conhecida cristã de Northfield, de nome Lady Hope, que visitou Darwin nessa ocasião, relatou o seguinte:


Green Park - Outono em Londres - Inglaterra

Green Park – Outono em Londres – Inglaterra


“Num belo dia de outono, dos que raramente se experimentaram na Inglaterra, fui convidada a visitar o doutor Darwin, que durante os seus últimos anos passava os dias na cama. Quando entrei no seu quarto, um sorriso acolhedor iluminou o seu rosto, ao mesmo tempo que com uma das mãos indicava a paisagem que, através da janela aberta, se podia contemplar. Na outra mão segurava uma Bíblia aberta.

– ‘O que está lendo, senhor professor?’ – perguntei-lhe, enquanto assentava ao pé da cama.

– ‘A Epístola aos Hebreus’, respondeu o sábio. ‘Mais uma vez a Epístola aos Hebreus. Chamo-lhe um livro divino. Não é maravilhoso?’

“Em seguida indicou-me o que acabara de ler, e explicou-me. Aproveitei para fazer referência a respeito da criação e dos primeiros capítulos de Gênesis. Notei que ficou mal impressionado e várias vezes passou a mão sobre a cabeça, dizendo por fim:

– ‘Eu era ainda muito novo naquele tempo e tinha algumas idéias mal formadas, que participei a outros. Para minha grande surpresa, essas idéias pegaram e os homens fizeram delas uma espécie de religião‘.

“Darwin parou um pouco para pensar e depois continuou suavemente, proferindo palavras acerca da glória de Deus e das grandezas do livro que segurava entre as mãos. De repente, disse-me:

– ‘Tenho uma pequena casa no parque onde se podem alojar umas trinta pessoas. Gostaria que fizesse um culto ali. Sei que tem o costume de ler a Bíblia para o povo nas aldeias que visita ao redor. Amanhã à tardinha vou convocar os criados para um culto naquela casa, juntamente com alguns vizinhos, para que lhes fale!’

– ‘De que lhes falarei?’ – perguntei.

– ‘De Jesus Cristo’ – respondeu Darwin com voz firme – ‘e da sua salvação’ – continuou, baixando a voz. – ‘Não é o melhor assunto que se pode escolher?’ E ao mesmo tempo tem que cantar alguns hinos com eles’.

“Jamais poderei esquecer o brilho do seu rosto enquanto proferia estas palavras. E continuou:

– ‘Se quiser, poderemos ter o culto às 15 horas, e eu vou Ter a janela aberta para poder cantar convosco’.

“Como eu desejava Ter um retrato do velho sábio e da linda paisagem nesse dia memorável!”

Vários outros autores têm feito referência a essa significativa ocorrência na vida do ilustre professor Darwin. O escritor H. P. de Castro Lobo menciona o livro “Evolution or Creation”, do professor H. Enoch, que circula na Inglaterra desde 1968, onde são confirmados os fatos por mim já referidos.


Charles Darwin- 200 anos


Fonte : http://www.ebdweb.com.br/licoes/licao6_2001.htm


MILAGRE DE LANCIANO

13 Respostas

  1. Sinto lhes informar, mas isso é mentira.

    Curtir

    • É o que outros disseram, mas a audiência deste post é tão pequena, que só o encontra aqueles que são evolucionistas radicais, logo eu não teria nenhuma outra opinião para ser comparada e o que está escrito aqui pode até ser mentira, porém a mentira não é minha pois o texto é uma transcrição de um livro que foi publicado e o testemunho pessoal de uma pessoa que também já morreu a muito tempo, logo, se ele mentiu, não tem mais como desmentir e o texto fica como uma versão pessoal daquela pessoa em questão.

      Presentepravoce

      Curtir

    • Não há prova de seja verdade, mas também não há prova de que seja mentira…o mais provável é se calar e não criar boato onde vc não sabe a verdade…

      Fato: 2 filhos de Darwin, (que não estavam com ele durante todo o tempo em que ele esteve acamado), afirmaram que a escritora não esteve lá, mas pesquisas históricas posteriores, confirmaram que ela esteve quando os 2 não estavam com ele, estavam Darwin e sua esposa em casa apenas.

      Traduzindo, não podemos afirma com certeza de seja verdade, mas também mentira vc não tem prova para acusar.

      Curtir

  2. Não vejo meu último comentário aqui…

    Curtir

    • É porque ainda não foi respondido …

      Aguarde com paciência, já que seus comentários são enormes e fogem completamente do assunto aqui proposto.

      Sizenando.

      Curtir

  3. Sizenando.
    Acho que é bastante compreensível sua dúvida a respeito de minha teimosa de não-indiferença em relação ao seu post. Afinal, trata-se de uma opinião, de um relato, apenas. Não, não é apenas isso.

    Trata-se de um relato FALSO. Mas esse é um dos problemas.

    Eu vejo que parte da resposta está na chance de excluir o tópico. Porque não o CORRIGE? Aí está o problema, cara. Desonestidade intelectual. A figura de Charles Darwin tem sofrido todo tipo de abuso por parte dos crentes, que divulgam inescrupulosamente as maiores mentiras sobre seu passado e sobre suas afirmações. Sua teoria foi deturpada e criticada por coisas que não diz.

    Então, me entenda, não é uma pessoa qualquer e um depoimento qualquer. Sejamos honestos: definitivamente não lhe convém retratar-se, ante seus leitores, de um post que, baseado em mentira, fortalece a fé cristã e diminui a postura, digamos, não-crente. A coisa toda não é simétrica.

    Não se está falando de tempo no elevador: o assunto aqui é bastante grave! Estamos diante de uma deturpação da verdade! E deturpações da verdade são sempre danosas! Darwin está morto, mas merece nosso respeito. Ou não?

    Giuliano

    Curtir

  4. Que besteira.

    É necessário a este blog mentir a tal ponto, apenas para manter as convicções?

    Curtir

    • Caro Giuliano

      Nas suas convicções o que viaria a ser VERDADE ou MENTIRA?

      Se uma teoria que jamais foi comprovada é tida como VERDADE ABSOLUTA a tal ponto de justificar a não existência de um Deus que jamais foi descomprovado.

      Eu realmente não saberia o que lhe responder a respeito de seu comentário.

      A VERDADE não seria algo absolutamente certo mesmo que não haja comprovação ou entendimento independentemente da aceitação ou opção dos outros e sim cada um compraria a sua “verdade” escolhida em um supermercado de ideologias. sendo assim você não teria o direito de opinar a respeito da “verdade” que você não escolheu, mas que outra pessoa achou mais compatível consigo mesma e a abraçou de todo coração.

      Que Deus lhe abençoe.

      Paz de Cristo

      Sizenando / Presentepravoce

      Curtir

      • Sizenando, Sizenando….

        Não estamos falando das MINHAS convicções, pois não sou eu quem está mentindo. Admiro sua erística em inverter a questão, mas não sou gurizinho, Sizenando. Espero mais de você do que essa tática “Schoppenhaurística”.

        Vejamos… O que, no fim, você tem é apenas uma lenda urbana bobinha, uma historieta meio bíblica, típica de criacionistas desesperados para diminuir Darwin. Darwin colocou na frente dos crédulos em criação especial um edifício científico virtualmente inabalável, que atesta à Natureza total suficiência por desenvolver novas espécies. O que sobra para os criacionistas, ou melhor, no que ela se baseia a argumentação deste post? Fofoca: um SUPOSTO relato, sem comprovação, de uma única pessoa, que alega, muito estranhamente, estar sozinha com Darwin, enquanto este supostamente se “arrependia” de ter sido intelectualmente honesto sua vida inteira. Eu entendo você, pois provavelmente está desacostumado com a palavra “evidência”. Esta palavra costuma dar comichão em religiosos.

        Teu post IGNOROU que os filhos de Darwin negaram essa besteira toda. Não há uma menção sequer disso em teu post. Logo, ou você não quis pesquisar a respeito ou pesquisou e preferiu ignorar. Ou ignorância conveniente ou desonestidade conveniente. E aí está a mentira: mente, no mínimo, para si mesmo. De qualquer forma, se não admitir a partir de agora que está equivocado, estará sendo um desonesto intelectual.

        Ademais, vejamos. Quem momento bem propício à irracionalidade, o ato de morrer! Alguém que admite no leito de morte aceitar um credo é um elogio à Racionalidade dos não-religiosos, pois reforça que só se é religioso/devoto quando a racionalidade vai embora. Tchau, razão! oi, Deus!
        😉

        Sizenando, eu acho divertido que um criacionista coloque o título (claro, pejorativo) de “verdade absoluta” na teoria da evolução, como se isso fosse um sacrilégio insuportável de arrogância. Se assim fosse, chamada de “verdade absoluta”, eu concordaria: que arrogância! Como podem cometer tal frivolidade epistêmica! Bando de senhores-da-sapiência-em-seus-tronos-de-marfim. Alegar ao que seja o título de verdade absoluta é a mais pura arrogância! Concordo, sério! Mas senta que lá vem a história: Todas as últimas cerimônias religiosas de que participei tiveram um elemento bastante cativador, sabe… uma crescente certeza de grupo em torno de uma certa verdade absoluta… uns conjuntos de dogmas e tal… Não sei se você me entende… Aquela gente toda tinha certezas absolutas, Sizenando! Sério! Todos concordando entre si, formando centenas de reforços mútuos nos… reforços mútuos! Todos alavancando suas certezas usando como base… a certeza dos outros, que usam como base a certeza dos outros, que…. ops! Por exemplo, eles tinham certeza absoluta de que um deus da idade do bronze, criado ali nas bandas da mesopotâmia, sei lá, criou o mundo em sete dias, com direito a cobra-falante, homem-barro e mulher-costela. Vê se pode… Que gente arrogante essa!

        Eu contei um tempo recorde para você se esconder atrás do relativismo. Não bata em mim, é SÓ minha opinião! Ora Sizenando… Quer mumu? Não crie um blog se não quer ler críticas! Era só o que faltava… Daí até essa baboseira aparecer nas escolas é um passo. Felizmente, no Brasil, isso ainda está engatinhando. Nos EUA já foi cortado.

        Para quem quiser REALMENTE saber mais além de uma fofoca patética:

        http://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Darwin
        http://iac.wikkii.com/wiki/index.php?title=Darwin_se_arrependeu_em_seu_leito_de_morte
        http://biociencia.org/index.php?option=com_content&task=view&id=111&Itemid=81
        http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/o-ultimo-testemunho-de-darwin/

        Curtir

      • Olá Giuliano

        Caro Amigo

        Mediante sua nova resposta, percebo que és um homem sábio e bastante conhecedor de diversos assuntos, quem dera eu ter um décimo de seu conhecimento, mas sabe que tudo isso é uma escolha que cada um de nós faz, há aqueles que querem saber de tudo e aqueles que preferem ignorar tudo, eu prefiro saber um pouco de cada coisa, pois o excesso de sabedoria humana sempre foi inimigo da fé se bem que nosso Cientista Louis Pasteur dizia, “Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima!”

        O que resta saber apenas é o seguinte, será que nosso coração e nossa mente estão abertos para reconhecer a “VERDADE” quando ela é vista ou será que só aceitamos aquilo que nossa razão já está predisposta a aceitar e é capaz de compreender.

        Jesus disse certa fez à um grande Mestre em Israel, “Se eu vos falo de coisas terrenas você não acredita em mim, imagine se eu vos falar das coisas celestiais” e é por isso que eu vos digo, necessário vos é nascer de novo…

        Eu apenas lhe faço uma perguntinha e espero que me respondas com sinceridade.

        Eu acabei de comprar um computador de ultima geração com 10 giga-hertz de velocidade de processamento, 500 gigabites de memória com quatro processadores e etc. e tal.

        No entanto, o seu disco rígido está tão limpo como quando foi fabricado, eu ligo o computador e nada acontece, não aparece nenhum programa e ele apesar de toda sua capacidade e potência não executa merda nenhuma.

        Pergunta:

        Por quantos bilhões de anos eu devo esperar que estes programas apareçam em meu CPU, se multipliquem e se evoluam sendo que o meio para que eles funcionem está em pleno equilíbrio de funcionamento?

        Se você for honesto consigo mesmo, se entender o mínimo sobre o funcionamento de um computador, hardware e software irá responder:

        NUNCA. Jamais, Isto porque a nossa limitada mente humana sabe que um programa jamais irá aparecer e se formar por si mesmo, isto porque depende da inteligência de uma agente externo.

        Mas, vamos analisar esta mesma verdade de dentro da máquina, supondo que fosse uma máquina com um programa novo chamado “INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL”, esta maquina limitada em seu meio onde subsiste iria rejeitar a ideia de um criador externo ao seu meio, isto porque só podemos analisar. julgar, pesar, medir, esmiuçar aquelas coisas que cabem em nossas dimensões de existência, como poderemos analisar coisas que estão fora de nossa compreensão humana? Pois se estão fora dos limites de nossa compreensão não há como compreender, neste caso basta nos aceitar pela fé ou simplesmente não aceitar e combater como você faz.

        Mas eu não discutirei este assunto com você, isto porque sei que jamais irei lhe convencer da verdade ou dar lhe um pouquinho de fé e sem fé é impossível conhecer a Deus ou simplesmente deixar que Ele te Ame.

        A Minha crença em Deus e a minha fé não dependem de um amontoado de gente que se reúnem em conclave para decidir o caminho alheio, a fé é muito mais do que isto, mas ela me mostra que eu posso e devo confiar naqueles que trilharam este caminho antes de mim, pois a Igreja apesar de ser uma organização que depende de um Deus invisível, este Deus jamais tramou contra o nosso bem estar e sim tudo que está escrito como lei ou como preceito é para a manutenção do bem comum, já o seu grande amigo Richard Dawkins prega o egoísmo e o desperdício da vida sem se preocupar com o respeito ao próximo que é o que o mundo materialista prega e ensina tornando tudo descartável, até mesmo as pessoas mais amigas como ensina o Big Brother Brasil, um mundo assim não terá futuro e não era bem isso que Charles Darwin pretendia com seus estudos, mas é como se diz. Alguns homens inescrupulosos usam as premissas de Darwim para combater o Criacionismo sendo que suas premissas jamais contestam o criacionismo, pois ele jamais explicou quem é o autor da evolução ou das mutações, porque certamente elas nunca aconteceram por acaso e sim foram apenas um “upgrade” executado na hora certa ao longo da evolução, isto tanto é verdade que o próprio homem já brinca de Deus manipulando o código genético como lhe apraz, a única diferença é que “DEUS SABE O QUE FEZ E FAZ” com ou sem a costela de Adão “ABC… do iniciante na Fé”, mas o homem com uma célula humana pode criar um monstro que o destruirá, pois não sabe o que “FAZ” e sim aprende com seus erros e acertos, mas quem erra uma vez nem sempre sobrevive para acertar depois.

        Ok. Vou ficando por aqui e sou da opinião de que a Ciência e a Fé podem conviver e caminhar lado a lado sem se destruírem e o mundo só terá o que lucrar com isso, pois retira de sena os mentirosos, ladrões e inescrupulosos manipuladores das multidões.

        Deus te abençoe meu amigo, e sei que isto aquele que descansa em paz no túmulo não poderá jamais lhe conceder.

        Sizenando / Presentepravoce

        Curtir

      • Olá, Sizenando.

        Apreciei o direcionamento de sua resposta e as ideias mais claras. A responderei amanhã porque hoje nem deus me dá mais vigor, depois do dia que tive.

        Mas enquanto eu escrevo minha resposta (pode levar um dia ou dois, pois eu tento ser muito auto-crítico – se consigo é outra coisa, ehehe), me diga uma coisa: e essa fofoca? Que tal admitir que isso é uma besteira e publicar aí no post, em vermelho bem grande? Daí não vai parecer que você está mentindo tampouco ignorando certos fatos bem documentados….

        Combinado?

        Minha resposta vem em um dia ou dois…. Tem muito o que falar.

        Abraço – Giuliano

        Curtir

      • Caro amigo Giuliano

        Você pode observar que meu Post inicia-se com:

        Relato sobre os últimos dias de vida de Charles Darwin, principal autor da Teoria da Evolução, transcrito do livro Evidências de Um Criador, de Abraão de Almeida, CPAD, 1986, págs. 71-74.

        Logo você não pode me acusar de mentir, pode até dizer que
        Lady Hope

        mentiu e que foi desmascarada, mas para mim nada mais passa de opiniões diversas e que é sempre bom que as duas faces da moeda estejam a mostra e quem quiser tirar duvidas, que leia os textos que você deixou aqui, não faço nenhuma oposição a isto.

        Acho que o meu texto com as referências e fontes em anexo está ótimo, nem mesmo estou expressando a minha opinião particular.

        Obrigado.

        Sizenando

        Curtir

      • Sizenando, Sizenando…

        Quando você diz “Relato sobre os últimos dias de vida de Charles Darwin, principal autor da Teoria da Evolução, transcrito “, está dando aval e esta versão dos fatos. E esta versão dos fatos foi mostrada ser mentirosa. Logo, você está sendo muito leviano, escondendo-se atrás desse relativismo conveniente da “mera opinião”.

        Deste sonho de isolar-se da responsabilidade de publicar uma besteira você não acordou ainda?

        No mínimo, posso jogar tudo o que você diz em seu blog inteiro como “mera opinião” e lhe tirar, em alguns poucos segundos toda a credibilidade, todo o trabalho, toda uma vida. Posso tornar suas afirmações. Na verdade, é você quem está fazendo isso, enquanto se defende atrás de relativismo na primeira oportunidade que aparece. Não é “mera opinião”, é irresponsabilidade! Você NÃO está preocupado em informar, mas apenas na manutenção a qualquer-custo (propagando mentiras e as mantendo) de uma fé cega.

        Ou ainda, sua opinião sobre tudo ser “mera opinião” também seria uma mera opinião e portanto, sua responsabilidade volta a aparecer! Como eu disse, não sou um gurizinho.

        O interessante é que a própria ICAR já admitiu ser a evolução um fato e a teoria da evolução tremendamente consistente com as evidências. Você não está sendo um bom católico, na medida que despreza a infalibilidade papal!

        Giuliano

        Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: