Em Honra de Dom Marcel-François Lefebvre.

“Será bom começarmos a rezar a D. Marcel Lefebvre… eu já pensei nisso várias vezes. O que pensa disso ?”

Texto retirado do comentário de um Blog Ultra-Tradicionalista em Honra e Defesa a Dom Marcel Lefbvre.

O Curriculum Vitae divulgado estava Incompleto, omitindo duas datas (*) importantíssimas em sua História de Grande e fervoroso Católico Apostólico Romano, as guais eu faço questão de completá-las aqui, aliás, um dos poucos que recebeu merecidamente um motu proprio “Ecclesia Dei”, a excomunhão latae sententiae.

———< Texto Copiado

OREMUS PRO OMNIBUS FIDELIS DEFUNCTIS

Pax ánimam ejus, Dómine

Felizes os mortos que doravante morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os seguem“. (Ap 14,13)

Dom Marcel-François Lefebvre, bispo emérito de Tulle, França

Nascido aos 29 de novembro de 1905

Ordenado sacerdote aos 21 de setembro de 1929

Ingresso na Congregação do Espírito Santo em 1931

Indicado por S. S. o Papa Pio XII como Delegado Apostólico de toda a África francófona em 12 de junho de 1947

Ordenado bispo em 18 de setembro de 1947 pelo arcebispo de Lille, Cardeal Liènart (o mesmo Liènart defensor do colegiado)

Indicado por S. S. o Papa Pio XII como Bispo de Tulle, França

Superior Geral da Congregação do Espírito Santo em 1962

Fundador da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, reconhecida canonicamente em 10 de novembro de 1971

(*) 30/6/1988

Em Ecône. Lefebvre ordena efectivamente

quatro bispos dentre os padres da Fraternidade.

(*) 2 de julho de 1988

O Santo Papa João Paulo II também confirmou

A excomunhão de Lefebvre por cisma.

Morto em 25 de março de 1991, festa da Anunciação

+ Ut omnibus fidelibus defunctis, requiem æternam donare digneris, te rogamus, audi nos.

+ Que nos digneis conceder o eterno descanso a todos os fiéis defuntos, nós vos rogamos: ouvi-nos.

Comentários de um seguidor de Lefebvre

no blog acima…

Salve Maria

Será bom começarmos a rezar a D. Marcel Lefevre… eu já pensei nisso várias vezes. O que pensa disso ?

In corde Jesu, Semper.

“EU PENSO O SEGUINTE MEU AMIGO”

“””…Um Breve comentário meu, sobre o comentário que encontrei no outro Blog, nem vou identificá-lo, porque creio ser um erro de digitação do nosso amigo, caso não seja e realmente tenha sido a sua intenção de escrever o que está escrito acima, fica valendo então o comentário a seguir:

Em um comentário meu num certo Blog tradicionalista, no qual me referia sobre a beatificação de João Paulo II, você nem imagina a bronca que levei por ter citado subjetivamente o nome de nosso amado e falecido Papa João Paulo II como um quase declarado Santo.    Claro que percebi que nossos amigos radicais preferem eleger Lefebvre um “Santo” de que sequer admitir que João paulo II ou Bento XVI seriam um bom homem.

Percebe-se no texto acima que nosso colega disse claramente que “deveriam começar a rerzar A …” “A” ? ou “Por” ? – creio que este texto dá a entender que o Homem já é considerado um “Santo” sem nem ao menos ter sido beatificado por Roma, e pelo que eu saiba não consta que tenha feito algum Milagre, já João Paulo II existem milhares de cartas testemunhando milagres realizados graças à interceção Dele, casos comprovados cientificamente já são o suficiente para torná-lo Santo hoje mesmo.    Pena que o Papa Bento XVI declarou que hoje a regra deverá ser de no minimo 5 anos, mesmo que seja o maior Santo do Mundo ou que Ele mesmo concorde com tal santificação. “espero que nossos colegas corrijam o erro de digitação enquanto é tempo, antes que outros copiem e comecem a executar o que está escrito, e depois dirão que estou perseguindo-os sem motivo.”…”””

MAS O MELHOR MESMO A FAZER, É SEMPRE SEGUIR

O EXEMPLO DE NOSSO BOM SANTO PADRE.

>——–>final do texto

Encontrei este outro texto transcrito abaixo

neste blog > Linck Abaixo

Marcel Lefebvre e Padre Pio.

pdre_pio_dom_lefebvre

Caríssimos leitores, estou iniciando neste “negócio” de blog, com um artigo interessante da FSSPX-EUA sobre dois grandes santos, um canonizado por ser santo e o outro “excomungado” por ser também santo.
É claro, que na visão conciliar, este último foi desobediente, e tinha mais que “sofrer as demoras de Deus’ (não lembro qual a passagem bíblica, só de memória) que foram, na verdade, as demoras de Roma.
O artigo trata de um livro que fora publicado na Itália e logo em seguida, nos EUA.
A respeito do livro, é uma mentira cabeluda sobre uma profecia e uma advertência atribuída a Padre Pio ao então Arcebispo de Dacar da época, Marcel Lefebvre. > texto copiado

A foto acima mostra um encontro entre o Santo Padre Pio e o então Arcebisbo Marcel Lefebvre, que na epoca ainda não tinha iniciado sua saga contra Roma.  Pedia-lhe uma benção, antes de efetuar a reunião que acabou gerando o famoso Cisma.   Este texto tem a finalidade de desmentir uma das versões desta conversa que vemos “na Foto” não foi assim tão particular e  houve várias testemunhas.    Não vou trancrever as acusações e nem a defesa a Dom Lefebvre, só gostaria de salientar que os atuais seguidores da FSSPX já o consideram Santo, titulo esse que o Vaticano, pelo menos por enquanto, nem sonha em realizar, por se tratar de um Homem que morreu na desobediência e excomungado pela Igreja.

Os males causados pelo Cisma criado por Dom Lefebvre na França são tão paupáveis quanto visíveis, tanto é que os proprios ex. seguidores de Lefebvre, hoje já reconhecem que a Igreja na França está Letárgica e não consegue crescer e nem atingir o coração dos filhos de Deus. Se Lefebvre estivesse correto, a França hoje deveria ser um verdadeiro Celeiro para o Mundo, já que, Tradição e homens Santos nunca faltou em seu Curriculum.

Mas o que acontece hoje é o contrário, nós “aqui do novo mundo”, que recebemos a evangelização européia já depois da existência do Cisma de Lutero, crescemos e nos desenvolvemos na Graça do Senhor Jesus, e mesmo sem tradição e Santos reconhecidos pela Igreja de Roma, nossa fé cresceu e mesmo convivendo lado a lado com os evangélicos já não perdemos mais espaço e é visível o crescimento na frequencia dos católicos na Igreja, deixando de ser apenas um número estatístico, passando a ser um católico de verdade.

Já o concílio Vaticano II, que é acusado de causar o desastre da teologia da Libertação na América Latina e outras coisas semelhantes, deu abertura também ao nascimento de diversos movimentos, que hoje são a vida da Igreja, e estão presentes em tudo na Igreja, a ponto de podermos dizer que ambos formam um casamento perfeito e serão inseparáveis para sempre.

Os Conselhos e ensinamentos deste pretendente a possível candidato a ser um presuposto Santo, jamais fizeram falta ao nosso continente, isto tanto se faz verdade, quanto se pode contar a quantidade de pessoas que frequentam assiduamente as missas no Brasil, em Igrejinhas precárias e mal construídas, enquanto que, catedrais imensas, lindas e maravilhosas estão vazias na Europa moderna e principalmente em França.   Quanto a este ponto, Jesus já havia censurado seus seguidores quando começaram a elogiar as riquezas e beleza do templo em Jerusalém.    Jesus não quer templos maravilhosos, pois Ele prefere o coração Humano que é o local de sua moradia como nos afirma São Paulo “Não Sabeis que Vosso Coração é o templo onde habita o Espírito Santo?”.

O texto do conselho de São Pe. Pio a Dom Marcel Lefebvre, que dizem ser mentira, seria o melhor caminho a ser seguido, mas se não foi, logo realmente foi apenas ficção de uma testemunha da história que não aconteceu por desobediência ao próprio Jesus e não apenas ao Papa.

Vou Trancrevê-lo Abaixo como esta no blog “defensor”, por não se tratar de uma novidade, mas um texto que foi publicado na época em que o problema se agravou logo após o Concílio Vatica II.

“MENTIRA ou VERDADE ?

“Disponível nos estados unidos está um livro intitulado Padre Pio Gleanings por Pascal Catanco, que foi traduzido para o inglês. Em uma das páginas 58 e 59 lê a seguinte passagem:Entre as muitas, muitas pessoas que vinham ver Padre Pio era o Arcebispo Lefebvre que, aderindo-se mais tarde teimosamente à tradição católica, como a chamou, questionou a autoridade do Vaticano II e foi removido do Ofício pelo Papa Paulo VI.   O arcebispo teve uma reunião com Padre Pio na presença do Professor Bruno Rabajotti. Esta testemunha relatou que em um momento particular Padre Pio observou Lefebvre muito severamente e disse-lhe:“Nunca cause discórdia entre seus irmãos e pratique sempre a regra da obediência; sobretudo quando lhe parecer que os erros daqueles na autoridade são mais sérios. Não há outro caminho do que aquela da obediência, especialmente PARA AQUELES NOSSOS QUE FIZERAM ESTE VOTO”.

Padre Pio poderia dar este conselho porque tinha tido que obedecer algumas ordens ao invés de se questionar. Sua atitude era pôr nas mãos de Deus porque encontraria uma maneira para a verdade triunfar. Parece que o Arcebispo Lefebvre não viu as coisas com tranqüilidade da mesma maneira e já respondendo a Padre Pio com: ‘Eu me lembrarei disso, Padre.’ Padre Pio olhou-o intensamente e, vendo o que aconteceria logo, disse: ‘ Não.! Você esquecerá! Você romperá a comunidade dos fiéis, opondo a vontade de seus superiores e mesmo de encontro às ordens do próprio papa e isto acontecerá logo em breve. Você esquecerá da promessa que fez aqui hoje, e a igreja inteira será ferida por você. Não se assente acima como um juiz. Não faça exame dos poderes que não lhe pertencem e não se considere como a voz do Povo de Deus, enquanto Deus já lhes fala. Não semeie a discórdia e a desavença. Entretanto, eu sei que isto é o que você fará!”

Infelizmente, a verdade da profecia de Padre Pio é óbvia a todos.

“MENTIRA ou VERDADE ?

NA DÚVIDA ESCOLHA O CAMINHO MAIS SEGURO DA IGREJA, E NÃO TENHA MEDO DE PARTICIPAR DE UM BOM MOVIMENTO ACEITO E APROVADO  POR ROMA, MESMO QUE OS SEGUIDORES DO ULTRA-CONSERVADOR EXCOMUNGADO LHE DIGA QUE É UMA INFILTRAÇÃO PROTESTANTE.

COMO PODE SER INFILTRAÇÃO ALGO QUE OBSERVA UMA PROFECIA E UMA ORDEM DIRETA DE DEUS PAI  ?

“TENHO PORÉM CONTRA VÓS QUE ARREFECESTE O TEU PRIMEIRO AMOR, VOLTA, POIS, Á PRÁTICA DAS PRIMEIRAS OBRAS, SE NÃO VIREI A TI E MOVEREI O TEU CANDELABRO…”

Comentário e um breve histórico sobre Lefebvre.

Texto na verdade copiado da Wilkpédia.

Uma História sem puxar sardinha para a brasa de ninguem.

http://www.glosk.com/SZ/Fribourg/-3514130/pages/Marcel_Lefebvre/1769_pt.htm

Marcel Lefebvre (1905-1991) foi um arcebispo católico francês que se notabilizou pela resistência às reformas da Igreja Católica instauradas pelo Concílio Vaticano II. É a personalidade mais notável do Catolicismo Tradicional e grande iniciador e promotor do movimento tradicionalista católico. É sobretudo conhecido pela fundação da Fraternidade Sacerdotal de S. Pio X, que se dedica à formação de padres e ao apostolado na forma tradicional.

Índice

  • 1 Primeiros passos de Marcel Lefebvre

  • 2 D. Lefebvre no Concílio Vaticano II

  • 3 A fundação da Fraternidade Sacerdotal de S. Pio X

  • 4 Lefebvre e a FSSPX de 1970 a 1988

  • 5 A tentativa de acordo entre Roma e a FSSPX

  • 6 As ordenações episcopais de 1988 e a reacção de Roma

  • 7 A morte de Marcel Lefebvre


  • Primeiros passos de Marcel Lefebvre

    Marcel Lefebvre nasceu em 1905 em Tourcoing, na França, filho de pais devotos. Dos sete filhos, dois abraçaram o sacerdócio e três vieram a ser religiosas. Marcel entrou no seminário e concluiu os seus estudos teológicos no Seminário Francês, em Roma.

    Ordenado presbítero em 1929, entrou na congregação dos Padres do Espírito Santo, que se dedicava à vida missionária. Com efeito, em 1932 partiu em missão para África, mais concretamente para o Gabão. Após dois anos em França, foi desta vez para Dakar, em 1947. Nesse ano, havia sido consagrado bispo, na sua terra natal, pelo cardeal Liénart.

    Devido ao seu grande zelo apostólico, foi nomeado Vigário Apostólico e mais tarde arcebispo de Dakar, onde prosseguiu uma intensa obra evangelizadora até 1962. Nessa altura, opôs-se à constituição, em África, duma hierarquia episcopal indígena, que tornaria a Igreja africana autónoma da missionação europeia. Por causa das suas posições, o presidente do Senegal, Senghor, solicitou a Roma que o retirasse, no que foi atendido.

    Regressado a França, foi nomeado bispo da pequena diocese francesa de Tulle, no centro de França. Contudo, permaneceu lá apenas 6 meses, pois em Julho de 1962 foi eleito Superior Geral dos Padres do Espírito Santo.

    • 2 D. Lefebvre no Concílio Vaticano II

    Em 1962, começava o Concílio Vaticano II. D. Lefebvre fora chamado pelo Papa a integrar a comissão preparatória. Começado o Concílio, após um entusiasmo inicial, começou então a notar a tendência assumida pelos padres conciliares. Afligiam-no sobretudo alguns problemas, nomeadamente a liberdade religiosa e o ecumenismo, assim como a colegialidade dos Bispos (que lhe parecia diminuir o papel do Papa). Tudo isto pareceu a Lefebvre uma guinada da Igreja em direcção ao modernismo e ao liberalismo, condenados por Papas anteriores. Convencido de que o Concílio conduzira a Igreja para o erro, Lefebvre não escondeu as suas opiniões, manifestando-se contra o que considerava a “protestantização da Igreja”, antes e depois do Concílio.

    Nos anos seguintes, em repetidos artigos e homilias, falou contra as novidades trazidas pelo Concílio, que na sua opinião punham em causa a tradição da Igreja, e que eram, para ele, a infiltração do espírito modernista na Igreja.

    • 3 A fundação da Fraternidade Sacerdotal de S. Pio X

    Em 1970, D. Lefebvre decide fundar uma casa destinada à formação de sacerdotes no espírito pré-conciliar. Com autorização do bispo de Friburgo, na Suiça, nasce o seminário de Ecône e a Fraternidade Sacerdotal de S. Pio X (FSSPX), erecta canonicamente a 1/11/1970 pelo bispo de

    4 Lefebvre e a FSSPX de 1970 a 1988

    As ideias transmitidas em Ecône, profundamente adversas ao Concílio Vaticano II, motivaram o envio, por parte de Roma, de visitadores apostólicos ao seminário da FSSPX. Visitas e encontros, porém, de nada valeram, pois Lefebvre continuava a recusar energicamente o Concílio e as suas reformas, e sobretudo a Missa renovada por Paulo VI, que lhe parecia protestante, por, na sua opinião, ter feito desaparecer a ideia do sacrifício.

    Por tudo isto, o Papa proibiu a Lefebvre que ordenasse sacerdotes, ordem a que ele desobedeceu, convicto de que só assim prestava um serviço à verdadeira Igreja Católica, diferente da Igreja conciliar, modernista e liberal.

    Face a isto, Lefebvre foi suspenso “a divinis”, o que significava a proibição de celebrar a liturgia.

    Nos anos seguintes, Ecône continuou a formar sacerdotes, ordenados por Lefebvre contra as ordens de Roma, todos formados num espírito pré-conciliar adverso ao Vaticano II. D. Lefebvre, assim como os seus seguidores, continuaram a divulgar as suas ideias, o que agudizou o conflito e causou perturbação na Igreja.

    Em 1984, é dada autorização para celebrar a Missa Tridentina, sob condições rigorosas, uma das quais era a aceitação da legitimidade do Missal de Paulo VI, o que a FSSPX não queria aceitar de forma alguma.

    • 5 A tentativa de acordo entre Roma e a FSSPX

    Perante um conflito que cada vez mais se agudizava, Roma pretende um acordo que regularize a situação da FSSPX. Após várias conversações, é firmado um acordo, em 5/5/1988, assinado por Lefebvre e pelo Card. Joseph Ratzinger.

    Este acordo previa a regularização canónica da FSSPX, pela sua transformação em Sociedade de Vida Apostólica, e ainda a possibilidade de ordenação dum bispo entre os padres da Fraternidade.

    Inicialmente assinado, porém, o acordo foi no dia seguinte denunciado por D. Lefebvre, pois percebeu que Roma não estava disposta a permitir que ele procedesse a ordenações episcopais na data por si pretendida: o seguinte dia 30 de Junho.

    • 6 As ordenações episcopais de 1988 e a reação de Roma

    Há já bastante tempo que Lefebvre e toda a FSSPX sentiam a necessidade de novos bispos. À data da assinatura do acordo, Lefebvre contava já 82 anos, e os seus seguidores facilmente intuíam as dificuldades que a FSSPX passaria caso deixasse de ter um bispo nas suas fileiras. Por esse motivo, e face às reticências de Roma em permitir as ordenações episcopais, Lefebvre decide ordenar novos bispos para a Fraternidade, e anuncia a realização da cerimónia para 30/6/1988, em Ecône. O Papa João Paulo II pede-lhe expressamente que não  ofaça mas, indiferente a tudo, Lefebvre ordena efetivamente quatro bispos dentre os padres da Fraternidade.

    Foram eles o suíço Bernard Fellay (atual superior da FSSPX), o francês Bernard Tissier de Mallerais, o espanhol Alfonso de Galarreta e o inglês Richard Williamson. Tal ato acarreta, canonicamente, a excomunhão latae sententiae, por constituir um ato em si mesmo cismático.

    Face a uma ação desta gravidade, João Paulo II publica, dois dias depois, o famoso motu proprioEcclesia Dei”, que manifesta a grande aflição da Igreja católica por causa das ordenações episcopais ilegítimas, declara a excomunhão de Lefebvre e dos bispos por ele ordenados e convida os seus seguidores a afastarem-se da Fraternidade.

    lapide-lefebvre

    7 A morte de Marcel Lefebvre

    Com o futuro da Fraternidade assegurado pela constituição de sucessores, D. Marcel Lefebvre morre, aos 85 anos, em Ecône, a 25 de Março de 1991. No seminário que fundou repousam hoje os seus restos mortais, objecto de veneração para os seus seguidores.

    Este artigo foi baseado originalmente num outro da Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Marcel_Lefebvre .
    O conteúdo desta página está sob a GNU Free Documentation License 1.2.

29 Respostas

  1. diferenciar católicos entre tradicionalistas,tridentinos, carismáticos,não é uma atitude sensata,pois catolicismo só existe um não dois.por sinal,toda pessoa que segue a verdadeira tradição da igreja, assisti a missa tridentina.já os carismáticos,são outro grupo,que por conveniência estão sendo mantidos,mais por um breve tempo,pois não tardara a igreja em suplantar esse movimento.

    Curtir

  2. os membros da rcc devem ser mortos sem piedade. caça as bruxas já.

    Resposta:

    Vejam só, o nome “Fake” novamente…

    Quem é você para declarar guerra à RCC em nome de Deus?

    Veja que a ordem de Jesus seria, “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” e neste caso um auténtico Cristão não mataria seu irmão, antes morreria por ele numa Cruz.

    Se você quer matar o seu proximo, logo se vê que você não é Cristão e se não é Cristão também não é Católico.

    Onde já se viu convocar outros a matar seus proprios irmãos, Não foi Jesus quem nos mandou amar até mesmo o nosso maior inimigo? e até mesmo se recebecemos uma bofetada que deveríamos oferecer a outra face ?

    O Inimigo é omicida desde o princípio neste caso aqueles que provocam a morte de outras pessoas seja lá por qualquer motivo, este alguém estará servindo ao inimigo de Deus e não a Deus.

    Que sejas feliz em seu caminho, tome cuidado com as trevas, porque lá não existe luz e bem se vê que você já não tem nem um pingo de discernimento, porque induz outras pessoas a cometerem os mesmos delitos que você.

    Que Deus tenha misericórdia de sua alma.

    presentepravoce

    Curtir

  3. Caro “presentepravoce”, digo que esta é minha ultima postagem, pois quem não quer sair do escuro, que continue lá! Agradeço ao senhor Kleber e a todos os outros que defendem a santa e sagrada tradição. Quero defender minha “tese” do rebolado. Digo que rebolam durante as santas missas porque fiz parte (infelizmente) deste grupo. Pois que em vista disso tenho certo ponto de vista interno e não como você, uma visão de outros. Quero que fique claro também, que o senhor Fedeli não tem ligação com a FSSPX. E eu não tenho ligação com o “Instituto cultural Monfort” visto que até vou de encontro com as idéias do mesmo grupo.

    Quero lembra-lhe que (em respeito a Davi) no começo da história cristã Deus falava com o povo, pelos profetas e este mesmo rei recebeu advertência por este fato nada agradável. Sim estas suas palavras “Por outro lado, a Bíblia diz que devemos levantar as mãos e louvar a Deus de todo Coração…” isto não existe na sagrada escritura, ou você é um novo escritor sagrado? Pois se sua resposta for não, então não tenho, mas nada a falar. Pergunta do CATECISMO CRISTÃO, que infelizmente vocês da r.c.”c”. Onde Deus está? Está em todo lugar (c.f.). Como podes, pois dizer que Deus estava só na arca? Ou ele é Deus agora e não era Deus antes? Sim quase esqueci que história é esta de trigo e vento? Para mim pura e simples invenção. Sim outra pergunta como sentir a presença de Deus no rosto? Se fosse ao coração que ele toca (poderia) acreditar, mas no rosto! É um pouco estranho! Bom termina como já finalizei outras vezes, continuo rezando pelo senhor. Veja bem o que acontece ao seu redor, às heresias que contam e que muitas vezes você engole sem mais nem menos. Ademais que Deus o abençoe.
    Ellielton leite da Silva. Salve Maria Imaculada.

    Curtir

    • Caro “presentepravoce”, digo que esta é minha ultima postagem,

      Sei que não será, e estarei esperando por seus comentários, acho que ainda temos muito a compartilhar …

      pois quem não quer sair do escuro, que continue lá!

      Resta saber apenas quem é que está verdadeiramente no escuro, porque eu tenho certeza que caminho na luz de CRISTO, creio nisto porque antes de conhecer Jesus atravez da RCC, aí sim eu estava nas trevas, e sei que muitas pessoas que se julgam Santas dentro da Igreja também estão nas trevas, veja o exemplo de Nicodemos que era um Mestre em Israel….

      Agradeço ao senhor Kleber e a todos os outros que defendem a santa e sagrada tradição.

      Defender a TRADIÇÃO é muito bom, mas eu acho muito melhor defender a verdade que Jesus mesmo disse, que quem deveria nos ensinar e guiar a Igreja é o Espírito Santo de Deus e não a TRADIÇÃO HUMANA, temos como exemplo os Judeus que mataram Jesus porque preferiram suas “TRADIÇÕES HUMANAS E NÃO DIVINAS” e até hoje não se converteram ao Cristianismo e ainda acham que não mataram o FILHO DE DEUS.

      Quero defender minha “tese” do rebolado. Digo que rebolam durante as santas missas porque fiz parte (infelizmente) deste grupo. Pois que em vista disso tenho certo ponto de vista interno e não como você, uma visão de outros.

      Caro amigo, em nossa Diocese ninguém rebola na Santa Missa Nova, creio que o problema era mesmo com você e seu grupo, mas não é uma regra geral, pelo menos eu nunca vi tal fenômeno em nenhuma Missa que participei.

      Quero que fique claro também, que o senhor Fedeli não tem ligação com a FSSPX. E eu não tenho ligação com o “Instituto cultural Monfort” visto que até vou de encontro com as idéias do mesmo grupo.

      MUITO BOM PRÁ VOCÊ NÃO SER UM SEGUIDOR DE ORLANDO FEDELI, pelo menos a FSSPX já está quase aceitando o Concílio Vaticano II e acabando de vez com o Cisma de Dom Marcel Lefebvre…

      Quero lembra-lhe que (em respeito a Davi) no começo da história cristã Deus falava com o povo, pelos profetas e este mesmo rei recebeu advertência por este fato nada agradável.

      Davi foi advertido por ter roubado a mulher de um soldado que ele mandou colocar na linha de frete na batalha, para que ele morresse e a sua mulher sobraria para ele e seu pecado iria ficar oculto e desconhecido e não porque ele dançou, cantou ou bateu palma na presença de Deus, acho que por este motivo ele foi sim muito elogiado e querido por Deus.

      +

      Ps. Deus Poderia ter poupado Urias e mesmo que ele estivesse na linha de frente poderia ter voltado são e salvo, mas Deus preferiu deixar que a vontade de Davi fosse mesmo executada.

      +
      Sim estas suas palavras “Por outro lado, a Bíblia diz que devemos levantar as mãos e louvar a Deus de todo Coração…” isto não existe na sagrada escritura, ou você é um novo escritor sagrado?
      +

      (Eclesiástico 48,22)
      Invocaram o Senhor misericordioso, levantando para o céu as suas mãos estendidas. E o Santo, o Senhor Deus, ouviu logo a sua voz:

      .

      (I Timóteo 2,8)
      Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando as mãos puras, superando todo ódio e ressentimento.

      +

      As palavras são um pouco diferentes, mas acabam dizendo a mesma coisa, leia:
      +
      (Efésios 5, 18 a 20)

      18. Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito.
      19. Recitai entre vós salmos, hinos e cânticos espirituais. Cantai e celebrai de todo o coração os louvores do Senhor.
      20. Rendei graças, sem cessar e por todas as coisas, a Deus Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

      +
      Pois se sua resposta for não, então não tenho, mas nada a falar.
      +

      É claro que minha resposta só pode ser “NÃO”, ou você acha que sou um escritor Sagrado ?, mas pelo contrário, alguns dos textos que nos permitem levantar as mão estão aí para que você confira até com os Links na Bíblia ON Line.

      +
      Pergunta do CATECISMO CRISTÃO, que infelizmente vocês da r.c.”c”. Onde Deus está? Está em todo lugar (c.f.). Como podes, pois dizer que Deus estava só na arca? Ou ele é Deus agora e não era Deus antes?
      +

      Quem diz que Deus está só na arca da Aliança são os Judeus em sua lei, afinal eram obrigados todo ano a ir em Jerusalém, só porque Deus estava somente lá no “SANTO DOS SANTOS”, LEMBRA DA DÚVIDA da Samaritana ?, Onde devemos adorar, “Os Judeus dizem que é em Jerusalém …” porque eles diziam que Deus estava somente lá.

      +

      Quem disse que Deus não está em toda parte foi o Sr. Orlando Fedeli para justificar que desta forma Deus não poderia estar presente dentro do coração do Homem e muito menos menos dentro do coração de um “CARISMÁTICO”, Só que ele se esqueceu que esta afirmação é uma heresia, já que excluindo os Carismáticos ele exclui também a si mesmo, já que se Deus não habita em mim, porque habitaria nele ?, seria ele por acaso um ser privilegiado em relação aos demais ? Logo este erro não é Carismático e sim dos “TRADICIONALISTAS” que acreditam nesta afirmação de Fedeli e que você mesmo acabou de citar o Catecismo que contesta e comprova a heresia de Fedeli.

      +
      Sim quase esqueci que história é esta de trigo e vento ?
      Para mim pura e simples invenção.
      Sim outra pergunta como sentir a presença de Deus no rosto?
      Se fosse ao coração que ele toca (poderia) acreditar, mas no rosto!
      É um pouco estranho!
      +

      Você está sendo um pouco incoerente consigo mesmo, acabou de dizer que Deus está em toda parte e já contestou que não pode sentí-lo no vento, sendo que o grande profeta Elias sentiu Deus na brisa suave:
      +
      (I Reis, 19)
      11. O Senhor desse-lhe: Sai e conserva-te em cima do monte na presença do Senhor: ele vai passar. Nesse momento passou diante do Senhor um vento impetuoso e violento, que fendia as montanhas e quebrava os rochedos; mas o Senhor não estava naquele vento. Depois do vento, a terra tremeu; mas o Senhor não estava no tremor de terra.
      12. Passado o tremor de terra, acendeu-se um fogo; mas o Senhor não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se o murmúrio de uma brisa ligeira.
      +
      Em relação a sentir Deus no Coração, um Tridentino como você me disse que eu precisava ir ao “CARDIOLOGISTA”, porque o que eu estava sentido no meu coração era algum problema cardiáco, porque ele só sente no coração é palpitação e nada mais. Você parece ser um Tridentino que foge a regra, porque aceita o sentimento no coração e aceita que Deus está em toda parte, sinceramente isto não é normal, acho que deve ser uma contaminação Carismática.

      +

      Bom termina como já finalizei outras vezes, continuo rezando pelo senhor.
      +

      Obrigado por suas orações e saiba que também estarei orando por você, para que Jesus derrame cada vez mais seu Espírito Santo sobre seus coração.

      +
      Veja bem o que acontece ao seu redor, às heresias que contam e que muitas vezes você engole sem mais nem menos. Ademais que Deus o abençoe.

      Amem… Muito obrigado …

      Sizenando

      Ellielton leite da Silva. Salve Maria Imaculada.

      Curtir

  4. […] Em Honra de Dom Marcel-François Lefebvre. click e Leia Mais […]

    Curtir

  5. “mas a própria foto nos mostra que haviam testemunhas que ouviram claramente o que foi dito naquele instante e sei que você não estava lá, porque você não está na foto.”

    E quem lhe garante que ele não era o fotógrafo? Ou já havia naquela época, máquina fotográfica automática?

    kkk

    Cleber

    Curtir

    • A nica garantia que eu tenho que todos na foto j morreram, inclundo o fotografo, logo nenhum deles poderiam escrever para mim em Portugus j que tambm no eram brasileiros.

      Brincadeira se responde com Brincadeira…. KKKKKKKK – RS rs rs rs rs

      Sei que o fato tem suas duas verses e sei que voc defende uma delas, s estou divulgando a outra para que os leitores possam julgar os fatos e as possibilidades de cada verso, no acha justo, eu mesmo no lhe garanto certeza em nenhuma delas, porque eu daria mais crdito a Lefbvre e desprezaria a outra verso que foi divulgada ?

      Eu no tenho nenum motivo para esconder a verdade, parte dela ou outra possibilidade qualquer.

      Toda moeda tem dois lados, voc conhece apenas um e se d por satisfeito, eu no, prefiro conhecer sempre os dois lados da moeda.

      Paz de Cristo

      Curtir

  6. “Se o Concílio Vaticano II é fruto da Igreja reunida, de debates e definições, se ele foi aceito e promulgado pelo Papa Paulo VI e confirmado pelos Papas posteriores”

    […] –SE não – FOI… […]

    Sei que o senhor não é a pessoa ideal para eu perguntar isto, mas, por vias das circunstancias, vou perguntar, mesmo sabendo que não responderá:

    […] – Esta é uma pergunta que todos os Católicos Romanos sabem com certeza responder… […]

    Que aceitação devemos ter para com um concilio que não definiu nada e que por sinal, ainda está em discussão e recente do que foi tratado em seus documentos?

    […] – DEVEMOS TER ACEITAÇÃO PLENA, TOTAL E INCONDICIONAL… […]

    +

    […] – SE ELE NÃO DEFINIU NADA COMO VOCÊ DISSE
    ENTÃO ELE NÃO MUDOU NADA
    NEM DOUTRINA JÁ QUE NÃO DEFINIU NENHUM DOGMA
    NEM REGRAS LITÚRGICAS, JÁ QUE A MISSA NOVA ESTÁ FORA DO CONCÍLIO…
    ELE É APENAS UM CONCÍLIO QUE DEFINE METAS PASTORAIS, OU SEJA “O COMO DEVO FAZER TAL COISA, APENAS MÉTODOS” QUE PODEM SER MUDADOS A QUALQUER MOMENTO, DESDE QUE SE FAÇA UM NOVO CONCÍLIO, ALIÁS, ACHO QUE ESTE AÍ JÁ ESTÁ CADUCANDO DE VELHO E PRECISAMOS MESMO É DE UM CONCÍLIO VATICANO III, APROVEITANDO PARA CORRIGIR OS FUROS DO II. […]

    Sabemos que devemos aceitá-lo enquanto foi validamente convocado, teve o Papa por cabeça e que é um fato, triste, mas é e não se pode negá-lo enquanto tal, porém, um concilio que só confundiu com suas ambigüidades e estranhezas, o que se pode ser obrigado a aceitar dele, além do óbvio?

    […] – QUEM CONFUNDIU NÃO FOI O CONCÍLIO E SIM A CABEÇA DE CADA UM QUE QUER TIRAR DO CONCÍLIO A SUA PRÓPRIA VONTADE, SEMPRE FOI ASSIM, ATÉ A BÍBLIA CADA UM INTERPRETA COMO QUER, DIZEM ATÉ QUE O ESPÍRITO SANTO NÃO ESTÁ DENTRO DE NÓS E NÃO AGE COM DONS CARISMÁTICOS, SENDO QUE TUDO ESTÁ ESCRITO LÁ…[…]

    Não fui contraditório, uma vez que, sei que a Igreja não pode errar em matéria de Fé e Moral e que o Papa é infalivel quando define algo nestas àreas. Sei ainda que, o CVII não definiu nada, não ensinou dógma novo, logo, fui um concilio válido, mas, PASTORAL e que portanto, não obriga-nos a nada.

    […] – Não obriga nada, mas é uma meta a ser seguida pelo conjunto da Igreja, se não queres seguí-lo, não siga, mas não crie confusão com os que o seguem, porque ele já deu muito fruto… […]

    Esperemos o encerramento das discussões doutrinais para saber o que se poderá aproveitar dele e o que seremos obrigados a aceitar, pois, até agora, nada há que se deva aderir por obrigação, tão tal que o Papa não condicionou à FSSPX a aceitá-lo para retornar ao seio da Igreja e ainda, ter participação importantíssima em sua interpretação.

    […] – (*discussões doutrinais*) – Você não disse que o CV II não se tratava de Doutrina e nem havia definido nada ?????
    Ninguém é obrigado a aceitar o concílio, só que quem não é batizado não é Cristão e quem não aceita a Igreja Católica em seu todo só pode ser protestante…
    Não precisam aceitá-lo, mas o Papa pediu que se parasse os combates ao Concílio e pelo que vejo, o Sr. Fedeli e todos vocês não obedeceram…
    […]

    Sobre o Pe. Fabio de Melo, das duas uma, ou o senhor ainda não viu suas heresias escritas em seu recente livro, se não me engano intitulado “Cartas entre amigos”, ou viu e faz de conta que não. No mesmo ele põe em dúvida a sérios artigos de Fé Católica como a existência de Deus e a presença real de Nosso Senhor na hóstia consagrada entre outras peculiaridades da teologia moderna. Do outro lado dos holofotes, está Monsenhor Jonas Abib a dizer que a Igreja Católica tem muito a aprender com os protestantes; ensinando as famigeradas orações em línguas, etc…

    […] – Não li o Livro, porque não fou FABETE e nem ANTI-FABETE …
    Mas creio que você também não o tenha lido… não é …
    Só repete o que Fedeli diz, o que já está na mídia sobreo o texto da “ausência presente ou presença ausente” me responda se tiver coragem agora, você vê realmente JESUS na Eucaristia com seus olhos carnais ou só com seus olhos da fé ?
    ausente na visão carnal e presente na visão da fé, o que há de errado nisso ?

    peculiaridades da teologia moderna – se a culpa é da teologia moderna, não é de Padre Fábio, reclame então com o PAPA !!!!

    Eu diria que Padre Jonas está correto, Dom Marcel Lefebvre e a FSSPX aprendeu muito bem com os protestantes como se deve protestar contra a Igreja verdadeira, dizem que até ir a missa é um pecado grave e difundem 65 razões para não ir a missa, desde quando isto é Catolicismo ???

    (famigeradas orações em línguas..)
    Na Bíblia está escrito que todos falaram em línguas, incluíndo Maria a mãe de Jesus, São Pedro disse que esta promessa era para todos nós e Jesus confirmou dizendo que quando fossemos evangelizar estes milagres nos acompanhariam, incluindo falaríamos novas línguas e ele não se referia a uma velha língua chamada latim não.
    Podes crer meu amigo São Pedro declarou naquele dia de Pentecostes, que antes que venha o fim o Espírito de Deus será derramado sobre todo ser vivo, se você não quer receber este Espírito e não quer falar em Línguas, reze então para que você já tenha morrido neste dia….

    Deus te abençoe

    […]

    Cleber

    Curtir

  7. Sr. Autor do “presentepravoce”

    A titulo de informação, digo-lhe que D. Lefrebver não foi excomungado por ensinar ou aconselhar, excelências que como pouquíssimos ele soube fazer, e que, sua excomunhão (injusta) foi motivada por partidários do CVII, que, vendo-o fortemente motivado e capacitado a dar segmento ao combate das ambigüidades e dos perigos deste mesmo concilio, levaram o Papa João Paulo II a excomungá-lo, mas que dificilmente por ele mesmo o faria por si próprio. Logo, os conselhos e ensinamentos de D. Lefebvrer são riquíssimos e legítimos, e, portanto, livres e aconselháveis a todo católico.

    Para confirmar (o que nem seria necessário, mas, que pode ser útil a mentes limitadas) que os ensinamentos e o ideal de D. Lefebvrer não são ruins e que o Santo Padre Bento XVI bem sabe disso, basta ver que a Fraternidade mantém os objetivos da restauração da Tradição, baseados no que D. Lefebvrer e D. Mayer deixaram, não aderiu ao CVII e ainda o combate, mas, mesmo assim, hoje, as excomunhões já não pesam aos Bispos sagrados por ele e que, estes mesmos bispos, agora, convocados pelo mesmo Papa Bento XVI, estão juntamente a uma comissão do Vaticano discutindo o “super-concilio” que antes era tido por indiscutível. Isto só não vê quem não quer, ou que por limitação, não pode.

    O que o senhor deveria desaconselhar são os absurdos e verdadeiras heresias ensinadas pelos Mnsr. Jonas Abib e Pe. Fabio de Melo, estes sim, ensinam absurdos e mesmo assim são aplaudidos e ouvidos pelos rccistas e todos os demais “catolicos” modernos.

    Mais uma coisa, esta sua acusação “sua (de D. Lefebvrer) doutrinação fez muito mal à toda Igreja” é injusta e infundada, uma vez que, ele nada mais ensinou que a mesma dourina que a Santa Igreja ensinara por todos os séculos, logo, jamais pode ter causado dano à Igreja, ou Ela mesma teria se danado, o que não é possivel, pois Cristo que é sua cabeça, não erra.

    Cleber

    Curtir

    • […] logo, jamais pode ter causado dano à Igreja, ou Ela mesma teria se danado, o que não é possivel, pois Cristo que é sua cabeça, não erra.[…]

      Gostei muito de sua frase final amigo Cleber, porque confirma o que venho dizendo a muito tempo.

      Se o Concílio Vaticano II é fruto da Igreja reunida, de debates e definições, se ele foi aceito e promulgado pelo Papa Paulo VI e confirmado pelos Papas posteriores, como você pode afirmar uma contradição deste tamanho, dizendo duas coiss opostas ao mesmo tempo.

      Este é o fruto da ambiguidade de Dom Lefebvre, as palavras só são boas quando estão ao seu favor, quando estas mesmas palavras beneficiam seu opositor elas já não são mais boas.

      Dois pesos e duas medidas novamente, o verdadeiro Magistério aceita o Vaticano II, logo quem não aceita não pode se declarar portador do verdadeiro Magistério e se tornar professor môr da humanidade, isto significa que Lefebvre não é um bom exemplo para ser indicado a ninguém porque é um excomungado da mesma forma que Lutero foi, logo poderíamos também indicar Martinho Lutero como um grande teólogo, por outro lado, os Lefebvristas já nos acusam de Maçonicos, Protestantes, Modernistas e etc. Se a Missa nova é protestantizada e Maçonica, porque então evitar indicar Lutero como nosso fundador, o mal que poderia ser feito já foi feito e não é culpa da RCC, porque na época do Concílio a RCC estava apenas nos planos de Deus e não era realidade na Igreja.

      Não sei porque censurar Padre Fábio de Melo, Padre Jonas ou qualquer outro líder Carismático, quem deveria se manifestar contra eles é o próprio Magistério que reconheceu recentemente os benefícios da Canção Nova para o mundo.

      Relembremos que foi este mesmo Magistério, incluindo Bento XVI, quem assinou a carta de excomunhão de Dom Marcel François Lefebvre e pelo que eu saiba nenhum deles se manifestou até o presente momento contra Fábio de Melo, são apenas os Lefebvristas que fazem isto, eu diria que é por pura inveja apenas, suas acusações são injustificáveis, porque outros falam e fazem o mesmo que ele e nem por isso ficam metendo o pau nestes outros Padres desconhecidos, falam mal de Padre Fábio só porque ele está na Mídia e acabam atingindo todos os outros, é o famoso boi de piranha ou bola da vez.

      Mas quando se toca no nome de Lefebvre, são muitos aqueles que se condoem com ele, aliás, muitos não, pouquíssimos.

      Pode ficar tranquilo Cleber, se a Igreja mudar de opinião e se Bento XVI retornar à missa tridentina eu retirarei este post imediatamente, caso contrário, mantenho a minha opinião.

      Ps. A excomunhão de Lefebvre não foi injusta e sim uma troca que ele mesmo escolheu para manter sua FSSPX viva.

      Jesus te ama

      Curtir

  8. Carissimo irmão, devo dizer que cada vez mais me entristece sua falta de conhecimento, bom não sei se é falta de conhecimento mas aparenta ser. O senhor diz que “correções propostas por Martinho Lutero na época que existiam diversos erros na Igreja, que foram corrigidos mais tarde pela contra-reforma. Por exemplo; hoje não existe mais a fogueira da inquisição e nem a venda de indulgências, não existe olhos fechados para os pecados ocultos dos clérigos, não existe mais uma coroa na cabeça do Papa e etc.” devo adverti-lo que a tiara papal foi usada até o 263 papa que levou o nome de Paulo VI este papa faleceu em 1978(ou seja século XX) devo também adverti-lo que o santo tribunal da inquisição “até hoje existe” não como mesmo nome nem com algumas praticas mas tem a mesma função hoje ela recebe o nome de Congregação para a Doutrina da Fé. Os menbros da FSSPX não podem seguir o senhor Lutero como sugeriste pelo simples fato de que este mesmo senhor negou dogmas e a santa tradição o que a FSSPX defende com muito afinco. A respeito do coloquio que monsenhor Lefebvre teve com o grande santo padre Pio devo perguntar com que base documentaria-historica osenhor afirma que monsenhor recebeu conselhos? Pois monsenhor mesmo escreveu que isto nunca aconteceu,anois depois perguntaram ao padre que acompanhava monsenhor o que prontamente confirmou esta versão e o senhor onde vio o contrario,jáque afirma conheser a história de monsenhor a algum tempo-sendo que procurou ver o que achava melhor-o senhor falou que distorci seus argumentos mas argumentos dubios dão margens a erro. Falou também”eramos uma religião que agia como fermento e não como massa” nosso Senhor nos pede para ser fermento não?! Isto me leva a imaginar que achas do principio da cristandade…Falas que “cabe sim à mãe Igreja acolher todos os seus filhos com pecados ou não, convertê-los seria sim um segundo passo.” o que é mais importante acolher ou converter,lembro que nosso Senhor nos pedio que evangelizássemos e não simplismente acolhesemos.”evangelização na prática é uma estratégia de marketing” estratégia! o senhor acha que salvar almas é simples marketing! Deus do céu o mundo esta perdido. O senhor ainda fala que “Paulo era astuto como as serpentes para ganhar as pessoas de outras religiões Pagãs como é o famoso exemplo de Atenas’ um nosso Senhor fala que astutos são os deste mundo,Paulo já era de Deus não era astuto era um simples e verdadeiro cristão,dois neste episodio poucos ouviram Paulo tanto é que ele quase desiste do apostolado,mas “mudando de estratégia” ou seja mudando de atitude simplismente mostranto o Deus verdadeiro e a religião sã converteu multidões. Para terminar,o senhor Fideli não tem nada a ver com a FSSPX porquer falar dele fauta de assunto? Nunca monsenhor Lefebvre ensinou qualquer coisa que fosse contra o papa como o senhor me diz que ele ensinou futuros sedevacantistas,nas suas palavras dois pesos duas medidas,mesmo que ele tenha ensinado,o mestre não é culpado pelo caminho do seu dicipulo,o mestre ensina o caminho não o caminhar isto fica por cada um. Devo dizer que o senhor deve ir numa missa na forma de sempre para saber realmente porque lutamos tanto pra salvar as verdadeiras tradições,ao invez de ficar com as mãos pro alto,rebolar,dançar,etc…Termindo desejando a paz de Deus,Salve Maria!

    Curtir

    • Aproveitando suas palavras finais Cristão Elielton Leite.

      Quem lhe disse que levanto as mãos para o alto, danço e rebolo na Missa.
      Deve ser a imaginação fértil de Fedeli e Padre Toninho quem lhe afirmaram tal mentira.

      Por outro lado, a Bíblia diz que devemos levantar as mãos e louvar a Deus de todo Coração …
      O que haveria de mal em levantar as mãos e louvar a Deus ?
      O que haveria de mal em contrariar um conselho simples e seguro de São Paulo ?

      Dançar na presença de Deus, o que significa isso ?
      Lembra-te do pastorzinho Davi, aquele que enfrentou o gigante Golias ?
      É esse mesmo, aquele que foi ungido por Samuel e se tornou o maior Rei de Israel cujo sangue corria nas veias de Jesus.

      Este mesmo Rei, certa vez, após vencer uma batalha chegou em Jerusalém cantando e dançando na frente da arca da aliança, lembremos que DEUS estava presente na arca da aliança da mesma forma que está presente em um sacrário, com uma diferença, na época Deus estava somente naquele lugar e em nenhum outro. Pois é foi ali em sua frente que Davi dançou na presença de Deus e pelo que eu saiba Deus não o fulminou com um raio e nem sequer o advertiu de tal fato, no entanto muitos outros o fizeram e ficaram indignados com o que ele fez, este é o seu caso, mas perguntaria eu a você, o que Deus acha de tudo isso ?

      Rebolar na presença de Deus:

      Isto é apenas um exagero, um eufemismo de vossa parte, as vezes este rebolar é apenas um balanço como o trigo também balança ao vento nos campos.

      Pode ficar tranqüilo, porque isto não acontece em nossas missas Carismáticas em nossa diocese.

      Quem lhe disse também que eu nunca fui à uma missa de sempre ?

      Pois eu lhe digo, gostei muito mais de uma missa verdadeiramente Carismática com orações em línguas e efusão no Espírito Santo, digo-lhe nesta missa ninguém rebola como você afirma erroneamente, mais se balançar como o trigo ao vento e sentir a presença de Jesus no rosto é insubstituível.

      No texto acima dei alguns foras propositais, para ver como seria a vossa correção, gostei de ver, não fostes bruto e nem me menosprezou e ainda fiquei sabendo um pouco mais da profundidade de seu conteúdo. vi também que um grande erro não disseste nada sobre ele.

      É a nossa função evangelizar todos os homens, e isto implica em propagar, falar, pregar, converter, curar, fazer milagres e etc.

      Mas conheço muitas pessoas, como os Tridentinos por exemplo que preferem pescar nos aquários da RCC, por isso ficam falando mal o tempo todo de nossos líderes, para converter os Rccistas ao tradicionalismo, já a RCC prega mesmo é no mundão, onde muitas vezes nem existe um conhecimento de Igreja.

      Ps. Foi muito boa a sua justificativa sobre os Padres da FSSPX e alunos de Fedeli que se tornaram sedevacantistas, é muito fácil tirar o corpo fora da responsabilidade e lavar as mãos como Pilatos.

      […] sit mesmo que ele tenha ensinado,o mestre não é culpado pelo caminho do seu dicipulo,o mestre ensina o caminho não o caminhar isto fica por cada um. […]

      Peço permissão para usar estas suas sábias palavras futuramente, não se esqueça, irei usá-las mesmo que não concorde com elas.

      Sobre o Diálogo de Padre Pio, minhas fontes estão no Post e sei que você bem conhece tais fontes, porque conhece o assunto melhor do que eu, mas a própria foto nos mostra que haviam testemunhas que ouviram claramente o que foi dito naquele instante e sei que você não estava lá, porque você não está na foto. Devo relembrá-lo também que a minha fonte era exatamente uma defesa mal feita por um Lefebvrista, que ao invés de defender Lefebvre acabou por revelar este fato que foi largamente discutido na época.

      Paz para todos.

      Curtir

  9. Carissimo irmão, fiquei muito tristre com a sua resposta sua falta de conhecimente é gritante, como pode ser visto nesta frase: “todos os seus ensinamentos estão sim fora da Igreja e pelo que vemos acabou gerando o sedevacantismo” se tiveste o minimo grau de instrução saberies que a FSSPX luta contra todo os ensinamentos sedevacantistas como alguem que gera luta contra sua criação?!

    […]Não vamos esconder o sol com a peneira…
    Todos aqueles que são sedevacantistas, foram ou continuam sendo Lefebvristas !
    Conheço 6 Sedevacantistas por nome completo que foram alunos do Professor Orlando Fedeli e que tem artigos escritos e postados no site Montfort, pelo menos Fedeli deveria retirar os textos de pessoas Sedevacantistas que lá estão para dizer que não gera o tal Sedevacantismo.
    Tenho relatos oficiais do próprio Lefebvre que uma turma de sacerdotes que ele mesmo formou, assim que se tornaram Padres o abandonaram e abraçaram o Sedevacantismo, lembra-se desse fato ?
    Não me diga que não sabia ?
    […]

    Outra coisa que me entristeceu foi sua falta de conhecimento para com as noções básicas da fé,como por exemplo a questão da infabilidade o papa só é infalivel em questão de fé, como podes dizer:” Você também compara a autoridade de um PAPA Infalível no exêrcício de sua função “Não contestado”, com um bispo excomungado e falível” Ora responda é questão de fé dialogos extra -religiosos? entende quetão de fé a fé verdadeira, transmitida pelos apóstolos.”Ninguém negou a fé meu amigo, apenas fez um ato político” desde quando a igreja se envolve com política?! Desde quando fé é apenas um “ato político” pois se é isso que você entende por fé o modernismo realmente trinunfou sobre a tradição.

    […]Você me parece não entender mesmo nada sobre política, O Papa é um chefe de estado, Não sabias que o Vaticano é um País livre com seu próprio governo, O Papa também é chamado de Rei, este também é um título de chefe de Estado.
    A Política está em toda parte, a diplomacia é uma política e usamos política em todos os nossos diálogos, porque se não a usássemos, teríamos apenas a guerra e a discórdia, “A POLÍTICA É A ARTE DE DISCORDAR E SER DIFERENTE E NÃO SE MATAR UM AO OUTRO”

    A INFALIBILIDADE PAPAL: Este é o pior ponto de discórdia no diálogo com os tradicionalistas, porque eles sempre apelam pela infalibilidade dos Papas antigos que cometeram atrocidades e desdenham da palavra e das atitudes dos Papas após o Concílio Vaticano II a ponto de discordar frontalmente das palavras de um Papa mesmo que não sejam infalíveis.

    É o tal de dois pesos e duas medidas, tenho vários e_mails de Lefebvristas que aplicam uma verdade em uma situação e a mesma verdade não serve para outra situação, ou seja a verdade deles muda conforme o vento sopra e conforme a sua vontade.
    […]

    Também colocastes uma coisa contraditoria “Cabe à Igreja Católica como MÃE de todo o Cristianismo buscar entendimento entre as religiões” ora como a mãe do cristianismo aceita praticas pagãs, não só as aceita como também se orglha de com elas estar em “amizade”!?

    […] Já expliquei isto.
    A evangelização não é uma convocação para uma CRUZADA, a evangelização não é um massacre de religiões pagãs, a evangelização na prática é uma estratégia de marketing que atrai e convence o freguês que o nosso peixe é verdadeiro e é melhor do que o peixe do vizinho, que o nosso Deus é o Criador do universo e que o outro é apenas uma estátua de pedra, e isto quem prova é o próprio Deus “COM SEU AMOR E SEU PODER” e não nós com nossa guerra.[…]

    […]Como portadora de toda verdade, cabe sim à mãe Igreja acolher todos os seus filhos com pecados ou não, convertê-los seria sim um segundo passo.[…]

    Devo recorda-lo que vários cristãos no principio morreram para defender a fé e não para como disseste;

    […] MORRERAM E NÃO MATARAM… eramos uma religião que agia como fermento e não como massa…[…]

    […]”São Paulo também disse que havia se feito fraco para com os fracos e forte para com os fortes, a fim de ganhar o maior numero possível, isto não quer dizer que ele tenha se tornado um pecador, mas apenas que ele lhes falou de igual para igual, sem menosprezá-los e sem submeté-los a uma religião forçada .[…]”

    Achas mesmo que o grande apóstolo Paulo pegava uma imagem de Zeus e colocava no meio dos outros apóstolos como sinal de igualdade dos pagãos, assim nas suas palavras eles todos se tornariam melhores e atrairiam os pagãos para o cristianismo! Nunca tinha ouvido tamanha heresia!ser fraco com os fracos não significa isto,

    […]Você distorce o entendimento do texto propositadamente, eu disse que Paulo era astuto como as serpentes para ganhar as pessoas de outras religiões Pagãs como é o famoso exemplo de Atenas e falava a eles de um Deus desconhecido para apresentar o DEUS VERDADEIRO e você me vem com Paulo trazendo Zeus para os apóstolos ou ele aceitando e se curvando perante outro Deus ? isto não foi dito, isto é a distorção de sua mente preconceituosa ![…]

    além de tudo isto, falas que […]monsenhor Lefebvre ao falar com são padre Pio o mesmo Santo “São Pio era apenas um Padre, não era Santo ainda e Lefebvre ainda nem tinha começado o seu cisma, este fato é justamente um pedido de aconselhamento sobre este cisma, sendo que o conselho foi para que Lefebvre não desse prosseguimento ao seu intento de rebelião contra o Concílio, Padre Pio o aconselhou a obedecer ao Papa “[…]

    Se realmente quiseste conhecer a verdade em vez de repetir bobagens saberias que nunca padre Pio fez este pedido até porque o coloquio entre os dois não durou mais de 2 minutos,

    […]Ps… Quem pediu o conselho foi o Lefebvre e não Padre Pio…, na verdade ele queria era um apoio ao seu intento e a aprovação de Padre Pio, que não houve….[…]

    o mesmo padre Pio quando soube do concílio falou: ” O concílio livra-nos dele” esto suplicando a Deus além de ter pedido permição para não celebrar este novo rito o que o papa protamente o atendeu. Podes ainda dizer: “Porque a fraternidade não fez o mesmo! ” recebe como resposta fez sim no início a FSSPX era reconhecida mas um bispo progressiata pediu que o papa fechase tal instituição alegando que a FSSPX deveria seguir o concílio de qualquer jeito foi o que o papa fez monsenhor Lefebvre indagou o por que , o que não responderam então ele simplismente continuou as funções dentro da FSSPX foi quando recebeu a excomunhão que nas palavras de muitos teólogos, tanto os que apoiavam a FSSPX quanto os que não a apoiavam esta excomunhão não foi válida.

    […] Quanta inocência meu irmão, ou estás faltando com a verdade, bem sabes que esta versão dos fatos é somente conhecida pelos fervorosos Lefebvristas.

    Fato é que foi concedido a Lefebvre o mesmo que foi concedido ao SANTO PADRE PIO DE PIETRALCINA e ele na verdade não apenas fez como Padre Pio mas continuou uma revolta contra o Concílio e um cisma que espalhava mal estar dentro da Igreja, ele não foi punido de imediato porque eram apenas discórdias disciplinares e era normal pessoas descontentes logo após um Concílio, e o tempo com diálogos futuros poderiam resolver o caso, o que não aconteceu porque o tal Lefebvre era mesmo um cabeça dura e muito teimoso e jamais se dobrou aos conselhos do Papa, muito pelo contrário começaram a discriminar o Papa e até criaram tribunais em Écone que realizavam as funções específicas do Vaticano, li textos de Lefebvristas que consideram Écone como a sede da Verdadeira Igreja Católica e já até rezam a Lefebvre pedindo intercessão, mas nada disso causou a excomunhão, esta veio mesmo quando ele cometeu um ato consciente e mesmo advertido pelo Papa sagrou Bispos sem ordem Papal, ou seja ele foi excomungado estonteadamente porque sabia que sua atitude lhe daria a excomunhão, porém salvaria a sua rebelião da morte imediata.[…]

    Devo recorda-lhe também que monsenhor não foi o primeiro a contestar um papa demos por exemplo são Francisco e santa Catarina de Sena.

    […] Sei que os erros de tais Papas eram gravíssimos e precisavam ser corrigidos mesmo, mas o incrível é que nenhum Lefebvrista concorda com as correções propostas por Martinho Lutero na época que existiam diversos erros na Igreja, que foram corrigidos mais tarde pela contra-reforma. Por exemplo; hoje não existe mais a fogueira da inquisição e nem a venda de indulgências, não existe olhos fechados para os pecados ocultos dos clérigos, não existe mais uma coroa na cabeça do Papa e etc. e você proclama Lefebvre como único exemplo de bondade, santidade e com direito de corrigir o PAPA, sem dizer o precedente que ele abriu para que outros também desrespeitassem o Papa incluindo os tais de modernistas, lembrando que RCC não busca a modernidade e sim caminhar nos primeiros passos do Espírito Santo e por conseqüência também obedece o Papa e os documentos atuais da Igreja.[…]

    Outra coisa, todos os membros da FSSPX são obrigados a respeitar e rezar pelo romano pontífice. Sem mais delogas me despeço em Cristo Jesus, que Ele ilumine sua mente para que se abra ao conhecimento e não fique simplismente nas palavras do seu cordenador da rcc ou em algum modernista. Paz e bem. Salve Maria!

    […] Não conheço nenhum modernista, graças a Deus eles também tem perdido muito as suas atividades que destruíam a Igreja com coisas erradas e lamento lhe dizer, mas ainda não encontrei um Coordenador de RCC que saiba quem é Lefebvre, eu mesmo não sabia até um ano atrás até que descobri que todo o meu sofrimento do passado e as perseguições e uma notícia que havia lido em um artigo de 1969 que me chocou profundamente na época são de responsabilidade dos ensinamentos de Lefebvre.[…]

    ++

    Jesus te Ama

    FIM

    Curtir

  10. Carissimos irmãos, é notória a preucupação que todos as postagens oferecem, mas sinceramente não vi em muitas postagens um verdadeiro conhecimento sobre assunto tão complicado. Poderiamos começar com as palavras de um ilustre cardeal Castrillón: “A FSSPX NUNCA ESTEVE FORA DA IGREJA” ora se este grande cardeal responsável pelo diálogo com a FSSPX disse tais palavras,

    […]Ps. Este Cardeal não tem mais esta função devido sua grande falha no episódio do perdão a um bispo anti-semita sem que o Papa soubesse do assunto.[…]

    como nos leigos que não entedemos nem de teologia ou filosofia queremos dizer o contrário?

    Outra objeção foi a canonização do saudoso papa JP II, e a “beatificação” de monsenhor Lefebvre, é bom frisar que o santo padre também se opos dos ensinamentos da igreja quando curvou-se para receber uma benção hindu, ou aceitar um buda em cima do tabérnaculo!

    […]ps…2 – Prestem a atenção como ele trata o Grande e quase declarado Santo Papa João Paulo II, além de contestar sua santidade mostra também que concorda com a beatificação de um homem oficialmente excomungado pela Igreja verdadeira

    Ora se isso não é negar a fé não sei oque é.

    […] – Ninguém negou a fé meu amigo, apenas fez um ato político de não proliferação da guerra entra as religiões, Jesus nunca mandou matar os pagãos e sim anunciar o evangelho.[…]

    Nosso atual papa nos diz que a igreja católica é o único caminho para chegar a Deus como então um papa “pede” a benção a um hindu?

    […] – Esqueceste as palavras de Jesus ????
    Tudo que ligares na terra eu ligarei no céu e tudo o que desligares na terra eu desligarei no céu…[…]

    Em relação a foto deve ser salientado que o grande santo padre Pio depois que escutou, o pedido de monsenhor Lefebvre disse: “Benzer a um bispo? não eu que devo pedir sua benção” e inclinando-se beijou sua mão. Se tamanho santo mostrou uma obidiencia e respeito para com um bispo porque nos queremos “travar batalha”?

    […] Este exemplo de Santidade de padre Pio não foi seguido por Lefebvre, porque o mesmo ainda que beijasse a mão do Papa o desobedeceu e traiu pelas costas, traiu também o conselho de padre Pio que ainda não era Santo e foi obediente ao Concilio Vaticano II e ao Papa Paulo VI, por isso é Santo.[…]

    Vale resaltar também que ao contrario do que aqui foi escrito, as vocações dentro da fraternidade são muito fecudas,devo dizer que os progressiatas é que vem o crontrario pois cada vez mais as dioceses buscam jovens mas sem encontra-los.

    […] – Caro amigo este efeito é regional e na Europa pode até ser verdade, mas como sabemos na Europa a RCC não pegou fogo e as vocações continuam caindo, já no Brasil em minha cidade, a RCC cresceu e foi aceita apesar de não ser dominadora e as vocações aumentam a cada dia. Pode ver que só na nossa diocese somos responsáveis por mais de 10% das ordenações em todo território Nacional. […]

    Segundo uma revista americana da qual não lembro o nome a busca dos jovens nos EUA é por paróquias que celebram a missa tridentina, por conventos e seminários que preservão os hábitos, as missas em latim. Devo também recordar que a “renovação” foi proibida em dioceses de alguns lugares do mundo, se até bispos que aceitam-padres também-o concilio são contra que se pode dizer de tal organização?!

    […] Pelo que eu saiba, a nossa Diocese de Anápolis é a unica no mundo que se celebra Missa tridentina todos os dias e pelo que eu saiba em Lisboa a poucos dias é que se celebrou uma Missa tridentina oficialmente a poucos dias, sei também que aquele arcebispo que organizava o culto no Vaticano e foi despedido, voltou a assumir uma diocese, ele então ao assumir proibiu a RCC, mas isto é picuinha pesoal e ele é da FSSPX, bem sabemos disso. Hoje a RCC é praticamente aceita e ativa em todo o Brasil e do Brasil estamos saindo para levar RCC para o mundo.[…]

    +
    FIM.

    Curtir

    • Caríssimo Elielton

      Este problema é realmente bastante complexo, eu porém tenho recebido diversos comentários que demonstram uma total insubmissão ao Papa e muitos até menosprezam e acusam os últimos Papas de heresia.

      Tenho colecionado ofensas e acusações à Igreja atual e ao mesmo tempo declarando Lefebvre como o Salvador da Igreja, sendo que a própria Igreja excomungou este homem por considerá-lo um perigo para a Igreja, lamentavelmente esta excomunhão veio muito tarde e sua doutrinação fez muito mal à toda Igreja.

      Na tentativa de resolver este problema definitivamente, Bento XVI perdoou os Bispos da FSSPX, mas os mesmos não tem demonstrado interesse em se afastar dos ensinamentos de Lefebvre e voltar plenamente à comunhão com a Verdadeira Igreja conduzida por Bento XVI, muitos até escolheram seu próprio papa fora da Igreja e outra sede fora do Vaticano.

      Eu considero tal coisa muito pior do que o episódio de Martinho Lutero, que pelo menos jamais afrontou o Papa por motivo de Doutrina e sim apenas por motivos disciplinares nem mesmo inclui contestação a qualquer documento eclesiástico. Seu maior desvio ocorreu após seu afastamento da Igreja e não antes.

      A contestação dos documentos do Magistério da Igreja provoca muito mais mal do que bem, porque tudo pode ser mudado pelo poder de Deus mas pelo poder das palavras meramente humanas só conseguimos piorar o problema.

      Certa vez meu Pai descartou vários papeis antigos, entre eles haviam paginas de uma enciclopédia vendida semanalmente e por ele ter comprado somente algumas partes já estava totalmente defasada e incompleta, no meio daquele lixo uma frase me chamou a atenção porque dizia “A Crise na Igreja” li o texto e me recordo agora de ter visto uma foto do concílio Vaticano II e o que me chocou foi a frase que dizia “Padre contra Padre e Bispo contra Bispo”, mas na pratica eu nunca vi tal acontecimento e julgava-o por coisas que aconteceriam próximo à volta de Jesus, porém descobri recentemente que aquele texto se tratava do pior auge da Crise que foi justamente quando mandaram para minha cidade um Bispo representante das posições de Lefebvre, mas disto eu não sabia apesar de ouvir o que os outros diziam, não entendia porque eu estava situado apenas na minha localidade e mal conhecia a Bíblia, a Igreja e o Cristianismo.

      Quando entrei para a RCC, comecei a perceber que a RCC não era aceita na Igreja e era combatida vigorosamente, pensei que fosse algo que acontecia em toda a Igreja, mas a RCC foi se desenvolvendo em toda parte e nós continuavamos sendo massacrados e oprimidos e muito mais por padres individuais do que pelo próprio Bispo.

      Quando mudou o Bispo é que as coisas começaram a surgir, porque aqueles padres que desobedeciam o Bispo anterior, agora queriam impor suas posições tradicionalistas ao Bispo novo e como todo Bispo novo tem mais força perante o rebanho, ele conseguiu realizar a sua vontade que é a mesma da Igreja, afinal o mesmo Papa que nos deu um Bispo tradicionalista nos fez o favor de dar um não tradicionalista, porque certamente o resultado do prelado tradicionalista não surtiu um efeito satisfatório ao Papa João Paulo II que preferiu agora não manter a nossa diocese na mesma posição de afrontamento à Roma.

      Como me escreveu um Sedevacantista sobre minha cidade, “A outrora resistente Anápolis”, veja como nossa cidade era conhecida, como aquela que resistia às posições da Santa sé, veja que isto não era para nós uma boa referência lá no Vaticano. E para nós leigos que vivíamos debaixo de um isolamento sem conhecer a verdade da Igreja, o que eu diria agora a você meu amigo ?

      É isso mesmo meu amigo, eu não sabia de nada disso, mas agora sei muita coisa e espero saber ainda mais, espero que você também abra seus olhos para a Verdade da Igreja, para a verdade do evangelho, papa a verdade do Espírito Santo, para a leitura Bíblica e assim como eu não sigo nenhum ensinamento de líder Carismático cegamente, você também não deveria seguir Orlando Fedeli e nem mesmo Marcel Lefebvre porque nosso verdadeiro Pastor é Cristo ressuscitado representado na pessoa de Bento XVI nesta terra.

      Que Jesus te abençoe.

      Curtir

  11. Cardeal Saraiva: Imprevisível data de beatificação de João Paulo II

    Declarações do prefeito da Congregação para a Causa dos Santos

    Fonte: http://www.zenit.org/

    Resposta:

    O Papa Bento XVI decidiu um prazo mínimo para canonizar alguém, mesmo que este alguém seja um Santo Papa como João Paulo II.

    Na verdade já existem testemunhos suficientes e provas cabais o bastante para que o Vaticano declare sua Beatificação, mas o prazo ainda não foi respsitado e portanto, somente após este prazo determinado é que será dado prosseguimento ao assunto.

    Enquanto isso as provas e os milagres de João Paulo II vão aumentando pelo mundo todo.

    Más nós aguardamos este dia com paciência, somente aqueles que defendem Dom Marcel Lefebvre são totalmente contar a Beatificação daquele homem que excomungou o seu Santo já eleito. como já li em diversos post’s e comentários por aí dizendo – “devemos orar a Dom Lefebvre” isto é ou não é uma eleição de santidade sem o consentimento do Vaticano?

    O Assunto de João Paulo II está em boas mãos e basta o povo esperar o tempo que for preciso, isto não mudadrá em nada a santidade deste Papa tão querido no Brasil.

    Jesus te ama

    Curtir

  12. Esse texto e os comentários a ele são conseqüências dos desmandos modernistas ocorridos na Igreja com o Vaticano II.
    Mostra bem a ignorância do povo católico, que só quer saber de urrar, dançar, berrar nas “Missas” da dita RCC ao invés de procurar instrução na Doutrina da Igreja.
    Em primeiro lugar, excomunhão é uma punição jurídica e não atinge a vida pós-morte (vc já viu algum tribunal condenar uma pessoa morta a 30 anos de prisão?). Portanto, não impede a canonização de uma pessoa e a história da Igreja nos mostra isso: São João Crisostomo morreu excomungado e foi canonizado. Em segundo lugar, a Igreja não proíbe as devoções privadas a exemplo de Mosenhor Lefebvre e muitos dos santos da Igreja eram louvados como santos mesmo sem a canonização.
    Conclusão: ao invés de berrar os bláblábláblás das ditas orações em línguas os sectários da RCC deveriam tomar vergonha na cara, estudar a doutrina da Igreja e parar de atacar Bispos como Dom Lefebvre que lutaram pela preservação da doutrina da Igreja, que hoje é deturpada por fariseus como os hipócritas da RCC. Vcs filtram um mosquisto mas engolem um camelo, como diz Nosso Senhor. É como minha dizia: “O macaco quando quer falar do rabo dos outros, senta emcima do próprio”. Vcs da RCC não nenhuma moral para querer tirar um cisco dos olhos dos outros, enquanto tem uma trave no próprio. Tomem vergonha na cara e deixem de ser hipócritas.

    Curtir

    • Caro leitor Rogério Amaral

      Obrigado por ter se preocupado tanto conosco, porém este blog é somente um alerta contra pessoas que declaram o que o Sr. acabaou de declarar.

      Dom Marcel Lefebvre é um Santo.

      O que está escrito acima é apenas uma cópia do curriculom de Dom Lefebvre, só inclui a data de sua excomunhão que continua valendo até o dia de hoje.

      Por mais que você grite e espernei estes dados não irão mudar a menos que um Papa num futuro distante, venha a declarar que Lefebvre realmente foi um Santo.

      Até prevalecerá o que ainda vale hoje.

      É lamentável, muito lamentável !

      Mas Marcel Lefebvre continua morto e excomungado e somente Deus pode ou não permitir que ele entre no céu, já que sua punição na terra foi meramente disciplinar por desobediência formal ao Papa.

      Quanto a RCC meu amigo, vai muito bem, obrigado !
      Não preciso defendê-la já que não existe nenhum tipo de punição sobre ela dita pelo Papa.

      Quanto a devoções irregulares, você poderia adotar o Padim Pade Ciço, que esse sim é um cabra da peste de bom e já fez muitos milagres para o povo humilde do Nordeste.

      Pelo menos ele nunca foi excomungado!

      A Beatificação de “São” João Paulo II já está marcada para o ano que vem, quem sabe São João Paulo II lhe conceda o milagre do perdão a Lefebvre e o ajuada a ganhar a salvação, afinal tudo aquilo que desligou na terra será desligado no céu…

      Deus te abençoe.

      Curtir

  13. Caro Alberto

    O Magistério verdadeiro é o Papa
    Não Lefebvre, não Fedeli.

    Veja o site dele, afinal de contas porque você acha que eu iniciei este Blog, justamente para não ver aquele site de loucos e mau educados seguidores de excomungados.

    Virou Profeta agora também Alberto, profetizando o futuro, veja uma verdade bem clara, o Sr. Rrlando Fedeli se meteu a besta e vez varias profecias, sendo que nenhuma delas se cumpriu, revelando-o como um grande e verdadeiro FALSO PROFETA.

    Cuidado que logo seu nome estará junto ao dele na lista dos falsos profetas.

    Quanto a sua imagem, creio que já deve existir alguma por aí já, que muitos já o consideram Santo, o elegeram ao bel prazer da carne e acima da autorida de do Papa.

    Isto é um pecado chamado “IDOLATRIA”

    É por este motivo que este post está aí, para evitarem que os homens pequem por este pecado que os levará ao inferno, até Padres o exaltam como um Deus e ficam canto “Glória e Salve Lefebvre”.

    Que vergonha, para quem diz defender a Igreja verdadeira.

    Um homem excomungado jamais poderá ser um Santo, antes primeiro de perdoarem sua excomunhão, que foi justa e por ordem disciplinar de desobediência, se ele não está mais vivo para corrigir seus erros, como poderiam perdoar seus pecados depois de morto.

    Somente Deus poderia fazer isto lá no céu, porque sua caminhada aqui na terra terminou comoa a morte de um homem excomungado.

    Lamento muito, era um bom homem, mas esta é a unica verdade que conheço até agora.

    Rezem por sua alma e não por seus favores.

    Curtir

  14. Superior ao Papa é certo que não. Mas o Papa não pode esquecer o Magisterio. E o Prof. Fedeli só ensina o Magisterio. Diante de Deus… o que vale cada um? Veja o site dele. Alias, o mais visitado do Brasil. A CNBB que o diga… Quanto a não usa o nome de Lefebvre. Anote: no Vaticano vão fazer uma imagen a ele e você poderá rezar a ele nos altares.

    Curtir

  15. Acho que isto é parte de uma campanha para desacreditar o grande Lefebvre, e no Brasil o Prof. Orlando Fedeli.

    Curtir

    • Caro Alberto

      Este Post não tem este objetivo não

      Apenas quero colocar cada ponto em seu “i”, no seo devido lugar.

      Dom Marcel Lefebvre morreu fora da Comunhão com a Igreja e isto é um fato publico e notório, porém Orlando Fedeli e compania exaltam este homem como se ele fosse um Deus, com o Magistério superior ao do Papa.

      Com o perdão Papal aos quatro Bispos por ele ordenados, seu nome não entrou na lista já que enquanto estava vivo não aceitou nenhum acordo possível.

      Ele escolheu esta situação, mas já os tres Bispos da FSSPX podem também agora escolher o que seria melhor para eles. voltar para Roma e aceitar o CV II ou continuar o Cisma e culminar no mesmo erro de Lefebvre.

      Quando a FSSPX retornar definitivamente não usarão mais o nome de Lefebvre para criar confusão, até poderemos retirar este texto do ar.

      Amem.

      Rezemos pela Unidade da Igreja.

      Curtir

  16. Ora essa, Leonardo…
    Se Lefebvre foi santo, então por que foi excomungado?
    Se Lefebvre foi santo, então por que não obedeceu o Magistério da Igreja e, consequentemente, o Concílio Vaticano II?
    Acho que digno de ser chamado de santo é aquele que é humilde e obediente, não aquele que é cismático e transgressor…

    Graça e paz.

    Curtir

  17. […] é burrice. Para que vos digneis humilhar os inimigos da santa … Veja o post completo clicando aqui. Post indexado de: […]

    Curtir

  18. […] Tudo isto pareceu a Lefebvre uma guinada da Igreja em direcção … Veja o post completo clicando aqui. Post indexado de: […]

    Curtir

  19. Vão repousar no espirito ou algo assim que é o melhor que vocês fazem ao invés de falar asneiras.

    ===
    DISSESTE Uma ótima palavra, o que nós precisamos mesmo é descansar no Espírito de Deus, aquele que veio para nos guiar e conduzir, relembrando as preciosas palavras de nosso Senhor Jesus, Bem afirmou Jesus que sua Igreja seria vitoriosa e que nem as portas do inferno prevaleceriam contra ela, isto porque quem é o Senhor desta Igreja é na verdade o Espírito Santo que vive e habita no coração daqueles que amam verdadeiramente a Deus. E o que pode existir de melhor neste mundo do que permanecer em sua presença, e estar repleto de seu poder e sua graça.

    “Nada melhor, nada melhor, do que sentir a sua presença”, diz uma música maravilhosa…

    Quando repousamos no Espírito Santo de Deus, renovamos as nossas forças e nosso entendimento, também a nossa fé sai fortalecida e podemos combater aqueles inimigos da Igreja e de Jesus que declaram que não existe Batismo no Espírito Santo dizendo ser a RCC uma obra do inimigo de Deus, bem vemos que seus frutos de vocação nos dias de hoje tem salvado a Igreja Católica de seu fim, porém aonde reina o tradicionalismo da FSSPX não existem mais vocações e a Igreja está fadada a desaparecer simplesmente por falta de Padres e pregadores, porque preferem cuidar de seu mundinho particular, egoista e farisaico.

    Permita-me lhe dar um bom conselho, entre em um seminário da FSSPX e seja feliz sendo um ótimo Sacerdote, sei que desta forma você dará muito mais fruto que me ofendendo pela Internet.

    Obrigado pelo conselho, ainda hoje vou buscar um bom repouso no Espírito, realmente estou precisando muito de mergulhar na presença de deus, mais uma vez.

    Foi um prazer.

    Curtir

    • DISSESTE Uma ótima palavra, o que nós precisamos mesmo é descansar no Espírito de Deus, aquele que veio para nos guiar e conduzir, relembrando as preciosas palavras de nosso Senhor Jesus, Bem afirmou Jesus que sua Igreja seria vitoriosa e que nem as portas do inferno prevaleceriam contra ela, isto porque quem é o Senhor desta Igreja é na verdade o Espírito Santo que vive e habita no coração daqueles que amam verdadeiramente a Deus. E o que pode existir de melhor neste mundo do que permanecer em sua presença, e estar repleto de seu poder e sua graça.

      “Nada melhor, nada melhor, do que sentir a sua presença”, diz uma música maravilhosa…

      Quando repousamos no Espírito Santo de Deus, renovamos as nossas forças e nosso entendimento, também a nossa fé sai fortalecida e podemos combater aqueles inimigos da Igreja e de Jesus que declaram que não existe Batismo no Espírito Santo dizendo ser a RCC uma obra do inimigo de Deus, bem vemos que seus frutos de vocação nos dias de hoje tem salvado a Igreja Católica de seu fim, porém aonde reina o tradicionalismo da FSSPX não existem mais vocações e a Igreja está fadada a desaparecer simplesmente por falta de Padres e pregadores, porque preferem cuidar de seu mundinho particular, egoista e farisaico.

      Permita-me lhe dar um bom conselho, entre em um seminário da FSSPX e seja feliz sendo um ótimo Sacerdote, sei que desta forma você dará muito mais fruto que me ofendendo pela Internet.

      Obrigado pelo conselho, ainda hoje vou buscar um bom repouso no Espírito, realmente estou precisando muito de mergulhar na presença de deus, mais uma vez.

      Foi um prazer.

      Curtir

  20. QUEM FOI O IMBECIL QUE ESCREVEU ESTA ARTIGO SÓ PODE SER MESMO UMA PESSOA DA RCC (reboladores com o capeta na cintura)

    Dom Marcel foi um grande santo será que ele errava quando queria viver a fé de são Pio X a fé de Todos os santos??????

    não me faça rir com essa imbecilidade a RCC devia obedecer mais ao Romano Pontifice

    vcs precisam ler o magistério da igreja e saber mais por que falar sem ter informações é burrice

    Para que vos digneis humilhar os inimigos da santa igreja Te rogamos ouvi-nos

    Curtir

    • Olá Leonardo

      Sou Sizenando, Eu sou o responsável por este artigo, se bem que não é totalmente escrito por mim, na verdade são cópias de outros escritores, com o intuito de mostrar que o pensamento sobre o “Santo” não reconhecido pela Igreja Católica e que por sinal ainda possui um título que o exclui totalmente desta Igreja, sendo portanto desaconselhado pelo “Magistério da Igreja Verdadeira, com Sede em Roma” a leitura ou o segmento dos conselhos de Dom Marcel Lefebvre, no passado, no presente e no futuro.

      Será que ele errava ?

      Meu caro Leonardo, a sua pergunta nos mostra que realmente existe uma dúvida a respeito da resposta a esta sua pergunta, bem sabemos que existem diversas opiniões e que na grande maioria delas Dom Lefebvre não era o que estava certo nesta questão, simplesmente porque foi ele mesmo que se afastou da Igreja através da desobediência causando um grande “CISMA” na Igreja, cisma este que creio foi superado após ficar claro que quem começa na desobediência chega ao cumulo e destroi a si mesmo, ele sabia muito bem que seria punido com a excomunhão ao sagrar seus Bispos sem a ordem do Papa João Paulo II, então foi uma questão de escolha, ele escolheu a FSSPX e desprezou a Igreja Católica. Não sei se isto foi um erro por parte dele, sei que mesmo com 87 anos ele agiu concientemente sabendo que de qualquer forma seria o fim de seu Cisma.

      Quem respondeu esta pergunda com uma resposta incontestável e bem visível foi o Santo Papa João Paulo II enviando-lhe uma carta de excomunhão e afastando-o definitivamente da Igreja católica.

      Se esta resposta não for o bastante, não sei qual será.

      Por outro lado a RCC é aceita pelo Vaticano e a poucos dias a Canção nova recebeu o reconhecimento Pontifício, coisa que Dom Lefebvre jamais conseguiu por sua desobediência, vemos então que a RCC obedece muito mais que desobedece.

      Vocês tradicionalistas falam muito de “MAGISTÉRIO”, MAS NUNCA SITAM O NOME daqueles que compoem este magistério, pelo que eu saiba vocês querem dizer para lermos o antigo Magistéruio e desprezar o ultimo Concílio os os quatro ultimos PAPAS, gostaria de salientar que atitude semelhante é “SEDEVACANTISMO” PIOR QUE PROTESTANTISMO.

      Para que vos digneis humilhar os inimigos da santa igreja Te rogamos ouvi-nos SENHOR.

      Curtir

Deixar um Comentério aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: